EVENTOS



FORD APRESENTA A VERSÃO FINAL DO GT, O MUSTANG E O FIESTA ST, SEUS MODELOS DE ALTA PERFORMANCE, NO SALÃO DE GENEBRA

 

A Ford destaca na Europa os seus modelos de alta performance, no Salão de Genebra, que abre para o público de 9 a 19 de março. O Ford GT, o Mustang e o novo Fiesta ST são as principais atrações da marca da mostra na Suíça, que inaugura o calendário de lançamentos para o mercado europeu.

Esta é a primeira vez que a Ford mostra a versão final de rua do Ford GT, demonstrando a tecnologia do motor Ford EcoBoost e inovações na aerodinâmica e na leveza da carroceria de fibra de carbono. O superesportivo tem sob o capô o motor mais potente da marca: o EcoBoost biturbo de nova geração, que entrega nada menos que 647 cv.

O Ford GT é mostrado também na edição Heritage, versão do atual modelo 2017 inspirada em um carro histórico: o GT40 Mark II de 1966. Esse veículo conquistou os três primeiros lugares na corrida francesa de Le Mans na década 60.

Produzida em série limitada, essa interpretação moderna do GT40 tem pintura em preto brilhante ou fosco, listras prateadas e o número 2 estampado em branco no capô e nas portas.  As rodas de alumínio, de 20 polegadas, exibem acabamento dourado fosco com porcas pretas.

Mustang Black Shadow e Blue Edition

As versões especiais Black Shadow e Blue Edition do Mustang também são exibidas pela primeira vez em um salão do automóvel. O Mustang Black Shadow Edition oferece quatro opções de cores da carroceria combinadas com faixas pretas, enquanto o Mustang Blue Edition vem em azul com faixas pretas de efeito sombreado, seguindo o espírito dos clássicos de cor “Grabber”.

Ambos os modelos têm carroceria fastback, rodas de liga leve pretas de 19 polegadas e acabamento topo de linha, incluindo bancos de couro aquecidos e refrigerados, sistema de conectividade SYNC 3 com navegação e som premium.

Sob o capô, contam com motor V8 5.0 de 421 cv com transmissão manual ou automática de seis marchas. O Blue Edition tem ainda a opção do propulsor 2.3 EcoBoost de 317 cv.

Fiesta ST

O Fiesta ST de terceira geração faz sua estreia no Salão de Genebra. O hatch esportivo com novo motor EcoBoost 1.5 de três cilindros tem 200 cv e aceleração estimada de 0 a 100 km/h em 6,7 segundos. Ele será o primeiro modelo da Ford Performance – divisão de alto desempenho da empresa – com motor de três cilindros e também o primeiro Fiesta ST com modos de direção selecionáveis: Normal, Sport e Track (pista), otimizando os controles do motor, direção e estabilidade para cada condição de rodagem.

Os modos de direção variam também o som do escapamento, que conta com válvula de controle ativo e a tecnologia “Electronic Sound Enhancement”. O sistema amplifica o som naturalmente esportivo do novo motor EcoBoost, que também é o primeiro três cilindros da indústria com sistema de desativação de cilindros para reduzir ainda mais as emissões.

EcoSport

A Ford reserva também um espaço especial para os utilitários esportivos, segmento que teve o maior crescimento em vendas globais no ano passado: 20% em relação a 2015. Um dos destaques é o EcoSport, cujas vendas aumentaram 43% em 2016 na Europa, atingindo a marca recorde de 57.200 unidades. As vendas totais de SUVs da Ford na Europa em 2016 somaram 185.800 unidades, o que representa um incremento de 31% sobre o ano anterior.

 

 

(08/03/2017)

 

Imprensa Ford

Comente aqui


Novo Honda Civic Type R é exibido em Genebra

Projetado para oferecer a mais prazerosa dirigibilidade no segmento hot hatch

Motor 2.0 litros VTEC TURBO otimizado e refinado, com uma saída de 320 cv e 400Nm de torque

Novo Type R aperfeiçoa a dinâmica esportiva do novo Civic hatchback, aumentando o desempenho de condução

Modelo será produzido em Swindon, Reino Unido, para mercados em todo o mundo, incluindo Japão e EUA

 

A Honda revelou no Salão de Genebra de 2017 o novo Civic Type R, que terá seu lançamento europeu no meio do ano. O automóvel ressalta a tradição da Honda em desenvolver hatchbacks de alto desempenho e representa a expressão final do segmento de pureza dinâmica.

Compartilhando os mesmos fundamentos que o novo Civic hatchback, o novo Type R foi projetado desde o início para entregar a unidade mais prazerosa no segmento hot-hatch – tanto na estrada, quanto em pistas de corrida.

Motor 2.0 litros VTEC TURBO aprimorado e transmissão manual de seis velocidades

O motor VTEC TURBO de 2.0 litros, coração da multipremiada geração anterior do Type R, foi otimizado e agora produz 320 cv com torque máximo de 400 Nm. A resposta do acelerador e a dirigibilidade melhoraram graças às configurações otimizadas do controle do motor.

A suave e precisa transmissão manual de seis velocidades foi aprimorada com um sistema de controle rev match, garantindo que não haja prejuízo na conexão gratificante do Type R com o motorista.

Chassi mais rígido e suspensão aprimorada

O novo Type R traz a carroceria mais leve e rígida do novo Civic hatchback e adiciona uso de adesivo em áreas-chave. Em comparação com o Type R anterior, a rigidez torcional foi melhorada em 38%.

A suspensão dianteira do tipo MacPherson do hatchback padrão foi revisada com nova geometria para minimizar o torque steer e maximizar o manuseio esportivo. Na parte traseira, o novo sistema independente multi-link do carro foi aprimorado com o uso de braços de suspensão de alta rigidez exclusivos.

Modos de condução melhorados

Uma seleção aprimorada de modos de condução dá ao automóvel uma maior facilidade de utilização em comparação com o Type R anterior. Um novo ajuste “Conforto” está disponível ao lado de modos mais ágeis como “Sport” e “+R”, focado em pistas. Cada seleção ajusta os amortecedores adaptativos, esforço da direção, sensação de mudança de marchas e resposta do acelerador do carro sob demanda.

Aerodinâmica refinada para estabilidade em alta velocidade

O novo Type R tem um pacote aerodinâmico mais abrangente do que o modelo anterior, incluindo um assoalho mais liso, defletores dinâmicos de ar na dianteira, uma asa traseira de baixo peso e geradores de down force na parte traseira do teto. O corpo muscular e agressivo tem o melhor equilíbrio entre sustentação e arrasto, contribuindo para uma maior estabilidade em alta velocidade.

Produzido na Europa, exportado para os principais mercados do mundo

A produção do novo Civic Type R está prevista para começar no meio de 2017, na unidade fabril da Honda no Reino Unido (HUM) em Swindon – o centro global de fabricação para a 10ª geração do Civic hatchback.

O Type R será exportado para toda a Europa e para outros mercados em todo o mundo, incluindo o Japão e os EUA. Sua chegada na América do Norte marcará a primeira vez que um Honda Type R será oficialmente vendido por lá.

Fonte: Honda

Assessoria de imprensa

Rodrigo Leite
Viviane Costa
Marcel Dellabarba
www.honda.com.br

Comente aqui


Felipe Wu inicia busca por vaga no Mundial de tiro esportivo

Medalhista olímpico disputa neste fim de semana primeira etapa da Copa do Mundo da modalidade
Depois de brilhar nos principais eventos do calendário mundial de 2016 em sua modalidade, Felipe Wu está de volta e pronto para mais uma disputa da Copa do Mundo de Tiro Esportivo. No ano passado, o brasileiro venceu duas etapas, em Bangkok (Tailândia) e Baku (Azerbaijão), e a partir de sexta-feira (24) disputa contra atletas de alto nível a etapa de Nova Deli (Índia).

“Neste ano serão 3 etapas, competições que podem ser consideradas um caminho importante rumo ao Mundial de 2018. Infelizmente neste ano não estou me dedicando exclusivamente ao esporte, como em 2016, mas tenho treinado bastante, mesmo com a rotina puxada da faculdade, e acredito que tenho chances de ter bons resultados”, contou o atirador, que estuda engenharia aeroespacial.

Os desafios no início do novo ciclo olímpico são muitos. Além dos estudos, desde o final dos Jogos Olímpicos, o brasileiro e demais atletas seleção brasileira da modalidade estão sem treinador. “Isso interfere bastante na preparação, é muito importante ter alguém acompanhando os treinos e aconselhando. Mas espero conseguir manter os resultados que tenho feito e talvez me classificar para a final, contou o atleta, que estreou na temporada 2017 competindo na Alemanha e também na Holanda, onde faturou 3 medalhas.

Sobre o medalhista olímpico

Neto de chineses e filho de atiradores, Felipe Wu entrou para a história do esporte brasileiro ao romper um jejum histórico de 86 anos sem medalha olímpica para o País no tiro esportivo, conquistando a prata nos Jogos do Rio 2016. O atirador, especialista na pistola de ar de 10 metros, também foi campeão dos Jogos Pan-Americanos de Toronto 2015 na categoria. O atleta ainda tem entre suas conquistas medalhas de ouro nos Jogos Sul-Americanos de Santiago 2014 e Medellín 2010 e a prata nos Jogos Olímpicos da Juventude de Singapura 2010.

Desde 2013, Wu é terceiro sargento do Exército Brasileiro e integra o Programa Atletas de Alto Rendimento (PAAR), criado pelo Ministério da Defesa para auxiliar o financiamento de atletas no País. O atleta estuda engenharia aeroespacial na Universidade Federal do ABC e treina no Clube Hebraica em São Paulo.

A página oficial do atleta é www.felipewu.com.br
Siga também o Instagram @WuFelipe
Curta a fã page /felipealmeidawu

Fonte:
Flávio Perez
www.onboardsports.com.br

Comente aqui


Programa turístico quer recuperar e difundir a histórica cidade da Lapa

 

Localizada na região metropolitana de Curitiba, a cidade é marcada pelo tropeirismo e por um dos capítulos mais importantes da Revolução Federalista

CURITIBA, 12/07/2016 – Que a cidade da Lapa, no Paraná, é um dos destinos mais charmosos do Sul do Brasil, muita gente já sabe. Com sua origem ligada ao tropeirismo, a cidade, localizada na região metropolitana de Curitiba, é uma das mais antigas do Estado. Seu Centro Histórico mantém características originais da época, ruas de paralelepípedos, construções no estilo português dos séculos VXIII e XIX chamam atenção de quem visita a cidade. Além disso, a Lapa carrega em sua rica história um dos episódios mais importantes da república brasileira: o Cerco da Lapa. Em 1894, a cidade ficou sitiada por 26 dias quando o exército local conteve o avanço da Revolução Federalista, que pretendia instituir sua própria forma de governo no Sul por rejeitar a República.

Para difundir essas histórias e oferecer um programa turístico completo aos visitantes, acaba de ser lançado o programa “Tropeiro Urbano”, uma parceria entre o Hotel Tropeiro da Lapa e a Pousada Tropeira, que conta com o apoio dos comerciantes locais. O programa, que tem duração de um dia, fará com que os turistas aproveitem o melhor que a cidade da Lapa tem para oferecer. O “Tropeiro Urbano” une história e entretenimento, oferecendo passeios guiados pelos museus e edifícios históricos da cidade, apresentações musicais e culturais, almoço típico, café com mistura e hospedagem de uma noite.

“Entre os séculos XVII e XIX, os tropeiros se tornaram responsáveis pelo comércio e transporte de animais e mercadorias por todo território que passavam. Os locais onde eles paravam acabaram virando freguesias, vilas e cidades, com fortes heranças culturais que foram espalhadas, principalmente, no trajeto que ia do Rio Grande do Sul até São Paulo, tendo a cidade da Lapa, no Paraná, como uma das principais paradas. Foi aí que a Lapa começou a ganhar força e importância. É essa história rica e repleta de encantos culturais e gastronômicos que queremos mostrar aos turistas”, explica o historiador e idealizador, Márcio Assad.

O Tropeiro Urbano já está disponível e custa R$ 135,00 (por pessoa). Os agendamentos de passeios podem ser feitos pelo telefone (41) 9986-1011 ou na página oficial do programa no Facebook (www.facebook.com/pousadatropeiraemlapa).

Fonte: Bruna Bozza
P+G Comunicação Integrada

Comente aqui


Workshop de Imagem Masculina

 

Centro Europeu promove atividade especial com o consultor Alexandre Taleb

CURITIBA, 11/07/2016 – Entre os dias 25 e 28 de julho, o Centro Europeu, uma das principais escolas de profissões e idiomas da América Latina, vai promover o Workshop de Imagem Masculina, com o renomado consultor paulista Alexandre Taleb.

Carismático e didático, Alexandre Taleb se consolidou com o grande consultor de imagem masculina do Brasil. Atualmente, além de lecionar em diversas instituições de ensino, o profissional é blogueiro da Revista Caras e tem um quadro especial no programa Okay Pessoal, do SBT, onde trata de moda e comportamento masculino. Além disso, Taleb presta consultoria para lojas e shoppings de todo o país.

Durante a atividade no Centro Europeu, o profissional irá tratar dos mais variados assuntos referentes ao universo da moda e do comportamento masculino, passando, por exemplo, pelo vestuário, perfumaria e acessório.  Com toda sua experiência, Taleb irá apresentar cases e conceitos, trazendo para o público conteúdos relevantes e fundamentais para que homens se destaquem com muita elegância.

O workshop com Alexandre Taleb será realizado na sede do Centro Europeu no bairro Batel (Rua Benjamin Lins, 999). A atividade completa custa R$ 1.400 e as inscrições estão abertas para todas as pessoas que queiram adquirir conhecimento no segmento. Mais informações pelo telefone (41) 3233-6669 ou no site www.centroeuropeu.com.br.

Fonte: Caroline Rodrigues
P+G Comunicação Integrada

Comente aqui


FORD PARTICIPA DO MAIOR ENCONTRO NACIONAL DE LOGÍSTICA EM PORTO ALEGRE EXIBINDO O CARGO TORQSHIFT COM TRANSMISSÃO AUTOMATIZADA

 

A Ford exibe na Transposul 2016, de 12 a 14 de julho, em Porto Alegre, RS, o seu grande lançamento, a linha Cargo Torqshift com transmissão automatizada de 10 ou 16 marchas, com uma série de recursos avançados para aumentar a produtividade da frota e o conforto do motorista. O Cargo 2429 Torqshift, carro-chefe da linha, pode ser visto no estande ao lado dos modelos Cargo 1419 e Cargo 3129, também mostrados em primeira mão.

“A Transposul é a feira mais importante do setor de transporte e logística do Sul do Brasil. A Ford está presente desde as primeiras edições e, este ano, traz grandes novidades para o evento”, diz Flávio Costa, gerente de Marketing da Ford Caminhões.

O Cargo 2429 Torqshift, com tração 6×2 e peso bruto total de 23 toneladas, conta com dois anos de garantia e o preço mais competitivo da categoria, nas versões cabine simples e leito. Sua nova transmissão automatizada de 10 marchas conta com trocas inteligentes, piloto automático, função “Low” para descidas, indicador de marcha no painel, assistência de partida em rampa e dois modos de direção: Performance e Economia.

Desempenho e economia

Comparada às automáticas convencionais, a transmissão automatizada da Eaton que equipa a linha Ford Cargo Torqshift tem como vantagens o menor custo de aquisição e reparo, a maior economia de combustível – que chega a 10% – e a facilidade de manutenção. Outro diferencial é o sistema de proteção da embreagem que aumenta em quatro vezes a durabilidade do conjunto.

Na função D (dirigir), ela seleciona a marcha de arranque adequada e faz uma troca otimizada. Na função M (manual), permite ao motorista assumir o controle e selecionar as marchas pelo botão na manopla em situações como rodagem fora de estrada ou subidas íngremes.

Na função L (“Low”), exclusiva da Ford, as marchas são reduzidas gradativamente de acordo com a velocidade e rotação do veículo. Além de segurar o veículo em declives, também é útil em situações como o acoplamento de colheitadeira, em manobra de ré.

Para o motorista, a transmissão automatizada oferece uma nova sensação de dirigir, com muito mais conforto e segurança. O piloto automático inteligente mantém a velocidade constante em subidas e descidas. E a assistência de partida em rampa segura o caminhão por até 3 segundos em rampas com inclinação superior a 3%.

“Por nivelar a eficiência dos motoristas, o câmbio automatizado é uma tendência que vem crescendo em todo o mundo”, completa Costa.

(11/07/2016)

Imprensa Ford

Comente aqui


Nakata avalia as condições da barra de direção de caminhões na Castello Branco

 

 

A iniciativa, que faz parte do Programa Caminhão 100%, acontecerá nos dias 25 e 26 de julho, na Rodovia Castello Branco, km 57, sentido São Paulo

Técnico da Nakata irá checar a barra de direção dos caminhões, nos dias 25 e 26 de julho, das 10h às 17h, na Rodovia Castello Branco, km 57 (sentido São Paulo). A ação faz parte do Programa Caminhão 100%, desenvolvido pelo GMA – Grupo de Manutenção Automotiva, em parceria com o Grupo CCR e o programa Estrada da Saúde, que tem como finalidade conscientizar motoristas de caminhões sobre a importância da manutenção preventiva.

Na ocasião, também serão avaliados gratuitamente outros itens da parte mecânica e de segurança dos caminhões.

O programa, que completa seis anos, iniciou na Rodovia Presidente Dutra, também do Grupo CCR e vem sendo realizado mensalmente. O trabalho foi ampliado, no mês de junho de 2013, para a Rodovia Castello Branco.

Sobre a Nakata

A Nakata, fabricante de autopeças para o mercado de reposição automotiva com uma linha completa de componentes para suspensão, transmissão, freios e motor, com quatro unidades de negócios, incluindo fábrica, sede administrativa e dois centros de distribuição.

A empresa dispõe de central de atendimento, catálogos eletrônicos, entre outros serviços. Participa do Programa Carro 100% / Caminhão 100%, iniciativa inédita no País que visa conscientizar o motorista sobre a importância da manutenção preventiva do veículo. Mais informações no site: www.affinia.com.br.

Fonte:

Verso Comunicação e Assessoria de Imprensa

Jornalista responsável – Majô Gonçalves

Solange Suzigan

www.versoassessoriadeimprensa.com.br

https://www.facebook.com/verso.assessoria

Comente aqui


Universidade das Startups abre inscrições para segunda etapa

 

O projeto gratuito do Centro Europeu é uma parceria com o Instituto Brasileiro Qualidade e Produtividade, e visa estimular ideias inovadoras

CURITIBA, 11/07/2016 – De olho em um segmento em franca expansão no Brasil, o Centro Europeu, instituição que atua há quase 25 anos na área da educação, lançou no primeiro semestre a Universidade das Startups – UniStart, um núcleo gratuito de empreendedorismo inovador de alto impacto, constituído por um programa de aceleração que pretende ajudar empresas com negócios inovadores a crescerem mais rápido, no menor tempo, e com o maior lucro possível. Agora, a UniStart, com sede em Curitiba (PR), está com inscrições aberta para a sua segunda etapa, voltada para grupos de até quatro pessoas que já possuem uma ideia de negócio e querem incubá-la.

Desenvolvida em parceria com o Instituto Brasileiro Qualidade e Produtividade (IBQP), a UniStart oferece um ambiente com uma atmosfera de inovação e estrutura física completa, proporcionando várias atividades estimulantes para o desenvolvimento de novas ideias e de networking. “A Universidade das Startups foi desenvolvida para pessoas que querem gerar e aprimorar ideias, com o objetivo de criar empreendimentos de alto impacto. Aqui os empreendedores participam das mais modernas práticas de inovação, além de atuarem em equipes com espírito colaborativo, integrador e com visão sistêmica, características fundamentais para as empresas do novo milênio”, explica Ronaldo Cavalheri, Diretor Geral do Centro Europeu.

A metodologia da UniStart foi desenvolvida em parceria com consultores/facilitadores do IBQP, baseada em experiências do mundo empresarial internacional. O método inclui abordagens que são referências internacionais, como a da Oxford Leadership Academy, Teoria U, World Café, Andragogia, Design Thinking, Lean Startup e Investigação Apreciativa. O programa da universidade, totalmente gratuito, é dividido em três etapas: Geração de Ideias, Incubação e Aceleração.

Na primeira etapa, que aconteceu entre os meses de maio e junho, 54 pessoas participaram de atividades que estimularam a geração de ideias, trabalhando o autoconhecimento, alinhando os propósitos de cada negócio, mapeando o ecossistema de atuação em cada área, traçando caminhos para a geração de negócios sustentáveis e discutindo caminhos para comunicar e distribuir uma solução de forma de forma efetiva e escalável.

Agora, na segunda etapa, serão trabalhadas ferramentas que ajudam na geração de soluções inovadoras para problemas complexos, como o Design Thinking, para explorar a criatividade centrada no ser humano; o Lean Startup, processo que testa a proposta de valor e suas premissas para aprimorar as oportunidades da diversidade; o método Canvas, que ajuda na modelagem do negócio; e o tradicional Picth, que traz conceitos de como vender ideias.

“Para participar da segunda etapa da UniStart, os futuros empreendedores devem fazer uma breve explicação sobre o que pretendem desenvolver, qual o público alvo/mercado que pretendem atingir, qual a oportunidade observada, como vão solucionar um problema e com qual diferencial, além de identificar possíveis concorrentes e alternativas a essa solução”, completa Ronaldo Cavalheri.

As inscrições para a UniStart são gratuitas e podem ser feitas até a próxima quinta-feira, dia 14 de julho, por meio do site www.centroeuropeu.com.br. O projeto conta com o apoio do Google Business Group (GBG), do Microsoft Inovation Center (MIC) e do SmartCity Business America. A segunda etapa da UniStart terá duração de dois meses, com encontros semanais às quartas, das 19h às 21h30. Mais informações pelo telefone (41) 3222-6669.

Fonte: P+G Comunicação Integrada

Eduardo Betinardi

Comente aqui


Aos 40 anos, Fiat inova ao estilo startup

 

 

Ao completar quatro décadas de operações no Brasil, a Fiat se orgulha da extensa lista de novidades que introduziu no mercado brasileiro de forma pioneira. Desde o primeiro motor transversal do mercado nacional, apresentado no Fiat 147, em 1976, passando pela primeira tampa de porta-malas totalmente em vidro do Fiat Mobi, lançado este ano, as inovações estão no centro da missão da empresa: ajudar as pessoas a ir de um lugar a outro de maneira eficiente e segura.

A forte cultura da inovação tem ligação direta com o Centro de Pesquisa & Desenvolvimento Giovanni Agnelli, instalado na planta da Fiat em Betim (MG), e que reúne todas as condições e tecnologias necessárias para criar um veículo do começo ao fim do processo. O trabalho é realizado em sinergia com os outros centros de P&D da Fiat Chrysler Automobiles (FCA), em Turim (Itália), Aurburn Hills (EUA) e o mais recente, em Pernambuco.

Para a Fiat, o impulso para a inovação é resultado do perfeito entendimento e sintonia com as aspirações e desejos dos brasileiros. “Projetamos modelos que atendem às expectativas do consumidor brasileiro. É a nossa visão sobre os nossos carros, com inspiração na excelência do design italiano”, afirma Peter Fassbender, diretor do FCA Design Center Latam. O reconhecimento desse trabalho foi a conquista, pelo Fiat Toro, do selo Red Dot Award, um dos mais tradicionais e importantes prêmios de design em todo o mundo.

“O que as pessoas esperam de um carro muda com o tempo e estamos acompanhando essas transformações”, explica o diretor de Estratégia de Produto da FCA, Carlos Eugênio Dutra. Guiada pelo desafio de oferecer soluções que melhorem a vidas das pessoas e de democratizar o acesso às novas tecnologias, a Fiat criou a primeira picape derivada de um automóvel de passeio em 1978; foi a primeira a produzir carros populares no país em 1990; ofereceu em primeira mão conteúdos de segurança em carros nacionais, como o airbag; inaugurou a era da conectividade nos veículos do Brasil ao lançar o primeiro carro com conexão bluetooth; surpreendeu o mercado com a tecnologia Start&Stop do Novo Uno, entre várias outras novidades.

Das áreas de Engenharia e Design, também saíram inovações que levaram a marca a liderar tendências mundiais. O Fiat 147 foi o primeiro carro a etanol fabricado em série no mundo e inaugurou, em 1979, a utilização dos motores com combustíveis verdes. Em 2006, nasceu o Siena Tetrafuel, primeiro e único veículo do mundo movido a quatro combustíveis. Em 2009, a Fiat convidou clientes do mundo todo para criar o carro do futuro. O Fiat Mio foi o primeiro carro conceito desenvolvido na plataforma Creative Commons. Consumidores de cerca de 160 nacionalidades participaram do projeto e enviaram mais de 17 mil ideias, engajados no desafio de pensar o futuro de maneira plural e participativa.

Inovação Acelerada

Também na planta de Betim, um grupo de especialistas – de engenheiros a economistas, passando por químicos e designers – trabalha no estilo startup. Toshizaemom Noce, supervisor de Inovação da FCA, salienta que a área foi criada para quebrar paradigmas. “Promovemos a construção de tecnologia nacional, de forma viável, prática, acelerada e sempre com foco no cliente.”

Exemplo de pesquisa realizada recentemente é o Projeto Girassol, no qual um sistema fotovoltaico gera energia elétrica adicional para a bateria. Isso resulta em economia de combustível e redução de emissões. Outras pesquisas em andamento avançam sobre os novos conceitos da conectividade. “A experiência de uso será o fator determinante para os automóveis daqui para frente, e é nisso que estamos trabalhando hoje”, explica Noce.

Uma das realizações neste caminho é o Fiat Live On, que integra o smartphone ao Fiat Mobi. Com ele, o celular se transforma na central multimídia do carro, por meio de um aplicativo, possibilitando acesso a comandos pelo volante multifuncional. O Live On traz ainda o EcoDrive, que fornece informações sobre a condução, em especial quanto à economia de combustível, e o Car Parking, que mostra o último local em que o carro foi estacionado.

Futuro das Cidades

Sobre o futuro, o diretor Carlos Eugênio indica o caminho: “Nossa missão é continuar a desenvolver produtos e serviços que estejam, cada vez mais, conectados às necessidades dos clientes, encontrando formas de conjugar meio ambiente, mobilidade, prazer e comodidade”.

Para integrar o presente ao futuro, aliando criatividade e inovação, a Fiat quer ir além do ambiente automotivo. Com o projeto Futuro das Cidades, a marca já se movimenta para, de maneira colaborativa, conhecer o ecossistema onde estão inseridos seus produtos, mapear problemas potenciais e contribuir para o desenvolvimento de soluções de mobilidade para as cidades brasileiras. Em breve, lançará uma plataforma aberta e colaborativa, que servirá como um espaço de conhecimento de mobilidade.

“A boa mobilidade não é necessariamente a que tenha mais carros, metrôs, corredores de ônibus, avenidas, ciclovias ou calçadas de qualidade, mas a que faça uma combinação justa, inteligente e eficiente de todos os modos de transporte possíveis”, explica Mateus Silveira, especialista em Future Insights da FCA e líder do projeto. A iniciativa já agrega empresas, especialistas, universidades e entidades da sociedade civil e do terceiro setor. “Queremos entender o modelo de cidades que estamos construindo e debater projetos que possam contribuir para o bem-estar urbano”, conclui Silveira.

Fonte: Fiat PRESS

Comente aqui


Fiat celebra 40 anos com fábrica modernizada

1669_2_preview
A Fiat comemorou este sábado, dia 9 de julho, 40 anos de atividade no país. Desde o lançamento do Fiat 147, que inaugurou a linha de produção, foram mais de 50 modelos produzidos e lançados. Somente neste ano, chegaram ao mercado dois novos modelos, o Toro e o Mobi, consolidando a presença da marca em diferentes segmentos, com projetos desenvolvidos totalmente no Brasil.

A evolução da marca no país tem como centro a fábrica de Betim (MG). Em 40 anos, a planta se transformou na maior fábrica de veículos da América Latina e em uma das maiores do mundo, além de ser a unidade de produção com maior capacidade instalada de todo o grupo Fiat Chrysler Automobiles (FCA). Com capacidade atual para produzir 800 mil veículos por ano, foi a primeira fábrica de automóveis a se instalar fora de São Paulo, construindo uma história marcada pela liderança de vendas, já alcançada 14 vezes.

Das linhas de montagem, já saíram quase 15 milhões de veículos. Mais de três milhões foram exportados para cerca de 30 países. O carro líder de produção foi o Uno, com mais de 3,7 milhões de unidades vendidas.

Para sua completa modernização, a planta está em meio a seu maior ciclo de investimentos, recebendo, desde 2010, R$ 7 bilhões em aportes, incluindo o desenvolvimento de novos produtos. Como parte desse processo, a unidade de Prensas passou a operar, em 2011, com duas linhas de alta cadência, capazes de dar 16 golpes por minuto, o dobro da velocidade das prensas convencionais.

Novos robôs foram inseridos na linha de produção, trazendo tecnologia de ponta e mais precisão. Somente na Funilaria, 195 robôs foram instalados para a produção do Mobi. A montagem da carroceria do novo modelo é totalmente automática, do pavimento até o teto, passando pelas laterais e partes móveis, como portas, paralamas e capô. A fábrica contará ainda com um novo prédio para pintura, com equipamentos mais modernos e eficientes, elevando o patamar de qualidade do processo. As obras estão em fase final.

O processo de modernização ocorre sem interrupção da produção nas linhas de montagem, o que deu à FCA know-how para realizar simultaneamente grandes mudanças de processos, incorporação de novas tecnologias e um robusto programa para desenvolvimento de pessoas, preparando a fábrica da Fiat para um momento novo da indústria.

Para Stefan Ketter, presidente da FCA para a América Latina, a ênfase está em combinar qualidade e eficiência, através de processos produtivos cada vez mais precisos e compartilhados por toda a cadeia produtiva.

1669_1_preview

A revolução produtiva via WCM

Desde 2007, a fábrica adota o sistema de produção WCM – World Class Manufacturing. Desenvolvido pela própria Fiat, através da cooperação com especialistas mundiais em Lean Manufacturing, o WCM abrange todos os aspectos da manufatura (posto de trabalho, qualidade, manutenção e logística). É aplicado em todas as fábricas da FCA no mundo, que compartilham entre si as melhores práticas – a maior parte nascida a partir de sugestões dos próprios funcionários. Esse processo acontece por meio de um sistema interligado, elevando fortemente a qualidade dos produtos e a produtividade das plantas.

O WCM é um processo de melhoria contínua, e essa é justamente uma de suas características mais importantes da metodologia. “A partir do momento em que uma boa prática passa a ser visível em todas as plantas do mundo, automaticamente, torna-se padrão. Daí, o desafio é aprimorá-la, sempre pensando e agindo de forma global, na busca de novos padrões ainda melhores”, salienta Jasson Azevedo, gerente da Montagem Final. Ele trabalha na fábrica de Betim há 20 anos e foi um dos precursores na aplicação da metodologia no Brasil.

A fábrica também é reconhecida por seu dinamismo e flexibilidade, capaz de se adequar às variações e oscilações de demanda, oferecendo resposta rápida na entrega dos produtos que os clientes desejam. Em uma única linha de produção, são montados diferentes modelos. O inverso também é possível: um modelo pode ser montado em diferentes linhas, simultaneamente. Na fábrica, a quantidade de peças manuseadas diariamente ultrapassa 3,5 milhões, abastecidas por cerca de 300 fornecedores.

As práticas pioneiras de sustentabilidade

A sustentabilidade está presente em todos os setores da planta de Betim, da ponta final da linha de montagem aos corredores dos escritórios. A Fiat foi a primeira fábrica de automóveis e comerciais leves do país a obter o certificado ISO 14001, de gestão ambiental, e também o ISO 50001, de gestão de energia.

Atualmente, 99,4% da água utilizada para produzir carros é de reúso, um recorde absoluto no setor automotivo no país. Isso é possível graças a um dos mais modernos sistemas de tratamento e recírculo de água do Brasil, um pioneirismo da Fiat, fruto de investimento em novas tecnologia a partir de 2010.

A fábrica de Betim foi também a primeira no país a obter a marca do “Aterro Zero”, o que significa que absolutamente nenhum resíduo é enviado para aterros – 97% são reciclados e os 3% restantes reaproveitados.

Até mesmo sobras de tecido automotivo e de cintos de segurança têm uso. Elas viram acessórios, como bolsas e mochilas, pelas habilidosas mãos das costureiras da Cooperárvore, cooperativa do programa social Árvore da Vida, gerando renda e integração para as regiões vizinhas à fábrica. Mais de 25 toneladas de materiais já foram reaproveitadas, em 10 anos, dentro do escopo do programa, desenvolvido pela FCA.

Fonte: Fiat PRESS

Comente aqui