Mês: maio 2016



Oroch Expedition termina após cruzar sete países e percorrer 11.230 km

Após percorrer 11.230 km e cruzar sete diferentes países da América do Sul, a Oroch Expedition chegou ao fim ao atingir a cidade de Bogotá, na Colômbia. A aventura começou na fábrica da Renault em São José dos Pinhais (PR), onde três jornalistas receberam duas SUP (Sport Utility Pick-Up) Duster Oroch, modelo inovador que inaugurou um segmento entre as picapes pequenas e médias no Brasil e na Argentina. Depois do Brasil a picape passou pelo Uruguai, Argentina, Chile, Peru, Equador e, finalmente, Colômbia.

A Oroch Expedition mostrou toda a robustez e versatilidade da picape Duster Oroch. Nas redes sociais da Renault houve um excelente acompanhamento: os 10 posts no Facebook renderam mais de 990.000 curtidas e 2.500 compartilhamentos. A Expedição também pôde ser acompanhada pelo Instagram e pelo Twitter, que tiveram mais de 4.100 interações. Os jornalistas Antonio Meira Jr. e Gustavo Acioli, além do fotógrafo Eugeniusz Kowalski, registraram todos os detalhes da aventura em um diário de bordo no site da Renault (https://www.renault.com.br/universo-renault/eventos/duster-oroch-expedition.html).

Durante a jornada, a Duster Oroch enfrentou temperaturas extremas. A menor foi de apenas 1 grau na região de Flores Cunha, no Rio Grande do Sul. As maiores beiraram os 40 graus, na fronteira do Equador com a Colômbia. A expedição passou por paisagens variadas e duas estações do ano, já que cruzou a linha do Equador. No Chile, as picapes ultrapassaram os 4 mil metros de altitude ao cruzar a Cordilheira dos Andes em meio a neve. Algumas horas depois, chegaram ao litoral chileno com praias, sol e calor. Os aventureiros cruzaram desertos de pedra, areia e de sal, além de enfrentarem terremotos no Equador. Na Colômbia enfrentaram florestas tropicais.

As duas picapes se saíram bem em todas as condições enfrentadas. Durante todo o trajeto o único contratempo foi um farol de neblina queimado, na Argentina. O consumo médio, apesar de todas as situações extremas enfrentadas, foi de ótimos 9,7 km/l.

A expedição destacou toda a robustez e versatilidade da SUP (Sport Utility Pick-Up) Duster Oroch, que traz entre os seus diferenciais a suspensão traseira multilink – muito útil para encarar os diversos tipos de terrenos durante a expedição garantindo o máximo de conforto para os passageiros e dirigibilidade seja com a caçamba vazia ou carregada. Ao final da jornada, os aventureiros elogiaram o conforto, espaço interno, versatilidade e, claro, a robustez da picape. Eles também ficaram impressionados com a curiosidade das pessoas em relação ao picape ao longo da jornada. Nos 30 dias de viagem foram muitos curiosos com a picape Renault.
VISITA À QUATRO FÁBRICAS DA RENAULT NA AMÉRICA DO SUL
A expedição também ressaltou a integração da Renault na América do Sul, região onde a Renault tem muita tradição. A jornada passou pelas quatro fábricas da Renault no continente: Complexo Ayrton Senna (Brasil), Santa Isabel (Argentina), Los Andes (Chile) e Sofasa (Colômbia).
A largada da Oroch Expedition aconteceu na fábrica de São José dos Pinhais no dia 26/04, onde a picape é fabricada e exportada para a Colômbia e Argentina. Durante a visita ao complexo fabril da Renault, os aventureiros puderam conversar com engenheiros que participaram do desenvolvimento da picapee conhecer de perto o show car Duster Oroch, uma interpretação da marca de uma picape derivada de um SUV (Sport Utility Vehicle) que foi concebido pelo Renault Design América Latina (RDAL) e mostrado pela primeira vez no Salão de São Paulo de 2014.
A expedição seguiu pelo Uruguai e chegou à Argentina, onde os três jornalistas foram recebidos pelos engenheiros que também trabalharam no projeto U79, nome interno da picape Duster Oroch. Em Santa Isabel, visitaram a RTAL (Renault Tchnology America) e visitaram a localidade chamada El Condor Capino, onde a picape passou por teste de resistência à época do lançamento, em setembro de 2015. As vendas da Oroch na Argentina começaram apenas uma semana antes da visita da expedição ao país.
No Chile, a Oroch Expedition faz mais um ‘pit stop’ na fábrica de Los Andes, onde são produzidos os câmbios de diversos modelos da Renault, entre eles os da própria Duster Oroch. Os colaboradores da fábrica chilena puderam ver a Oroch pessoalmente pela primeira vez, graças à Expedição. Na Colômbia, a expedição foi recebida por dezenas de colaboradores na tradicional fábrica da Sofasa, onde são produzidos alguns carros como o Clio, Sandero e o Duster. A expedição encerrou em um concessionário de Bogotá no último dia 25/05.
ÚLTIMO DIÁRIO DE BORDO
Colômbia: fim da jornada
Depois de quase quatro semanas viajando, percorrendo algumas das mais incríveis paisagens do continente americano, a Oroch Expedition vai chegando ao fim. Como planejado, a expedição superou os onze mil quilômetros: indo de Curitiba, Brasil, até Bogotá, capital colombiana.
Teve ainda um pit stop na interessante Medellín, cidade famosa no passado por ser sede das operações do traficante Pablo Escobar. Hoje, Medellín é uma pulsante metrópole regional, com aproximadamente dois milhões de habitantes e um copiado sistema de mobilidade urbana, com metrô, corredores exclusivos de ônibus e uma complexa rede de teleféricos interligados ao sistema público de transporte urbano.
Em Medellín também está a Sofasa, fábrica de veículos da Renault no país. Na unidade são montados carros como o Sandero, o Logan e o Duster. A Oroch Expedition foi recebida na fábrica com toda a pompa e carinho. Teve até linha de chegada e mimos para a equipe. Tanto na Sofasa, quanto na Cormecánica (Chile) e na fábrica Santa Isabel (na Argentina) o carinho das equipes foi um bom alento para amenizar a saudade de casa. Na fábrica, também foi momento de responder diversas perguntas sobre o desempenho das Oroch. Todo mundo muito curioso.
Não gastamos muito portunhol com isso, afinal não tivemos sequer um problema mecânico, nem mesmo pneu furado. Tudo caminhou perfeitamente bem. Motor 2.0 fez bonito subindo a Cordilheira dos Andes, suspensão funcionou além das expectativas, freios idem, dirigibilidade também… E assim foi.
Na volta à estrada, os últimos 450 quilômetros foram de muita subida, tráfego pesado, belas paisagens e algumas doses de paciência extra dos motoristas: menos da metade do trajeto entre Medellín e Bogotá é feito em pistas duplicadas. Já viu, né? Nada que a gente já não tenha encarado. Não podemos deixar de dizer que a Oroch é uma picape com boa ergonomia, onde o motorista fica bem acomodado para encarar trechos longos.
A chegada em Bogotá revela uma gigantesca mancha urbana, um pouco maior que Lima, até então a maior cidade que tínhamos passado. A capital colombiana é uma cidade bem espalhada, com construções baixas e trânsito pesado de carros.
Texto: Antônio Meira Jr e Gustavo Acioli. Fotos: Eugeniusz Kowalski

Sala de Imprensa Renault

Comente aqui


Aventura, estilo e 4×4 na nova versão Pajero Outdoor

SUV da Mitsubishi Motors ganha elementos exclusivos e traz câmbio automático com Sports Mode, novas rodas, motor diesel de 3,2L, moderno sistema de tração Super Select 4WD, além da tecnologia, conforto e espaço de sobra para toda a família

O Mitsubishi Pajero, que carrega em seu nome todo o DNA 4×4 da Mitsubishi Motors, acaba de ganhar uma nova versão, com visual ainda mais esportivo e aventureiro. O Pajero Outdoor tem elementos exclusivos, que conferem robustez, sem perder toda a capacidade off-road, conforto e tecnologia, características da família Pajero.
Este SUV tem para-choque exclusivo na cor do veículo e faróis de máscara negra. Além disso, diversos itens são pintados em cinza grafite, como os frisos das portas, grade do radiador, maçanetas, moldura da caixa de roda dianteiro e traseiro e o para-choque de impulsão. O rack de teto é na cor preta e o aerofólio vem integrado à tampa traseira.
Na parte interna, os bancos têm revestimento Premium e as maçanetas são cromadas. O volante vem com comando do piloto automático, além de ajuste de altura. O veículo tem rádio AM/FM, CD Player com MP3 e Bluetooth, entrada USB e auxiliar frontal.
As novas rodas contam com design exclusivo em liga leve aro 17″, na cor grafite, com pneus 265/65 R17. Na traseira, as lanternas são em Cristal Sharp Design e a moldura superior da placa é na cor grafite.
O Pajero Outdoor leva confortavelmente toda a família e é capaz de enfrentar as mais difíceis situações off-road, graças ao completo sistema de tração com reduzida.
Tecnologia e praticidade estão presentes nos detalhes do Pajero Outdoor. Além de todo o conforto, o veículo é ideal para as longas viagens, já que é equipado com tanque de combustível de 90 litros, proporcionando muito mais autonomia. A capacidade do porta-malas pode chegar a 1.805 litros.
Com um raio de giro de 5,6 metros, o Pajero Outdoor é versátil em qualquer situação, permitindo curvas e manobras com facilidade. Para o conforto ainda maior do motorista e passageiros, o veículo tem 24 porta-objetos distribuídos pelo veículo, duas tomadas 12V e 12 luzes de cortesia que garantem melhor visibilidade no interior.
Força e resistência
Robusto por fora e dócil ao volante. O Pajero Outdoor é equipado com motor diesel de quatro cilindros em linha, com 3,2 litros e 16 válvulas, injeção eletrônica direta common-rail, turbocompressor e intercooler, desenvolvendo potência de 180 cv a 3.500 rpm e torque de 38 kgf.m a 2.000 rpm.
A tecnologia do Mitsubishi Pajero permite até 20 combinações de marcha, o que torna este SUV um veículo perfeito para rodar nas grandes cidades e nos diversos tipos de terreno. O câmbio automático tem cinco velocidades e é equipado com Sports Mode e INVECS-II (Intelligent & Innovative Vehicles Electronic Control System), que reúne as informações do modo de dirigir do motorista, incluindo a forma de acelerar e frear, e se adapta automaticamente, tornando ainda mais agradável a condução do veículo em qualquer situação. O motorista pode optar pelo modo sequencial Sports Mode, onde a troca de marchas é feita de forma manual, através da alavanca.
Off-road completo
A vocação off-road é item de série neste SUV graças ao moderno sistema de tração Super Select 4WD com quatro modos distintos de seleção: 4×2 (2H), 4×4 (4H), 4×4 bloqueado (4HLc) e 4×4 bloqueado com reduzida (4LLc).
No modo 2H, o SUV opera somente com a tração traseira, sendo recomendado para uso urbano e em rodovias, privilegiando a economia de combustível. O modo 4H faz com que o veículo distribua a força de tração nas quatro rodas, ideal para estradas e pisos molhados com baixa aderência.
Já no modo 4HLc, a tração estará atuando o tempo todo nas quatro rodas com o diferencial central bloqueado e é recomendado para situações off-road. O modo 4LLc também terá a tração nas quatro rodas com o diferencial central bloqueado e reduzido, onde se faz necessária força total, como a transposição de obstáculos.
As medidas confirmam toda a vocação off-road do modelo. O ângulo de entrada é de 36º, de saída de 25º, além de capacidade máxima de subida de 35º. São 215 mm de altura livre do solo. O Pajero Outdoor tem 4.745 mm de comprimento, 1.815 mm de largura, 1.840 mm de altura com rack, entre-eixos de 2.800 mm.
O Mitsubishi Pajero Outdoor é construído no conceito cab on chassi, e tem 20 pontos reforçados em sua estrutura, resultando em viagens mais prazerosas, tranquilas e confortáveis. O chassi é constituído por longarinas do tipo box type com alta resistência a torção e flexão, capaz de enfrentar os maiores desafios off-road. A suspensão ryde dynamics é resistente e confortável em todas as situações.
Segurança
O Pajero é equipado com o que há de mais moderno em segurança. A cabine conta com o sistema RISE de deformação programada. A coluna de direção, pedal e o espelho retrovisor interno são colapsáveis e este SUV conta ainda com barras de proteção lateral.
O sistema de freios tem a tecnologia 4-ABS com EBD e BAS, que distribui eletronicamente a força de frenagem em cada roda, mantendo o veículo em uma trajetória correta e segura mesmo em situações limites de utilização dos freios.
Acabamento exclusivo
O estilo e a beleza estão presentes em cada detalhe do Pajero Outdoor. Para o acesso ao veículo, o sistema keyless facilita o travamento e destravamento das portas. O modelo possui conjunto óptico integrado ao para-choque com luzes de neblina com moldura na cor grafite. As molduras nas caixas de rodas dianteiras e traseiras preservam a carroceria e a pintura em situações extremas.
Com dois amortecedores a gás, a abertura da tampa traseira é feita sem dificuldades. Os espelhos retrovisores são rebatíveis eletronicamente e as maçanetas das portas recebem acabamento cromado. Estribos posicionados estrategicamente facilitam o acesso ao veículo.
Pajero HPE
A versão HPE também ganhou novidades na versão 2017. A frente Frontside tem desenho arrojado e harmônico, grade Off-Road Efficient integrada ao conjunto óptico que recebe faróis de xênon HID com regulagem automática de altura e lavador. Além disso, o Pajero HPE é equipado com o moderno DRL com LED, que deixam o visual ainda mais arrojado e garantem a segurança para rodar durante o dia. Os faróis de neblina estão integrados ao para-choque e as rodas Power Design são de liga leve de 17″. Os retrovisores têm rebatimento elétrico com capa cromada e luz de seta em LED.
Este SUV leva confortavelmente toda a família com espaço de sobra para até sete ocupantes e está disponível em versões com motor flex ou diesel.
O Pajero HPE é um veículo completo e equipado com sistema multimídia, bancos com couro com regulagem elétrica nos dianteiros, direção hidráulica com Paddle Shifters em Titanium Style, sensor de chuva e acendimento automático dos faróis, ar-condicionado automático, sistema keyless para abertura e fechamento das portas, retrovisores com rebatimento elétrico, além do sistema Full Airbags, com oito airbags: dois frontais, dois laterais e quatro de cortina.
Outro item que chama a atenção são as rodas de liga leva Power Design aro 17″, agora com um acabamento diamantado mais sofisticado e com pneus 265/65R17. O veículo vem com sistema multimídia Power Touch, GPS, CD, DVD e MP3 Player e Bluetooth com viva-voz, câmera de ré com as imagens sendo exibidas na tela de 7″ e sensor de estacionamento.
Cores
Produzido na fábrica da Mitsubishi Motors em Catalão, no interior de Goiás, o Mitsubishi Pajero Outdoor têm três anos de garantia e está disponível em sete cores: Prata Cool, Prata Rhodium, Cinza Londrino, Marrom Cacau, Azul Petróleo, Banco Fuji e Preto Onix.
Preço
Pajero Outdoor AT – R$ 165.990,00
Pajero HPE Flex AT – R$ 165.990,00
Pajero HPE Diesel AT – R$ 194.990,00
Links Youtube
Clipe: https://youtu.be/dPsYv0a6yzc
Vídeo-release: https://youtu.be/Qw0XbcCLdNo

Fonte: Assessoria de Imprensa
Thiago Padovanni
Carolina Vasconcellos
Fernando Menezes
Fernando Solano – Gerente de Comunicação

Fotos: Murilo Mattos / Mitsubishi

Comente aqui


Team Rinaldi conquista vitórias nas regiões Sul e Sudeste

Rafael Becker, do Team Rinaldi, está invicto na classe 50cc do Arena Cross 2016 Crédito: Café Fotos/Mundo Press

Rafael Becker, do Team Rinaldi, está invicto na classe 50cc do Arena Cross 2016
Crédito: Café Fotos/Mundo Press

Equipe da fábrica gaúcha de pneus é destaque no Brasileiro de Rally Baja, Arena Cross, CACC e Gaúcho de Velocross

Bento Gonçalves (RS) – O Team Rinaldi conquistou vitórias no Sul e no Sudeste, regiões que receberam importantes competições do motociclismo nacional no último final de semana (21 e 22). A equipe foi destaque em etapas do Brasileiro de Rally Baja, Arena Cross, CACC e Gaúcho de Velocross. Pelo Brasileiro de Enduro de Regularidade, o atual campeão Emerson Loth “Bombadinho” sofreu forte queda e teve de abandonar a etapa capixaba. Veja todos os detalhes:
Brasileiro de Rally Baja – Mais rápido entre todas as motocicletas, o paulista Ramon Sacilotti venceu a classe Super Production no 10º Rally Cuesta Off-Road, em Botucatu (SP), realizado neste final de semana (21 e 22). O evento foi válido como quinta e sexta etapas do Campeonato Brasileiro de Rally Baja.
“Estou bastante satisfeito. Fui mais cauteloso no primeiro dia de prova, no sábado, por conta da chuva e por abrir a especial. No domingo, sem chuva e com trajeto marcado, pude acelerar forte e imprimi um ritmo alucinante nos últimos quilômetros, onde consegui a vitória por apenas 19 segundos de vantagem”, disse Sacilotti, líder da classificação geral e da Super Production no Brasileiro.
Moara Sacilotti, irmã de Ramon, também fez bonito no Cuesta Off-Road e ficou em terceiro lugar na mesma categoria. O catarinense Daniel Crema foi ao pódio na segunda posição da Marathon, sendo que os pilotos do Team Rinaldi utilizaram os pneus off-road RMX 35, HE 40, SR 39 e HE 42, específico para os praticantes de rally.
Arena Cross – Rafael Becker disparou na liderança da classe 50cc no Arena Cross 2016, que realizou a terceira etapa na noite deste sábado (21) em Ilhabela, litoral paulista. O jovem catarinense do Team Rinaldi segue invicto na defesa do título. “Foi uma prova difícil, larguei em segundo e caí logo na primeira sessão. Estou muito feliz por ter conseguido vencer a corrida”, disse o piloto.
O goiano Wellington Garcia, da equipe Honda Ipiranga IMS Rinaldi, foi ao pódio da MX Pró em terceiro lugar (na soma das duas baterias). Os pilotos utilizaram pneus dos modelos off-road SR 39, RW 35, HE 40 e RMX 35 no Arena Cross, co-patrocinado pela Rinaldi.
CACC – A segunda etapa do CACC, torneio de cross country patrocinado pela Rinaldi, movimentou o Centro de Treinamento de Arujá (SP) neste domingo (22). O Team Rinaldi ditou o ritmo da categoria Feminina e Janaína Souza levou a melhor, seguida por Tainá Aguiar. “A chuva forte que caiu durante a semana deixou o terreno bem liso, por isso procurei fazer uma prova constante e sem erros. O sol resolveu aparecer para aquecer a prova, que teve grandes disputas em todas as categorias”, relatou Janaína, nova líder da classe. As competidoras utilizaram os pneus off-road dos modelos HE 40 e SR 39 e a corrida teve uma hora de duração mais uma volta.
Gaúcho de Velocross – Os irmãos Basso começaram a mil o Campeonato Gaúcho de Velocross, cuja etapa de abertura foi realizada neste domingo (22) na pista da Fenachim, em Venâncio Aires (RS). Lucas venceu a classe MX2, com Mateus em terceiro. Na MX Pró, Mateus subiu no pódio em segundo lugar. Maiara foi a mais rápida na classe VXF e fechou a VX3 Importada na terceira colocação. Os irmãos do Team Rinaldi aceleraram com os pneus Rinaldi RMX 35 e SR 39.
Brasileiro de Enduro de Regularidade – Emerson Loth “Bombadinho” passou por momentos complicados no Enduro da Polenta, em Venda Nova do Imigrante (ES), válido como nona e décima etapas do Brasileiro de Enduro de Regularidade. Atual campeão nacional, o piloto do Team Rinaldi sofreu uma forte queda e teve de abandonar a prova neste sábado (21).
“A minha perna entrou na roda traseira da moto, senti muita dor e fiquei 40 minutos deitado até conseguirmos sair da trilha e ir ao hospital”, relatou Bombadinho, que foi prontamente socorrido pelos companheiros de prova. “Não tive fraturas, mas é provável que tenha rompido ligamento do joelho. Mesmo assim, agradeço a Deus por não ter ocorrido algo mais grave”, concluiu.
Sobre a Rinaldi – A Rinaldi iniciou as atividades em 1969 com 60 colaboradores e 15 mil m² de área fabril para produção de materiais de recauchutagem em Bento Gonçalves (RS). A empresa ampliou a produção com as câmaras de ar para as linhas automotiva, transporte e industrial na década de 80, além de introduzir a fabricação de pneus e câmaras de ar para as linhas de motocicletas, agrícola, industrial (não motorizada) e charretes.
A busca pela excelência refletiu em credibilidade no mercado e fortes parcerias. Muito mais que em espaço físico, com área fabril de 35 mil m², a Rinaldi cresceu na geração de empregos diretos, atualmente com 700 colaboradores, e conquistou reconhecimento no mercado.
A fábrica conta com a Certificação da Gestão de Qualidade ISO 9001:2008 e com o aval do INMETRO nos seus produtos da linha de motocicletas. Na área ambiental, a empresa possui o Certificado de Destruição Térmica, por destinar 100% dos seus resíduos sólidos a uma cimenteira para geração de energia. Para conhecer os produtos da Rinaldi, acesse o site oficial.

Fonte: Ângela Monteiro – Mundo Press Jornalismo Estratégico

Comente aqui


Marcos Costa é o novo presidente e CEO da GE Transportation

Transportation-SMN-3
A GE anuncia que Marcos Costa é o novo presidente e CEO da GE Transportation, líder global em fornecimento de tecnologia e equipamentos ferroviários. Formado em engenharia elétrica pela Universidade Federal de Minas Gerais e com especialização em administração de empresas pela Fundação Getúlio Vargas, o executivo volta a Minas Gerais para liderar os negócios na América Latina, tendo como base a planta de Contagem.
Com início de suas funções no mês de maio, o executivo será responsável pela estratégia de negócios e por toda a operação da GE Transportation na região  com foco no relacionamento com os clientes e na expansão e  melhoria do transporte ferroviário na região.
Segundo Costa, o setor ferroviário passou por importantes mudanças nos últimos anos. Muitos investimentos em inovação e desenvolvimento de soluções nacionais foram realizados e a GE vem participando ativamente desse processo. “Há mais de 50 anos, a GE Transportation contribui para aumentar a produtividade da malha brasileira. Nessa nova fase, me junto ao time para continuar atuando na expansão da capacidade deste modal no País, levando aos clientes soluções customizadas e digitais que aumentarão a capacidade de suas frotas”, finaliza.
Marcos ingressou na GE em 2015 após a incorporação dos negócios de energia da Alstom. Entre 2006 e 2015, exerceu as funções de Vice-presidente Sênior de Global Power Sales, Vice-presidente dos Setores Renewable Power e Thermal Power para a América Latina e Presidente da Alstom no Brasil. Com mais de 30 anos de experiência no mercado de infraestrutura, já ocupou altos cargos de gestão em diversas empresas de bens de capital no setor energético.

Fonte: Agência Ideal

Sílvia Simões – Mara Speri – Paula Angelo – Priscilla Caetano – Yasmine Luna

Comente aqui


Marcopolo entrega 10 novos ônibus para a Transcal

marcopolo_idealetranscal

Veículos serão utilizados em serviços de Fretamento e Turismo

A Marcopolo fez a entrega de 10 novos ônibus para a Transcal – Sul Transportes Coletivos Ltda., operadora de transportes do Rio Grande do Sul. Os veículos, do modelo Ideale 800, serão utilizados em viagens de serviço seletivo e fazem parte do contínuo sistema de renovação de frota da empresa.

Os ônibus Ideale possuem chassi Volkswagen 17.230 e capacidade para transportar 51 passageiros em poltronas Executiva 1.005 mm, garantindo mais conforto e comodidade para os passageiros. Com 13,43 metros de comprimento, têm preparação para sistema de gravador de imagem, entre outros itens para a segurança dos ocupantes.

“Estes são os primeiros veículos do modelo Ideale 800 que fornecemos para um cliente no Rio Grande do Sul e isto amplia a nossa presença e fortalece a imagem de versatilidade e inovação que a marca possui”, comenta Paulo Corso, diretor de operações comerciais e marketing da Marcopolo.

O Ideale conta com estrutura reforçada e fácil acesso aos componentes mecânicos, tornando mais rápida a manutenção e diminuindo o tempo fora de operação. Internamente, os diferenciais do Ideale são o elevado padrão de conforto e ergonomia e a porta do tipo In-Swing de 870 mm de largura, que se desloca para a parte interna do veículo e oferece maior segurança e funcionalidade na operação. Outro destaque é o maior espaço de circulação no corredor, com 375 mm de largura e a configuração interna totalmente renovada, como novos revestimentos, porta-pacotes e porta-focos redesenhados e redimensionados, além da iluminação em LEDs.

A iluminação do salão de passageiros é toda em LEDs, com luzes indiretas para maior comodidade e sofisticação. Os LEDs estão presentes também nas luzes de leitura dos porta-focos, que contam ainda com saídas individuais para ar-condicionado. As linhas do acabamento interior da cabine seguem as tendências automobilísticas, com materiais e texturas mais “amigáveis” e modernos.

O Ideale também conta com grande área envidraçada nas portas e nas paredes de separação, que ampliam o campo visual dos passageiros, assim como o seu bem-estar. E a parede de separação, com porta de acesso ao salão de passageiros com abertura para o lado de fora, facilitando a circulação e sem interferir no espaço das poltronas.

Foto: Douglas de Souza Melo

Fonte: Secco Consultoria de Comunicação

Comente aqui


ARSENALCAR AUMENTA PORTFOLIO DE PEÇAS E ACESSÓRIOS PARA CAMINHÕES

 índice

Há quase quatro anos atuando no mundo virtual e atendendo consumidores que procuram comodidade e facilidade no momento da compra, a ArsenalCar – um dos maiores portais de e-commerce de peças e acessórios do País- acaba de ampliar seu portfólio de produtos para caminhões de pequeno, médio e grande porte.  Agora, no portal de vendas é possível encontrar peças como turbina adaptável, fechos de molas, além de acessórios como som, alarme, tapete, sensor de estacionamento e outros para os grandões.

Thiago Micheloni, gerente da ArsenalCar, diz que o conceito dos caminhões mudou bastante nos últimos anos. Eles estão mais modernos, bonitos e seguros. Cada vez mais presentes no mercado, eles também mudaram o olhar do consumidor, que passou a investir mais em itens que valorizem seu veículo. “Estamos melhorando aos poucos a linha de produtos para os caminhões. Nossa expectativa é aumentar a oferta em, pelo menos 30%, até o final deste ano”, ressalta.

É importante alertar que, antes de qualquer mudança no veículo, o motorista precisa estar atento ao cumprimento da lei, já que, segundo o Código de Trânsito Brasileiro (CTB), antes de realizar qualquer alteração, o motorista precisa obter autorização do Departamento Estadual de Trânsito (Detran), como é o caso da turbina. “ Em sua maioria as turbinas são peças de substituição, mas há casos de adaptação que precisam ser informados ao Detran”, alerta Micheloni.

Sobre a ArsenalCar

Criada em 2012, a Arsenal Car – um dos maiores portais de e-commerces de peças e acessórios automotivos do Brasil – oferece hoje mais de dez mil itens para carros, vans e pick-ups, nacionais e importados. Com cerca de um milhão de acessos por mês, o portal Arsenal Car comercializa produtos de vários tipos e marcas, entre os quais se destacam faróis e lanternas, os carros-chefe da organização. O endereço do portal é www.arsenalcar.com.br

Fonte: Voice Comunicação Institucional

Beth Guaraldo – Diretora de Conteúdo

Ana Regina Bicudo – Diretora de Atendimento

Daniella Costa – Assessora de imprensa

Comente aqui


Simuladores de direção permitem ao aluno aprendizado seguro antes das aulas práticas

Para proporcionar uma visão realista do trânsito, os simuladores reproduzem situações adversas

Para proporcionar uma visão realista do trânsito, os simuladores reproduzem situações adversas

Foco do Movimento Maio Amarelo, redução de acidentes de trânsito pode ser um dos reflexos do uso do equipamento na formação de condutores

Sensibilizar a sociedade para o papel de cada indivíduo na redução do índice de acidentes de trânsito. Este é o propósito do movimento Maio Amarelo, que encerra a sexta edição com ações programadas até 31 de maio, envolvendo centenas de empresas e entidades em prol da causa. A partir de ações diversificadas, a iniciativa convida todos a refletirem acerca da importância do tema segurança viária e da responsabilidade que possuem no trânsito.

A incumbência por manter a segurança nas vias urbanas é de todos os usuários – motoristas, pedestres, ciclistas e passageiros. Porém, exige-se, especialmente dos motoristas de veículos motorizados, atenção, cuidado e respeito essenciais a um trânsito mais humano e seguro. Uma das maneiras de proporcionar, ainda durante a formação dos condutores, esta consciência, é a utilização de simuladores de direção veicular. Os equipamentos são obrigatórios desde julho passado em todo território nacional pela resolução nº 543/15 do Conselho Nacional de Trânsito (Contran) aos candidatos à categoria B da Carteira Nacional de Habilitação (CNH).

Realizadas em ambiente controlado, as aulas no simulador permitem ao aluno um aprendizado seguro, no qual ele pode errar com segurança até aprender manobras e a condução em si, autoconfiança que leva à redução do índice de acidentes, sobretudo os ocorridos entre motoristas iniciantes. “Estudos da Southern Califórnia Research Institute, nos Estados Unidos, associam o uso do equipamento na formação de condutores à possível diminuição de até metade do número de acidentes”, ressalta o Gerente de Negócios da Mobilis, Jobel Araújo. A empresa é especializada em soluções tecnológicas e lançou, recentemente, uma linha de simuladores com software exclusivamente pedagógico.

Pioneiro na implantação de simuladores, o estado do Rio Grande do Sul ilustra a abrangência dos benefícios do produto, que vão ao encontro da construção de um trânsito com menores índices de acidentalidade. Segundo o presidente do Sindicato dos Centros de Formação de Condutores do Estado do Rio Grande do Sul (SindiCFC-RS), Edson Luis da Cunha, com o uso do simulador há um ganho de tempo no aprendizado após o aluno embarcar no veículo, pois ele já domina os pedais, marchas e a partida do veículo.

Consciente das próprias falhas, o condutor desenvolve um olhar mais cauteloso no trânsito, comportamento que acaba por contribuir para redução do número de acidentes. Dados do Detran-RS e do Ministério da Saúde revelam que, entre 2014 e 2015, houve redução de quase 15% dos mortos em acidentes de trânsito no estado. “Até o momento, essa queda é atribuída a um conjunto de decisões e ações educacionais tomadas pelo Detran e pelo Governo, o que inclui o simulador de direção”, pondera o presidente.

Década de Ação para Segurança no Trânsito visa reduzir número de acidentes

Reduzir o número de acidentes tornou-se um dos assuntos em pauta na agenda mundial em 2011, quando a Organização das Nações Unidas (ONU) decretou a Década de Ação para Segurança no Trânsito. O intuito é que governos de todas as nações se engajem em ações para prevenir os acidentes de trânsito, que, conforme o órgão, ferem anualmente e em âmbito mundial, de 20 a 50 milhões de pessoas. Por ter sido decretada no mês de maio, o movimento ficou conhecido como Maio Amarelo.

Sobre a Mobilis

Com uma equipe especializada e vasto know-how em soluções para segurança no trânsito, a Mobilis se destaca pela linha pedagógica e tecnologia de ponta de simuladores de direção veicular. Essencial para formação mais segura e completa dos candidatos à obtenção da CNH (categoria B), os equipamentos proporcionam uma imersão aos alunos, que experimentam situações reais e outras impraticáveis em uma aula de rua, como dirigir sob o efeito de álcool. A consequência, a longo prazo, são vias mais seguras e humanas, com condutores mais preparados e com uma postura preventiva no trânsito.

Fonte: Assessoria de Imprensa | Grupo Excom

Beatriz Souza | Mariana Simino | Adriana Martins

Comente aqui


SUPER GAROTA JET SKI 2016 SERÁ CONHECIDA NO DIA 28

garota jet ski

Será conhecida na noite do dia 28, no Radium Clube, em Boa Esperança (MG), a vencedora do “Concurso Super Garota Jet Ski 2016”. O evento, que deverá contar com a presença de várias candidatas da cidade e região, é mais uma atração do 29º Campeonato Brasileiro de Jet Ski, que será disputado de 26 a 29, na Represa de Furnas.
A cidade mineira está recebendo pelo 19º ano consecutivo a mais importante competição da modalidade no país e além das disputas, haverá a escolha da Super Garota Jet Ski. As candidatas desfilarão na tarde do dia 27, na Arena do Jet, junto à Represa de Furnas, que certamente receberá milhares de pessoas.
No dia 28, a partir da meia noite, acontecerá no Radium Clube, a escolha da garota, por um corpo de jurados. No dia 29, a eleita estará prestigiando o último dia de competição e participará da premiação dos campeões nacionais. A eleita receberá presentes exclusivos. Haverá prêmios e sorteios durante o evento no Radium Clube.
O “Concurso Super Garota Jet Ski 2016 é uma realização da AVALON MODEL AGENCY, Produção da CPM7 FULL PROMOTION, com apoio oficial da BJSA – Associação Brasileira de Jet Ski e Apoio Cultural do Radium Clube Dourense.
Apoio oficial: SPOT shopDBS, Paleteria CANCUN, CASABLANCA Noivas & Festas, NATURALRACING Comunicação Visual, NOBRES METAL, FULLPOWER Energy Drink, PIN-UP Sucos Premium, NEWPRESS Vídeo, BE JET Racing Team, Revista BOAT Shopping e Toalhas SÃO CARLOS.
Maiores informações no Facebook – Garota JET SKI www.facebook.com/garotajetski
Fonte: ROF – Renato Fabretti

Comente aqui


Esalflores lança a Feira de Flores na Mercadoteca

 

Maior floricultura do Sul do Brasil oferece itens da estação com preço de atacado nas quintas-feiras

CURITIBA, 23/05/2016 – Que tal comprar plantas e flores da estação com preço de atacado? Isso agora é possível em Curitiba na Feira de Flores, promovida pela Esalflores, maior floricultura do Sul do Brasil. A ação é realizada nas quintas-feiras, na loja conceito da Esalflores localizada na Mercadoteca.

Na Feira de Flores, o público encontra diversas opções de plantas e flores que trazem toda a diversidade e excelência da Esalflores. “A ideia é proporcionar a difusão da cultura das flores, possibilitando que as pessoas comprem nossos produtos com preço de atacado, colorindo e perfumando suas casas. São dezenas de opções da estação para atendermos todos os gostos”, detalha Bruno José Esperança, diretor geral da Esalflores.

A Feria de Flores da Esalflores é realizada Mercadoteca (Rua Paulo Gorski, nº 1309 – Campo Comprido), nas quintas-feiras, das 9h às 21h. Mais informações nos sites www.mercadoteca.com.br e www.esalflores.com.br ou pelo telefone (41) 3091-0403.

Fonte:

P+G Comunicação Integrada

Eduardo Betinardi

Comente aqui


Divulgados os grupos do torneio olímpico de vôlei feminino

unnamed(2)

No Grupo A, Brasil vai enfrentar Rússia, Japão, Coreia do Sul, Argentina e Camarões na primeira fase. No Grupo B, estão Estados Unidos, Sérvia, China, Itália, Holanda e Porto Rico

23-05-2016

Os grupos do vôlei feminino dos Jogos Olímpicos Rio 2016 foram divulgados nesta segunda-feira (23.05), pela Federação Internacional de Vôlei (FIVB). Na busca pelo tricampeonato, as brasileiras estão no Grupo A e vão enfrentar na primeira fase Rússia, Japão, Coreia do Sul, Argentina e Camarões. O Grupo B tem Estados Unidos, China, Sérvia, Itália, Holanda e Porto Rico. Os quatro melhores classificados em cada grupo avançam para a fase eliminatória.

GetImage.asmx

Após o término dos dois últimos torneios de classificação para os Jogos – Itália, Holanda, Japão e Coreia do Sul conquistaram vagas no Pré-Olímpico do Japão e Porto Rico venceu um qualificatório em casa -, o sorteio dos grupos foi feito de acordo com a posição das seleções no ranking da FIVB.  Por ser o anfitrião, o Brasil foi automaticamente colocado no Grupo A.

WomenGroupsOG

Antes dos Jogos, o Grand Prix, que vai ser disputado entre 10 de junho e 10 de julho, vai marcar o encontro de algumas das seleções classificadas para as Olimpíadas. As brasileiras vão enfrentar russas e japonesas. Argentina e Camarões vão disputar o torneio olímpico de vôlei feminino pela primeira vez.

Fonte: FIVB

Ascom – Ministério do Esporte

unnamed(1)

Rio 2016
Comente aqui