Sofá com Pipoca

Publicidade

O cinema mudo com A Chegada do Trem na Estação de La Ciotat

Categorias: Curiosidades

Um filme com duração de cinqüenta segundos foi o ponto de partida para iniciar uma fase do cinema

Foto: divulgação

Olá meu amigo leitor! Eu sou uma cinéfila de carteirinha. Antes mesmo de começar a escrever sobre cinema eu já gostava muito de assistir filmes. Me lembro que na minha infância minha saudosa mãe me chamava atenção por eu ficar até alta madrugada assistindo filmes. E isso nunca parou de acontecer porque eu adoro cinema. E continuo a seguir atualmente o mesmo gosto pelo cinema escrevendo no blog “Sofá com Pipoca”. Falando nele, ao ler meu perfil ao lado, descobre-se que a idéia é escrever aqui sobre o cinema em geral – mas precisamente filmes antigos – e lançamentos que eu gostei muito. O cinema é uma arte que faz parte de uma das minhas grandes paixões na vida. O cinema faz bem seja nas telonas, em casa, no computador  ou em qualquer lugar. O que importa mesmo é assistir sempre que possível a muitos filmes. Mas o objetivo deste post não é apenas para comentar o meu gosto pelo cinema, mas sim, relembrar o grande dia que ele surgiu. Afinal, também é importante saber ou simplesmente relembrar as curiosidades de quando tudo começou. De como a chegada de um trem na estação foi o ponto de partida da fase do cinema mudo e também transformou a vida das pessoas. Inclusive a minha, a sua, e de muitas outras que também se consideram cinéfilos de carteirinha.

No dia 28 de dezembro de 1895, como todos sabem, no subsolo de um café do boulevard dês Capucines, em Paris, aconteceu a estréia do Cinematográfico criado pelos irmãos Louis e Auguste Lumière. Neste dia apenas trinta e três ingressos foram vendidos para este primeiro show e dez cenas diferentes foram apresentadas. Cada cena tinha pouco mais de um minuto, todas agitadas seguindo as bobinas que tinham aproximadamente dezessete metros de comprimento. Para esta sessão foram cobrados um franco para cada ingresso para assistir numa sala com cem lugares. Mas como diz alguns historiadores foi com certeza em janeiro de 1896, que foi apresentada a cena que provocou a primeira emoção de verdade. A cena da Chegada do Trem na Estação de La Ciotat impressionou o público de tal maneira que quando as luzes se apagaram e viram aquela máquina gigantesca vindo em suas direções, os espectadores simplesmente esconderam-se debaixo das cadeiras achando que iam ser atropelados.

A Chegada do Trem na Estação de La Ciotat é descrita desta maneira. Uma ferrovia onde se têm uma plataforma com passageiros a espera do trem que no fundo surge, e para à esquerda da tela. Pessoas se movimentam ao descer e subir do trem. Destaques para uma senhora vestindo uma pelerine que desembarca do trem e, para um homem com uma trouxa que embarca no trem. A cena não apresenta a partida do trem da estação. Mas com certeza a partir dai inicia-se uma nova arte que é o cinema. Porque tudo mudou a partir desde dia. A Chegada do Trem na Estação de La Ciotat proporcionou uma visão a qual o público se debatia através dela, se surpreendendo com a própria realidade. Eles se sentiam presos na vida em pleno andamento. Se confrontavam  pela primeira vez por uma imagem. Acho que a platéia deve ter se perguntado se tudo era real ou simplesmente se tudo não passava de alucinações. Mas a verdade é que desde essa época amigo leitor – simplesmente  quando tudo começava – o cinema mesmo ainda mudo já conquistava as pessoas com sua magia.*

A Chegada do Trem na Estação Ciotat ( L’Arrivée d’un train em gare de la Ciotat)

Ano: 1896   Apresentação: Louis e Auguste Lumière

  • por: Marli Ribeiro
  • Postado em: 18 de novembro de 2011 às 13:11
  • tags:

Deixe uma resposta

Sofá com Pipoca

odiario.com 2010 - 2014 © Todos os direitos reservados à Editora Central Ltda.