Mês: dezembro 2011



Maringá fica fora da Série B da Superliga de Vôlei

Além do Ciagym, que dificilmente terá a confirmação de sua participação na Liga Futsal 2012, também o vôlei maringaense conheceu uma frustração nesta quarta-feira. A equipe comandada pelo técnico Dema se mobilizava para obter uma das vagas na Série B da Superliga que será disputada no próximo ano, mas não logrou êxito. A Confederação Brasileira de Vôlei divulgou a relação das cidades que estarão na competição – com início ainda não definido — e Maringá não aparece. Os clubes realcionados são: Funvic/Midiafone (SP), Santo André (SP), Climed/Atibaia (SP), Morro da Fumaça (SC), Sport Clube do Recife (PE), UFC/Ceará (CE), APAV/Canoas (RS) e Clube do Remo (PA). A tabela de jogos e o regulamento completo da competição será divulgados em janeiro.
A CBV, no entanto, já anunciou a fórmula de disputa. As oito equipes serão divididas em dois grupos, sendo que os dois melhores de cada passam para as semifinais. Na primeira fase, serão realizadas quatro rodadas e, em cada uma delas, todos jogam contra todos dentro da chave, sempre com um time recebendo os outros três. O campeão sobe para a elite da modalidade no ano seguinte.

 

Comente aqui


Chances do Ciagym na Liga Nacional são reduzidas

 

São remotas as chances do Ciagym Maringá disputar a Liga de Futsal em 2012, como já tinha dado como quase certo a diretoria. Ocorre que a Confederação Brasileira de Futsal optou por, no próximo ano, reduzir de 24 para 20 o número de equipes que vão integrar a competição e essa iniciativa minimizou as chances dos maringaenses. O técnico e dirigente Adolpho Cardoso Amorim ainda acredita na possibilidade, mas admite que não está fácil. “Tínhamos uma acerto com determinada franquia, porém isso acabou não dando certo. Temos outras cartas na manga, mas vamos esperar a confirmação que deve, ou não, acontecer na próxima semana”, observou. Mesmo as outras três equipes que participaram neste ano como convidas – casos de Umuarama, Londrina e Cascavel – correm o risco de serem excluídas. A informação é de que apenas o Marechal Rondon vai representar o Estado.

 

Comente aqui


As chances que o Peixe tem diante do Barça

Não se discute o favoritismo do Barcelona sobre o Santos para a final do Mundial Interclubes neste domingo. Mas é e preciso considerar que, no futebol, diferentemente da maioria das modalidades, o imprevisível tem chances maiores. Vai determinar a cadência do jogo, em favor do time brasileiro, uma capacidade mais apurada de não deixar o oponente jogar. Coisa que não aconteceu no confronto com os japoneses do Kashiwa Reysol. Talento para criar jogadas os santistas têm, materializada no senso organizador de Ganso; capacidade de finalizar também é virtude presente, está na boa fase de Borges; e vocação para desequilibrar, sabemos todos, é o que faz de Neymar o atleta do momento. Fica então, a preocupação de Muricy com o seu regimento de marcadores. A improvisação de Durval como ala não funcionou na quarta-feira. O tal do Sakai se consagrou por ali e até gol marcou. (imaginem o que não fará Daniel Alves se tiver os mesmos espaços. Voltar o Léo e adotar o sistema com três zagueiros (sacrificando Henrique ou Elano) seria uma solução.

Comente aqui


No Paraná, ranking da CBF praticamente não muda

A reconfiguração no ranking nacional da CBF alterou pouca coisa em relação ao Paraná. Coritiba, que se destacou nos anos 70, mantém-se líder com 1.558 pontos, seguido pelos coirmãos da capital, Atlético e Paraná, que somam, respectivamente, 1.428 e 1.110 pontos. Na briga pela hegemonia no interior, Londrina se destaca com a quarta posição somando 631 pontos. Maringá fica na quinta colocação com 154 pontos, embora a cidade apareça duas vezes na relação, já que no posto de número 266 está o Galo Maringá com 4 pontos. Em seguida vem o Operário de Ponta Grossa, com 112 pontos. Na sequência, com dois dígitos aparecem União Bandeirante (54), Cascavel e Corinthians Paranaense (34), Iraty (30), Matsubara (25), Rio Branco (18) e Paranavaí (10); Galo Maringá e Roma têm 4 pontos, um a mais que o Foz do Iguaçu. O grupo dos relacionados com dois pontos é formado por Batel de Guarapuava, Ponta Grossa e Prudentópolis; com um único ponto aparecem na lista Engenheiro Beltrão, Nacional e Toledo. A injustiça fica para o Cianorte que deveria constar na relação pelo menos pelo ponto de bonificação que o regulamento do ranking dá aos times que participam da Série D do Brasileiro..

Comente aqui


Luz no fim do túnel para os Grêmios em Maringá

Fundador do Grêmio Metropolitano e presidente de honra do clube a partir do momento que a agremiação foi ‘arrendada’ por empresa angolana, o vereador Zebrão disse no Programa a Marcha do Esporte, na Rádio Cultura AM, uma coisa muito interessante. Declarou o dirigente que vê possibilidades claras de uma associação com o Grêmio Maringá a partir da próxima temporada. Pode soar absurdo esse depoimento se nos lembrarmos que durante todo o ano que se finda os clubes estiveram trocando farpas. Mas há um novo e decisivo dado nessa história. O polêmico empresário Aurélio Almeira oficializou a suas desistência do comando no Alvinegro que mais uma vez fracassou na tentativa de subir da Terceira para a Divisão de Acesso do Paranaense. Segundo ele, em nota divulgada pelo site do GEM, o time ‘volta às mãos de maringaenses’. Sabe-se, embora poucas sejam as informações sobre a negociação, que o GEM agora é de domínio do também vereador Jonh Alves Corrêa e do empresário Mauro Célio Dias. Com a saída de cena de Aurélio Almeida restabelece-se a condição de uma união de forças entre os clubes. Será proveitoso. As duas siglas, se seguirem paralelamente, estarão sempre uma atrapalhando a outra. Quer seja na captação de patrocínios, na divisão de aficionados na utilização do Willie Davids e até na manutenção das categorias de base. Unificando-se, esses e outros aspectos serão resolvidos e as chances de êxito se ampliam consideravelmente. Afinal, 2012 é ano decisivo para o futebol maringaense. Com Londrina já na Primeira Divisão, não se admite que Maringá não consiga chegar também à essa condição em 2013.

Comente aqui


Grêmio Maringá anuncia mudança de comando

O Grêmio Maringá informa em seu site, e a assessoria envia material com informações lacônicas, que o clube está sob nova direção desde a semana passada. A notícia dá conta de que o empresário Aurélio Almeida negociou os direitos do seu clube empresa com o vereador licenciado João Alves Corrêa, o Jonh, e o empresário Mauro Célio Dias. Não s sabe se o Alvinegro vai se manter no profissionalismo ou se doravante militará apenas nas categorias de base. Num texto atribuído ao ex-proprietário, ele lamentas a falta de apoio no dez anos que comandou o clube/empresa e diz que a instituição está de volta às mãos de maringaenses. Diz o texto: “O presidente Aurélio Almeida deseja que o clube vá bem nas mãos dos novos proprietários e que a partir de agora a cidade, a imprensa e todos os torcedores possam apoiar novamente o clube já que durante toda a trajetória do presidente até aqui encontrou muita oposição à sua permanência em Maringá. Segundo ele todo o possível foi feito. Veio morar em Maringá no ano de 2010 porque muitos diziam que não apoiavam porque ele não era de Maringá, mas também não foi suficiente. O investimento foi grande durante todo este tempo e foram poucas as pessoas que o apoiaram. Ainda assim o presidente agradece a todos que acreditaram, colaboraram e apoiaram o seu trabalho por aqui. A partir de agora é de responsabilidade dos maringaenses levar o seu próprio time do coração ao lugar tão merecido e tão almejado por todos”.

 

 

Comente aqui


Show de Falcão na reinauguração do Chico Neto

Foi um dia e noite de festa a reinauguração do Ginásio de Esportes Chico Neto, na sexta-feira. Por volta das 18h, os 24 atletas que encararam a missão de bater o recorde de partida mais longa na história do futsal atingiu o objetivo mantendo-se em disputa por 33 horas. À noite o espetáculo foi proporcionado pelo consagrado time de futsal do Santos, campeão da Liga Futsal 2011 que tem em seu elenco a base da seleção brasileira e o ‘extra-série’ Falcão. A equipe do Ciagym/Pam Saúde/Maringá foi reforçada pelos jogadores Gerson, Bruninho (Paraná Clube), Marcinho, Paulinho (Campo Mourão) e Coala (Paranavaí). Comandados pelo técnico Adolopho Amorim, os locais chegaram a fazer frente aos alvinegros. Tanto que abriram o placar, os 4 minutos do primeiro tempo. Lambari aproveitou-se de contra-ataque e marcou. O ala Falcão, que pouco tinha feito até aquela altura do jogo, deixou a marca de sua genialidade para empatar o confronto. Ele recebeu passe de Pixote e, dentro da área, de letra, deslocou o goleiro João Paulo. 1a 1.

No início da segunda etapa, ainda usando o expediente de contragolpear, o Ciagym marcou pela segunda vez com boa jogada de Thiago. A partida seguiu equilibrada até os 14 minutos de jogo Deivis novamente empatou o confronto. Foi de Falcão, dois minutos depois, o tento da vantagem santista. Novamente Deivis ampliou para os visitantes quando faltavam dois minutos para o encerramento do jogo. 4 a 2. Com 15 segundos para o término da partida, Falcão consolidou a sua condição de gênio e, com um chute de sua quadra, marcou o quinto gol do Peixe no histórico confronto.

Times

Falcão foi, naturalmente, o mais assediado entre os jogadores santistas. Crianças, principalmente, se aglomeram em busca de autógrafos do ídol. Mas o Santos trouxe todos os seus titulares. A relação de atletas que estiveram em ação é; Djony, Jackson, Leo, Neto, Bruno Souza, Gava, Pixote, Ricardinho, Deivis, Jé, Falcão, Vandin, Índio, Paulo Vítor, Bilica, Thiago Carioca e Rafael. Pelo Ciagym jogaram: João Paulo, Alessandro, Lambari, Soró, Tiago, Valtinho, Cristian, Gerson Marcinho, Coala, Bruninho e Paulinho.

 

Comente aqui


Chico Neto reabilita Maringá para sonhar com Ligas Nacionais

Com a reinauguração do Chico Neto, Maringá deve retomar sua relação com a Liga Nacional em modalidades diversas. O handebol, último a integrar a elite desta competição, depende de detalhes para confirmar o retorno, o que pode acontecer já no próximo ano. O prestígio que esse esporte local tem, por ter formado e projetado grandes nomes, não combina com a exclusão do principal evento no País. O mesmo se aplica ao voleibol. Destaque no Estado em sequentes temporadas, a modalidade que tem o competente Dema como um de seus esteios, se mobiliza para, tanto no masculino como no feminino, reconquistar o espaço que fez desse mesmo Chico Neto, nos anos 90, uma referência de público e vibração. Passaram por ali, não se esqueçam, nomes como Paulão, Giba, Ricardinho, Milinkovic…

No basquete a tendência é natural. Campeão estadual desta temporada, o esporte de cestas pleiteia vaga na emergente NBB. Já tem um time pronto, mantém uma base forte e só depende da consolidação de patrocínios para abrir as portas do evento nacional. No futsal, a presidente do Ciagym/Pam Saúde, Helenice Zotto Amorim, ainda faz um certo segredo. Mas se sabe que ela praticamente acertou com franquia que repõe a bola pesada maringaense na Liga Futsal de 2012. É questão de tempo para a confirmação da esperada notícia.

 

 

Comente aqui