MERCADO

MOVIMENTAÇÃO DAS FÁBRICAS.



JAC MOTORS ANUNCIA A INSTALAÇÃO DE FÁBRICA EM GOIÁS. SERÃO PRODUZIDOS DOIS SUV´S

INSCREVA-SE NO MEU CANAL NO YOUTUBE

CAMINHAR E PENSAR É SÓ COMEÇAR

https://www.youtube.com/c/Caminharepensarésócomeçar

 

 

Em uma reunião de apresentação do protocolo de intenções, que contém o detalhamento de todo o projeto, o presidente da JAC Motors Brasil, Sergio Habib, acaba de formalizar ao governador de Goiás, Marconi Perillo, o processo de instalação de seu complexo industrial no país. O local não foi escolhido até agora, apesar de haver ótimas opções. O investimento total será de R$ 200 milhões, com geração de 820 empregos diretos e indiretos. A planta terá capacidade para produzir 35 mil unidades ao ano.

 

“Nós jamais deixamos de trabalhar para a implantação de nossa fábrica no Brasil, tanto que uma fração do investimento total vem sendo aplicada no desenvolvimento dos modelos e nossos entendimentos com o MDIC (Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio) têm sido frequentes”, explica Habib.

 

Entusiasmado com esse largo passo dado pela empresa, Habib expôs ao governador o expressivo crescimento em 2017, em que a JAC Motors registra 40% de aumento nas vendas contra 11% de todo o mercado. “Para 2018, devemos dobrar o volume de 2017, chegando a 8 mil unidades”, acentuou Habib, lembrando que, em 2017, a marca vem sofrendo com a limitação imposta pelas cotas do Inovar-Auto, algo que deixará de existir no próximo ano. “Voltaremos a vender em 2018 o que tivermos competência pra vender, não aquilo que a lei impõe como limite”, disse Habib ao governador.

 

O empresário também detalhou ao governador Perillo a cronologia de todo o projeto fabril, que tem previsão de início de produção dentro de 24 meses e incluirá dois SUV´s: o T40 e um novo modelo, ainda sob sigilo. Conforme prevê a atual legislação que rege o sistema automotivo brasileiro – Inovar-Auto –, a JAC Motors cumprirá já no primeiro ano de atividades da planta oito etapas do processo produtivo.

 

JAC Motors Brasil

Eduardo Pincigher

Comente aqui


MERCADO BRASILEIRO DE AUTOMÓVEIS AUMENTA 13,6% EM NOVEMBRO E JAC MOTORS DUPLICA SUAS VENDAS

INSCREVA-SE NO MEU CANAL NO YOUTUBE

CAMINHAR E PENSAR É SÓ COMEÇAR

https://www.youtube.com/c/Caminharepensarésócomeçar

 

 

O mercado brasileiro de automóveis consolida sua recuperação nas vendas com crescimento de dois dígitos. Em novembro, o total de emplacamentos foi de 197.247 unidades de automóveis e comerciais leves, registrando aumento de 13,6% quando comparado às vendas do mesmo mês em 2016, com 173.561 veículos.

 

Considerando que outubro de 2017 anotou 196.394 unidades, tivemos um ligeiro aumento em novembro de 0,4% em relação ao mês anterior. Mas é preciso ressaltar que outubro teve 21 dias úteis contra 19 em novembro, uma vez que boa parte do país celebrou o feriado da Consciência Negra.

 

Se compararmos as vendas por dia útil, portanto, tivemos 8.678 unidades em novembro de 2016 contra 10.381 unidades no mês passado, o que indica o sólido crescimento de 19,6%. Contra outubro de 2017, as vendas por dia útil saltaram 11%.

 

Já no acumulado de 2017, as vendas somam 1.965.443 unidades, o que gera crescimento cravado de 10% quando observado o volume dos primeiros onze meses de 2016 (1.786.668 unidades).

 

“Vencer a barreira das 10,3 mil unidades vendidas por dia útil é algo que não obtínhamos desde abril de 2015. Tanto que, conforme previmos meses atrás, fecharíamos o ano com um crescimento acima de 10%. Agora é só esperar dezembro pra confirmar o percentual exato”, esclarece Sergio Habib, presidente da JAC Motors Brasil. “Se projetarmos essa média de 10,4 mil unidades para um ano cheio, no entanto, nosso mercado estaria subindo para 2,58 milhões de unidades”, exemplifica.

 

JAC DUPLICA AS VENDAS

 

Figurando entre as três marcas que registraram os maiores percentuais de crescimento, a JAC Motors confirma, em novembro, a escalada observada em todo o ano de 2017. No último mês, a marca anotou alta de 133,3% quando consideradas as vendas de novembro de 2016 – 357 unidades contra 153 unidades, respectivamente.

 

“Como o T40 já representa acima de 60% do nosso mix de vendas, eu estimo que em dezembro tenhamos volumes melhores, pois iremos entregar alguns lotes de unidades vendidas nos meses anteriores e que os clientes ainda aguardavam. Estamos caminhando para fechar o ano com mais de 4 mil JAC Motors emplacados em 2017”, explica Habib.

 

No acumulado do ano, a marca anotou alta de 43,5% – versus 10% do mercado. Com esse percentual, a JAC Motors assegura a invejável terceira colocação dentre os percentuais de crescimento de todas as marcas do país.

 

 

JAC Motors Brasil

Eduardo Pincigher

Comente aqui


Rabusch reduz taxa de franquia e procura primeiro franqueado em Maringá

INSCREVA-SE NO MEU CANAL NO YOUTUBE

CAMINHAR E PENSAR É SÓ COMEÇAR

https://www.youtube.com/c/Caminharepensarésócomeçar

 

 
E gaúcha foca expansão no Paraná e 10 das 16 unidades que serão abertas em 2018 devem ser inauguradas no Estado que em 2016 movimentou R$25,70 bilhões somente no setor de franquias
Com 42 lojas instaladas e uma história de sucesso que começou em 1986, em Porto Alegre, a rede gaúcha de moda feminina Rabusch volta seus olhos para o mercado paranaense. Das 16 novas unidades que pretendem abrir em 2018, 10 estão destinadas às principais cidades do Paraná.

Umas das cidades escolhidas pela marca gaúcha é Maringá, onde a rede já procura seu primeiro franqueado. A Capital possui 1,7 milhões de habitantes e tem o perfil que a rede busca para abertura de novas lojas. O varejo é bastante receptivo e o setor de vestuário em Maringá movimenta mais de R$30 milhões ao ano. No Estado, entre todos os segmentos, as franquias movimentaram R$25.7 bilhões em 2016 conforme pesquisa realizada pela Rizzo Franchise – e aponta crescimento em 2018 tornando o negócio ainda mais atrativo para novos investidores. A Maringá é a terceira cidade eu mais interessa para as franquias no Estado. (peça estudo completo por email)

Para facilitar a entrada da marca no Paraná e ciente da atual situação econômica do país, a Rede reduziu 50% do valor da taxa de franquia para o franqueado investir em estoque inicial ou mesmo capital de giro. Ou seja, os novos franqueados pagam R$ 30mil de taxa de franquia e reinvestem os outros R$30 mil em produtos, para inaugurar com o estoque em dia.

O interesse da rede no Estado se comprova quando pesquisa realizada pela Rizzo Franchise aponta que o número de unidades franqueadas instaladas no Estado saltou de 14.033 em 2014 para 16.129 em 2016 gerando uma receita de R$ 25,7 bilhões. As três cidades mais receptivas para as franquias no Estado são Curitiba, Londrina e Maringá. Somente em Curitiba, o setor de vestuário movimenta R$ 189 milhões ao ano.

As lojas da Rabusch têm um conceito clean e as coleções são criadas com a intenção de vestir mulheres de sucesso com estilo neotradicional. Hoje, o investimento inicial para ter uma loja da rede é a partir de R$ 220 mil. As franquias da Rabusch possuem entre 50m² e 70m² e a rede oferece todo o treinamento necessário para os novos franqueados e auxílio na escolha do ponto comercial.

“A escolha do Paraná como meta de expansão é natural, dado os indicativos econômicos do Estado e nosso estudo para o plano de expansão que aponta perfil dos potenciais clientes. As principais cidades do Paraná possuem o perfil exato de clientes que buscamos e, além disso, recebemos muitos contatos de shoppings que gostariam de receber uma de nossas lojas em seu mix. Existe mercado e vamos explorá-lo. Os novos franqueados paranaenses, tenho certeza, irão prosperar rapidamente no Estado”, explica Alcides Debus, fundador da Rabusch.

A Rabusch busca franqueados em cidades com pelo menos 80 mil habitantes e já possui alguns pontos mapeados em shoppings das cidades de Curitiba, Londrina, Maringá, Ponta Grossa e Cascavel. Cidades como São José dos Pinhais, Foz do Iguaçu, Colombo, Guarapuava, Paranaguá, Araucária, Toledo, Apucarana, Pinhais, Campo Largo, Arapongas, Almirante Tamandaré, Umuarama, Cambé e Piraquara também interessam à rede, que acredita no potencial econômico do estado.

RABUSCH – ficha técnica

– Investimento inicial: A partir de R$ 220 mil

– Taxa de franquia (inclusa no investimento inicial): R$ 30 mil

– Capital de Giro: A partir de R$ 50.000,00

– Taxa de royalties: Inclusa no custo do produto, portanto não incide sobre o faturamento ou sobre as compras realizadas

– Taxa de Propaganda:1,5% FB

– Faturamento médio mensal de uma loja: A partir de R$ 70.000,00

– Metragem mínima de uma loja: 40m²

– Lucratividade do franqueado: Aproximadamente 15% do faturamento líquido

– Retorno do investimento: Entre 24 e 36 meses

– Número de funcionários media por loja: 4

– Tempo de contrato: 60 meses


Inédita Comunicação Estratégica
Luane Magalhães – lRita Braga
www.ineditasp.com.br
Comente aqui


Vender carro com base na tabela FIPE é confiável?

INSCREVA-SE NO MEU CANAL NO YOUTUBE

CAMINHAR E PENSAR É SÓ COMEÇAR

https://www.youtube.com/c/Caminharepensarésócomeçar

 

 

A tabela FIPE é uma das tabelas de preço mais utilizadas na hora de dar um preço para um automóvel usado.

Muitas pessoas na hora de vender carro usam essa tabela como preço de base, mas há dúvidas se essa é forma mais correta de dar preço a um carro usado.

Para que fique mais claro se você deve ou não vender o seu carro baseado nessa tabela, vamos entender melhor como ela funciona.

Como a Tabela Fipe funciona?

Essa tabela é realizada pela Fundação Instituto de Pesquisa Econômicas, nela são expressados os preços médios dos automóveis usados em mercado nacional. Além disso, é por essa tabela que são baseados os impostos, os financiamentos e os seguros de carros, tal a sua importância.

O próprio site oficial da tabela, diz que ela deve ser utilizada como um parâmetro para a precificação, ou seja, ela é um dos recursos para se dar um preço a um automóvel usado.

Os preços podem então variar de acordo com a região do Brasil na qual é vendido, no estado de conservação do carro, na cor do carro e também nos acessórios que ele possui.

Então, os fatores que a Fipe não consegue controlar, como esses citados acima, não entram para compor o preço da tabela.

A tabela fipe é confiável ou não é confiável?

Sim, a tabela fipe é confiável, mas ela não deve ser a sua única fonte de informação na hora de precificar seu carro usado.

Para vender carro com um preço justo, você precisará ir atrás de outras fontes, aqui vamos te dar algumas informações sobre isso.

Outras fontes para dar preço na hora de vender carro

1.      Tabela Molicar

A tabela Molicar é realizada sem qualquer vínculo com segmentos de comércio, financiamento ou seguro de automóveis. Seu único propósito é apurar o valor comercial e atualizado de veículos, em geral. A empresa conta com um time que tenta apurar ao máximo o valor real para venda de carro, por exemplo. Por isso, pode ser uma outra fonte para você se basear.

2.      Preço de Mercado

O preço de mercado é de acordo com a oferta e a procura de carros. Para avaliar isso, você deverá pesquisar classificados e anúncios de carros parecidos com o seu. Dessa maneira, você tem uma ideia real dos preços que estão sendo trabalhados. Você pode até mesmo ir mais longe e entrar em contato com os vendedores para perguntar sobre todas as condições do carro e dar o seu preço com ainda mais segurança.

Muitas vezes um carro que tem muita valorização em uma região do Brasil, não apresenta o mesmo interesse em outra, por isso pesquise sempre no mercado local que você busca vender o seu carro.

3.      Leilão

Os leilões, como o do Instacarro, por exemplo,  também são uma forma de precificar o seu carro, neles os preços são dados por vários apostadores e ganha quem der mais pelo o carro. Há sempre um valor inicial mínimo. Nesse tipo de precificação é possível fazer bons negócios, mas sempre levando em conta as condições do carro.

4.      Data Folha

O instituto de pesquisa da Folha também disponibiliza uma tabela de preço de carros. Nessa tabela você consegue ver o preço máximo e o preço mínimo para o seu carro usado, como também uma média.

5.      Boca a boca

O boca a boca também é uma fonte de informação importante, talvez um amigo e familiar que entenda de carro possa te dar uma dica ou trocar experiências. Comente para as pessoas que você está pensando em vender o seu carro e diga o preço, os comentários dessas conversas podem ser dicas valiosas se você está indo ou não pelo caminho certo.

Dicas para dar um preço ao seu carro usado

Agora que você sabe que é preciso utilizar mais de uma fonte de informação, você também deverá se organizar e se planejar para definir o preço.

Separe uma folha e coloque todos os valores que você encontrou, faça uma média deles. Pense sobre todos os pontos positivos do seu carro: se você nunca bateu, se ele não está com muitos quilômetros rodados, se recentemente trocou as rodas, se apresenta insulfilm, e outros acessórios.

Coloque também os gastos que teve com as melhorias no carro e quanto esses serviços estão custando nos dias de hoje. Dessa maneira, você consegue estabelecer qual o valor mais aproximado do preço justo.

Você também deverá pensar nos pontos negativos do seu automóvel: você é fumante, a lataria está em boas condições, você já comprou o carro usado, a cor do seu carro não é a mais atrativa, seu carro saiu de linha entre outros.

Todos os detalhes são importantes e devem ser pesados tanto na valorização como na desvalorização do preço do carro.

Você também deve deixar uma margem para negociação, se o seu carro não conseguir competir com os outros da categoria, talvez você tenha que baixar o preço.

Esperamos que com essas dicas, você consiga dar um preço justo para o seu carro, como também fazer um excelente negócio. Pesquise bastante e reflita bem antes de definir o preço.

Rafael Diniz Paiva

Gear SEO (www.gearseo.com.br)

Comente aqui


Scooters SH 150i e SH 300i com condições especiais na Cabral Motor Honda

INSCREVA-SE NO MEU CANAL NO YOUTUBE

CAMINHAR E PENSAR É SÓ COMEÇAR

https://www.youtube.com/c/Caminharepensarésócomeçar


Em Curitiba e Região Metropolitana a Cabral Motor Honda é líder em vendas das motos Honda, além de ser a primeira Concessionária de motos Honda do Brasil

A Cabral Motor Honda está com condições especiais no segmento de Scooters compactos, em específico na SH 150i e SH 300i, ambas modelo 2017/2017. A SH 150i está sendo vendida por 10 parcelas de R$ 1.245 e a SH 300i em 10 parcelas de R$ 2.099 (parcelamento do cartão de crédito sem juros). A promoção é válida enquanto durarem os estoques em todas as lojas da rede (Curitiba Centro na Praça Osorio, Colombo e São José dos Pinhais). As motos Honda tem 3 anos de garantia e óleo grátis em 7 revisões. 3 anos de garantia sem limite de quilometragem. E o fornecimento de óleo é válido a partir da 3ª revisão.

A SH 150i conta com 150cc, rodas 16 polegadas, farol e lanterna de LED, freios a disco com ABS, tomada de 12 Volts, Idling Stop (sistema que desliga automaticamente o motor em paradas mais longas como semáforos), transmissão CVT (que anula a preocupação em acionar embreagem ou engatar as marchas), chave smart key (destrava o veículo e libera a partida sem a necessidade de inserir a chave no contato), computador de bordo (com relógio e registro de consumo médio e instantâneo de combustível entre percursos, além de informar quando há necessidade de troca de óleo), tanque com 7,5 litros de capacidade e faz em média 40km/litro de combustível. Disponível nas cores azul-claro perolizado, prata fosco e azul-escuro perolizado.

A SH 300i conta com 300cc, rodas 16 polegadas, farol e lanterna de LED, freios a disco ABS, tomada de 12 Volts, chave smart key (destrava o veículo e libera a partida sem a necessidade de inserir a chave no contato), tanque com 9 litros de capacidade e faz em média 30km/litro de combustível. O para-brisa vem como item de série, além de conferir um toque a mais de sofisticação, aumenta a proteção contra o vento, poeira e chuva.  Disponível nas cores vermelho perolizado e cinza metálico.

Ambas tem todo o conforto pra curtir a cidade dia e noite sem parar. Possuem  posição clássica de pilotagem, onde o assoalho é totalmente plano, possibilitando o descanso das pernas, além de proporcionar melhor dirigibilidade. Um pontos fortes da linha SH estão na economia de combustível e facilidade de pilotagem graças ao câmbio automático do tipo CVT (Honda V-Matic) que privilegia um rodar mais suave com conforto, qualidade e sofisticação aos consumidores que buscam uma alternativa de mobilidade com desempenho, segurança e modernidade.

A Cabral Motor Honda também oferece condições especiais de financiamento e consórcio. Consulte mais informações em www.cabralmotor.com.br, (41) 3595-2000 ou ainda via whatsapp (41) ‪9 8833-3308. Acompanhe o Facebook da Cabral e saiba mais sobre eventos, novidades e promoções: https://www.facebook.com/cabralmotor.

 

Sobre a Cabral Motor Honda
A Cabral Motor iniciou suas atividades em 1954 e na década de 70, separou um pequeno espaço da sua loja para vender as então badaladas motos japonesas da marca Honda. É a mais tradicional Concessionária Honda do Sul do país. Líder em vendas em Curitiba e Região Metropolitana desde a sua fundação, e recordista de Emplacamento no Paraná. Cabral Motor Honda acumula ao longo de sua trajetória muitos prêmios e o reconhecimento, em 2007, pela Fenabrave, como a 1ª Concessionária de Motos Honda do Brasil. 

 

 

Crédito de foto da SH 150i e SH 300i: Divulgação / Honda
Crédito de foto da fachada da Cabral Motor Honda Centro: Fabiano Guma

IMPRENSA:
BelPress :: Comunicação
Assessoria de Imprensa da Cabral Motor Honda

Comente aqui


Toys for Boys Brasil disponibiliza novo Challenger Demon para encomendas

INSCREVA-SE NO MEU CANAL NO YOUTUBE

CAMINHAR E PENSAR É SÓ COMEÇAR

https://www.youtube.com/c/Caminharepensarésócomeçar

 

 

 

Importadora independente inicia vendas do carro para entrega em janeiro de 2018, já com o IPI reduzido  

A Toys for Boys Brasil, uma das principais empresas de importação do país inicia as vendas do modelo 2018 da Challenger Demon.  O carro possui 851 cavalos e aceleração de 0 a 96 km/h em 2,3 segundos. Ao todo, foram realizadas 25 modificações principais no esportivo, entre elas, o novo compressor conta com maior capacidade e pressão, passando de 11,6 para 14,5 de calibragem. As fontes de ar proporcionam fluxo de 32.500 litros por minuto, sendo o maior volume de indução entre os automóveis de produção. 

Para aquisição do carro, a Toys for Boys, que também importa barcos, aviões e iates, se coloca à disposição para a reserva do modelo com entrega para janeiro de 2018, já contando com a baixa de 30% sobre o imposto de modelos de carros estrangeiros, o IPI (Imposto sobre Produtos Industrializados).

A marca disponibiliza 3.300 unidades do carro, e os clientes que adquirirem o modelo ganharão um curso de pilotagem de alta performance na Driving School da Dodge / SRT, no Arizona, com instrutores profissionais.

 

Sobre a Toys for Boys Brasil

A Toys for Boys Brasil é uma empresa presente em todo o país e especializada na importação de carros de luxo e esportivos, aeronaves, iates e barcos de Wakeboard. Com a direção de Fábio Amaja, a empresa está há três anos no mercado e surgiu a partir da paixão de seu fundador por tudo que é movido a motor.

Fábio percebeu que existia uma lacuna no mercado de importação de bens de luxo e de empresas que oferecessem um serviço de assessoria completa, que começa com a curadoria para unir marcas consagradas mundialmente em seu setor de atuação, passando pela escolha do produto a ser adquirido, as questões burocráticas da importação, finalizando com a entrega do produto com a discrição que o serviço pede, desempenhado com excelência pela Toys for Boys Brasil.

Hoje a empresa é representante oficial da TECHART, Cobalt Aircraft, Tigé Boats, J Craf Boats e Innotech. Parte do valor adquirido nas vendas da TFB são destinados a instituições sociais.

 

Assessoria de Imprensa:

Bianca Brito

Comente aqui


PRIMEIRAS UNIDADES DO NOVO ÔNIBUS URBANO MARCOPOLO TORINO S JÁ RODAM PELO BRASIL

INSCREVA-SE NO MEU CANAL NO YOUTUBE

CAMINHAR E PENSAR É SÓ COMEÇAR

https://www.youtube.com/c/Caminharepensarésócomeçar

 

 

 

 

  Veículos foram adquiridos pelo Grupo GA Brasil

 

 

  Caxias do Sul(RS) – 27 de novembro de 2017 – As primeiras 12 unidades do ônibus urbano Marcopolo Torino S já estão em aplicação e rodam em algumas cidades brasileiras. Os veículos foram adquiridos pelo Grupo GA Brasil, uma das principais operadoras de transporte público do País, e incorporados à frota de empresas pertencentes ao grupo. Foram entregues seis ônibus para a Viação Umuarama (Umuarama-PR) e quatro para a Auto Lotação Princesa do Norte (Montes Claros-MG). Expresso Valônia (Itajuba-MG) e Transporte Cisne (Itabira-MG), receberam um veículo cada.

 

“Apresentamos o novo ônibus Torino S em maio e iniciamos a sua produção em setembro. O Grupo GA Brasil adquiriu o modelo por ter sido desenvolvido para garantir ainda mais eficiência operacional, manutenção simplificada e rápida, com os mesmos atributos de robustez e confiabilidade comuns a todas as outras versões do Torino, gerando menos custos. O veículo oferece ainda qualidade, conforto, segurança e mais espaço para os passageiros e motorista” ressalta o diretor de operações comerciais e marketing da Marcopolo, Paulo Corso.

 

O Marcopolo Torino S tem 11.250 mm de comprimento total, com 37 poltronas do modelo City Estofada. É equipado com duas portas de acesso, elevador hidráulico para total acessibilidade, itinerário eletrônico e preparação para internet sem fio (Wi-Fi).

 

Externamente, o Torino S tem design limpo, com linhas leves, e novos conjuntos ópticos dianteiro e traseiro. Com lâmpadas totalmente em LED e desenho redondo, possibilitam máxima eficiência luminosa e são facilmente intercambiáveis, reduzindo tempo e custo de manutenção e reparo.

 

Focado na rapidez dos serviços e no custo de reparação, o Torino S tem saias laterais retas, aro de rodas em borracha e placa do veículo incorporada na tampa traseira (não mais no para-choque). O ônibus conta ainda com vidros laterais intercambiáveis de tamanho único, espelhos retrovisores mais modernos e eficientes, e tomadas de ar de teto de fácil acesso e manuseio para os usuários.

 

Com mais de 50 anos de história, o Grupo GA Brasil formou-se da união de operadores dos segmentos urbano e rodoviário. Atualmente, é composto por mais de 10 empresas, com foco no transporte de passageiros e de cargas, concessionárias de veículos e nos serviços de encomendas expressas. Também se dedica às atividades de turismo e transporte aéreo de executivos. As empresas do grupo – Viação Umuarama, Auto Lotação Princesa do Norte, Expresso Valônia e Transporte Cisne – destacam-se entre as maiores do segmento, com atuação em Minas Gerais e Paraná.

 

Crédito da imagem: Divulgação Marcopolo

Secco Consultoria de Comunicação

 

  

 

 

 

 
 
 

  

 

 
Comente aqui


Guarda móveis ou Self-storage: existe diferença?

INSCREVA-SE NO MEU CANAL NO YOUTUBE

CAMINHAR E PENSAR É SÓ COMEÇAR

https://www.youtube.com/c/Caminharepensarésócomeçar

 

 

Conforme a população urbana cresce, os espaços ficam menores e, com isso, a busca por locais de armazenamento cresce. A maior parte das pessoas, no entanto, ao buscar esse tipo de espaço acaba se deparando com o serviço de guarda móveis e o de self-storage e aí surge a dúvida: existe diferença entre ambos? Qual devo escolher? Por conta disso, preparamos um infográfico no qual falamos um pouco mais a respeito de ambos serviços, caso algum você precise e tenha algumas dúvidas. Confira!

Abaixo, você pode visualizar como ficou esse material super rico visualmente, produzido pelo Guarda Móveis Copacabana:

Se quiser com resolução maior é só acessar o link dele aqui:

Infográfico Guarda móveis ou Self-storage: existe diferença?

Nayrison da Costa

Assessoria de Imprensa

Site: https://www.guardamoveiscopacabana.com.br 

Comente aqui


ZF atinge a marca de 500 mil eixos produzidos no Brasil

INSCREVA-SE NO MEU CANAL NO YOUTUBE

CAMINHAR E PENSAR É SÓ COMEÇAR

https://www.youtube.com/c/Caminharepensarésócomeçar

ZF atinge a marca de 500 mil eixos produzidos no Brasil
Fernando Favoretto

 

Wilson Bricio, Presidente da ZF América do Sul
Fernando Favoretto

• Produção local começou há 32 anos, com produção do APL350, um eixo de 130 cv para equipar máquinas da Massey Ferguson

 

• Leveza, robustez e altos níveis de eficiência no campo e em canteiros de obras marcam a história da produção de eixos ZF, que hoje são fornecidos para as principais montadoras instaladas no Brasil

 

A ZF celebra neste mês a marca de 500 mil eixos produzidos em sua planta de Sorocaba (SP). A produção foi iniciada em 1985, ano em que a média mensal de produção alcançada foi de 148 equipamentos. “Em três décadas, a ZF fez história atendendo a demanda de mercado com produtos pioneiros e robustos, para utilização em operações severas e ininterruptas no campo e em canteiros de obras”, destaca Wilson Bricio, Presidente da ZF América do Sul.

“O primeiro eixo agrícola a sair da nossa linha de produção foi o APL350 para a fabricante de máquinas Massey Ferguson“, completa Wilson Bricio. A ZF do Brasil produzia itens para o segmento agrícola já na década anterior, mas dois desdobramentos deram outro rumo a essa trajetória. O primeiro foi a expansão e modernização da cultura canavieira para atender às necessidades do Proálcool.  O segundo desdobramento foi a enorme expansão da fronteira agrícola pelos cerrados, agora tomados por gigantescas culturas de soja e cereais.

Tudo isso impôs à agricultura uma mudança radical na escala do equipamento utilizado até então. As novas áreas de cultivo pediam máquinas agrícolas maiores e mais potentes. Algo bem diferente das máquinas pequenas, de 76 HP em média, que operavam nos campos brasileiros antes dos anos 1980 e não precisavam de mais que a tração traseira, suficiente para o implemento que puxavam. A partir daí a tração em apenas duas rodas já não bastava: um trator grande que não fosse 4×4 não teria a tração necessária para arrastar implementos maiores e executar operações mais pesadas nos vastos canaviais e plantações de soja.

Daí a importância do eixo tracionado dianteiro, uma oportunidade de negócios que a ZF vislumbrou e na qual também conquistaria a liderança de mercado. Em 1985, no mesmo mês em que se inaugurara a segunda ala da planta de Sorocaba, a empresa apresentou os eixos da família APL. Esses eixos possibilitaram a produção local de máquinas agrícolas de maior potência e revolucionaram a produtividade dos tratores rurais brasileiros.

Tecnologias incorporadas para aplicações locais

 

Ao longo desses 32 anos, a ZF sempre mobilizou seus esforços em desenvolver tecnologias específicas para aplicações locais”, explica Silvio Furtado, Diretor de Vendas da ZF América do Sul. De lá para cá, os eixos receberam várias evoluções.  Entre as principais, houve a criação das carcaças modulares que trouxeram maior eficiência na sua manutenção, com número reduzido de ferramentas. Além disso, a ZF trabalhou na redução de peso do equipamento, com aumento da robustez, o que trouxe a possibilidade de aplicação de front loader, presente atualmente na família de eixos TSA.

Hoje, seu portfólio completo de eixos vem sendo fornecido para vários clientes no Brasil, tanto da área agrícola como para a construção civil. Na planta são produzidos desde eixos dianteiros para tratores e máquinas agrícolas com potências de 75 a 240 cavalos, até eixos dianteiros e traseiros para retroescavadeiras utilizadas no segmento de construção.

De acordo com Silvio Furtado, a produção na planta de Sorocaba atende o mercado brasileiro e países vizinhos. Segundo Silvio Furtado, entre os principais diferenciais dos eixos ZF estão a durabilidade, a preparação focada em aplicações em paddy field (campo alagado), leveza, maior robustez, além de alta eficiência no mecanismo de direção, que oferece menor raio de giro, entre outras qualidades.

Entre os opcionais, os eixos ZF permitem a utilização de freios úmidos (lamelas), diferencial com bloqueio hidráulico, bloqueio do diferencial automático, além de eixos preparados para inclusão de sensor de esterçamento.  Os eixos podem ainda ser preparados para utilização de suspensão, o que garante maior conforto na operação.

Além disso, outro importante diferencial dos eixos da ZF está na possibilidade de serem utilizados na aplicação canavieira com a bitola de 3 metros reversível para versão standard se o cliente desejar. Trata-se de uma solução pioneira que a ZF criou especialmente para os produtores de cana- de-açúcar do Brasil.

ZF Friedrichshafen AG
A ZF é uma líder global em driveline e tecnologia de chassis, além de segurança ativa e passiva. A empresa conta com 137.000 colaboradores ao redor do mundo, instalados em 230 plantas presentes em cerca de 40 países. Em 2016, a ZF alcançou vendas de aproximadamente 35 bilhões de euros (valor estimado). A ZF investe por ano cerca de 6% de suas vendas em Pesquisa e Desenvolvimento, o que garante o sucesso contínuo do design e engenharia de suas tecnologias inovadoras. A ZF é uma das maiores fornecedoras da indústria automotiva no mundo.

A ZF possibilita aos veículos “Ver, Pensar e Agir”. Com suas tecnologias, a companhia tem como meta o “Vision Zero” – conceito que busca um mundo de mobilidade sem acidentes e emissões. Com seu amplo portfólio, promove mobilidade e serviços aos segmentos de carros de passeio, veículos comerciais e tecnologias industriais.

Para mais informações sobre a imprensa e fotos, visite: www.zf.com

ZF Friedrichshafen AG
Global Corporate &
Marketing Communications
88038 Friedrichshafen
Deutschland • Germany
press.zf.com

 

 

MM Editorial Press contact:
MM Editorial – www.mmeditorial.com.br

Marta de Souza – Fábio Rogério

Comente aqui


Panorama do Crédito Imobiliário no Brasil

INSCREVA-SE NO MEU CANAL NO YOUTUBE

CAMINHAR E PENSAR É SÓ COMEÇAR

https://www.youtube.com/c/Caminharepensarésócomeçar

 

 

Você sabe como está o mercado imobiliário brasileiro? Se você respondeu sim, talvez seja interessante repensar sua resposta, visto que ao longo dos últimos 2 semestre o cenário nacional mudou muito, em função, principalmente, da nova política econômica adotada pelo Copom. Além disso, é sempre bom saber como está a capacidade de compra por metro quadrado em função da queda de juros. 

Veja o infográfico que o Melhor Taxa preparou para você entender saber como anda o mercado imobiliário no Brasil.

Produzido pelo Melhor Taxa

Em maior resolução: Panorama do Crédito Imobiliário no Brasil

Nayrison da Costa

Assessoria de Imprensa
Comente aqui