Mês: julho 2011



Santinoni é reconduzido à presidência da Conampe

Governador em exercício participa da cerimônia de posse e fala da importância das micro e pequenas empresas para o desenvolvimento do Paraná

“As micro e pequenas empresas são importantes e necessárias.” A afirmação, do governador em exercício do Paraná, Flávio Arns, sobre a relevância dos pequenos negócios no Estado, foi feita na última segunda-feira, dia 18, durante a cerimônia de posse da nova diretoria da Confederação Nacional das Micro e Pequenas Empresas e Empreendedores Individuais (Conampe).

O governador em exercício justificou sua afirmação, dizendo que as micro e pequenas empresas correspondem por 99% dos estabelecimentos formais instalados no Estado, respondem por 25% de toda a riqueza do Paraná e pela geração de mais de 50% dos empregos com carteira assinada.

“A proposta do governo do Paraná é cumprir o artigo 179 da Constituição Federal, que trata do tratamento jurídico diferenciado às microempresas e às empresas de pequeno porte para que possam cumprir com suas obrigações. Queremos estar juntos, unidos e articulados e dialogar sempre para construir juntos os caminhos necessários”, pontuou Flávio Arns, durante a cerimônia de posse, no Castelo do Batel, na capital paranaense.

Para Ercílio Santinoni, secretário da Indústria, Comércio e Assuntos do Mercosul do Paraná e presidente reeleito da Conampe, que assume novo mandato, a cerimônia marca o término de uma fase e o início de uma nova etapa. Segundo Santinoni, a comemoração serve para que as lideranças empossadas assumam o compromisso de engrandecer e dar continuidade ao trabalho realizado pelo Movimento Nacional da Micro e Pequena Empresa (Monampe).

“Os novos diretores chegam com muita vontade de trabalhar e trazem novas ideias para estabelecer a forma de atuar daqui para frente e dar continuidade ao trabalho que já vem sendo feito.”

Maior facilidade de acesso ao crédito para micro e pequenas empresas, aprovação urgente do Projeto de Lei 591 e fortalecimento das entidades representativas do setor são as principais preocupações dos novos dirigentes da Conampe.

Um dos principais pontos do Projeto de Lei 591 (que deve ser desarquivado e renumerado) é a atualização da tabela de faturamento anual, para definição de quem é pequena empresa, microempresa ou microempresário individual e que, portanto, se enquadra no sistema de tributação do Simples Nacional. A proposta é que a pequena empresa, por exemplo, salte do teto de R$ 2,4 milhões para R$ 3,6 milhões de faturamento bruto anual.

Santinoni comenta que, em muitos casos, o poder público não dá a devida atenção às micro e pequenas empresas e isso dificulta o fortalecimento do segmento. “Acho que seja um pouco de ignorância, porque todos os governos que deram apoio às micro e pequenas empresas estão se desenvolvendo mais do que os outros. Precisamos de mais apoio dos governos estadual e municipal. Vamos arregaçar as mangas para que tenhamos o país que merecemos”, estimula o presidente da Conampe.

“Muitas microempresas e empreendedores individuais não se filiam porque têm medo de não poder pagar uma mensalidade simbólica, então acabam se isolando e permanecendo pequenos. Muitos empresários não saem de seus estabelecimentos para nada. Não comparecem a uma palestra, a um treinamento ou a uma reunião, até que chegam um dia em que fecham e vão procurar emprego. Tem muita gente fazendo isso”, alerta Santinoni.

Jefferson Nogaroli, presidente do Conselho Deliberativo do Sebrae/PR, que esteve presente à cerimônia, considera a Conampe importante, por ser uma entidade que fala a linguagem da micro e pequena empresa e representa a classe perante os fóruns de discussão e na elaboração das leis.

“Na minha opinião, o nível de acesso ao conhecimento, por parte das micro e pequenas empresas, melhorou muito nos últimos anos, mas ainda são necessários investimentos em tecnologia e inovação e acesso ao crédito. O Empreendedor Individual foi um grande avanço, sem a regulamentação não há como esse público ser assistido por uma rede de proteção”, assinala.

Allan Marcelo de Campos Costa, diretor-superintendente do Sebrae/PR, entende como benéfica a existência de outras entidades interessadas em atuar em prol do desenvolvimento das micro e pequenas empresas. “A Conampe é uma instituição que defende os interesses das micro e pequenas empresas com legitimidade e representatividade”, afirma.

Mauro César Kalinke, presidente do Sescap/PR, avalia que a existência da Conampe é necessária porque “é uma entidade específica para a defesa dos interesses das micro e pequenas empresas que conhece a fundo os anseios e dificuldades do setor. O Sescap/PR atua como parceiro nas propostas de desburocratização e na criação do Ministério das Micro e Pequenas Empresas”, esclarece.

Fampepar
Em paralelo à posse da nova diretoria da Conampe, ocorreu a assinatura do termo de posse do novo presidente da Federação das Associações de Micro e Pequenas Empresas do Paraná (Fampepar), Jonas Bertão.

Segundo o novo dirigente, entre as metas da gestão que assume até 2013, está o aumento do número de associados no Paraná, manter a Fampepar como referência para outros estados, atuar para aprovação da Lei Geral Estadual da Micro e Pequena Empresa. “Pretendo atuar na entidade de forma profissional, aplicando conceitos de gestão para facilitar o alcance dos objetivos. Para elevar a base de associados e fortalecer a entidade, vamos visitar as cidades e conhecer as necessidades do empresariado local”, conclui.

Presenças
Prestigiaram a cerimônia de posse da nova diretoria da Conampe, Rainer Zielasko, presidente da Federação das Associações Comerciais e Empresariais do Paraná (Faciap/PR); deputados Eduardo Arruda e Eduardo Sciarra; Darci Piana, presidente do Sistema Fecomércio/PR e representantes do Banco do Brasil e de outras entidades.

Fonte: Cleide de Paula; assessoria de imprensa Sebrae-PR

Sem categoria
Comente aqui


Confederação Nacional das Micro e Pequenas Empresas empossa nova diretoria

Cerimônia acontece em Curitiba, nesta segunda-feira dia 18 de julho, no Castelo do Batel, a partir das 19h30

A Confederação Nacional das Micro e Pequenas Empresas e Empreendedores Individuais (Conampe) empossa, nesta segunda-feira, 18 de julho, nova diretoria que responderá pela entidade no quadriênio 2011-2015. A solenidade de posse dos novos gestores será realizada em Curitiba, no Castelo do Batel, a partir das 19h30. A eleição dos dirigentes ocorreu na capital do Paraná, no dia 24 de fevereiro.

Ercílio Santinoni, secretário de Indústria e Comércio e Assuntos do Mercosul do Estado do Paraná e conselheiro do Sebrae/PR, foi conduzido novamente à presidência da Conampe. Segundo ele, que também é presidente do Movimento Nacional da Micro e Pequena Empresa (Monampe), a meta desta gestão é fortalecer a representatividade do setor. “Temos que ocupar mais espaço nas esferas públicas para que nossas reivindicações sejam levadas mais a sério. Os empresários das micro e pequenas empresas precisam se mobilizar para conquistar um ambiente mais favorável ao desenvolvimento de suas atividades”, acredita.

Dentre as reivindicações da Conampe está a criação do Ministério da Micro e Pequena Empresa, linhas de crédito exclusivas para pequenos empreendimentos e a aprovação do projeto que altera SuperSimples, elevando o faturamento limite das empresas atendidas e a inclusão de novas atividades. O presidente da Conampe observa ainda que a Confederação é a primeira entidade de representação dos empreendedores individuais. “72% das micro e pequenas empresas do Brasil faturam até R$ 120 mil ao ano e esse grupo está totalmente desassistido em relação ao acesso ao crédito condizente com sua realidade e poder de pagamento”, frisa Ercílio Santinoni.

A cerimônia de posse da Conampe deve contar com a presença do governador do Paraná em exercício, Flávio Arns; presidente da Assembleia Legislativa, deputado Valdir Rossoni; presidente da Fenacon, Valdir Pietrobon; Paulo César Caetano de Souza, presidente do Conselho Regional de Contabilidade do Paraná; presidente do Sindicato das Empresas de Serviços Contábeis (Sescap-PR), Mauro Cesar Kalinke e caravanas da região noroeste e oeste do Paraná e também de Santa Catarina, além de lideranças de entidades de representação de 19 estados.

“Uma grande conquista a ser enaltecida pelo movimento da micro e pequena empresa no Brasil é a ascensão de lideranças do setor a cargos públicos. Espírito Santo e Tocantis são bons exemplos disso. Uma vez que essas lideranças assumem cargos no setor público, ganhamos o apoio governamental a nossas causas. Isso vem ao encontro de nosso desejo: estimular que o relacionamento entre o setor público e o setor seja mais efetivo”, destaca.

VII Encontro Nacional de Lideranças das MPEs

Nesta terça-feira, dia 19, das 9 às 18 horas, acontece em Curitiba, no Hotel Victória Villa Hotel, reunião nacional das entidades representativas do movimento da micro e pequena empresa no Brasil. De acordo com Ercílio Santinoni, a pauta do encontro irá abordar, entre outros temas, a formulação de propostas para que as Confederações de apoio a micro e pequenas empresas gerem receita própria e sejam autossustentáveis. “A ideia é que possamos levantar recursos por meio da prestação de serviços como acesso a informações cadastrais, certificação digital, qualificação e formação profissional para gestores e colaboradores das pequenas empresas”, afirma.

Diretoria eleita para a gestão 2011-2015
Presidente: Ercílio Santinoni
Primeiro Vice-Presidente: Cícero Berto dos Santos
Segundo Vice-Presidente: Jonas Bertão
Terceiro Vice-Presidente: Messias Fortes Filho
Vice-Presid. da Região Norte: Álvaro Cordoval de Carvalho
Vice-Presid. da Região Sul: Carlos Augusto Martini
Vice-Presid. da Região Nordeste: Jesus Peres
Vice-Presid. da Região Centro-Oeste: Waldey José de Paula
Vice-Presid. da Região Sudeste: Carlos Henrique Gomes
Vice-Presid. para Ass. de Comunicação e Marketing: Suely Moraes dos Santos
Vice-Presid. para Assuntos de Inovação e Tecnologia: Nelson Araújo dos Santos
Vice-Presid. para Assuntos de Crédito: João Garcia
Vice-Presid. para Assuntos Internacionais: Valdemar Thomsen
Vice-Presid. para Assuntos Estratégicos: José Edivaldo Fernandes Nunes
Vice-Presid. para Assuntos de Formação Profissional: Sebastião Gabriel de Oliveira
Vice-Presid. para Assuntos de Empreendedorismo: Manoel Luiz Santos Neto
Vice-Presid. para Assuntos Institucionais: Valdir Ribeiro de Souza
Vice-Presid. para Ass. de Sustentabilidade e Meio Ambiente: José de Ribamar da Silva
Vice-Presid. para Ass. de Desenvolvimento Regional: Sueli Fritsch
Secretario Geral: Pedro Gilson Rigo
Segundo Secretário: Armando Santos Lira
Tesoureiro: Aparecido Balbino de Queiroz
Segundo Tesoureiro: Marcelo Luis Silverio
Membros do Conselho Fiscal Suplente: José Edmar de Souza Noleto, Alexander Ludwig Filho e Euro Tourinho Filho

Contribuição Cleide de Paula 

Sem categoria
Comente aqui


CONAMPI passa a ser CONAMPE: posse da nova diretoria acontece nesta segunda (18), em Curitiba

Como alguns já devem saber, a CONAMPI tem um novo nome: CONAMPE (Confederação Nacional das Micro e Pequenas Empresas e Empreendedores Individuais). Na próxima segunda (18), às 19h30, acontece a cerimônia de posse da nova diretoria (quadriênio 2011-2015). A festa acontece para convidados no Castelo do Batel, em Curitiba.

A diretoria eleita em assembleia reúne lideranças de 16 Estados brasileiros e um cenário de muito trabalho em prol do segmento das micro e pequenas empresas e empreendedores individuais. De acordo com o presidente, Ercílio Santinoni, a mudança do nome é o início de um novo tempo de trabalho que envolve inovação na representatividade e nos serviços prestados pelo SISTEMA CONAMPE que envolve federações e associações exclusivas das MPEs e EIs.

“Acreditamos em um trabalho sistemático no qual novos serviços estarão à disposição dos empresários por meio das federações e associações do nosso Sistema. Temos uma diretoria unida e pró ativa para articularmos propostas de efetivo desenvolvimento empresarial junto aos órgão públicos, fóruns e organizações de interesse”, avaliou Santinoni.

MPEs
Comente aqui


Receita libera R$ 2 bilhões em restituições do IR

Nesta sexta (15) a Receita Federal libera o megalote do Imposto de Renda Pessoa Física, com declarações dos exercícios de 2008 a 2011. Para saber se a declaração foi liberada, o contribuinte deve acessar a página da Receita na internet (www.receita.fazenda.gov.br) ou ligar para o Receitafone no número 146.

Beneficiados pelo Estatuto do Idoso são maioria dos contribuintes (cerca de 24.015 de 1,646.075) que receberão a restituição do lote. Aproximadamente R$ 2 bilhões serão entregues, por meio da rede bancária, atualizados pela taxa de 2,95%, referente ao período de maio a julho de 2011.

Regras
A restituição fica disponível no banco por um ano. Se o contribuinte não fizer o resgate nesse prazo, deverá requerê-la mediante o Formulário Eletrônico (Pedido de Pagamento de Restituição), disponível na internet.

Se o contribuinte não concordar com o valor a ser restituído, poderá receber a importância disponível e reclamar a diferença em qualquer delegacia da Receita.

Sem categoria
Comente aqui


Especialista desvenda perfil do consumidor, durante fórum em Maringá

Na Semana do Comerciante, empresários da região noroeste atualizam conhecimento para saírem na frente; Fórum Varejo em Revolução acontece de 18 a 22 de julho

Qual o impacto, no volume total de vendas, de um estabelecimento comercial com um ambiente agradável, limpo e organizado? Iluminação adequada, fachada atraente, pintura agradável, disposição correta e variedade de mercadorias influenciam no momento da compra? E locais para repouso, opções para distração, estacionamento, água, café e alguns mimos à disposição dos clientes são diferenciais importantes para o comércio?

O professor da Universidade Estadual de Maringá (UEM), Francisco Giovanni David Vieira, responde essas e outras questões no próximo dia 20 de julho, com a palestra “O Comportamento do Consumidor no Varejo”, durante a segunda edição do Fórum Varejo em Revolução, uma realização do Sebrae/PR, Sindicato do Comércio Varejista de Maringá e Região (Sivamar) e Sistema Fecomércio/PR, com o apoio da Câmara da Mulher Empreendedora, de 18 a 22 de julho. (Graziela Castilho | Sebrae-Pr)

Sem categoria
Comente aqui


Saiba as regras do Contrato de experiência

A legislação trabalhista permite que patrões e empregados façam um contrato de experiência para que haja troca de informações e possam conhecer um ao outro. Para a empresa é hora de analisar a aptidão técnica do trabalhador. O empregado, por sua vez, tem a chance de conhecer os serviços que irá executar, os colegas de profissão e o ambiente em que irá trabalhar.

O contrato é útil para as partes avaliarem se existe interesse, em firmar esta parceria de empregador e empregado. É nesta fase que ambos percebem se os interesses caminham para a mesma direção. No final do período experimental, o prazo determinado passa a ser indeterminado, conhecido como efetivação do empregado.

O prazo de experiência pode ser de no máximo 90 dias ou se ambas as partes desejarem pode ser menor, de 30 dias por exemplo. Em todo caso, o prazo máximo deve ser respeitado. Há também a possibilidade da empresa firmar um novo contrato de experiência com um empregado que já trabalhou na empresa.

“Pode-se firmar um novo contrato de experiência com um ex-empregado, contanto que a data da saída do primeiro registro seja de no mínimo 180 dias para a segunda contratação” explica o empresário contábil José Vanderley Santana. Vale lembrar que é imprescindível consultar a sua empresa contábil para obter outras informações à respeito.

Sem categoria
Comente aqui


Receita simplifica IOF para empresas do Simples

Gente, empresas inscritas no Simples Nacional são beneficiadas com a simplificação no recolhimento do Imposto sobre Operações Financeiras, o chamado IOF. A empresa só precisa apresentar a documentação na abertura da conta e não mais a cada operação de crédito.

A alíquota do IOF para as empresas do Simples é de 0,5% ao ano, um terço menor que das demais pessoas jurídicas, que pagam 1,5% ao ano. De acordo com a Receita Federal do Brasil a medida desburocratiza e melhora o ambiente de negócios no País.

Forte abraço!

Sem categoria
Comente aqui


Entrega dos movimentos financeiros

Os movimentos mensais, que compreendem as notas fiscais de entrada e saída, além das guias Darfs e Dasn, holerite de salários, entre outros, devem ser entregues às empresas contábeis antes do dia 05 de cada mês.

É importante que as empresas respeitem o prazo, uma vez que já existem impostos que vencem a partir do dia 05 e, sem as informações fornecidas pelos movimentos, não há possibilidade de fazer o cálculo do valor devido.

Sem categoria
Comente aqui


Salas Comerciais para Empresas Contábeis é tema de reunião nesta quarta (6), às 8h00 no SESCAP-PR

O setor contábil maringaense mais uma vez inicia um diálogo para o processo de compra coletiva de salas comerciais dedicadas as empresas contábeis. Nesta ideia, a New Center Construtora apresenta o edifício, New Tower Plaza, localizado na Av. Duque de Caxias, 882, esquina com a Av. João Paulino, com a intenção de reunir empresas contábeis em um mesmo condomínio.

O SESCAP-PR convida os empresários da contabilidade interessados, para analisar a proposta apresentada pela construtora, o encontro será amanhã, quarta (6), às 8h00, na sala da entidade.

Empresas contábeis associadas ao SESCAP-PR e Contabilistas associados ao Sincontábil terão condições especiais na aquisição de salas no edifício.

História

Há dois anos atrás, empresários ligados à Câmara Setorial de Contabilidade não conseguiram dar continuidade a proposta de construção de um condomínio vertical exclusivo para empresas contábeis, o chamado Centro Empresarial Contábil de Maringá.

Sob coordenação do ex-diretor regional do SESCAP-PR, Antonio Romero Filho, a ideia dos empresários era construir um empreendimento propício para as empresas contábeis com menor custo para investimento e com espaços e serviços inteligentes, dedicados a prestação do trabalho contábil .

Sem categoria
Comente aqui