Mês: setembro 2015



Inovadora Renault Duster Oroch une espaço e robustez do Duster com a versatilidade de uma picape

Uma picape robusta, cabine dupla, com quatro portas, excelente espaço para cinco passageiros, caçamba generosa e com tamanho na medida certa. São estes os grandes trunfos da inovadora Duster Oroch, a primeira picape da história da Renault. O modelo inaugura um segmento no Brasil ao se posicionar estrategicamente entre as picapes compactas e as médias, unindo as melhores características de ambas. A Duster Oroch é perfeita para quem procura liberdade e não abre mão de grande espaço interno e da versatilidade de uma picape, seja para o trabalho ou para o lazer.

Derivada de um verdadeiro SUV, o Renault Duster, a picape fabricada em São José dos Pinhais (PR) foi desenvolvida pela RTA (Renault Technology Americas), que tem o objetivo de desenvolver produtos voltados às necessidades e ao perfil do consumidor latino-americano. Como resultado deste desenvolvimento, o modelo traz suspensão traseira multilink em todas as versões, entre-eixos maior em relação ao Duster e dirigibilidade aprimorada para oferecer uma condução precisa e segura como a de um carro de passeio, tanto com a caçamba vazia quanto carregada. No total, foram 4.800 horas de desenvolvimento e 720 mil km de testes na França, Brasil e Argentina.

As linhas da Renault Duster Oroch são assinadas pelo Technocentre da Renault, na França, em parceria com o Renault Design América Latina (RDAL), o único estúdio de desenho e estilo da marca no continente americano, localizado em São Paulo. O visual moderno e robusto é inspirado nas formas do show car Duster Oroch, picape conceitual que foi o grande destaque do Salão do Automóvel de São Paulo de 2014. A traseira da picape com desenho harmônico valoriza a caçamba de grandes dimensões e a robustez do veículo.

A Renault Duster Oroch será vendida em três versões e com duas opções de motores, os confiáveis 1.6 16V Flex e 2.0 16V Flex que equipam o SUV Duster. Ambos recebem nota “A” em consumo no Programa Brasileiro de Etiquetagem Veicular (PBEV). O câmbio pode ser manual de cinco ou seis marchas, variando de acordo com a motorização, e com relações específicas.

A picape oferece toda a conectividade e conforto que já são referências da Renault no mercado, como Media NAV Evolution, sensor de ré, piloto automático e computador de bordo. Além de uma linha completa de acessórios para aumentar ainda mais a versatilidade de uso, como extensor de caçamba, barras transversais no teto, suporte de bike ou prancha, entre outros.

UMA PICAPE INOVADORA

No Brasil, as picapes são responsáveis por 80% do mercado de comerciais leves e por 13% do mercado total, com aproximadamente 450 mil veículos vendidos em 2014. Estes números evidenciam a importância destes modelos no mercado nacional. As vendas de picapes compactas cresceram nove vezes entre 2010 e 2014 em comparação com os veículos de passeio. No mesmo período, o volume de vendas das picapes cabine dupla aumentou 50%. Na América Latina, em 2014, o mercado de veículos utilitários representou 1,2 milhão de unidades e se consolidou como um dos mais importantes e concorridos da região.

Ao decidir entrar neste importante segmento, a Renault escolhe o caminho da inovação, ao trazer uma solução para os desejos dos consumidores em termos de espaço e versatilidade. A Duster Oroch inova ao criar um segmento e se dispõe a provar que uma picape pode ser espaçosa, robusta e ter ótima capacidade de carga, com grande versatilidade e oferecendo liberdade.

A Renault ainda se vale de toda a experiência em veículos comerciais – são 17 anos de liderança na Europa – para desenvolver um modelo inovador e atento às expectativas do consumidor brasileiro. Um a cada três veículos utilitários comercializados no mundo é uma picape: é neste mercado em constante crescimento que a Renault lança sua ofensiva.

A Duster Oroch foi criada para responder às exigências de vários tipos de clientes em universos diferentes, como por exemplo:

1)      Clientes de picapes compactas: a Renault Duster Oroch supera as expectativas dos clientes de picapes compactas em relação a espaço generoso para cinco pessoas, conforto, excelente habitabilidade, além de ótima acessibilidade em função das quatro portas. A posição mais alta de dirigir e a presença de um veículo grande com linhas robustas e modernas são diferenciais para este cliente que agora deseja mais espaço e conforto para sua família na hora de rodar pela cidade ou pegar estrada.

2)      Clientes que nunca pensaram em uma picape: aqui o cliente aproveita todas as qualidades de um veículo de passeio aliado a uma oferta de praticidade e versatilidade para pegar a estrada em uma aventura e/ou praticar esportes. Este cliente gosta da posição de dirigir mais alta, das linhas robustas e modernas e do porte do veículo. A ampla caçamba tem espaço de carga generoso, tanto no comprimento como em profundidade. Graças à ampla lista de acessórios, o cliente pode personalizar a picape e adaptá-la às suas necessidades e exigências optando, por exemplo, pelo extensor de caçamba.

3)      Clientes que possuem uma picape para o trabalho: a Duster Oroch é a oferta ideal para aquele consumidor que possui um único veículo para transportar seus produtos e que, ao mesmo tempo, utiliza o carro para passear com sua família e amigos. Esse cliente ainda se beneficia dos gastos de manutenção baixos e de toda a robustez da picape.

ESPAÇO PARA 5 PESSOAS E A PRATICIDADE DAS 4 PORTAS

Com quatro portas e cinco lugares, a Renault Duster Oroch oferece habitabilidade de um SUV. A picape tem 150 mm a mais no entre-eixos e 360 mm a mais no comprimento em comparação com o SUV Duster. No total, são 4.693 mm de um para-choque ao outro e 2.829 mm de entre-eixos, números que garantem espaço excelente tanto nos bancos dianteiros quanto no traseiro.

Cinco passageiros viajam confortavelmente graças ao ótimo espaço para pernas e cabeças. Quem se acomoda nos assentos dianteiros tem 856 mm de espaço para cabeça, mais do que em qualquer picape compacta. No banco traseiro são 877 mm de espaço para cabeças, outro número imbatível. O espaço para joelhos é de 150 mm, também maior entre as picapes compactas e não muito distante das médias.

Ao volante, o motorista encontra facilmente uma posição ideal de dirigir graças aos ajustes de altura do banco e da coluna de direção. A posição de dirigir elevada garante ótima visibilidade e facilita a identificação de obstáculos ao redor do veículo, garantindo maior segurança. O volante ergonômico tem ótima empunhadura, teclas do piloto automático (controlador e limitador de velocidade) e o controle do rádio fixo na coluna de direção.

O interior é marcado pelo conforto, garantido por detalhes que vão desde o acabamento caprichado ao conjunto completo de equipamentos de série. Há novos estofamentos em todas as versões, assim como a opção de bancos de couro. O painel com desenho moderno tem novas cores e acabamento em Black Piano ao redor do sistema Media NAV Evolution.

O quadro de instrumentos com iluminação branca proporciona ótima visibilidade e facilita a compreensão instantânea das informações pelo motorista. São três mostradores: o conta-giros e o velocímetro, analógicos, e um mostrador digital, com indicador do nível de combustível e computador de bordo multifuncional, que permite ao motorista verificar o consumo médio e instantâneo de combustível, a autonomia, volume de combustível consumido, a velocidade média e a quilometragem total e parcial na viagem.

A presença de numerosos espaços para acomodar objetos facilita a vida no dia a dia: porta-objetos nas portas dianteiras, acima do painel de instrumentos, no console central e porta-copos na dianteira e na traseira representam o máximo da funcionalidade para os passageiros.

Assim como a ampla área envidraçada, outro destaque da Duster Oroch é a circulação de ar dentro da cabine. Os dois vidros traseiros abrem normalmente, algo inédito em relação às picapes compactas.

VERSATILIDADE E LIBERDADE

A caçamba comporta 683 litros, mais do que qualquer picape compacta cabine dupla à venda no Brasil. São 1.175 mm de largura e 1.350 mm de profundidade. Para ajudar no transporte de carga existem oito anéis de fixação (cada um suporta 50 kg), que podem ser rebatidos quando não estão em uso. A proteção de plástico já vem de série e a tampa da caçamba suporta até 80 kg.

Outro diferencial no segmento é o local de instalação do pneu sobressalente (estepe), que fica embaixo da parte traseira do veículo, deixando a caçamba livre para o transporte de carga. O sistema é totalmente seguro, pois demanda o uso da chave do veículo para abertura e a tampa aberta.

DESENVOLVIDA NO BRASIL PARA SER ROBUSTA

A Renault Duster Oroch encarou diversos testes em condições extremas na Europa e na América do Sul, que comprovaram a confiabilidade e a robustez do veículo. A RTA (Renault Technology Americas), responsável pelo desenvolvimento da picape, percorreu no total 720 mil km para garantir uma ótima dirigibilidade em qualquer situação de uso, seja com a caçamba vazia ou carregada, com cinco ou apenas um passageiro, em temperaturas altíssimas ou abaixo de zero.

O conjunto de suspensões tem o mesmo conceito do Duster 4×4, mas com peças novas e reforçadas. Este conjunto confere à picape da Renault a robustez de um veículo de carga com a dirigibilidade de um carro de passeio, independentemente da caçamba estar completamente cheia ou vazia. Além disso, enfrenta qualquer tipo de terreno sem transmitir ao interior as vibrações e irregularidades do piso.

A suspensão traseira multilink independente e MacPherson é mais moderna do que a das picapes do mercado, sejam compactas ou médias. Além disso, esta suspensão garante maior conforto, menor nível de ruído e estabilidade aprimorada independente do piso.

A suspensão dianteira independente, do tipo MacPherson, traz molas helicoidais com barra estabilizadora. O sistema foi calibrado para garantir o máximo de estabilidade nas curvas sem abrir mão do conforto ao rodar.

Toda a parte traseira da cabine, inclusive a coluna “C”, foi reforçada. Também mudaram as longarinas, parede traseira da cabine (em concha para abrigar melhor cargas como motos e bicicletas) e o assoalho. Os pneus 215/65 R16 de uso misto são mais resistes em comparação com pneus 100% urbanos. A altura elevada em relação ao solo (206 mm) e os significativos ângulos de entrada (26º) e saída (20º) fazem a picape da Renault encarar os obstáculos urbanos com valentia.

O conforto acústico acompanha as mesmas evoluções do Duster 2016, que já havia notadamente evoluído no quesito. A picape recebeu novas vedações nas portas e janelas e o painel ganhou isolamentos.

MOTORES

A oferta de motores segue a linha Duster, com os confiáveis 1.6 16V e 2.0 16V. Ambos receberam evoluções em torque e potência em maio deste ano e foram avaliados com a nota “A” em consumo pelo Conpet.

O motor 2.0 16V tem 148 cv a 5.750 rpm quando abastecido com etanol e 143 cv a 5.750 rpm quando abastecido com gasolina. A oferta de torque é de 20,9 kgfm a 4.000 rpm, quando abastecido com etanol, e 20,2 kgfm a 4.000 rpm com gasolina.

Já o motor 1.6 16V oferece 115 cv a 5.750 rpm com etanol e 110 cv a 5.750 rpm com gasolina. Em torque, são 15,9 kgfm a 2.500 rpm, quando abastecido com etanol, e 15,1 kgfm a 2.500 rpm com gasolina.

Há duas ofertas de câmbio. Quando equipada com o motor 1.6 16V, a picape recebe uma transmissão manual de cinco velocidades do Duster 4×2, com a quarta e quinta marchas com relações mais longas. Já a versão movida pelo 2.0 16V traz o câmbio manual de seis marchas do Duster 4×4 também com relação final encurtada, o que garante mais agilidade.

Os motores da Duster Oroch são destaque no Programa Brasileiro de Etiquetagem Veicular (PBEV), elaborado pelo Conpet, com nota “A” em consumo de combustível em todas as versões, com os dois motores e câmbios.

Para reduzir o consumo, há funções como o EcoMode, que pode ser acionada por meio do botão localizado no painel central. Este modo limita a potência e o torque do motor, além de reduzir a potência do ar-condicionado, o que permite uma redução de 10% no consumo de combustível.

Outro recurso da picape é o indicador de trocas de marchas, Gear Shift Indicator (GSI), o qual auxilia o motorista a dirigir de forma econômica e eficiente ao sugerir quando reduzir ou aumentar a marcha para melhor aproveitar as características dos motores.

DESIGN MODERNO E ROBUSTO

As equipes do Technocentre, na França, e do Renault Design América Latina (RDAL), localizado em São Paulo, toparam o desafio de criar uma picape a partir de um SUV.  A ideia principal foi integrar o visual robusto e cheio de personalidade característico do SUV Duster em perfeita harmonia com uma ampla e versátil caçamba.

O primeiro capítulo desta história foi o show car Duster Oroch, revelado no Salão de São Paulo de 2014, que antecipava a proposta de uma picape inovadora em um segmento inédito. Agora é a vez da Duster Oroch, um modelo valente, inovador, com design harmonioso e tamanho na medida certa.

Assim como no SUV Duster, a grade frontal integra nova entrada de ar, o para-choque robusto com acabamentos em tom cinza e os faróis com duplo refletor óptico e luzes de rodagem diurna garantem um visual imponente e com forte personalidade. O conjunto óptico transmite ousadia e sofisticação. De perfil, destacam-se as linhas características do Duster, integrando com fluidez a caçamba de dimensões generosa com proteção de material plástico.

O para-choque traseiro se integra perfeitamente ao design do veículo e valoriza as dimensões da caçamba. O design exclusivo das lanternas em forma de flecha instaura uma identidade forte à traseira da picape da Renault.

O santantônio e o rack de teto estilizados foram criados em parceria com a engenharia da marca para unir design e funcionalidade. Eles proporcionam ao cliente a possibilidade de carregar até 80 kg no teto do carro e são extremamente úteis na hora de transportar cargas por permitir uma amarração segura.

Com os opcionais, a picape oferece um visual ainda mais aventureiro e robusto quando equipada com molduras nas caixas de rodas, alargador de para-lamas, grade de proteção no vidro traseiro, capota marítima e proteção frontal com faróis integrados.

A picape da Renault é vendida com rodas de liga leve aro 16 polegadas em todas as versões. Na Expression 1.6 as rodas têm cor alumínio. Já na Dynamique 1.6 e 2.0, as rodas são na cor cinza escuro, dando uma dinâmica única à Oroch.

A picape Renault Duster Oroch é lançada na exclusiva cor Verde Esmeralda, disponível para todas as versões. Trata-se de uma cor inspirada nas tendências da moda, esportes radicais e elementos da natureza que representam o universo do modelo.

CONECTIVIDADE E PRATICIDADE

O Media NAV Evolution oferece o máximo em conectividade ao permitir acesso as mídias sociais, Facebook e Twiter, e consultar por meio do aplicativo Aha, via smartphone, a várias informações que facilitam o dia a dia, como opções de hotéis que constam na base de dados TripAdvisor®, opções de restaurantes da base de dados Yelp®, informações climáticas da base Custom Weather e acesso a web rádios de todo o mundo.

O sistema ainda facilita a vida do motorista ao oferecer informações de trânsito em tempo real para algumas cidades e sugerindo novos caminhos mais rápidos e eficientes, graças as atualizações por meio da tecnologia TMC (Traffic Message Channel).

Para os usuários do celular iPhone é possível utilizar as facilidades do aplicativo SIRI, o qual capta o comando voz do motorista. Assim é possível realizar buscas de músicas e pessoas da lista de contatos sem tirar as mãos do volante.

O sistema traz ainda informações como temperatura externa, o Eco-Coaching e o Eco-Scoring. O conteúdo é acessado através de uma tela de sete polegadas sensível ao toque no centro do painel.

A picape Duster Oroch ainda traz piloto automático com limitador e controlador de velocidade, na versão Dynamique 1.6 e 2.0, e vidros com acionamento elétrico traseiro em todas as versões. A lista de itens de série inclui airbags duplos, freios ABS, direção hidráulica, sistema CAR (travamento automático a 6 km/h), computador de bordo com seis funções e abertura interna do tanque de combustível.

VERSÕES

A picape Renault Duster Oroch é oferecida em três versões, com duas motorizações e duas opções de câmbio:

  • Expression 1.6 16V Flex câmbio manual de cinco marchas: airbag duplo, freios com ABS, direção hidráulica, travas elétricas, volante com regulagem da altura, ar-condicionado, rodas aro 16 polegadas de liga leve na cor “Alumínio”, alerta sonoro de luzes acesas, rádio CD MP3 com 4 alto falantes (3D Sound by Arkamys) + USB + Bluetooth, vidros elétricos, alarme perimétrico, chave com comando de travamento a distância, comando de áudio e celular na coluna de direção (comando satélite), assento do condutor com regulagem de altura, desembaçador do vidro traseiro, sistema CAR (travamento automático das portas a 6 km/h), barras no teto, santantônio, protetor de caçamba. Opcionais: retrovisores externos com regulagem elétrica e faróis de neblina.
  • Dynamique 1.6 16V Flex câmbio manual de cinco marchas e Dynamique 2.0 16V câmbio manual de seis marchas: adiciona Media NAV Evolution com funções Eco-Coaching e Eco-Scoring, faróis de neblina, rodas aro 16 polegadas de liga leve na cor “Cinza Escuro”, piloto automático, comando elétrico dos retrovisores, sensor de estacionamento, volante com acabamento em couro, computador de bordo, indicador de temperatura externa e vidros do motorista com comando one touch. Opcionais: bancos em couro.

ACESSÓRIOS

A picape Renault Duster Oroch dispõe de uma linha completa de acessórios, desenvolvida para potencializar a versatilidade e robustez do veículo. O extensor de caçamba permite aumentar o comprimento em 603 mm (ou seja, 1.350 mm + 603 mm) e levar cargas de até 2 metros em diagonal, além de ampliar a capacidade de carga em 306 litros (ou seja, 683 litros + 306 litros). Depois de recolhido e colocado dentro da caçamba, o extensor pode ser usado como divisória, criando dois espaços separados para a carga. Além disso, o extensor pode ser esticado e travado, servindo como uma rampa para subir motos e bicicletas na caçamba.

A praticidade fica por conta do suporte de bicicleta para caçamba, com operação simples e rápida. Outro destaque é a barra de teto transversal, que permite transportar com segurança bike, stand up paddle, prancha de surf e até caiaque na parte de cima do veículo.

Alguns itens deixam o visual da picape ainda mais aventureiro, como o protetor frontal com faróis adicionais, o alargador de para-lamas e a grade de proteção do vidro traseiro.

A linha de acessórios ainda oferece itens como capota marítima, estribos, apoio de braço central, caixa multibox para caçamba, cooler 12v, DVD portátil e câmera de ré.

Além de personalizar e/ou aumentar os níveis de conforto da Renault Duster Oroch, o cliente que instala qualquer um dos itens da linha de acessórios original mantém inalterados todos os benefícios da garantia do veículo de três anos.

PRÉ-VENDA: TODOS QUEREM CONHECER A DUSTER OROCH

A Renault vem divulgando esse lançamento desde o final de 2014, quando apresentou no Salão do Automóvel de São Paulo o show car Duster Oroch (veículo desenhado pelo centro de Design da Renault no Brasil com tema kite surf), que fez bastante sucesso no mercado e tornou-se a principal atração do salão.

No Salão de Buenos Aires, em julho, a Renault mostrou pela primeira vez a Duster Oroch ao público. Não diferente da aparição do protótipo no Salão de São Paulo, esse evento também foi um sucesso e gerou mais de 5 milhões de visualizações das matérias no Facebook em menos de 24hs.

Neste quase um ano de aparições em eventos, feiras especializadas do segmento, exposições em shoppings e derivados, 25 mil clientes se cadastraram no site da Renault com interesse no veículo.

Com intuito de dar um tratamento diferente para todos esses consumidores que tem acompanhado esse lançamento desde o início, a Renault está lançando uma campanha de pré-vendas em todas as suas concessionárias durante as últimas semanas do mês de outubro. Nesse período, os consumidores poderão realizar um test-drive e poderão também efetuar um pedido de reserva do veículo para que sejam os primeiros a dirigir essa novidade assim que iniciada a venda.

MY RENAULT: NOVO CONCEITO DE RELACIONAMENTO COM CLIENTES

Os clientes da marca contam ainda com o My Renault, uma plataforma digital inovadora que disponibiliza para os proprietários de veículos Renault uma série de informações sobre seu carro além de ofertas exclusivas de produtos e serviços e novidades em primeira mão.

O My Renault é a página pessoal e exclusiva do proprietário do veículo Renault que tem, num só local, todas as informações referentes ao seu carro: desde o manual até dicas para redução de consumo de combustível. Lá também são oferecidas dicas culturais e de viagens.

Entre os benefícios, o My Renault traz ofertas que vão desde o desconto na compra de acessórios e troca de óleo até “up grades” de versões e pintura metálica grátis na compra de um veículo novo.

Fonte: Assessoria de Imprensa da Renault

Comente aqui


Mopar Trikke chega às concessionárias Fiat

A Mopar, marca de acessórios, peças e serviços da FCA, estende as vendas do triciclo elétrico Trikke para a rede de concessionárias Fiat

Buscando ampliar e atender todos os públicos das marcas do grupo FCA, a Mopar passa a oferecer o Trikke, um triciclo elétrico extremamente prático, seguro e divertido, nas concessionárias Fiat em todo o Brasil. “Com a expansão das vendas do Trikke na rede Fiat, a Mopar demonstra sua atenção com as pessoas, oferecendo produtos e serviços diferenciados, além de muito divertido como no caso do Trikke”, afirma Norberto Klein, diretor da Mopar para a América Latina.

Desenvolvido para circular em espaços fechados, como parques e condomínios, o Trikke Elétrico se destaca pela facilidade de condução. A segurança é garantida pelo exclusivo sistema que mantém as três rodas em contato com o solo.  A boa aderência é garantida nas curvas, feitas inclinando-se o corpo na direção desejada (de forma semelhante à de uma motocicleta). Sua pilotagem é extremamente intuitiva, divertida, prática e segura.

A tração é proveniente do motor elétrico de 36 volts e 250 watts, montado na roda dianteira. Alimentado uma bateria de íon de lítio de 9.000 mA/h e 324 watts, o Mopar Trikke pode ser recarregado em qualquer tomada doméstica e sua reposição total leva aproximadamente 5 horas na rede de 220 volts. Com a bateria completa, a autonomia é de 25 km e a velocidade máxima é de25 km/h. Os freios são a disco nas rodas traseiras, com travas de estacionamento.

Além de divertido, o Mopar Trikke é extremamente versátil, podendo ser utilizado em aplicações profissionais, como vigilância em condomínios e shopping centers, por exemplo. Ajustável em altura, o guidão pode ser dobrado, fazendo o Mopar Trikke ocupar somente 25% do seu tamanho total, o que facilita muito seu transporte. O peso total é de apenas 24,5 kg.

Projetado na Califórnia (EUA) e com peças também norte-americanas, o Mopar Trikke será vendido exclusivamente na cor vermelha e tem preço sugerido de R$ 5.400,00.

Fonte: FCA Press

Comente aqui


Novo Uno Fiat Fun ganha versão carrinho de controle remoto

Produzido pela CKS, brinquedo é ideal para público infantil
As crianças já podem escolher o presente para o dia 12 de outubro. O carrinho de controle remoto do Novo Uno Fiat Fun acabou de chegar ao e-commerce Fiat Fashion e a lojas especializadas de todo o Brasil. Lúdico e divertido, o brinquedo foi desenvolvido para atender o público até 5 anos, e apresenta layout e controle remoto adequados a faixa etária.
O lançamento faz parte da linha infantil Fiat Fun, que criou uma personalidade específica para os carros da montadora, transformando Palio, Strada, Fiat 500, Novo Uno, Doblo, Idea e Punto em personagens. O modelo Novo Uno, primeiro lançamento da coleção de carrinhos de controle remoto, é o descolado, divertido, alegre, engraçado, tem atitude e é ligado à música, por isso traz no design o fone de ouvido. A linha deve contar em breve com as miniaturas dos outros modelos. O carrinho Novo Uno Fiat Fun está disponível em seis cores: vermelho, azul, amarelo, verde, roxo e rosa. Também acompanha controle com 3 funções de direção.
O carrinho de controle remoto Novo Uno Fiat Fun foi desenvolvido pela CKS, empresa líder no mercado de miniaturas motorizadas e que há cinco anos produz todas os carrinhos de controle remoto dos modelos Fiat.
Fonte: Fiat Press
Comente aqui


Fiat Siena EL 2016 chega às concessionárias com novidades

imagem

Dentro de um dos principais segmentos do mercado, o de sedãs compactos, o Siena também é um dos sucessos de vendas da Fiat. O modelo possui uma identidade forte nesta categoria, oferece uma excelente relação de custo-benefício, além de uma ótima opção de compra para quem busca economia de combustível e manutenção. A linha 2016 do Fiat Siena EL apresenta novidades para manter sua atratividade.

Além das características já reconhecidas pelos consumidores, como o seu amplo porta-malas com capacidade para 500L, o Siena EL 2016, tanto na versão 1.0 como na 1.4, chega oferecendo mais conforto a bordo, renovação no visual interno e oferta de conteúdos que permitem um visual mais clássico ou esportivo. Confira:

– Novos painéis de portas dianteiros e traseiros de série, que passam mais modernidade ao modelo;

– Entre os opcionais, ganha em sua lista de conteúdos porta-óculos, painéis de portas em tecido e minissaias pintadas na cor do veículo, trazendo mais praticidade e esportividade ao modelo.

Confira os principais conteúdos do Siena EL, além dos novos itens citados acima:

– Volante com regulagem de altura;

– Ar-condicionado;

– Vidros elétricos com função one touch e antiesmagamento;

– Travas elétricas;

– Sensor de estacionamento traseiro;

– Banco do motorista com regulagem de altura;

– Rádio Connect com Bluetooth e USB;

– Computador de bordo;

– Follow me Home;

– Rodas em liga 14”;

– Faróis com máscara negra;

– Faróis de neblina;

– Spoiler traseiro.

E mais, quem visitar a Rede de Concessionárias Fiat vai encontrar condições especiais para o Siena EL 2015 até o fim do estoque.

Confira os preços abaixo da linha 2016:

Siena EL 1.0 Flex – R$ 35.770

Siena EL 1.4 Flex – R$ 38.500

Fonte: FCA Press

Comente aqui


Lamborghini Huracán LP 610-4 Spyder: desempenho e estilo a céu aberto

 

  • A tecnologia e o desempenho da Huracán, agora com a emoção de pilotar ao ar livre
  • Teto leve de comando eletrohidráulico para o mais autêntico estilo Spyder
  • Motor V10 aspirado de 5,2l com 610 cavalos de potência
  • 0 a 100 km/h em 3,4s e velocidade máxima de 324 km/h
  • Tecnologia de ‘cilindro on demand’ combinada ao sistema stop-and-start reduz emissão de CO2

Sant’Agata Bolognese/Frankfurt – 14.09.2015 – A Automobili Lamborghini vai apresentar a nova Huracán LP 610-4 Spyder na edição 2015 do Salão de Frankfurt – que será aberta ao público na próxima quinta-feira, dia 17. A versão cabriolet da Huracán LP 610-4 combina o desempenho surpreendente da versão coupé à emoção de uma pilotagem a céu aberto.
“A Huracán LP 610-4 Spyder é o próximo capítulo na história de sucesso do modelo dotado de motor V10 aspirado, e dá continuidade à tradição de cabriolets da Lamborghini”, destaca Stephan Winkelmann, Presidente e CEO da Automobili Lamborghini. “A Huracán Spyder combina a inovação, desempenho e apelo da Huracán Coupé, com novas tecnologias e uma dimensão emocional extra. Sua antecessora, a Gallardo Spyder, foi o modelo mais vendido entre todos os cabriolet já produzidos pela Lamborghini. Então a expectativa é que a Huracán Spyder a supere em todos os aspectos”.
A nova Huracán Spyder representa tecnologia inovadora, qualidade acima da média e uma performance surpreendente. Luxo e conforto em design dinâmico garantem um modelo icônico. A capota de tecido é leve e tem comando eletrohidráulico, garantido um visual único tanto aberta, quanto fechada.
Equipada com um motor V10 aspirado de 5,2 litros que gera 610 cavalos de potência, a Huracán Spyder acelera de 0 a 100 km/h em 3,4 segundos. E sua velocidade máxima é de 324 km/h. O carro já conta com as novidades que vão integrar a linha 2016 de toda a família Huracán, incluindo os sistemas de “cilindro on demand” e “stop start”, além da nova configuração de controle eletrônico de tração.
Especificações técnicas
Chassis: Híbrido composto de alumínio e fibra de carbono
Carroceria: Alumínio e materiais compostos; capota em tecido
Suspensão: Double-wishbone de alumínio
Freios: Discos em carbocerâmica (380 x 38 mm na frente / 356 x 32 mm na traseira)
Pneus: Pirelli 245/30 R20 (frente) – 305/30 R20 (traseira)
Motor: V10 90º de 5,2l
Taxa de compressão: 12,7:1
Potência máxima: 610 cv a 8250 rpm
Torque máximo: 560 Nm a 6500 rpm
Tração: Integral com embreagem multi-plate eletrohidráulica
Transmissão: 7 marchas LDF de dupla embreagem
Velocidade máxima: 324 km/h
Aceleração de 0 a 100 km/h: 3,4s
Aceleração de 0 a 200 km/h: 10,2s
Comprimento: 4459 mm
Distância entre-eixos: 2620 mm
Largura: 2236 mm
Altura: 1180 mm
Peso (seco): 1542 kg
Peso/Potência: 2,53 kg/cv
Distribuição de peso: 43% (frente) / 57% (traseira)
Fonte:
Lamborghini São Paulo | Grupo Via Italia

Comente aqui


Salão de Frankfurt: Rolls-Royce apresenta o novo “Dawn” nesta terça-feira

A edição 2015 do Salão de Frankfurt, na Alemanha, será aberta ao público na próxima quinta-feira (17/9). Mas já na terça (dia 15), quando o IAA é aberto à imprensa, o mundo poderá ver fisicamente o mais novo lançamento da Rolls-Royce Motor Cars: o Dawn.
Apresentado virtualmente no último dia 08 de setembro, o Dawn representa uma nova família de veículos produzida em Goodwood, na Inglaterra. Mas, acima disso, abre uma nova era entre os carros cabriolet ultra-luxuosos.
“O Rolls-Royce Dawn promete surpreender como nenhum outro Rolls-Royce até hoje. É o início de uma nova era de cabriolets super-luxuosos. Uma experiência única para quem aprecia um passeio com capota aberta. Resumidamente, o mais sexy Rolls-Royce já construído”, destaca Torsten Mueller-Oetvoes, CEO da Rolls-Royce Motor cars.
Um carro totalmente novo
O Rolls-Royce Dawn não é uma versão cabriolet do Wraith. 80% dos painéis que constituem o exterior do Dawn foram desenvolvidos para acomodar a evolução do design Rolls-Royce e dar corpo a uma arquitetura “drophead” altamente moderna e luxuosa.
O objetivo sempre foi muito claro: fazer o que nenhum outro fabricante fez até hoje. Um carro de visual inigualável tanto com a capota aberta, quanto fechada. Um resultado que talvez possa ser considerado como um carro 2 em 1.
Com a capota baixada, a sensualidade do Rolls-Royce Dawn fica ainda mais evidente. A inclinação acentuada do pára-brisas, a linha que flui ao longo dos pára-lamas e a linha de cintura alta que aumenta a impressão de fluidez.
Busque a perfeição em tudo que você faz
O “quase certo” ou o “bom o suficiente” não fazem parte do vocabulário da Rolls-Royce Motor Cars. Mesmo fundada há 111 anos, a empresa não abre mão do lema de seu co-fundador Sir Henry Royce, que diz: “Busque a perfeição em tudo o que você faz. Pegue o melhor que já existe e deixe-o ainda melhor. Quando isso não existir, construa. Não aceite nada quase certo ou bom o suficiente”.
Foi esta última frase que guiou os times de design e engenharia da Rolls-Royce durante o desenvolvimento do Dawn. Assim nasceu o mais moderno cabriolet super-luxuoso de quatro lugares do mundo.
Como um novo amanhecer para a indústria automotiva, o Dawn cumpre sua promessa de abrir uma nova era já que até mesmo os pneus que conectam o carro à estrada, foram especialmente desenvolvidos para ele.
Balé silencioso
Principal característica do Dawn, o teto é fruto de uma atenção exclusiva de engenharia e produção. Quando fechado, ele garante o silêncio interno típico de um Rolls-Royce – e a operação de abrir e fechar, além de praticamente sem ruídos, é concluída em 20 segundos a velocidades de até 50 km/h.
Para manter o romantismo e as características tradicionais de um cabriolet, adotou-se um teto de tecido. Este foi o maior desafio para os engenheiros da Rolls-Royce: construir o cabriolet mais silencioso do mundo. Silêncio, aliás, que é a tônica da construção de todo o carro.
O resultado, como sempre é de se esperar em um Rolls-Royce, é incrível. O Dawn tem o segundo maior teto de tecido em produção da indústria automotiva. Está atrás somente de outro Rolls-Royce: o Phantom Drophead Coupé.
2+2 não são quatro
“No mundo da Rolls-Royce, as normas da matemática nem sempre se aplicam. Por isso eu digo que no caso do Dawn, dois mais dois não são quatro” afirma Giles Taylor, Diretor de Design da Rolls-Royce Motor Cars.
Ao estudar o setor de carros cabriolet, especificamente no nicho de super luxo, ficou claro para a Rolls-Royce que os clientes não tinham opções à altura de suas expectativas. O foco em uma configuração específica – 2+2 – era, na visão da Rolls-Royce, um compromisso muito distante.
A 2+2 é uma configuração que, usualmente, favorece o motorista e o passageiro da frente, deixando na parte traseira assentos que atendem somente passageiros menores ou crianças. Para a Rolls-Royce, uma configuração “anti-social”.
“Na Rolls-Royce, nos orgulhamos por criar carros luxuosos que também servem como espaços sociais”, comenta Taylor. “A ideia de criar um carro como o Dawn, para ser usado apenas por dois adultos no dia-a-dia seria um desperdício. Por isso, aceitamos o compromisso com conforto e luxo para quatro adultos que querem viajar juntos no auge do estilo”.
As primeiras unidades do Rolls-Royce Dawn tem previsão de entrega para o segundo trimestre de 2016. Para o Brasil, ainda não há previsão da chegada do novo modelo.

Ficha técnica
Dimensões
Comprimento: 5285 mm
Largura: 1947 mm
Altura: 1502 mm
Distância entre-eixos: 3112 mm
Diâmetro de curso: 12,7 m
Peso (DIN): 2560 kg
Motor
V12 de 6,6 l / Biturbo / 48 válvulas
Injeção direta de combustível
Potência: 563 cv a 5250 rpm
Torque máximo: 780 Nm a 1500 rpm
Taxa de compressão: 10:1
Desempenho
Velocidade máxima: 250 km/h (limitada)
Aceleração de 0 a 100 km/h: 4,9s
Fonte:
Rolls-Royce Motor Cars São Paulo

Comente aqui


Visual esportivo é destaque do Sandero GT Line

SANDERO GT LINE

Junto com a versão R.S.2.0, a Renault está lançando o Sandero GT Line, que também leva a assinatura da divisão Renault Sport.

O Sandero GT Line se destaca pelo visual esportivo, com rodas de 16 polegadas com desenho específico, novo para-choque exclusivo, nova grade frontal, aerofólio, difusor e saias laterais.

A cor Dark Metal foi escolhida para ressaltar detalhes esportivos, como rodas, aerofólio, difusor, moldura dos faróis de neblina e capas dos espelhos retrovisores.

O interior também tem um toque esportivo, graças aos bancos com tecnologia CCT na cor preta, revestimento específico que lembram a fibra de carbono e bordado com a identidade visual da Renault Sport no apoio de cabeça, volante de couro com a inscrição GT Line. Os detalhes na cor azul estão presentes nas costuras do banco, volante e manopla do câmbio, além dos aros da saída de ar e do velocímetro.

As mudanças estéticas (internas e externas) incorporadas no Sandero GT Line foram concebidas pela equipe do Renault Design América Latina (RDAL), o estúdio de Design da marca no continente americano, que fica em São Paulo.

A versão GT Line satisfaz o interesse dos clientes que procuram um veículo com visual esportivo, sem abrir mão do espaço interno e da robustez, qualidades que fazem o Sandero se destacar no mercado nacional. Um rápido passar de olhos é o suficiente para se perceber que a versão GT Line tem atributos que o diferenciam das demais versões do Sandero.

O motor 1.6 8V Hi-Power gera 106 cv quando abastecido com etanol e 98 cv com gasolina. O torque máximo é 15,5 kgfm com etanol e 14,5 kgfm com gasolina. Um fator importante é a disponibilidade de 85% do torque a partir de 1.500 rpm, garantindo a agilidade do carro, em especial no trânsito urbano, além de retomadas de velocidade mais rápidas, qualidade importante na estrada.

Com preço sugerido de tabela de R$ 48.990, a versão GT Line sai de fábrica com uma extensa lista de itens de série, que inclui ar-condicionado automático, sensor de estacionamento e Media NAV Evolution, que além de rádio, Bluetooth e GPS, traz informações de trânsito em tempo real e possibilidade de acessar mídias sociais por meio de um aplicativo via smartphone, além de novas funções como temperatura externa, o Eco-Coaching e o Eco-Scoring.

 

LISTA DE EQUIPAMENTOS

 

 

Versões Sandero GT Line
ÁUDIO & MULTIMÍDIA
4 alto-falantes (3D Sound By Arkamys)
Sistema multimídia Media NAV Evolution com tela touchscreen 7”, navegação GPS, rádio, conexão Bluetooth, USB com Eco Coaching e Eco Scoring
CONFORTO
Ar-condicionado automático
Banco do motorista com regulagem em altura
Bancos CCT (Cover Carving Technology) com revestimento exclusivo
Comando de abertura das portas por radiofrequência
Direção hidráulica com regulagem em altura
Retrovisores com regulagem elétrica
Travas elétricas das portas
Vidros dianteiros elétricos
Vidros traseiros elétricos
Vidros verdes
CONVENIÊNCIA
Abertura interna do reservatório do combustível
Abertura interna do porta-malas
Acelerador eletrônico
Alarme sonoro de advertência de luzes acesas
Banco traseiro com encosto rebatível
Bolsas integradas na parte traseira dos bancos dianteiros
Computador de bordo multifunções
Conta-giros
Indicador de troca de marcha
Indicador de temperatura externa
Relógio
Iluminação do porta-malas
Indicador do reservatório de combustível da partida a frio
Luz interna na dianteira do teto
Iluminação do porta-luvas
Para-sol do motorista com espelho de cortesia oculto
Para-sol do passageiro com espelho de cortesia
Porta-copo / objetos no console central dianteiro
Porta-copo / objetos no console central traseiro
Porta-objeto nas portas dianteiras
Sensor de estacionamento
Temporizador do limpador do para-brisa
Tomada de energia (12 volts)
ESTILO
Arcos de proteção nas caixas de rodas dianteiras e traseiras na cor preta
Coluna central com acabamento na cor preta (exceto veículo na cor preta)
Difusores de ar laterais pintados
Puxador de porta pintado
Maçanetas externas na cor da carroceria
Maçanetas internas na cor cromo brilhante
Manopla da alavanca de câmbio com detalhe cromado
Grade dianteira inferior esportiva
Proteção de soleira nas portas dianteiras
Retrovisores na cor preta
Repetidor nos espelhos retrovisores
Revestimento completo do porta-malas
Revestimento da alavanca do freio-de-mão
Volante revestido em couro com inscrição GT Line
PNEUS & RODAS
Roda Interlagos em liga-leve aro 16″
SEGURANÇA
Airbags do motorista e passageiro dianteiro
Alarme perimétrico
Alças de segurança no teto (1 dianteira e 2 traseiras)
Apoios de cabeça dianteiros reguláveis em altura
Apoios de cabeça traseiros reguláveis em altura
Bloqueio de ignição por ” transponder”
Barras laterais de proteção nas portas
Brake-light
Cintos de segurança dianteiros e laterais traseiros retráteis de 3 pontos
Cintos de segurança dianteiros reguláveis em altura
Desembaçador do vidro traseiro
Faróis de neblina
Freios ABS
Sistema CAR – travamento automático a 6 km/h
Trava para crianças nas portas traseiras
Legenda
CORES * Branco Glacier
Prata Etoile
Preto Nacré

 

FICHA TÉCNICA: SANDERO GT LINE

 

Arquitetura

Carroceria monobloco, 2 volumes, 5 passageiros, 4 portas

Motor

Quatro tempos, bicombustível (gasolina e/ou etanol),

quatro cilindros em linha, 8 válvulas

Tração
Dianteira
Cilindrada

1.598 cm³

Diâmetro x curso

79,5 mm x 80,5 mm

Taxa de compressão

12:1

Potência máxima (ABNT)

98 cv (gasolina) @ 5.250 rpm / 106 cv (etanol) @ 5.250 rpm

Torque máximo (ABNT)

14,5 kgfm (gasolina) @ 2.850 rpm / 15,5 kgfm (etanol) @ 2.850 rpm

Alimentação

Injeção eletrônica multiponto sequencial

Pneus/rodas

Roda de liga leve 195/55 / R16

Suspensão dianteira

Tipo MacPherson, triângulos inferiores, amortecedor hidráulicos telescópicos com molas helicoidais

Suspensão traseira

Rodas semi-independentes, molas helicoidais e amortecedores hidráulicos telescópicos verticais com efeito estabilizador

Freios

Dianteiros: discos ventilados de 258 mm de diâmetro e 22 mm espessura.

Traseiros: tambores com 203 mm de diâmetro

Direção

Hidráulica, diâmetro giro 10,6 m

Câmbio

Manual, 5 velocidades e marcha ré

Relações de marcha

1ª………………….3,73:1

2ª………………….2,05:1

3ª………………….1,32:1

4ª………………….0,97:1

5ª………………….0,76:1

Ré…………………3,55:1

Diferencial………4,36:1

Tanque de combustível

50 litros

Porta-malas

320 litros

Carga útil

450 kg

Peso (em ordem de marcha)

1.075 kg

Entre eixos

2.590 mm

Comprimento

4.068 mm

Altura

1.536 mm

Largura (sem retrovisores)

1.733 mm

Aceleração 0 a 100 km/h

11,2 segundos (gasolina) / 11,0 segundos (etanol)

Velocidade máxima

177 km/h (gasolina) / 179 km/h (etanol)

FONTE: ASSESSORIA DE IMPRENSA RENAULT

 Caique Ferreira

Glenda Pereira (Produto)

Marcelo Cosentino (Produto)

Adriana Costa (Institucional)

Ubirajara Alves (Institucional)
Comente aqui


Renault Sandero R.S. 2.0: um legítimo hot hatch

O carro mais vendido da Renault no Brasil acaba de ganhar um sobrenome de peso. Trata-se do Sandero R.S. 2.0, o primeiro R.S. fabricado e vendido no Brasil. O modelo manteve o mesmo DNA do famoso Sandero, mas traz importantes mudanças mecânicas (motor, câmbio, suspensão, freios, entre outras) e estéticas.

Desenhado e desenvolvido pela Renault Sport, em conjunto com as equipes de design e engenharia da América Latina, o Sandero R.S. 2.0 é um legítimo esportivo. Com motor 2.0 aspirado, que entrega 150 cv e 20,9 kgfm com etanol, associado a um câmbio manual de 6 velocidades com relações curtas para maior esportividade, o “hot hatch” atinge a velocidade máxima de 202 km/h e vai de 0 a 100 km/h em apenas 8,0 segundos, chegando a 1.000 m em 29,4 segundos com o veículo parado. O Renault Sandero R.S. 2.0 se destaca por sua capacidade de proporcionar sensações esportivas desde o primeiro toque no acelerador, além de muito prazer na utilização diária.

Além do propulsor, as principais alterações em relação ao Sandero Dynamique são as novas regulagens de suspensão, o assistente de arrancada em subida (HSA), o sistema de freios a disco nas quatro rodas, o controle eletrônico de estabilidade (ESP) com regulagem específica R.S. e o sistema de direção eletro-hidráulica (EPHS), além dos três modos de condução que podem ser selecionados através do botão “R.S. drive”: Standard, Sport e Sport+ com o ESP desligado.

Por fora, as principais diferenças visuais ficam por conta dos novos para-choques (dianteiros e traseiros), rodas 195/55 R16 com acabamento ‘Black Aluminium’ (opcional rodas 205/45 R17), saias laterais, do spoiler traseiro, dupla saída do escapamento,  espelhos retrovisores na cor preta brilhante e inscrição R.S. abaixo do logotipo Renault na grade dianteira e também na tampa traseira.

O interior é inspirado em um cockpit, com pedaleiras de alumínio, além de bancos e volante esportivos exclusivos. As cores e grafismos do painel de instrumentos são específicos da versão R.S., as saídas de ar ganharam detalhes na cor vermelha e os puxadores das portas são na cor Dark Metal.

O Renault Sandero R.S. 2.0 é um carro completo e vem de série, entre outros itens, com sistema de ar-condicionado automático e Media NAV Evolution, a moderna central multimídia integrada ao painel com tela de 7 polegadas touchscreen, que oferece bem mais do que GPS, Bluetooth® e rádio.

O Sandero R.S. 2.0 tem preço sugerido de R$ 58.880. Com rodas de 17 polegadas, o único opcional, o modelo custa R$ 59.880.

 

Divisão esportiva

A Renault Sport é a divisão da marca voltada ao automobilismo e veículos esportivos. Foi fundada em 1976 com a fusão dos departamentos de competição da Alpine e da Gordini. Hoje é responsável por fabricar, projetar, desenvolver e comercializar uma gama completa de carros esportivos e de corrida. São três níveis de esportividade: GT Line, com mudanças estéticas; GT, além da estética, tem preparação na mecânica; e a linha R.S., que representa o máximo da esportividade.

Ao ano, vende mais de 37 mil modelos especialmente preparados em todo o mundo e já fabricou mais de 1.000 monopostos. A divisão também é responsável por competições como a World Series by Renault e os campeonatos de monopostos da Fórmula Renault, atraindo 500.000 espectadores ao ano por toda a Europa, e cujas categorias constituem um fantástico trampolim para os futuros pilotos da Fórmula 1. Atualmente, 60% dos pilotos da Fórmula 1 já competiram em provas da Fórmula Renault. A Renault Sport também tem um sólido envolvimento na categoria de monopostos elétricos com a equipe E.dams-Renault, que venceu o primeiro campeonato FIA de Fórmula E neste ano.

 

Design alinhado à esportividade

O Renault Sandero R.S. 2.0 reúne as características esportivas essenciais da Renault Sport. O modelo adota elementos de design esportivo específicos dos modelos da divisão esportiva da marca.

  • O para-choque dianteiro específico com desenho das lâminas em estilo F1, remete à máscara dianteira dos carros de Fórmula 1.
  • Os faróis com molduras negras e a grade exclusiva contribuem para a esportividade e melhoram a alimentação do ar do motor.
  • Os faróis com luzes diurnas (DRL) em LED, únicos na gama Sandero, dão modernidade e tecnologia à dianteira do modelo.
  • As rodas de 16’’ do tipo Pit Lane (rodas 17’’ Grand Prix como opcional) contribuem para a performance e o visual.
  • Na lateral, as saias dão sustentação ao perfil do carro.
  • O aerofólio traseiro melhora a estabilidade e a aerodinâmica, permitindo mais 25 kg de “down force” em alta velocidade, além de remeter à sua alta performance.
  • O difusor de ar tipo F1 com saídas duplas de escapamento do lado esquerdo reforçam o caráter esportivo do carro.
  • As faixas na parte inferior lateral conferem um visual ainda mais esportivo. Os retrovisores são pintados na mesma cor preta das rodas.
  • Os emblemas R.S. localizados sob o logo da Renault na grade frontal e na traseira junto com o nome Renault Sport exibem orgulhosamente que o novo Renault Sandero R.S. 2.0 pertence à linhagem de hatches esportivos da marca.

No interior, vários detalhes remetem ao cockpit de carros esportivos. Bancos dianteiros, volante, manopla de câmbio e pedaleiras são exclusividades do Sandero R.S. 2.0. Com estrutura envolvente, os bancos com desenho específico proporcionam conforto e a sustentação lateral própria para as corridas. Já os apoios de cabeça são gravados com a assinatura R.S.. O revestimento tem um visual esportivo com tecido em dois tons de cinza, com pespontos na cor vermelha, além de um adorno constituído por uma faixa vertical. Com diâmetro 10 mm menor que o do Sandero Dynamique, o volante de três raios é revestido por couro preto pespontado em vermelho e tem pegada esportiva. As saídas de ar, as maçanetas e os mostradores do painel têm moldura na cor Dark Metal.  O velocímetro tem o fundo serigrafado nas cores vermelha, cinza e preta com agulhas diferenciadas também na cor vermelha. As pedaleiras, específicas do Sandero R.S. 2.0, são de alumínio e acompanham um descanso para os pés.

 

Design executado em conjunto pelo Renault Design América Latina e o Renault Technocentre

Todo o know-how da Renault Sport foi aplicado no desenvolvimento do Sandero R.S. 2.0, que tem projeto realizado em conjunto com o Renault Design América Latina, que fica em São Paulo, e o Technocentre da Renault Sport, na França, em colaboração com centros de engenharia locais.

 

 Máximas sensações ao volante

Assim como todos os carros da Renault Sport, o Renault Sandero R.S. 2.0 é fabricado com uma sólida estrutura de chassi e motor. O motor 2.0 (F4R) entrega 150 cavalos de potência e 20,9 kgfm de torque com etanol. Com sua caixa de câmbio manual de 6 velocidades e relações curtas, o motor entrega uma ótima performance, que é intensificada pelo peso de apenas 1.161 kg (proporcionando uma excelente relação peso-potência de 7,74 kg/cv.).

Com uma velocidade máxima de 202 km/h e aceleração de 0 a 100 km/h em 8 segundos, atingindo 1.000 m em 29,4 segundos com o veículo parado, o Renault Sandero R.S. 2.0 se destaca por sua capacidade de proporcionar sensações esportivas desde o primeiro toque no acelerador, além de muito prazer na utilização diária.

O sistema de escape tem cano de escapamento de diâmetro 0,5 mm mais largo, um novo silencioso traseiro, além de saída dupla do escapamento, proporcionando um som envolvente e contribuindo para a performance do Renault Sandero R.S. 2.0.

Quando o propulsor de 2 litros é acionado, o som rouco e provocador que sai do escapamento garante sensações esportivas ao volante, impressão que é realçada quando o carro entra em ação. O Renault Sandero R.S. 2.0 é equipado com o exclusivo sistema R.S. Drive, que permite que o condutor selecione o modo de condução esportiva com o simples apertar do botão R.S., localizado no console central:

  • Modo Standard: não precisa ser ativado. O ESP fica ligado e o indicador de trocas de marchas está programado visando o baixo consumo.
  • Modo Sport: pedal com respostas mais rápidas, ronco do motor mais esportivo, desaceleração mais lenta, marcha-lenta aumentada para 950 rpm e alerta sonoro da troca de marcha, permitindo uma condução esportiva. É acionado ao pressionar o botão R.S..
  • Modo Sport+: todos os recursos listados acima, além do desligamento do ESP/ASR, permitindo uma condução esportiva, aproveitando plenamente todo o potencial do carro. É acionado através de uma longa pressão no botão R.S..

 

Suspensão esportiva

Com sua distância do solo 26 mm menor que o Sandero Dynamique, o Renault Sandero R.S. 2.0 proporciona sensações esportivas ao mesmo tempo em que se mantém confortável e seguro para uso no dia a dia.

O Sandero R.S. 2.0 tem barras estabilizadoras frontais 17% mais rígidas e um eixo traseiro 65% mais rígido em comparação com o Sandero Dynamique. As novas molas são mais firmes (aumento de 92% na frente e 10% atrás), combinadas a amortecedores hidráulicos exclusivos, com batentes em poliuretano. Adaptados à geometria específica do modelo, os amortecedores absorvem as vibrações da pista de forma progressiva e têm uma vida útil maior. O ângulo de inclinação da carroceria a 1º/g de aceleração centrífuga foi reduzido em um terço, atingindo 3.8°/g, comparado aos 5.6°/g do Sandero Dynamique.

Parte das sensações proporcionadas por um modelo Renault Sport é fruto da qualidade do sistema de frenagem. No Sandero R.S. 2.0, o sistema de frenagem apresenta um freio de curso curto, além de um pedal que oferece sensações progressivas. Este é o primeiro modelo da família Sandero a ser equipado com freios a disco nas quatro rodas, medindo 280 mm na frente (22 mm adicionais em comparação com o Sandero Dynamique) e 240 mm na traseira. A assistência é calibrada para uso intenso, tendo sido dada atenção especial à estabilidade e distribuição da frenagem, assim como à durabilidade e à resistência ao calor.

O Sandero R.S. 2.0 também é o primeiro modelo da gama a trazer assistente de partida em subidas (HSA), que é acionado quando o carro encontra-se em uma inclinação superior a 3º, além de controles eletrônicos de estabilidade (ESP) e de tração (ASR).

O novo sistema de direção é ao mesmo tempo elétrico e hidráulico, onde o fluxo de óleo é gerenciado por uma bomba elétrica, que atua de forma independente em relação à velocidade do motor. A necessidade de assistência é determinada de forma mais eficiente, com base na velocidade do veículo. Quando a assistência não é necessária, a bomba elétrica é desativada temporariamente.

 

Completo de fábrica

O Sandero R.S. apresenta um grande nível de conforto e equipamentos de série, posicionando-se no topo da gama Sandero. A versão básica já conta com um alto nível de equipamentos, como as rodas de 16’’ Pit Lane, sistema de direção eletro-hidráulica, faróis de rodagem diurna de LED, ar-condicionado automático, vidros elétricos dianteiros e traseiros, banco do motorista regulável em altura, piloto automático (controlador e limitador de velocidade) e sistema Media NAV Evolution. O único opcional aqui fica por conta das rodas de 17 polegadas.

O Media NAV Evolution oferece bem mais do que GPS, Bluetooth® e rádio. O sistema acessa Facebook e Twitter por meio do aplicativo Aha, via smartphone, e oferece várias informações que facilitam o dia a dia, como opções de hotéis que constam na base de dados TripAdvisor®, opções de restaurantes na base de dados Yelp®, informações climáticas da Custom Weather e acesso a web rádios de todo o mundo.

A central multimídia também facilita a vida dos motoristas com informações do trânsito em tempo real no GPS, recurso possível por meio da tecnologia TMC (Traffic Message Channel). Para os usuários do aparelho celular iPhone®, também é possível utilizar as facilidades do aplicativo SIRI, que capta o comando de voz do motorista e permite a busca de músicas e pessoas da lista de contatos, tudo isso sem tirar as mãos do volante.

A gama de cores inclui: Branco Niege, Prata Etoile, Preto Nacre e Vermelho Vivo.

 

Uma marca consolidada no automobilismo esportivo

Há mais de 115 anos, a Renault tem utilizado o automobilismo esportivo como uma forma de aumentar a excelência e notoriedade da marca. Hoje, a Renault Sport encabeça o envolvimento da marca Renault no automobilismo esportivo.

Com sua longa experiência no automobilismo esportivo e um desejo inesgotável por desafios, a Renault Sport:

  • Oferece experiências empolgantes no automobilismo esportivo, permitindo que pilotos amadores e consumidores em geral vivam ao máximo sua paixão;
  • Desenvolve excelentes carros de competição;
  • Usa seu know-how no automobilismo esportivo para desenvolver excelentes carros esportivos de produção em série.

A Renault tem notável presença em competições na América Latina:

  • Participação nas edições de 2013, 2014 e 2015 do Rali Dakar com o Renault Duster. Preparado com o apoio da Renault Sport, o modelo 4×4 da Renault atravessou a Argentina, Chile, Peru e Bolívia, conforme o percurso estipulado para cada edição.
  • Retorno ambicioso da Renault no ‘Campeonato Brasileiro de Marcas’ no Brasil, com o Renault Fluence de competição e o piloto Rubens Barrichello. Nesta competição, as montadoras locais se enfrentam com seus carros derivados de modelos de produção em série.
  • Desde 2008, a Renault Argentina participa de competições locais do automobilismo esportivo, como o Super TC 2000. Contando com alta tecnologia, esta é a principal categoria do automobilismo esportivo na Argentina, onde cinco montadoras se enfrentam com suas equipes oficiais. A Renault Argentina compete com o Renault Fluence. A Renault também participa há 25 anos do campeonato local de turismo, o TC2000. O primeiro carro a disputar a famosa prova foi o R18, no início dos anos 80. Em sua versão esportiva conhecida como Fuego, o modelo venceu o campeonato por oito anos consecutivos entre 1986 e 1993, o que lhe rendeu fama na Argentina.
  • A Renault também participou de corridas de rali no Chile, vencendo dois campeonatos com o Clio R3T.
  • Renault Logan, Clio e Fluence também participaram de várias competições, como o campeonato nacional da Colômbia.
  • A Renault Argentina tem apoiado monopostos há mais de 35 anos em competições, proporcionando aos pilotos oportunidades de ascender a categorias superiores do automobilismo esportivo, tanto em nível nacional como internacional, que têm a possibilidade de chegar à Fórmula 1. Até hoje, a marca já preparou mais de 1.500 pilotos.

 

Nas pistas e corridas de rali

Para a Renault, o automobilismo esportivo é uma forma de incrementar a notoriedade e a imagem da marca, através das emoções que a categoria desperta, reunindo o público, consumidores e colaboradores da Renault em torno da paixão e a valorização da excelência. As equipes da Renault Sport se dedicam a transmitir sua paixão pelo automobilismo esportivo.

Todos os anos, as provas da Fórmula 1 são realizadas em aproximadamente 20 países, em cinco continentes, e as corridas da Fórmula Elétrica são organizadas no coração das principais cidades de todo o mundo. Já as competições do campeonato World Series by Renault são um trampolim para os pilotos da Renault – a competição de monopostos serve de categoria de acesso à Formula 1. Junto com o campeonato Renault Sport Trophy, a nova série GT / Endurance deu a largada em 2015. A Renault Sport oferece às equipes e pilotos, tanto em circuito como em corridas de rali, uma oportunidade única de acesso ao automobilismo esportivo, oferecendo a eles carros de alta performance com custos razoáveis. Assim, a Renault permite que eles tenham acesso ao topo de suas carreiras: em 2015, 60% dos pilotos da F1 já haviam competido com monopostos da Renault.

Os modelos Fórmula Renault (FR) 1.6, Fórmula Renault 2.0 e Fórmula Renault 3.5 permitem que os pilotos sejam treinados progressivamente para ascender à Fórmula 1. Depois de passarem pelo kart, os pilotos podem competir no campeonato nacional FR 1.6, seguido do FR 2.0, e depois para as World Series by Renault, a EuroCup FR 2.0 e, por último, a FR 3.5 Series, que é o último degrau a ser galgado antes da Fórmula 1.

O Renault Sport R.S. 01 é um novo carro de competição de alta performance. A Renault Sport colocou todo o seu know-how neste carro, que começou a participar de competições em 2015, em um campeonato exclusivo de monopostos da marca, o Renault Sport Trophy, que revelará uma nova geração de talentosos pilotos, tanto profissionais como amadores nas World Series by Renault, permitindo que eles ambicionem migrar para as categorias GT e endurance.

Seis países da União Europeia organizam campeonatos locais da categoria Clio Cup, uma lista que será aumentada com a entrada da China, em 2015.

O Novo Clio R3T participa de diferentes provas de rali em 2015, tanto em nível nacional como internacional, que inclui um novíssimo desafio na Europa: levar um piloto para competir na categoria WRC3, em 2016.

Enquanto isso, a Renault Sport oferece kits para tornar a participação em ralis mais acessível, com os modelos Twingo R1 e R2 Evo, Clio R3, e Mégane N4, entre outros.

Nos carros de produção em série: a Renault sempre desenvolveu carros esportivos derivados de modelos de produção em série (R.S., GT e GT Line), cujo foco em performance e qualidade de excelência tem feito deles grandes referências em suas respectivas categorias.

  • Modelos anteriores: R8 Gordini, R5 Turbo, Clio Williams e Clio V6, Spider etc.
  • Modelos atuais: o Clio R.S. 200 EDC e o Mégane R.S. 275 Trophy estão classificados entre os melhores de suas respectivas categorias. O Mégane R.S. é um dos Under 8 no famoso circuito de Nürburgring.

O Sandero R.S. 2.0 faz parte da linhagem do Clio R.S. e do Mégane R.S.. São modelos esportivos compactos, versáteis e de alta performance.

 

LISTA DE EQUIPAMENTOS

Versões Sandero R.S. 2.0
ÁUDIO & MULTIMÍDIA
4 alto-falantes (3D Sound By Arkamys)
Sistema multimídia Media NAV Evolution com tela touchscreen 7”, navegação GPS, rádio, conexão Bluetooth, USB com Eco Coaching e Eco Scoring
CONFORTO
Ar-condicionado automático
Banco do motorista com regulagem em altura
Bancos esportivos com design exclusivo
Comando de abertura das portas por radiofrequência
Direção eletro-hidráulica com regulagem de altura
Retrovisores com regulagem elétrica
Travas elétricas das portas
Vidros dianteiros elétricos
Vidros traseiros elétricos
Vidros verdes
CONVENIÊNCIA
Abertura interna do reservatório do combustível
Abertura interna do porta-malas
Acelerador eletrônico
Alarme sonoro de advertência de luzes acesas
Banco traseiro com encosto rebatível
Bolsas integradas na parte traseira dos bancos dianteiros
Computador de bordo multifunções
Conta-giros
Indicador de troca de marcha
Indicador de temperatura externa
Relógio
Iluminação do porta-malas
Indicador do reservatório de combustível da partida a frio
Luz interna na dianteira do teto
Iluminação do porta-luvas
Para-sol do motorista com espelho de cortesia oculto
Para-sol do passageiro com espelho de cortesia
Porta-copo / objetos no console central dianteiro
Porta-copo / objetos no console central traseiro
Porta-objeto nas portas dianteiras
Piloto automático (controlador e limitador de velocidade)
Sensor de estacionamento
Temporizador do limpador do para-brisa
Tomada de energia (12 volts)
ESTILO
Arcos de proteção nas caixas de rodas dianteiras e traseiras na cor preta
Coluna central com acabamento na cor preta (exceto veículo na cor preta)
Cano de escapamento duplo
Difusores de ar laterais com detalhes na cor vermelha
Extrator de ar traseiro
Puxador de porta na cor Dark Metal
Maçanetas externas na cor da carroceria
Maçanetas internas na cor cromo brilhante
Manopla da alavanca de câmbio com detalhe cromado
Luzes diurnas em LED
Grade dianteira inferior esportiva
Para-choque dianteiro exclusivo R.S.
Proteção de soleira nas portas dianteiras
Retrovisores na cor preta
Repetidor nos espelhos retrovisores
Revestimento completo do porta-malas
Revestimento da alavanca do freio-de-mão
Volante revestido em couro com inscrição R.S.
PNEUS & RODAS
Roda Pit Lane em liga-leve aro 16″
Roda Grand Prix em liga-leve aro 17″ OP
SEGURANÇA
Airbags do motorista e passageiro dianteiro
Alarme perimétrico
Alças de segurança no teto (1 dianteira e 2 traseiras)
Apoios de cabeça dianteiros reguláveis em altura
Apoios de cabeça traseiros reguláveis em altura
ASR – Controle eletrônico de tração
Bloqueio de ignição por ” transponder”
Barras laterais de proteção nas portas
Brake-light
Cintos de segurança dianteiros reguláveis em altura
Desembaçador do vidro traseiro
ESP – controle eletrônico de estabilidade
Freios ABS
Modos de condução (Standard / Sport / Sport+)
Sistema HSA – assistente de arrancada em subida
Sistema CAR – travamento automático a 6 km/h
Trava para crianças nas portas traseiras
Legenda
CORES * Branco Niege
Prata Etoile
Preto Nacré
Vermelho Vivo

 

FICHA TÉCNICA: SANDERO R.S. 2.0

 

Arquitetura

Carroceria monobloco, 2 volumes, 5 passageiros, 4 portas

Motor

Quatro tempos, bicombustível (gasolina e/ou etanol),

quatro cilindros em linha, 16 válvulas

Tração
Dianteira
Cilindrada

1.998 cm³

Diâmetro x curso                                                82,7mm x 93,0 mm
Taxa de compressão

11,2:1

Potência máxima (ABNT)

145 cv (gasolina) @ 5.750 rpm / 150 cv (etanol) @ 5.750 rpm

Torque máximo (ABNT)

20,2 kgfm (gasolina) @ 4.000 rpm / 20,9 kgfm (etanol) @ 4.000 rpm

Alimentação

Injeção eletrônica multiponto sequencial

Pneus/rodas

195/55 R16 (opcional 205/45 R17)

Suspensão dianteira

MacPherson, triângulos inferiores, amortecedor hidráulicos

telescópicos com molas helicoidais.

Suspensão traseira

Rodas semi-independentes, molas helicoidais e amortecedores hidráulicos telescópicos verticais com efeito estabilizador.

Freios

Dianteiros: discos ventilados de 280 mm de diâmetro e 24 mm espessura.

Traseiros: discos com 240 mm de diâmetro

Direção

Eletrohidráulica, diâmetro giro 10,6 m

Câmbio

Manual, 6 velocidades e marcha ré

Relações de marcha

1ª…………………. 3,73:1

2ª…………………. 2,10:1

3ª…………………. 1,63:1

4ª…………………. 1,29:1

5ª…………………. 1,02:1

6ª…………………. 0,81:1

Ré……………….. 3,54:1

Diferencial……… 4,12:1

Tanque de combustível

50 litros

Porta-malas

320 litros

Carga útil

458 kg

Peso (em ordem de marcha)

1.161 kg

Entre-eixos

2.590 mm

Comprimento

4.068 mm

Altura

1.499 mm

Largura (sem retrovisores)

1.733 mm

Aceleração 0 a 100 km/h

8,4 segundos (gasolina) / 8,0 segundos (etanol)

Velocidade máxima

200 km/h (gasolina) / 202 km/h (etanol)

FONTE: ASSESSORIA DE IMPRENSA RENAULT

Caique Ferreira

Glenda Pereira (Produto)

Marcelo Cosentino (Produto)

Adriana Costa (Institucional)

Ubirajara Alves (Institucional)

1 Comentário


Ferrari apresenta a 458 Speciale A no Brasil

 

 

Primeira das duas unidades previstas para chegar ao país foi mostrada durante o 8º Festival Náutico, em Balneário Camboriú (SC)

A Ferrari apresentou na noite do último sábado (05), em Balneário Camboriú (SC), a primeira das duas 458 Speciale A (sigla para Aperta, uma vez que trata-se de um modelo cabriolet) previstas para desembarcarem em solo nacional. O carro é uma série limitada a 499 unidades no mundo todo, que encerra a produção da Ferrari 458 – dando lugar à novíssima 488, que deve chegar ao Brasil no final do ano.
Um cabriolet de motor V8 e 605 cavalos de potência, é como se pode resumir a 458 Speciale A. O mais potente conversível de Maranello comercializado até então é um tributo ao carro que ganhou inúmeros prêmios da imprensa especializada e competições nas pistas – como o bicampeonato mundial de endurance (FIA WEC).
A 458 Speciale A reúne desempenho digno de um superesportivo ao prazer de um passeio ao ar livre, característico dos conversíveis. O teto retrátil leva 14 segundos para abrir ou fechar completamente – e sua construção em alumínio faz com que a 458 Speciale Aperta seja apenas 50 quilos mais pesada que a versão coupé – e 90 quilos mais leve que a última versão cabriole da 458, a Spider.
Visualmente, o carro segue a tradição de Maranello com seu design moderno e funcional, com uma série de soluções aerodinâmicas que colaboraram para fazer da 458 Speciale Aperta, o conversível mais veloz já produzido pela Ferrari. O interior tem design inspirado no mundo das competições automobilísticas, com emprego de materiais nobres e leves como a fibra de carbono e Alcantara©.
A Ferrari 458 Speciale Aperta chega ao Brasil trazida pelo Grupo Via Italia, representante oficial da marca no país. Seu preço será informado sob consulta.
Ficha técnica
Motor
Tipo – V8 – 90º
Capacidade cúbica – 4497cm3
Potência máxima – 605 cv a 9000 rpm
Torque máximo – 540 Nm a 6000 rpm
Potência específica – 135 cv/l
Taxa de compressão – 14,0:1
Desempenho
Velocidade máxima – 320 km/h
Aceleração 0 a 100 km/h – 3,0 s
Aceleração 0 a 200 km/h – 9,5 s
Dimensões e Peso
Comprimento – 4571mm
Largura – 1951mm
Altura – 1204 mm
Distância entre-eixos – 2650mm
Peso seco – 1340 kg
Distribuição de peso – 42% dianteira – 58% traseira
Pneus
Dianteiros – 245/35 ZR20 J9.0
Traseiros – 305/30 ZR20 J11.0
Crédito das fotos: Acioni Cassaniga
Fonte: Assessoria de Imprensa | Grupo Via Italia
Nei Tessari e Ricardo Belussi

Comente aqui