Sescap-PR



Empresas contábeis trocam experiências sobre gestão e atendimento aos clientes

Durante esta quinta e sexta-feira (1º e 2 de agosto), a Comissão de Precificação de Serviços Contábeis (Copsec) do SESCAP-PR (Sindicato das Empresas de Serviços empresariais), realizaram uma agenda intensa de atividades em Maringá. No primeiro dia, os integrantes da comissão visitaram três empresas contábeis. Durante o segundo a atividade foi interna. O grupo apura e avalia as atividade e prospecta novas tarefas em reunião na sede regional da entidade.

De acordo com o coordenador estadual da Copsec, Fernando Antonio Braz, a comissão realiza entrevistas com uma seleção de empresas contábeis conceituadas no mercado. O intuito foi criar um comparativo entre a metodologia proposta pela Copsec e o que as empresas executam na prática para a precificação de seus honorários.

“Trata-se de uma atividade de ir à campo para ouvir os empresários presencialmente. Visitamos em Maringá três empresas de serviços contábeis e realizamos um extenso questionário. Essas informações nos servirão de instrumento para o trabalho de aperfeiçoamento da metodologia que estamos propondo”, explica Fernando.

O diretor regional do SESCAP-PR em Cascavel, integrante da Copsec, Michel Vitor Lopes, pontua que o trabalho une a metodologia proposta à prática cotidiana das empresas. “É uma grande troca de experiências para termos um comparativo entre o trabalho da comissão e o que é realizado na prática pelas empresas. Com isso conseguiremos aperfeiçoar a metodologia e implementar novas ferramentas ao trabalho que estamos construindo”, reforça.

As entrevistas criam uma espécie de “raio X” dos departamentos da empresa contábil e dos resultados de cada setor. Além disso, os entrevistados foram solícitos em responder perguntas do tipo, percentual de lucratividade e faturamento médio anual. “Este trabalho basicamente trata a gestão da empresa contábil. O resultado disso é a troca de experiência, análise de metodologias, desempenho e melhoria de atendimento ao cliente. Essa troca é muito importante para a categoria”, avalia o titular do conselho fiscal do SESCAP-PR e integrante da Copsec (Curitiba), Luiz Fernando Ferraz.

Reunião interna
O segundo dia de trabalho começou logo cedo. O empresário contábil Gilmar Duarte, integrante da comissão, fez uma apresentação da Pesquisa Nacional das Empresas Contábeis (PENEC)”, uma ação da Copsec, coordenada por ele em todo o território nacional.

Gilmar explica que a pesquisa faz parte de um processo de aprendizagem e construção do conhecimento. Tem por objetivo criar um observatório empresarial para a geração de propostas inovadoras para ao setor. “Graças ao grande número de interessados, aspiramos conhecer como o empresário contábil atua para se manter em um mercado com intensas mudanças. Queremos entender a potencialidade do mercado, os pontos positivos e negativos, afim de disseminar esses dados e sugerir propostas para uma nova cultura organizacional”, explica.

A pesquisa está disponível online. CLIQUE E ACESSE. O Projeto já conta com apoio de entidades da classe contábil. “O nosso desejo é que este trabalho seja extensivo e constante. A ideia é atualizar esse conteúdo dentro de uma periodicidade, avaliando os resultados e incluindo novas questões concernentes a realidade do mercado. Os resultados e efeitos desse trabalho será divulgado, principalmente a todos os participantes”, complementa Gilmar.

Ainda na pauta, o grupo discutiu: o Demonstrativo de Resultados (DR) Padrão e finalização de Índices; evento para empresas de softwares em Curitiba; apresentação da pesquisa realizada nas empresas contábeis e debate sobre o desempenho do grupo em participação de eventos. Além disso o grupo deve discutir o ingresso de novos membros à Comissão e um plano de visitas a outras entidades do Sistema Fenacon: SESCAP’s e SESCON’s.

A diretora regional em Maringá, Miriam da Silva Braz, também integrante da Comissão, acompanhou as atividades da COPSEC. “O grupo propõe um trabalho muito dinâmico e de grande avanço para as empresas contábeis e consequentemente para seus clientes. Fico muito feliz com o resultado alcançado nesses dois dias e com a perspectiva construída ao longo desse tempo”, concluiu.

Comente aqui


Detalhamento de impostos na nota fiscal só em 2014

Entrou em vigor no último mês a lei que obriga as empresas a detalharem, nas notas fiscais, o valor aproximado dos impostos incluídos no preço final de cada produto ou serviço. No entanto, o governo resolveu prorrogar por um ano a vigência das sanções e penalidades previstas na lei.

A aplicação da nova legislação é extramamente complexa e ainda gera dúvidas, e por isso a decisão do governo de adiar a aplicação de multas foi acertada. Existem determinadas mercadorias e serviços, em que há dificuldade para determinar, mesmo que de maneira aproximada, a carga tributária incidente. Digo isso principalmente nos casos em que existem substituição tributária.

Com a extensão do prazo há mais tempo hábil para que a nova norma seja esclarecida, sem causar prejuízos para os empresários. O governo prometeu orientações educativas a respeito do tema, o que deve facilitar o processo de adaptacao à nova lei. Contudo é importante que os empresários aproveitem essa prorrogação para se adaptarem as mundaças o quanto antes, e não deixar pra última hora.

Comente aqui


Empresários de serviços de Maringá participam da 4ª Semana do Empreendedor Individual

Empresários de serviços associados ao SESCAP-PR estão participando, nesta semana (dias 03 à 06), da 4ª Semana do Empreendedor Individual, em Maringá. Durante esses dias os voluntários estarão esclarecendo sobre a responsabilidade do empresário após a formalização do seu negócio.

A proposta da Semana, que ocorre de 2 a 7 de julho em cerca de 100 municípios paranaenses, é orientar a formalização de novos empreendedores e, de acordo com o Sebrae-PR, reunir soluções empresariais que auxiliem na sustentabilidade dos negócios formalizados.

A diretora regional do SESCAP-PR, Miriam da Silva Braz, participou na manhã desta terça, dia 03, como voluntária do evento. Segundo Miriam, o evento é uma excelente oportunidade para os empresários contábeis cumprirem a lei do Simples Nacional. De acordo com o texto, as empresas contábeis, optantes pelo regime, devem orientar e auxiliar na formalização do Empreendedor Individual, seja na promoção e participação em eventos, assim como na própria empresa.

Comente aqui