amadores



Amadores x profissionais na Semana de Vela de Ilhabela

unnamed
Evento dá a oportunidade a marinheiros de primeira viagem competirem de igual para igual com os ídolos da modalidade

A Semana de Vela de Ilhabela continua sendo a maior sailing week da América Latina e chega no início de julho à sua edição de número 43. O evento, que reúne os melhores atletas da modalidade, tem em sua grande maioria velejadores amadores, que fazem a história da vela oceânica nacional. A maioria dos participantes ao ser perguntada sobre a competição classifica a semana como uma grande festa, um período para encontrar amigos e competir em alto nível. São mais de 100 regatas programadas para 13 classes de barcos diferentes. Serão regatas de longa distância, como a Mitsubishi Alcatrazes por Boreste Marinha do Brasil – que abre o evento com quase de 100 quilômetros de distância, provas de médio percurso e as tradicionais de barla-sota, que na linguagem da vela quer dizer vai contra o vento e volta a favor. ”A equipe que participa da semana de vela precisa ser completa para vencer, pois é testada pra valer em todos os tipos de prova. Além disso, os amadores têm a chance de melhorar o nível aprendendo com os profissionais, que também fazem questão de participar todos os anos”, explica o organizador Cuca Sodré.


O evento será especial por ser uma prévia da olimpíada do Rio de Janeiro na água, com atletas que estarão na Rio 2016 – casos de Jorge Zarif (Finn) e Samuel Albrecht (NACRA) – e medalhistas olímpicos, pan-americanos e mundiais de várias categorias. Sem contar os árbitros e a comissão organizadora que têm postos confirmados nos Jogos a serviço do COI. ”As oportunidades na Semana de Vela são muitas, São barcos de rating, aqueles com desenhos e tamanhos diferentes, e os monotipos, com design igual. Quem participa, principalmente os amadores – 80% dos inscritos, tem a chance enfrentar ícones da vela brasileira e da América do Sul de igual para igual”, conta Carlos Eduardo Souza e Silva, diretor de vela do Yacht Club de Ilhabela.
Quem não tem barco pode se inscrever em escolinhas de vela espalhadas por todo o Brasil. Em Ilhabela, por exemplo, existe a BL3, com mais de 20 anos de atividade e que sempre coloca alunos na tripulação. “Durante uma regata o aluno tem a possibilidade de, em uma tarde, vivenciar uma infinidade de situações de velejo que levaria muito mais tempo em um curso tradicional. A experiência de participar de uma Semana de Vela de Ilhabela é inesquecível, e muitos ex-alunos possuem hoje seus próprios barcos e competem nas mais diversas categorias”, conta Pedro Rodrigues da BL3, que esse ano estará com o barco de mesmo nome comandado por Clauberto Andrade e com o Urca, liderado por Edgardo Vieytes, velejador experiente com participações na Regata Sidney Hobart.
As inscrições continuam abertas
Os tripulantes devem se inscrever no site oficial www.svilhabela.com.br. Até o dia 27 de junho o valor é de R$ 420. As tripulações dos veleiros que ficarem em seus clubes, em amarras próprias ou outros locais fora o Yacht Club de Ilhabela terão 20% de desconto no valor da inscrição.
Mais informações:
Site oficial – svilhabela.com.br
Facebook – semanadeilhabela
Twitter – svilhabela
Instagram – svilhabela
Youtube – Semana de Vela de Ilhabela

FOTOS | Aline Bassi/Balaio

unnamed

Comente aqui


Produtos para pilotos profissionais e amadores

Se você gosta de competir e não admite ficar para trás, a Ciao é a sua marca. São vários itens e acessórios, como macacões, sapatilhas, balaclavas, entre outros. Todos os produtos foram homologados pela FIA, para serem utilizados nas mais exigentes competições.

Chega ao Brasil uma nova marca de roupas e acessórios para pilotos profissionais e amadores: a Ciao (pronuncia-se tchau). Com o conceito inovador, a marca contará com o total de 50 itens, como macacões, luvas, sapatilhas, cinto de segurança, balaclavas, entre outros. Todos os produtos Ciao são homologados pela Federação Internacional de Automobilismo (FIA) e Confederação Internacional de Kartismo (CIK), em respeito a todas as leis de segurança para a prática do esporte. Foram meses de análises, junto aos laboratórios credenciados, para garantir a máxima segurança na pista.
A Ciao foi criada pelo empresário Ely Behar, que atua no mercado há mais de 20 anos, e já viveu a experiência bem sucedida de trazer uma marca do setor para o Brasil e América Latina (Sparco) e levar uma marca nacional para o mundo (Lico). Com a Ciao, o empresário sintetiza todo esse conhecimento.
A fabricação dos 50 itens da Ciao ocorre em diversos locais do mundo. No Brasil, haverá também uma fábrica própria para a produção dos macacões personalizados. Os produtos serão vendidos com exclusividade na U|Racer (www.uracer.com.br), loja mais completa do automobilismo no Brasil.
“A Ciao conta com uma linha completa de produtos e acessórios para pilotos profissionais e amadores e amantes do esporte. Nosso diferencial estará no custo, oferecendo produtos de qualidade, mas a preços mais acessíveis. Vale destacar que todos os itens são homologados pela FIA e CIK. Foram vários meses de análises e a submissão aos mais rigorosos testes, já que a segurança é um dos nossos principais objetivos”, explicou Behar.
A ação de lançamento da marca contará com alguns pilotos oficiais, como Sérgio Jimenez, Danilo e Denis Dirani, três grandes kartistas nacionais, e Gabriel Sereia, jovem promessa do esporte.
Test Drive
A confiança na qualidade dos produtos Ciao fez a marca criar uma espécie de Test Drive, para que os clientes possam conhecer os seus produtos e devolvê-los no prazo de 15 dias, caso não estejam satisfeitos.
Política de Devolução: o produto só poder ser devolvido se estiver em bom estado, sem estragos ou aparente mau uso. A embalagem também deve apresentar as mesmas condições do dia da compra.

Para conhecer a linha completa dos produtos Ciao, confira o site: www.ciao.com.br

Na U|Racer, veja a página dos itens que já estão à venda: www.uracer.com.br/sistema/listaprodutos.asp?IDLoja=14251&Y=2313713113770&Avancada=1&Adicional1=71822&gclid=COCYw_6bu6kCFYxL2godMy-o8g&Pag=1
Fonte:
FGCom
Fernanda Gonçalves / Andre Stepan
www.fgcom.com.br

 

Comente aqui