Mês: abril 2013

 

Dicas para a escolha certa do som automotivo


AV2 dá dicas preciosas para o consumidor na hora da compra do sistema de som para o carro

Com tantos aparelhos disponíveis no mercado, fica difícil saber qual é a escolha certa para cada tipo de perfil. Ao descobrir seus interesses, fica mais fácil saber quais são as soluções e os recursos que você deseja e precisa para ter um som automotivo de boa qualidade. A AV2 Peças e Acessórios, distribuidora especializada em tecnologia de ponta e produtos de última geração em áudio, vídeo e conectividade, separou algumas dicas fundamentais para ajudar o consumidor na hora da compra.

Tipo de mídia e conexão para ouvir a música

Com diversas conexões presentes em diferentes aparelhos, fica mais difícil saber o que é realmente necessário para você. A maioria dos aparelhos reproduzem discos MP3, WMA (Windows Media Audio) e arquivos AAC(os usados para iPod/iPhone). Se o usuário ouvir a música diretamente de um iPod, deve procurar um aparelho de som com controles do iPod. Alguns permitem que você conecte seu iPod na entrada USB, outros exigem um cabo adaptador.

Se a preferência for um Pen Drive ou Sd Card, você deve optar por um aparelho que possua slots para esse tipo de mídia. Sendo assim, poderá carregar arquivos de música em pen drive ou outro tipo de dispositivo de armazenamento e ter uma ampla seleção de músicas. Também existe o caso de aparelhos de MP3 com conexão via cabo auxiliar. Você precisa de um som que tenha uma entrada auxiliar para conectar um dispositivo externo. A maioria dos fabricantes ofertam receptores com uma entrada AUX traseira desse tipo ou no painel frontal.

Já o Bluetooth é uma tecnologia indispensável quando pensamos em conversas ao telefone com mãos livres. Muitos telefones e players de música podem transmitir música para os receptores (chamados de protocolo A2DP, ou streaming de áudio). Se você gosta dessa funcionalidade, certifique-se de que o aparelho seja capaz de fazê-lo, porque alguns são limitados apenas às mãos livres.

Funções multimídia

Aparelhos automotivos podem fazer muito mais do que apenas tocar músicas. A cada dia cresce a lista de receptores que estão integrando aplicativos de software. Estes novos receptores variam em como usam esses aplicativos, muitas vezes incluem aplicativos para streaming de música a partir da Internet, navegação, boletins meteorológicos. Alguns deles até mesmo deixam você fazer uma navegação consultiva na internet, atualizações de seu Facebook, feeds no Twitter.

Também existem aparelhos com sistemas de navegação embutidos ou adicionados externamente ajudam você a se locomover em territórios não conhecidos. Muitos deles são capazes de reproduzir DVDs dentro do carro, sendo uma ótima opção para quem quiser construir um sistema de áudio/vídeo completo no seu veículo.

Controles de som, visual e praticidade

Os controles além do básico grave e agudo permitem adaptar a música à acústica do seu carro. Mesmo se você é o do tipo que ajusta somente uma vez e esquece, procure um aparelho de som com agudos, médios e graves. Por outro lado, se você é um entusiasta e gosta de experimentar vários ajustes de som, procure um modelo com um equalizador mais sofisticado com funções que corrigem e melhoram qualquer imperfeição acústica no seu veículo.

Preocupe-se em adquirir um aparelho que seja simples de utilizar. Os controles avançados e a tela maior deixam os aparelhos mais fáceis de manusear. Já os controles touchscreen estão entre os mais intuitivos além de dar uma sensação mais futurista, já que a tecnologia vai por esse caminho.

Faça uma lista com suas características e visite o site www.av2.com.br para descobrir qual é o aparelho de som automotivo mais indicado para o seu perfil de consumidor.

Mais informações:

AV2: [email protected]www.av2.com.br

Fonte:

Opção Assessoria

Ana Maria Soriani / Adriana Barros

 

1 Comentário


Navios da Vale receberão serviços de comunicação ilimitada via satélite

Beltship implanta serviço FleetBroadband Unlimited para Vale

Comunicações sólidas e confiáveis são essenciais para a eficiência dos navios e motivação da tripulação

São Paulo, 30 de abril de 2013 – A Beltship Management Limited (BML), empresa de gestão especializada em transbordo e volume de auto-descarga, implantou o serviço FleetBroadband Unlimited da Inmarsat em todos os navios graneleiros que administra para a Vale, segunda maior empresa de mineração do mundo, sediada no Brasil. O serviço de telecomunicação ilimitada foi instalado  pelo AND Group plc, parceiro da Inmarsat e provedor de serviços globais de satélite e engenharia, após avaliação da Beltship no serviço de comunicações para credenciar a Inmarsat. Antes de optar pela solução da Inmarsat, a empresa havia considerado outras ofertas desenvolvidas por concorrentes.

A Beltship precisava de uma nova solução de comunicação capaz de prestar um serviço mais sólido, eficaz e econômico, com grande disponibilização de dados e que fosse capaz de cobrir as necessidades operacionais dos navios. Além disso, o serviço seria usado pela tripulação durante viagens de três meses entre ida e volta do Brasil à China. A Beltship também buscava um provedor que pudesse oferecer configuração e suporte de TI a seus terminais e cybercafés com pontos de atendimento localizados em todo o mundo.

“Nossos navios passam muitas semanas cruzando o oceano e, portanto, é extremamente importante que possamos contar com comunicações sólidas e confiáveis, dotadas de bons índices de transferência de dados”, afirmou Marjolijn van Tiel, gerente de Compras da Beltship. “Avaliamos inúmeras opções, mas, após reuniões com o AND Group, chegamos à conclusão de que a solução de suporte combinada – incluindo seu software IPSignature e FleetBroadband Unlimited – atenderia nossos requisitos”.

“Já estamos percebendo os benefícios. Agora que o computador principal conta com acesso ilimitado à internet, ficou mais fácil para os chefes de máquina e capitães receberem as informações em tempo real para apoiar a tomada de decisões operacionais. Por exemplo, podemos enviar a eles links de sites com informações meteorológicas ou dados sobre rotas, seja em que parte do mundo estiverem”, acrescentou Marjolijn. “Em casos de emergência, como uma alteração de porto, podemos enviar links com gráficos e informações relevantes sobre o respectivo porto. Antigamente isto era impossível, devido à limitação do tamanho do tráfego de e-mail”.

A motivação da tripulação era um dos principais pontos de consideração da Beltship – abordagem compartilhada também pela Vale, proprietária dos navios.  O acesso gratuito e ilimitado à internet para a tripulação faz parte de uma iniciativa mais ampla em prol do bem-estar dos marinheiros – iniciativa essa que inclui ainda uma academia de ginástica e a disponibilização de itens destinados a entretenimento, tais como instrumentos musicais, jogo de dardos e filmes em cada navio.

“Com uma média de 23 pessoas entre oficiais e tripulação, o custo do acesso gratuito à internet durante viagens que duram meses era uma consideração muito importante para a Beltship”, afirma Anna Hilliard, gerente de Vendas do AND Group.  “A FleetBroadband Unlimited solucionou essa questão desde o começo, permitindo-nos oferecer aos tripulantes serviços de qualidade e, ao mesmo tempo, com custos fixos, independentemente do tempo que eles passarem online”.

“Nossos parceiros, como o AND Group, têm nos ajudado a transformar o cenário de comunicação para o setor marítimo com serviços inovadores como o IPSignature”, disse Frank Coles, presidente da Inmarsat Maritime.  “Estamos sempre em busca de formas que nos permitam oferecer suporte mediante a integração de mais valor ao nosso premiado serviço FleetBroadband. O FB Unlimited está se tornando extremamente conhecido entre nossos parceiros e clientes, sendo mais uma forma pela qual possibilitamos aos proprietários e operadores de navios aproveitar o estado da arte em termos de tecnologia a bordo, com a certeza de que os custos de comunicação serão fixos, independentemente do índice de uso”.

IPSignature e Cybercafé para a Tripulação

A solução oferecida a Beltship apoiou-se no software de comunicações IPSignature do AND Group, uma plataforma que permite acesso a aplicativos web, a fim de satisfazer tanto os requisitos operacionais do navio quanto as necessidades de comunicação da tripulação.  Além disso, o IPSignature permite total controle e visibilidade sobre as comunicações e o uso de dados em cada navio.

Por meio do AND Web Portal, o IPSignature permite aos administradores dos navios, que estão em terra, supervisionar as configurações e o acesso dado aos usuários e à tripulação a bordo do navio. Por exemplo, os administradores podem configurar uma lista branca e uma lista negra de sites aprovados.

O cybercafé para a tripulação consiste de uma rede de PCs, pré-configurada com o IPSignature, que permite fácil acesso a aplicativos como navegador, e-mail, SMS e mensagens instantâneas. Um browser móvel para navegação web garante que os dados sejam carregados com maior rapidez, oferecendo uma experiência ainda melhor à tripulação.

Atualmente, os seis navios da Vale administrados pela Beltship – Ore Pará, Ore Mangaratiba, Ore Belo Horizonte, Ore Itabira, Ore Timbopeba e Ore Pantanal – contam com a solução FleetBroadband Unlimited e os cybercafés para a tripulação.  Os navios têm acesso aos serviços globais de comunicações móveis via satélite da Inmarsat por meio de uma mistura dos terminais Thrane SAILOR FB500 e Furuno FB500.

Sobre a Inmarsat

A Inmarsat plc é líder em prestação de serviços de comunicação global móvel via satélite. Desde 1979, a Inmarsat têm prestado serviços de comunicação de dados e voz de alta velocidade para governos, empresas e outras organizações, com uma gama de serviços que pode ser usada em terra, mar ou ar. A Inmarsat conta com mais de 1.500 funcionários em mais de 40 cidades ao redor do mundo, marcando presença nos principais portos e centros comerciais de todos os continentes. Para mais informações, visite o site www.inmarsat.com

Veja o feed de notícias de imprensa da Inmarsat no twitter @Inmarsatnews e as atualizações corporativas no @Inmarsat_plc

Sobre o AND Group plc

O AND Group plc é um dos maiores provedores independentes de serviços globais de serviços via satélite a clientes que requerem alta confiabilidade sob condições extremas ou remotas. Nossos usuários finais incluem navios mercantes e militares, plataformas offshore e usuários dos setores de mineração e governamental baseados em locais remotos. Fundada em 1974, a empresa tem escritórios no Reino Unido, Grécia, Cingapura e Brasil, oferecendo serviços vitais de comunicação baseados em voz, dados e IP, em âmbito global. A empresa é a provedora preferida de algumas das maiores empresas de navegação do mundo para comunicações via satélite de missão crítica. É compromisso do AND Group plc oferecer as soluções mais econômicas e adequadas às necessidades do cliente e uma ampla gama de serviços de valor agregado patenteados, com a finalidade de aprimorar a experiência do cliente – tudo isso acompanhado de um ininterrupto serviço global de atendimento ao cliente. www.and-group.net

Fonte:

JeffreyGroup

Rafael Ryuiti -Vinicius Fiori

 

Comente aqui


Boa Esperança recebe a 2ª e 3ª etapas do 26º Brasileiro de Moto Aquática (Jet Ski)

É o 16º ano consecutivo que a cidade do Sul de Minas Gerais recebe etapas da mais tradicional competição da modalidade no país.
As disputas serão realizadas no feriadão de Corpus Christi, de 30 de maio a 2 de  junho, na Represa de Furnas.

Pelo 16º ano consecutivo a cidade de Boa Esperança, no Sul de Minas Gerais, receberá as disputas do Campeonato Brasileiro de Moto Aquática (jet ski). A segunda e terceira etapas da 26ª edição do evento, serão realizadas no feriadão de Corpus Christi, de 30 de maio a 2 de junho, na Represa de Furnas. A competição, após todas as etapas concluídas, também definirá os pilotos brasileiros que terão vaga no 32º Campeonato Mundial, que será disputado de 5 a 13 de outubro, em Lake Havasu, no Arizona (EUA).
Nesta segunda e terceira etapas do 26º Campeonato Brasileiro de Moto Aquática (jet ski) devem participar pilotos dos Estados de São Paulo, Minas Gerais, Rio Grande do Sul, Goiás, Rio de Janeiro, Paraná, Bahia e Santa Catarina, além do Distrito Federal. Também convidados da Bolívia, Uruguai, Paraguai e Argentina. A competição foi aberta nos dias 16 e 17 de março, na cidade paulista de Pereira Barreto, com disputas equilibradas.
O presidente da Associação Brasileira de Jet Ski – BJSA, Luiz Marcelo Teixeira acredita que essas duas etapas em Boa Esperança serão ainda mais disputadas que a primeira. “Estamos esperando um número maior de pilotos que na etapa de abertura, o pessoal que foi bem em Pereira Barreto vai querer manter o mesmo ritmo e aqueles que não tiveram um bom desempenho sabem que precisam melhorar para brigar pelo título. A partir de agora os pilotos vão intensificar os treinamentos, fazer os acertos nos equipamentos para terem boa performance nas duas etapas”, argumentou.
Teixeira destacou que as etapas de Boa Esperança são muito aguardadas tanto pelos pilotos quanto pela organização. “A cidade nos acolhe com muito carinho, oferece uma boa infra-estrutura, a Represa de Furnas é grande e permite a montagem de excelente circuito. Em todos os dias de competição o público, não só de Boa Esperança, mas de toda região comparece em grande número e isso empolga a todos. Tenho certeza que esse ano será mais um show”, acrescentou
As categorias em disputa no 26º Campeonato Brasileiro de Moto Aquática (jet ski) são as seguintes: Ski Aspirado Stock, Ski Limited, Ski Aspirado e Turbo GP, Runabout 1500 GP, Runabout Aspirado Stock, Runabout Aspirado Limited, Runabout Aspirado GP, Runabout Turbo Stock, Runabout Turbo Limited, Runabout GP, Supercourse Light 130, Supercourse Novatos Aspirado, Supercourse Aspirado Stock, Supercourse Turbo Stock, Supercourse Aspirado Limited, Supercourse Turbo Limited, Supercourse GP, Freestyle Amador, Freestyle Profissional e Freestyle Profissional Open.
A segunda e terceira etapas do 26º Campeonato Brasileiro de Moto Aquática (jet ski) é uma realização da BJSA – Associação Brasileira de Jet Ski, com homologação da IJSBA – International Jet Sports Boating Association. Produção – CPM7 Full Promotion. Patrocínio ­ Prefeitura de Boa Esperança e Câmara Municipal. Apoio – CASARINI SEA-DOO / BRP, YAMAHA DO BRASIL, JET TRACTION, FULL POWER Energy Drink, Revista BOAT Shopping, Photojetski e site Bombarco. O evento conta com a supervisão da Marinha do Brasil e Corpo de Bombeiros.
Maiores informações no site www.bjsa.com.brwww.bombarco.com.br e www.photojetski.com.br
Crédito da foto: Ricardo Fuchs/Photojetski

Fonte:
ROF – Renato Fabretti

Comente aqui


Ford e Schaeffler apresentam o Fiesta eWheelDrive, novo conceito de mobilidade urbana

A Ford apresentou na Europa o conceito eWheelDrive, desenvolvido em parceria com a Schaeffler sobre a plataforma do New Fiesta para a pesquisa de novas soluções de mobilidade urbana, com foco na criação de carros menores, mais ágeis e fáceis de estacionar. O veículo, impulsionado por motores elétricos independentes em cada uma das rodas traseiras, oferece um espaço sob o capô que é ocupado pelo motor e transmissão nos carros convencionais, ou por um motor central nos modelos elétricos.

Essa tecnologia pode contribuir no futuro para o desenvolvimento de um carro para quatro pessoas que ocuparia o mesmo espaço de um carro atual de dois lugares. O sistema de direção do eWheelDrive também permitiria ao veículo se mover lateralmente nas vagas de estacionamento – uma grande inovação nas cidades cada vez mais populosas e congestionadas.

“É empolgante trabalhar nesse projeto junto com a Shaeffler, porque ele abre novas possibilidades para o desenvolvimento de veículos com emissões zero, de conteúdo eficiente e excepcional dirigibilidade”, diz Pim van der Jagt, diretor de Pesquisa e Engenharia Avançada da Ford Europa.

Com os motores acoplados nas rodas, os componentes necessários para a direção, desaceleração e assistência ao motorista ficam instalados em uma unidade integrada ao cubo das rodas – incluindo o motor elétrico e sistemas de freio e refrigeração. Um vídeo sobre o conceito, em inglês, pode ser visto neste link: http://www.youtube.com/watch?v=yfs5z0Lg1Xc.

“Esse sistema de tração altamente integrado permite repensar o carro urbano, sem restrições, e pode ser um fator chave em novas plataformas e conceitos de veículos para o futuro”, diz Peter Gutzmer, chefe técnico da Schaeffler.

A Ford se juntou ao projeto liderado pela Schaeffler, fabricante e fornecedora líder de componentes automotivos com sede na Alemanha, para pesquisar o potencial de futuros veículos que possam oferecer também emissões zero e mais espaço para outras finalidades, como zonas adicionais de proteção.

Os motores elétricos integrados às rodas são vistos por muitos especialistas da indústria automotiva como uma tecnologia com grande potencial, em um mundo que se torna cada vez mais populoso e urbanizado. A projeção é que até 2050 o número de pessoas vivendo nas cidades aumente de 3,4 bilhões para 6,4 bilhões globalmente e a quantidade de carros seja quadriplicada.

“Nós temos desafios que terão de ser enfrentados com tempo, ideias e investimento”, diz Sheryl Connelly, gerente de tendências globais da Ford. “É começando a pensar agora em novas soluções, com projetos de pesquisa como o eWheelDrive, que vamos garantir um futuro de opções e não de restrições.”

A Ford vai trabalhar agora junto com a Schaeffler, Continental, RWTH Aachen e a Universidade de Ciências Aplicadas de Regensburg para desenvolver, até 2015, duas unidades do chamado projeto MEHREN (Multimotor Electric Vehicle with Highest Room and Energy Efficiency), veículo elétrico multimotor com maior espaço e eficiência energética. O objetivo é aumentar a integração dos motores nas rodas, com foco em fatores como controle dinâmico do veículo, frenagem, estabilidade e prazer de dirigir.

Fonte: (29/04/2013) Imprensa Ford

 

Comente aqui


Meritor anuncia novos processos produtivos em nova unidade no polo industrial de Resende, RJ


A Meritor, principal fornecedora de eixos e sistemas para o drivetrain de veículos comerciais pesados na América do Sul, inaugura no início de maio a sua nova planta, situada no Parque de Fornecedores da MAN Latin America, em Resende, RJ.

A unidade industrial, que deverá operar em exclusividade para o fornecimento de eixos para a MAN Latin America, deve apresentar um funcionamento diferente da unidade situada em Osasco, SP, explica Heládio Cassaguerra, gerente de industrialização da Meritor. Segundo ele, as novidades são a linha flexível de montagem de eixos por meio de paleteiras e o novo processo de pintura de peças, que será todo automatizado.

Ao todo, foram R$ 40 milhões investidos, entre construção e maquinário.

Sobre a Meritor

Com sede em Troy, Michigan, nos Estados Unidos, a Meritor é um fornecedor global de amplo portfólio de sistemas integrados, módulos e componentes para fabricantes de equipamentos originais e aftermarket no segmento de transportes e industrial. A companhia atende produtores de caminhões, reboques, ônibus e veículos off-road, além da área de defesa. A Meritor comemorou o centenário em 2009, celebrando uma longa história de “pensar à frente”. As ações da companhia são negociadas na Bolsa de Valores de Nova York, com a designação MTOR. Informações relevantes sobre a corporação estão em www. meritor.com.

Meritor na América do Sul

As operações da Meritor na América do Sul estão centralizadas no Brasil. A companhia possui instalações em Osasco, SP, onde produz eixos, cardans e componentes para veículos comerciais e fora-de-estrada, e participa do Consórcio Modular da MAN, em Resende, RJ. A operação brasileira conta com centro de engenharia, responsável pelo desenvolvimento de produtos, fornece componentes para o mercado de reposição e mantém no País joint ventures com a Randon na Suspensys e Freios Master.

Fonte: 

SD&PRESS Consultoria

www.sdpress.com.br; @sdpress; facebook.com/sdpress

Paula Balduino

Priscila Fabi

Mariana Larsson

Sergio Duarte

Abril, 2013

 

 

Comente aqui


Agrale lança nova família de tratores na Agrishow 2013

Linha 500 terá modelos compactos, ideais para culturas com espaçamento reduzido

Caxias do Sul (RS), 29 de abril de 2013 – A Agrale, uma das principais empresas do segmento agrícola nacional, lança na edição 2013 da Agrishow uma nova linha de tratores – Linha 500 – que, além das versões voltadas para a agricultura em geral, inclui modelos compactos, mais indicados para culturas com espaçamento reduzido. Outro destaque da fabricante brasileira é o novo trator Agrale 5105 4X4, com 105 cv de potência, que amplia a oferta de modelos da Linha 5000.

A Linha 500 de tratores Agrale representa uma nova geração de uma família de muita tradição, que mantém atributos já consagrados pelos agricultores e que tem como características a modernidade, economia, versatilidade e robustez. Com potências de 65 e 75 cv, os modelos 565.4 Compact, 575.4 e 575.4 Compact atendem as mais diversas aplicações do segmento agrícola.

“Os novos tratores foram desenvolvidos mediante as mais altas exigências do mercado e em parceria com a nossa rede de distribuidores, justamente para atender às necessidades da agricultura moderna, trazendo inovação, qualidade, robustez e algo que consideramos muito importante, o custo benefício associado à tecnologia útil”, destaca Silvio Rigoni, gerente de vendas da Agrale.

A Linha 500 de tratores Agrale agrega um novo design, com capô basculante, que facilita o acesso para as manutenções diárias e periódicas; motorização MWM; transmissão totalmente sincronizada, com inversor de marchas 10×10 de série ou 15×15 como opcional. Outro opcional é o sistema super redutor de marchas que possibilita uma grande inovação no mercado, a possibilidade de um mesmo trator, nestas faixas de potência, estar equipado com inversor de marchas e super redutor ao mesmo tempo.

Novo trator Agrale 5105 4X4

Outra novidade que será apresentada pela empresa no Agrishow 2013 é o trator Agrale 5105, que também apresenta um novo design, com capô basculante; motorização turbo MWM de 105 cv de potência; transmissão 10×2 de série com opcionais 12×12 com inversor de marchas e 20×4 com super redutor; cabine com ar condicionado; direção escamoteável e telescópica; ampla e confortável plataforma de operação e; o sistema hidráulico de alta vazão, que incorpora válvula de vazão contínua de série.

Trator 80.000 Agrale

A empresa expõe ainda uma unidade comemorativa do trator BX 6180, equipado com motorização MWM de 168 cv, com cabine e ar condicionado, representando o trator 80.000 produzido pela Agrale.

Líder há meio século no segmento de tratores de pequeno porte, os tratores produzidos pela Agrale fazem parte da história da mecanização da agricultura brasileira.

Crédito da foto: Alesi Ditadi

Fonte:

Secco Consultoria de Comunicação

www.secco.com.br

 

Comente aqui


Primeira etapa da Copa Troller mostra a força da categoria em 2013

Um recorde de participantes e disputas equilibradas marcaram a primeira etapa da Copa Troller, mostrando o nível de competitidade previsto para a categoria em 2013. Iniciando a temporada do Campeonato Sudeste, em Águas de Lindóia, SP, o rali de regularidade mais popular do País deve repetir este cenário nas 10 provas do ano.

Com trilhas rápidas e grid lotado, combinando bom tempo e belas paisagens, a Copa Troller reuniu centenas de pessoas para acompanhar a prova na cidade turística do interior paulista. O público vibrou com a oportunidade de ver mais de uma centena de veículos Troller T4 na largada do rali.

Grandes disputas

Em todas as categorias, a prova teve muitas disputas. Na Master, que reúne pilotos e navegadores muito experientes, a vitória ficou com a dupla Daniel Rosiski e Enedir da Silva, de Chapecó, Santa Catarina. “A prova estava excelente e estamos felizes em começar o ano com vitória. Não participamos no ano passado, mas nessa temporada tentaremos brigar para chegar na frente”, diz Daniel.

Outra dupla que subiu ao pódio em Águas de Lindóia foi o casal Alex Becker e Juliana Mendes, campeões da categoria Expedition, depois de quase 4 horas de trilhas. “Em um primeiro momento a prova estava fácil, mas conforme foi se aproximando do final a dificuldade aumentou muito”, conta Alex, que fez sua quinta participação na Copa Troller, sempre tendo a companhia da esposa como navegadora.

A categoria Passeio registrou o maior grid desde a sua criação, há três anos, com a participação de 41 veículos. “Alcançar um recorde de inscritos já na primeira etapa do ano nos motiva a continuar aprimorando para oferecer trilhas cada vez melhores na Copa Troller. Estamos muito satisfeitos com essa movimentação e esperamos conseguir novos recordes durante a temporada”, comemora Ricardo Menezes, diretor de prova da Categoria Passeio.

A competição promovida pela marca do grupo Ford terá a próxima etapa na cidade de Jaraguá do Sul, em Santa Catarina. As inscrições já estão abertas e podem ser feitas no site www.troller.com.br. Confira abaixo os vencedores da primeira etapa do Campeonato Sudeste da Copa Troller 2013, nas respectivas categorias.

EXPEDITION

1º Alex Becker Pires/ Juliana Pavão Mendes – Rio Claro – 688 pontos

2º Thogo José Lemos/ Mara Lúcia Pacheco – Uberlândia – 809 pontos

3º Sandra Regina de Andrade/ Arnaldo José de Carvalho – São Paulo – 995 pontos

4º Jurandir do Amaral Neto/ Gernanda Cristina de Paula – Brag. Paulista – 1008 pontos

5º André Luiz Pessoa/ Leonardo Mariz Pinto – Campinas – 1167 pontos

TURISMO

1º Ubiratan Mota Turcato/ Fernando Da Silveira – Ponta Grossa – 39 pontos

2º Paulo Tegon/ André De Palma Tegon – Itatiba – 37 pontos

3º Mauri Glir Junior/ Ana Paula Glir – Curitiba – 35 pontos

4º Antonio Carlos Mazaro/ Isabela Annunziato Ramos – Sorocaba – 35 pontos

5º Nilson de Castro Lopes/ Alex Reis Rosa – Brasília – 34 pontos

GRADUADOS

1º Eduardo Ranguetti/ Rogério Augusto Coelho – 43 Pontos

2º Agnaldo Reis/ André Henrique Lopes – Apucarana – 36 Pontos

3º Jurandia do Amaral Junior/ Andréa Lúcia V. Palma – Brag. Paulista –  32 pontos

4º Celso Macedo/ Belén Macedo – Piracaia – 31 pontos

5º Denis Schiozer/ Alberto Santos – Valinhos – 28 pontos

MASTER

1º Daniel Rosiski Maffi/ Enedir da Silva Junior – Chapecó – 44 pontos

2º André Pereira de Queiroz/ Rodrigo Borges – Curitiba – 33 pontos

3º Flavio Roberto Kath/ Rafain Walendowsky – Blumenau – 32 pontos

4º Otávio Enz Marreco/ Allan Enz – Apucarana – PR – 28 pontos

5º Fernando Lage/ Rafael Dal Bello – BH – 27 pontos

Crédito das Fotos: Doni Castilho e Emerson Oliveira

Fonte:

29/04/2013

Imprensa Troller

 

Comente aqui


Scania apresenta na Agrishow seu novo caminhão P 310 6×4

Versão recebe redutor nos cubos e substancial aumento de capacidade de tração; Marca leva à feira soluções para toda a cadeia da cana e grãos

São Paulo, 29 de abril 2013 – A Scania apresenta na edição 2013 da Agrishow, que será realizada a partir de hoje, 29 de abril, até 3 de maio, em Ribeirão Preto (SP), seu novo modelo P 310 6×4 com redutor nos cubos e todas as vantagens da nova linha Off Road 2013, com veículos indicados para soluções fora de estrada e rodoviárias. A marca expõe em seu estande os caminhões G 480 6×4, G 440 6×4, P 250 6×4 e P 250 8×2; um chassi de ônibus F 250 4×2 NZ, integrante da nova linha de motores dianteiros, um motor industrial DC 13 74A e o R 620 6×2, o caminhão mais potente do Brasil, que está integrado ao implemento transformado em trailer para recepcionar os clientes.

“Os visitantes encontram no estande da Scania soluções para todo o setor sucroenergético, com caminhões customizados aos trabalhos mais específicos e que possuem o melhor torque da categoria, resultando em excelente rendimento energético, reduzido consumo de combustível e, em consequência, baixo custo operacional”, afirma Fábio Amaral, responsável por vendas Off Road da Scania no Brasil. “Além disso, apresentaremos um ônibus para o transporte de funcionários, motor para aplicação agrícola e industrial, um pacote completo de serviços e todo o apoio financeiro do Scania Banco e do Consórcio Scania.”

A linha Off Road 2013 da Scania oferece aos clientes a mais completa gama de modelos, versões de tração, distâncias entre eixos e pacotes de itens de série e opcionais. “A nova gama ainda proporciona máxima produtividade, eficiência na dirigibilidade, segurança, robustez, durabilidade, ergonomia e conforto ao operador”, explica Amaral.

O maior destaque da nova linha Off Road 2013 é a versão do P 310 6×4 com redutor nos cubos dos eixos traseiros, o que possibilita tracionar até 100 toneladas. O novo P 310 6×4 com redução nos cubos amplia ainda mais a cobertura da marca. A Scania ouviu seus clientes e aumentou a capacidade de carga do modelo para que seja possível escolher os veículos certos para cada operação e assim melhorar a rentabilidade. “A Scania é a única fabricante a comercializar a caixa de câmbio automatizada, o Scania Opticruise, para a faixa de 310cv de potência”, completa.

O estande da marca contará com os caminhões G 480 6×4, G 440 6×4, P 250 6×4 e P 250 8×2. Os caminhões pesados G 440 e G 480, ambos com configuração de roda 6×4 e versões plataforma ou cavalo-mecânico, que oferecem a alternativa mais eficaz entre os concorrentes para as usinas que ainda utilizam veículos nessas configurações.

Tradicionalmente, nesse tipo de operação o caminhão plataforma é acoplado a duas carretas (‘julietas’) formando a composição conhecida como treminhão, que leva dois conjuntos e soma sete eixos. Por outro lado, a versão cavalo-mecânico é ideal para aplicações como rodotrem, rodotrês e tritem. O rodotrem vem ganhando espaço nas usinas por conta da maior capacidade de carga e da versatilidade e rapidez do sistema bate-volta, o que otimiza o uso do cavalo-mecânico.

Para o serviço de transbordo, operação que transporta a cana recém-colhida por sistemas mecanizados para os caminhões que irão até a área industrial da usina, a melhor opção do mercado é o Scania P 250 6×4. “Em comparação ao trator que costuma ser utilizado por algumas empresas para o transbordo da cana, o P 250 é mais fácil de ser manobrado, mais rápido para se deslocar nas frentes de colheita e consome menos combustível”, diz Amaral.

O P 250 6×4 também é adequado para funções de apoio, como comboio de abastecimento e lubrificação, tanque de água, veículo borracheiro e transporte de adubo. O P250 8×2 oferece 250cv de potência e desenvolve torque de 1.150Nm.

O espaço da Scania, de 600 metros quadrados, conta com um motor industrial estacionário modelo DC13 74A, que serve para diversos tipos de aplicações severas, especialmente, nos setores agrícola, industrial e construção em equipamentos originais ou repotenciamento.

Outro destaque do estande da Scania é o chassi de ônibus de motor dianteiro, o F 250 4×2 HZ. A nova linha de motor dianteiro da Scania está fazendo cada vez mais sucesso no mercado. Ele pode ser usado no transporte de funcionários com todo conforto, rentabilidade e robustez.

O estande da Scania também contará com equipes de vendas, produtos, serviços e dos serviços financeiros: Scania Banco e Consórcio Scania. Por falar em serviços, haverá um local dedicado, chamado de Casa de Serviços, que demonstrará tudo o que a marca oferece em seu completo portfólio para o segmento Off Road. Com foco na disponibilidade e no baixo custo da operação, a Scania oferece soluções personalizadas ao segmento de cana-de-açúcar: atendimento da frota agendado no local da operação, oficina dedicada dentro da estrutura do cliente, com mecânicos, estoque de peças e ferramental, contrato de manutenção preventiva, atendimento 24h Scania Assistance, plano de manutenção customizada e completos pacotes de serviços.

A família Off Road 2013 da Scania, de motores Euro 5, é formada pelas cabines P e G. A cabine P possui os modelos P 250, P 310 e P 360, todos com configuração de roda 6×4. Já a cabina G disponibiliza os caminhões G 440 e G 480, também comercializadas na tração 6×4.

“A Scania também parabeniza os organizadores da Agrishow pelos 20 anos de sucesso da feira e que ela tenha muitas outras conquistas para celebrar nas próximas décadas”, afirma Amaral.

Serviço:

20ª AGRISHOW – Feira Internacional de Tecnologia Agrícola em Ação

Data: 29 de abril a 3 de maio de 2013

Local: Polo Regional de Desenvolvimento Tecnológico dos Agronegócios do Centro-Leste / Centro de Cana (Rodovia Antônio Duarte Nogueira, Km 321 – Ribeirão Preto/SP)

Horário: das 8h às 18h

www.agrishow.com.br

Scania é um dos principais fabricantes mundiais de caminhões e ônibus para transporte pesado e de motores industriais e marítimos. Os produtos de serviços têm participação crescente nos negócios da empresa, assegurando aos clientes soluções de transporte econômicas e com alta disponibilidade operacional. Com 38.600 colaboradores, a Scania está presente em mais de 100 países. As atividades de Pesquisa e Desenvolvimento são concentradas na Suécia e as operações industriais estão localizadas na Europa e na América do Sul, com possibilidade de intercâmbio global de componentes e veículos completos. Em 2012, as receitas totais da Scania alcançaram 79,6 bilhões de coroas suecas e o resultado financeiro após a dedução de impostos foi de 6,6 bilhões de coroas suecas.

Para mais informações acesse: www.scania.com.br

Fonte:

Scania – Assessoria de Comunicação

Renata Nascimento
Kreab Gavin Anderson

Carlos Eduardo Biagini

 

 

Comente aqui


Grupo Fiat Chrysler registra receita de 20 bilhões de Euros no trimestre


O grupo Fiat Chrysler registrou receita líquida de 20 bilhões de euros no primeiro trimestre do ano, alcançando a marca de 1 milhão de veículos comercializados globalmente e resultado operacional de 618 milhões de euros. Os resultados foram divulgados hoje.
A venda de veículos praticamente repete o desempenho de igual período do ano anterior, mas a receita líquida sofreu um recuo de 2% na comparação com igual período. Os negócios tiveram desempenho positivo na América Latina, Ásia-Pacífico e no segmento de luxo e esportivos (Ferrari e Maseratti), mas recuaram no Nafta e Europa-Oriente Médio-África (Emea). O resultado operacional recuou cerca de 200 milhões de euros em relação a igual período do ano passado devido, sobretudo, devido aos custos industriais relativos ao desenvolvimento e lançamento de  novos produtos. O mercado europeu continua fortemente retraído.
O lucro líquido no período alcançou 31 milhões de  euros. O endividamento líquido industrial cresceu de 6,5 para 7,1 bilhões de euros, enquanto a liquidez disponível, que abrange linhas de crédito não utilizadas de 3 bilhões de euros, avançou de 20,8 bilhões de euros no final de 2012 para 21,3 bilhões de euros.
O Grupo reiterou os objetivos do ano, de  receita líquida entre  88 e 92 bilhões de euros; resultado operacional de entre 4 e 4,5 bilhões de euros; lucro líquido no intervalo de  1,2 e 1,5 bilhão de euros; e endividamento industrial líquido de cerca de 7 bilhões de euros.

Fonte:

Fiat Press

 

Comente aqui