Saúde ocular: é preciso conhecer o fator genético

Conhecer o histórico médico da família é de fundamental importância para cuidar da saúde. E essa preocupação é imprescindível em se tratando do cuidado com os olhos. Algumas doenças do sistema visual afetam grande parte da população, muitas vezes, por desconhecimento dos sintomas e falta de diálogo familiar.

 

Segundo o médico oftalmologista Bernardo Cavalcanti, da equipe do HOPE – Hospital de Olhos de Pernambuco – algumas doenças comuns têm grandes chances de serem desenvolvidas com um fator hereditário, como por exemplo, estrabismo, glaucoma, ceratocone e retinose pigmentar. A importância em identificar a pré-disposição é que, apesar de herdada, o diagnóstico não significa uma sentença final de que a doença não possa ser tratada ou até curada, sobretudo quando descoberta cedo. Pelo contrário, quanto antes diagnosticada, os efeitos podem ser minimizados e, em alguns casos, até mesmo revertidos, se for tratada a tempo.

 

A indicação do especialista é de que aquelas pessoas com um elevado risco de desenvolvimento da doença oftálmica com base na história familiar, mesmo sem sintomas, devam realizar exame oftalmológico pelo menos uma vez ao ano, independentemente da idade do paciente.

Confira doenças oftalmológicas com herança genética que podem causar perda de visão e que são passíveis de tratamento:

 

Em adultos:

Catarata – tipo de perda de transparência do cristalino, lente situada atrás da íris. Pode ser congênita ou adquirida;

Diabetes ocular (retinopatia) – doença ocular causada pelo Diabetes, que afeta a retina;

Glaucoma – doença que atinge o nervo óptico e envolve a perda de células da retina responsáveis por enviar os impulsos nervosos ao cérebro;

Doenças maculares – doença degenerativa que envolve a parte mais central da retina humana, responsável pela visão de nitidez e chamada de mácula.

 

Em crianças:

Catarata congênita e infantil;

Glaucoma congênito;

Estrabismo – desequilíbrio na função dos músculos oculares, fazendo com que os olhos não fiquem paralelos;

Ambliopia – é a baixa visão em um olho que não se desenvolveu adequadamente na infância. Também chamado de “olho preguiçoso”;

Retinoblastoma – tumor ocular originário das células da retina;

Doenças metabólicas.

Deixe um Comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.