Mês: junho 2013



Novidade: Bicicletas elétricas Dafra agora com seguro

São Paulo, 28 de junho de 2013 – A partir de agora o consumidor que adquirir uma bicicleta elétrica DAFRA poderá contratar proteção contra roubo. Em parceria com a Porto Seguro e com a Renove Corretora, a DAFRA oferece esse benefício em condições muito acessíveis e com a comodidade da internet.

Para contratar o seguro é muito fácil: basta acessar o site www.dafrabikes.com.br, fazer uma simulação, preencher um formulário com dados pessoais e informações da bicicleta elétrica. A proposta é encaminhada automaticamente para a Renove que dará andamento ao processo com a Porto Seguro.

Além da facilidade de contratação, o valor também é muito convidativo. Para a e-bike DBX, por exemplo, que tem preço público sugerido de R$ 2.190,00, o consumidor investirá apenas R$ 286,43 para ter a e-bike segurada. O pagamento pode ser à vista ou em até quatro vezes sem juros no cartão de crédito ou débito em conta.

“Buscamos empresas realmente parceiras que nos possibilitassem oferecer mais tranquilidade aos consumidores. Conseguimos uma condição muito interessante para conceder esse excelente benefício, com custo muito baixo e sem burocracias”, explica Mauro Ferraz, gerente nacional de vendas da DAFRA.

Após adquirir a e-bike DAFRA, o consumidor tem até 30 dias para contratar o seguro, que tem cobertura para roubo, com reposição do bem em caso de sinistro. Neste caso, como trata-se de um produto zero quilômetro, a vistoria do bem não será obrigatória.

 

LINHA VEX

O seguro contra roubo também vale para a linha de e-bikes VEX, comercializada em grandes magazines, lojas especializadas e virtuais. Para mais informações basta acessar www.vexbikes.com.br.

 

E-BIKES DAFRA

A linha de bicicletas elétricas DAFRA é formada por três modelos, um para cada perfil de usuário, desde aqueles que buscam maior mobilidade em grandes centros urbanos, utilizando um veículo de transporte próprio mais acessível e não poluente, até aqueles que desejam voltar a praticar exercício físico de maneira mais leve ou mesmo para o lazer nos finais de semana.

A DAFRA DBX é ideal para quem busca um transporte diário mais barato, prático e com grande autonomia, sendo a e-bike perfeita para se locomover sem esforço. Com ela é possível percorrer longas distâncias com apenas uma carga na bateria. Já a DBL tem design moderno, quadro em alumínio e também boa autonomia.

Ambas possuem Sistema de Assistência ao Pedal (PAS) que garante gradativamente maior ou menor atuação do motor elétrico. Para acioná-lo, basta selecionar o nível de assistência desejado e iniciar as pedaladas. O resultado é muito mais facilidade para superar terrenos íngremes, por exemplo, ou ir muito mais longe sem grandes esforços.  DBX e DBL oferecem um consumo de energia mensal muito baixo, similar ao de um abajur e têm preço público sugerido de R$ 2.190,00 e R$ 2.690,00, respectivamente.

A top de linha da DAFRA é a DB0, uma e-bike desenvolvida para quem busca a modernidade da bicicleta elétrica, mas que também adora pedalar. Assinada pelo designer norte-americano Robert Brady, é considerada uma referência em bicicleta elétrica dobrável em todo o mundo. Criada pela taiwanesa DKCITY, empresa especializada nesse tipo de veículo, utiliza um motor elétrico auxiliar que dá suporte às pedaladas do usuário, com três níveis de assistência. O preço público sugerido é R$ 3.490,00.

DAFRA

Para atender o mercado nacional de motocicletas e agora de bicicletas elétricas, a DAFRA conta com uma unidade fabril com 170 mil m2, sendo 35 mil m2 de área construída. A fábrica possui mais de 500 funcionários e capacidade produtiva anual de 300 mil motocicletas. A atual linha de montagem das e-bikes possui capacidade produtiva anual de 30.000 unidades.

A linha de produtos da marca brasileira é formada por motos entre 100 cm3 e 300 cm3, além dos ciclomotores Super 50 e ZIG 50. A categoria street é representada pelos modelos Super 100, Speed 150,  Apache RTR 150 e os lançamentos de 2012 Riva 150 e Next 250, enquanto o de scooters conta com as motocicletas Smart 125, a série especial Smart Joy e o Citycom 300i. Para o segmento CUB, a DAFRA oferece a ZIG+ e para os amantes das motocicletas de estilo custom, está disponível a Kansas 150 e o lançamento Horizon 250. Há ainda a Riva Cargo, ideal para o dia a dia e transporte de pequenas cargas, e a esportiva Roadwin 250R.

Fonte:

Patrícia Fernandes

Gerente de Comunicação e Marketing

www.daframotos.com.br

4 Comentários


Novo Ford Fusion 2.5 Flex é o carro oficial do Ethanol Summit 2013

O Ford Fusion 2.5 Flex é o carro oficial do Ethanol Summit, um dos principais eventos do mundo voltados para as energias renováveis, realizado em São Paulo pela União da Indústria de Cana-de-Açúcar (UNICA). O modelo é apresentado como um exemplo da viabilidade da tecnologia bicombustível em modelos de luxo.

Para o consultor de Emissões e Tecnologias da UNICA, Alfred Szwarc, o Ford Fusion mostra que a tecnologia flex está plenamente dominada no Brasil. “Henry Ford lançou a ideia dos carros flex na década de 1920 e certamente estaria feliz com esse novo lançamento da empresa que fundou”, diz.

O Novo Fusion 2.5 Flex segue a estratégia da Ford de oferecer veículos com plataformas globais e soluções de motorização desenvolvidas para atender as características locais de cada mercado.

Conforme divulgado no Ethanol Summit, o Brasil conta hoje com uma frota de mais de 20 milhões de veículos flex, mas apenas um terço utiliza o etanol, o que mostra um grande potencial de crescimento. Em 2012, o consumo de combustíveis leves no Brasil cresceu 8%, comparado a uma evolução do PIB inferior a 1%. Até 2020, a projeção é que esse consumo tenha um aumento de 50%.

Tecnologia e sustentabilidade

O motor Duratec 2.5 Flex é um dos avanços que o sedã de luxo da Ford introduziu em sua nova geração global, combinando alto desempenho (175 cv com etanol) e sustentabilidade. O comando de válvulas variável e a construção em alumínio são fatores que contribuem para a redução do consumo de combustível, assim como a direção elétrica, a transmissão automática sequencial de seis velocidades e a aerodinâmica apurada da carroceria.

O carro avança na sustentabilidade sem abrir mão do alto padrão de luxo, segurança e conforto. Seus equipamentos incluem 8 airbags, sistema multimídia SYNC com navegação e comandos de voz em português, ar-condicionado automático digital, câmera de ré, faróis com acendimento automático, bancos de couro com ajuste elétrico e abertura das portas por código.

Fonte: (28/06/2013) Imprensa Ford

Comente aqui


CEOV em alta velocidade

Tradicional clube de Várzea Grande, MT, investe no automobilismo para divulgar marca em âmbito nacional

Assim como Corinthians, Flamengo e Palmeiras, que já tiveram equipes oficiais na Stock Car e em outras modalidades do automobilismo brasileiro, o Clube Esportivo Operário Várzea-grandense também terá a sua este ano. A estreia já está marcada: 11 de agosto, no circuito de Ribeirão Preto, SP, na 3ª etapa do Campeonato Brasileiro de Turismo. Antes, no dia 11 de julho, uma quinta-feira, a imprensa mato-grossense poderá ver de perto esse projeto, com a apresentação oficial marcada para o Gran Odara Hotel.
No cock-pit do carro 56, o piloto mato-grossense João Pretto – terceiro colocado na etapa de Cascavel, PR, e último vencedor da história de Jacarepaguá, RJ, será o representante do CEOV. A parceria foi firmada no começo desta semana e tem como principais objetivos divulgar o clube em âmbito nacional e apoiar o automobilismo regional.
Quem explica é o empresário César Gaúcho, dono da Sport Show 10, uma empresa de marketing especializada em futebol, que está expandindo seus negócios para outras modalidades. “Resolvemos investir na volta do CEOV pela sua importância e tradição, mas também pelo potencial como produto. Estamos planejando, a curto prazo, reconduzir o clube a elite do futebol brasileiro, e o primeiro passo é conquistar o acesso para 2014”, disse Gaúcho.
O empresário também falou sobre a parceria com João Pretto. “A Stock Car e o Brasileiro de Turismo são competições que reúnem grandes públicos nos autódromos e fora deles, através das transmissões pela tevê ao vivo. Sempre fui amante do automobilismo e tenho grandes amigos na Stock. Quando o João me procurou, não tive dúvidas de que seríamos grandes parceiros. Ele tem talento, é humilde e quer ver o futuro do automobilismo mato-grossense brilhar, assim como eu”, afirmou, para em seguida elogiar a iniciativa do Grupo Bom Futuro, que planeja construir um autódromo internacional em Cuiabá. “Li a reportagem de A Gazeta sobre o planos do senhor Iraí Maggi e do Fernando Schaefer Maggi. Acredito que é por aí. A iniciativa privada tem competência e estrutura para realizar grandes projetos e, no esporte, melhor ainda. Estou junto, gostei da ideia, apoio e podem contar comigo”, disse o empresário.
Pretto – Competindo há cinco anos na categoria de acesso da Stock Car, João Pretto voltou à equipe Mottin Racing este ano e o bom resultado já veio logo na 2ª etapa. Após sofrer um acidente que danificou o carro em Brasília, na prova de abertura, Pretto fez o melhor tempo nos treinos de Cascavel, PR, e, mesmo debaixo de chuva, em uma pista muito escorregadia, e um jogo de pneus desgastado, conseguiu a 3ª colocação.
Para o piloto do carro 56, usar as cores de um clube de futebol na categoria, certamente retrata uma estratégia ousada. “O futebol de Mato Grosso já teve seus momentos de glória e o CEOV fez parte deles, mas estava esquecido. Com esse profissionalismo que o César está trazendo e apoiando outras modalidades, com certeza teremos o clube forte novamente”, comentou João Pretto, que passa a usar o carro com carenagem vermelha e detalhes em verde e branco. O macacão estampará os escudos do CEOV e da Sport Show 10.
O clube – O Clube Esportivo Operário Várzea-grandense foi fundado em 1º de maio de 1949, por um grupo de jovens, liderado por Rubens dos Santos, com apoio do Bispo Dom Campello de Aragão. O clube era considerado o tricolor mais querido em Mato Grosso. Entre as grandes conquistas estão: tri-campeonato amador – (1952, 53 e 54), sendo pioneiro no profissionalismo – tema que será abordado na segunda parte da história do Operário, conquistando os títulos em 1967, 68 e 72, qualificados como Campeonato Cuiabano, e em 1973, o primeiro Campeonato Estadual de Futebol integrado, com a participação de clubes do norte e do sul do Estado, antes da divisão. No total, o clube tem 14 títulos estaduais.
Jornalista responsável:
Oliveira Júnior
www.sportsmotor.com.br

Fonte:
Liberdade de Ideias
Isis Moretti

www.liberdadedeideias.com.br

 

 

 

 

Comente aqui


Brasileiros em ação neste final de semana em Paul Ricard

Carlos Kray ganha novo companheiro e muda de categoria no maior campeonato de GT do mundo

O Blancpain Endurance Series estará no mítico circuito de Paul Ricard neste final de semana, onde acontecerá a terceira etapa de uma temporada que vem sendo marcada por seus enormes grids, pilotos profissionais e os carros que povoam os sonhos de qualquer piloto. Dois brasileiros estarão entre os 62 GT3 que disputarão a vitória na corrida de três horas no sul da França e ambos são gaúchos, Carlos Kray (Ballasox) e Cesar Ramos (Ferrari 458). Por sinal, esta é a última etapa com este formato, precedendo as 24 Horas de Spa-Francorchamps no mês que vem e os 1000 km de Nürburgring, prova que fechará a temporada em setembro.
A ação em Paul Ricard começa amanhã (sábado, 29) as 08h00min (horário local), com o treino exclusivo para os pilotos ‘bronze’, classe em que se encaixa o brasileiro Carlos Kray (Ballasox) e seu novo companheiro, o venezuelano Justino Azcarate, que se juntará na condução do McLaren MP4-12C da Equipe alemã MRS. Natural de Caracas, o piloto de 55 anos substituirá o norte-americano Rodin Younessi. Azcarate que tem vasta experiência em carros de Gran Turismo, venceu as 24 Horas de Barcelona em 2012 e vinha competindo regularmente em diversos torneios de Ferrari Challenge e Maserati Trofeo.
Com a entrada de Azcarate na equipe, o trio passará a disputar o Gentleman Trophy, objetivo inicial de Carlos Kray, atual campeão brasileiro de GT3 Premium, classe equivalente ao Gentleman do Blancpain: “Pelas regras do campeonato, teríamos que ter dois pilotos Bronze e um Prata para disputarmos o Gentleman Trophy. Como o Younessi era prata, disputamos duas etapas na classe Pro-Am, que tem o dobro de carros e vários pilotos profissionais. Faltando três provas, teremos boas chances de disputarmos o título da classe”, comemora Carlos Kray, já que 107 pontos ainda estão em jogo até o final da temporada, pois as corridas de 24 horas e 1000 km têm pontuações próprias.
Após duas etapas, o Gentleman Trophy é liderado pela Ferrari 458 Italia conduzida pelo trio francês Maurice Ricci, Gabriel Balthazard e Jérôme Policand com 37 pontos. O novo trio da MRS acredita que brigar pelo título não é tarefa impossível, principalmente pela presença do Austríaco Philipp Eng, que fecha a trinca e é considerado um dos mais rápidos e completos pilotos do Blancpain Endurance Series.
A corrida de domingo começará as 10h00min horas (horário de Brasília) e poderá ser assistida ao vivo no site http://www.blancpain-endurance-series.com/pages/live acompanhada da cronometragem oficial da prova. Toda a temporada do Blancpain Endurance Series é coberta também no Twitter em @Blancpain2013.
Crédito da Foto: Johan Hemmerling/MRS

Fonte:
PolePress – Alan Magalhães

Central Press – Claudio Stringari
www.centralpress.com.br

Comente aqui


Kenner Garcia confirma participação no Sertões 2013 e busca o segundo título da competição

O piloto mineiro venceu o maior rali das Américas na categoria Production Light, em 2007, e está pronto para mais um desafio

São Paulo, 28 de junho de 2013 – O Rally dos Sertões chega em 2013 a sua 21ª edição. Muito aguardado pelas principais equipes off-road do país, a competição acontece entre os dias 25 de julho e 03 de agosto entre os estados de Goiás e Tocantins. Kenner Garcia estará na companhia do navegador Rafael Del Bello, e se diz preparado e ansioso para mais uma disputa. A dupla irá brigar pelo título da categoria Production T2, e Kenner espera repetir o feito conquistado em 2007, quando subiu no degrau mais alto do pódio pela categoria Production Light.
A bordo do veículo Chevrolet S-10, o mesmo utilizado na edição de 2007, Kenner assegura que o principal objetivo da equipe no Sertões Series (competição que faz parte da programação do Rally dos Sertões, quatro primeiras etapas) é completar com sucesso todas as etapas da competição. Ainda assim, ele está otimista e confiante na preparação do carro e equipe.
“Estamos usando a mesma ‘receita’ de 2007, quando vencemos na Production Light. Em time que se ganha, não se mexe muito. Lembrando que a Production, ou T2 como é reconhecido pela FIA, é uma categoria que o carro é muito próximo do original. São limitados em relação à preparação. Motor, câmbio, design, entre outros itens e, terão que ser mantidos originais. Teremos alguns reforços na estrutura e suspensão que são permitidos”, explicou o piloto.
Apesar das mudanças em relação às provas anteriores, Kenner espera muita dificuldade e desafios nos quatro primeiros dias do Rally dos Sertões, válidos pela 2ª, 3ª, 4ª e 5ª etapas do campeonato do Sertões Series, de 25 a 28 de julho. “Os roteiros quase sempre são os mesmos, em relação ao tipo de terreno, durabilidade e complexidade das provas. Sabemos que iremos encontrar trechos travados, de alta velocidade, de pedras (trial), areia e travessias em rios. No fim, acabamos passando por todos os tipos de terrenos”, analisou.
Sabendo das adversidades que a equipe terá pela frente, e visando obter o melhor desempenho possível ao longo da disputa, Kenner e Rafael contam com preparação especial de um personal trainer e um nutricionista. E o piloto ressalta que a meta da dupla é terminar bem todas as etapas. “Se conseguirmos isso, sabemos que já estaremos entre os 10 da categoria”, disse.
Kenner aposta também na escolha certa dos equipamentos para conseguir conquistar o resultado desejado. “Escolhemos a marca Goodyear, pois já conhecemos o produto. E como disse anteriormente, iremos usar a configuração básica de 2007. Esse tipo de pneu nos permite andar com maior velocidade nos terrenos de média e alta velocidade. Além disso, também iremos contar com um tipo de GPS, que será alugado com a organização. Ele é obrigatório, não temos conhecimento sobre o produto, mas dizem que é excelente para navegação”, completou o piloto que conta com o patrocínio da Competikar, Chevrolet Autus e Water Park.
No dia 25 de julho acontece a primeira etapa em Goiânia (GO) com a realização do Prólogo. No dia 26 de julho, a caravana do Rally dos Sertões/Sertões Series parte de Goiânia rumo à Pirenópolis (GO), segunda etapa do evento. Antes disso, as equipes se reúnem na capital goiana a partir do dia 23, quando acontecem as primeiras vistorias técnicas e administrativas. A premiação do Sertões Series, após os quatro dias de disputas acontece no domingo, 28 de junho, sendo que a programação da 21ª edição do Rally dos Sertões prossegue até o dia 03 de agosto, completando as 10 etapas da competição.
Programação Rally dos Sertões/Sertões Series 2013:
22/07 – Abertura da Secretaria de Prova
23/07 – Secretaria de Prova / Vistorias administrativas e técnicas
24/07 – Secretaria de Prova / Vistorias administrativas, técnicas e briefings
1ª etapa: 25/07 – quinta-feira
Goiânia (GO)
Prólogo e Super Prime
2ª etapa: 26/07, sexta-feira
Goiânia (GO) – Pirenópolis (GO)
Deslocamento Inicial: 133 km
Trecho de Especial: 84 km
Deslocamento Final: 32 km
TOTAL: 249 km
3ª etapa: 27/07, sábado
Pirenópolis (GO) – Uruaçu (GO)
DI: 37 km
TE: 287 km (183 km para caminhões)
DF: 89 km
TOTAL: 414 km
4ª etapa: 28/07, domingo
Uruaçu (GO) – Porangatu (GO)
DI: 31 km
TE: 233 km (180 km para caminhões)
DF: 25 km
TOTAL: 289 km
Premiação do Sertões Series
Etapas seguintes do Rally dos Sertões:
5ª etapa: 29/07, segunda-feira
Porangatu (GO) – Natividade (TO) [ETAPA MARATONA]
DI: 82 km
TE: 295 km (135 km para caminhões)
DF: 110 km
TOTAL 487 km
6ª etapa: 30/07, terça-feira
Natividade ((TO) – Palmas (TO)
DI: 27 km
TE: 355 km (182 km para caminhões)
DF: 43 km
TOTAL: 424 km
7ª etapa: 31/07, quarta-feira
Palmas (TO) – Palmas (TO)
DI: 109 km
TE: 514 km (142 km para caminhões)
DF: 123 km
TOTAL: 746 km
8ª etapa: 01/08, quinta-feira
Palmas (TO) – Minaçu (GO)
DI: 312 km
TE: 333 km (258 km para caminhões)
DF: 20 km
TOTAL: 666 km
9ª etapa, 02/08, sexta-feira
Minaçu (GO) – Goianésia (GO)
DI: 32 km
TE: 264 km (231 km para caminhões)
DF: 253 km
TOTAL: 550 km
10ª etapa, 03/08, sábado (Final)
Goianésia (GO) – Goiânia (GO)
DI: 7 km
TE: 123 km
DF: 160 km
TOTAL: 290 km
Premiação do Rally dos Sertões
Crédito das Fotos: Luciano Santos/Sigcom e Divulgação

Fonte:
Assessoria de Imprensa piloto Kenner Garcia
SIG Comunicação – Silvana Grezzana Santos
www.sigcomunicacao.com.br

 

Comente aqui


Concessionária Slavel Hyundai abre nesse fim de semana com promoções para a linha HB20

Loja da Slavel Hyundai localizada na Rua Itupava
Crédito: Divulgação


Um animado clima de festa junina está sendo preparado para as lojas localizadas na Rua Itupava e em São José dos Pinhais

As ofertas da concessionária Slavel Hyundai vão dividir espaço neste próximo fim de semana, dias 29/06 e 30/06, das 10h às 17h, com muitos quitutes de festa junina. Nestas datas, além do animado “arraiá”, os clientes encontrarão promoções especiais para a linha HB20, incluindo os modelos HB20, HB20S e HB20X. As ofertas são válidas para as lojas da Rua Itupava e de São José dos Pinhais.

Para o Hyundai HB20 1.0 flex são oferecidos diferentes itens de série, como ar-condicionado, direção hidráulica, airbag frontal duplo, computador de bordo e ajuste de altura do banco de motorista. Há ainda um amplo porta-malas, com capacidade para 300 litros. Esse veículo está sendo vendido a partir de R$ 33.295,00. Já o sedã HB20S contempla vários equipamentos, como ar-condicionado, direção hidráulica, airbag duplo, vidro elétrico nas quatro portas e alarme, entre outros itens. Um diferencial é o amplo porta-malas, que possui capacidade para 450 litros. O modelo 1.0 com áudio é comercializado na Slavel a partir de R$ 38.995,00.

O HB20X, versão aventureira do automóvel HB20, também está em promoção na Slavel Hyundai. Entre os principais itens de série estão ar-condicionado, som com Bluetooth, direção hidráulica, travamento central das portas, vidros elétricos, airbag duplo, computador de bordo, coluna de direção com regulagem de altura e profundidade, volante revestido em couro, pedaleiras esportivas, faróis de neblina e ajuste elétrico dos retrovisores, entre outros itens. O valor desse modelo na loja da concessionária é a partir de R$ 48.755,00.

Sobre a Slavel Hyundai

A Slavel Hyundai, empresa integrante do grupo Interalli Auto, foi fundada em 2007 e é considerada a mais representativa entre a rede de concessionárias Hyundai do Brasil. A Slavel Hyundai está localizada na Rua Itupava, nº 910, em Curitiba, e também em São José dos Pinhais, na Avenida das Torres, nº 2300.

Serviço:

Slavel Hyundai

Endereços:

Rua Itupava, nº 910 – Hugo Lange – Curitiba/PR

Avenida das Torres, 2300 – São José dos Pinhais/PR

Telefones :

3091-2000 (Curitiba)

3556-2300 (São José dos Pinhais)

Site: www.slavelhyundai.com.br

Fonte:

Mcomm Comunicação Dirigida

Marcus Contin / Débora Luiz

www.mcommdigital.com.br

Comente aqui


Ford premia distribuidores da marca no Brasil

 

A Ford está premiando os distribuidores de automóveis e veículos comerciais da marca que mais se destacaram nas atividades de atendimento ao cliente em 2012. Chamado Chairman’s Award, este prêmio está comemorando 20 anos de existência e consolida-se como uma iniciativa para incentivar a qualidade da rede da marca, uma das mais importantes do mercado brasileiro.

Realizada em nível nacional, a premiação faz parte dos programas voltados para a uniformização dos padrões Ford de assistência e satisfação do consumidor. As empresas em destaque são reconhecidas após uma criteriosa análise que inclui principalmente pesquisa com clientes e verificação dos níveis de serviços e instalações disponibilizadas pelo distribuidor.

Os vencedores do Chaiman’s Award 2012 foram: Florisa e Someval (Tubarão, SC), Vepel (Campina Grande, PB), Konrad Sul (Sapucaia do Sul, RS), Dimas (São José, RS), Navesa (Goiânia, GO), Costa Sul (Santos, SP), Citavel (Cuiabá, MT), Revisa (Salvador, BA), Simão (Bauru, SP), Monza (Campo Grande, MS), Veiba (Santo Antonio de Jesus, BA), Aravel (Arapongas, PR), Amisa (Ibirubá, RS) e Auto Motobrás (Caratinga, MG).

Palavra final

O índice de satisfação dos clientes é o item de maior peso na avaliação. Ele é medido através de respostas periódicas de um questionário chamado Qualidade, Compromisso e Participação, ou QCP, respondido pelo próprio cliente.

A adequação das instalações do distribuidor aos padrões da Ford e o desempenho de vendas no respectivo mercado são outros quesitos de grande importância. A avaliação inclui carros, comerciais leves e caminhões nas operações de vendas, peças e serviço.

“Os distribuidores são o principal contato do cliente com a marca, atuando na linha de frente. Por isso, a qualidade dessa experiência é essencial”, diz Antonio Taranto, diretor de Serviço ao Cliente da Ford América do
Sul. “Esse prêmio representa o máximo reconhecimento na Rede Ford. Quem dá a palavra final sobre os vencedores são os próprios clientes, por meio da pesquisa QCP.”

Desde 1992, quando o Chairman’s Award foi implementado no Brasil, 87 Distribuidores já foram reconhecidos. A partir deste mês até outubro, a Ford vai promover eventos em cada distribuidor para a entrega dos troféus Chairman’s Award aos vencedores pelo diretor e executivos da área, o que destaca a importância da premiação.

“A Ford vive hoje um momento de grande renovação, com o lançamento de produtos globais e seguidas inovações na área de pós-vendas, como as revisões com preço fixo e descontos progressivos, valorizando a transparência no relacionamento com o cliente”, completa Taranto. “O Chairman’s Award é mais um incentivo que reconhece o trabalho desenvolvido pela rede para oferecermos o melhor padrão de serviço.”

Fonte: (27/06/2013) Imprensa Ford

 

Comente aqui


Passagem pela Bolívia promete emoções no Rally Dakar 2014

A passagem pela Bolívia promete muitas emoções para os pilotos de motos da edição de 2014 do Rally Dakar. Entre os locais que irão receber a competição, destaque para o majestoso Salar de Uyuni.

O reconhecimento inicial da parte boliviana da rota de 2014 foi completado. Alguns meses antes dos competidores do rali, os membros desta pequena equipe ficaram maravilhados com o relevo, luz e cores do país, especialmente das regiões pelas quais o rali vai passar.
Duas etapas especiais acontecerão em solo boliviano, reservadas para os pilotos das motos após deixarem o acampamento em Salta, em 12 de janeiro. Imediatamente após deixarem a Argentina, eles vão encarar uma drástica mudança de cenário, indo de planaltos altos e extensos a cânions rochosos nos quais irão mergulhar. Mas acima de tudo, os competidores irão descobrir o Salar de Uyuni, a maior salina do mundo, cujo esplendor conquistou mais uma vez o diretor do Dakar, Etienne Lavigne: “Por vezes, ela é muito desconcertante visualmente. As linhas se misturam, as distâncias são difíceis de se estimar e não há pontos de referência. É quase como se vocês estivesse pilotando pelo céu!”
Fonte:

VIPCOMM

Assessoria de Imprensa do Dakar no Brasil

 

Comente aqui


Argentinos ainda inquietos

Alta Roda nº 739 — Fernando Calmon — 25/06/13

Salão do Automóvel de Buenos Aires, que se encerra dia 30, é boa oportunidade de repassar o longo processo de integração das indústrias automobilísticas dos dois países. Na verdade o livre comércio vem sendo sucessivamente adiado. Último acordo previa 1º de julho deste ano para deixar as fronteiras completamente livres, mas se dá como certo novo adiamento pelo menos até o final de 2014.

Dependência da produção argentina do mercado brasileiro é enorme: 90% de suas exportações vêm para cá. Também se deve considerar que, hoje, 70% das exportações de veículos brasileiros destinam-se à Argentina. O balanço em valores está equilibrado, pois enquanto o País envia modelos compactos, traz veículos médios. Contra os argentinos pesam autopeças e componentes: não há escala de produção. No final, carros brasileiros representam pouco menos de 50% do mercado argentino, enquanto os automóveis vizinhos, apenas 10% do nosso.

Este ano as vendas na Argentina crescerão pelo menos 10% (Brasil, no máximo 4%) e arranharão as 900.000 unidades. Tal crescimento é pouco saudável, pois se baseia na defesa dos compradores contra a inflação anual real perto de 30%, ainda escamoteada pelo governo.

O VI Salão de Buenos Aires, realizado a cada dois anos, mostra oferta mais variada de veículos importados, basicamente pelas mesmas marcas aqui presentes. Chineses não têm muita vez por lá. Embora importadores sem produção local tenham que exportar produtos locais para compensar dólares gastos, Argentina tem custo logístico menor pela concentração da frota e impostos inferiores. Por isso, nos estandes se veem tantos carros que não chegarão ao Brasil, como Fiat Panda.

Estrearam modelos produzidos lá que, no máximo, em três meses estarão no Brasil: Ford Focus (hatch e sedã) e Citroën C4 Lounge, sucessor do sedã Pallas. Renault exibiu o novo Logan superequipado (típico de salão), que sairá de São José dos Pinhais (PR), no último trimestre deste ano. Chevrolet Tracker, SUV compacto produzido no México e pouco maior que o EcoSport, também será importado, dividindo cotas com Sonic e Captiva mexicanos.

Toyota mostrou Etios ao público argentino, mas até o início das vendas em outubro receberá alterações no painel e outras internas providenciadas pela filial brasileira apenas um ano depois do lançamento. Nova geração do SUV médio Kuga, que divide arquitetura com o Focus, deve ser produzida na Argentina e exportada para cá, desde que a fábrica consiga divisas para trazer peças da Espanha. Se confirmado, Toyota responderá com nacionalização do RAV4, já bem encaminhada.

Entre os importados que logo estarão aqui, destaques para os Nissans Sentra e Altima. Pequenos retoques no Renault Koleos, SUV médio sul-coreano, estrearam em Buenos Aires. Pode vir ao Brasil, se sobrar cotas do Captur (SUV compacto) e Mégane R.S.

Volkswagen apresentou aos argentinos o Golf VII, além do up! e o conceitual Tiguan. No início, até a produção no Paraná, virá para cá o Golf VII GTI importado da Alemanha. Subcompacto up! será diferente do alemão, pois aqui terá interior e porta-malas maiores, além de janelas traseiras que podem ser baixadas e não só basculadas.

RODA VIVA

SEGUNDA fábrica que a Honda construirá no interior de São Paulo já tem dois produtos definidos, baseados na nova arquitetura de compactos desenvolvidos para países emergentes, ou seja, menos sofisticada. Um deles é o SUV já exibido como carro-conceito no Salão de Detroit e o outro um hatch. Este nada terá a ver com o Brio fabricado na Tailândia e na Índia.

MITSUBISHI iniciou a venda do SUV médio ASX produzido em Catalão (GO). Igual ao importado do Japão, utiliza arquitetura do sedã médio-compacto Lancer, cuja versão nacional chega em um ano. Motor já é montado no Brasil e versão flex está nos planos. Câmbio CVT tem seis marchas virtuais. Suspensões bem acertadas, apesar do curso curto. Parte de R$ 83.490.

POUCO mais de dois anos de lançamento no Brasil e JAC reformulou os compactos J3 e J3 Turin, em nível superior ao de tradicional meia-geração. Parte frontal mudou bem e a traseira do sedã, idem. Boas mudanças internas, com novos materiais, painel e quadro de instrumentos, este de nítida inspiração alemã. Preços iguais: R$ 35.990 e R$ 37.990. Os de produção local, em 2015, serão completamente novos.

CHERY lançou o SUV Tiggo com reformulações internas e externas que podem ajudar na reação de vendas da marca chinesa. Revitalização externa inclui da grade à capa do estepe externo. Recebeu capricho no acabamento interno e equipamentos como bússola, altímetro e barômetro. Motor de 2 litros podia ter mais torque. Montado do Uruguai, por R$ 51.990.

DUNLOP, marca inglesa de pneus do grupo japonês Sumitomo, não se acanhou em entrar no mercado brasileiro na faixa de maior concorrência, de início importando. Produto a ser feito no Paraná, a partir de outubro, é da linha EC 201 para rodas de aro 13 e 14 pol., nas medidas mais procuradas.

____________________________________________________

[email protected] e www.twitter.com/fernandocalmon

Comente aqui


Ford anuncia ofertas com taxa zero em nova campanha na internet

A Ford está anunciando o Focus Hatch e o Fiesta RoCam Sedan com taxa zero em uma nova campanha na internet, que retoma o formato do programa “Ofertas em Debate” com bonecos animados. O Focus Hatch 1.6 GLX sai por R$ 52.990 à vista, ou com entrada de R$ 26.495 e saldo em 36 parcelas de R$ 760, com taxa zero. A oferta é mostrada no vídeo “Cine Ofertas – Les Falidos”, uma paródia inspirada no musical “Os Miseráveis” que pode ser vista neste link.

Já o Fiesta RoCam Sedan 1.6 completo, com ar-condicionado, direção hidráulica e trio elétrico, é oferecido por R$ 36.490 à vista, ou com entrada de R$ 25.116,07 e 24 parcelas de R$ 499, com taxa zero. As condições estão no vídeo “Ofertas em Alerta – Taxa Morta”, disponível neste link, que brinca com os programas jornalísticos sensacionalistas.

Canal de ofertas

A campanha marca o lançamento do TV Ofertas Channel Ford, novo canal exclusivo da Ford no YouTube (http://www.youtube.com/user/ofertaschannelford) que faz parte de suas ações nas mídias sociais, cada vez mais utilizadas pelos consumidores para informação e compra de veículos.

“Cerca de 70% das pessoas que pensam em comprar um carro nos próximos 12 meses pesquisam informações na internet e a Ford tem criado diversas campanhas nesse meio, com vídeos, aplicativos e anúncios interativos”, diz Mauricio Greco, gerente de Comunicação de Marketing da Ford. “O Ofertas em Debate teve um grande sucesso em 2012. No TV Ofertas Ford Channel estamos aproveitando os mesmos personagens e a proposta divertida para trazer uma evolução com programas diferentes para cada oferta”.

Fonte: (27/06/2013) Imprensa Ford

 

Comente aqui