Audi



TMD/Cobreq com pastilhas dianteiras e traseiras para 39 modelos Audi A4

Audi-A4-2013-1024-04

Tradicional fabricante brasileira de pastilhas e lonas de freio para os mercados original e de reposição nas linhas leve e pesada, além de também produzir pastilhas para veículos “premium” importados, a TMD Friction do Brasil atualmente oferece pastilhas dianteiras e traseiras para 39 modelos do Audi A4 produzidos entre 2007 e 2013.

Com a referência de catálogo Cobreq N-1736, a aplicação é de pastilhas dianteiras para 21 modelos do Audi A4, além da pastilha N-1738 com aplicação dianteira para mais 18 modelos do Audi A4 e, com a referência N-1741, para as pastilhas traseiras de 39 modelos do Audi A4 – estas três referências colocadas no mercado nacional de reposição e de exportação para países da América do Sul.

Do total destas pastilhas do Audi A4, 23 são para o sistema de freio dianteiro produzido pela Teves e 16 do sistema de freio, também dianteiro, da Lucas. Na traseira são 39 pastilhas Cobreq para o sistema de freio traseiro também da Lucas.

São carros que, apesar dos anos de uso, continuam provocando admiração pelo desenho e desempenho como, por exemplo, os modelos Audi A4 3.0 TFSI Quattro Avant – modelo 2012, o 2.TDi – 2013, o 3.0 TDi Quattro – 2011, o 3.2 Avant FSi – 2008, o 1.8 TFSi – 2007, o 2.0 Multitronic FSi – 2008 e, entre tantos outros, o 3.2 FSi Quattro – modelo 2007.

Fonte: Lellis Assessoria de Imprensa e Consultoria Ltda.

Jornalista responsável: Marco Antonio Lellis

Comente aqui


Audi inicia pré-vendas do TT Coupé no Brasil

TTC150001_small 

  • Página da web www.novoauditt.com.br antecipa todos os detalhes do novo modelo
  • Interessados na aquisição do modelo poderão fazer cadastro e terão prioridade na compra
  • Novo Audi TT chega ao mercado nacional ainda no primeiro semestre de 2015

São Paulo, 08 de maio de 2015 – O novo Audi TT Coupé passará a ser comercializado em breve no Brasil e os consumidores interessados no modelo, que impressiona pelo design singular e pelas inovações de bordo, já podem conhecer as novidades do esportivo em um site exclusivo lançado pela marca alemã (www.novoauditt.com.br).

As pessoas interessadas em comprar o novo Audi TT também poderão fazer um cadastro no hotsite, que garantirá a prioridade na compra. Além disso, o site disponibiliza todas as informações e as novidades tecnológicas do modelo, como o virtual cockpit da Audi. O conjunto de instrumentos digitais, premiado internacionalmente, fornece as informações de navegação dentro do campo de visão do motorista, substituindo os instrumentos analógicos.

Além das informações sobre tecnologia embarcada no compacto esportivo, o site também mostra outros detalhes do modelo que é um marco de inovação e design automotivo, como cores disponíveis, rodas, design interior, motor, iluminação, funcionamento do sistema de controle, carroceria, entre outros.

“O carro é sucesso em diversas praças no mundo onde já foi lançado e vem sendo muito aguardado no mercado nacional. O site de pré-vendas viabiliza o cadastro dos interessados, oferecendo uma oportunidade de conhecer antecipadamente as novidades do modelo”, comenta Herlander Zola, diretor de Marketing da Audi do Brasil.

O novo Audi TT foi apresentado ao público brasileiro durante o Salão Internacional do Automóvel, em 2014, em São Paulo. A página na internet é a segunda ação da marca para a chegada do Audi TT ao mercado nacional. Um teaser do filme da campanha de publicidade, que será lançado em breve na televisão, também pode ser conferido no site.

Fonte:

Departamento de Comunicação Audi do Brasil

Christian Marxen

Gerente de Comunicação Audi do Brasil

Charles Marzanasco

Supervisor de Imprensa Produto

Imagem Corporativa

www.imagemcorporativa.com.br

Gladys de Paula

Gerente de Comunicação

Estefânia Basso

Analista sênior de Comunicação

Rafael Lopes

Analista de Comunicação

Comente aqui


Audi RS 6 Avant e RS 7 Sportback: linha 2015 chega ao país

 

 

  • Novas versões dos esportivos da Audi têm alterações no design
  • Alto desempenho está no DNA dos modelos RS
  • Tração integral, construção leve, motores ultra potentes e suspensões esportivas

 

Chegam ao Brasil as novas versões dos esportivos Audi RS 6 Avant e RS 7. Com novidades no design, ainda mais atraente e agressivo, os dois modelos topo de linha oferecem um extraordinário desempenho, digno de verdadeiros carros-esporte, e um amplo e confortável interior, com espaço para quatro ocupantes.

Tanto o RS 6 Avant como o RS 7 Sportback são impulsionados pelo avançado motor V8 4.0 TFSI de 560 cv. A combinação do poderoso motor V8 biturbo de quatro litros com a tecnologia de cilindros sob demanda (Cylinder on Demand – COD), aliada à tração integral quattro e sua construção de baixo peso, tornam os dois modelos em brilhantes peças de equipamento esportivo. Com toda essa tecnologia, o RS 6 Avant e o RS 7 irão agradar plenamente os fãs de uma condução dinâmica e, simultaneamente, eficiente.

Audi RS 6 Avant

Uma impressionante combinação entre a praticidade de uma station wagon com o temperamento de um verdadeiro esportivo, o Audi RS 6 Avant traz o mesmo sistema propulsor do RS 7 Sportback: motor V8 biturbo 4.0 TFSI, câmbio esportivo tiptronic com oito marchas e tração integral quattro. Os números de desempenho também são idênticos e a station wagon acelera de 0 a 100 km/h como um verdadeiro carro-esporte em 3,9 segundos, com  velocidade máxima de impressionantes 305 km/h.

Station wagons são muito apreciadas como veículos familiares e pelos esportistas ao ar livre, que exigem grandes equipamentos, devido ao seu espaço interno. Exatamente por essas características, a RS 6 Avant se destaca na paisagem urbana e nas estradas por sua aparência radicalmente dinâmica, com elementos aerodinâmicos incorporados à carroceria, baixa altura em relação ao solo, grandes rodas e largos pneus.

Linhas bem definidas, enfatizando os traços horizontais, mescladas a superfícies com características quase atléticas, compõem o design preciso e elegante da RS 6 Avant.  O visual foi cuidadosamente refinado na nova versão, com mudanças na grade Singleframe, faróis, entradas de ar, saias laterais, lanternas traseiras e ponteiras do escapamento. Internamente, acabamento em fibra de carbono e os bancos com couro Alcântara também garantem uma bela visão por dentro desse RS.

Uma característica importante da RS 6 Avant é sua possibilidade de uso cotidiano. Suas características esportivas podem ser atenuadas, por meio da tecnologia Drive Select, e não provocam reações bruscas na condução urbana. Quando não solicitada a mostrar seus ‘músculos’, a station se comporta como um carro absolutamente para o dia-a-dia. Graças à sua concepção inteligente, reunindo diferentes materiais, a station esportiva tem uma carroceria extremamente rígida e segura. Componentes em alumínio e aço estampado a quente formam a espinha dorsal de uma estrutura leve e garantem um excelente conforto com reduzida vibração. O nível de ruído na cabine também é extremamente baixo.

RS 6 Avant – ficha técnica

Motor: 4.0 biturbo FSI

Cilindros: 8 em V

Cilindrada (cm3) / Nº válvulas por cilindro 3.993 / 4

Potência (cv): 560 @ 5.700 – 6.600 rpm

Torque (Nm): 700 @ 1.750 – 5.500 rpm

Transmissão

Tração quattro®

Câmbio: Tiptronic 8 velocidades

Pesos / Capacidades

Peso (kg): 2.010

Comprimento (mm): 4.979

Largura (mm): 1.936

Altura (mm): 1.461

Distância entre eixos (mm): 2.915

Capacidade do tanque de combustível (l) 75

Capacidade do porta-malas (l) 565

Performance

Aceleração 0-100 km/h (s): 3,9

Velocidade máxima (km/h): 305

Audi RS 7 Sportback

O Audi RS 7 Sportback revela sua personalidade dinâmica ao primeiro olhar: o longo capô do motor, as colunas traseiras esportivas fluidas e a forte inclinação na traseira provocam uma flagrante sensação de movimento. As mudanças no design começam pela grade Singleframe com a colmeia preta, típica dos modelos RS, com os cantos agora mais marcados e diferenciados. Pequenas mudanças também foram feitas no para-choques, que se destaca pelas grandes entradas de ar.

Os faróis, também adaptados à nova grade, vêm com tecnologia LED como item de série e trazem um novo desenho para as luzes de condução diurna.

No elegante interior negro, dominado pelos bancos esportivos RS, os designers revisaram sutilmente o conjunto de instrumentos, os controles de saída de ar das aberturas de ventilação, os “shift-paddles” de mudança de marchas atrás do volante e o emblema quattro no painel de instrumentos. O carro também oferece um painel com tecnologia Head-up Display, que permite o motorista manter os olhos na pista, ao mesmo tempo em que vê as informações do painel.

O sistema MMI navigation plus, de série, com MMI touch, agora utiliza a plataforma modular de infotainment de última geração: seu ponto alto é um eficiente processador gráfico desenvolvido pela Nvidia, parceira da Audi. O sistema permite que motorista aprecie uma navegação 3D, TV digital e DVD Player em um sistema de som de alta definição da Bang&Olufen. Destaca-se ainda o acabamento em carbono em algumas partes e bancos revestidos em couro em Alcântara.

O motor 4.0 TFSI do Audi RS 7 Sportback disponibiliza 560 cv com 700 Nm de torque entre 1.750 e 5.500 rpm, levando o cupê de cinco portas até 100 km/h em apenas 3,9 segundos e atingindo velocidade máxima de 305 km/h. Para a máxima eficiência, o sistema de cilindros por demanda (Cylinder on Demand – COD), que pode desligar quatro cilindros quando o motor opera sob carga parcial, contribuindo na economia de combustível.

Um câmbio tiptronic de oito marchas especialmente desenvolvido para desempenho esportivo, com oitava marcha bastante alongada, direciona a força do motor de oito cilindros para a tração integral permanente quattro, que conta com o diferencial esportivo no eixo traseiro para melhor comportamento em curvas. O mecanismo permite uma distribuição correta de força entre as rodas traseiras e dianteiras para proporcionar maior segurança e diminuição de chance de derrapagens.

O Audi RS7 Sportback vem equipado de série com suspensão RS sport plus, mais rígida, com Dynamic Ride Control (DRC – controle dinâmico de rodagem), que praticamente elimina a rolagem da carroceria em curvas. Outro item importante é a direção dinâmica, com relação de redução continuamente variável. Ela permite uma mudança de comportamento do volante, dependendo da velocidade do carro, para criar maior conforto ao condutor. O Sistema de Estabilização Eletrônico (ESC) tem um modo Sport que pode ser ativado caso o condutor deseje, que permite uma condução mais divertida ao exigir um maior controle do motorista para estabilizar o automóvel. O carro também pode ser equipado com Night Vision, que auxilia a visão do motorista em condições noturnas.

O Audi RS 7 Sportback 2015 é equipado de série com rodas de liga leve 21 polegadas. Os quatro discos de freio, ventilados internamente, têm design ondulado para redução de peso e são de cerâmica, o que permite seu uso em condições extremas.

RS 7 Sportback – ficha técnica

Motor: 4.0 Biturbo FSI

Cilindros: 8 em V

Cilindrada (cm3) / Nº válvulas por cilindro: 3.993 / 4

Potência (cv): 560 @ 5.700 – 6.600 rpm

Torque (Nm): 700 @ 1.750 – 5.500 rpm

Transmissão

Tração: quattro®

Câmbio: Tiptronic 8 velocidades

Pesos / Capacidades

Peso (kg): 1.995

Comprimento (mm): 5.012

Largura (mm): 1.911

Altura (mm): 1.419

Distância entre eixos (mm): 2.915

Capacidade do tanque de combustível (l): 75

Capacidade do porta-malas (l): 535

Performance

Aceleração 0-100 km/h (s): 3,9

Velocidade máxima (km/h): 305

20 anos de desempenho – a história dos Audi RS no Brasil

A sigla RS deriva da palavra alemã Rennsport, que pode ser traduzida como automobilismo esportivo. Ela surgiu em 1994, com a apresentação do Audi RS 2 Avant, o precursor de uma série de modelos derivados de produtos de série com características, até então, exclusivas de carros-esporte. No Brasil, a RS2 foi apresentada oficialmente no Salão Internacional do Automóvel, em fins de 1994, como a perua mais rápida do mundo. A comercialização dela começou em maio de 1995.

A quattro GmbH, que fabrica os modelos Audi S e RS, foi fundada em 1983 como uma subsidiária da AUDI AG.  Ela começou comercializando acessórios e iniciou a individualizar carros em 1995. Em 1996, passou a ser a fabricante dos modelos de alta performance da Audi, produzidos com a marca Audi Sport. A empresa hoje tem duas fábricas, em Neckarsulm e Ingolstadt.

1994 – Audi RS 2 Avant

A Audi abre um novo caminho

Apresentado em 1994, o Audi RS 2 Avant foi um desbravador – o primeiro carro-esporte de alto desempenho do mundo com espaço para cinco ocupantes e um grande compartimento de bagagem. O design externo diferenciado e o interior com acabamento refinado também eram dignos de nota.  Seu motor turbo de cinco cilindros com 2,2 litros gerava 315 cv, acelerando o RS 2 Avant da imobilidade a 100 km/h em apenas 5,4 segundos e levando-o até 262 km/h. A Porsche AG, que atuou como parceira no desenvolvimento e produção do carro, fornecia peças como freios e rodas.

O RS 2 Avant não demorou a chegar ao Brasil: apresentado no Salão do Automóvel de 1994, começou a ser vendido no país no ano seguinte.

1996 – Audi S6 plus

O primeiro carro da quattro GmbH

O Audi S6 plus ainda não ostentava o emblema RS, mas foi o primeiro modelo manufaturado pela quattro GmbH. Ele tinha um V8 com 4,2 litros e 326 cv e câmbio manual de seis velocidades. A arrancada até 100 km/h tomava 5,6 segundos. Apesar do S6 plus também ser oferecido como sedã, a maioria dos compradores optou pela versão Avant (perua).

2000 – Audi RS 4 Avant

Motor compacto e muita potência

O desenvolvimento do primeiro RS 4 Avant também envolveu um parceiro, a empresa inglesa Cosworth Technology Ltd. Juntamente com a quattro GmbH, a empresa inglesa ajudou a elevar a potência do V6 biturbo de 2,7 litros para 380 cv. O resultado foi uma arrancada de 0 a 100 km/h em 4,9 segundos. A procura pelo RS 4 Avant foi tão alta que a Audi teve que dobrar o volume de produção inicialmente planejado.

2002 – Audi RS 6

A força do turbo num grande V8

O Audi RS 6 teve sua apresentação em 2002, oferecido tanto como sedã como na versão Avant. Seu V8 4,2 litros, alimentado por dois turbocompressores, gerava 450 cv. A Cosworth se encarregava da montagem do motor de cinco válvulas por cilindro. Com o câmbio tiptronic de cinco marchas de série, o Audi RS 6 acelerava de 0 a 100 km/h em 4,7 segundos. Ao mesmo tempo, o sistema Dynamic Ride Control (DRC – controle dinâmico de rodagem), também fazia sua estreia. O RS 6 plus chegou em 2004, com potência de 480 cv e velocidade máxima de 280 km/h.

2005 – Audi RS 4

Dinamismo em três formatos

A segunda geração do RS 4 apareceu em 2005, inicialmente como sedã e Avant e, posteriormente, como Cabriolet.  O motor era o totalmente novo V8 de 4,2 litros e alta rotação. A unidade com injeção direta e aspiração natural gerava 420 cv.  O RS 4 Sedan saltava de 0 para 100 km/h em 4,8 segundos.  Entre seus destaques tecnológicos estavam a tração quattro com a nova distribuição assimétrica de torque e freios de cerâmica reforçados com fibra de carbono opcionais.

2008 – Audi RS 6

O mais potente Audi produzido em série

O RS 6 2008 era o carro da Audi produzido em série mais potente até então. Seu

V10 biturbo com cinco litros de cilindrada tinha 580 hp – o suficiente para uma arrancada até 100 km/h em 4,6 segundos e velocidade máxima de 280 km/h. As duas linhas de equipamento “plus” que se seguiram, em 2010, permitiam uma velocidade máxima de 303 km/h. Um câmbio tiptronic de seis marchas com trocas rápidas transmitia a força do motor para o sistema de tração quattro. A segunda geração do RS 6 foi oferecida nas versões sedã e Avant.

2011 – Audi RS 3 Sportback

Potência em forma compacta

Com o RS 3 Sportback, a Audi trouxe a filosofia RS para o segmento dos carros compactos premium. O motor turbo 2,5 litros, com cinco cilindros, gerava 340 hp, consumindo pouco mais de nove litros de gasolina por 100 quilômetros rodados. O trem de força incluía um câmbio S tronic de sete velocidades extremamente confiável e uma embreagem hidráulica de discos múltiplos no sistema de tração. O RS 3 Sportback acelerava de 0 a 100 km/h em 4,6 segundos. Para-lamas de polímero reforçado com fibra de vidro (CFRP) comprovavam a filosofia de projeto com peso reduzido da quattro GmbH.

Fonte: Departamento de Comunicação Audi do Brasil

Christian Marxen

Gerente de Comunicação Audi do Brasil

Charles Marzanasco

Supervisor de Imprensa Produto

Imagem Corporativa

www.imagemcorporativa.com.br

Gladys de Paula

Coordenadora de Comunicação

Estefânia Basso

Analista sênior de Comunicação

Rafael Lopes

Analista de Comunicação

Comente aqui


Audi ultrapassou meta de entregas em 2014

Audi-Chef Stadler bei Bilanzpressekonferenz: ?2014 mehr geliefert als versprochen?

  • Grupo Audi 2014: receitas de mais de €50 bilhões, lucro operacional acima de €5 bilhões, retorno operacional sobre as vendas de 9,6%
  • Alto nível de solidez financeira demonstrada por fluxo de caixa líquido de €3 bilhões e lucro antes de impostos de aproximadamente €6 bilhões
  • CEO da Audi, Rupert Stadler: “Após um início muito positivo este ano, pretendemos obter um novo recorde de vendas em 2015”
  • Diretor Financeiro, Axel Strotbek: “O retorno operacional sobre as vendas alcançou a parte superior do corredor da meta estratégica apesar das altas despesas antecipadas”
  • Membro Conselho de Administração para Desenvolvimento Técnico da Audi, Ulrich Hackenberg: “Os novos Audi Q7, Audi R8 e Audi A4 são os realces da nossa iniciativa para novos modelos em 2015”
  • Membro do Conselho Administrativo para Recursos Humanos, Thomas Sigi: “Fortaleceremos nossos conhecimentos e experiência em 2015 com 6.000 novos funcionários no mundo todo”

Ingolstadt, 10 de março de 2015 – Com um novo recorde de entregas de mais de 1,74 milhões de automóveis, a Audi pela primeira vez aumentou suas receitas para mais de €53 bilhões em 2014. O lucro operacional somou €5.15 bilhões e o retorno operacional sobre as vendas de 9,6% ficou acima da média da meta estratégica de oito a dez por cento. Após considerar o maior resultado financeiro, o lucro antes de impostos aumentou para aproximadamente €6 bilhões.

O retorno sobre as vendas antes de impostos foi de 11,1%. Até 2020, a Audi planeja expandir sua linha de produtos para 60 modelos. A marca investirá, portanto mais de €24 bilhões em novos produtos e tecnologias até 2019, e está continuamente expandindo sua rede global de produção. Globalmente, o Grupo Audi planeja recrutar mais de 6.000 novos funcionários em 2015, para fortalecer sua força de trabalho com especialistas, conforme ela avance na sua trajetória de crescimento estratégico. A empresa pretende entregar mais carros premium do que no ano anterior em 2015.

Durante a Conferência Anual de Imprensa realizada na sede da montadora, em Ingolstadt, nesta terça-feira, a AUDI AG apresentou suas principais cifras para o ano financeiro de 2014 e uma perspectiva para 2015. O CEO da Audi, Rupert Stadler, declarou que, “Entregamos mais em 2014 do que o prometido. Após um início muito positivo de ano, pretendemos obter um novo recorde para vendas em 2015.” Este ano, a empresa irá começar o próximo estágio da sua iniciativa de novos modelos com o novo Audi Q7, o novo Audi R8 e a nova família Audi A4.

A Audi apresentou bons resultados em 2014, apesar de um ambiente de mercado heterogêneo e aumentou suas vendas unitárias em todas as regiões. A empresa de Ingolstadt estabeleceu novos recordes de entregas em um total de 50 países. Em termos globais, foram vendidos 1.741.129 automóveis da Audi para os seus clientes (2013: 1.575.480), representando um aumento de 10.5% (2013: 8,3%). A Audi, portanto superou significativamente sua meta original de vendas de 1.7 milhões de automóveis. O Grupo Audi aumentou suas receitas para €53.787 milhões (2013: €49.880 milhões): um crescimento de 7,8% se comparado com o ano anterior.

Apesar das altas despesas antecipadas para a expansão das estruturas de produção internacionais assim como para novo modelos e tecnologias – em particular para cumprir as cada vez mais estritas regulamentações para emissões de CO2 no mundo todo – o Grupo Audi aumentou seu lucro operacional em 2,4 % para €5.150 milhões (2013: €5.030 milhões). Ao mesmo tempo, a empresa investiu aproximadamente €4,5 bilhões em 2014, quase €1 bilhão a mais do que em 2013. O retorno operacional sobre as vendas foi de 9,6 % (2013: 10.1 %), ficando assim na parte acima da meta estratégica de oito a dez por cento.

As  despesas do Grupo Audi com vendas aumentou a uma taxa inferior do que as receitas: mais 5.5% para €4.895 milhões (2013: €4.641 milhões), embora a empresa tenha entregue significativamente mais automóveis para seus clientes e fornecido às suas concessionárias inúmeros novo modelos.

O resultado financeiro de €841 milhões foi significativamente maior do que em 2013 (€293 milhões). Ele inclui a participação da Audi no lucro operacional do empreendimento conjunto chinês FAW-VW Automotive Company, que está consolidado no patrimônio líquido. De forma geral, o Grupo Audi aumentou seu lucro antes de impostos em cerca de 12,5% para €5.991 milhões (2013: €5.323 milhões). O retorno sobre as vendas antes de impostos melhorou de 10,7% em 2013 para 11.1% no ano passado, provendo maiores indícios da lucratividade da empresa.

O Membro do Conselho Administrativo para Finanças, Axel Strotbek, declarou para aproximadamente 350 jornalistas em Ingolstadt: “Nossos principais resultados financeiros mostram que estamos nos preparando de forma sistemática para o futuro e ainda assim, operando de forma bastante lucrativa.” Apesar dos altos níveis de despesas antecipadas, a empresa obteve um retorno operacional sobre as vendas acima da média da meta, estipulada entre oito e dez por cento.

De janeiro a dezembro de 2014, a Audi investiu quase 25% mais do que no ano anterior, estabelecendo um novo recorde com uma quantia de mais de €4,5 bilhões. Até 2019, a empresa planeja investir um total de €24 bilhões. O foco será as inovações técnicas e novos modelos. Além disso, a fabricante de automóveis premium pretende expandir suas estruturas de produção no mundo todo. Mais uma vez, todos os investimentos deverão ser financiados a partir do fluxo de caixa das atividades operacionais.

“Tendo em vista o nosso iminente investimento recorde, manteremos nosso foco sistemático na eficiência, porque desejamos obter um fluxo de caixa líquido de mais de €2 bilhões em 2015,” declarou Strotbek. Apesar do maior investimento, o fluxo de caixa líquido de €3 bilhões em 2014 foi apenas ligeiramente inferior do que a cifra verificada no ano anterior, de €3,2 bilhões.

No dia 31 de dezembro de 2014, a liquidez do Grupo Audi somou €16,3 bilhões e foi assim €1,6 bilhões superior à cifra de €14,7 bilhões um ano antes.

Até 2020, a Audi pretende expandir sua linha de produtos dos atuais 52 para 60 modelos. Durante a Conferência Anual de Imprensa, o Membro do Conselho Administrativo para Tecnologia Ulrich Hackenberg explicou que, “Os novos modelos Audi Q7, Audi R8 e Audi A4 são os realces da nossa iniciativa para novos modelos em 2015.” A empresa continuará a emocionar seus clientes no mundo todo com tecnologias pioneiras e automóveis progressivos com o DNA esportivo da Audi.

No início deste ano, a Audi apresentou o novo Audi Q7 em Detroit; esse SUV é até 325 quilogramas mais leve do que o seu predecessor e cerca de 26% mais eficiente. O novo Audi Q7 e-tron quattro debutou durante o Salão do Automóvel de Genebra na semana passada. Ele é o primeiro híbrido conectado com um motor diesel e a transmissão quattro. Nos próximos anos, a Audi eletrificará sistematicamente as unidades de tração de todo o ser portfolio de modelos.

A Audi é pioneira em direção pilotada. A empresa tem demonstrado continuamente que domina completamente essas complexas tecnologias. Em outubro de 2014, um carro conceitual com direção pilotada, o Audi RS 7, deu uma volta na pista de corridas de Grand Prix em Hockenheim – sem motorista e a velocidades de até 240 km/h. No início de janeiro, a marca estabeleceu um novo recorde. Jornalistas viajaram aproximadamente 900 km do Vale do Silício, na Califórnia, até a Consumer Eletronics Show de Las Vegas em um Audi no modo de direção pilotada. O carro conceitual com direção pilotada, Audi A7 Sportback, apresentou um excepcional desempenho nesse teste de longa distância sob condições reais cotidianas. A Audi assim demonstrou mais uma vez que suas tecnologias de direção pilotada estão prontas para a produção em série.

As inovações se baseiam nas ideias dos funcionários. A empresa, portanto fortaleceu suas equipes de especialistas nos campos de construção leve, conectividade e mobilidade elétrica mais uma vez no ano passado: “Recrutamos cerca de 4.500 novos funcionários na Alemanha,” disse Thomas Sigi, Membro do Conselho Administrativo para Recursos Humanos. “Com o know-how desses colaboradores, moldaremos a mobilidade do futuro e proveremos um novo ímpeto para a empresa.”

Enquanto isso, mais de 80.000 pessoas trabalham para o Grupo Audi no mundo todo. A empresa ampliou seu quadro em cerca de 5.732 funcionários em 2014. Durante a Conferência Anual de Imprensa, o Conselho Administrativo da Audi agradeceu todos os funcionários pelos seus grandes esforços e compromisso. Mais uma vez, a AUDI AG está permitindo que sua força de trabalho participe do sucesso da empresa no ano anterior: Os funcionários nas unidades na Alemanha pagos de acordo com acordos de negociação coletiva receberão um bônus médio por participação nos lucros de €6.540.

Para fortalecer sua força de trabalho com pessoal qualificado conforme ela avance na sua trajetória de crescimento estratégico, a Audi continuará a recrutar em 2015. Apenas na Alemanha, a marca pretende acrescentar 4.000 novos funcionários ao seu quadro de colaboradores este ano; no mundo todo, mais de 6.000 novos funcionários incrementarão o lema da marca “Vorsprung durch Technik.”

A empresa planeja manter seu crescimento em 2015 e entregar significativamente mais automóveis do que em 2014. Um fator desafiador a esse respeito é que é difícil prever qual será o ambiente econômico em 2015. Ao mesmo tempo, a Audi possui crescentes despesas antecipadas para novas instalações de produção, tecnologias inovadoras e carros atraentes. Um outro fator é um aumento significativo na intensidade da concorrência em mercados chave e a mudança tecnológica na indústria automotiva em direção a sistemas de acionamento alternativos, em particular para cumprir as regulamentações para emissões de CO2 cada vez mais estritas no mundo todo.

Juntamente com o crescimento almejado em termos de vendas unitárias, as receitas do Grupo Audi também crescerão, dependendo das condições econômicas de forma geral. Mais uma vez, a empresa antecipa um retorno operacional sobre as vendas dentro do corredor da meta estratégica de oito a dez por cento.

Para apoiar a qualidade da sua estratégia de crescimento, a empresa tem ampliado há muitos anos sua eficiência e otimizado seus custos. A Audi também trabalha continuamente para melhorar a qualidade das suas receitas.

Fonte: Departamento de Comunicação Audi do Brasil

Christian Marxen

Gerente de Comunicação Audi do Brasil

Charles Marzanasco

Supervisor de Imprensa Produto

Imagem Corporativa

www.imagemcorporativa.com.br

Gladys de Paula

Gerente de Comunicação

Estefânia Basso

Analista sênior de Comunicação

Renata Tersiote

Analista de Comunicação

Comente aqui


Fábrica da Audi usa robôs para mover carros

AU150109_medium

  • Sistema de transporte sem condutor está em fase piloto na área de logística
  • Membro do Conselho Administrativo da Audi para Produção, Prof. Dr. Hubert Waltl: “Tecnologia inteligente para garantir mais eficiência e melhor ergonomia”

Ingolstadt, 6 de março de 2015 – A Audi está testando sistemas para a fábrica inteligente do futuro: em fase piloto na planta da  marca em Ingolstadt  desde fevereiro, dois robôs transportam carros de forma independente da área de produção para uma área de armazenamento provisório. Dali, eles colocam os modelos triados da Audi na devida posição de acordo com seus destinos de embarque, para que os funcionários de logística possam, então, carregá-los em vagões de trem. Agora, a  Audi está preparando a primeira aplicação industrial dos sistema robótico e examinando áreas adicionais para sua aplicação

O transporte autônomo dos nossos automóveis nos permite eliminar longas distâncias de caminhada para os nossos funcionários e melhorar a ergonomia do trabalho”, diz o Prof. Dr. Hubert Waltl, Membro do Conselho Administrativo para Produção da AUDI AG. “Sistemas como esse também têm o potencial de aumentar significativamente a eficiência dos nossos processos.”

A ideia de utilizar os robôs com o nome “Ray” veio da empresa bávara Serva Transport Systems e lhe rendeu uma nomeação para o prêmio German Founder Award, em 2013. Ray é um robô de movimento livre e altamente flexível. Ele tem uma estrutura  de seis metros de cumprimento  por três de largura que usa sensores para determinar e se ajustar à  posição e às dimensões de um carro. O robô, então, agarra cuidadosamente as rodas,  erguendo o carro em até  10 centímetros. Um software de controle prevê, então, um espaço onde  Ray estacionará o carro. Com esse processo,  automóveis com até 5.3 metros de comprimento podem ser movidos rapidamente e armazenados temporariamente economizando  espaço. Assim que há um número suficiente de carros disponíveis em nível de triagem para algum destino, o robô os leva até o local de embarque.

Fonte: Departamento de Comunicação Audi do Brasil

www.audi-imprensa.com.br

Christian Marxen

Gerente de Comunicação Audi do Brasil

Charles Marzanasco

Supervisor de Imprensa Produto

Imagem Corporativa

www.imagemcorporativa.com.br

Gladys de Paula

Gerente de Comunicação

Estefânia Basso

Analista sênior de Comunicação

Renata Tersiote

Analista de Comunicação

Comente aqui


Apesar de queda do mercado premium, Audi cresce 10% em fevereiro

 MG_9976

  • Empresa entregou 1.223 carros para os clientes no mês de fevereiro
  • Apesar de mercado desafiador, Audi se mantém otimista e reforça que investimento é em longo prazo
  • Montadora passa a produzir o A3 Sedan localmente no segundo semestre deste ano

São Paulo, 6 de março de 2015 – Fevereiro foi um mês desafiador para o setor automotivo premium  no Brasil: com menos dias úteis, o feriado do Carnaval e economia volátil, o segmentoapresentou números negativos no comparativo mensal com o ano anterior. No entanto, a crise não tem afetado à Audi: a marca registrou crescimento de 10% nas vendas no comparativo com o mesmo mês do ano passado. Foram comercializados 1.223 veículos no varejo, garantindo que a marca se tornasse a líder de entregas no segmento premium neste período. 

O número garante à marca a continuidade do seu plano de crescimento no Brasil e é um resultado importante no alcance da meta de vendas de 2015, que busca um crescimento de dois dígitos no resultado ante o ano anterior. Em 2014, a montadora registrou seu melhor ano no país: foram 12.488 carros vendidos, um crescimento de quase 90% quando comparado com os resultados do ano de 2013.

O presidente e CEO da Audi do Brasil, Jörg Hofmann, comenta os resultados: “Sabemos que o cenário atual é desafiador, mas fevereiro comprova que nosso otimismo não é infundado. A nossa crença, de que há um excelente potencial para a marca no Brasil, se mantém” comenta o executivo. “Lideramos as vendas em um mês difícil e estamos muito empolgados com este ano, já que temos uma série de lançamentos programados e a chegada do A3 Sedan nacional. A Audi está no caminho certo para ser a marca premium número 1 do país”, reforça o executivo.

Em 2015, a marca dará continuidade aos investimentos que vem realizando no Brasil, com a abertura  de 10 concessionárias e lançamentos de novos modelos, como o TT, carro icônico da marca, e as novas versões do A6, A7 e Q3. Além disso, a montadora alemã irá inaugurar o novo Centro de Treinamento e finalizará a ampliação do Centro de Distribuição de Peças. Ainda este ano, a Audi inicia a produção no Brasil do A3 Sedan em São José dos Pinhais, e, a partir de 2016, produzirá a Q3.

Fonte: Departamento de Comunicação Audi do Brasil

Christian Marxen

Gerente de Comunicação Audi do Brasil

Charles Marzanasco

Supervisor de Imprensa Produto

Imagem Corporativa

www.imagemcorporativa.com.br

Gladys de Paula

Gerente de Comunicação

Estefânia Basso

Analista sênior de Comunicação

Renata Tersiote

Analista de Comunicação

Comente aqui


Audi Center São Luís é inaugurada na capital do Maranhão

 a3sedan

  • Abertura da revenda integra o plano de expansão da marca alemã no Brasil
  • Audi passa a contar com concessionárias em todas as capitais do Nordeste

São Paulo, 4 de março de 2015 – A capital do Maranhão recebe no dia 5 de março o evento que marca a inauguração da  Audi Center São Luís, a primeira loja da Audi na cidade.  A concessionária, que é  fruto de uma parceria com o Grupo Linhares, que também é  representante da montadora em Fortaleza, irá oferecer o portfólio completo da marca, do A1 ao R8, e serviços de pós-vendas. A abertura da loja integra ainda o plano de expansão da Audi no Brasil, que deverá alcançar 67 pontos de vendas em 2017.

“O ritmo de expansão de abertura de novas concessionárias está em linha com o plano de crescimento da marca no Brasil. Nosso objetivo é vender 30 mil carros anualmente no mercado até 2020. Queremos garantir presença em todas as regiões do país, com pontos estratégicos para a marca, como em São Luís,  para nos dar ainda mais força para alcançar a nossa meta”, ressalta  Jörg Hofmann, presidente e CEO da Audi do Brasil.

O Nordeste é importante para os negócios da marca: três das 13 novas concessionárias inauguradas no Brasil em 2014,  incluindo a de São Luís, estão localizadas na região. No ano passado, a marca foi líder de vendas no Nordeste no segmento premium e, com estas inaugurações, a Audi passa a ter revendas em todos os estados nordestinos.

Além disso, São Luís é uma cidade importante no cenário automotivo do Maranhão e do país. Segundo dados do Detran MA, em pouco mais de 10 anos, a frota de veículos da capital cresceu 224%, passando de 99.759, em 2001, para 323.271, em 2013.

George Lima, diretor comercial da Audi Center São Luís, destaca que a inauguração da revenda representa mais um importante passo da montadora alemã no mercado nordestino, que possui demanda crescente por automotivos premium. “São Luís e região têm grande potencial de mercado para este segmento e a abertura da loja não só trará à cidade os modelos mais desejados da Audi, mas também um serviço de  pós-venda de excelência”, comenta.

A Audi Center São Luís

Na loja, os clientes podem adquirir todos os modelos do porftolio da Audi, desde o compacto A1 até o super esportivo R8, como o premiado Audi S3 Sedan, que foi eleito o  Carro Premium do Ano 2015, no renomado prêmio Carro do Ano da Auto Esporte. Outra opção é o Audi RS Q3, que foi escolhido o Utilitário Premium do Ano 2015 na mesma premiação.  O A3 Sedan também é uma das opções e o modelo, lançado no início de 2014 no Brasil, foi reconhecido pelos 52 jurados de 11 países do prêmio Americar como Melhor Importado da América Latina e votado como Melhor Carro Importado até R$ 150.999,00.

Um outro importante benefício para o público de São Luís e região é o serviço de pós-vendas completo que chega à cidade, facilitando o atendimento aos clientes. Também, na nova loja estarão à disposição as linhas da Audi Accessories, de acessórios para os veículos e da Audi Collection, itens de merchandising para os apaixonados pela marca. Os visitantes da Audi Center São Luís poderão realizar ainda um test drive e vivenciar a experiência única de pilotar um modelo da Audi.

Investimentos da Audi no Brasil

A Audi do Brasil está aportando R$500 milhões em uma produção local, que terá início no segundo semestre de 2015 em São José dos Pinhais. Os modelos que serão produzidos no Brasil serão o A3 Sedan, a partir do segundo semestre de 2015 e o SUV Q3, a partir de 2016.

Além disso, a montadora alemã está investindo em pós-vendas no país. A partir de junho deste ano, a Audi passa a contar com um Centro de Peças com  capacidade 117% maior do que a atual. Também em 2015, a Audi terá um novo centro de treinamento técnico e não-técnico, garantindo um atendimento cada vez melhor e funcionários completamente capacitados nas concessionárias.

Serviço

Audi Center São Luís

Endereço: Avenida Daniel de La Touche, número 2000

Bairro Cohama, São Luís – Maranhão

Horário de funcionamento:

08 às 19h (seg a sex).

08 às 12h sábado às 14h

Telefone: 98 3311 0390

Facebook: https://www.facebook.com/AudiCenterSaoLuis

Intagram: audicentersaoluis

Fonte: Departamento de Comunicação Audi do Brasil

Christian Marxen

Gerente de Comunicação Audi do Brasil

Charles Marzanasco

Supervisor de Imprensa Produto

Imagem Corporativa

www.imagemcorporativa.com.br

Gladys de Paula

Gerente de Comunicação

Estefânia Basso

Analista sênior de Comunicação

Renata Tersiote

Analista de Comunicação

Comente aqui


Audi apresenta o novo R8: modelo esportivo está ainda mais avançado

  • A segunda geração do carro esporte de alta performance estreia em Genebra
  • Motor 5.2 FSI com até 610 cv e 0 a 100 km/h em 3,2 segundos
  • Nova estrutura multimateriais Audi Space Frame conta com alta proporção de alumínio e polímeros reforçados com fibra de carbono (CFRP)

 

Ingolstadt, 26 de fevereiro de 2015 – Nenhum modelo com o emblema dos quatro anéis está mais perto das competições de automobilismo, nem provoca mais impacto e é mais dinâmico. A Audi apresenta no Salão de Genebra a segunda geração do seu esportivo de alto desempenho, o R8. O motor V10 central e uma nova transmissão integral permanente quattro asseguram um empolgante desempenho, especialmente na versão topo de linha com 610 cv, que alcança 100 km/h em apenas 3,2 segundos e 330 km/h de velocidade máxima.

Um motor central de alta rotação com desempenho impressionante, o conceito de construção de baixo peso e um chassi extremamente dinâmico, com sistema de tração integral quattro e controle de torque totalmente variável – isso é o que faz do R8 um destaque no portfolio da Audi. O carro esportivo de alto desepemnho foi mais uma vez desenvolvido completamente desde o primeiro traço. Ele é mais firme, mais impactante e mais fascinante, tanto nas pistas de corrida como nas estradas.

“O automobilismo está presente no DNA da Audi e sempre foi um item importante na construção da personalidade da nossa marca”, afirma o Prof. Dr. Ulrich Hackenberg, membro do Conselho da Audi AG para o Desenvolvimento Técnico. “Com o novo Audi R8, nossos engenheiros estão trazendo a experiência desenvolvida nas pistas de corrida para a estrada. Nenhum outro modelo nosso gera mais emoção do ponto de vista dinâmico. Por isso, a segunda geração do R8 V10 plus é o modelo de produção em série mais potente e veloz feito pela Audi em todos os tempos”. Graças à estreita colaboração entre os engenheiros de competição, pilotos de corrida e desenvolvedores, o Audi R8 apresenta um nítido aumento de desempenho. Isso beneficia tanto o carro produzido em série como o modelo de competição R8 LMS desenvolvido com base nele.

Os motores: 10 cilindros em duas versões

O motor 5.2 FSI é oferecido em duas versões, uma com 540 cv e outra, ainda mais esportiva, com 610 cv. O modelo topo de linha acelera de 0 a 100 km/h em apenas 3,2 segundos, atingindo velocidade máxima de 330 km/h. O som do motor V10 aspirado, cujo torque máximo é alcançado a 6.500 rpm, está ainda mais potente. A transmissão S tronic de sete velocidades e o sistema de tração integral quattro especialmente desenvolvido transmitem a força para as rodas.  A distribuição do torque de tração se adapta às condições de condução. Em casos extremos, 100 % do torque podem ser direcionados aos eixos dianteiro ou traseiro. O novo modo “performance” no sistema Audi drive select dynamic handling permite a adaptação dos parâmetros de condução dinâmica mais importantes ao coeficiente de atrito da pista.

Construção leve: peso líquido de apenas 1.454 kg

O modelo topo de linha, o R8 V10 plus, tem peso líquido de 1.454 quilos.  Apesar de muitos equipamentos adicionais e de sua maior rigidez, o novo Audi R8 pesa até 50 quilogramas menos que seu precursor.  A estrutura multimaterial Audi Space Frame (ASF) garante o baixo peso e uma ótima distribuição de carga entre os dois eixos. A combinação do alumínio com plásticos reforçados com fibra de carbono (CFRP) na estrutura Audi Space Frame abre novas perspectivas com relação ao peso, rigidez e comportamento em colisões. O assoalho aerodinâmico, que inclui um longo difusor, aumenta a força vertical e a aderência. Também o chassi, com sua suspensão com duplos braços em V, demostra a proximidade do Audi R8 com o automobilismo esportivo.

Design: baixo, largo, muscular

O design reflete a poderosa personalidade esportiva do R8. Um item visual diferenciado, que também proporciona maior segurança, são os faróis de LED de série. Para um campo de visão ainda maior e maior intensidade luminosa, a Audi oferece como opção o projetor laser para o farol alto, complementado pelos indicadores dinâmicos de direção na dianteira. Os sinalizadores dinâmicos traseiros são equipamento de série.

No novo cockpit virtual da Audi, os mostradores são digitais. Os controles mais importantes estão agrupados em conjuntos de botões no volante. No interior, o motorista tem a impressão de estar dentro de um carro de corrida. Os controles do ar-condicionado reforçam a simplicidade do painel de controle, com efeito flutuante. O sistema MMI navigation plus com MMI touch é standard.

Nova fábrica da quattro GmbH: produção nas instalações de “Böllinger Höfe”.

O novo Audi R8 é fabricado em uma nova instalação da quattro GmbH especialmente construída para o carro esportivo: a “Böllinger Höfe”, em Heilbronn. Uma elaborada tecnologia de manufatura garante a típica qualidade Audi.

Especializados: o Audi R8 e-tron e o Audi R8 LMS

A segunda geração do Audi R8 serve como base para mais modelos. A última versão do carro esporte elétrico de alta performance R8 e-tron tem 462 cv de potência e 920 Nm de torque. Ele acelera da imobilidade a 100 km/h em 3,9 segundos.  Graças a novas células de baterias, o alcance pode ser mais do que dobrado em comparação com a primeira versão, que agora ultrapassa 450 quilômetros.

O novo carro de corrida Audi R8 LMS foi desenvolvido com base nos regulamentos da categoria GT3 que deverão entrar em vigor em todo o mundo a partir de 2016. Durante este ano, ele já será desenvolvido na fábrica.  Apesar do grande aumento de desempenho, cerca de 50 por cento dos componentes são os mesmos do carro produzido em série.

Fonte:

Departamento de Comunicação Audi do Brasil

Christian Marxen

Gerente de Comunicação Audi do Brasil

Charles Marzanasco

Supervisor de Imprensa Produto

Imagem Corporativa

www.imagemcorporativa.com.br

Gladys de Paula

Gerente de Comunicação

Estefânia Basso

Analista sênior de Comunicação

Renata Tersiote

Analista de Comunicação

Comente aqui


Esportivo e elegante, versátil e conectado – Prologue Avant, o carro de exibição da Audi

Audi prologue Avant

  • Nova interpretação da filosofia Avant será exposta no Salão de Genebra
  • Arquitetura infotainment e conceito de entretenimento revolucionário
  • Acionamento híbrido de alto desempenho com 455 cv e 750 Nm de torque

Ingolstadt, 25 de fevereiro de 2015 – Design com elegância dinâmica e tecnologias de ponta mais atuais: o carro de exibição da Audi modelo Avant Prologue com teto alongado que a marca está apresentando no Salão do Automóvel de Genebra lança um olhar sobre o futuro e traz nova linguagem de design cheia de emoções, que a Audi já havia iniciado com seu estudo sobre o modelo cupê, o Prologue.

Um olhar sobre o futuro

Em novembro de 2014, durante o Salão do Automóvel de Los Angeles, a Audi apresentou o carro conceitual Audi Prologue, lançando um olhar sobre a futura linguagem de design da marca. Apenas quatro meses depois, a fabricante de veículos premium está exibindo no Salão do Automóvel de Genebra uma variante do seu conceito visionário. O novo Audi Prologue Avant combina dinâmica, forma e função em uma síntese perfeita. Com comprimento de 5,11 metros e uma largura de 1,97 metros, o carro de cinco portas com conceito pioneiro de carroceria se posiciona na classe de automóveis de luxo. Ao mesmo tempo, oferece esportividade e variabilidade inconfundíveis. A tecnologia está se tornando uma experiência, tanto por fora quanto por dentro: o motorista e até três passageiros podem desfrutar um interior luxuoso e se manterem conectados de forma digital graças a uma arquitetura de infotainment de última geração e à tecnologia Connect.

Arquitetura e operação unidas

O interior luxuoso foi mantido em tons escuros e, aqui também, o carro de exibição oferece uma nova experiência: a arquitetura de linhas retas forma um todo com seu conceito de display e controle. A consistente parte frontal do painel de controle é composta de três telas sensíveis ao toque. Além disso, o motorista e até três passageiros podem estabelecer uma comunicação digital por meio de duas telas OLED feitas de LEDs orgânicos. As telas OLED extremamente esguias e destacáveis na parte traseira – derivadas do tablet da Audi disponível no novo Audi Q7 – oferecem aos passageiros informações e entretenimento sob demanda.

Tecnologia mais próxima da produção em série

O modelo Avant Prologue da Audi usa tecnologia mais próxima da produção em série. É equipado com o acionamento híbrido de conexão rápida do Audi Q7 e-tron quattro, que alcança um desempenho ainda maior no carro de exibição. Os 335 kW (455 cv) da potência de saída do sistema gerados de forma combinada pelo motor 3.0 TDI e pelo motor elétrico fazem o carro acelerar de 0 a 100 km/h (62,1 mph) em 5,1 segundos. O alcance com acionamento puramente elétrico é de 54 quilômetros (33,6 milhas). O chassi é equipado com suspensão a ar adaptativa e sistema de direção com tração nas quatro rodas dinâmico – combinando conforto, esportividade, dirigibilidade e estabilidade em um novo nível de desempenho.

Fonte: Departamento de Comunicação Audi do Brasil

Christian Marxen

Gerente de Comunicação Audi do Brasil

Charles Marzanasco

Supervisor de Imprensa Produto

Imagem Corporativa

www.imagemcorporativa.com.br

Gladys de Paula

Gerente de Comunicação

Estefânia Basso

Analista sênior de Comunicação

Renata Tersiote

Analista de Comunicação

Comente aqui


Audi abre sua primeira concessionária em Cuiabá


 

  • Audi Center Cuiabá contará com 11 modelos da marca expostos, entre eles o premiado A3 Sedan
  • Inauguração integra plano de expansão da empresa no mercado brasileiro

São Paulo, 24 de fevereiro de 2015 – A Audi irá inaugurar sua primeira loja na capital do Mato Grosso, no próximo dia 26. Além do showroom com diversos modelos, a concessionária contará com serviço de pós-vendas, que seguirá o padrão de excelência em atendimento da Audi no mundo. A revenda é a quarta da marca no Centro-Oeste, importante mercado para a companhia no Brasil.

“A Audi Center Cuiabá potencializará a presença da Audi na região, que vem apresentando demanda crescente por veículos premium, especialmente por modelos da marca. Por isso, a primeira loja da Audi na capital do Mato Grosso é essencial para a estratégia de crescimento da marca no país, que visa garantir presença em todo o Brasil, principalmente em mercado potenciais como Cuiabá”, comenta Jörg Hofmann, presidente e CEO da Audi do Brasil. Dados de mercado apontam que a região Centro-Oeste foi a que mais apresentou crescimento do mercado automotivo, com alta de mais de 68%.

Serão 11 modelos Audi expostos no showroom da concessionária, mas todos os veículos do atual portfólio da marca serão comercializados na loja. Entre eles o A3 Sedan, que vem sendo reconhecido pelas principais premiações do setor automotivo. Somente em 2014, o primeiro sedã compacto premium do mundo, que  tem motor forte e eficiente, além da excelência na tecnologia de baixo peso e sistemas de assistência ao motorista,  conquistou o Americar, promovido pela Associação América Latina de Imprensa de Carros,  o  10 Best da Car & Driver como Melhor Sedã Premium e, mais recentemente, foi eleito o Melhor Carro Importado no Prêmio Top Car TV.

“O A3 Sedan é uma das grandes apostas para a região por ser um modelo que oferece tecnologia e sofisticação a um preço competitivo”, destaca Hanna Ferrante, gerente geral da Audi Center Cuiabá.  A loja será comandada pelo Grupo Saga, que também é o representante da Audi em Uberlândia, MG.

Na concessionária os clientes poderão encontrar ainda toda a linha da Audi Accessories, para customização dos modelos, além de contar com o conhecimento técnico de consultores qualificados e treinados pela marca.

A Audi, além de promover a expansão da sua rede, que deverá chegar a 50 lojas no país em 2015, também está investindo na produção local no Brasil, que terá início no segundo semestre de 2015 em São José dos Pinhais, no Paraná, com investimentos de R$ 500 milhões para produzir o A3 Sedan e o SUV Q3. No ano passado, a marca bateu recorde histórico de vendas no Brasil, crescendo acima da média de mercado no segmento em que atua: foram 12.488 carros entregues, registrando um aumento de 86,6% nas vendas.

Serviço

Audi Center Cuiabá

Data: 26 de fevereiro de 2014

Endereço: Av. Fernando Correa da Costa, 1682

Fonte:

Departamento de Comunicação Audi do Brasil

www.audi-imprensa.com.br

Christian Marxen

Gerente de Comunicação Audi do Brasil

Charles Marzanasco

Supervisor de Imprensa Produto

Imagem Corporativa

www.imagemcorporativa.com.br

Estefânia Basso

Analista sênior de Comunicação

Renata Tersiote

Analista de Comunicação

Comente aqui