Imposto de Renda



Receita Federal promove mudanças no aplicativo para declaração do IR 2016

A Receita Federal promoveu mudanças no aplicativo usado para enviar a declaração de Imposto de Renda de 2016 por dispositivos móveis, como celular ou tablet. As alterações ocorreram devido a queixa de usuários sobre a dificuldade de transmitir a declaração pelo aplicativo.

O app IRPF está disponível na lojas Google Play, para o sistema operacional Android, ou App Store, para o sistema operacional iOS.

Mas, nem todo mundo pode fazer a declaração por meio do app. Quem teve ganhos de capital na venda de bens, como imóveis e carros, ou lucrou em operações na Bolsa, por exemplo, não pode.

Também existem restrições nas suas funcionalidades. No aplicativo não é possível salvar a declaração automaticamente após a transmissão, o próprio contribuinte salva a cópia, diferente de quando o contribuinte baixa o programa no computador.

Comente aqui


Receita já recebeu mais de 4 milhões de declarações do IR

A Receita Federal recebeu 4.278.228 declarações do Imposto de Renda Pessoa Física 2016 até a tarde de ontem (21).

O número equivale a 15% das declarações previstas para este ano. O prazo de entrega começou em 1º de março e vai até 29 de abril.

Quem faz sua própria declaração pode baixar o programa gerador da declaração no site da Receita Federal. Na página você também encontra um Perguntão elaborado para esclarecer dúvidas quanto a declaração referente ao exercício de 2016, ano-calendário de 2015.

O aplicativo do Imposto de Renda para dispositivos móveis (tablets e smartphones) já está disponível para a versão Android. Já para iOS, a Receita aguarda aprovação.

Quem perde o prazo de entrega está sujeito a multa de 1% do imposto devido por mês de atraso ou de R$ 165,74, prevalecendo o maior valor. A multa máxima equivale a 20%.

A estimativa do Fisco é receber cerca de 28,5 milhões de declarações do Imposto de Renda Pessoa Física em 2016.

O número representa crescimento de 2,1% em relação aos 27,9 milhões de documentos entregues no ano passado.

Comente aqui