MOTOS



Honda apresenta mais uma versão para o scooter PCX 150

 

INSCREVA-SE NO MEU CANAL NO YOUTUBE

CAMINHAR E PENSAR É SÓ COMEÇAR

https://www.youtube.com/c/Caminharepensarésócomeçar

 

Sinônimo de economia e praticidade, nova versão SPORT traz design diferenciado e terá palco de estreia durante o Salão das Duas Rodas

Líder absoluta no segmento de scooters no Brasil, a Honda consolida ainda mais a presença nesse mercado e apresenta mais uma versão para a PCX 150 2018, buscando atender aos anseios do consumidor que expressem por o estilo de vida sob um scooter. Trata-se da versão SPORT, em uma combinação de cores em cinza fosco e linhas que mesclam o vermelho e o branco pelas carenagens.

Pesquisas realizadas com consumidores da scooter apontaram um perfil semelhante ao do comprador de motocicletas de alta cilindrada e indicaram como caminho o movimento de personalização que se tornou tendência no mercado brasileiro. Com a nova combinação de cores, a PCX Sport agrega esportividade e exclusividade a uma motocicleta já reconhecida por características como praticidade e economia.

A versão Sport permanece com os atributos mecânicos e ciclísticos que colocaram a PCX na liderança do segmento. Entre eles está o exclusivo sistema ?Idling Stop System?, que interrompe o funcionamento do motor em paradas, como em um semáforo, e proporciona economia de combustível e redução de emissão de poluentes. Com cilindrada de 152,9 cm³, o motor de quatro tempos é do tipo OHC (Over Head Camshaft), arrefecido a líquido, com potência de 13,6 cv a 8.500 rpm e torque máximo de 1,41 kgf.m a 5.250 rpm. Já o sistema de alimentação é por injeção eletrônica de combustível PGM-FI (Programmed Fuel Injection).

 

Os freios contam com o sistema CBS (Combined Brake System), capaz de distribuir parte da força aplicada ao freio traseiro para o dianteiro, garantindo mais segurança e eficiência, principalmente em situações de emergência. A PCX dispõe de um compartimento abaixo do assento com capacidade para acomodação de um capacete e outros pertences. Na carenagem frontal, há ainda um porta objetos para que itens menores, como carteira e celular, possam ser acondicionados, além de tomada 12V.

 

Disponível em toda a rede de concessionárias Honda a partir de Dezembro, a PCX Sport 2018 tem preço público sugerido de R$ 11.000,00, com base no Estado de São Paulo, sem despesas com frete e seguro. A garantia é de 3 anos de garantia, sem limite de quilometragem mais 7 trocas de óleo gratuitas.

 

MODELO CORES PREÇO R$
PCX 150 STD Prata Fosco e Azul Metálico R$ 10.500,00
PCX 150 DLX Marrom Perolizado R$ 11.000,00
PCX 150 SPORT Cinza Fosco R$ 11.000,00

 

 

 

OUTRAS OPÇÕES DE IMAGEM, CLIQUE AQUI

Sobre a Honda no Brasil: Em 1971, a Honda iniciava no Brasil as vendas de suas primeiras motocicletas importadas. Cinco anos depois, era inaugurada a fábrica da Moto Honda da Amazônia, em Manaus, de onde saiu a primeira CG, até hoje o veículo mais vendido do Brasil. De lá para cá, a unidade produziu mais de 22 milhões de motos, além de quadriciclos e de motores estacionários que formam a linha de Produtos de Força da Honda no País, também composta por motobombas, roçadeiras, geradores, entre outros produtos. Para facilitar o acesso aos produtos da marca, em 1981 nasceu o Consórcio Honda, hoje a maior administradora de consórcios do mercado nacional, que faz parte da estrutura da Honda Serviços Financeiros, também composta pela Seguros Honda e o Banco Honda. Dando continuidade à trajetória de crescimento, em 1992 chegavam ao Brasil os primeiros automóveis Honda importados. Em 1997, a Honda Automóveis do Brasil iniciava a produção do Civic, em Sumaré (SP), de onde já saíram mais de 1,5 milhão de veículos. Durante esses anos a empresa também inaugurou Centros Educacionais de Trânsito, de Treinamento Técnico, de Distribuição de Peças e de Pesquisa & Desenvolvimento. Estruturou uma rede de concessionárias hoje composta por aproximadamente 1500 endereços. Em 2014, em uma iniciativa inédita no segmento, a Honda inaugurou seu primeiro parque eólico do mundo, na cidade de Xangri-Lá (RS). O empreendimento supre toda a demanda de energia elétrica da fábrica de Sumaré, reduzindo os impactos ambientais das operações da empresa. Em 2015, a Honda Aircraft Company anunciou a expansão das vendas do HondaJet, o jato executivo mais avançado do mundo, para o Brasil. E a segunda planta de automóveis da marca foi construída na cidade de Itirapina (SP) porque muito mais está por vir. Saiba mais em www.honda.com.brwww.facebook.com/HondaBR

Honda

Assessoria de imprensa

 

Marcello Ghigonetto
Fabio Bonatto

 

Alfredo Guedes

Comente aqui


Manobras de Marcelo Simões fazem visitantes do Salão Duas Rodas vibrar

INSCREVA-SE NO MEU CANAL NO YOUTUBE

CAMINHAR E PENSAR É SÓ COMEÇAR

https://www.youtube.com/c/Caminharepensarésócomeçar

 

 

 

 

 

Maior evento da indústria motociclística na América Latina, edição 2017 do Salão Duas Rodas contou com toda emoção das manobras do recordista de títulos no Circuito Brasileiro de Freestyle Motocross

Marcelo Simões Supercan
O Salão Duas Rodas é o momento superlativo do motociclismo no País. A cada dois anos centenas de milhares de visitantes lotam a feira em busca de novidades apresentadas pelas montadoras, lançamentos da indústria de equipamentos e, claro, entretenimento envolvendo todo tipo de duas rodas. Assim, para atrair o público que encheu o São Paulo Expo entre 14 e 19 de novembro, Marcelo Simões manobrou seu repertório completo durante os shows diários de freestyle motocross realizados no evento.

 

Saltar numa atmosfera combinando multidão de aficionados, indústria e cobertura maciça da imprensa é oportunidade ímpar no calendário. É a chance de cativar novos fãs, garantir grande exposição aos patrocinadores e ampliar o leque de parcerias com empresas. E mirando tudo isso, os shows no Salão Duas Rodas foram especiais. Ou nas palavras de Marcelo Simões, “simplesmente animais”.

 

A combinação entre pilotos, estrutura e presença do público no Salão Duas Rodas foi sensacional. Conseguimos fazer várias apresentações bem legais. Houve muita sintonia entre os pilotos e o público. As manobras foram demais, com diversos movimentos técnicos e saltos em sequência alucinantes”, descreve Simões.

 

A equipe que saltou diariamente no Salão Duas Rodas era composta por Marcelo Simões, Diego Djamdjian, Fred Kyrillos, Cyro de Oliveira e os irmãos Giancarlo e Gianpaulo Bergamini.

 

Simões avalia como de máxima importância para o freestyle motocross a presença da modalidade  no Salão Duas Rodas. “É o maior evento da indústria das duas rodas na América Latina. E fazer parte dele é de suma importância, tanto considerando as marcas que já nos apoiam, quanto aquelas que podem vir nos apoiar”, resume Simões.

 

O próximo compromisso de Marcelo Simões será na cidade de Balneário Camboriú (SC), para uma noite de manobras na 4ª etapa do Arena Cross 2017, em 2 de dezembro.

 

Mais informações: www.whipress.com/simoesfmx
Contato: [email protected] 

Army Casual
Simões Whip
Pilotos
Marcelo Simões 9 o-clock
Facebook
Instagram
Twitter
Comente aqui


SEGURANÇA: O QUE VOCÊ PRECISA SABER ANTES DE PILOTAR UMA MOTO OFF ROAD

INSCREVA-SE NO MEU CANAL NO YOUTUBE

CAMINHAR E PENSAR É SÓ COMEÇAR

https://www.youtube.com/c/Caminharepensarésócomeçar

 

 

 

 

 

Cada vez mais pessoas começam a praticar esportes off road no Brasil, como motocross, trilhas, enduro, velocross, etc. Se você pensa em iniciar por estes caminhos, é importante saber que, além de possuir uma moto adequada, acessórios de segurança são extremamente necessários para garantir que a aventura não acabe em tragédia.

Para auxiliar os pilotos a optarem pela melhor proteção, o especialista técnico da MXF Motors do Brasil, Tiago Peruci, listou alguns itens de segurança que devem ser utilizados, explica o porquê do uso de cada um deles e quais são suas características ideais. Confira:

  1. Capacete: Sem dúvidas o equipamento mais importante é o capacete, ele protege sua cabeça e é de uso obrigatório. Escolha um que seja resistente, mas também confortável. Ele nunca deve ser frouxo. Para o esporte off road o mais indicado é o tipo Cross: que possui entradas de ar estratégicas para ventilação e conforto do piloto. Estudos apontam que os capacetes protegem 70% dos traumatismos cranianos em caso de quedas;
  2. Óculos: Os óculos são itens indispensáveis para garantir uma pilotagem boa e segura. Eles protegem o piloto de: sujeiras, bichos, poeira e até objetos “voadores”.  Alguns óculos off road, como os da Gaia MX, são inquebráveis e protegem contra impactos que se assimilam a um tiro de calibre 38;
  3. Botas: Os pés e tornozelos são algumas das primeiras partes do corpo a serem atingidas no caso de uma queda. As botas protegem contra ralados, queimaduras, cortes e até fraturas. Escolha sempre um calçado que lhe proporcione conforto e aderência nas pedaleiras. Para o esporte off road são indicados os modelos big trail impermeáveis;
  4. Joelheiras, cotoveleiras e protetores de coluna: Não hesite em utilizá-las, pois estes acessórios protegem contra contusões e fraturas em caso de acidentes. No caso das joelheiras, há aquelas com ação prolongada e que oferecem proteção para as coxas e pernas também. No caso dos protetores de coluna é indicado utilizar os que oferecem proteção desde a região cervical até a lombar. É sempre importante que todos os itens estejam sempre bem ajustados ao corpo do piloto;
  5. Luvas: Por último, as luvas irão proteger as mãos em situações de quedas, pedradas, frio, etc. Elas devem ser resistentes e confortáveis. As melhores opções são as de couro pela proteção e flexibilidade.

 

“Com estes equipamentos de proteção individual o piloto estará pronto para se aventurar no mundo off road”, enfatiza Tiago Peruci, da MXF.

 

 

Visite: www.mxfmotors.com.br

Patrícia Stedile

Assessoria de Imprensa

Engenharia de Comunicação

Comente aqui


Tattoo You Sob Duas Rodas

INSCREVA-SE NO MEU CANAL NO YOUTUBE

CAMINHAR E PENSAR É SÓ COMEÇAR

https://www.youtube.com/c/Caminharepensarésócomeçar

 

 



Atração confirmada no maior evento de Motociclismo da América Latina – Salão Duas Rodas

 

Pela primeira vez, o Tattoo You é atração confirmada para o Salão Duas Rodas que acontecerá de 14 a 19 de Novembro de 2017 no São Paulo Expo, o mais moderno centro de exposições da capital paulista. O evento em sua 14ª edição se consagrou como o maior do setor em toda a América Latina reunindo as tribos das duas rodas e grandes tomadores de decisão que aceleram os negócios do mercado. Nessa edição os frequentadores terão um espaço mais amplo para conhecer de perto as novidades das montadoras e também diversas atrações. Assim como a adrenalina e emoção estão nos corações dos apaixonados pelo universo de motociclismo, também está no DNA do Tattoo You o amor pela arte da tatuagem e lifestyle que abrange esses dois mundos, sempre com o princípio de criar diferenças e singularidade.

 

A maior empresa no segmento de tatuagem do Brasil e estúdio referência na América Latina, comandará uma área com mais de 130m² com Flash Tattoo (tatuagem a partir de R$300,00 reais) rolando dentro de um caminhão com toda infraestrutura preparado para receber uma estimativa de 260mil apaixonados pelo universo, que poderão levar uma lembrança do Shop da marca que estará recheado de produtos. Além disso, o evento terá outro estúdio do Tattoo You, com museu relacionado ao universo da tatuagem e exposição de máquinas antigas, quadros da história da tatuagem, além de ações promocionais. Para quem adora arte ao vivo, um artista da casa estará fazendo um live art com possibilidade de leiloar a obra produzida no evento.

 

 

Tattoo You conta com a presença de todos que amam experiências únicas e desejam conhecer essas criativos e talentosos profissionais.

E fiquem ligados que vão rolar sorteios exclusivos em todas as redes sociais do Tattoo You e do Salão Duas Rodas, acompanhe e se surpreenda com as novidades!

 

Serviço

Tattoo You no Salão Duas Rodas

Quando: de 14 a 19 de Novembro 2017

Horário: das 14h às 22h e no domingo (19) das 11h às 19h, com entrada até 17h.

Local: São Paulo Expo (Rodovia dos Imigrantes, km 1,5 – Água Funda, São Paulo)

 

Assessoria de Imprensa

Tattoo You

Responsável: Leilane Ferreira

Comente aqui


Backflips de Diego Djamdjian são atração do Salão Duas Rodas

INSCREVA-SE NO MEU CANAL NO YOUTUBE

CAMINHAR E PENSAR É SÓ COMEÇAR

https://www.youtube.com/c/Caminharepensarésócomeçar

 

 

 

 
Maior feira da indústria motociclística na América Latina ocorre entre 14 e 19 de novembro, e contará com dois shows diários de freestyle motocross com participação de Diego Djamdjian

DiegoDjamdjian Backflip
programação de Diego Djamdjian para novembro está intensa. No domingo (12) o piloto organizou exibição beneficente em prol do projeto Natal Sem Fome. Já a partir desta terça-feira (14) realizará dois shows diários no Salão Duas Rodas até o encerramento da feira em 19 de novembro.

 

A exibição em prol do Natal Sem Fome ocorreu no Kart Cross Solidário, em Araçoiaba da Serra (SP), evento com diversas atrações ligadas aos motores. Djamdjian destaca a iniciativa como exemplo da capacidade do FMX para se moldar a diferentes propósitos a fim de mobilizar atenção. No caso, visibilidade ao Natal Sem Fome. Projeto de combate à fome, promoção da saúde e integração social que atua nas de cidades de Votorantim, Sorocaba, Piedade e Salto do Pirapora.

 

É gratificante usar o freestyle motocross como ferramenta para engradecer uma causa social que beneficia tantas pessoas”, resumiu Djamdjian.

 

Concluída a exibição pelo Natal Sem Fome, Djamdjian seguiu para São Paulo. Rumo à sequência de exibições no Salão Duas Rodas. Djamdjian tem histórico positivo no evento. Daí a animação mesmo diante da rotina extenuante.

 

Desde 2011 participo do Salão Duas Rodas. Só tive experiências boas. Todas as edições tiveram papel marcante. É um privilégio estar num evento que agrupa público, marcas e investidores. Estou focando nos backflips, por isso minha expectativa é ainda maior do que os anos anteriores”, adianta Djamdjian.

 

Djamdjian saltará ao lado de alguns dos melhores pilotos do Brasil, freestylers como Marcelo Simões, Cyro de Oliveira, Fred Kyrillos e os irmãos Giancarlo e Gianpaulo Bergamini. E ao longo dos seis dias do Salão Duas Rodas são aguardados mais de 260 mil visitantes.

 

A 14ª edição do Salão Duas Rodas ocorre de 14 a 19 de novembro, no São Paulo Expo. O pavilhão se localiza na capital paulista, no KM 1,5 da Rodovia dos Imigrantes. Para mais informações sobre como chegar, localização e opções de transporte, acesse: www.saopauloexpo.com.br. Para todas as informações sobre o Salão Duas Rodas 2017: www.salaoduasrodas.com.br

Programação Freestyle Motocross Salão Duas Rodas 2017

14 de novembro – Terça-feira

16h às 16h45

19h às 19h45

15 de novembro – Quarta-feira

16h às 16h45

20h às 20h45

16 de novembro – Quinta-feira

16h às 16h45

21h às 21h45

17 de novembro – Sexta-feira

16h às 16h45

19h às 19h45

18 de novembro – Sábado

15h às 15h45

20h às 20h45

19 de novembro – Domingo

13h às 13h45

17h às 17h45

Sobre Diego Djamdjian

Diego Djamdjian é um dos pilotos de freestyle motocross mais reconhecidos no meio dos esportes de ação. Coleciona participações em eventos importantes mundo afora, como o Nitro Circus Tour, na Califórnia. Inovador, desenvolveu e ministra o primeiro curso de FMX do Brasil. E faz apresentações em todas as etapas do Arena Cross.

Acesse: www.whipress.com/diegofmx
Mais informações:
 [email protected]

Diego Djamdjian
Diego Djamdjian One Hand Hart Attack
Diego Djamdjian Rocksolid
Diego Djamdjian
Facebook
Instagram
Twitter
Comente aqui


Marcelo Simões mostra todo repertório de manobras no Salão Duas Rodas

INSCREVA-SE NO MEU CANAL NO YOUTUBE

CAMINHAR E PENSAR É SÓ COMEÇAR

https://www.youtube.com/c/Caminharepensarésócomeçar

 

 

 

A 14ª edição do Salão Duas Rodas será realizada entre 14 e 19 de novembro no São Paulo Expo. E a maior feira da indústria motociclística contará diariamente com as manobras do cinco vezes campeão do Circuito Brasileiro de FMX

Marcelo Simões Sideshow
Já é tradição. Em todo Salão Duas Rodas o público aguarda ansioso a atração mais eletrizante do evento: o freestyle motocross. Este ano a maior feira do setor motociclístico da América Latina ocorre de 14 a 19 de novembro, no São Paulo Expo. E pronto para empolgar milhares de aficionados, Marcelo Simões preparou repertório desafiador para as duas exibições diárias programadas para todos os dias da feira.

 

Para Simões, o Salão Duas Rodas significa quase uma maratona de freestyle motocross. Serão duas exibições diárias, com 45 minutos de duração cada, separadas por intervalo médio de quatro horas. Apesar de exaustivo, manobrar para uma multidão de apaixonados por motociclismo é, sobretudo, prazer para Marcelo Simões. Em 2017 são esperados mais de 260 mil visitantes ao longo dos seis dias do Salão Duas Rodas.

 

A expectativa sempre é grande para o Salão Duas Rodas. Já participei de shows lá anteriormente. Mas este ano será totalmente diferente. Nova estrutura, novos pilotos. Tudo bem programado, com bastante entrosamento. Será um público gigante! E tenho certeza que a galera vai pirar”, prevê Simões.

 

Combinado à empolgação proporcionada pelo perfil dos aficionados, mostrar o freestyle motocross no principal ambiente de negócios da indústria das duas rodas é outro motivador para Simões. Mais de 400 marcas estarão presentes no Salão Duas Rodas. Oportunidade e tanto para fortalecer os atuais patrocínios e buscar novos parceiros diante do promissor 2018.

 

Todas as marcas relacionadas às motos estão lá. Há oportunidade para mostrar os shows aos patrocinadores. Além de alcançar novos potenciais parceiros. Uma coisa é você mandar um e-mail, mostrar um vídeo. Outra é a marca vivenciar a experiência. A intensidade do freestyle motocross, ali, ao vivo”, destaca Simões.

 

Simões saltará ao lado de alguns dos melhores pilotos do Brasil, nomes como Cyro de Oliveira, Fred Kyrillos, Diego Djamdjian e os irmãos Giancarlo e Gianpaulo Bergamini.

 

A 14ª edição Salão Duas Rodas será realizada em novo local: o São Paulo Expo. De fácil acesso, o centro de exposições está localizado na Rodovia dos Imigrantes, Km 1,5, em São Paulo (SP). Para mais informações sobre o local, opções de transporte ou acesso ao evento: www.saopauloexpo.com.br. E para mais informações sobre o Salão Duas Rodas acesse: www.salaoduasrodas.com.br.

 

 

Programação Freestyle Motocross Salão Duas 2017

14 de novembro – Terça-feira

16h às 16h45

19h às 19h45

15 de novembro – Quarta-feira

16h às 16h45

20h às 20h45

16 de novembro – Quinta-feira

16h às 16h45

21h às 21h45

17 de novembro – Sexta-feira

16h às 16h45

19h às 19h45

18 de novembro – Sábado

15h às 15h45

20h às 20h45

19 de novembro – Domingo

13h às 13h45

17h às 17h45

Mais informações: www.whipress.com/simoesfmx
Contato: [email protected] 

Army Casual
Army Tsunami
Marcelo Simões Whip
Marcelo Simões Tsunami
Facebook
Instagram
Twitter
Comente aqui


Montadoras apresentam lançamentos para a imprensa no Salão Duas Rodas

INSCREVA-SE NO MEU CANAL NO YOUTUBE

CAMINHAR E PENSAR É SÓ COMEÇAR

https://www.youtube.com/c/Caminharepensarésócomeçar

 

 

 

Maior evento da América Latina no segmento abriu suas portas para os jornalistas nesta segunda-feira. A partir de hoje o público poderá ir ao São Paulo Expo e acompanhar de perto todas as novidades do setor

As maiores novidades e apostas do mundo das motocicletas foram apresentadas nesta segunda-feira (13) no Salão Duas Rodas, maior evento do setor da América Latina. Mais de 500 jornalistas de todo o Brasil acompanharam em primeira mão os lançamentos das marcas Indian, BMW, Ducati, Harley-Davidson, Triumph, Yamaha, Honda e Royal Enfield. As montadoras Vespa, Suzuki, Kawasaki, KTM, Kymco e Haojue não participaram das atividades desta segunda-feira, mas apresentarão suas novidades ao público nos próximos dias. 

“As marcas trabalham para encantar o público que vier ao Salão Duas Rodas. O evento acontece em um momento estratégico de retomada do mercado e aqui o visitante encontrará grandes lançamentos e novidades no setor”, afirma Leandro Lara, diretor do evento.

Para Fernando Fisher, presidente da Reed Exhibitions Alcantara Machado, realizadora do Salão Duas Rodas, “organizar o Salão Duas Rodas é um privilégio. É um orgulho também em fazer o melhor para o público, clientes e parceiros”.

Montadoras mostram novidades

A Honda, montadora que tem a maior fatia de vendas do mercado, apresentará 77 destaques no Salão Duas Rodas, com destaque para os produtos conceito. A empresa tem também um estande que conta com espaço kids e mostrará toda sua área sustentável, além do test ride. 

Já a BMW trouxe ao Salão Duas Rodas como maior novidade a superesportiva de competição BMW HP4 RACE, cuja produção é limitada em apenas 750 unidades, sendo cinco delas destinadas ao Brasil.  A HP4 RACE A linha K, por sua vez, acaba de ganhar duas novas integrantes com vendas confirmadas para o Brasil no início de 2018: a renovada BMW K 1600 GTL e a inédita K 1600 Bagger.

No Brasil desde abril desse ano, a Royal Enfield participa do Salão Duas Rodas pela primeira vez e aproveitou a ocasião para mostrar sua nova série Redditech, da linha Classic 500.

A montadora Triumph expõe 24 motocicletas dos segmentos Classic, Adventure e Roadster, com destaque para a novíssima Tiger 800, lançada em Milão na semana passada e que no Brasil chegará em três modelos. Outra novidade é a nova Bonneville T100 Black equipada com motor 900cc, inspirada nos modelos lendários de 1959.

O maior e mais importante lançamento da Yamaha Brasil para 2017 é a Yamaha Fazer 250 ABS, do segmento das motos naked na faixa de 250 cc. Máquinas como a MT-03, MT-07, MT-09 e MT-09 Tracer, e também as R3 e XTZ 1200 SuperTénéré estarão disponíveis para serem testadas pelo público no espaço Duas Rodas Experience, localizado na área externa do pavilhão. Quem visitar o stand da marca poderá fazer uma simulação de pilotagem no Yamaha Motion Sphere.

A Harley Davidson trouxe para esta edição do Salão Duas Rodas novos modelos Touring 2018: a Road Glide® chega ao Brasil nas versões Road Glide® Special, Road Glide® Ultra e CVO™ Road Glide®. Novas edições CVO™ (Custom Vehicle Operations) equipadas com sistemas de infotainment top de linha, tecnologia avançada de comunicação integrada e módulo de interface de headset sem fio.

Com dois anos no mercado brasileiro, a Indian se mantem estável no Brasil e deve fechar 2017 com 400 unidades emplacadas, mesmo número de 2016. Para o evento, a Indian anunciou a New Scout Bobber, no autêntico estilo Bobber, disponível a partir de dezembro com acessórios originais.

Em 2017 a Ducati comemora cinco anos de Brasil e, para comemorar a data, está sendo lançada uma campanha nacional: 05 ANOS NO BRASIL. Durante o Salão Duas Rodas 2017 os visitantes apaixonados por Ducati que estiverem no Doc Village (área exclusiva para ducatistas) serão convidados a contar suas experiências. As melhores histórias serão selecionadas e publicadas no site da campanha.

Prêmio ABRACICLO de Jornalismo – A ABRACICLO (Associação Brasileira dos Fabricantes de Motocicletas, Ciclomotores, Motonetas, Bicicletas e Similares) divulgou nessa tarde os vencedores da 7ª edição do Prêmio ABRACICLO de Jornalismo. Foram 18 finalistas, divididos em cinco categorias: Bicicleta; Moto – Digital; Moto – Impresso; Moto – Som & Imagem e PIM). Todos os resultados podem ser encontrados no site http://www.premioabraciclojornalismo.com.br/site .

Público poderá ver de perto as novidades a partir de hoje

Com atrações inéditas, espaço novo e muita interação, os apaixonados por motos e pelo universo duas rodas poderão conferir diversas atrações em mais de 4 mil horas de experiências. Nos seis dias de evento a expectativa é de receber 260 mil apaixonados por motos que poderão conferir 500 modelos de motos e 400 marcas nacionais e internacionais presentes.

Entre as principais novidades está a ampliação do espaço dos test rides que contará com 10 mil metros quadrados, o dobro da edição de 2015, com estrutura para receber mais de 10 mil testes.

O teste Duas Rodas Experience é uma parceria do Salão com a revista Duas Rodas com foco nos modelos alta cilindradas e que será um test ride premium. A Petrobras Podium é o combustível oficial desse teste. O projeto tem curadoria do motociclista Leandro Mello, embaixador do Salão Duas Rodas e a confirmação das marcas Honda, Royal Enfield, Yamaha e Kawasaki com super motos.

O espaço terá uma pista de 600 metros. Os fãs poderão sentir a adrenalina de uma rápida arrancada, teste de frenagem, pilotagem, agilidade e até ergonomia dos modelos. Este teste ride é exclusivo para convidados e para os compradores do Box Super Fã. O terceiro é o test ride Mobilidade Urbana, onde as marcas apresentarão ao público seus modelos de scooters e motos de baixa cilindrada, com a Petrobras GRID como combustível oficial.

A Honda terá mais de 3 mil metros de pista exclusiva onde todos que estiverem no Salão poderão andar nos diversos modelos da marca durante todos os dias, gratuitamente. As pistas estarão separadas por alta cilindrada, scooters e baixa cilindrada. Essa última terá como foco o teste inédito no Brasil, Combined Break System (CBS), sistema de frenagem aplicado em motocicletas onde os freios dianteiros e traseiros são ativados juntos a partir de um único acionamento.

Confira abaixo as atrações do evento:

Arena Lifestyle

Uma das grandes apostas para o público vivenciar o estilo do universo das motos é a Arena Lifestyle, que será montada pela primeira vez e contará com uma programação intensa todos os dias. Em um ambiente totalmente interativo e com a presença de ícones do motociclismo para talk shows o espaço abordará tudo que o universo das motocicletas possui. Na Arena, o visitante encontrará apresentações, celebridades, histórias, dicas, tendências e inovações com muito estilo. O ator Caio Castro, um apaixonado convicto por motos, dono de seis máquinas, é uma das atrações confirmadas do espaço, junto com Carlinhos Romagnolli e pilotos da Arena Cross. Eles falarão sobre competição e aventuras.

Wall of Challenge

Pela primeira vez no Brasil o público terá a oportunidade de assistir ao show do Wall of Challenge, onde pilotos altamente treinados da equipe Wall Riders Brasil farão quatro apresentações diárias. Sucesso há mais de 100 anos ao redor do mundo, o show tem como estrelas Leonardo Nacarado, um dos maiores especialistas do mundo em Globo da Morte, outra famosa atração das motocicletas e os experientes pilotos Thiago Araújo e Matheus Ribeiro.

Arena Customização

Outra grande novidade da edição é a Arena Customização, espaço de 500m² que reunirá as oficinas Recar Motos, Shibuya, Bendita Macchina que apresentarão aproximadamente 30 motos customizadas. Além disso, de forma inédita, o público conhecerá As Motos do Salão Duas Rodas, máquinas customizadas e exclusivas do evento. O estúdio Tatoo You estará pela primeira vez no evento, com seus profissionais equipados de criatividade e talento para proporcionar uma experiência única aos visitantes do Salão Duas Rodas.

O evento ainda espera receber entre 6 e 10 encontros de motoclicistas organizados em parcerias com as marcas. Os encontros contarão com o apoio e escolta dos batedores do 2º batalhão da polícia do exército. O evento ainda contará com a apresentação de show da banda do 2º Batalhão da Polícia do Exército com um line-up de rock e músicas do universo Duas Rodas.

Outra atração será a presença do bicampeão brasileiro de FMX, Fred Kyrillos, que comandará uma performance freestyle de motocross com oferecimento da Ipiranga Lubrificantes. Os fãs de wheeling poderão ver de perto também cinco apresentações da equipe Força e Ação, já tradicional dentro do Salão.

São Paulo Expo

O novo local de realização do Salão Duas Rodas é o São Paulo Expo, um dos pavilhões mais modernos do mundo e que apresenta em seus 100 mil m² de área total, sendo 90 mil m2 de área de exposição e 10 mil m2 de espaço para congressos e convenções. O complexo conta com 32 salas modulares (2º piso) onde todas as principais marcas e modelos poderão apresentar suas novidades. Além disso, o local possibilita a criação de pistas de test rides em proporções inéditas: 10 mil m² externos dedicados à atividade, além de 4.500 vagas cobertas para estacionamento e ambiente climatizado.

O local oferece um bicicletário gratuito e um bolsão para 300 motos, também gratuito. Existe ainda um bicicletário com espaço para 431 bikes e uma capaceteria. Os visitantes contarão com sete lanchonetes na praça de alimentação, 6 lanchonetes espalhados pelo espaço, um restaurante no mezanino e 8 Food Trucks na área externa; além de 3 opções de Food Bike.

Transporte gratuito saindo das estações de metrô Jabaquara e Santos-Imigrante

O Salão Duas Rodas disponibiliza transporte gratuito saindo das estações de metrô Jabaquara e Santos-Imigrantes. De terça-feira a sábado, o serviço funcionará das 13h às 23h. Já no domingo, dia 19, será de 10h às 20h. A previsão de saída dos ônibus é a cada trinta minutos. Na estação Jabaquara haverá também transporte para portadores de necessidades especiais.

Programação da Arena Lifestyle

A programação da Arena Lifestyle está disponível no link – http://www.salaoduasrodas.com.br/Experiencias/Arena-Life-Style/

Salão Duas Rodas 2017:

De 14 a 19 de novembro (terça-feira a sábado): 14h às 22h, com entrada até às 21h.

Dia 19 de novembro (domingo): 11h às 19h, com entrada até às 17h.

São Paulo Expo Exhibition & Convention Center (Rodovia dos Imigrantes, KM 1,5 – São Paulo/SP).

Informações à imprensa:

MktMix Assessoria de Comunicação

Virgínia Ribeiro – Vinícius Cabral – Luis Dolci

Comente aqui


Rali/Motos: Fabrício Bianchini é campeão do Rally Rota Sudeste na Production Aberta

INSCREVA-SE NO MEU CANAL NO YOUTUBE

CAMINHAR E PENSAR É SÓ COMEÇAR

https://www.youtube.com/c/Caminharepensarésócomeçar

 

 

 

Piloto de Barueri (SP) foi vice-campeão na geral do rali em Lençóis Paulista no fim de semana. Entre os cinco primeiros da geral, quatro eram da equipe

Alta  | Web
Bianchini venceu os dois dias na Production Aberta (Alexandre Moreira/Dfotos)

Bianchini venceu os dois dias na Production Aberta
(Alexandre Moreira/Dfotos)

Alta  | Web
Pódio da Production Aberta teve três pilotos da equipe, sendo Bianchini em 1o (Gustavo Epifânio/DFotos)

Pódio da Production Aberta teve três pilotos da equipe, sendo Bianchini em 1o
(Gustavo Epifânio/DFotos)

Alta  | Web
A bordo da Husqvarna 501, Bianchini conquistou mais um pódio na temporada (Gustavo Epifânio/DFotos)

A bordo da Husqvarna 501, Bianchini conquistou mais um pódio na temporada
(Gustavo Epifânio/DFotos)

A Bianchini Rally (Barueri/SP) comemorou os resultados positivos dos seus pilotos que disputaram, nas motos, o Rally Rota Sudeste, válido pela 11ª e 12ª etapas do Campeonato Brasileiro de Rally Baja. O piloto Fabrício Bianchini #10 (Husqvarna 501) venceu os dois dias na Production Aberta e sagrou-se campeão da prova na categoria e, de quebra, foi vice-campeão na geral. A penúltima prova da temporada terminou com quatro pilotos da equipe entre os cinco primeiros do grid: Andrés Marcondes #8 em 3º (Husqvarna FE 450/Production Aberta); Beto do Carmo #11 (KTM 450 SIX Days /Over 40) em 4º e André Cheron #12 (KTM 450/Over 40) foi quinto colocado do pódio.

“A moto é sensacional. Me diverti muito com os pegas com o Menuzzo (Luis Fernando #2) e Marcondes (#8) e no final consegui vencer na categoria. Fiquei muito feliz com o resultado”, afirma Bianchini, referindo aos outros dois pilotos da equipe. “Gaúcho”, como é conhecido nos grids, compete com uma Husqvarna 501 nesta temporada.

Bianchini aprovou o percurso, que teve o mesmo trecho cronometrado nos dois dias, e disputado em meio a uma área de reflorestamento de eucaliptos. “Prova completa, segura, prazerosa de acelerar com trechos muito rápidos, cheguei a 166 km/h nas retas, e no final teve trechos sinuosos”, destaca o piloto que venceu no sábado e no domingo na Production Aberta.

Na categoria Over 40 teve dobradinha da Bianchini Rally com Carmo em 1º e Cheron em 2º. Três pilotos da equipe tiveram problemas no domingo e não completaram o trecho cronometrado e terminaram na classificação acumulada em: Luis Fernando Mennuzo #2 em 4º na Production Aberta, Luiz Fernando Nutti #6 em 4º na Over 40 e Marcos Baumgart #15 em 1º na Marathon. Resultados completos no www.chronosat.com.br. A última etapa da temporada será em Avaré (SP), em 2 de dezembro, no Rally dos Amigos.

A Bianchini Rally, equipe com sede em Alphaville (Barueri/SP), conta com o apoio da Bianchini S/A, McDonald Pelz, O Mundo de Maria, Melnick Even, KTNY Racing, Madeira Energy, Bull Sertões Crew, Vedacit, Arames Farpados e Husqvarna Brasil -Power Husky, Borilli Pneus e Capacetes Shiro. Informações: www.bianchinirally.com.br e Facebook:@equipebianchinirally

Resultado acumulado (dois dias de prova) – Rally Rota Sudeste – 12/11
Geral Motos (cinco primeiros)

1) 01 Ramon Oliveira Sacilotti, KX 450F, (1) SPD, 3h56m56s
2) 10 Fabrício Bianchini, Husqvarna 501, (1) PDA, 4h00m48s – Bianchini Rally
3) 08 Andres Marcondes, Husqvarna FE 450, (2) PDA, 4h05m46s – Bianchini Rally
4) 11 Beto do Carmo, KTM 450 SIX Days, (1) O40, 4s13m34s – Bianchini Rally
5) 12 André Cheron, KTM 450, (2) O40, 4h13m57s – Bianchini Rally

Assessoria de Imprensa – Bianchini Rally
MSuzuki Comunicação
Mércia Suzuki
www.msuzukicom.com.br

Comente aqui


Honda apresenta linha Biz 2018: mais modernas e seguras

INSCREVA-SE NO MEU CANAL NO YOUTUBE

CAMINHAR E PENSAR É SÓ COMEÇAR

https://www.youtube.com/c/Caminharepensarésócomeçar

 

 

Case de sucesso, os modelos Honda Biz 110i e 125i 2018 chegam mais tecnológicas e modernas, sem perder a essência que as tornou unanimidade entre os consumidores.

 

Economia, estilo, praticidade e facilidade de uso. Estes são os quatro pilares nos quais se apoia o sucesso da Honda Biz. Lançada em 1998, o modelo imediatamente conquistou uma ampla parcela de brasileiros, motociclistas que não precisaram de muitas explicações para entender a incomparável superioridade da Biz em qualquer um dos quatro quesitos acima.

 

Para as versões 2018 da Biz 110i e 125i a Honda apresenta mais ampla renovação aplicada à tais modelos desde que chegaram ao mercado, contemplando-as com importantes modernizações técnicas e estéticas que visam exaltar suas características de sucesso e adequá-las às necessidades atuais.

 

Tanto a Biz 110i como a 125i compartilham mudanças no design que as tornou ainda mais atraentes, como o novo grupo ótico frontal, painel inédito e laterais e rabeta com novo desenho, além de novas opções de cores de assento e partes internas.No aspecto da praticidade os destaques são a ampliação do espaço sob o assento, novo sistema de abertura do banco, um inédito gancho retrátil para transporte de bolsas, sacolas ou mochilas na face posterior do escudo e tomada de força 12V.

 

No aspecto técnico as Biz em versão 2018 mantém os modernos motores de 110 e 125cc alimentados por injeção eletrônica PGM-FI e incorporam o sistema de freios combinado CBS(Combined Brake System) em ambas versões, proporcionando mais segurança eficiência nas frenagens.    

 

Design: beleza em versão prática

Herdeira direta das famosas Super CUB Honda, que em 2018 completam 60 anos de produção contínua e nada menos do que 100 milhões de unidades vendidas, no Brasil, a Honda Biz sucedeu a C 100 Dream, primeira CUB made in Manaus e responsável pela popularização deste segmento no Brasil.

 

Visando o desenvolvimento de um modelo tão importante e tradicional como a C 100 Dream, a equipe de técnicos da HRB – Honda Research Brazil, divisão de pesquisa da empresa no Brasil ? conseguiu emplacar uma inovação que transformou o espaço de carga da CUB nacional: a “mágica: consistiu em dotar a novidade de um amplo espaço sob o banco, capaz de abrigar um capacete e o que mais for necessário.

 

Para tal, substitui-se a roda traseira de 17 polegadas tradicionais às CUB por outra, menor, de 14 polegadas. Com isso foi criado o espaço para o porta-objetos sem que a dinâmica superior característica das CUB fosse alterada, mantendo também aspectos relevantes como robustez e capacidade de enfrentar terrenos ruins com total competência e segurança.

 

À reboque desta alteração técnica as Biz trouxeram um design marcante, fluido, com formas modernas que imediatamente conquistaram os consumidores, que enxergaram na novidade a somatória das características de economia, facilidade de uso e robustez da clássica C 100 Dream à um design inédito, harmonioso e indiscutivelmente mais moderno.

 

Os modelos da Biz para 2018 preservam totalmente tais características de sucesso acrescidas de uma evolução estética pontual, que sabiamente não descaracterizou os modelos, mas apenas proporcionou-lhes a atualização do estilo consagrado. As Biz de hoje e de ontem são genuínas representantes do que há de melhor e mais elaborado em termos de design.

 

Praticidade: cabe tudo e um pouco mais.

Não há dúvida que dois aspectos estão na raiz do sucesso das Biz: a facilidade de pilotagem e o utilíssimo compartimento sob o assento.Nas versões 2018 o espaço de carga recebeu uma ampliação de 10 centímetros na largura ou assim como uma reconfiguração interna que faz com que seja possível transportar documentos de tamanho A4 em suas laterais. Outra novidade fica pela alteração no sistema de abertura do banco, agora centralizado na chave de ignição: basta pressionar a chave e girá-la no sentido horário para ter acesso ao compartimento.

 

Aliado deste aperfeiçoamento é a tomada de força 12V, cujo posicionamento foi estudado para não interferir na operação de carga e descarga do espaço sob o assento e é capaz de alimentar de smartphones a tablets.À tais itens de inegável praticidade se alia o novo gancho na face posterior do escudo frontal, cujo desenho permite travamento que impede que sacolas, mochilas ou bolsas transportadas se soltem em um eventual movimento ocasionado por irregularidade do terreno. Além disso, quando não em uso, o gancho é retrátil e assim não se projeta da face do escudo, impedindo eventuais choques com os joelhos do condutor.

 

Outro item de importância prática ? mas também de grande valor técnico e estético ? é o novo painel. Totalmente em LCD e usando a tecnologia blackout, com fundo escurecido que melhora a visualização das informações, é dotado de uma ECO-LAMP, luz alerta que avisa o condutor quando o estilo de pilotagem é o que melhor contribui para a economia de combustível.

 

Técnica: motores resistentes, econômicos e a segurança do CBS

Os consagrados motores que já equipavam a Biz 110i como o da 125i foram mantidos preservando totalmente as características de desempenho, economia e robustez que lhes valeram a admiração da totalidade dos consumidores.

 

Tais motores, robustos monocilíndros arrefecidos a ar e dotados de injeção eletrônica PGM-FI que permite o uso tanto de gasolina como de etanol, se destacam pela praticidade do câmbio semiautomático de 4 velocidades, item altamente conveniente para tornar a pilotagem mais fácil, tranquila e segura.

 

À partir das versões 2018 tanto a Biz 110i como a 125i contarão exclusivamente com sistema de partida elétrica e recebem o consagrado sistema de frenagem CBS ? Combined Brake System ? no qual o pedal do freio atua em proporções diferentes tanto na roda traseira como também na dianteira, permanecendo a alavanca no punho da direita exclusiva do freio dianteiro. A Biz 110i está equipada com o sistema CBS atuando com sistema de freio tambor-tambor enquanto a mais potente Biz 125i se vale do CBS em configuração de freio disco dianteiro/tambor traseiro.

 

Disponíveis na rede de concessionárias à partir de 18 de novembro nas cores Vermelho e Branco para a Biz 110i e em versões Branco perolizado, preto Perolizado, Vermelho perolizado e a inédita Laranja perolizado para a Biz 125i, o preço público sugerido para a Biz 110i é de R$ 7.590,00 e deR$ 9.390,00 para a Biz 125i, base Estado de São Paulo, não inclusas as despesas com frete e seguro. A garantia é de três anos, sem limite de quilometragem mais sete trocas de óleo gratuitas.

Sobre a Honda no Brasil: Em 1971, a Honda iniciava no Brasil as vendas de suas primeiras motocicletas importadas. Cinco anos depois, era inaugurada a fábrica da Moto Honda da Amazônia, em Manaus, de onde saiu a primeira CG, até hoje o veículo mais vendido do Brasil. De lá para cá, a unidade produziu mais de 22 milhões de motos, além de quadriciclos e de motores estacionários que formam a linha de Produtos de Força da Honda no País, também composta por motobombas, roçadeiras, geradores, entre outros produtos. Para facilitar o acesso aos produtos da marca, em 1981 nasceu o Consórcio Honda, hoje a maior administradora de consórcios do mercado nacional, que faz parte da estrutura da Honda Serviços Financeiros, também composta pela Seguros Honda e o Banco Honda. Dando continuidade à trajetória de crescimento, em 1992 chegavam ao Brasil os primeiros automóveis Honda importados. Em 1997, a Honda Automóveis do Brasil iniciava a produção do Civic, em Sumaré (SP), de onde já saíram mais de 1,5 milhão de veículos. Durante esses anos a empresa também inaugurou Centros Educacionais de Trânsito, de Treinamento Técnico, de Distribuição de Peças e de Pesquisa & Desenvolvimento. Estruturou uma rede de concessionárias hoje composta por aproximadamente 1500 endereços. Em 2014, em uma iniciativa inédita no segmento, a Honda inaugurou seu primeiro parque eólico do mundo, na cidade de Xangri-Lá (RS). O empreendimento supre toda a demanda de energia elétrica da fábrica de Sumaré, reduzindo os impactos ambientais das operações da empresa. Em 2015, a Honda Aircraft Company anunciou a expansão das vendas do HondaJet, o jato executivo mais avançado do mundo, para o Brasil. E a segunda planta de automóveis da marca foi construída na cidade de Itirapina (SP) porque muito mais está por vir. Saiba mais em www.honda.com.brwww.facebook.com/HondaBR

Honda

Assessoria de imprensa

Marcello Ghigonetto

Fabio Bonatto

Alfredo Guedes

Comente aqui


Honda lança nova CBR1000RR Fireblade 2017 no Salão Duas Rodas

INSCREVA-SE NO MEU CANAL NO YOUTUBE

CAMINHAR E PENSAR É SÓ COMEÇAR

https://www.youtube.com/c/Caminharepensarésócomeçar

 

 

Modelo comemora 25 anos de produção mundial, retorna ao mercado brasileiro com muita tecnologia e projeto totalmente renovado

A Honda reservou uma grande surpresa para o público aficionado em alta performance e tecnologia no Salão Duas Rodas 2017, que será realizado no  
próximo mês, em São Paulo. Trata-se da nova Honda CBR1000RR Fireblade,verdadeiro ícone de esportividade em duas rodas, que está oficialmente de volta ao Brasil com folego totalmente revigorado. O modelo traz um projeto onde 90% de seus componentes são totalmente novos, com destaque para um visual mais ousado e jovial, além de novos conjuntos ciclísticos e mecânicos derivados da RC213V-S, versão street do modelo RC213 utilizado na categoria MotoGP.

 

Em uma edição histórica, comemorativa aos 25 anos de produção do modelo no mercado mundial, a nova CBR1000RR versão 2017 desembarca no Brasil mais leve (redução de 15kg) e com 11cv mais potente, o que assegurou uma relação peso/potência recorde de 14% a mais que o modelo anterior. Outra grande novidade está em um pacote eletrônico composto por soluções que representam a última palavra em tecnologia. Uma unidade de medição de inércia (IMU), novo módulo de controle de tração regulável (HSTC) e sistema de seleção do modo de condução da motocicleta (RMSS) são algumas das novidades responsáveis por agregar maior desempenho e segurança ao modelo.

 

Com a nova CBR1000RR Fireblade a Honda procurou não apenas incrementar o visual e o estilo de todo o conjunto, mas tornar a pilotagem ainda mais prazerosa em uma experiência única para o motociclista.

 

Importada do Japão, a nova CBR1000RR Fireblade versão 2017 estará disponível ao mercado brasileiro a partir de dezembroem duas versões exclusivas: CBR1000RR Fireblade e CBR1000RR Fireblade SP, nas cores vermelha ou preta metálica (CBR1000RR Fireblade); ou a versão nas cores da HRC em vermelho, preto e branco (SP). Os preços públicos sugeridos serão de R$ 69.990,00 e R$ 79.990,00, respectivamente, com base no Estado de São Paulo, sem despesas de frete e seguro.

 

A CBR1000RR conta com 3 anos de garantia e o exclusivo ?Honda Assistance 24h?, com assistência durante todo o período de vigência da garantia em território brasileiro, incluindo Argentina, Chile, Uruguai e Paraguai. Qualquer ocorrência que impossibilite o deslocamento do piloto ou garupa com a motocicleta, está inclusa no serviço oferecido pela Honda a seus clientes.

 

CBR1000RR Fireblade: estilo e exclusividade em nova edição

A nova CBR1000RR Fireblade traz um projeto totalmente novo ao Brasil e marcará um capitulo exclusivo na história da Honda no que se refere à esportividade em duas rodas. Sua concepção seguiu o conceito onde a pilotagem deve aliar segurança, prazer e total domínio do piloto sob a máquina. Com isso, a marca procurou criar não apenas um conjunto mais moderno e potente, mas também muito mais seguro, racional e fácil de pilotar, mesmo por motociclistas com menor experiência.

 

As duas versões que serão comercializadas no mercado brasileiro são diferenciadas por uma série de componentes em sua estrutura ciclística e mecânica. Em ambos os casos, a inspiração das pistas – que sempre norteou os projetos da Honda com a linha CBR ? ficou ainda mais acentuada. Passados 25 anos desde o lançamento da CBR900RR, percursora de toda essa linha de sucesso, sua essência jovem permanece a mesma.

 

Externamente, a nova CBR1000RR Fireblade traz linhas que remetem aos modelos de competição da Honda Racing Corporation (HRC). Em toda a concepção do projeto, três premissas foram fundamentais: menor peso, mais potência e controle total.

 

Para isso, a Honda não mediu esforços para alcançar o máximo em eficiência. A redução de peso atingiu tal patamar que levou em consideração itens como parafusos e arruelas, além de pequenas peças plásticas, entre outros itens.
Na CBR1000RR Fireblade SP, por exemplo, o escape e tanque de combustível (16 litros) foram desenvolvidos em titânio. Esta última aplicação, inédita em uma motocicleta de produção, trouxe ainda maior eficiência na centralização de massas, uma vez que o titânio é um composto muito mais leve e resistente em relação às ligas metálicas utilizadas tradicionalmente.

 

O design da CBR1000RR foi concebido com base em avançados estudos sobre a dinâmica dos fluídos. Tudo para garantir um menor arrasto aerodinâmico e uma maior proteção contra o vento. As carenagens, por exemplo, ficaram menores, mais justas e também mais compactas. Além de um visual mais moderno, a novidade propiciou uma melhora na refrigeração do motor e mais entrada de ar nos dutos dos radiadores, nas laterais dos faróis e lanternas. Com isso, a própria aerodinâmica do novo modelo ficou moldada de forma a desviar o ar do corpo do piloto, promovendo maior fluidez e menor resistência.

 

Sob qualquer ângulo, a nova CBR1000RR Fireblade tem um visual mais agressivo, que reforça seu espirito esportivo, fruto do conceito ?Forward-looking lines?, que trouxe um aspecto mais dinâmico e angulado a todo o conjunto.
As linhas ficaram mais limpas e retas, convergindo a um ponto comum na dianteira da motocicleta, análogo a ponta de uma flecha. Destaque ainda para a rabeta elevada e o assento em dois níveis, com altura de 832mm (834mm SP) itens que caracterizam ainda mais seu DNA esportivo.

 

Nova era para o conceito de ?Controle Total?

Um dos pontos que mais se destacam na nova CBR1000RR Fireblade é a alta tecnologia embarcada em todo seu conjunto. A aplicação do conceito ?Nova era do Controle Total? se faz presente a todo momento e foi levada à risca na criação do projeto. O foco global visou elevar a tecnologia, desempenho e segurança em níveis nunca atingidos por uma motocicleta desta categoria. Assim, suas características superam as premissas clássicas e incluem melhorias que podem beneficiar tantos os pilotos mais experientes quanto aos mais novatos.

 

Neste pacote tecnológico estão inclusos sistemas como uma unidade de medição de inércia (IMU), sistema TCS de controle de tração regulável (HSTC), novos freios ABS e até um novo sistema de seleção do modo de condução da motocicleta (RMSS). São tecnologias que trabalham diretamente na assistência da pilotagem agregando mais segurança e total controle em situações adversas.

 

A nova CBR1000RR Fireblade é também a primeira motocicleta com motor
4 cilindros da Honda a sair de fábrica com acelerador eletrônico ?Throttle-by-Wire? (TBW), desenvolvido com base no sistema utilizado na RC213V-S. Sua função é proporcionar maior precisão e sensibilidade nas acelerações, uma vez que todo trabalho fica por conta da ECU (Unidade da Central Eletrônica) e do sensor de posicionamento da manopla do acelerador (APS).

 

Através de todos esses componentes, o piloto tem à disposição um verdadeiro arsenal tecnológico que trabalha de forma a proporcionar uma experiência única de pilotagem. O painel de instrumentos totalmente digital (LCD) traz informações como hodômetro total e parcial, consumo médio e instantâneo, velocímetro, tacômetro, luzes de alerta e de avisos. O visor LCD de alta definição exibe as informações de todos os parâmetros eletrônicos de assistência que podem ser ajustados de acordo com o gosto e tipo de uso do condutor. Destaque ainda para o sensor do painel, que se adequa automaticamente à luz ambiente, um detalhe que facilita a visualização das informações em qualquer situação de iluminação.

 

À direita do guidão e próximo à manopla, está o botão da função MODE, responsável por selecionar até cinco modos de pilotagem. Os três primeiros estão divididos em Street (Modo 3), para uma pilotagem mais suave e que prioriza o conforto; Winding (Modo 2), que equaliza características esportivas em um nível não tão arisco de condução; e Track (Modo 1), onde toda força e desempenho são disponibilizados a pleno, ou mesmo desligados por completo. Para isso, uma central eletrônica mantém pré-ajustados parâmetros de funcionamento de três características básicas: potência do motor, controle do torque e o controle do freio-motor.

 

Os modos 4 e 5 estão disponíveis para as definições pessoais e totalmente configuráveis do piloto. É possível personalizar e gravar na memória do sistema os níveis desejados de atuação para cada um dos parâmetros, com cinco níveis exclusivos para a potência, nove para a seleção de torque e três para o freio-motor. Na versão Fireblade SP ainda é possível configurar a suspensão semiativa da Ohlins em até seis níveis de ajuste.

 

Um detalhe especial são as informações de painel disponibilizadas para cada modo de condução, como tempo de volta, temperatura e até o ângulo de posicionamento da manopla do acelerador, segundo a opção do tipo de pilotagem. Seja qual for o modo selecionado, a CBR1000RR Fireblade permite total controle, com tranquilidade e muita segurança.

 

A alta tecnologia do modelo também permitiu completa integração entre seus componentes e as medições dinâmicas da motocicleta. Nas configurações mais automatizadas, por exemplo, a IMU (unidade de medição de inércia) trabalha junto com o controle de tração (HSTC), módulo ABS (freios antitravamento) e sensores fixados nas rodas dianteira e traseira.

 

Isso significa que, dependendo do modo de condução escolhido, a CBR1000RR Fireblade não permite, por exemplo, situações de aceleração que tirem a roda da frente do solo, ou mesmo que façam a roda traseira escorregar em saídas ou entradas de curvas. Seja um momento de retomada de velocidade ou mesmo frenagens bruscas, qualquer leitura anormal nestas condições será corrigida de forma instantânea e automática, sem riscos em relação à segurança do piloto.

 

Equilíbrio e agilidade na pilotagem

Não há como negar que parte da tradição da linha esportiva Honda, sobretudo da família CBR, esteja vinculada aos modelos de competição. As pistas sempre representaram, não apenas uma fonte de inspiração, mas também verdadeiros laboratórios de desenvolvimento da marca para seus produtos em todo o mundo.

 

Mais leve e potente que sua antecessora, a nova CBR1000RR tem peso total de apenas 196 kg (195kg na versão SP) em ordem de marcha, o que representa muito para uma pilotagem equilibrada. O novo quadro em alumínio tipo Diamond de dupla trave foi remodelado e agora oferece muito mais eficiência por seu menor peso. Outros pontos de destaque estão na menor espessura do braço oscilante Pro-Link e no novo subquadro. Com 300g e 800g a menos, respectivamente, as duas estruturas mantêm os mesmos índices de rigidez.  Em ambos os casos, o objetivo visou uma centralização de massa mais eficaz, de forma a promover maior equilíbrio, maneabilidade e agilidade na pilotagem.

 

Na suspensão dianteira, o garfo telescópico da Showa BPF (Big Piston Forks) é do tipo invertido de 43mm, com possibilidade de ajustes na pré-carga da mola e curso de 120mm. Os freios ABS são de disco duplo na frente e simples atrás, com pinças totalmente novas, mais leves e eficientes, com tecnologia das marcas Brembo (modelo SP) e Tokico (Standard). Um amortecedor de direção eletrônico Honda (HESD) reforça ainda mais a estabilidade e suavidade.

 

O conjunto de rodas incrementou o visual e a performance da nova CBR1000RR Fireblade, um detalhe especial em sua ciclística. A atualização não ficou limitada em seu novo desenho, mas também à redução do número de raios (de 6 para 5) com objetivo de aliviar peso e privilegiar o controle e pilotagem.

 

O resultado é um conjunto mais leve, bonito e com índice de rigidez superior, graças também à nova estrutura com design em ?Y?. Os pneus têm dimensões de 120/70 R17 à frente e 190/50 R17 atrás. Na traseira a suspensão tem curso de 62mm e está equipada com amortecedor Showa totalmente ajustável, de forma a oferecer o máximo de conforto e estabilidade.

 

Para quem busca performance, a novidade é que a Fireblade SP tem suspensões exclusivas e diferenciadas. Isso porque é a primeira motocicleta Honda a ser equipada com um conjunto desenvolvido em uma parceria com a tradicional marca Öhlins. O resultado é um sistema que pode ser ajustado eletronicamente em todos os seus níveis, direto no painel da motocicleta,na personalização dos modos de condução. São seis níveis de ajustes da suspensão, sendo três manuais e outros três automáticos, que conferem ainda mais exclusividade à nova CBR 1000RR Fireblade 2017.

 

Força e desempenho sem precedentes

Que a nova CBR1000RR Fireblade impressiona, já está mais do que evidente. Detentor de características exclusivas, o modelo representa o que há de mais próximo das pistas para uma motocicleta de produção. Inclusive o alto desempenho, propiciado pela sua potente e eficiente motorização.

 

Não há como ficar indiferente frente ao tradicional motor DOHC quatro cilindros em linha de 999,8cm³, 4 tempos e arrefecimento a líquido projetado para equipar a nova CBR1000RR Fireblade. São 192cv de potência a 13.000 rpm, com torque de 11,82 kgf.m a 11.000rpm (gasolina), que possibilitou um aumento de 14% a mais na relação peso/potência sobre o modelo anterior, deixando-a muito próxima da incrível marca de 1:1. O resultado é uma motocicleta que entrega força e eficiência de uma forma linear e sem precedentes. Para se alcançar esse desempenho, os esforços também estiverem centrados no peso dos componentes do motor. Sua estrutura mecânica é compacta e foi totalmente redesenhada. Ganhou itens produzidos em magnésio, que pouparam 2kg de peso no propulsor.

 

Pistões, comandos de válvulas, tampas e transmissão também foram modificados e têm especificações superiores para um melhor desempenho geral. A compressão aumentou de 12,3:1 para 13:1. Na transmissão, a troca de velocidade ficou mais suave em razão da nova embreagem, com 17% menos força de acionamento em sua operação. O novo sistema de admissão aumentou o fluxo de ar na mistura e também auxiliou no aumento de potência em 11cv.
Fabricados em titânio, tanque de combustível e escape também contribuíram com menos 1.3kg e 2.8kg, respectivamente. O quesito peso ganhou tamanha importância que até o comprimento dos parafusos, tubulações e braçadeiras foram reduzidos ao máximo de forma a priorizar centralização de massas.

Na versão SP, os diferenciais ficam por conta do uso de uma bateria de Li-On, que propicia baixa taxa de descarga e vida útil maior. A transmissão também está equipada com sistema quickshifterque permite subir ou descer marchas de forma mais rápida, sem necessidade de acionamento na manete da embreagem e consequente prejuízo às partes internas. Tanto na versão Standard quanto na SP, o câmbio possui seis velocidades com a transmissão final feita por corrente. Com injeção eletrônica PGM-FI, todo o conjunto da nova CBR1000RR Fireblade já atende à segunda fase do PROMOT 4 (Programa de Controle da Poluição do Ar por Motociclos e Veículos Similares).

 

Com tantos atributos, o mercado brasileiro poderá desfrutar da novidade já a partir de Dezembro em toda rede de concessionária Dream da Honda. Imponente, ágil e fácil de pilotar, esta nova versão da CBR1000RR Fireblade promete marcar um novo capítulo no mercado brasileiro de motocicletas superesportivas. Disposição para isso é o que não falta.

 

25 anos de sucesso!

Desde a primeira geração, em 1992, ainda como CBR900RR, a linha Fireblade marcou o mundo das duas rodas como uma verdadeira lenda, símbolo de esportividade e desempenho. Sua concepção tomou como base de inspiração o modelo RVF750, que no início dos anos 1990 era a motocicleta oficial da equipe Honda para a categoria Superbike. O projeto nasceu da iniciativa do engenheiro Tadao Baba, que liderou a equipe responsável por viabilizar um dos modelos mais lendários da história mundial da Honda. O objetivo inicial era projetar uma motocicleta que pudesse estar à frente da RFV750 de pista, baseada totalmente no conceito ?Controle Total? e como um modelo divertido de pilotar e fácil de controlar.  

 

O resultado final foi apresentado ao público em 1992. Naquele ano nascia a primeira geração da linha CBR Fireblade, originalmente com um motor de 893cm³. Compacta, era uma motocicleta extremamente ágil, potente e leve (185kg), o que a levou a ser um sucesso em vendas já em seu primeiro ano de produção. Com o mercado brasileiro em plena ascensão em meados da década de 1990, não demorou muito para as primeiras unidades passarem a ser comercializadas também no Brasil, em 1994.

 

Importada do Japão, a nova CBR1000RR Fireblade SP estará em pré-venda à partir de dezembro, com preço público sugerido de R$ 69.990,00 na versão CBR 1000RR Fireblade, disponível na cor vermelha e R$ 79.990,00 na versão CBR 1000RR Fireblade SP inspirada na cores de competição HRC (branco, azul e  vermelha), respectivamente, com base no Estado de São Paulo, sem despesas de frete e seguro, ambas com previsão de chegada ao mercado para Fevereiro.

Sobre a Honda no Brasil: Em 1971, a Honda iniciava no Brasil as vendas de suas primeiras motocicletas importadas. Cinco anos depois, era inaugurada a fábrica da Moto Honda da Amazônia, em Manaus, de onde saiu a primeira CG, até hoje o veículo mais vendido do Brasil. De lá para cá, a unidade produziu mais de 22 milhões de motos, além de quadriciclos e de motores estacionários que formam a linha de Produtos de Força da Honda no País, também composta por motobombas, roçadeiras, geradores, entre outros produtos. Para facilitar o acesso aos produtos da marca, em 1981 nasceu o Consórcio Honda, hoje a maior administradora de consórcios do mercado nacional, que faz parte da estrutura da Honda Serviços Financeiros, também composta pela Seguros Honda e o Banco Honda. Dando continuidade à trajetória de crescimento, em 1992 chegavam ao Brasil os primeiros automóveis Honda importados. Em 1997, a Honda Automóveis do Brasil iniciava a produção do Civic, em Sumaré (SP), de onde já saíram mais de 1,5 milhão de veículos. Durante esses anos a empresa também inaugurou Centros Educacionais de Trânsito, de Treinamento Técnico, de Distribuição de Peças e de Pesquisa & Desenvolvimento. Estruturou uma rede de concessionárias hoje composta por aproximadamente 1500 endereços. Em 2014, em uma iniciativa inédita no segmento, a Honda inaugurou seu primeiro parque eólico do mundo, na cidade de Xangri-Lá (RS). O empreendimento supre toda a demanda de energia elétrica da fábrica de Sumaré, reduzindo os impactos ambientais das operações da empresa. Em 2015, a Honda Aircraft Company anunciou a expansão das vendas do HondaJet, o jato executivo mais avançado do mundo, para o Brasil. E a segunda planta de automóveis da marca foi construída na cidade de Itirapina (SP) porque muito mais está por vir. Saiba mais em www.honda.com.brwww.facebook.com/HondaBR

Honda

Assessoria de imprensa

Marcello Ghigonetto
Fabio Bonatto

Alfredo Guedes

Comente aqui