Mês: dezembro 2015



Vídeo: Triatleta Eduardo Lass mostra imagens da temporada 2015

abre

Big Fish Filmes faz vídeo especial sobre o atleta, um dos destaques da modalidade

O triatleta Eduardo Lass (Tradener) divulgou nas redes sociais um vídeo sobre os bastidores da temporada 2015. O paranaense conquistou importantes resultados no ano, como a prata no triatlo masculino por equipes dos Jogos Mundiais Militares, o bronze na Copa Continental de Triathlon no Equador, e o título do Triathlon Olímpico de Caiobá. Na avaliação dele, 2015 foi um ano de aprendizado e evolução técnica por causa dos eventos internacionais. Os pódios mantiveram o atleta como líder do ranking nacional sub-23. O vídeo foi produzido pela Big Fish. ”Faltando apenas alguns dias para acabar o ano, vale relembrar um pouco de como foi esse 2015! Quero aproveitar para agradecer especialmente a Tradener Comercialização de Energia, principal patrocinadora, a Força Aérea Brasileira, e a todos os apoios que me proporcionaram um excelente suporte para minha estrutura de treinos e competições em 2015. Meu muito obrigado a todos vocês e aqueles que estão sempre na torcida! Um grande abraço e vamos em busca de melhoras para o próximo ano”, disse o atleta beneficiado pela Lei de Incentivo ao Esporte.

Assista ao vídeo na fan page do atleta: www.facebook.com/eduardolass.triatleta

Para 2016, as metas do jovem são bem ousadas. Além de encarar as principais provas do circuito mundial, buscando pontos no ranking internacional, Eduardo Lass (Tradener) pretende aumentar sua participação em provas de longa distância no formato “half Ironman”, como o Challenge Florianópolis, prova em que terminou na 5ª posição geral neste ano.

Eduardo Lass começou no triathlon aos 11 anos de idade e já possui títulos importantes nas categorias de base, tais como campeão do Troféu Brasil e do Brasileiro Olímpico, além de duas medalhas de ouro e duas de prata em competições na França, em 2009, e um troféu de primeiro colocado do Challenge International Triathlon, disputado na Alemanha, também em 2009. O currículo de peso mesmo com pouca idade fez o triatleta ser considerado uma das promessas do Brasil da modalidade. O jovem faz parte do programa do governo Paranaense TOP 2016 desde 2014 e está desde então disputando os principais eventos nacionais e até mesmo internacionais buscando uma boa colocação no ranking mundial. Atualmente o paranaense é o atual líder do ranking brasileiro Sub-23. O atleta de 23 anos é patrocinado pela Tradener.

Mais informações sobre Eduardo Lass no site: www.eduardolass.com
Siga também no Twitter: @EduardoLass
Veja as fotos do triatleta no Instagram: @eduardolass
Curta a fan page oficial do atleta: www.facebook.com/eduardolass.triatleta

Fonte:

OnboardSports

Flávio Perez e Andressa Rufino

Fotos: Romulo Cruz

patrocinios

Comente aqui


Confenar anuncia novidades na parceria com a Mercedes-Benz

 

Acordo permitirá que maior rede de distribuidores de bebida do Brasil continue mantendo frota sempre atualizada

A ConfenarConfederação Nacional das Revendas da Ambev e das Empresas de Logística da Distribuição anuncia novas ofertas da parceria com a Mercedes-Benz. Os revendedores da maior rede de distribuidores de bebida do Brasil poderão adquirir o modelo Sprinter da marca por preços competitivos.

A parceria inclui, ainda, desconto especial para a aquisição de 27 modelos disponíveis, entre chassis e furgões, conforme configuração de motorização, carroceria, volume e tamanho.

“Para nós da Confenar, é uma honra poder fortalecer nossa parceria com a Mercedes-Benz, reconhecida mundialmente por sua qualidade e eficiência. Ampliar o leque de opções, agora com o modelo Sprinter, numa conjuntura de restrições cada vez maiores para circulação nos centros urbanos é fundamental para a logística das revendas.”, afirma Nino Anele, Executivo da área de Negócios e Parcerias da Confenar.

Criada em 1924 e reconhecida internacionalmente, a Mercedes-Benz é uma marca alemã de automóveis que pertence ao grupo Daimler AG, resultado da fusão entre a Benz & Cia. e a Daimler. É a mais antiga empresa de automóveis e veículos comerciais da Alemanha e do mundo.

A Confenar possui 120 revendas afiliadas e mais de 500 empresários ligados à rede. As revendas Ambev associadas à Confederação geram 23.000 empregos diretos e cerca de 70.000 indiretos, além de prestar atendimento a cerca de 1 milhão de pontos de venda em todo o País dentro do sistema Ambev de distribuição.

Juntas, as Revendas filiadas faturam mais de R$ 14 bilhões ao ano e possuem uma das maiores frotas do Brasil, com 8940 veículos. Desses, 4200 são caminhões, sendo 750 caminhões utilizados nas operações de puxada (transferência de produtos da fábrica para a Revenda), 2750 caminhões nas operações de entrega, 700 caminhões terceirizados, 2.000 motos, 2.200 automóveis/utilitários e cerca de 540 empilhadeiras.

A Confenar investe anualmente mais de R$ 15 milhões em autopeças, R$ 4 milhões em uniformes, R$ 30 milhões em seguros, R$ 3 milhões em treinamento, entre outros. Suas frotas têm consumo anual de R$ 210 milhões em óleo diesel (combustível e lubrificante) e R$ 12 milhões em pneus.

Fonte: PLANIN – Assessoria de Imprensa da Confenar

Angélica Consiglio e equipe

Contatos: Thais Cavalcante

Comente aqui


Brasileiro Jean Azevedo embarca nesta quarta-feira (30) para Buenos Aires, local da largada do Rally Dakar 2016

Foto: Divulgação HSA Rally Team

Foto: Divulgação HSA Rally Team

Viagem terá companhia do francês Adrien Metge também da Honda South America Rally Team

Os pilotos Jean Azevedo e Adrien Metge, da Honda South America Rally Team (HSA Rally Team), embarcam nesta quarta-feira (30) para Buenos Aires, na Argentina, local da largada do Dakar 2016, o maior rali do mundo. Os dois participarão de uma prova de mais de 9.000 quilômetros de percurso, sendo cerca de 4.000 de trechos cronometrados. A prova começa para valer no dia 2 de janeiro, e terá chegada em Rosário, no dia 16, também na Argentina. O trajeto também inclui passagem pela Bolívia. Acompanham os pilotos na viagem, o chefe da equipe de rali da Honda Brasil, Dário Júlio, e mais dois mecânicos.

Jean, o único brasileiro nas motos do Dakar, participará pela 18ª vez da competição e conta o que leva na mala. “É uma prova grande e precisamos estar equipados para todos os tipos de situações, como a mudança de temperatura e o desgaste ao longo do percurso. Uso kits de aquecimento que os alpinistas costumam usar e levo também todo o material de suplementação para manter a energia”, explica o piloto paulista que tem a bandeira do Brasil no capacete para ressaltar a representatividade do país.

O francês Adrien, que estreará na 38ª edição da competição, corre há mais de dois anos no Brasil e cuidou minuciosamente da preparação da sua bagagem. “Estou levando muitas coisas para chegar bem preparado e não ter surpresas. Levo nas malas alguns itens como luvas e toucas para o frio e roupas para chuva. Além disso, são importantes outras coisas que ajudam a preservar o bem-estar durante o percurso, como tampões de ouvido e isotônicos, devido ao barulho e o desgaste. E claro, não esqueço dos materiais mais técnicos como canetas para conferência da planilha de navegação e meus equipamentos de moto”, diz o piloto.

Além de Jean e Adrien, a HSA Rally Team conta com mais dois pilotos: os argentinos Javier Pizzolito e Kevin Benavides. A Honda também estará representada no Dakar 2016 com o Team HRC composto pelo espanhol Joan Barreda, pelo português Paulo Gonçalves, pelo francês Michael Metge (irmão de Adrien), pelo italiano Paolo Ceci e pelo norte-americano Ricky Brabec. Todos utilizarão a moto CRF 450 Rally.

Confira a programação da 38ª edição do Rally Dakar 2016

31/12 e 01/01: Verificações administrativas e técnicas

02/01: Largada promocional Buenos Aires (ARG) – Rosário (ARG)
Motos, Quadriciclos, Carros, Caminhões
Total: 346 Km – Trecho Cronometrado:  11 Km

03/01: Rosário (ARG) – Villa Carlos Paz (ARG)
Motos e Quadriciclos – Total: 632 Km – Trecho Cronometrado: 227 Km
Carros e Caminhões – Total: 662 Km – Trecho Cronometrado: 258 Km

04/01: Villa Carlos Paz (ARG) – Termas de Río Hondo (ARG)
Motos e Quadriciclos – Total: 786 Km – Trecho Cronometrado: 450 Km
Carros e Caminhões – Total: 858 Km – Trecho Cronometrado: 521 Km

05/01: Termas do Río Hondo (ARG) – Jujuy (ARG)
Motos e Quadriciclos – Total: 663 Km – Trecho Cronometrado: 314 Km
Carros e Caminhões – Total: 663 Km – Trecho Cronometrado: 314 Km

06/01: Jujuy (ARG) – Jujuy (ARG)
Motos, Quadriciclos e Carros – Total: 629 Km – Trecho Cronometrado: 429 Km
Caminhões – Total: 619 Km – Trecho Cronometrado: 418 Km

07/01: Jujuy (ARG) – Uyuni (BOL)
Motos e Quadriciclos – Total: 642 Km – Trecho Cronometrado: 327 Km
Carros e Caminhões – Total: 642 Km – Trecho Cronometrado: 327 Km

08/01: Uyuni (BOL) – Uyuni (BOL)
Motos, Quadriciclos e Carros – Total: 723 Km – Trecho Cronometrado: 572 Km
Caminhões – Total: 600 Km – Trecho Cronometrado: 295 Km

09/01: Uyuni (BOL) – Salta (ARG)
Motos e Quadriciclos – Total: 793 Km – Trecho Cronometrado: 353 Km
Carros e Caminhões – Total: 793 Km – Trecho Cronometrado: 353 Km

10/01: Dia de descanso em Salta (ARG)

11/01: Salta (ARG) – Belén (ARG)
Motos e Quadriciclos – Total: 766 Km – Trecho Cronometrado: 393 Km
Carros e Caminhões – Total: 766 Km – Trecho Cronometrado: 393 Km

12/01: Belén (ARG) – Belén (ARG)
Motos e Quadriciclos – Total: 436 Km – Trecho Cronometrado: 285 Km
Carros e Caminhões – Total: 396 Km – Trecho Cronometrado: 285 Km

13/01: Belén (ARG) – La Rioja (ARG)
Motos e Quadriciclos – Total: 561 Km – Trecho Cronometrado: 278 Km
Carros e Caminhões – Total: 763 Km – Trecho Cronometrado: 278 Km

14/01: La Rioja (ARG) – San Juan (ARG)
Motos e Quadriciclos – Total: 712 Km – Trecho Cronometrado: 431 Km
Carros e Caminhões – Total: 712 Km – Trecho Cronometrado: 431 Km

15/01: San Juan (ARG) – Villa Carlos Paz (ARG)
Motos, Quadriciclos e Carros – Total: 931 Km – Trecho Cronometrado: 481 Km
Caminhões – Total: 866 Km – Trecho Cronometrado: 267 Km

16/01: Villa Carlos Paz (ARG) – Rosário (ARG)
Motos e Quadriciclos – Total: 699 Km – Trecho Cronometrado: 180 Km
Carros e Caminhões – Total: 699 Km – Trecho Cronometrado: 180 Km

Fonte: VIPCOMM
Assessoria de Imprensa Honda Racing
Jornalistas responsáveis: Ricardo Ribeiro/Carolina Yada
Comente aqui
 

Campeão Mundial de Surf, Adriano de Souza ganha o SUV Pajero HPE-S

Atleta Mit, Mineirinho é o segundo brasileiro a conquistar o mais importante título do surf mundial

Adriano de Souza, o Mineirinho, acaba de desembarcar no Brasil após a conquista do título mundial de surf. A Mitsubishi Motors, patrocinadora do atleta, deu de presente um Pajero HPE-S, com a placa Special Made for 2015 Surf World Champion, em comemoração à conquista.
“Temos um time de Atletas Mit que representa o espírito 4×4 de superação, garra e conquistas. Estamos muito felizes com o título mundial do Mineirinho e o Pajero HPE-S é apenas uma maneira de comemorarmos essa vitória junto com ele. Nosso objetivo é continuar ajudando ele a alcançar muitas outras conquistas”, afirma Fernando Julianelli, diretor de marketing da Mitsubishi Motors do Brasil.
Nas viagens para surfar ao redor do mundo, o atleta já utiliza os veículos 4×4 da marca dos três diamantes, que o levam para lugares inóspitos, onde é necessário o uso de um carro robusto e confiável.
O Pajero HPE-S tem detalhes em grafite espalhados em todo o veículo: maçanetas, retrovisores, rack de teto, skid plates e grade dianteira. As novas luzes de iluminação diurna (DRL) em led completam o visual e dão ainda mais segurança. Na parte interna, o conjunto de bancos na cor bright grey tem costura especial que realça o espaço interno e dá ainda mais requinte.
É equipado com sistema multimídia, bancos com couro com regulagem elétrica nos dianteiros, direção hidráulica com Paddle Shifters em Titanium Style, sensor de chuva e acendimento automático dos faróis, ar condicionado automático, keyless para abertura e fechamento das portas, retrovisores com rebatimento elétrico, além do sistema Full Airbags, com oito airbags: dois frontais, dois laterais e quatro de cortina. Além disso, tem tanque de combustível de 90 litros, que dá muito mais autonomia para as viagens e o moderno sistema de tração 4×4 com reduzida.
Adriano de Souza
Mineirinho disputa a Liga Mundial de Surfe desde 2006, mantendo-se sempre entre os dez primeiros colocados na competição. Em 2011, tornou-se o primeiro surfista brasileiro a liderar o ranking mundial do esporte. Em 2013, venceu o Rip Curl Pro, em Bells Beach, na Austrália, marcando seu nome na história como o primeiro atleta do Brasil a conquistar a mais antiga etapa do mundial. E agora, em 2015, conquistou o título e ainda venceu duas etapas: a última etapa, em Pipeline, no Havaí, e Margaret River, na Austrália.
Confira o vídeo do Atleta Mit: https://www.youtube.com/watch?v=rd3fZHptEbI

Fonte: Assessoria de Imprensa
Thiago Padovanni
Carolina Vasconcellos
Fernando Menezes
Fernando Solano – Gerente de Comunicação

Fotos: Divulgação e Murilo Mattos / Mitsubishi

Comente aqui


ANO PARA ESQUECER

Alta Roda nº 868 — Fernando Calmon — 23/12/15

Fazer o balanço de um ano tão difícil para a indústria automobilística, como o de 2015, é tarefa nada agradável. Afinal, em dezembro de 2014 se imaginava pequena queda de vendas este ano porque o Produto Interno Bruto (PIB) iria cair 1%. As últimas previsões apontam para recuo do PIB no mínimo de 3,5% e isso explica parte do mergulho, sem ser a única nem a principal razão.

EUA e países europeus passaram por crises nos seus mercados internos que em alguns casos chegaram a 50% de encolhimento nos últimos sete anos. No entanto estão em plena recuperação, em especial os EUA. Japão teve queda menor e a China, sempre exceção, apenas diminuiu o ritmo de crescimento em 2015, embora mantenha com folga a posição de maior do mundo com mais de 23 milhões de veículos comercializados.

Quando esta coluna começou, em 1999, registrou grande decepção no emplacamento de veículos (somados automóveis e comerciais leves e pesados). O Brasil quase havia rompido a barreira de 2 milhões de unidades, exatas 1.943.458, e veio um tombo inesperado de 35% ao fim de dois anos para 1.078.215. A partir daí o mercado voltou a crescer e chegou perto de 4 milhões de unidades: 3.802.071. Falava-se até em vendas de 4,5 milhões, em 2017.

De lá para cá, só frustações. Foram três quedas sucessivas: 1% em 2013, 7% em 2014 e no mínimo 27% em 2015, de acordo com projeções. Em três anos, acumulou-se perda acima de 37%. Mesmo previsões mais pessimistas do início deste ano estimavam menos 15%. Houve uma conjugação de fatores: antecipação de compras em 2012, aumento de impostos, encolhimento do crédito, menor poder aquisitivo, aumento do desemprego e, acima de tudo, a mistura explosiva de crise política e econômica que minou a confiança dos compradores.

O Brasil perdeu a quarta colocação (2,5 milhões de unidades em 2015 ou 1 milhão a menos) no ranking mundial de mercados e vai terminar em sexto ou sétimo este ano. Uma marcha à ré surpreendente em um País com apenas cinco habitantes/veículo. A Honda concluiu a fábrica nova de Itirapina (SP) e decidiu por enquanto não produzir, enquanto a Chery trabalhou com 5% de sua capacidade total na nova unidade de Jacareí (SP).

Nem tudo foi ruim em 2015. Novidades importantes de produção regional como HR-V, Renegade, 2008 e Duster Oroch (ordem cronológica) e boas reestilizações no Versa, Focus, HB20 e Cobalt, além do up! TSI. FCA inaugurou a fábrica de Goiana (PE). Audi voltou a produzir (A3 sedã) e a BMW completou os cinco modelos previstos. Apenas carros da faixa superior de preço cresceram em torno de 20%. Preços de tabela ficaram em média alinhados à inflação, mas quem pôde comprar recebeu descontos e bônus. As exportações subiram 12%.

Fabricantes que se concentram em automóveis mais acessíveis viram sua fatia de mercado encolher. Fiat, GM, VW e Ford (só esta conseguiu ligeiro aumento) ficaram até novembro com 56,5%, somando-se importados e produzidos no Mercosul de cada marca. Há 15 anos os chamados Quatro Grandes abocanhavam mais de 80% do mercado.

Perda de 10% no número de empregos diretos sobre 2014 foi menor que a queda de produção (cerca de 23%), mas a ociosidade média deve ter superado 30%.

 

RODA VIVA

 

ALGUNS fatos positivos também marcaram 2015: fim da obrigatoriedade dos extintores de incêndio (apesar da tentativa de retorno por meio de lobby no Congresso Nacional) e isenção do imposto de importação (II) para carros elétricos. Os híbridos recarregáveis ou não em tomada foram incentivados com II entre 0 e 7%, dependendo de consumo e montagem no País.

OUTRA boa notícia, agora no final de ano: previsão do controle eletrônico de estabilidade até 2020 para projetos novos ou com grandes mudanças. O prazo não precisava se estender até 2022 para modelos que estão à venda no momento. Possivelmente, o governo pensou nos anos difíceis ainda por vir. Retomada discreta das vendas pode se dar apenas em 2017.

HB20X Premium automático de seis marchas é prejudicado pelo preço alto (mais de R$ 65.000 com tela multimídia e bancos de couro marrom), mas atende proposta do conceito “aventureiro”. Direção eletroassistida, finalmente, chegou e deveria equipar todos os HB20. Vão livre aumentado em 4,1 cm absorve bem os buracos e, claro, não permite exageros em curvas.

ESTUDO da Delphi mostra crescente aceitação do sistema de ar-condicionado no mercado brasileiro, incluídos os carros importados. Em 2008, 67% dos modelos novos vendidos recebiam esse equipamento, mesmo se oferecidos opcionalmente. Para 2015 a estimativa é de o percentual subir para 84%. Há impacto no consumo de combustível, mas vale a pena.

GOVERNO de São Paulo reduziu de 90 para 60 dias o prazo para leilão de veículos apreendidos e não reclamados pelos donos. Se multas, impostos e taxas não pagos e preço das diárias no pátio ultrapassarem o valor do carro, leilão pode ser antecipado. Quem sabe parte das “sucatas” ambulantes saia de circulação, mesmo as isentas de IPVA (mais de 20 anos).

____________________________________________________

[email protected] e www.facebook.com/fernando.calmon2

 

Comente aqui


Viação Util adquire ônibus Marcopolo Paradiso 1800 Double Decker

 

Veículos têm pintura especial em homenagem à natureza

Caxias do Sul (RS) – 23 de dezembro de 2015 – A Marcopolo fez a entrega de seis ônibus Paradiso 1800 Double Decker (dois pisos) à União Transporte Interestadual de Luxo (UTIL). A aquisição faz parte do processo de renovação das frotas de transporte rodoviário com alto padrão de conforto, sofisticação e segurança.

Segundo Paulo Corso, diretor de operações comerciais da Marcopolo, as empresas de transporte estão investindo muito na elevação da qualidade dos serviços e em campanhas voltadas para o meio ambiente e a sustentabilidade. “A UTIL é a uma das empresas mais inovadoras e sempre investe em desenhos originais de seus ônibus. Já fez campanhas de veículos com figuras animais e agora adotou desenhos em homenagem à natureza e à sustentabilidade, com borboleta, árvores e quadro colorido para seus ônibus”, explica o executivo.

Ideal para o transporte em viagens de médias e grandes distâncias, o modelo Paradiso 1800 DD, com chassi Mercedes-Benz O500 RSD 2436 Euro 5, apresenta baixo custo operacional e extrema robustez. Com capacidade para 60 passageiros, o veículo possui 48 poltronas semileito com descansa-pés/pernas no piso superior e doze poltronas leito em couro equipadas com monitor individual para cada passageiro no piso inferior. O modelo possui ainda sistema antitombamento.

O Paradiso 1200 G7 conta com parede de separação com porta deslizante, sistema multiplex e itinerário eletrônico. Possui cinto de segurança retrátil, porta-copos e porta-revistas, sistema de ar-condicionado, audiofone, tomadas de energia para produtos eletrônicos de 110 V e com entrada USB em todas as poltronas, Wi-Fi (internet sem fio), TV digital, quatro monitores no piso superior sendo um de 23 polegadas e demais de 15,4”, aparelho de DVD, rádio CD/DVD com entrada USB e três geladeiras.

Fonte: Secco Consultoria de Comunicação 

Crédito das fotos: Gelson Mello da Costa

 

Comente aqui


Desafio 3R Motos é eleito a melhor etapa do Mineiro de Enduro FIM 2015

Pelo segundo ano consecutivo, prova em Barão de Cocais (MG) é o destaque do calendário da modalidade no Estado

Barão de Cocais (MG) – O 2º Desafio 3R Motos encerrou a temporada com o troféu de melhor etapa do Campeonato Mineiro de Enduro FIM 2015. Esta é a segunda vez consecutiva que a prova de Barão de Cocais (MG) é o destaque do calendário na eleição promovida pela Federação Mineira de Motociclismo, a qual envolveu pilotos e organizadores. O resultado foi confirmado durante a cerimônia de premiação dos campeões de 2015, realizada no dia 10 de dezembro em Belo Horizonte (MG).
Após o sucesso da estreia, em 2014, o Desafio 3R Motos continuou surpreendendo os competidores e o público. O evento de 2015 foi válido como a grande decisão do Mineiro, com direito a pontuação dobrada e a presença de grandes feras do esporte. “Estamos felizes e satisfeitos, a cidade está muito empolgada e envolvida com o Desafio 3R Motos”, comentou o secretário de esportes de Barão de Cocais, Eleuses Vacari, o Leleu.
“Em 2014, não tínhamos experiência na realização do evento de Enduro FIM e já foi um sucesso. O objetivo de 2015 foi fazer melhor e conseguimos atingir a meta. Todos os participantes adoraram a prova, assim como o público da cidade e da região, e a Prefeitura de Barão de Cocais já incluiu o evento no calendário oficial da cidade. Queremos fazer ainda melhor em 2016, na terceira edição, que já tem data marcada: 24 de julho”, revelou.
A hospitalidade e as belezas naturais de Barão de Cocais, famosa por oferecer algumas das melhores trilhas de Minas Gerais, foram fundamentais para garantir o prêmio. A cidade ainda comemorou com o piloto da casa Rigor Rico, bicampeão do Desafio 3R Motos, que também confirmou os títulos mineiro e brasileiro da categoria E2 em 2015.
“O ano foi muito especial para mim, ainda mais pelo sucesso do Enduro FIM em Barão de Cocais com o Desafio 3R Motos. Fui um dos idealizadores do evento, ao lado dos meus irmãos Ripi Galileu e Riago Dilan, e é muito especial para nós ver a cidade ser reconhecida como um local perfeito para a prática do esporte”, concluiu Rico. Dilan atuou no evento como diretor de prova e Galileu acelerou nas trilhas, onde foi o mais rápido da classe E3 e campeão mineiro da categoria.
O 2º Desafio 3R Motos foi uma realização da Prefeitura de Barão de Cocais, por meio da Secretaria Municipal de Esporte e Lazer, com organização de 3R Motos. O evento teve patrocínio de BC Pneus, Orange BH, Barão Palace Hotel, Max Moto, Pub Chopp, Hotel Real, C. E. Peixinho Dourado, Rob Motos, Rede Campestre, Odontologia Especializada e Motoarts. A supervisão foi da Federação de Motociclismo do Estado de Minas Gerais.

Fonte: Mundo Press Jornalismo Estratégico

Crédito das Fotos: Divulgação/Desafio 3R Motos

Comente aqui


Federação de Ciclismo do Piauí fecha os calendários de provas de Ciclismo e Mountain Bike

 

A diretoria da Federação de Ciclismo do Piauí – FCP já divulgou os calendários dos campeonatos estaduais de ciclismo e de mountain bike, as duas modalidades que são disputadas pela entidade no Estado. A grande mudança para 2016 são a quantidade de etapas durante a temporada que foram reduzidas, a pedido dos próprios clubes, que são os organizadores das etapas. A decisão foi aprovada por ampla maioria em assembleia no último dia 26 de novembro.

Assim, o Campeonato Piauiense de Ciclismo (estrada), que teve 12 etapas este anos,  terá apenas seis, começando no mês de março, com a 2ª Copa Via de Aventura, no dia 13, no estilo Resistência, a ser realizada na Av. Raul Lopes, em Teresina. De 05 a 08 de maio, acontecerá a Copa Nordeste de Ciclismo, em Sergipe. No dia 12 de junho, entre os municípios de Altos e Beneditinos acontecerá a 3ª edição da prova 100 Km Oswaldo Marques, no estilo Estrada; em 24 de julho, valendo pela 4ª etapa acontecerá a prova de Resistência Ventos do Litoral, em Parnaíba; em agosto, mais um campeonato regional, dessa vez em Roraima, com a Copa Norte e Nordeste de Ciclismo; a 5ª etapa será a Evo Road, no estilo Circuito, no dia 27 de setembro, em local ainda a definir pela Equipe Evo Bike. No dia 27 de novembro, em Floriano, acontecerá pela segunda vez consecutiva no calendário da FCP a Corrida Pedro Tomaz.

Já o Campeonato Piauiense de Mountain Bike ficou decidido que acontecerá em 12 etapas, ao contrário dessa temporada, na qual seriam 17 provas e 16 foram realizadas. Para iniciar, logo em janeiro tem etapa valendo pelo Estadual, será o Rally Cerapió, nos dias 29 e 30 de janeiro, entre Picos/Ipiranga, no Sul do Estado, e em Teresina, no estilo maratona (XCM). A 2ª etapa será a Evo Cros, estilo circuito olímpico (XCO), no dia 21 de fevereiro; a 3ª será a prova Short Track, no dia 20 de março, também XCO, em Teresina; a 4ª etapa será no dia 17 de abril com a Copa das Águas, estilo XCO; a 5ª etapa será o Enduro do Marvão, no dia 22 de maio, em Castelo do Piauí, no estilo XCM; a 6ª etapa será a prova Bike Explorer, no dia 19 de junho, na Serra do Gavião, próximo a Teresina, no estilo XCO; no dia 03 de julho, Picos sediará a 7ª etapa do Piauiense XCM, o Picos Pro Race; a 8ª etapa será o Desafio do Peixe, em Esperantina, no dia 17 de julho, estilo XCM; a 9ª etapa será o Circuito MR Peças, no dia 07 de agosto, em Teresina; a 10 etapa será o Rally 40 Graus, no dia 04 de setembro, em Altos, estilo XCM; a 11ª etapa será o circuito X-Treme, no dia 13 de novembro, em Teresina. Para fechar o campeonato, a 2ª Volta dos Calangos, prova XCM, que acontecerá entre Teresina e Altos, no dia 04 de dezembro.

O presidente da FCP, George Rodrigues, informa que todas essas provas serão as provas que terão ranking e pontuação para definir os campeões de 2016. Ele lembra que os clubes ainda estão em fase de solicitação das etapas que valerão pelo ranking nacional da CBC e as que valerão apenas pelo ranking estadual. “Mas a Federação está aberta ainda para receber pedidos de homologação de provas não ranqueadas, mas que têm a sua importância para movimentar o esporte no nosso Estado”, justificou. Outra mudança para 2016 é a inclusão das categorias Juvenil, Máster C-1 (50 a 54 anos) e Over 5, seguindo o padrão da CBC.

Fonte: Aldeia

Comente aqui


Com nova loja, Moto Náutica leva produtos BRP a Cascavel (PR)

Concessionária inaugura espaço completo para comercialização e serviços das motos aquáticas Sea-Doo, dos veículos Can-Am e dos motores de popa Evinrude

Cascavel (PR) – Após a unidade de Francisco Beltrão, a Moto Náutica amplia a atuação no mercado com a inauguração da loja em Cascavel, no oeste do Paraná. A concessionária dos produtos BRP apresentou o novo espaço na última quinta-feira (17), em badalado coquetel para clientes, imprensa e parceiros, e reforçou as expectativas de ótimos negócios na região.
Com 2.600 metros quadrados de área total, a nova loja oferece infra-estrutura completa para a comercialização e a prestação de serviços envolvendo as motos aquáticas Sea-Doo, os veículos Can-Am e os motores de popa Evinrude. O amplo estacionamento facilita a chegada de clientes com carretas, assim como a parte de logística de produtos da concessionária. O espaço ainda possui boutique oficial com roupas, equipamentos e acessórios das marcas assinadas pela BRP.
A inauguração preencheu uma lacuna no mercado da região. “Não tínhamos um espaço físico, mas sempre atuamos em Cascavel. Abrimos um ótimo mercado e a venda dos produtos da BRP cresceu muito por aqui nos últimos anos, tanto que esta demanda sinalizou a necessidade da abertura de uma loja exclusiva”, contou Tiago Canzian, da Moto Náutica.
A localização, na esquina de uma das principais avenidas da cidade, a Rocha Pombo, é outro aspecto positivo do empreendimento. “A loja ficou perfeita, bem sinalizada e com um visual muito bonito. Recebemos muitos elogios. O público da região já gostava bastante dos produtos da BRP, e com a nova loja certamente as marcas conquistarão ainda mais espaço”, continuou.
A região oferece todos os recursos para diversão ao ar livre, seja na terra ou na água. “Há muitas marinas próximas, que ficam às margens do Rio Iguaçu, e atividades náuticas que favorecem as motos aquáticas da Sea-Doo e os motores de popa da Evinrude. O mercado dos produtos com rodas também apresenta bastante potencial, temos muitas trilhas para os quadriciclos e UTVs da Can-Am e belas paisagens e estradas para o uso do roadster Can-Am Spyder”, finalizou Canzian.
Moto Náutica Powersports – Cascavel (PR)
Av.Rocha Pombo, 1070, Nova York
Telefone: (45) 3306-7100
Moto Náutica Center – Francisco Beltrão (PR)
Av. Luiz Antonio Faedo, 277, Centro
Telefone: (46) 3523-3060
Centro Náutico Foz – Foz do Iguaçu (PR)
Av. Edgard Schimmelpfeng, 151
Telefone: (45) 30286737
Horário de atendimento das lojas: De segunda a sexta-feira, das 8h30 às 12h e das 13h30 às 18h; Aos sábados, das 8h30 às 12h.
Site: www.motonauticacenter.com.br
Sobre a BRP – A BRP (TSX: DOO) é líder global em projeto, desenvolvimento, fabricação, distribuição e comercialização de veículos esportivos e sistemas de propulsão. Seu portfólio inclui os veículos para neve Ski-Doo e Lynx, a moto aquática Sea-Doo, os veículos side-by-side e quadriciclos Can-Am, os roadsters Can-Am Spyder e os sistemas de propulsão marítima Evinrude e Rotaxwell, além dos motores Rotax para karts, motocicletas e aeronaves recreativas. A BRP dá suporte a sua linha de produtos com peças, acessórios e vestuário dedicados. Com uma renda anual com vendas de mais de CA$ 3 bilhões em 105 países, a empresa conta com cerca de 7.100 funcionários no mundo.
www.brp.com
@BRPnews
Ski-Doo, Lynx, Sea-Doo, Evinrude, Rotax, Can-Am, Spyder, Commander, Maverick, X e o logotipo da BRP são marcas comerciais da Bombardier Recreational Products Inc. ou de suas afiliadas. Todas as outras marcas comerciais são propriedade de seus respectivos donos.

Fonte: Mundo Press Jornalismo Estatégico

Fotos: Sérgio Sanderson/Moto Náutica

Comente aqui