Projeto de Carro Autônomo do Google e FCA anunciam colaboração inédita

imagem
  • Google expandirá testes de direção autônoma com a nova minivan Chrysler Pacifica 2017 Híbrida
  • Engenheiros da FCA trabalharão junto com engenheiros do Google para integrar tecnologia de direção autônoma no veículo
  • Carros autônomos têm o potencial para tornar as estradas mais seguras e o transporte mais acessível para milhões de pessoas

O Projeto de Carro Autônomo da Google e a FCA – Fiat Chrysler Automobiles anunciaram hoje uma colaboração inédita para integrar a tecnologia de direção autônoma da Google à nova minivan Chrysler Pacifica 2017 Híbrida para expandir o programa de testes da Google. Este acordo marca a primeira vez que a Google trabalha diretamente com um fabricante de automóveis para integrar seu sistema de direção autônoma, incluindo sensores e software, em um carro de passeio.

As minivans Chrysler Pacifica Híbridas serão usadas mais à frente neste ano para os testes de direção autônoma, mais do que dobrando a atual frota de veículos autônomos da Google. As responsabilidades de engenharia serão compartilhadas com base no conhecimento específico de cada companhia. A FCA inicialmente desenvolverá e fabricará cerca de 100 veículos especificamente para a tecnologia de direção autônoma da Google, que integrará o conjunto de sensores e computadores que os veículos precisarão para navegar nas vias autonomamente.

As duas companhias instalarão parte de suas equipes de engenharia em um prédio no sudeste de Michigan para acelerar o desenvolvimento, os testes e a manufatura do Chrysler Pacifica autônomo.

“A FCA têm uma equipe de engenheiros ágeis e experientes e a minivan Chrysler Pacifica Híbrida é adequada à tecnologia de direção autônoma daGoogle”, disse John Krafcik, CEO do Projeto de Carro Autônomo da Google. “A oportunidade de trabalhar com os engenheiros da FCA vai acelerar nossos esforços para desenvolver um carro totalmente autônomo que fará nossas estradas mais seguras e facilitará o deslocamento diário para aquelas pessoas que não podem dirigir.”

Os carros autônomos têm potencial para evitar mais de 33 mil mortes que ocorrem a cada ano nas rodovias dos Estados Unidos, 94% das quais causadas por erros humanos. Esta colaboração ajudará a FCA e a Google a entender melhor o que será necessário para viabilizar os carros autônomos no mundo.

“Trabalhar com a Google representa para a FCA uma  oportunidade  de parceria com uma das companhias  líderes mundiais em tecnologia para acelerar o ritmo da inovação na indústria automobilística”, disse Sergio Marchionne, CEO da FCA. “A  experiência que ambas as empresas vão acumular será fundamental para trazer soluções tecnológicas no setor automotivo, de grande impacto e benefício para os consumidores”, acrescentou.

O carro autônomo da Google atualmente está sendo testado em quatro cidades norte-americanas. A minivan Chrysler Pacifica Híbrida autônoma será testada em um campo de provas privado na Califórnia, antes de circular por vias públicas.

Sobre o Projeto de Carro Autônomo da Google

O Projeto de Carro Autônomo da Google está trabalhando para desenvolver veículos totalmente autônomos, que têm potencial para tornar nossas estradas mais seguras e ampliar a mobilidade para milhões de pessoas que não podem dirigir. A meta principal é ajudar as pessoas a se deslocarem de A a B ao toque de um botão. Na história de sete anos do projeto, os veículos da frota de teste dirigiram de forma autônoma 2,4 milhões de quilômetros em vias públicas, e estão atualmente sendo testados nos Estados Unidos em Mountain View (Califórnia), Austin (Texas), Kirkland (Washington) e Phoenix (Arizona). O Projeto de Carro Autônomo da Google é parte da X, empresa do grupo Alphabet, que é holding da Google.

Sobre a FCA

A Fiat Chrysler Automobiles N.V. (“FCA”) é o sétimo maior grupo automotivo em vendas anuais. A FCA está listada na Bolsa de Valores de Nova York sob a sigla “FCAU” e no Mercato Telematico Azionario de Milão sob o símbolo “FCA”.

Fonte: FCA PRESS

Deixe um Comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.