FÓRMULA TRUCK



Fórmula Truck: Calor preocupa pilotos em Londrina


Temperatura acima dos 30 graus centígrados pode comprometer desempenho neste domingo
O Autódromo Internacional Ayrton Senna recebe neste final de semana (1 e 2 de novembro) a nona etapa do Campeonato Brasileiro de Fórmula Truck. A pista anexa ao Estádio do Café, em Londrina (PR), é “temida” pelos pilotos, tanto pelas curvas desafiadoras e pelo traçado com poucos pontos de ultrapassagem, quanto pelo calor intenso da região.

E é exatamente essa a maior preocupação dos competidores: “a pista não podemos mudar, mas bem que São Pedro podia dar uma refrescada”, brinca Marcello Cesquim um dos mais jovens do grid. O piloto do Mercedes-Benz #90 sofreu com as altas temperaturas e com o clima seco durante os treinos livres desta sexta-feira e torce para que a previsão de pancadas de chuva seja confirmada.

Durante as primeiras sessões, ele preservou o equipamento. “Não forcei muito, pois na última corrida sofremos com quebras de motor e preferimos fazer apenas alguns testes aqui, sem pensar no resultado do treino”, revela.

Mesmo assim, o paranaense fechou o dia entre os 15 mais rápidos – dentre os 25 caminhões. O mais rápido da tarde foi o companheiro de equipe dele, Paulo Salustiano – uma mostra que a ABF Racing Team está com um bom acerto para o treino classificatório deste sábado.

Os favoritos à vitória são os dois postulantes ao título: o piloto da casa, Leandro Totti, e o vice-líder do Campeonato, Felipe Giaffone, que cravou o melhor tempo do dia, logo no primeiro treino (1min36s680).

Antes da tomada de tempos, que acontece às 13h, serão realizados mais dois treinos livres. O GP Petrobras está marcado para às 13h15 de domingo, com transmissão ao vivo pela TV Band.

PRESENTE ESPECIAL
Marcello Cesquim recebeu nesta sexta-feira, no Autódromo de Londrina, uma camisa oficial do Paraná Clube autografada pelo meia Lucio Flávio. Torcedor paranista, o piloto chegou a tentar carreira como jogador de futebol antes de ingressar no automobilismo.
Crédito das Fotos: Rodrigo Ruiz/Central Press e Divulgação
Fonte: Central Press
JORNALISTAS RESPONSÁVEIS:
Claudio Stringari – Lorena Nogaroli
www.centralpress.com.br

Comente aqui


Fórmula Truck é destaque no Congresso SAE Brasil

Michelle de Jesus foi uma das participantes do Painel “De 0 a 100 em 5 toneladas”

O Expo Center Norte, localizado em São Paulo, foi palco do 23º Congresso e Mostra Internacionais SAE BRASIL de Tecnologia da Mobilidade, que teve como tema “Construindo a mobilidade inteligente – os veículos do futuro”. A Fórmula Truck foi um dos temas abordados no evento, que teve mais de 12 mil visitantes entre os dias 30 de setembro e 2 de outubro.
No painel “De 0 a 100 em 5 toneladas”, os pilotos Michelle de Jesus, Felipe Giaffone e João Maistro, além dos engenheiros Edinilson Alves de Almeida, da IVECO, Franz Schmidt, da Mercedes-Benz, e Rogério Curty Dias, da MAN Latin América, falaram sobre a categoria, considerada a mais popular do continente.
A Fórmula Truck reúne nas pistas do Brasil e Argentina diferentes marcas de caminhões, ajudando no desenvolvimento de chassis, motores e outros componentes, como pneus e suspensão. Um dos exemplos da aplicação da tecnologia desenvolvida nas pistas foi dado pela IVECO, que usou a competição como laboratório para desenvolver ainda mais o sistema de arrefecimento dos caminhões de rua.
De acordo com a piloto Michelle de Jesus, da equipe Volvo-ABF, o evento foi muito produtivo. “O debate mostrou a importância da Fórmula Truck no desenvolvimento de novas tecnologias. Na pista, os caminhões são testados em situações extremas. Alta velocidade, temperatura e impactos que não acontecem no dia a dia das ruas e estradas. É um aprendizado constante para os engenheiros e indústrias”, destacou.
Realizado anualmente por voluntários, engenheiros associados à entidade que ocupam posições executivas em montadoras, autopeças, consultorias e professores de cursos de engenharia, o Congresso SAE BRASIL é o maior fórum do gênero no Hemisfério Sul e o segundo do mundo depois do SAE Congress, promovido pela SAE INTERNATIONAL em Detroit (EUA).

Fonte: Central Press
JORNALISTAS RESPONSÁVEIS:
Claudio Stringari – Lorena Nogaroli
www.centralpress.com.br

Fotos: Rodrigo Ruiz/Central Press

 

Comente aqui


Meritor chega à Argentina na etapa de setembro da Fórmula Truck 2014

 

A Meritor, principal fornecedora de eixos e sistemas para o drivetrain de veículos comerciais pesados na América do Sul, marca presença na etapa argetina da Fórmula Truck. A empresa patrocina 17 dos 28 caminhões da competição (equipes ABF/Mercedes-Benz, RM Competições/Volkswagen MAN, ABF/Volvo, DF Motorsport/Ford, LL Motorsport/Iveco e Dakar Motorsport/Iveco) e reforça seu grau de excelência entre as equipes,  graças ao acompanhamento feito durante os treinos e corridas. A sistemista vem compartilhando, dessa maneira, do sucesso dos times parceiros,  que têm somado resultados impressionantes.

Para garantir o melhor desempenho possível, a empresa aposta em um acompanhamento feito in loco por Fernando Martinez, líder de projetos da engenharia, que possui um controle rigoroso dos componentes Meritor utilizados por cada caminhão. O engenheiro faz um levantamento de configurações de conjuntos e de peças, em quantos treinos e corridas foram utilizados e, com uma manutenção preventiva, garante que não aconteça nenhuma quebra durante a competição.

Além disso, o profissional trabalha de maneira a otimizar as necessidades de cada equipe e piloto. Dessa forma, cada caminhão carrega produtos únicos. “Nós projetamos diversas tecnologias de acordo com as aplicações do esporte, pistas e solicitações das equipes. Damos uma atenção especial para a redução de peso das peças, mas sempre priorizando a segurança, confiabilidade e a qualidade. Outro fator importante é que trabalhamos com muita ética e, por isso, não repassamos informações técnicas de uma equipe para outra. A Fórmula Truck é muito competitiva e eles confiam em nós”, comenta Martinez.

A próxima corrida acontece em Guaporé, RS, no dia 12 de outubro. Para acompanhar diariamente as novidades sobre as ações desenvolvidas pela Meritor, acesse as páginas oficiais da sistemista nas redes sociais:  https://twitter.com/meritor_brasil e https://www.facebook.com/MeritorBR.

Sobre a Meritor

Com sede em Troy, Michigan, nos Estados Unidos, a Meritor é um fornecedor global de amplo portfólio de sistemas integrados, módulos e componentes para fabricantes de equipamentos originais e aftermarket no segmento de transportes e industrial. A companhia atende produtores de caminhões, reboques, ônibus e veículos off-road, além da área de defesa. A Meritor comemorou o centenário em 2009, celebrando uma longa história de “pensar à frente”. As ações da companhia são negociadas na Bolsa de Valores de Nova York, com a designação MTOR. Informações relevantes sobre a corporação estão em www. meritor.com.

Meritor na América do Sul

As operações da Meritor na América do Sul estão centralizadas no Brasil. A companhia possui instalações em Osasco, SP, onde produz eixos, cardans e componentes para veículos comerciais e fora-de-estrada, e participa do Consórcio Modular e do Parque de Fornecedores da MAN, em Resende, RJ. A operação brasileira conta com centro de engenharia, responsável pelo desenvolvimento de produtos, fornece componentes para o mercado de reposição e mantém no país a joint venture com a Randon, a Freios Master.

Fonte: SD&PRESS Consultoria

www.sdpress.com.br; @sdpress; facebook.com\sdpress

Paula Balduino

Priscila Fabi

Mariana Larsson

Sergio Duarte

Setembro, 2014

 

 

Comente aqui


Fórmula Truck: Estreantes tentam descobrir atalhos de Córdoba

 

Marcello Cesquim, Michelle de Jesus, Fabiano Brito e Jaidson Zini vão pilotar pela primeira vez na pista argentina

Segunda maior cidade da Argentina, Córdoba recebe neste fim de semana (13 e 14 de setembro) a sétima corrida da temporada 2014 da Fórmula Truck. Considerada um dos principais centros históricos e culturais da América, a cidade possui muitos atrativos naturais e construções coloniais que se misturam à modernidade de uma metrópole repleta de cafés, livrarias, lojas de grifes famosas e baladas.
Outra atração é o Autódromo Oscar Cabalén, localizado na província de Alta Gracia, que tem 3.691 metros de extensão, sentido horário, cinco curvas para a direita e duas para a esquerda. Com um média horária superior aos 145 km/h, o traçado será novidade para quatro pilotos do grid: Marcello Cesquim, Michelle de Jesus, Jaidson Zini e Fabiano Brito (que já correu na Argentina, mas no Autódromo Oscar Gálvez, em Buenos Aires).
Melhor estreante da temporada, Cesquim quer seguir a “linha da regularidade”. Depois de pontuar em todas as provas disputadas até aqui, o paranaense espera se adaptar rapidamente ao veloz traçado de Córdoba. “Pelo que vi nos vídeos, a pista é desafiadora e com características similares a circuitos onde gosto de pilotar. Não posso projetar um resultado muito expressivo por ser uma pista nova para mim. Por isso, chegar na zona de pontos já será uma vitória”, argumenta o piloto do Mercedes-Benz #90.
Para desvendar os atalhos do circuito, antes do início dos treinos, Cesquim andará pelo traçado com o companheiro de equipe Paulo Salustiano – que cravou a pole position em Córdoba no ano passado. “Desde o início do ano o Salu tem me ajudado muito. Meu trabalho seria muito mais difícil sem o apoio dele. Aqui na Argentina vou contar mais uma vez que suas dicas preciosas”, destaca.
A também estreante Michelle de Jesus treinou no simulador para ficar mais familiarizada com a pista. “O jogo é bem diferente do caminhão de verdade. Mas, pelo menos, já sei para que lado tenho que virar”, brinca a paulista, que pilota o Volvo #33 carinhosamente apelidado de “Baby Truck”. Com sete pontos no campeonato, Michelle vem trabalhando junto à equipe para aumentar a competitividade e acelerar o processo de adaptação dela à categoria.
A programação oficial da corrida de número 200 da Fórmula Truck começa na sexta-feira, com dois treinos livres de uma hora, cada. No sábado acontecem mais duas sessões preparatórias e a tomada de tempos, marcada para às 13h (com transmissão pelo site www.formulatruck.com.br). A corrida de domingo será transmitida em HD para todo o Brasil pela Band, também a partir das 13h.
CAMPEONATO BRASILEIRO DE FÓRMULA TRUCK (Classificação após 6 de 10 etapas)
1º) Leandro Totti (PR/Volkswagen), RM Competições, 152 pontos
2º) Felipe Giaffone (SP/MAN), RM Competições, 106
3º) Wellington Cirino (PR/Mercedes-Benz), ABF-Santos Desenvolvimento, 103
4º) Beto Monteiro (PE/Iveco), Scuderia Iveco, 62
4º) Roberval Andrade (SP/Scania), Ticket Car-Corinthians Motorsport, 62
6º) Geraldo Piquet (DF/Mercedes-Benz), ABF-Santos Desenvolvimento, 59
7º) André Marques (SP/Volkswagen), RM Competições, 53
8º) Paulo Salustiano (SP/Mercedes-Benz), ABF Racing Team, 47
9º) Marcello Cesquim (PR/Mercedes-Benz), ABF Racing Team, 38
10º) Adalberto Jardim (SP/Volkswagen), RM Competições, 31
11º) Danilo Dirani (SP/Scania), Ticket Car-Corinthians Motorsport, 27
12º) Diogo Pachenki (PR/Volvo), Copacol Clay Truck Racing, 25
13º) Valmir Benavides (PR/Iveco), Scuderia Iveco, 21
14º) Djalma Fogaça (SP/Ford), DF Racing Fans, 14
15º) Raijan Mascarello (MT/Ford), DF Racing Fans, 13
16º) Jansen Bueno (PR/Scania), Muffatão, 12
17º) Ronaldo Kastropil (SP/Mercedes-Benz), Santa Carolina Racing Team, 11
18º) Luiz Lopes (SP/Iveco), Lucar Motorsports, 9
19º) Michelle de Jesus (SP/Volvo), ABF Motorsport, 7
19º) Leandro Reis (GO/Ford), Original Reis Competições, 7
21º) Gustavo Magnabosco (SC/Volvo), ABF Motorsport, 6
22º) David Muffato (PR/Ford), DF Racing Fans, 5
23º) João Maistro (PR/Volvo), Clay Truck Racing, 5
24º) Débora Rodrigues (PR/Volkswagen), RM Competições, 4
25º) Pedro Muffato (PR/Scania), Muffatão, 3
25º) Jaidson Zini (PR/Iveco), Dakarmotors, 3

Fonte: Central Press

Claudio Stringari – Lorena Nogaroli

www.centralpress.com.br

Fotos: Crédito: Rodrigo Ruiz/Central Press

Comente aqui


Fórmula Truck: Michelle deixa Santa Cruz do Sul com troféu e sensação de dever cumprido

 

Paulista conclui etapa gaúcha e comemora evolução na categoria

Antes mesmo da bandeira verde para a sexta etapa da temporada 2014 da Fórmula Truck, Michelle de Jesus já tinha motivos para comemorar. A ABF/Volvo, que prepara o caminhão #33, carinhosamente apelidado por ela de “Baby Truck”, recebeu o troféu de melhor equipe do fim de semana. A eleição é feita por um júri formado por jornalistas, que analisam itens como beleza, ambientação, uniforme da equipe e organização.
Outro motivo para a conquista foi a ação de marketing realizada: as mulheres que passaram pelo box 5 do Autódromo de Santa Cruz do Sul (RS) neste domingo (17) fizeram um “make up” gratuito. Com a iniciativa, coordenada pelo Salão Cabelos e Arte, o número de visitantes triplicou – na comparação com as outras etapas.
“Espero que tenhamos cada vez mais mulheres nas pistas, tanto assistindo, quanto pilotando”, destaca a paulista, que já foi vice-campeã paulista de Marcas entre mais de 50 pilotos (homens). Após ficar em sexto lugar em outro campeonato nacional, Michelle estreou na Fórmula Truck este ano e passa agora por uma fase de adaptação.
Apesar da diferença de peso e potência, em relação aos carros que havia pilotado anteriormente, Michelle tem dominado bem o caminhão. A apresentadora do programa de TV Oficina Motor cruzou a linha de chegada na 15a posição e quase somou pontos novamente.
“O objetivo inicial era terminar as corridas e, num segundo momento, pensar em resultados. Por isso, estou muito feliz por estar na disputa pelos pontos. Aos poucos, a gente chega lá”, brinca a piloto.
A vitória em Santa Cruz do Sul ficou com o pernambucano Beto Monteiro (Iveco). A próxima etapa da Fórmula Truck acontecerá dia 14 de setembro, em Córdoba, na Argentina.
SOBRE A PILOTO
Michelle de Jesus foi vice-campeã paulista de Marcas em 2010 e sexta colocada no Brasileiro de Mercedes-Benz Grand Challenge em 2012. Em 2013, correu no Mitsubishi Lancer Cup, onde conquistou diversos pódios.
Além disso, a piloto de Jundiaí traz no currículo algumas experiências internacionais, como a etapa da Euro Nascar que disputou no ano passado no circuito de Dijon-Prenois, na França, além de uma prova da Grand-Am nos Estados Unidos.
Fora das pistas, Michelle apresenta, ao lado de Henrique Koifman e Lipe Paíga, o programa “Oficina Motor”, veiculado no canal +Globosat. A atração veiculada às segundas-feiras desvenda o fascínio que os carros exercem sobre as pessoas. Além de analisar as supermáquinas nas ruas e nas pistas, o programa percorre os principais salões de automóveis do mundo e visita fábricas e montadoras de grandes marcas mundiais.

Fonte: Assessoria de Imprensa
Central Press

Claudio Stringari – Lorena Nogaroli

www.centralpress.com.br

Fotos: Rodrigo Ruiz/Central Press

Comente aqui


Cirino, Giaffone e Cesquim formam “trio da regularidade” na Fórmula Truck

 

Vitória em Santa Cruz do Sul ficou com Beto Monteiro; Próxima etapa será dia 14 de setembro, na Argentina

Mais de 40 mil pessoas lotaram o Autódromo de Santa Cruz do Sul (RS) neste domingo (17) para acompanhar a vitória do atual campeão Beto Monteiro (Iveco), na sexta etapa da Fórmula Truck. A prova foi bastante movimentada, com duas intervenções do Pace Truck e vários acidentes, um deles envolvendo o líder da temporada, Leandro Totti (Volkswagen).
Com o abandono, o paranaense saiu do seleto “grupo da regularidade”, que agora tem apenas o paulista Felipe Giaffone (MAN) e os pilotos do Paraná Wellington Cirino e Marcello Cesquim (Mercedes-Benz). Os três foram os únicos que pontuaram nas seis provas do ano, ocupando posição de destaque na tabela de classificação (segundo, terceiro e nono, respectivamente).
A maior surpresa do trio é Cesquim, que tem apenas 23 anos e está estreando na Fórmula Truck em 2014. “Meu objetivo era chegar no Top 10, mas nunca imaginei que seria tão rápido. Dois fatores têm contribuído para estarmos colhendo esses frutos: o bom trabalho da equipe e minha experiência em pistas de terra”, argumenta o piloto Actioil.
O resultado neste domingo poderia ter sido ainda melhor, segundo ele. “Cheguei em sétimo, mas o caminhão estava muito rápido. O pódio escapou por pouco”, argumenta Cesquim, que cruzou a linha de chegada lado a lado com o sexto colocado, Valmir Benavides (Iveco).
O piloto, que largou na 11a posição, disse ainda que o acerto do caminhão #90 para a corrida estava perfeito. “Só não evoluímos mais porque nesta pista é quase impossível ultrapassar. De qualquer forma, estou muito feliz com os resultados obtidos até aqui. Vamos seguir trabalhando para evoluir ainda mais e, quem sabe, chegar ao pódio ainda este ano”, projeta.
Agora, a categoria segue para Córdoba, na Argentina, onde realizará a sétima corrida do ano, no dia 14 de setembro.
RESULTADO – SANTA CRUZ DO SUL
1º) 1 – Beto Monteiro (Iveco, PE), 24 voltas em 1:01:23.931 (média de 114.5 km/h)
2º) 6 – Wellington Cirino (Mercedes , PR), a 1.491
3º) 77 – André Marques (Volkswagen , SP), a 10.418
4º) 4 – Felipe Giaffone (MAN , SP), a 11.750
5º) 10 – Jansen Bueno (Scania , PR), a 24.256
6º) 2 – Valmir Benavides (Iveco , SP), a 27.488
7º) 90 – Marcello Cesquim (Mercedes , PR), a 27.764
8º) 8 – Adalberto Jardim (Volkswagen , SP), a 30.420
9º) 17 – Gustavo Magnabosco (Volvo , PR), a 30.85
10º) 80 – Diogo Pachenki (Volvo , PR), a 31.726
11º) 53 – Ronaldo Kastropil (Mercedes , SP), a 33.005
12º) 85 – Danilo Dirani (Scania , SP), a 34.974
13º) 99 – Luiz Lopes (Iveco , SP), a 46.241
14º) 7 – Debora Rodrigues (Volkswagen , SP), a 51.946
15º) 33 – Michelle de Jesus (Volvo , SP), a 56.100
16º) 28 – Fabiano Brito (Scania , PR), a 58.816
17º) 72 – Djalma Fogaça (Ford , SP), a 1 volta
18º) 51 – Leandro Reis (Ford , GO), a 8 voltas
19º) 55 – Paulo Salustiano (Mercedes , SP), a 8 voltas
20º) 3 – Geraldo Piquet (Mercedes , DF), a 9 voltas
21º) 73 – Leandro Totti (Volkswagen , PR), a 12 voltas
22º) 25 – Jaidson Zini (Iveco , PR), a 13 voltas
23º) 71 – Raijan Mascarello (Ford , MT), a 19 voltas
24º) 15 – Roberval Andrade (Scania , SP), a 21 voltas
25º) 35 – David Muffato (Ford , PR), a 23 voltas
Melhor Volta: Beto Monteiro, 1:42.653 (123.8 km/h)
Classificação, após 6 etapas
1) Leandro Totti – 152 pontos
2) Felipe Giaffone – 106
3) Wellington Cirino – 103
4) Beto Monteiro e Roberval Andrade – 62
6) Geraldo Piquet – 59
7) André Marques – 53
8) Paulo Salustiano – 45
9) Marcello Cesquim – 38 pontos
10) Adalberto Jardim – 31 pontos

Fonte: Central Press
JORNALISTAS RESPONSÁVEIS:
Claudio Stringari – Lorena Nogaroli
www.centralpress.com.br

Crédito: Rodrigo Ruiz / Central Press

 

Comente aqui


Fórmula Truck: Monteiro comanda grid em Santa Cruz do Sul

 

Prova será transmitida ao vivo pela TV Band, a partir das 13h

O Autódromo de Santa Cruz do Sul (RS) recebe neste domingo (17) a sexta corrida da temporada 2014 da Fórmula Truck. Sob sol e temperatura amena, um bom público compareceu à pista neste sábado para acompanhar o movimentado treino classificatório, que garantiu o pernambucano Beto Monteiro (Iveco) na pole position.
A primeira surpresa do dia foi a exclusão de Leandro Totti (Volkswagen), que venceu todas as provas disputadas até agora. O paranaense extrapolou o limite de 160 km/h permitidos na passagem pelo radar na tomada de tempos e terá que largar no fundo do pelotão.
Além disso, três bandeiras vermelhas interromperam a sessão classificatória. Uma delas foi motivada pela paulista Michelle de Jesus, que ficou pelo caminho devido a uma pane elétrica no Volvo #33. Com isso, a paulista alinhará o “Baby Truck” ao lado do caminhão de Totti, no fim do grid.
“Até agora, deu tudo errado. Não conseguimos terminar um treino, pois enfrentamos várias quebras. Espero que tenhamos mais sorte na corrida e possamos pontuar novamente”, projeta Michelle.
Empatado com Beto Monteiro na oitava colocação do campeonato, Marcello Cesquim não estava feliz depois do classificatório. O piloto do Mercedes-Benz #90 perdeu tempo num dos trechos da pista gaúcha e ficou com a 11a posição no grid. “O caminhão vinha bem nos treinos livres e tínhamos potencial para disputar o Top Qualify. Esse erro nos custou posições preciosas”, lamentou o paranaense, lembrando do estreito traçado que dificulta as ultrapassages.
A prova será transmitida ao vivo pela TV Band, a partir das 13h, com narração de Celso Miranda, comentários de Eduardo Homem de Mello e reportagens de Luiz Silvério e Vytor Zeidan.
GRID DE LARGADA – SANTA CRUZ DO SUL
1º) 1 – Beto Monteiro (Iveco, PE), 1:42.356, média de 124.2 Kmh.

2º) 6 – Wellington Cirino (Mercedes, PR), 1:42.378

3º) 15 – Roberval Andrade (Scania, SP), 1:42.397

4º) 4 – Felipe Giaffone (MAN, SP), 1:42.667

5º) 3 – Geraldo Piquet (Mercedes, DF), 1:42.880

6º) 55 – Paulo Salustiano (Mercedes, SP), 1:43.157

7º) 80 – Diogo Pachenki (Volvo, PR), 1:43.284

8º) 77 – André Marques (Volkswagen, SP), 1:43.387
9º) 8 – Adalberto Jardim (Volkswagen, SP), 1:43.769

10º) 10 – Jansen Bueno (Scania, PR), 1:43.917

11º) 90 – Marcello Cesquim (Mercedes, PR), 1:43.955

12º) 85 – Danilo Dirani (Scania, SP), 1:44.441

13º) 17 – Gustavo Magnabosco (Volvo, PR), 1:44.562

14º) 7 – Debora Rodrigues (Volkswagen, SP), 1:44.755

15º) 2 – Valmir Benavides (Iveco, SP), 1:44.929

16º) 72 – Djalma Fogaça (Ford, SP), 1:44.958

17º) 51 – Leandro Reis (Ford, GO), 1:45.196

18º) 53 – Ronaldo Kastropil (Mercedes, SP), 1:45.234

19º) 71 – Raijan Mascarello (Ford, MT), 1:45.295

20º) 99 – Luiz Lopes (Iveco, SP), 1:45.394

21º) 28 – Fabiano Brito (Scania, PR), 1:45.692

22º) 25 – Jaidson Zini (Iveco, PR), 1:46.748

23º) 14 – João Maistro (Volvo, PR), sem tempo

Fonte: Central Press
JORNALISTAS RESPONSÁVEIS
Claudio Stringari – Lorena Nogaroli
www.centralpress.com.br

Fotos: Rodrigo Ruiz / Central Press

 

Comente aqui


Fórmula Truck: Maquiagem na pista

As mulheres que passarem pelo boxes do Autódromo de Santa Cruz do Sul (RS) neste domingo (17) poderão fazer uma maquiagem gratuita. A iniciativa é da piloto Michelle de Jesus, em parceria com a organização da Fórmula Truck, que promove neste fim de semana a sexta corrida da temporada.
O “make up” ficará sob responsabilidade do Salão Cabelos e Arte, que fica na região central da cidade gaúcha. A ideia é dar mais leveza ao ambiente “masculinizado” dos autódromos. “A categoria tem duas mulheres que pilotam e é comandada por uma mulher (Neusa Navarro). Com essa ação, que pretendemos realizar em outras etapas, queremos atrair cada vez mais mulheres aos autódromos”, destaca Michelle, que pilota o Volvo #33.
Para dar um ‘up’ na autoestima das meninas, duas maquiadores estarão no box da ABF Motorsport nas horas que antecedem o GP Aquarius Hotel, marcado para às 13h15. “Vamos fazer um make rápido, mas que vai deixar as meninas ainda mais bonitas”, destaca Claudia Buboltz Ferreira, proprietária do Cabelos e Arte.
SOBRE A PILOTO
Michelle de Jesus foi vice-campeã paulista de Marcas em 2010 e sexta colocada no Brasileiro de Mercedes-Benz Grand Challenge em 2012. Em 2013, correu no Mitsubishi Lancer Cup, onde conquistou diversos pódios.
Além disso, a piloto de Jundiaí traz no currículo algumas experiências internacionais, como a etapa da Euro Nascar que disputou no ano passado no circuito de Dijon-Prenois, na França, além de uma prova da Grand-Am nos Estados Unidos.
Fora das pistas, Michelle apresenta, ao lado de Henrique Koifman e Lipe Paíga, o programa “Oficina Motor”, veiculado no canal +Globosat. A atração veiculada às segundas-feiras desvenda o fascínio que os carros exercem sobre as pessoas. Além de analisar as supermáquinas nas ruas e nas pistas, o programa percorre os principais salões de automóveis do mundo e visita fábricas e montadoras de grandes marcas mundiais.

Fonte: Assessoria de Imprensa
Central Press
JORNALISTAS RESPONSÁVEIS:
Claudio Stringari – Lorena Nogaroli
  www.centralpress.com.br

Fotos: Rodrigo Ruiz / Central Press

 

Comente aqui


Meritor apresenta balanço positivo durante o primeiro semestre na Fórmula Truck 2014

 

Seis dos primeiros colocados na competição contam com tecnologia da sistemista

A Meritor, principal fornecedora de eixos e sistemas para o drivetrain de veículos comerciais pesados na América do Sul, anuncia um balanço extremamente positivo de sua participação na Fórmula Truck 2014. A empresa patrocina 17 dos 28 caminhões da competição (equipes ABF/Mercedes-Benz, RM Competições/Volkswagen MAN, ABF/Volvo, DF Motorsport/Ford, LL Motorsport/Iveco e Dakar Motorsport/Iveco) e reforça seu grau de excelência entre as equipes,  graças ao acompanhamento feito durante os treinos e corridas. A sistemista vem compartilhando, dessa maneira, do sucesso dos times parceiros,  que têm somado resultados impressionantes.

Na comparação da quantidade de caminhões patrocinados entre 2013 e 2014, houve uma alta de 40%, passando de 12 para 17 profissionais. Em todas as cinco etapas deste ano, a Meritor esteve presente em ao menos quatro posições no pódio. O campeonato Sul-Americano, conquistado antecipadamente pelo piloto Leandro Totti, da RM Competições, reforça esses resultados.

Para garantir o melhor desempenho possível, a empresa aposta em um acompanhamento feito in loco por Fernando Martinez, líder de projetos da engenharia, que possui um controle rigoroso dos componentes Meritor utilizados por cada caminhão. O engenheiro faz um levantamento de configurações de conjuntos e de peças, em quantos treinos e corridas foram utilizados e, com uma manutenção preventiva, garante que não aconteça nenhuma quebra durante a competição.

Além disso, o profissional trabalha de maneira a otimizar as necessidades de cada equipe e piloto. Dessa forma, cada caminhão carrega produtos únicos. “Nós projetamos diversas tecnologias de acordo com as aplicações do esporte, pistas e solicitações das equipes. Damos uma atenção especial para a redução de peso das peças, mas sempre priorizando a segurança, confiabilidade e a qualidade. Outro fator importante é que trabalhamos com muita ética e, por isso, não repassamos informações técnicas de uma equipe para outra. A Fórmula Truck é muito competitiva e eles confiam em nós”, comenta Martinez.

Tanto empenho refletiu em algumas situações inéditas durante a última corrida, na etapa de Cascavel (PR), que aconteceu ao final de julho. A Meritor teve oito caminhões entre o Top 8 do treino classificatório de sábado (19/07). Já a corrida terminou com cinco caminhões patrocinados pela Meritor no pódio, além de nove carros parceiros no Top 10.

É importante ressaltar que a classificação atual do Campeonato Brasileiro de Fórmula Truck conta com seis caminhões patrocinados pela Meritor entre os sete primeiros colocados, enquanto no Campeonato Sul-Americano, as quatro primeiras colocações utilizam produtos Meritor, incluindo o caminhão de Leandro Totti, que já conquistou o título deste ano.

Para acompanhar diariamente as novidades sobre as ações desenvolvidas pela Meritor, acesse as páginas oficiais da sistemista nas redes sociais:  https://twitter.com/meritor_brasil e https://www.facebook.com/MeritorBR.

Sobre a Meritor

Com sede em Troy, Michigan, nos Estados Unidos, a Meritor é um fornecedor global de amplo portfólio de sistemas integrados, módulos e componentes para fabricantes de equipamentos originais e aftermarket no segmento de transportes e industrial. A companhia atende produtores de caminhões, reboques, ônibus e veículos off-road, além da área de defesa. A Meritor comemorou o centenário em 2009, celebrando uma longa história de “pensar à frente”. As ações da companhia são negociadas na Bolsa de Valores de Nova York, com a designação MTOR. Informações relevantes sobre a corporação estão em www. meritor.com.

Meritor na América do Sul

As operações da Meritor na América do Sul estão centralizadas no Brasil. A companhia possui instalações em Osasco, SP, onde produz eixos, cardans e componentes para veículos comerciais e fora-de-estrada, e participa do Consórcio Modular e do Parque de Fornecedores da MAN, em Resende, RJ. A operação brasileira conta com centro de engenharia, responsável pelo desenvolvimento de produtos, fornece componentes para o mercado de reposição e mantém no país a joint venture com a Randon, a Freios Master.

Fonte: Assessoria de Imprensa 

SD&PRESS Consultoria

www.sdpress.com.br; @sdpress; facebook.com\sdpress

Paula Balduino – Priscila Fabi – Mariana Larsson – Sergio Duarte

Julho, 2014

 

Comente aqui


Fórmula Truck: Acelerador travado prejudica Michelle em Cascavel

Depois do “quase acidente”, a piloto já pensa na etapa de Santa Cruz do Sul (RS)

A meta de terminar mais uma prova da Fórmula Truck foi alcançada por Michelle de Jesus. Mas o resultado poderia ter sido melhor, não fosse um problema mecânico que a paulista enfrentou na parte final da corrida disputada neste domingo (20), em Cascavel (PR). Quando ocupava o 12º lugar, o Volvo #33 apresentou problemas no pedal do acelerador e ela foi obrigada a parar.
Depois de voltar no final do pelotão, Michelle ainda conseguiu cruzar a linha de chegada na 16ª posição, na corrida vencida pelo paranaense Leandro Totti (Volkswagen). Punições aplicadas após a bandeirada, colocaram a piloto na zona de pontos pela segunda prova consecutiva.
O resultado foi comemorado, mas, segundo ela, poderia ter sido ainda melhor. “Eu estava me preparando para fazer o ‘bacião’, que é a curva mais rápida do traçado, quando o acelerador travou no fundo. Por pouco, não fui para fora da pista”, lembra. Depois do susto, ela brincou: “o ‘Baby Truck’ foi bonzinho comigo. Obedeceu aos meus comandos e consegui controla-lo a tempo”.
Ela revelou ainda que o caminhão estava competitivo durante todas as voltas e não fosse o problema, tinha boas chances de chegar entre os dez primeiros. “Pelo desempenho, poderia até chegar no Top 10. Mas agora é levantar a cabeça, continuar trabalhando para que eu esteja cada vez mais adaptada à categoria”, argumentou.
A estreante já começa a pensar na próxima etapa, marcada para 17 de agosto, em Santa Cruz do Sul (RS). Até lá, Michelle prosseguirá com o programa rígido de treinos físicos e de kart que segue desde o início da temporada.
SOBRE A PILOTO
Michelle de Jesus foi vice-campeã paulista de Marcas em 2010 e sexta colocada no Brasileiro de Mercedes-Benz Grand Challenge em 2012. Em 2013, correu no Mitsubishi Lancer Cup, onde conquistou diversos pódios.
Além disso, a piloto de Jundiaí traz no currículo algumas experiências internacionais, como a etapa da Euro Nascar que disputou no ano passado no circuito de Dijon-Prenois, na França, além de uma prova da Grand-Am nos Estados Unidos.
Fora das pistas, Michelle apresenta, ao lado de Henrique Koifman e Lipe Paíga, o programa “Oficina Motor”, veiculado no canal +Globosat. A atração veiculada às segundas-feiras desvenda o fascínio que os carros exercem sobre as pessoas. Além de analisar as supermáquinas nas ruas e nas pistas, o programa percorre os principais salões de automóveis do mundo e visita fábricas e montadoras de grandes marcas mundiais.

Fonte:
Central Press
JORNALISTAS RESPONSÁVEIS:
Claudio Stringari – Lorena Nogaroli
  www.centralpress.com.br

Fotos: Rodrigo Ruiz / Central Press

 

Comente aqui