Ford e Schaeffler apresentam o Fiesta eWheelDrive, novo conceito de mobilidade urbana

A Ford apresentou na Europa o conceito eWheelDrive, desenvolvido em parceria com a Schaeffler sobre a plataforma do New Fiesta para a pesquisa de novas soluções de mobilidade urbana, com foco na criação de carros menores, mais ágeis e fáceis de estacionar. O veículo, impulsionado por motores elétricos independentes em cada uma das rodas traseiras, oferece um espaço sob o capô que é ocupado pelo motor e transmissão nos carros convencionais, ou por um motor central nos modelos elétricos.

Essa tecnologia pode contribuir no futuro para o desenvolvimento de um carro para quatro pessoas que ocuparia o mesmo espaço de um carro atual de dois lugares. O sistema de direção do eWheelDrive também permitiria ao veículo se mover lateralmente nas vagas de estacionamento – uma grande inovação nas cidades cada vez mais populosas e congestionadas.

“É empolgante trabalhar nesse projeto junto com a Shaeffler, porque ele abre novas possibilidades para o desenvolvimento de veículos com emissões zero, de conteúdo eficiente e excepcional dirigibilidade”, diz Pim van der Jagt, diretor de Pesquisa e Engenharia Avançada da Ford Europa.

Com os motores acoplados nas rodas, os componentes necessários para a direção, desaceleração e assistência ao motorista ficam instalados em uma unidade integrada ao cubo das rodas – incluindo o motor elétrico e sistemas de freio e refrigeração. Um vídeo sobre o conceito, em inglês, pode ser visto neste link: http://www.youtube.com/watch?v=yfs5z0Lg1Xc.

“Esse sistema de tração altamente integrado permite repensar o carro urbano, sem restrições, e pode ser um fator chave em novas plataformas e conceitos de veículos para o futuro”, diz Peter Gutzmer, chefe técnico da Schaeffler.

A Ford se juntou ao projeto liderado pela Schaeffler, fabricante e fornecedora líder de componentes automotivos com sede na Alemanha, para pesquisar o potencial de futuros veículos que possam oferecer também emissões zero e mais espaço para outras finalidades, como zonas adicionais de proteção.

Os motores elétricos integrados às rodas são vistos por muitos especialistas da indústria automotiva como uma tecnologia com grande potencial, em um mundo que se torna cada vez mais populoso e urbanizado. A projeção é que até 2050 o número de pessoas vivendo nas cidades aumente de 3,4 bilhões para 6,4 bilhões globalmente e a quantidade de carros seja quadriplicada.

“Nós temos desafios que terão de ser enfrentados com tempo, ideias e investimento”, diz Sheryl Connelly, gerente de tendências globais da Ford. “É começando a pensar agora em novas soluções, com projetos de pesquisa como o eWheelDrive, que vamos garantir um futuro de opções e não de restrições.”

A Ford vai trabalhar agora junto com a Schaeffler, Continental, RWTH Aachen e a Universidade de Ciências Aplicadas de Regensburg para desenvolver, até 2015, duas unidades do chamado projeto MEHREN (Multimotor Electric Vehicle with Highest Room and Energy Efficiency), veículo elétrico multimotor com maior espaço e eficiência energética. O objetivo é aumentar a integração dos motores nas rodas, com foco em fatores como controle dinâmico do veículo, frenagem, estabilidade e prazer de dirigir.

Fonte: (29/04/2013) Imprensa Ford

 

Deixe um Comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.