Fiat Chrysler Automobiles anuncia investimento de US$ 500 milhões na planta de Córdoba

CEO da FCA, Sergio Marchionne; presidente da FCA para América Latina, Stefan Ketter; governador Juan Schiaretti; prefeito de Córdoba, Ramon Mestre; e presidente da Argentina, Mauricio Macri

CEO da FCA, Sergio Marchionne; presidente da FCA para América Latina, Stefan Ketter; governador Juan Schiaretti; prefeito de Córdoba, Ramon Mestre; e presidente da Argentina, Mauricio Macri

 

·         O CEO global da FCA, Sergio Marchionne, e o Presidente da Argentina, Mauricio Macri, anunciaram conjuntamente os investimentos durante visita à fábrica e solenidade com a participação de trabalhadores

·         Os investimentos incluem reequipamento da planta, instalação de novas tecnologias e processos, desenvolvimento de fornecedores, pesquisa e capacitação

·         Novo modelo a ser produzido na planta será lançado em 2017

·         Previsão de produção de 100 mil unidades anuais do novo modelo

·         A fábrica avança na implementação do sistema de produção World Class Manufacturing (WCM)

O CEO global da Fiat Chrysler Automobiles (FCA), Sergio Marchionne, acompanhado pelo presidente da Argentina, Mauricio Macri, anunciou hoje investimento de US$ 500 milhões na planta do grupo em Córdoba (Argentina), para a produção de um novo carro sobre nova plataforma modular, destinado à exportação para a América Latina e outros mercados potenciais. O lançamento do novo modelo está programado para 2017 e a fábrica estará preparada para produzir mais de 100 mil unidades por ano.

“Trata-se de uma decisão que eleva a planta de Córdoba a uma posição de destaque no sistema industrial da FCA na América Latina”, disse Sergio Marchionne. “Esta fábrica receberá a mais moderna tecnologia hoje disponível no sistema industrial da FCA”, acrescentou.

O anúncio foi feito durante evento na planta de Ferreyra, Córdoba, que incluiu solenidade e uma visita do Presidente Macri e comitiva à linha de montagem. Participaram do encontro o governador de Córdoba, Juan Schiaretti, e o prefeito da cidade de Córdoba, Ramón Mestre. O Presidente Macri foi acompanhado pelos ministros da Produção, Francisco Cabrera, e do Interior, Rogelio Firgerio, e pelo Secretário Geral da Presidência, Fernando de Andreis.

Eles foram recebidos por Stefan Ketter, Presidente da FCA para a América Latina; Cledorvino Belini, Presidente de Desenvolvimento da FCA para a América Latina; Cristiano Rattazzi, Presidente da FCA Argentina; e Roberto Gigliarelli, Diretor Geral da FCA Automobiles Argentina & Restante da América Latina.

“Este investimento consolida a planta de Córdoba como um centro de produção de classe mundial e como um polo exportador para toda a América Latina e outros mercados potenciais”, afirmou Ketter. “A FCA reforça sua presença na América Latina, uma região estratégica para o desenvolvimento de nossas marcas”, enfatizou.

Paralelamente ao investimento em Córdoba, a FCA também avança seu plano de investimentos no Brasil, que soma R$ 15 bilhões no período 2013-2016, e prevê o lançamento de três novos modelos no mercado brasileiro neste ano.

Investimento

O novo investimento na planta de Córdoba se enquadra no plano estratégico industrial da FCA para a região e se ajusta às diretrizes do governo argentino para o setor automotivo, dedicadas a elevar os níveis de integração local e melhorar a competitividade.

A FCA trabalha com o objetivo de integrar conteúdos locais acima de 50%. O projeto tem destacado perfil exportador, uma vez que mais de 80% da produção será destinada ao mercado externo, especialmente da América Latina.

Os investimentos em torno de US$ 500 milhões na planta e em seus processos vão incorporar e atualizar sistemas de produção e qualidade de acordo com o sistema World Class Manufacturing (WCM), e também se destinam a instalação de novas tecnologias e processos, desenvolvimento de fornecedores, pesquisa, desenvolvimento e capacitação. O projeto prevê:

  • Instalação de mais de 150 robôs na unidade de funilaria.
  • Linha de produção com elevado grau de automação.
  • Nova linha de montagem de motores paletizada, com os mais elevados padrões de qualidade.
  • Ampliação e modernização da Sala Metrológica com a incorporação de novos equipamentos de medição.
  • Criação de Centro de Comunicação, um espaço de trabalho conjunto e integrado;
  • Nova linha preparada para a montagem e os testes da nova caixa de transmissão automática que será implementada no modelo.

O novo modelo será produzido apenas na planta de Córdoba. Esta decisão prevê um grande esforço no sentido do desenvolvimento de fornecedores locais. Mais de vinte novos fabricantes de autopeças devem se somar ao parque atual, para produzir cerca de 600 itens. O projeto pretende superar os 50% de conteúdo local de componentes, o que implica aumentar o volume de compras na Argentina. A decisão de localizar ainda mais a produção de peças e componentes vai gerar novos empregos na cadeia de fornecedores e impacta positivamente um universo de 20 mil pessoas (mais da metade em Córdoba) que mantêm vínculo com as atividades do complexo industrial da FCA em Ferreyra.

A diretoria da FCA considerou positiva a disposição do governo de adotar medidas voltadas ao incremento da competividade do setor, como as já implementadas nas tarifas de exportação de produtos industrializados, bem como de políticas concentradas no desenvolvimento de um parque de autopeças competitivo.

Fonte: FCA PRESS

Deixe um Comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.