Educação



Universidade das Startups abre inscrições para segunda etapa

 

O projeto gratuito do Centro Europeu é uma parceria com o Instituto Brasileiro Qualidade e Produtividade, e visa estimular ideias inovadoras

CURITIBA, 11/07/2016 – De olho em um segmento em franca expansão no Brasil, o Centro Europeu, instituição que atua há quase 25 anos na área da educação, lançou no primeiro semestre a Universidade das Startups – UniStart, um núcleo gratuito de empreendedorismo inovador de alto impacto, constituído por um programa de aceleração que pretende ajudar empresas com negócios inovadores a crescerem mais rápido, no menor tempo, e com o maior lucro possível. Agora, a UniStart, com sede em Curitiba (PR), está com inscrições aberta para a sua segunda etapa, voltada para grupos de até quatro pessoas que já possuem uma ideia de negócio e querem incubá-la.

Desenvolvida em parceria com o Instituto Brasileiro Qualidade e Produtividade (IBQP), a UniStart oferece um ambiente com uma atmosfera de inovação e estrutura física completa, proporcionando várias atividades estimulantes para o desenvolvimento de novas ideias e de networking. “A Universidade das Startups foi desenvolvida para pessoas que querem gerar e aprimorar ideias, com o objetivo de criar empreendimentos de alto impacto. Aqui os empreendedores participam das mais modernas práticas de inovação, além de atuarem em equipes com espírito colaborativo, integrador e com visão sistêmica, características fundamentais para as empresas do novo milênio”, explica Ronaldo Cavalheri, Diretor Geral do Centro Europeu.

A metodologia da UniStart foi desenvolvida em parceria com consultores/facilitadores do IBQP, baseada em experiências do mundo empresarial internacional. O método inclui abordagens que são referências internacionais, como a da Oxford Leadership Academy, Teoria U, World Café, Andragogia, Design Thinking, Lean Startup e Investigação Apreciativa. O programa da universidade, totalmente gratuito, é dividido em três etapas: Geração de Ideias, Incubação e Aceleração.

Na primeira etapa, que aconteceu entre os meses de maio e junho, 54 pessoas participaram de atividades que estimularam a geração de ideias, trabalhando o autoconhecimento, alinhando os propósitos de cada negócio, mapeando o ecossistema de atuação em cada área, traçando caminhos para a geração de negócios sustentáveis e discutindo caminhos para comunicar e distribuir uma solução de forma de forma efetiva e escalável.

Agora, na segunda etapa, serão trabalhadas ferramentas que ajudam na geração de soluções inovadoras para problemas complexos, como o Design Thinking, para explorar a criatividade centrada no ser humano; o Lean Startup, processo que testa a proposta de valor e suas premissas para aprimorar as oportunidades da diversidade; o método Canvas, que ajuda na modelagem do negócio; e o tradicional Picth, que traz conceitos de como vender ideias.

“Para participar da segunda etapa da UniStart, os futuros empreendedores devem fazer uma breve explicação sobre o que pretendem desenvolver, qual o público alvo/mercado que pretendem atingir, qual a oportunidade observada, como vão solucionar um problema e com qual diferencial, além de identificar possíveis concorrentes e alternativas a essa solução”, completa Ronaldo Cavalheri.

As inscrições para a UniStart são gratuitas e podem ser feitas até a próxima quinta-feira, dia 14 de julho, por meio do site www.centroeuropeu.com.br. O projeto conta com o apoio do Google Business Group (GBG), do Microsoft Inovation Center (MIC) e do SmartCity Business America. A segunda etapa da UniStart terá duração de dois meses, com encontros semanais às quartas, das 19h às 21h30. Mais informações pelo telefone (41) 3222-6669.

Fonte: P+G Comunicação Integrada

Eduardo Betinardi

Comente aqui


Centro Europeu abre inscrições para o curso de Artes Visuais

 

Comandado pelas fotógrafas e artistas Charly Techio e Tânia Buchmann, a atividade aborda um segmento em franca expansão no Brasil

CURITIBA, 08/07/2015 – Sempre conectado às principais tendências internacionais, o Centro Europeu, uma das principais escolas de profissões e idiomas da América Latina, está com as inscrições abertas para o seu curso de Artes Visuais. As atividades, que têm duração de um semestre letivo, são coordenadas pelas fotógrafas e artistas Charly Techio e Tânia Buchmann.

A atividade do Centro Europeu oferece aos alunos uma oportunidade para que eles ampliem a compreensão de conceitos e movimentos artísticos, a experimentação de variadas formas de expressão visual, bem como a sua formação histórica. O curso visa estimular o aluno por meio de formas contemporâneas de produção artística e a desenvolver uma visão crítica, por meio da análise e da discussão de trabalhos em sala de aula com orientação de profissionais qualificados e informações atualizadas sobre as artes visuais.

“O nosso curso contribui para a criação de um repertório criativo no setor das artes e nas diversas áreas do estudo estético, tais como fotografia, arquitetura e design. O conhecimento adquirido faz com que o aluno tenha todas as ferramentas necessárias para desenvolver projetos pessoais em escultura, pintura, desenho ou em qualquer outra linguagem estudada durante o curso”, detalha Tânia Buchmann.

O curso de Artes Visuais do Centro Europeu aborda temas como História da Arte; Fundamentos da Linguagem Visual; Processos Criativos; Desenho Artístico; Pintura; Expressão da forma e volume em cerâmica; Fotografia Artística; Arte de Rua; Projetos Culturais e Editais; e Galerias e Mercado de Arte. “O conteúdo é um diferencial multidisciplinar para os profissionais de todas as áreas que buscam inspiração e atualização do processo criativo”, explica Charly Techio. Para comandar as disciplinas, a escola conta com professores experientes e ativos no mercado profissional, entre eles Glauco Menta, Washington Silveira, Zilda Fraletti, Fabiano Vianna, Andre Mendes e Olho Wodsinski.

A próxima turma do curso de Artes Visuais do Centro Europeu terá início no próximo dia 16 de agosto, com aulas nas segundas e quartas, no período da tarde (14h às 17h15) ou da noite (19h15 às 22h30). As atividades serão realizadas na sede da escola no bairro Batel (Rua Benjamin Lins, 999). Mais informações pelo telefone (41) 3222-6669 ou no site www.centroeuropeu.com.br.

Fonte: Caroline Rodrigues
P+G Comunicação Integrada

Comente aqui


Previdência Social x Previdência Privada

Previdência

ISAE promove palestra especial para quem pensa e pretende investir no futuro

CURITIBA, 06/07/2016 – Com o passar dos anos, os assuntos previdenciários estão cada vez mais em evidência no Brasil. Pensando nisso, o Instituto Superior de Administração e Economia (ISAE), uma das principais escolas de negócios do Brasil, vai promover, no dia 21 de julho, a palestra Previdência Social x Previdência Privada.

O evento será comandado pelo especialista João Carlos Alves, uma das principais referências nacionais no assunto. Durante a palestra, ele vai tratar de diversos assuntos relacionados às áreas de previdência social e privada, discutindo novas formula para aposentadoria e para o planejamento financeiro pessoal.

Sobre o palestrante

João Carlos Alves é engenheiro civil pós-graduação em Engenharia Econômica. O profissional atua há 18 anos no mercado de seguros de vida e previdência em companhias multinacionais, além de trabalhar como gestor de fundos de investimentos e de operações nos mercados de ações, futuros e câmbio.

A palestra será realizada na sede do ISAE (Avenida Visconde de Guarapuava – nº 2943), a partir das 19h15. As inscrições estão abertas para todos os interessados em adquirir conhecimento no segmento e podem ser feitas no site www.isaebrasil.com.br. No dia do evento, serão aceitas doações de agasalhos e cobertores, que serão destinados a instituições de caridade. Mais informações pelo telefone (41) 3388-7817.

Fonte: Bruna Bozza
P+G Comunicação Integrada

1 Comentário


Os direitos e deveres na Educação Especial

_DSC2130

Especialista fala sobre o papel da escola e dos docentes em relação a esses alunos

CURITIBA 06/07/2014 – Há alguns anos o Brasil luta pela implementação de políticas públicas, entre elas leis, planos e diretrizes, com o objetivo de melhorar a qualidade do ensino para as pessoas com deficiência e que estão ou deveriam fazer parte da escola. Para Ana Regina Caminha Braga, psicopedagoga e especialista em educação especial e em gestão escolar, é necessária a criação de uma nova visão e postura em sala de aula, para que esses alunos possam realmente aprender.

“É fundamental a elaboração de uma nova visão e postura dos professores em sala de aula, considerando a característica, os estilos de aprendizagem e especificidades de cada pessoa para que o aprender não seja privilégio de alguns, mas de todos os alunos”, explica.

A deficiência deve ser considerada pelo professor como um fato e não uma barreira. Apostar nas relações sociais informais, segundo a educadora, também ajuda o aluno com deficiência. “É papel da escola contribuir para o crescimento dos valores do aluno como pessoa e mais tarde profissional que valoriza o ser humano independente de suas especificidades”, comenta.

Para a especialista, é fundamental que todos estejam conscientes do trabalho a ser desenvolvido com os alunos em sala de aula atendendo cada um dentro de suas possibilidades de desenvolvimento cognitivo, afetivo e social. Atualmente a Educação tem as leis e demais amparos legais para prosseguir com a Educação Especial dentro das escolas.

Aos poucos, a educação vai progredindo, o que não evita algumas limitações e desconfortos para as pessoas com deficiência no processo do aprender e em sala de aula no convívio com os professores e alunos.  Por isso, devemos manter a conversa sobre a pessoa com deficiência, para inseri-la no meio social em que faz parte, pois ela merece ser ouvida tanto quanto as demais. “A escola precisa estar atenta para o desenvolvimento dos alunos de maneira integral, ou seja, em sua completude, pois somos seres que pensam, sentem, agem e interagem com o meio em que vivemos”, completa Ana Regina.

Fonte: Bruna Bozza
P+G Comunicação Integrada

Comente aqui