Mês: maio 2011

 

>Empresários de Maringá debateram nesta quarta a contrapauta para a Convenção Coletiva de Trabalho 2011/2012

>

O SESCAP-PR realizou na manhã desta quarta-feira (18) uma nova reunião para apreciação e discussão dos itens da contrapauta que será protocolada para composição da Convenção Coletiva de Trabalho 2011/2012.
O encontro aconteceu na sede da entidade em Maringá e foi muito produtiva, avaliou a diretora regional do SESCAP-PR, Miriam da Silva Braz. Onze empresários participaram e debateram as condições empresariais para a apresentação do documento. No dia 6 de abril, sob coordenação do diretor de relações sindicais, Alceu Dal Bosco, a entidade realizou a primeira reunião para tratar o assunto.
Assembleia
Empresas representadas, associadas e não-associadas, em dia com suas  obrigações financeiras sindicais devem participar da Assembleia Geral Extraordinária que será realizada no dia 23 de maio, às 07h30 (primeira convocação), na sede do SESCAP-PR em Curitiba.
Procuração
As mesmas empresas, impossibilitadas de participarem da Assembleia, devem enviar com urgência uma procuração – CLIQUE AQUI PARA BAIXAR O MODELO  – para que haja representação de voto. “É imprescindível que os coletas empresários nos envie a procuração com o máximo de urgência”, disse Miriam.
Outras informações podem ser obtidas pelo telefone (44) 3026.6087.
Sem categoria
Comente aqui


>GET volta a propor o estudo sobre “Administradora de Bens Próprios”

>

O Grupo de Estudos Tributários da Câmara Setorial de Contabilidade do SESCAP-PR em Maringá retornou às atividades no dia 10 de maio. O encontro aconteceu pela manhã, às 07h30, na sala de reuniões da entidade, sob coordenação do empresário de serviços Edvagner Marcos Rissato da Silva.

O assunto proposto para estudo, “Administradora de Bens Próprios – Riscos Tributários, Societários e Contábeis Sempre Existentes”, já foi tema de outros encontros e volta à pauta para ser aprofundado. “Estudamos o tema no último ano, no entanto o assunto carece de um estudo mais intenso. Neste primeiro encontro nós apenas deliberamos a metodologia de trabalho”, disse Edvagner.

O aumento na demanda de serviços profissionais nas áreas de contabilidade e da advocacia, quanto às orientações, constituições e operacionalização de pessoas jurídicas é um dos motivos para que o grupo volte a debater o tema, justifica o empresário e professor Nilton Facci. “Os detalhamentos de cada item levantado nesta reunião serão apresentados na primeira quinzena de junho”, adianta.

Os participantes do GET podem enviar sugestões até o final desta semana para a definição da pauta principal do próximo encontro, agendado para o dia 24 de maio. Veja abaixo os itens propostos para o estudo do tema na última reunião:

1 – Integralização de Capital (Imóveis) x ITBI – Constituição;
2 – Custos Cartório Averbação – Constituição;
3 – Contribuição Sindical Patronal – Manutenção;
4 – Integralização de Capital (apontamentos de imóveis no Contrato Social como capital a integralizar e ITBI);
5 – Honorários Contábeis – Manutenção;
6 – Custos de Constituição da Empresa – JUCEPAR, Alvará; Honorários;
7 – Quadro Societário (Família e Sucessões);
8 – Crimes Tributários e Desconsideração da Pessoa Jurídica;
9 – Blindagem Patrimonial (até que ponto existe segurança);
10 – ITCMD;
11 – Testamentos e ABP;
12 – IR Ganho de Capital;
13- Aspectos Societários: Escolha do Tipo Societário;
14 – Aspectos Tributários e Regimes de Tributação;
15 – Cruzamento de Declarações Pessoa Física e Pessoas Jurídicas; e,
16 – Contratação de Honorários.

Sem categoria
Comente aqui


>Encontro inédito reúne cúpula da Receita Estadual e profissionais contábeis em Maringá na próxima terça (24)

>

Empresários e profissionais da Contabilidade terão a oportunidade de participar de uma mesa redonda com a cúpula de coordenadores da Receita Estadual que desenvolvem os projetos nas áreas de Escrituração Contábil Digital (EFD), Emissor de Cupom Fiscal (ECF), Nota Fiscal Eletrônica (NF-e) e execução fiscal. O encontro que oportuniza um dinâmico bate-papo entre a iniciativa privada e o governo do Estado acontece na próxima terça (24) na sede do Sindmetalúrgicos (Av. Paissandú, 517, esquina com a Av. Riachuelo), das 19h00 às 22h00.
O inspetor Regional de Fiscalização da Receita Estadual, Gilberto Favato, acredita que o encontro entre técnicos da Receita e profissionais contábeis “é uma excelente oportunidade para buscar informações na fonte e, ainda, ajudar a tirar dúvidas sobre a EFD e NF-e”. Os profissionais contábeis podem formular perguntas e enviar para Favato que coordenará o bate-papo entre os participantes. “Queremos ajudar os profissionais com uma conversa informal que eu acredito que vai trazer muito retorno. Não é sempre que temos em Maringá esta oportunidade”, acrescenta. 
As perguntas podem ser enviadas para os endereços: [email protected] ou [email protected] Para a diretora do SESCAP-PR, Miriam da Silva Braz, o formato da reunião vai potencializar o entendimento sobre os assuntos atuais que envolvem a tratativa dos profissionais com o órgão governamental. “Além das perguntas formuladas com antecedência, os participantes também podem buscar esclarecimentos na hora”, relata. 
Estarão presentes para a mesa redonda o representante do Paraná nas discussões sobre a EFD, Luiz Carlos Cabral Silva e Coelho; o representante do Estado nas discussões sobre ECF, Eli Junior Lombardi; o representante nas discussões sobre NF-e, Glauco Oscar Ferraro Pires; e também o Procurador do Estado, Dr. Joaquim Mariano Paes de Carvalho Neto. Uma equipe da Inspetoria de Arrecadação juntamente com a Procuradoria Geral do Estado (PGE), falará especialmente sobre Execução Judicial.
O SESCAP-PR, o Sindicato dos Contabilistas de Maringá e a Receita Estadual são parceiros na realização do evento. Segundo o presidente do SINCONTÁBIL, Orlando Chiqueto Rodrigues, a mesa redonda com a cúpula de técnicos e autoridade governamental é uma iniciativa inteligente e privilegiada para os contabilistas maringaenses. 
Para participar, basta confirmar presença pelo telefone (44) 3026-6664. As vagas são limitadas!
Sem categoria
Comente aqui


>Fumo no ambiente de trabalho

>

Desde que as leis anti-fumo entraram em vigor, ficou cada vez mais difícil fumar em ambientes fechados. Na legislação atual é proibido o uso de cigarros, cigarrilhas, charutos, cachimbos  ou qualquer outro produto fumígero em recinto coletivo, privado ou público – salvo em área destinada exclusivamente para esse fim, devidamente isolada em com a arejamento conveniente.

No ambiente de trabalho, então, é estritamente proibido. Com ressalvas da empresa oferecer um local adequado para este fim o que, não necessariamente, abrigue que o empregador estipule intervalos para a prática. Até porque o tabagismo é prejudicial à saúde.

Em uma pesquisa publicada pela Revista Veja as estatísticas mostram que, mesmo os fumantes, aprovam a restrição do cigarro nos locais de trabalho. Foram ouvidas quase 5 mil pessoas de diversos países e, desse total, 87% se disseram contra o cigarro no ambiente de trabalho. Entre os fumantes, o índice foi de 75%.
Sem categoria
Comente aqui


>Declaração Retificadora

>

Enfim, dever cumprido! Chegamos em maio e o acerto de contas com o Leão parece terminado. A correria do último mês para a entrega da declaração do Imposto de Renda fez com que os contribuintes e profissionais contábeis ficassem horas analisando, calculando, preenchendo e enviando o documento para fins fiscais.

 

Contudo, a cada ano a sensação de dever cumprido diminui e a atenção com as informações emitidas deve ser redobrada. Então, reavalie as informações emitidas e se for preciso faça a Declaração Retificadora. O documento é uma opção a mais que cada contribuinte tem de corrigir as informações repassadas ao fisco, evitando cair, então, na malha fiscal. Esta correção deve ser entregue antes que o fisco detecte o erro ou a omissão de qualquer informação. 

Sem categoria
Comente aqui


>Fábio Mortara é eleito presidente da Abigraf Nacional

>

O presidente do Sindicato das Indústrias Gráficas de São Paulo (Sindgraf), Fábio Arruda Mortara, foi eleito presidente da Associação Brasileira da Indústria Gráfica (Abigraf Nacional) na última semana. A eleição ocorreu durante a 47a Assembleia Geral Ordinária Nacional, realizada em Palmas (TO).
Apenas a chapa de Mortara concorreu ao pleito para dirigir a associação no triênio 2011/2014. O presidente eleito atua no setor gráfico há mais de 20 anos e pretende fazer uma gestão que seja pelo menos como a de seu antecessor.
Representantes de várias entidades do setor e dezenas de empresários gráficos estiveram presentes na assembleia.
Sem categoria
Comente aqui


>O Diário investe R$ 9 milhões em novo parque gráfico

>

Com nova impressora rotativa, a velocidade de impressão aumentará duas vezes e meia e chegará a 35 mil impressões por hora

por Vinícius Carvalho

Uma impressora rotativa norte-americana é o principal item do pacote de R$ 9 milhões em investimentos que O Diário do Norte do Paraná realiza para reforma e ampliação de seu parque gráfico. Com a nova máquina, a capacidade de impressão aumenta de 15 mil para 35 mil impressões por hora. O equipamento, fabricados nos Estados Unidos pela Tensor Group, pesa 60 toneladas, tem 6 metros de altura por 39 de comprimento, totalmente automatizado. 

Para abrigar a rotativa, que começa a funcionar em meados de 2011, O Diário reformulará seu Parque Gráfico, com a construção de um novo acesso pela Avenida Horácio Racanello. O Parque Gráfico atual ocupa hoje 800 m²  e passará a ter 2 mil m². Serão necessárias seis carretas porta-contêiner para trazer o equipamento do Porto de Paranaguá até Maringá.

A atualização tecnológica agiliza a impressão e a entrega do material impresso. O prazo médio de entrega será de 24 horas, podendo ser reduzido para 12 horas a partir do recebimento dos arquivos. A capacidade de impressão em uma única tiragem será de 24 páginas no formato standard, sendo 16 coloridas e 8 em preto e branco. Se o formato for tablóide, a capacidade aumenta para 48 páginas numa única tiragem, com 32 coloridas e 16 em preto e branco. Atualmente, o jornal consegue rodar, de uma só vez, 12 páginas, metade delas coloridas.

A aquisição deste equipamento com alta tecnologia proporciona melhores resultados, mais qualidade, confiabilidade e agilidade. O objetivo é a satisfação dos leitores, anunciantes e aqueles buscam qualidade, prazo e baixo custo nos serviços gráficos. O Jornal O Diário terá em seu Parque Gráfico a quinta instalação do sistema de cura ultravioleta do Brasil. O gerente industrial e logístico, Ricardo Cardoso, explica que o processo de cura por ultra-violeta ocorre a partir da reação de um componente chamado fotoinicializador e a irradiação emitida por um sistema de lâmpadas ultra-violeta.

Este processo tem como vantagem o aumento significativo da qualidade dos produtos impressos. “Além da possibilidade do aumento de carga de tinta, sem decalcar, é possível imprimir sobre papeis revestidos, como couché e Lightweight Coated Paper), até certa gramatura, em alta velocidade”, comenta Cardoso. “É um grande diferencial quando falamos de trabalhos que exigem qualidade e prazo de entrega, como por exemplo, encartes promocionais de redes supermercados, farmácias entre outros”, acrescenta.

O diretor comercial de O Diário, César Luís de Carvalho, afirma que a reforma do parque gráfico é uma resposta ao aumento da demanda por serviços gráficos no norte do Paraná e sul do Mato Grosso do Sul e São Paulo. “Existe um mercado muito forte na região e O Diário recebe uma demanda muito alta por esses serviços gráficos”, diz Carvalho. “Além disso, a reforma do parque gráfico reforça os laços da empresa com a comunidade, na medida em que oferece a possibilidade de mais conteúdo no jornal, com mais qualidade”, acrescenta.

O jornal O Diário terá mais páginas de conteúdo editorial, com mais cores e menor custo de produção. “Os leitores serão beneficiados com mais páginas de notícias e com um conteúdo mais atualizado”, diz o diretor de conteúdo de O Diário, Michael Vieira da Silva. Ele explica que com o ganho de tempo com a impressão, o jornal poderá ser fechado mais tarde, possibilitando a inclusão de notícias que se desenrolam durante o período noturno.

Com a confirmação da compra da máquina, O Diário planeja modificar a apresentação do jornal impresso. “Estamos preparando uma grande transformação gráfica e editorial em O Diário, que será lançada assim que a nova máquina estiver funcionando, em meados de 2011”, comenta Michael.

 



 

 

Sem categoria
Comente aqui