Mês: julho 2011



Empate serve para o Grêmio Metropolitano

Grêmio Metropolitano Maringá e Nacional de Rolândia se enfrentam neste domingo, às 15h30, no Estádio Willie Davids, em jogo da rodada final da primeira fase do Campeonato Paranaense da Divisão de Acesso. A meta do time maringaense é confirmar a condição de equipe com índice técnico para fazer parte do eventual quadrangular que vai definir as duas equipes para a Primeira Divisão do Estadual em 2012. Os visitantes têm chances de chegar ao mesmo objetivo. Para os donos da casa o empate serve, já que somam 30 pontos na classificação geral, três a mais que o adversário. Mas a equipe de Rolândia pode se igualar na pontuação e, se isso acontecer, será dona da posição já que terá uma vitória a mais que o GMM. O quadrangular em cruzamento olímpico só será realizado no caso de não ser o Londrina o campeão deste returno, pois o LEC obteve o titulo do primeiro turno. Por essa razão os maringaenses entram em campo de olho no resultado do confronto que será realizado na fronteira entre Foz do Iguaçu e Londrina e na torcida pelo êxito do time da casa. O técnico Rodrigo Casca não quer que seus comandados pensem nisso. “Temos que fazer a nossa parte. Nos serve o empate, mas vamos jogar para vencer, independentemente do que vá acontecer no outro jogo”, disse. Casca comandou recreativo na manhã deste sábado e observou o meia Gilvan que ainda não se recuperou plenamente da contusão no tendão. O jogador foi relacionado para o jogo, porém seu aproveitamento vai depender de avaliação do médico Durvalino Gusmão na manhã de domingo. No caso de não reunir condições a posição no meio-campo será de Serginho Catarinense. Outro setor onde o técnico tem dúvida é no ataque. Tiago Henrique e Rodrigo disputam a vaga para formar dupla com o confirmado Souza. Nas demais posições não haverá alterações. O time será Tiago; Vinícius, Neilor, Flávio Luiz e Alisson; Rocha, Carlos Lima, Márcio e Marcelo Moscatelli (Gilvan); Tiago Silva (Rodrigo) e Souza.

Comente aqui


Jogadores do Grêmio Metropolitano visitam Lar Escola

Livres dos treinos na manhã de ontem, os jogadores do Grêmio Metropolitano Maringá tiveram um programa diferente. Foram ao Lar Escola da Criança, instituição local que cuida de menores carentes, para uma visita descontraída e que rendeu doações e presentes ao alunos. O idealizador da atividade, o técnico Rodrigo Casca, destacou a importância do gesto. “Gosto sempre de fazer isso com grupos que trabalho. É necessário para que o atleta tenha uma reflexão sobre a vida”, observou. Na parte da tarde, o grupo voltou ao batente e Casca definiu a formação titular que no domingo enfrenta a equipe do Nacional de Rolândia, no Willie Davids. O coletivo orientado por ele não teve, mais uma vez, Gilvan, atleta que será avaliado na manhã de hoje para saber se as dores no tendão vão lhe permitir atuar. A formação provável é Tiago; Vinicius, Neilor, Flávio Luiz e Alisson; Rocha, Carlos Lima, Marcelo Moscatelli e Gilvan (Serginho Catarinense); Tiago Henrique (Rodrigo) e Souza.

 

 

Comente aqui


Quando o regulamento leva à evitar a vitória

O esdrúxulo regulamento que o departamento técnico da Federação Paranaense cometeu, pode proporcionar situações risíveis na rodada final do Campeonato Estadual da Divisão de Acesso que vai ser realizada neste domingo. Vamos trilhar os absurdos (mas possíveis) caminhos do desfecho dessa competição que vai destinar duas vagas para a Elite do Estadual em 2012. O Serrano entrará em campo para enfrentar a equipe do Toledo, que lidera o segundo turno e será campeão da fase se ganhar o jogo, sem motivação para vencer o confronto. Não cairá para a Terceira Divisão se perder; não terá chance de brigar por nada se vencer e, o que é grave, poderá aceitar ‘incentivos’ de interessados para entregar o jogo. Ocorre que o certame só terá sequência se o Londrina, vice-líder do returno e que vai enfrentar o Foz do Iguaçu, não for campeão. Essa situação leva Grêmio Metropolitano Maringá e Foz do Iguaçu a desejarem que o título seja dos toledanos. Porém, o próprio Toledo não tem interesse nenhum em ser campeão, pois se conseguir isso, levará a definição das vagas para um desnecessário (para toledanos e londrinenses) quadrangular a ser disputado em cruzamento olímpico. Imaginem. É Bom para o time do oeste que o LEC seja outra vez campeão, pois dessa forma, diz o mágico regulamento, o time de melhor pontuação na classificação geral será parceiro do Tubarão no acesso para a Primeira Divisão. E esse time é o Toledo. Pobre do árbitro que terá de administrar a partida em Prudentópolis com duas equipes jogando para não ganhar. Existe ainda outra possibilidade estapafúrdia que seria o Serrano nem entrar em campo. Se for punido por essa infração, apenas perderá os pontos do jogo e obrigará o Toledo a ser campeão, levando assim a decisão das vagas para o polêmico quadrangular com os campeões de cada um dos turnos mais as duas equipes com melhores índices técnicos. Acreditem, tudo isso tem a benção do regulamento. Para que nenhum destes antidesportivismo se concretize, torçamos para que o Foz do Iguaçu, que jogará em casa, não perca para o Londrina. Basta ao time da fronteira empatar para forçar a realização de mais uma fase com a participação do próprio Foz, mais o Toledo e Grêmio Metropolitanoo (ou Nacional de Rolândia) que se enfrentam neste domingo no Willie Davids. Fazendo isso, evitará que o futebol paranaense seja notícia nacional negativa se expondo ao ridículo.

Tem mais

 

 

 

Tem uma outra sandice neste inacreditável regulamento. Para decidir quem será o campeão da Segundona, as equipes jogarão três partidas, mesmo que uma delas ganhe as duas primeiras, serão três partidas. Não está escrito no conjunto de normas de que forma os pontos serão distribuídos e não há, é claro, a justificativa para uma equipe com seis pontos ganhos disputar com outra que só poderia somar três e não ser a campeã. E todos pensávamos que o Supermando de 2010 tinha sido a asneira máxima que os ‘engenheiros’ da FPF poderiam cometer.

3 Comentários


Grêmio Metropolitano torce por Foz e Toledo

Com a derrota para o Londrina no domingo, no Estádio do Café, por 2 a 1, o Grêmio Metropolitano ficou sem chances matemáticas de ser campeão do segundo turno do Campeonato Paranaense da Divisão de Acesso. Os maringaenses perderam com gols anotados pelos londrinenses Warley e Ayrton. No segundo gol houve reclamações do técnico Rodrigo Casca , já que um de seus jogadores estava caído em campo e a bola não foi lançada para fora do campo pelos donos da casa para o atendimento. Houve, segundo ele, ausência do ‘far play’. Carlos Lima, de pênalti, descontou para o Metropolitano que nos minutos finais do jogo exerceu pressão sobre o adversário, mas não conseguiu o empate.

Mas o time maringaense ainda tem a esperança de conquistar uma das vagas à Divisão de Elite do Paranaense em 2012. Para isso, os comandados do técnico Rodrigo Casca precisam de uma combinação que passa pela não conquista do time londrinense desta fase da competição, como aconteceu na anterior. Caso o Tubarão seja o campeão também deste returno, terá uma das vagas e a outra será da segunda equipe com melhor pontuação na classificação geral, condição que o Toledo já consolidou. A saída, então, é que o próprio Toledo, que vai enfrentar o Serrano no domingo, ou o Foz do Iguaçu, que enfrentará no mesmo dia o próprio Londrina, sejam os vencedores. Isso acontecendo, haverá um quadrangular com o cruzamento entre os campeões dos turnos (com um ponto de bonificação) e os dois times melhores classificados. Por essa razão, o Grêmio entra em campo no próximo domingo diante do Nacional mais preocupado com os resultados dos confrontos Foz do Iguaçu x Londrina e Serrano x Toledo.

Comente aqui


Grêmio Metropolitano e LEC jogam no Café

Grêmio Metropolitano Maringá e Londrina Esporte Clube se enfrentam neste domingo, no Estádio do Café, às 15h30, pela penúltima rodada do segundo turno da Divisão de Acesso do Campeonato Paranaense. Os londrinenses, campeões do primeiro turno, querem a vitória para seguirem com chances de, na ultima rodada, conquistarem também esta fase e, em consequência, ficarem com o título da competição. No Grêmio Metropolitano a motivação é impedir que o LEC seja campeão direto e que aconteça a realização do quadrangular. Isso se confirmando, a equipe maringaense entra para a fase decisiva como uma das duas que têm melhores indices na pontuação geral. O técnico Rodrigo Casca não terá o meia Gilvan, artilheiro do time e jogador decisivo nas cobranças de faltas. Ele sente o tendão do pé esquerdo e nem foi para o treino coletivo da última sexta-feira. Marcelo Moscatelli será o substituto. O goleiro Tiago, que cumpriu suspensão por ter sido expulso, retoma a condição de titular que foi de Rudy na última partida. Na zaga o experiente Márcio, após ficar de fora por acúmulo de cartões amarelos, tembém retorna. Nas demais posições o treinador mantém os jogadores. “Temos que ditar o ritmo do jogo, ter tranquilidade e esperar o momento para definir a partida. A pressão será maior sobre eles”, considerou o técnico. Após o jogo deste domingo, o time maringaense fechará a participação na fase enfrentando a equipe do Nacional de Rolândia. em Maringá. O Londrina terá o desafio com o Foz do Iguaçu, equipe que está, juntamente com o Toledo, na disputa pelo título deste segundo turno.

Os times – LONDRINA – Danilo; Ayrton (Maicon), Rogério, Élson e Carlópolis; Silvio, Bruno, Ricardinho e Silvinho; Warlley e Arthur. Técnico: Cláudio Tencatti.

GRÊMIO METROPOLITANO – Tiago; Vinicius, Flávio Luiz, Márcio e Alisson; Rocha, Carlos Lima, Serginho Catarinense e Marcelo Moscatelli; Tiago Henrique e Souza. Técnico:

Rodrigo Casca.

Árbitro: Selmo Pedro dos Anjos Neto.

 

 

Comente aqui


FPF não considera vitória do Grêmio como WO

Foi esclarecida na tarde de ontem a dúvida que o Grêmio Metropolitano Maringá tinha em realção à polêmica partida contra o Iguaçu Agex de União da Vitória que deveria ser realizada na última quarta-feira. O jogo interrompido na semana anterior por conta de nevoeiro que impedia a visibilidade dos jogadores, deveria recomeçar a partir dos 26 minutos do segundo tempo, mas isso não aconteceu em decorrência de que os donos da casa não entraram em campo protestando contra o não pagamento de seus salários. A Federação Paranaense de Futebol, consultada pela diretoria maringaense, esclareceu que a partida não será considerada como WO (quando um dos opo-nentes não se apresenta para jogo) visto que ela já tinha sido iniciada e teria sequência. Assim, o resultado de 2 a 1 é mantido em favor do GM e o confronto serviu para o cumprimento de suspensão disciplinar dos jogadores Tiago e Márcio, que não jogaram por cartão vermelho, no caso do primeiro, e três cartões amarelos do segundo.

Eles estarão, portanto, voltando ao time titular no jogo diante do Londrina no próximo domingo no Estádio do Café, pela penúltima rodada do segubndo turno da Divisão de Acesso. O técnico Rodrigo Casca tem, então, uma única dúvida para a definição do time. O meia Gilvan está sob tratamento para se recuperar de lesão no músculo da coxa e será avaliado no restante da semana. Mesmo com a chuva durante todo o dia de ontem, os jogadores trabalharam em dois períodos. O treino final será realizado na tarde desta sexta-feira. No sábado, após treino recreativo, os jogadores seguirão para a cidade de Londrina onde vai acontecer o decisivo jogo.

 

Comente aqui


Ciagym encara Paranavai em Santa Isabel

O Ciagym/Pam Saúde/Futsal enfrenta nesta quinta-feira a equipe do São Lucas/Paranavaí em jogo valido pelo Estadual de Futsal da Série Ouro. Para o time maringaense será a segunda partida na competição, já que folgou na rodada inaugural. A partida será disputada em Santa Isabel do Ivaí, já que o Ginásio de Esportes Antônio Lacerda está passando por reformas. Após perder a partida do último sábado para o Palotina, por 5 a 4, na AFMM, o time do técnico Adolpho Cardoso Amorimm busca recuperação. Apenas o ala Lambari é dúvida. O atleta vem de recuperação do músculo adutor da coxa e fará testes de avaliação momentos antes da partida par ver se tem condições de jogo. O São Lucas/Paranavaí vem de vitória sobre o São José dos Pinhais, que será o próximo adversário do Ciagym no dia 30 em Maringá.

Comente aqui


Névoa suspende jogo do Grêmio Metropolitano aos 26 do segundo tempo

Em partida que foi suspensa quando faltavam 19 minutos para o encerramento, por conta de intenso nevoeiro que se abateu sobre a cidade de União da Vitória, o Grêmio Metropolitano Maringá venceu a equipe do Iguaçu Agex por 2 a 1, pela Divisão de Acesso do Campeonato Paranaense. O time maringaense esteve melhor na etapa inicial e materializou isso marcando o primeiro gols aos oito minutos de jogo. O gol foi anotado pelo volante Carlos Lima após cobrança de falta feita por Thiago Henrique. A rapidez da cobrança gerou reclamações dos jogadores da casa. O empate para os locais aconteceu aos 21 minutos em lance que gerou reclamação dos maringaenses. Após lance aparentemente normal o árbitro Carlos Henrique Basso anotou pênalti em lance que envolveu o atacante Alan e o zagueiro Flávio. André Nunes cobrou e marcou. Aos 47 minutos, após boa jogada de Thiango Henrique, Souza, de cabeça, colou os visitantes na frente. 2 a 1. Aos sete minutos do segundo tempo a intensidade do nevoeiro que se abateu sobre a cidade União da Vitória levou o apitador a suspender o confronto, após consulta aos apitães. A paralisação durou 28 minutos. Houve uma tentativa de reinício da partida, mas a névoa voltou a ser intensa e o árbitro suspendeu o jogo faltando 19 minutos para o final. Na manhã desta sexta-feira a Federação Paranaense definirá a data para a sequência do jogo. O GMM jogou com Rudy; Vinícius, Neilor, Flávio Luiz e Alisson; Rocha, Catlos Lima (Xipote), Marcelo Moscatelli e Gilvan; Souza e Thiago Henrique. O Iguaçu usou Leandro; Caio, Carlão (Jean), Ricardo e Oliveira; Javier (Dudu Soares), Viola, Beto e Dudu; Amdré Nunes e Aan. No próximo domingo o Grêmio Metropolitano estará de folga, já que enfrentaria o elimonado São José. Conforme o regulamento a equipe contabilizará os três pontos com o placar de 1 a 0.

 

Comente aqui


Grêmio Metropolitano se mantém no páreo

  Com a vitória por 4 a 1 sobre o Serrano de Prudentópolis, no domingo, no Estádio Willie Davids, o Grêmio Metropolitano Maringá segue com chances de conquistar o título do returno do Campeonato Paranaense da Divisão de Acesso. Para isso no entanto, o time terá que contar com tropeços das equipes que lideram a competição que são Londrina, Foz do Iguaçu e Toledo, todas com 13 pontos ganhos, três a mais que os maringaenses. No domingo, o time do técnico Rodrigo Casca chegou ao triunfo com gols anotados por Alisson e Gilvan, na primeira etapa, aos 10 e 28 minutos respectivamente; no segundo tempo Rocha fez ao 44, seu homônimo descontou, de pênalti, aos 49 minutos e Rodrigo fechou o placar quatro minutos depois. No time maringaense o técnico Rodrigo Casca utilizou Tiago; Vinicius, Márcio, Flávio Luiz e Alisson; Rocha, Carlos Lima (Rodrigo), Marcelo Moscateli (Serginho Catarinense) e Gilvan (Xipote); Tiago Henrique e Souza. O time do centro-sul, que tem comando do técnico Edson Paulista, usou Adeílson; Igor Pontes (Serginho), Jonatha, Carlão e Wallace (Rodrigo); Pierre, Thiago Santos, Pepo (Smile) e Rocha; Hamilton e Robinho. O goleiro Tiago e o zagueiro Márcio foram expulsos e vão desfalcar a equipe de Maringá que nesta quinta-feira enfrenta a equipe do Iguaçu Agex em União da Vitória. No time de Prudentópolis receberam cartões vermelhos os jogadores Carlão e Thiago Santos. O Serrano estará de folga na próxima rodada, já que enfrentaria o eliminado São José.

Comente aqui


Grêmio Metropolitano pega Serrano no WD

  Grêmio Metropolitano Maringá e Serrano de Prudentópolis se enfrentam neste domingo, às 15h30, no Estádio Willie Davids, em jogo válido pela quinta rodada do returno do Campeonato Paranaense da Divisão de Acesso. Os maringaenses precisam da vitória para seguir com chances de conquistar o título da fase e, dessa forma, manter as possibilidades de obter uma das vagas para a Primeira Divisão em 2012. O técnico Rodrigo Casca só manterá o mesmo time do jogo anterior se três de seus titulares que foram poupados do treino recreativo forem aprovados pelo departamento médico. O volante Rocha, o meia Gilvan e o atacante Souza, reclamando de dores, pediram dispensa da prática realizada na manhã de ontem no CT do Vale da Zebra. Dos três, a preocupação maior é com Gilvan, artilheiro do time, que reclamava de dores na virilha. Caso o atleta não possa atuar, sua posição será ocupada por Serginho Catarinense. Nas demais posições Casca não tem Dúvidas. o goleiro Tiago, que ganhou a posição de Rudy e se destacou no jogo de quinta-feira, continua no time. Também será mantido o ‘polêmico’ sistema sem alas, com a utilização dos zagueiros Vinicius, Márcio, Flávio Luiz e Luiz Henrique. Além da vitória sobre o o time do centro-sul, o Metropolitano ficará na torcida por tropeços de Londrina e Toledo, que jogam em casa diante de Sport Campo Mourão e Nacional de Rolândia, respectivamente. Se os resultados forem favoráveis, os maringaense poderão fechar o turno também liderando a competição. No Serrano, que conquistou apenas dois pontos neste returno, o técnico Edson Paulista não poderá contar com o volante Danilo Alvin, expulso no empate sem gol com o Cascavel na última quinta-feira. Alcimar deve ser o substituto

Comente aqui