Fernando Marchiori e as metas atingidas com o MFC

O Maringá FC, já abordamos neste espaço, vem ‘vencendo campeonatos’ gradualmente na atual temporada. Decorrência de acertos da diretoria no planejamento do clube. Entre as medidas acertadas, a contratação e manutenção do técnico Fernando Marchiori. Um profissional dos mais corretos, estudioso do futebol e coerente, coisa rara nesse meio onde existem muitos oportunistas e ‘enganadores’. O chefe da comissão técnica maringaense não se limita a escalar jogadores. Ele, desde que chegou, teve envolvimento na formação do elenco, detectou e se livrou de peças que eram nocivas ao grupo e foi sempre um exemplo de comprometimento com a agremiação. O resultado está na posição que o clube ocupa no Estado. Independentemente de chegar ou não à condição de finalista desta Taça Caio Junior, o Tricolor tem muito a comemorar: descartou a possibilidade de queda para a Segunda Divisão, medo maior da maioria (se não de todas) as equipes do interior a cada ano; assegurou a condição de disputar o Brasileiro da Série D em 2019 (isso se não ascender para a Série C neste ano) e tem matemáticas chances de ser um dos paranaenses na Copa do Brasil na próxima temporada. Convenhamos, não é pouca coisa.

COPA DO BRASIL

O Paraná tem direito a três vagas na Copa do Brasil em 2019. Todas serão definidas pela colocação na classificação geral do Campeonato Estadual. Fosse hoje, estariam credenciados para a competição o Coritiba (já é finalista por ter vencido a Taça Dionísio Filho), Atlético-PR e Foz do Iguaçu. Essa ordem muda no caso de um dos semifinalistas entre Maringá FC, Paraná Clube e Londrina, decidir o Estadual com o Coritiba. Isso acontecendo o Foz do Iguaçu perde a vaga.

Mas há possibilidade de o Estado ter número maior de participantes. No final deste ano, a CBF vai divulgar o seu ranking nacional. Os dez primeiros colocados têm vagas na Copa do Brasil, independente de colações nos estaduais. No caso de paranaenses se qualificarem nesta condição, o Estado poderá ter até cinco vagas, como aconteceu na atual temporada quando Coritiba, Atlético-PR, Paraná Clube, Londrina e Cianorte disputaram o torneio.

Esse critério da CBF para a destinação de vagas na Copa do Brasil, exclui os times que se garantirem via campeonatos estaduais; também são descartados os oito classificados para a Libertadores e os vencedores de torneios regionais, casos da Copa Verde e Copa do Nordeste, além do campeão da Série B. Neste 2017, por exemplo, o Londrina se classificou por esse critério sendo apenas o 45º no ranking nacional.

PARANAENSE – TAÇA CAIO JUNIOR

Quarta-feira – 21/3

Paraná Clube 1 x 0 Maringá FC

FC Cascavel 2 x 1 Coritiba

Cianorte 1 x 4 Foz do Iguaçu

Prudentópolis 3 x 1 Francisco Beltrão

Toledo 1 x 1 Atlético-PR

Londrina 4 x 1 Rio Branco

CLASSIFICAÇÃO                P    J    V    E    D    SG

Grupo A

1 Paraná Clube                13    5    4    1    0    6

2 Maringá FC                  9      5    3    0    2    4

3 Foz do Iguaçu              9      5    3    0    2    3

4 Cianorte                        7      5    2     1    2    0

5 FC Cascavel                 3       5    1    0    4    -6

6 Coritiba                        3       5     1   0    4    -7

Grupo B

1 Atlético-PR                  11      5      3     2    0     8

2 Londrina                      8       5     2     2     1     4

3 Toledo                          8       5       2     2     1     1

4 Francisco Beltrão       6       5      2     0     3     1

5 Prudentópolis             5       5       1     2     2    -1

6 Rio Branco                  3       5        1      0     4     -13

CLASSIFICAÇÃO GERAL   

1 Atlético-PR                 25       11       7       4       0       14

2 Foz do Iguaçu             21       11       6       3       2        6

5 Paraná Clube              18        11       5       3       3       3

3 Maringá FC                 17        11        5       2      4        4

4 Cianorte                      17        11        4         5     2        3

6 Coritiba                      14          11        4       2       5        -2

8 Londrina                     14         11        3        5      3          2

9 FC Cascavel                 13          11        4       1      6         -3

7 Toledo                         13             11         3        4       4       -3

10 Rio Branco                10           11          2          4          5       -12

11 Francisco Beltrão     9           11         3         0       8        -5

12 Prudentópolis          8             11            1      5       5       -7

REBAIXADOS

Francisco Beltrão e Prudentópolis

SEMIFINAIS

Domingo – 25/3

16h – Paraná Clube x Londrina

20h – Atlético-PR x Maringá FC

Deixe um Comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.