Mês: março 2014



MFC na final: de novo 1 a 1, e outras curiosidades

Para acerto das previsões mais otimistas, o Maringá FC é finalista do Estadual com o mítico placar de 1 a 1 conquistado em partida dramática no Estádio Couto Pereira no último domingo. Mítico pelo fato de que no dia 2 de outubro de 1977 eram esses números que cintilavam no placar do mesmo estádio enquanto os maringaenses do extinto Grêmio de Esportes davam a volta olímpica comemorando o último título que o futebol profissional da Cidade Canção conquistou na divisão de elite do Paraná. Existirão semelhanças diversas no caso do time de Claudemir Sturion consolidar a condição de campeão após os dois confrontos finais, com o segundo no Willie Davids. O 9 de Adriano, autor do gol do Tricolor no empate, é o mesmo que estava nas costas de Itamar Bellasalma que marcou à época. Itamar foi o artilheiro daquela temporada dividindo a primeira posição com Edu, atacante do Colorado. Ambos fizeram 15 tentos. E não é que, pelo menos até agora, Cristiano divide a artilharia (9 gols) com Giancarlo, que pertence ao Paraná Clube, que vem a ser o Colorado daqueles tempos que se fundiu ao Pinheiros em 1989?

Outra pontual curiosa: o melhor homem do jogo foi o goleiro Ednaldo, maringaense como Léo Maringá, o camisa 8, filho de Wagner, que teve um desempenho magnífico em baixo dos três paus para garantir a igualdade na batalha de há 37 anos.

Também é pertinente o fato de que o triunfo deste ano interrompe uma sequência de quatro títulos conquistados pela equipe coxa branca. Buscava o penta; lá atrás, os coritibanos tinham vencido seis estaduais em seguida e jogavam pelo hepta. Jogavam.

Outro ‘curiosismo’: no pôster do elenco campeão em 1977, na fila dos que estão sentados, está uma figura que viria a ganhar proporções lendárias no futebol local. Eli Lima, o roupeiro, que estará de novo na foto se o MFC der para Maringá o quarto título de sua história.

 

 

7 Comentários


Muller chega para o GEM, não para o Maringá FC

Muller, ex-jogador do São Paulo e seleção brasileira será apresentado nesta sexta-feira como gerente de futebol do Grêmio Maringá. A confirmação do acerto com o clube maringaense foi feita por ele próprio em seu blog quando anunciou seu desligamento do Canal SporTV, onde esteve como comentarista nos últimos dois anos. Na nota, o ex-atleta diz deixar a emissora “para assumir o cargo de manager do time de futebol de Maringá”. Os sites Futebol do Interior e UOL interpretaram o escrito considerando que o clube citado por Muller seria o Maringá Futebol Clube, que integra a primeira Divisão do Campeonato Paranaense e atualmente disputa a fase de quartas de final da competição. Este Rebote fez contato com o presidente de honra do MFC, o ex-vereador Zebrão, que desmentiu o fato. O Grêmio Maringá, onde Muller já trabalhou como técnico, em 2009, está na terceira divisão do Estadual.

A apresentação da nova diretoria foi anunciada pelo site do clube nesta quinta-feira. “O Grêmio Maringá, através do seu novo corpo diretivo, convida à toda imprensa esportiva maringaense, para Coffe Break e apresentação de sua nova diretoria e comissão técnica”, diz a nota. O evento está confirmado para a manhã desta sexta-feira, ás 10h, na sede do clube, localizada na Avenida Horácio Raccanelo Filho 5350, sala 9.

 

5 Comentários


Muito em jogo, para o Maringá, no Willie Davids

O Maringá FC será integrante da Série D do Campeonato Brasileiro no caso de não perder para o Prudentópolis na partida deste sábado, às 16h, no Estádio Willie Davids. Será de novo semifinalista do Estadual depois de três décadas e terá, finalmente, consolidada a condição de clube profissional com credibilidade lavrada em uma trajetória que não permite contestação. Não é, portanto, pouca coisa que estará em jogo a partir do apito do árbitro para o início do jogo. Diante de um adversário que merece respeito — que tem no banco um astuto treinador, Ivair Cenci —, o Tricolor não terá vida fácil. O empate basta, é bem verdade, mas todo o cuidado é necessário para evitar surpresa. Foi esse mesmo time que, no mesmo estádio, na fase anterior, tirou a invencibilidade que os maringaenses detinham até a quinta rodada. E venceu o jogo sem jogar melhor. Voltou para o centro-sul com os três pontos por ter aproveitado uma das muitas falhas que a zaga do MFC apresentou naquele confronto. Lembre-se do lance: um arremesso manual cobrado na linha direita do campo, a bola passou imune por toda a defensiva e sobrou para um desmarcado Wellington marcar o gol da vitória.

Arremesso fatal

No sábado passado o Prude voltou a marcar através de sua ‘mais letal’ jogada que é o arremesso manual do volante Márcio colocando a bola na área pequena. Naquele aglomerado de jogadores as chances de defesa e ataque são de 50% por 50%.

Alas

O time de Ivair Cenci e Joel Preisner tem como pontos fortes as laterias do campo. Luizinho, ala da direita, e Biro, da esquerda, são os mais perigosos homens do time. Os dois estarão em campo neste sábado, já que Biro cumpriu suspensão por acúmulo de cartões amarelos.

Proposta

Luizinho tem, inclusive, propostas de grandes clubes do futebol brasileiro para a disputa do Campeonato Nacional. Seu empresário não revela nomes, mas a Coluna apurou que o Atlético Paranaense está negociando para a aquisição do jogador. Um ‘grande’ do Rio de Janeiro, provavelmente o Botafogo, também, quer o lateral-direito.

Projeção

No caso do Maringá FC passar à fase semifinal, a tendência é que o Coritiba seja seu adversário. Nesse caso, o primeiro jogo será em Maringá e o segundo em Curitiba, já que o Coxa fez melhor campanha na fase de classificação. No pouco provável caso de dar Rio Branco (precisa vencer em Curitiba por 3 a 0, ou por 2 a 0 e ganhar nos pênaltis), o segundo confronto será no Willie Davids.

Público

A partida do sábado servirá para o Maringá FC aumentar consideravelmente a média de público no Estádio Willie Devids. Atualmente é de 5.643 pagantes por jogo, menor apenas que a do Coritiba que é de 6.501 pagantes.

LEC perde mando

O Tribunal de Justiça Desportiva da Federação Paranaense de Futebol julgou o Londrina na segunda-feira por invasão ao campo de dirigentes na partida diante do Paraná Clube, na fase de classificação. Puniu o clube com a perda de um mando de jogo. Mas, mesmo assim, a partida deste domingo diante do J. Malucelli será no Estádio do Café. Ocorre que o regulamento prevê a aplicação da penalidade para ‘a partir do sétimo dia após a notificação”. Assim, o Tubarão não poderá jogar em casa no caso de se classificar para a semifinal quando vai pegar Paraná Clube ou Atlético. Londrinenses estão, naturalmente, revoltados.

Futsal

Há um clima de tensão em relação à participação do Ciagym Maringá no Estadual da Série Ouro e na Liga Nacional. Questões envolvendo o repasse de recursos da Secretaria de Esportes para o clube estariam emperrando a manutenção da equipe que não acertou a renovação do patrocínio com a marca Oppnus.

 

 

3 Comentários


Bom senso prevalece e MFC joga no sábado no WD

A diretoria do Maringá FC argumentou com a Federação Paranaense e conseguiu evitar a marcação da partida com o Prudentópolis para a noite de sexta-feira, no Willie Davids, como a entidade tinha projetado para atender interesses da televisão. Dessa forma, a FPF tende a homologar nesta quarta-feira o confronto para sábado, às 16h; no mesmo dia, ás 18h30, jogarão Coritiba e Rio Branco. No domingo se enfrentam Paraná x Atlético, às 16h, e Londrina x J. Malucelli, às 18h30. Todos os jogos terão transmissão pelo Premiere FC, canal do SporTV.

1 Comentário


Maringá FC e Prude será na sexta, no WD, com PFC

A Federação Paranaense de Futebol tende a confirmar para sexta-feira, às 20h30, o jogo de volta entre Maringá FC e Prudentópolis pelas quartas de final de Campeonato Paranaense no Estádio Willie Davids. A diretoria do Tricolor recebeu comunicado da instituição nesse sentido. A partida terá transmissão ao vivo pela Premiere FC do canal SporTV. Londrina e J. Malucelli devem jogar no sábado, ficando para domingo os confrontos Paraná Clube x Atlético e Coritiba x Rio Branco. A FPF homologa os jogos nesta quarta-feira.

Comente aqui


Maringá FC joga no sábado com transmissão ao vivo do PFC

A Federação Paranaense de Futebol confirmou na tarde desta quarta-feira a partida entre Prudentópolis e Maringá FC para o sábado, às 16h, no Estádio Newton Agibert, em Prudentópolis. O jogo terá transmissão ao vivo pela Premiere FC, canal do SporTV, para assinantes do Campeonato Paranaense. Também para o sábado, às 18h30, está marcado o confronto entre J. Malucelli e Londrina, em Curitiba. Os dois confrontos – mais os de domingo, Rio Branco x Coritiba e Atlético x Paraná Clube — são os de ida pelas quartas de final do Estadual.

2 Comentários


Maringá FC e Prudentópolis, no sábado, terá PFC (SporTV)

 

A Federação Paranaense de Futebol deve confirmar nesta quarta-feira as datas para os jogos de ida da fase de quartas de final do Estadual. O Maringá FC tende a jogar no sábado, em Prudentópolis, diante do time da casa às 18h30. O torcedor maringaense poderá acompanhar o jogo com transmissão do Premiere FC no Canal SporTV. Também no sábado, antes, às 16h, jogam J. Malucelli e Londrina, no Estádio Janguito Malucelli. Os jogos de domingo são: 16h – Rio Branco x Coritiba e 18h30 – Atlético x Paraná.

3 Comentários


Maringá FC a quatro pontos do Brasileiro da Série D

 

Não poderia ser melhor para o Maringá FC o fechamento da fase classificatória do Estadual. Empatar com o Rio Branco foi melhor do que seria se tivesse vencido o time do litoral que também ficou satisfeito com a igualdade. Fizeram para ela acontecer ao longo de todo o segundo tempo, irritando o torcedor no estádio que percebeu a ‘manobra’. Mas, enfim, só se faz omelete quebrando ovos. Com os cruzamentos definidos, o time maringaense pega a equipe do Prudentópolis com a vantagem de fazer o segundo confronto no Willie Davids. No caso de passar pelo time do centro-sul, os maringaenses estarão praticamente com vaga assegurada na Série D do Campeonato Brasileiro no segundo semestre deste 2014. Isso só não acontecerá se o Rio Branco for finalista da competição. E para passar pelo time dos técnicos Ivair Cenci e Joel Preisner, o MFC vai precisar de um empate e uma vitória.

O Estado do Paraná tem direito a duas vagas na terceira divisão nacional. Uma elas será da equipe que semifinalizar no confronto entre J. Malucelli e Londrina. A outra, então, será de quem passar nos cruzamentos Maringá FC x Prudentópolis e Coritiba x Rio Branco, sendo que o Coritiba não está neste páreo pois integra a Série A do Brasileiro.

3 Comentários


Estadual acirrado só tem Coxa e Maringá com vagas

No mais acirrado Estadual dos últimos tempos, trotam as potrancas na direção da rodada derradeira da primeira fase com apenas Coritiba e Maringá FC tendo vagas garantidas nas quartas de final. Os demais clubes (incluindo dois integrantes do Trio de Ferro, Atlético e Paraná) chegam a esse porto com a possibilidade de classificação exatamente igual à de disputar o Torneio da Morte, destino já consolidado para Toledo e Arapongas. Estamos, estão, autorizados, a considerar que o domingo será de ‘choro e ranger de dentes’. Partidas emblemáticas serão disputadas em todos os quadrantes do Estado. No Estádio do Café, em Londrina, o LEC revê um velho desafeto. Pega o Coritiba com quem disputou o título do ano passado e perdeu, mas fez a mesma pontuação. E fechou o ano engasgado com a partida disputada nesse mesmo local na qual o árbitro teria deixado de dar ao Tubarão três penais. Resultado diferente de vitória pode remeter os londrinenses para o Torneio da Morte que será disputado pelos quatro piores, com rebaixamento para dois deles.

O clássico entre atleticanos e paranistas, na Vila Capanema, também promete. Ao perdedor poderá sobrar a ameaça de descenso. As mesmas características terá o jogo no centro-sul entre Prudentópolis e Cianorte. Os donos da casa, dos técnicos Ivair Cenci e Joel Preisner, precisam de um empate. Já o Leão do Vale tem que vencer e torcer por insucesso do Londrina. No Germano Krügger, em Ponta Grossa, a vitória não bastará ao Ferroviário sobre o Malucelli (que precisa do empate), pois o Fantasma ficará na dependência de que Londrina e Cianorte não vençam seus jogos.

O número mágico desta fase é o 16. Há uma combinação possível, e provável, que pode classificar sete das oito equipes para as quartas de final com essa quantidade de pontos. Basta para isso que aconteça vitória do Londrina sobre o já classificado Coritiba e empates nos confrontos Rio Branco x Maringá FC, Atlético x Paraná, Operário x J. Malucelli e Prudentópolis x Cianorte.

 

CLASSIFICAÇÃO    P      J     V      SG

1° Coritiba                 18     10   5      4

2° Maringá                16    10    5      4

3° Atlético                 15    10     4     6

4° Paraná                  15    10    4      4

5° J. Malucelli          15    10    4       2

6° Prudentópolis     15    10    4      -2

7° Rio Branco           15    10    4      -3

8° Londrina              13    10    3      2

9° Cianorte               13    10    3      0

10° Operário            12    10     2     0

11° Arapongas          10   10     2     -6

12° Toledo                4     10      1     -11

Rodada final da primeira fase

Domingo – 9/3

16h Londrina x Coritiba

16h Rio Branco x Maringá

16h Prudentópolis x Cianorte

16h Operário x J. Malucelli

16h Paraná x Atlético

16h Toledo x Arapongas

 

1 Comentário


Garantir-se no G-4 é a nova meta do Maringá FC

 Com a classificação nas quartas de final assegurada (nenhuma combinação tira o time do pelotão dos oito melhores), a preocupação do Maringá FC passa a ser em relação ao posicionamento final na fase, faltando duas rodadas. O time do técnico Claudemir Sturion tem dois compromissos fora de casa, diante do Atlético nesta quinta-feira e frente ao Rio Branco, no domingo, e estará entre os quatro melhores se conseguir dois pontos. Até com um ponto o objetivo será atingido se contar com resultados favoráveis. A importância de ficar no G-4 está no fato de que a equipe fará o segundo jogo em casa no ‘mata-mata’ que vai apontar os semifinalistas da competição.

CLASSIFICAÇÃO P J V SG

1° Coritiba 17 9 5 4

2° Maringá FC 16 9 5 5

3° Rio Branco 15 9 4 0

4° Prudentópolis 14 9 4 -2

5° Londrina 13 9 3 3

6° Atlético 12 9 3 5

7° Paraná 12 9 3 3

8° J. Malucelli 12 9 3 1

9° Cianorte 12 9 3 0

10° Operário 11 9 2 0

11° Arapongas 7 9 1 -9

12° Toledo 4 9 1 -10

Quarta-feira – 5/3

19h30 Coritiba x Prudentópolis

20h30 J. Malucelli x Londrina-PR

20h30 Arapongas x Rio Branco

20h30 Cianorte x Operário

22h Toledo x Paraná Clube

Quinta-feira – 6/3

19h30 – Atlético x Maringá FC

Rodada final da primeira fase

Domingo – 9/3

16h Londrina x Coritiba

16h Rio Branco x Maringá

16h Prudentópolis x Cianorte

16h Operário x J. Malucelli

16h Paraná x Atlético

16h Toledo x Arapongas

 

Com a classificação nas quartas de final assegurada (nenhuma combinação tira o time do pelotão dos oito melhores), a preocupação do Maringá FC passa a ser em relação ao posicionamento final na fase, faltando duas rodadas. O time do técnico Claudemir Sturion tem dois compromissos fora de casa, diante do Atlético nesta quinta-feira e frente ao Rio Branco, no domingo, e estará entre os quatro melhores se conseguir dois pontos. Até com um ponto o objetivo será atingido se contar com resultados favoráveis. A importância de ficar no G-4 está no fato de que a equipe fará o segundo jogo em casa no ‘mata-mata’ que vai apontar os semifinalistas da competição.

CLASSIFICAÇÃO P J V SG

1° Coritiba 17 9 5 4

2° Maringá FC 16 9 5 5

3° Rio Branco 15 9 4 0

4° Prudentópolis 14 9 4 -2

5° Londrina 13 9 3 3

6° Atlético 12 9 3 5

7° Paraná 12 9 3 3

8° J. Malucelli 12 9 3 1

9° Cianorte 12 9 3 0

10° Operário 11 9 2 0

11° Arapongas 7 9 1 -9

12° Toledo 4 9 1 -10

Quarta-feira – 5/3

19h30 Coritiba x Prudentópolis

20h30 J. Malucelli x Londrina-PR

20h30 Arapongas x Rio Branco

20h30 Cianorte x Operário

22h Toledo x Paraná Clube

Quinta-feira – 6/3

19h30 – Atlético x Maringá FC

Rodada final da primeira fase

Domingo – 9/3

16h Londrina x Coritiba

16h Rio Branco x Maringá

16h Prudentópolis x Cianorte

16h Operário x J. Malucelli

16h Paraná x Atlético

16h Toledo x Arapongas

Comente aqui