Sport Cars

Publicidade

Concessionária de Mato Grosso atinge a venda de 20 caminhões Shacman

Categorias: MERCADO

 

Veículos são utilizados para diversos tipos de cargas, com predomínio para o transporte de grãos

São Paulo (SP), 30 de setembro de  2013 - A concessionária Metro-Shacman Sorriso, no Estado de Mato Grosso, completou a venda de 20 caminhões Shacman para empresários dos setores de transportes e agronegócio dessa região do Centro-Oeste do País. Os veículos são cavalos mecânicos dos modelos TT 385 6×4 e TT 420 6×4, utilizados para aplicações diversas, especialmente o transporte de soja, cultura predominante do Estado.

Reinaldo Maluta Vieira, diretor de marketing da Metro-Shacman, dá ênfase à marca alcançada e revela a aprovação dos clientes, empresários autônomos e frotistas, que utilizam os veículos para o transporte dos mais variados tipos de cargas em diferentes configurações de implementos, especialmente bitrens de sete e nove eixos, semirreboques e pranchas para o transporte de máquinas.

O executivo salientou também que, por intermédio do programa desenvolvido com as concessionárias, a Metro-Shacman da região Centro-Oeste, mantém um programa de acompanhamento do desempenho dos veículos, assim como do nível de atendimento prestado aos clientes, em pós-venda e prestação de serviços técnicos e de peças de reposição.

Por intermédio da coordenação do departamento de engenharia, a Metro-Shacman monitora a avaliação dos veículos junto aos clientes, especialmente em desempenho e qualidade do produto, pelo predomínio de estradas sem pavimentação. “Ao longo deste ano, a engenharia da Metro-Shacman acumulou informações que confirmam a robustez dos veículos e que suas características são adequadas às condições das estradas e dos diferentes tipos de carga transportadas”, acrescenta Vieira.

De acordo com diretor de marketing, um dos pontos altos das avaliações é a relação custo-benefício, proporcionada pelo investimento realizado na aquisição dos veículos e pelo custo de manutenção e de consumo de combustível. “Em termos de consumo, os veículos apresentam a média entre 2,0 e 3,0 km/l, dependendo da aplicação, da carga transportada e do trajeto, o que consideramos altamente positivo para o mercado brasileiro”.

Fonte: 

Secco Consultoria de Comunicação

www.secco.com.br

 

Foton Aumark do Brasil quer até 5% do mercado nacional de caminhões em oito anos

Categorias: MERCADO

  • Empresa vai investir 340 milhões de reais na construção da fábrica e suas operações comerciais no Brasil.
  • Marca oferece caminhões “Premium” para o segmento de leves com preços de veículos “básicos”, valorizando a produtividade do usuário.

A Foton Aumark do Brasil, representante exclusiva no País da Beiqi Foton Motors Co. Ltd., marca de veículos comerciais, caminhões leves e pesados do Grupo BAIC na China, um dos mais importantes conglomerados industriais daquele país, vai investir 340 milhões de reais no Brasil no quinquênio 2013/17.

Nestas inversões estão previstas a construção da fábrica em Guaíba, RS, que consumirá recursos da ordem de R$ 280 milhões e, ainda, R$ 60 milhões que serão destinados às operações de armazém e distribuição logística de peças e componentes para atender aos clientes, estruturação da rede de concessionárias, além das operações comerciais e homologações de produtos.

“Cerca de 50% desse montante de R$ 340 milhões trata-se de recursos próprios e o restante será obtido por meio de financiamentos”, explica Luiz Carlos Mendonça de Barros, presidente da Foton Aumark do Brasil.

A Foton é uma das maiores montadoras de veículos do mundo em volume anual de vendas. Nos últimos quatro anos a marca comercializou, apenas na China, uma média de 650 mil caminhões por ano. Somente de um único modelo, o de 3,5 toneladas, a Foton fabrica aproximadamente 200 mil veículos por ano, um volume superior a toda indústria de caminhões no Brasil, incluindo todos os segmentos, desde 2,8 toneladas até o extrapesado de 45 toneladas.

A Foton Aumark do Brasil (FAB) é a representante no País para a importação, fabricação e comercialização dos caminhões da Marca Foton Aumark em todo território nacional e é também a responsável pela nomeação e desenvolvimento da Rede de Concessionárias da marca no País. Trata-se de uma empresa de capital 100% nacional com sede no Estado de São Paulo, no município de Várzea Paulista, local onde possui atualmente suas operações de importação, distribuição e armazém logístico de peças e componentes para os caminhões de 3,5 toneladas até a versão de 10 toneladas, além de sua concessionária própria.

Em dezembro de2012, aBeiqi Foton Motor Co Ltd e a Foton Aumark do Brasil assinaram um contrato que concedeu a representante brasileira o direito exclusivo de construir uma fábrica no País para montar os caminhões da linha AUMARK, para os segmentos de 3,5 ton; 6,5 ton; 8,6 ton; 10 ton; 13 ton; 16 ton e 24 toneladas de PBT (peso bruto total), tendo a Foton Aumark do Brasil a preferência para introduzir futuramente no mercado os caminhões da linha extrapesada.

Os caminhões da Foton estão divididos em duas famílias consideradas como linha “premium”: a família AUMARK e a família AUMAN, esta última referente aos caminhões pesados.

Os caminhões da Família AUMARK são robustos, versáteis e possuem grande quantidade de equipamentos de segurança e opcionais de conforto instalados, tais como: freios ABS, barras estabilizadoras, ar condicionado, vidros e travas elétricas, CD player, acelerador automático, projeto da cabina assinado pela Lótus, além do trem de força consagrado com motor Cummins e Caixa de câmbio ZF. “Esses produtos são líderes de mercado na China e sustentam perfeitamente a ambição e estratégia da marca para o crescimento no mercado brasileiro”, afirma Orlando Merluzzi, vice-presidente da Foton Aumark do Brasil.

De acordo Merluzzi, os caminhões leves da Família Aumark trazem para o Brasil o conceito de veículos “Premium” para o segmento. “O mercado está habituado a contar com veículos mais sofisticados com preços elevados, mas agora também é possível encontrá-los no segmento de leves, com a família Foton Aumark e preços muito atrativos”. O modelo Foton Aumark, de 3,5 toneladas, tem preço sugerido de R$ 83.000,00. “É um caminhão completo, equipado com itens de conforto, segurança e voltados para garantir melhor dirigibilidade e economia”.

Produção nacional – Com o programa INOVAR-AUTO, o Governo concedeu benefícios fiscais que incentivam as empresas a construírem suas fábricas no Brasil e com isso desfrutar dos benefícios no mercado da produção local, incluindo a elegibilidade ao programa de financiamento de varejo do BNDES/FINAME.

O Decreto do INOVAR-AUTO estabeleceu um prazo para que as empresas possam construir suas fábricas no Brasil e iniciem a produção local, tendo o compromisso junto ao Ministério da Indústria e Comércio de atingir certo índice de produção com componentes locais, o qual pode chegar até 65%.

“A Foton AUMARK do Brasil entende que o INOVAR-AUTO é um bom programa e sentiu-se motivada a antecipar a construção da fábrica de caminhões da Foton no País, e assim o fará imediatamente com recursos próprios e financiamento local”, destaca Merluzzi.

De acordo com Mendonça de Barros, a escolha do Estado do Rio Grande do Sul, bem como o terreno em Guaíba, obedeceram a critérios técnicos e logísticos. “Guaíba está localizada em uma região estratégica, com fácil acesso ao porto de Rio Grande, próxima a um grande centro industrial com disponibilidade de mão-de-obra, além da infraestrutura municipal necessária para comportar um projeto do porte de uma fábrica de caminhões da Foton Aumark. Além disso, o Rio Grande do Sul possui um bom parque industrial local, capaz de suprir algumas necessidades da produção”.

A área total das futuras instalações da fábrica da Foton Aumark é de1.500.000 m².  No total, serão inicialmente 50 mil metros quadrados cobertos e área externa pavimentada de 200 mil metros quadrados, incluindo pátio, arruamento e demais áreas (além de uma pista de testes). “Há espaço suficiente para a instalação de unidades fabris de fornecedores no local”.

Com cronograma estimado em dois anos, a Foton Aumark do Brasil deve iniciar as obras no local ainda nesse ano de 2013 sendo que o primeiro caminhão da marca produzido no Brasil deve sair da linha de montagem em Janeiro de 2016.

O projeto arquitetônico prevê conceitos de sustentabilidade e rigoroso respeito ao meio-ambiente, com reutilização de águas pluviais e tratamento interno de resíduos antes de serem descartados. A proteção a permeabilidade do solo será maximizada.

A fábrica terá capacidade para produzir 21.000 caminhões por ano, em um turno de produção e está dimensionada para atender ao mercado local, exportação para a América do Sul e também para África. “Logicamente esse volume não será atingido nos primeiros anos de produção, uma vez que a Foton Aumark tem um plano consistente de crescimento em participação de mercado no Brasil, em cada segmento em que atuar”, destaca Merluzzi.

A nova fábrica vai gerar 300 empregos diretos e 900 indiretos, na região de Guaíba. “Esse empreendimento trará muitos benefícios para o município e a Foton Aumark do Brasil pretende atuar com intensidade na comunidade local, sendo um exemplo e ambição de trabalho para os jovens da região”, diz Mendonça de Barros.

Rede de concessionárias – Ao mesmo tempo em que a fábrica estiver em construção, durante um período de dois anos, a Foton Aumark do Brasil desenvolverá sua rede de concessionárias para que, ao iniciar a produção em 2016, o território brasileiro esteja adequadamente coberto em vendas e pós-venda. O objetivo, de acordo com Ricardo Mendonça de Barros, Diretor de Operações Comerciais, é chegar a 92 concessionárias da marca até o final de 2016.

Durante esse período, para criar o parque circulante inicial da marca no País e sustentar as concessionárias que chegam, a Foton Aumark do Brasil importará os caminhões de 3,5 toneladas até 10 toneladas, através de uma cota de importação a ser definida pelo MDIC, seguindo as regras do INOVAR-AUTO e alinhada com o projeto da fábrica e os compromissos assumidos pela empresa com o Governo Federal.

“A Foton Aumark do Brasil tem plena consciência da competitividade do mercado brasileiro de caminhões e conhece as dificuldades para se conquistar cada ponto percentual de market share no setor. Assim, com um produto muito competitivo e de excelente qualidade, e atuando inicialmente em segmentos que totalizam mais de 70% de toda a indústria de caminhões no País, a Foton Aumark pretende conquistar até 5% do mercado nacional de caminhões após oito anos de operação no Brasil”, afirma Orlando Merluzzi.

De acordo com Luiz Carlos Mendonça de Barros, o Brasil vai passar por um período de acentuado crescimento econômico e como grande parte de tudo o que se produz no País é escoado por caminhões, a Foton Aumark estima que o volume de caminhões a ser comercializado no Brasil até o final desta década possa alcançar 250 mil unidades por ano, considerando-se todos os segmentos a partir de 2,8 toneladas. “Avaliando este cenário, mesmo com uma projeção conservadora, e levando-se em conta a qualidade técnica de nossos produtos, podemos vislumbrar um volume de aproximadamente 90 mil caminhões da marca no País em um ciclo de 12 anos”, finaliza.

Sobre a Foton – Caminhões

A Foton Aumark do Brasil é responsável pela importação e distribuição dos caminhões da marca Foton no País. Além disso, responde também pelo fornecimento das autopeças e por todos os serviços de pós-venda, incluindo as revisões e manutenções.

Na China, a Foton Motor Group, fundada em 1996, no distrito de Changping, Pequim, conta com mais de 100 mil funcionários e possui joint ventures firmadas com companhias importantes, como a Cummins e a Daimler, sendo apontada como a maior e uma das mais valiosas companhias chinesas.

Para mais informações sobre a Foton e seus caminhões, acesse: www.fotonmotors.com.br

Fonte:

PAUTA&CIA

Vanessa Garbo Salomão

 

Parceria entre Confenar e Ford garante desconto na compra de caminhões até o de 30 setembro

Categorias: MERCADO

Revendas da Ambev podem adquirir diversos modelos com condições especiais

A Confenar – Confederação Nacional das Revendas Ambev e das Empresas de Logística da Distribuição – firmou parceria com a Ford Caminhões. A iniciativa facilita o processo de aquisição, com melhor condição de preço, de diversos modelos entre utilitários leves da linha TRANSIT, caminhões da linha816 a 1933 e veículos da linha Extrapesados 2041 e 2842, disponíveis com e sem ABS, além dos serviços Ford: disk Ford, SOS Ford e Ford training. O beneficio para as revendas da Ambev termina no dia 30 de setembro.

“Ford é sinônimo de qualidade, e os seus produtos são mundialmente conhecidos. Além da redução de custos, a parceria com a Confenar proporciona as revendas maior produtividade, credibilidade e agilidade para entregar os produtos Ambev em todas as regiões brasileiras”, afirma Bento Luiz Assalve, Diretor da Área de Negócios da Confederação.

Há mais de 50 anos no mercado brasileiro, a Ford Caminhões conquistou o respeito de frotistas e caminhoneiros, oferecendo sempre produtos de qualidade, robustez e ótimo custo-benefício. A montadora disponibiliza em sua linha 16 modelos e mais de 400 configurações diferentes para atender a todos os tipos de negócio, com a máxima segurança, durabilidade e qualidade.

Para mais informações, acesse: www.confenar.com.br

Números Confenar

- 142 revendas afiliadas e mais de mil empresários ligados à atividade.

- 23 mil empregos diretos e cerca de 70 mil indiretos gerados.

-  Atendimento a cerca de 1 milhão de pontos de venda em todo o País.

- Revendas filiadas que, juntas, faturam mais de R$ 12,2 bilhões ao ano.

- Possui uma das maiores frotas de distribuição do Brasil, com 13.430 veículos, dos quais 8.200 são caminhões, 2.500 caminhões de puxada (transferência de produtos da fábrica para a Revenda), 4.300 caminhões de entrega, 1.400 caminhões terceirizados, 2.000 motos, 2.600 automóveis/utilitários, 2.300 veículos leves e 630 empilhadeiras.

- Investimentos de R$ 15 milhões em autopeças, R$ 4 milhões em uniformes, R$ 30 milhões em seguros, R$ 3 milhões em treinamento, entre outros.

- Frota com consumo anual de R$ 210 milhões em óleo diesel (combustível e lubrificante) e R$ 12 milhões em pneus.

Sobre a Confenar

A Confenar (Confederação Nacional das Revendas Ambev e das Empresas de Logística da Distribuição) representa todas as empresas revendedoras dos produtos Ambev. Criada em janeiro de 2003, é hoje a maior rede de distribuição de bebidas do País. Entre suas iniciativas destacam-se a otimização das atividades do segmento, a garantia da sua representatividade e a geração de negócios que beneficiem os revendedores associados. Juntas, as revendas Confenar são responsáveis por uma das maiores frotas de veículos do País e por uma das mais complexas e eficientes operações de logística de distribuição do mundo.

Fonte: PLANIN – Assessoria de Imprensa da Confenar

Angélica Consiglio e equipe – www.planin.com

Ana Marta Gonçalves e Roberto Araújo

Iveco mostra seus caminhões vocacionados para segmento agrícola na Expointer 2013

Categorias: EVENTOS
  •   Destaque para veículos destinados a pequenos e médios agricultores, como o Iveco Daily, um dos mais vendidos pelo programa “Mais Alimentos”.

A Iveco leva seu portfólio de produtos destinados a pequenos e médios agricultores para a  36ª Expointer, que acontece de 24/08 até 01/09, no Parque de Exposições Assis Brasil, em Esteio, RS.  O evento,  destinado em grande maioria a agricultores familiares já recebeu nesta edição mais de 77 mil visitantes.

“Fazer contato direto com os  produtores rurais, demonstrando as mais novas tecnologias presentes em nossos veículos é uma grande oportunidade gerada por este evento. A Expointer reúne agricultura familiar, animais, artesanato, máquinas e implementos agrícolas, tudo em um só lugar. Esse ano, estamos expondo três  modelos Iveco nos espaços das empresas do  Grupo Fiat Industrial, oferecendo aos visitantes da feira, opções para o transporte de sua produção” afirma Cristhian Gonzalez, diretor de Marketing da Iveco.

No estande da Case IH, a Iveco expõe o modelo semipesado Tector 240E28, ideal para o transporte de médias e longas distâncias. Neste segmento de mercado, em que na maioria dos casos o próprio dono do caminhão é o condutor, a Iveco oferece o veículo semipesado com 23 toneladas de PBT mais confortável de seu segmento. Com opção de cabine leito e teto alto, suspensão da cabine mais macia , moderno painel de instrumentos, ar condicionado de série, entre outros itens de bem-estar e conforto. O modelo vem equipado com motor FPT Industrial de 280 cavalos de potência e torque de 950 Nm a 1.950rpm.  Possui transmissão Eaton de seis marchas , com três opções de entre-eixos (3.690, 5.175 e 5.670mm), e comercializado em sete versões.

No estande da Case New Holland, a Iveco  expõe um modelo Daily 35S14, equipado com cabine dupla, além do modelo extrapesado Iveco Stralis 600S40, versão 6×2. De acordo com Gonzalez, “cerca de 60% dos compradores do modelo Daily 35S14, para até 3,5 toneladas de PBT  são autônomos e transportam carga própria. Ou seja, prezam pelo conforto e praticidade. Além de estar cadastrado no Programa Mais Alimentos, o Iveco Daily já é reconhecido como um caminhão leve confortável, fácil de conduzir e de fácil acesso, por isso destacamos o veículo para expor neste evento”, acrescenta.   O Daily 35S14 trabalha com motor F1C da FPT Industrial de 147 cavalos e torque de 350 Nm, e vem  equipado com câmbio ZF de seis velocidades, que privilegia a economia e aumenta a qualidade de marcha do modelo em aplicações rodoviárias e intermunicipais.

O modelo 35S14, com rodado simples na traseira, pode ser dirigido por portadores de carteira B e pode circular em cidades com zona de restrição. Ele tem três tipos de entre-eixos (3.000, 3.450 e 3.750 mm) e a maior plataforma de carga do segmento, permitindo implementos com até 4.590 mm de comprimento total (o que acomoda um baú de até 24 m3).

O modelo Iveco Stralis com motor FPT Cursor 13 na versão de 400 cv em exposição na Expointer possui torque de 1.900 Nm. O modelo é comercializado nas versões 4×2 e 6×2 e possui transmissão ZF de 16 velocidades, automatizada de série, cujo acionamento se dá pelas teclas (D,N,R) localizadas no painel à direita dos instrumentos. Além de potentes e econômicos, os extrapesados Stralis possuem o exclusivo freio motor Iveco TurboBrake (NR), que atua no cabeçote, com 415 cv nos motores 13 litros (o mais potente da categoria), que pode chegar a 978 cv com o opcional Intarder, também a maior potência de frenagem do mercado para caminhões desta categoria.

Dirigir com segurança é também um fator de economia operacional. Por isso, a família Stralis vem dotada de freios ABS de série nos modelos 13 litros e nas versões automatizadas. O ajustador automático de folga das lonas de freio, com sensor de desgaste em todos os eixos, vem como item de série em todas as versões e combina segurança e praticidade.

Na versão 6×2, há o “auxílio de partida”, que por meio de uma tecla no painel levanta o terceiro eixo e faz a transferência de carga para o eixo de tração, o que ajuda nas arrancadas com o caminhão em aclives ou terrenos irregulares.

Iveco no Programa Mais Alimentos

A Iveco já iniciou neste ano as vendas de sua linha de produtos para o Mais Alimentos, projeto que desde 2008 integra o Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf), do Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA). Os veículos disponíveis para o Mais Alimentos são os Dailys 45S17, 55C17 e o Daily Truck 70C17 7 ton –com 2 anos de garantia, sendo o segundo ano para o trem de força.

O objetivo do programa é de oferecer uma linha de crédito específica para que pequenos agricultores financiem investimentos em infraestrutura das propriedades rurais e conquistem o aumento da produção e da produtividade. Com o programa, os pequenos agricultores podem contar com uma linha de crédito especial para projetos individuais de até R$ 150 mil e coletivos de até R$ 750 mil, com juros de 2% ao ano, até três anos de carência e até dez anos para pagar.

Para ter acesso às informações da Iveco no Programa Mais Alimentos, basta ao agricultor procurar a concessionária Iveco mais próxima de sua cidade.

EXPOINTER 2013.

Parque de Exposições Assis Brasil – Esteio – RS.

Realização de 24 a 01/09.

Iveco

A Iveco, uma empresa do Grupo Fiat Industrial,  projeta, produz e comercializa uma ampla gama de caminhões leves, médios e pesados, veículos comerciais e fora de estrada, urbanos, interurbanos e para aplicações militares,  e defesa civil. A Iveco emprega cerca de 25.000 pessoas e opera em 11 países do mundo, utilizando excelência em tecnologia. Além da Europa, a empresa opera na China, Rússia, Austrália e América Latina. Cerca de 5 mil postos de atendimento e vendas em mais de 160 países garantem apoio técnico em qualquer lugar do mundo onde um veículo Iveco esteja em funcionamento.

São Paulo, 27 de agosto de 2013

Visite: www.iveco.com.br / www.blogiveco.com.br / www.ivecodiretto.com.br

Fonte:
MM Editorial
Marta de SouzaFábio Rogério

www.mmeditorial.com.br

 

 

 

Linha de caminhões Agrale credenciada no Mais Alimentos

Categorias: MERCADO

 

Caxias do Sul (RS), 26 de agosto de 2013 - A Agrale S.A. apresenta na Expointer 2013 sua linha de caminhões leves credenciada no Mais Alimentos. São dois modelos em exposição no evento – 8700 e 10000 – com comercialização disponível no programa do Governo Federal, que oferece ao agricultor familiar condições especiais, com financiamento de 10 anos, taxa de juros de 2% ao ano e até dois de carência. Nesta edição do evento, outro facilitador para a aquisição dos veículos é a liberação do Finame PSI para produtores rurais.

Uma das inovações dos caminhões é o conceito de sustentabilidade e a aplicação de materiais reutilizáveis. A linha de caminhões Agrale possui para-lamas, para-choque, para-barros e tampa frontal confeccionados em plásticos de engenharia, que proporcionam ganhos na redução de peso e no melhor acabamento estético. Outro diferencial está na concepção de construção da cabine em painéis independentes e interligados, que aprimora o processo industrial e todo o pós-venda, com a melhoria na substituição de peças ao longo da vida útil do produto.

Agrale 8700

O modelo Agrale 8700 também incorpora cabine estendida, proporcionando conforto nos mais diferentes tipos de serviço. O modelo Agrale 8700 foi concebido para as mais diversas aplicações e possui motor Cummins ISF 3.8 de 152 cv de potência (2.600 rpm) e câmbio mecânico Eaton FSO 4505C, de cinco marchas. Com distância entre-eixos de 4.200 mm, oferece 5.250 kg de carga útil com carroceria.

Agrale 10000

Também indicado para as mais diversas aplicações, o Agrale 10000 é equipado com motor MWM MaxxForce 4.8, com 165 cv de potência (2.200 rpm) e 600 Nm de torque (1.200-1.300 rpm), câmbio Eaton FSO 4505C e freio “S Cam” com acionamento pneumático. O modelo está disponível em duas opções de distância entre-eixos, com 3.750 mm e 4.350 mm e carga útil de 6.280 kg.

Crédito da foto: Júlio Soares

Fonte: Secco Consultoria de Comunicação

www.secco.com.br

 

Ford lança os caminhões extrapesados Cargo 2042 e Cargo 2842: produtividade, tecnologia e economia

Categorias: LANÇAMENTOS

·         Os dois novos modelos com capacidade máxima de 49 e 56 toneladas marcam a entrada da Ford no segmento de caminhões que mais cresce no mercado, o de extrapesados

·         Primeiros caminhões globais da Ford, foram testados por mais de 1 milhão de quilômetros para oferecer máximo desempenho, economia e durabilidade

·         A tecnologia, segurança e conforto de alto padrão na cabine são fatores que contribuem para otimizar a rentabilidade do transportador

 

A Ford lança os novos caminhões extrapesados da linha Cargo, inéditos na marca, que chegam ao mercado neste mês de agosto como a grande novidade do ano. Projeto global, desenvolvido em parceria entre o Brasil e a Europa, os modelos cavalos-mecânicos Cargo 2042 4×2 e Cargo 2842 6×2 são destinados a aplicações rodoviárias de longa distância e equipados com um pacote competitivo de conteúdo de tecnologia, segurança e economia.

Os extrapesados da Ford foram apresentados para a imprensa brasileira em um test-drive no Deserto do Atacama, no Chile ­- um dos cenários ícones de aventura da América do Sul, pelas condições desafiadoras – para mostrar sua força, robustez e desempenho. Eles contam também com baixo custo de operação e manutenção, um trem de força potente e econômico, design moderno e cabine leito confortável que favorece a produtividade.

São equipados com o novo motor FPT de 10,3 litros, que atende à norma Proconve P-7 (Euro 5), com potência de 420 cv e torque de 1.900 Nm. A linha Novo Cargo extrapesado vem equipada de série com câmbio automatizado ZF ASTronic de 12 velocidades.

Os dois modelos incorporam de série controle automático de tração (ASR) e freios ABS com EBD, e o Cargo 2842 conta ainda com a opção do controle eletrônico de estabilidade (ESP). Oferecem também uma série de vantagens operacionais, como itens de conforto e tecnologia que fazem destes caminhões uma nova opção competitiva no segmento. Internamente, também trazem praticidade e conforto, com o novo volante de excelente empunhadura e revestimentos duráveis.

Vidros e travas elétricos, retrovisores elétricos e ar-condicionado de fábrica são exemplos dos equipamentos oferecidos de série. A linha traz a configuração de cabine leito teto alto: com personalidade e imponência, tem ampla área envidraçada e garante fácil acesso às operações de manutenção e verificação.

Totalmente basculante, a cabine do Novo Cargo extrapesado facilita o acesso aos componentes do motor e outros agregados. O ângulo de basculamento é acentuado, chegando a 68º. O acesso a itens de manutenção também é feito pela grade frontal escamoteável.

Os caminhões Cargo 2042 e Cargo 2842 asseguram excelente custo-benefício e ótima produtividade para aplicações rodoviárias pelo baixo consumo de combustível, menores custos operacionais e de manutenção, gerando maior rentabilidade.

O novo painel traz ferramentas para auxiliar no monitoramento do veículo, indicando ao motorista a melhor rotação de trabalho do motor para o menor consumo de combustível. Além disso, o motorista pode acompanhar em tempo real o consumo de combustível e, ao final da viagem, conferir a sua autonomia e produtividade, entre outras informações relacionadas à operação do caminhão.

Ambos oferecem uma das melhores relações custo-benefício da categoría. O Cargo 2042 4×2, com capacidade máxima de tração de 49 toneladas, tem preço sugerido de R$ 260.900 e o Cargo 2842 6×2, com capacidade de 56 toneladas, de R$ 294.900.

Tradição no mercado

A Ford inicia a sua participação no segmento dos extrapesados no mercado brasileiro, onde tem uma tradição de mais de 50 anos, oferecendo produtos com ótimo custo-benefício para o transportador.

Os novos Cargo extrapesados marcam a entrada da Ford no segmento que mais cresce no mercado brasileiro e vem sendo impulsionado pelas grandes obras de infraestrutura e pelo setor agrícola, que demandam caminhões dessa faixa de peso e motorização.

Somente os extrapesados movimentaram R$ 10,8 bilhões em 2012 e este ano as projeções são de um crescimento de mais 30%, com faturamento de R$ 14 bilhões na venda desses caminhões.

A Ford teve participação de 21,1% no Brasil, considerando os segmentos de até 46 toneladas nos quais a marca até então estava presente. Com os novos modelos, a linha Cargo passa a oferecer uma das famílias de veículos comerciais mais completas do mercado, com soluções de transporte de carga que vão do segmento urbano, com peso bruto total de 8 toneladas, até 56 toneladas de capacidade de tração, e 1.350 combinações de configuração e acabamento para vários tipos de aplicação.

“A Ford foi a primeira montadora instalada no Brasil e a sua produção no País começou com veículos comerciais. Os novos Cargo extrapesados são produtos que honram essa tradição e mostram o nosso compromisso de investir e inovar nesse segmento”, diz Steven Armstrong, presidente da Ford Brasil. “Eles fazem parte do plano de investimento de R$ 670 milhões desde 2009, que ampliou nossa participação nesse mercado com 15 novos produtos lançados nesse período.”

Projeto global

Os novos extrapesados são os primeiros caminhões globais da Ford, com o projeto de desenvolvimento liderado pela engenharia do Brasil e da Turquia, somando os recursos tecnológicos de outras regiões. O objetivo é oferecer ao mercado um produto de classe mundial, voltado às necessidades e condições do transportador brasileiro.

No seu desenvolvimento, rodaram mais de 1 milhão de quilômetros em testes no Campo de Provas da Ford em Tatuí, no interior paulista, e nos campos de teste em Gebze, na Turquia, em Boxberg e Behr, na Alemanha, Lommel, na Bélgica, em Idiada, na Espanha e Mira, na Inglaterra. Os testes de frenagem foram realizados em um lago congelado na Suécia e as provas de alta temperatura no deserto da Arábia Saudita.

Os novos Cargo 2042 e Cargo 2842 estão entre os mais eficientes e robustos da categoria. O seu conjunto de motor, transmissão, eixo, chassi e suspensão oferece força e resistência para as aplicações mais severas e permite o reboque de composições com três eixos e três eixos espaçados (Vanderléa) para as mais variadas cargas.

“É um caminhão que entrega robustez e desempenho com economia e rentabilidade, variáveis essenciais na equação de custos de todo transportador do segmento de cargas”, afirma Guy Rodriguez, diretor de Operações da Ford Caminhões para a América do Sul.

Fonte: (12/08/2013) Imprensa Ford

 

Caminhões Shacman têm como diferencial capacidade de carga acima da legislação brasileira

Categorias: MERCADO

Modelos básicos da Metro-Shacman estão dimensionados para suportar cargas além do previsto pela lei 

São Paulo (SP), 6 de agosto de 2013 - Os caminhões Shacman, que começaram a ser vendidos no mercado brasileiro, possuem capacidades de carga técnica e de peso máximo admissível que excedem os limites estabelecidos pela legislação brasileira. Os eixos dianteiros dos cavalos mecânicos TT 385 4×2, TT 385 6×4 e TT 420 6×4 são dimensionados para suportar carga admissível de 7,5 toneladas, ou seja, 25% acima do valor previsto pela legislação que é de 6 toneladas. Em relação à carga técnica, o eixo dianteiro dos caminhões tem valor de 7 toneladas, ou seja, mil quilos além do estabelecido pela norma.

Cada eixo traseiro dos caminhões Shacman está dimensionado para receber cargas admissíveis de até 13 toneladas. Para a versão 4×2, este valor chega a ser 30% superior ao limite permitido pela legislação, que é de 10 toneladas. Para as versões 6×4, com 26 toneladas, a diferença é quase 53% maior que o estabelecido pela lei, que é de 17 toneladas (8,5 t para cada eixo). Em carga técnica, o eixo traseiro da versão 4×2 é de 11 toneladas, enquanto o conjunto de dois eixos do 6×4 atinge 18 toneladas (9.000 quilos para cada eixo).

Em termos de PBT (peso bruto total), a versão 4×2 do caminhão Shacman pode transportar uma carga técnica de 18 toneladas e a 6×4 tem capacidade para 25 toneladas, ambas com 2.000 quilos acima do limite fixado pela legislação brasileira. Em PBT relativo ao peso máximo admissível, a vantagem dos caminhões Shacman é ainda maior: são 20,5 toneladas para a versão 4×2 e 33,5 toneladas para o modelo 6×4.

Esta capacidade de carga que excede os limites da legislação brasileira tem o objetivo de garantir mais segurança e robustez aos caminhões Shacman, mesmo em condições de trabalho mais agressivas.

Reinaldo Maluta Vieira, diretor de marketing da Metro-Shacman, primeira empresa a conquistar a habilitação ao Inovar-Auto entre as marcas chinesas de veículos comerciais pesados no País, informa que os caminhões Shacman foram escolhidos para o mercado brasileiro por possuírem robustez e qualidade próprias para as condições das rodovias e dos tipos de cargas do País. Lembra, também, que os veículos pertencem a uma das maiores fabricantes mundiais, a Shaanxi Heavy Duty Automobile Co. Ltd., com produção anual superior a 150 mil veículos.

Outro atributo importante dos caminhões Shacman, salientado por Vieira, é o fato de contarem com sistemas e componentes fornecidos por empresas de grande prestígio internacional e com fábricas no Brasil, o que irão contribuir para que o índice de nacionalização dos veículos, exigido pelo programa Inovar-Auto, seja atingido mais rapidamente.

Crédito das imagens: Solange Machado/Secco Consultoria

Fonte: 

Secco Consultoria de Comunicação

www.secco.com.br

 

Ford é a campeã do Rally Dos Sertões 2013 com o Novo Cargo na categoria Caminhões

Categorias: RALLY

A Ford foi a campeã do Rally dos Sertões 2013 na categoria Caminhões com o Novo Cargo da equipe Ford Racing Trucks/Território Motorsport. Comandado pelo trio Edu Piano, Solon Mendes e Carlos Sales, o pesado da Ford dominou de ponta a ponta o maior rali das Américas, trazendo mais um título para a marca que é a maior vencedora da competição em Caminhões, com nove títulos conquistados.

O time somou seis vitórias consecutivas nos Caminhões Leves entre 2007 e 2012, com o Ford F-4000, e foi vice-campeã nos Pesados no ano passado com o Ford Cargo versão 1933 4×4. “Era o título que faltava”, comemora Edu Piano, piloto e chefe da equipe. “Foi um rali sensacional, muito difícil, e o trabalho de toda a equipe foi fantástico. Mas o caminhão esteve perfeito, muito bem preparado, e isso fez a diferença para a nossa vitória.”

O trio venceu sete das dez etapas e foi líder absoluto do rali, com uma vantagem final de mais de 14:30 horas sobre o segundo colocado. A conquista tranquila – se é que se pode chamar assim o desafio de 4.115 km percorrido entre os estados de Goiás e Tocantins – é resultado de muito planejamento e da experiência do time.

Com seis títulos em 18 participações nos Sertões, Edu Piano é o piloto recordista de vitórias em Caminhões. O navegador Solon Mendes soma 16 participações e cinco títulos na categoria, sempre ao lado de Piano. O co-piloto e mecânico Carlos Sales comemorou seu primeiro título, que por isso tem um sabor especial. “Acho que nunca vou me esquecer deste título. Foi muito gratificante ver a evolução do caminhão e como ele foi guerreiro e não deu trabalho nesse Sertões”, diz.

O caminhão Ford Cargo versão 1933, do tipo cavalo-mecânico, passou por uma preparação especial para a competição e foi apelidado de “Monstro”. Com mais de 7 toneladas, ele ganhou sistema de tração 4×4 e teve a potência do motor ampliada para 680 cavalos, capaz de acelerar o bruto a mais de 220 km/h. A base robusta do modelo Ford garantiu a resistência para enfrentar o desafio que deixou muitos outros veículos pelo caminho.

Fonte: 

(05/08/2013)

Imprensa Ford

 

Scania Streamline eleva indústria de caminhões a novo conceito de solução em transporte, com produtos e serviços em um só pacote

Categorias: MERCADO
Gama que pode economizar até 15% de diesel estreia quarta geração do Opticruise, traz moderna aerodinâmica da cabine e oferece amplos programas de manutenção e opcionais

 

São Paulo, 5 de agosto de 2013 – A Scania apresenta ao mercado um novo conceito de solução de transporte, o Streamline, em que produtos e serviços são oferecidos juntos, como um só pacote ao cliente. O Scania Streamline está disponível para as cabines rodoviárias já existentes G, R e R Highline e proporciona tudo o que a marca pode entregar em termos de economia de combustível, disponibilidade e rentabilidade. Os caminhões podem chegar a até 15% de redução de consumo, pois trazem uma combinação formada pelos novos ganhos aerodinâmicos com defletores de ar, o eficaz trem de força, a nova caixa de câmbio Scania Opticruise e os eficientes motores Euro 5, os propulsores a diesel menos poluentes da história da Scania no Brasil, lançados em 2012.

“O Streamline representa uma busca da melhoria contínua, um conceito Scania de evolução de produtos, suportado por quatro pilares, que são economia de combustível, disponibilidade, desempenho e motorista”, afirma Eronildo Santos, diretor de Vendas de Veículos da Scania no Brasil. “Vale a pena ressaltar que para atingir a racionalização eficiente do combustível são precisos três fatores-chave: um condutor bem treinado, o veículo especificado corretamente e a manutenção adequada.”

Produto
Os caminhões Streamline mantêm a tradição do competente trem de força, da robustez do chassi e do conforto das cabines G, R e R Highline, já consagrados no mercado.

A marca aproveita o lançamento do Streamline para apresentar a quarta geração da caixa de câmbio Scania Opticruise, que possui novo sistema de lubrificação e nova função de condução: Modo Econômico. Trata-se de mais uma evolução da caixa, que trabalhando em conjunto com o Ecocruise, o piloto automático inteligente da fabricante, resultam em significativa economia de combustível. O desempenho do Streamline está garantido pelos potentes propulsores de 13 e 16 (V8) litros. Para ajudar ainda mais no controle da velocidade e aumentar a segurança, está disponível no pacote de opcionais o Scania Retarder. A gama estreia o novo eixo traseiro R885, com capacidade máxima de tração aumentada em 18%, em relação ao equipamento atual.

O Scania Streamline também chega para ampliar o conforto e a busca pela redução de consumo – uma das principais missões do condutor, o protagonista que nunca será esquecido pela marca. Para garantir o cumprimento das metas, a Scania continua oferecendo o treinamento de motoristas, que pode ser adquirido em qualquer uma das mais de 100 concessionárias, e o Driver Support, o tutor eletrônico instalado no painel para a análise em tempo real da condução. 

No lado externo da cabine as mudanças que caracterizam o Streamline são os ganhos aerodinâmicos e imponentes das laterais da grade, defletor de ar de série, grafia especial, novo design do quebra-sol e para-choque rebaixado, que agora “abraça” os degraus. Os modelos também são equipados com lanternas em LED e faróis H7 de halógeno de série e, como opcional, novos faróis de xenônio. O renovado controle da suspensão a ar ganhou quatro opções de memória e alta de 25% no intervalo de manutenção.

O interior da cabine também traz novidades. O cliente vai encontrar um novo computador de bordo, novo rádio com GPS, Bluetooth e USB, novas cores de revestimento nos painéis da parede, novos assentos de couro (com ventilação e ajuste de pescoço) e climatizador de série. Pela primeira vez no Brasil, a Scania disponibiliza um bafômetro integrado ao painel. O caminhão só dará partida após o motorista fazer o teste e comprovar que não está alcoolizado.

Ainda na busca constante por superiores níveis de economia de combustível e de disponibilidade da frota, a Scania apresenta, para o Streamline e sua linha 2014 de caminhões, quatro pacotes personalizados de opcionais: Segurança, Motorista, V8 e Estilo.

Serviços
Parte importante do Streamline é a oferta de soluções combinadas de produtos e amplas gamas de serviços para atingir altos níveis de rentabilidade, economia de combustível e maior disponibilidade da frota. “A Scania preparou um conjunto que vai ajudar o cliente a atingir um novo patamar de economia na indústria nacional”, salienta o diretor. Esse leque de soluções contempla o novo Programa de Manutenção Scania formado por quatro categorias (Premium, Trem de Força, Standard e Compacto), a Manutenção Flexível, o Sistema de Diagnose e Programação Scania (que promove diagnósticos mais rápidos e precisos) e Consultoria de Desempenho. Outra novidade do lançamento é o uso do óleo sintético como alternativa ao mineral, que pode até dobrar o intervalo de troca e diminui o custo da manutenção por quilômetro.

A Scania é um dos principais fabricantes mundiais de caminhões e ônibus para transporte pesado e de motores industriais e marítimos. Os produtos de serviços têm participação crescente nos negócios da empresa, assegurando aos clientes soluções de transporte econômicas e com alta disponibilidade operacional. Com 38.600 colaboradores, a Scania está presente em mais de 100 países, com linhas de produção na Europa e América do Sul com possibilidade de intercâmbio global de componentes e veículos completos. Em 2012, as receitas totais da Scania alcançaram 79,6 bilhões de coroas suecas e o resultado financeiro após a dedução de impostos foi de 6,6 bilhões de coroas suecas.

Para mais informações acesse: www.scania.com.br

Fonte:
Scania – Assessoria de Comunicação
Renata Nascimento

Kreab Gavin Anderson
Carlos Eduardo Biagini

Nos caminhões, Edu Piano conquista o sexto título e iguala rival e vice Guido Salvini

Categorias: RALLY


Paulista e fluminense somam agora seis títulos cada. Em disputa de peso, deu Ford no duelo com a Mercedes

10ª Etapa – 03/08 – Sábado
GOIANÉSIA (GO) – GOIÂNIA (GO)
Deslocamento inicial: 7 km
Trecho especial: 123 KM
Deslocamento final: 160 km
TOTAL: 290 km.

A disputa entre os grandalhões do Rally dos Sertões também terminou neste sábado (3) em Goiânia após um dia com 290 quilômetros somados os deslocamentos mais a especial de 123 km saindo da cidade de Goianésia, que recebeu a caravana do rali pela primeira vez. Os caminhões pesados, sempre chamando a atenção por onde passam e surpreendendo por sua velocidade, protagonizaram uma disputa entre duas marcas e dois trios.

No final, vitória para o caminhão Ford de Edu Piano/Solon Mendes/Antonio Salles, com uma margem de 14h38min para o Mercedes-Benz Atego de Guido Salvini/Flavio Bisi/Fernando Chwaigert. Um duelo que passa a somar a partir de hoje 12 títulos, com o paulista Piano igualando o número de conquistas do adversário fluminense em seis: venceu em 2005 ainda na categoria carros, e depois nos caminhões foi campeão em 2007, 2008, 2009, 2011 nos caminhões leves e 2013.

“Este ano o rali foi bem legal. A prova estava muito difícil, mas o caminhão e a equipe estavam bem preparados. A navegação do Solon foi perfeita e tudo correu bem. No ano passado deixamos a vitória escapar pelos vãos dos dedos: liderávamos a cada etapa com uma folga bem grande e sofremos uma quebra de cardã na penúltima especial. Este ano, graças a Deus, deu tudo certo”, afirmou Piano, veterano de 18 edições do Rally dos Sertões.

A disputa deste ano foi um tanto atípica entre os caminhões, já que o trio da Mercedes enfrentou alguns problemas técnicos durante a jornada pelo interior do Brasil. Mesmo assim, Salvini, Bisi e Chwaigert demonstraram diariamente o espírito do Sertões e venceram duas das oito etapas. Um Sertões cansativo, na opinião de Salvini, dono de seis títulos da prova – quatro como piloto e dois como navegador, sempre nos caminhões. “Ainda bem que terminou, porque eu já não aguentava mais. Todos os dias tivemos problemas e ainda não sei a quê atribuir esse fracasso. Tínhamos o objetivo de vencer a prova e defender o título conquistado ano passado, mas não conseguimos. De qualquer maneira, estamos aqui depois de todas as dificuldades. Terminamos todas as especiais de que participamos, resolvemos os problemas mecânicos e colocamos o caminhão dentro do parque fechado para não abandonarmos a prova. Não é sempre que se vence; estamos aqui para disputar e perdemos para um concorrente de qualidade também. Ano que vem estaremos aqui de novo para ganhar deles”, afirmou o piloto de Petrópolis (RJ).

Para os caminhões as especiais foram um pouco mais curtas do que para os carros, motos, quadriciclos e UTVs. Então, dos 2.448 quilômetros totais de especiais, 1.518 valeram para os caminhões. Sete das nove especiais eram mais curtas em razão de locais pouco propícios para a passagem dos ‘grandalhões’. A diminuição dividiu as opiniões de campeão e vice. “Eu achei positiva. Geralmente estes cortes ocorrem porque há lugares onde os caminhões não conseguem passar por causa do tamanho. Foi menos quebradeira e, mesmo com todas as dificuldades, conseguimos chegar”, apontou Guido Salvini.

Já Edu Piano queria mais. “Achei uma pena as especiais dos caminhões serem mais curtas nesta edição, e eu preferia ter corrido ela completa. Mas há também que se pensar na segurança, porque havia trechos baixos em que a gente não passaria. E mesmo com as especiais mais curtas, foi muito difícil. No começo estranhamos bastante e ficamos muito cansados nos dois primeiros dias em termos de preparo físico. Depois entramos no ritmo”, destacou.

Resultado 10ª etapa Caminhões (extra-oficial)
1º GUIDO SALVINI NETTO/FLAVIO BISI/FERNANDO CHWAIGERT 02:29:24
2º EDU PIANO/SOLON MENDES/ANTONIO SALES 02:30:00

Resultado acumulado Caminhões (extra-oficial)
1º EDU PIANO/SOLON MENDES/ANTONIO SALES 32:35:46 -
2º GUIDO SALVINI NETTO/FLAVIO BISI/FERNANDO CHWAIGERT 47:13:56 +14:38:09.9

Fotos do Rally dos Sertões para download: http://www.fotoarena.com.br/busca/index/t/Rally+dos+Sert%C3%B5es+2013+25-07-2013/?ide=17875

Vídeos / Rally dos Sertões – A Dunas Media é responsável pela produção, captação e edição de todas as imagens em vídeo do Rally dos Sertões. A empresa também é detentora dos direitos de comercialização e distribuição destes conteúdos para pilotos, equipes e veículos de comunicação.

A cada etapa do Sertões será disponibilizado um vídeo release de três minutos, para uso jornalístico, no seguinte endereço: http://www.arco.tv/ftp/

Os interessados em mais imagens e conteúdo exclusivo deverão entrar em contato com Adriano Civita, da Dunas Media: (11) 98111.6661

Veja a programação completa: http://www.sertoes.com/Programacao_2013.html

E a lista de inscritos para o Rally dos Sertões 2013: http://www.sertoes.com/ListaExtraOficial_2013.html

Acesse o Rally dos Sertões no Facebook:
http://facebook.com/sertoesoficial

Siga o Sertões no Twitter:
www.twitter.com/sertoesoficial

YouTube – Canal Rally dos Sertões:
www.youtube.com/dunasrace

Crédito das Fotos: Eric Schroeder/Webventure.com.brRicardo Leizer/Webventure.com.br

Fonte:
FGCom

Fernanda Gonçalves / Meg Cotrim/ Caio Scafuro / Cleber Bernuci
www.fgcom.com.br

Rally dos Sertões: Piano/Solon/Sales chegam em Pirenópolis na 2ª colocação nos Caminhões

Categorias: RALLY
 


Ford Racing Trucks/Território Motorsport aprova o percurso da primeira Especial e, neste sábado, segue para Uruaçu (GO)
Um piso marcado por pedras, vários quilômetros de trial, travessia de rios e serras foi o cenário do primeiro desafio do Rally dos Sertões, no dia em que a caravana chegou a Pirenópolis (GO). Possivelmente os 84 quilômetros de Especial (trecho cronometrado) foram uma amostra do que será a 21ª edição da competição. A Ford Racing Trucks/Território Motorsport encarou o duro percurso desta sexta-feira (26) e chegou na segunda colocação entre os caminhões.

A bordo do Ford Cargo 1933 4×4, Edu Piano, Solon Mendes e Carlos Sales driblaram as adversidades de terrenos da Especial que abriu oficialmente o rali e aprovaram o curto, mas desafiante percurso. “Especial dura, bem técnica e 90% de quebradeira, mas muito gostosa. Tivemos de poupar o equipamento em certos trechos mas deu para testar as novas modificações. Não fossem os minutos que paramos parar ajustar a rampa do caminhão, certamente o resultado poderia ter sido outro. Mas valeu e o dia foi bem positivo”, explica Piano.

O piloto paulistano que reside em Tatuí, interior paulista, completa a maioridade no Rally dos Sertões em 2013. São 18 anos consecutivos de participações, desde que a categoria Carros entrou para a competição em 1996. De lá para cá foram cinco títulos de campeão – um na geral dos Carros e quatro nos Caminhões – sendo os quatro últimos ao lado do cearense Mendes.

Os tetracampeões nos Caminhões Leves, no ano passado foram vice-campeões na categoria dos Pesados e brigam este ano pelo título. No dia anterior (25) o trio venceu o Prólogo e também o Super Prime. “O Sertões só está começando. O primeiro da mostrou o que vai ser a prova neste ano e gostamos muito do percurso. Agora neste sábado, a Especial será mais longa e promete!”, diz o navegador.

Neste sábado (27), a competição terá mais dificuldades ainda. Serão 414 quilômetros no total, sendo 287 de trechos cronometrados, entre Pirenópolis e Uruaçu (GO). No total, o Rally dos Sertões 2013 terá 4.115 quilômetrosl , dos quais 2.488 de trechos cronometrados a serem percorridos em 9 dias de prova, que termina em 3 de agosto.

Informações da equipe no www.territoriomotorsport.com.br/rally e no blog www.webventure.com.br/sertoes2011/blog/home/id/42, assim como nas redes sociais no Facebook Ford Racing Trucks e no Twitter @fordracingtruck.

A equipe Ford Racing Trucks/Território Motorport conta com patrocínio da Ford Caminhões, Garrett, Cummins, Gafor Logística e apoio da Eaton, Truckvan, Suzaquim, Mateus, EcoPads, Tortuga, IST Sistemas, Plato Diesel, Super Cooler, Fix Implementos e Caoa Caminhões.

Programação Rally dos Sertões 2013
3ª etapa: 27/07, sábado
Pirenópolis (GO) – Uruaçu (GO)
DI: 37 km
TE: 287 km (183 km para caminhões)
DF: 89 km
TOTAL: 414 km

Crédito das Fotos: Fabio Davini/Dfotos, Tauari Formiga e Doni Castilho/Dfotos

Fonte:

  • Assessoria de Imprensa
    Ford Racing Trucks/Território Motorsport
  • Mércia Suzuki

Iveco é a fabricante de caminhões com maior número de indicações ao Prêmio Autodata 2013

Categorias: MERCADO

     ·  Empresa concorrerá em quatro categorias: “Montadora de Veículos Comerciais”, “Empreendedorismo”, “Veículo Comercial Leve” e “Veículo Caminhão”.

   ·  Indicações levaram em conta os investimentos da fabricante na expansão de negócios e reformulação de sua gama de produtos.

    ·   Em 2012, a empresa levou o prêmio na categoria “Veículo Caminhão”, com o Iveco Tector Attack.

 

A Iveco é a fabricante de caminhões que recebeu o maior número de indicações para o Prêmio AutoData 2013, o prestigiado evento que homenageia os melhores players da indústria automotiva. Ontem, quinta-feira (25/07), a empresa recebeu em São Paulo (SP) o título “Melhores do Setor Automotivo 2013”, após ser escolhida pela equipe de jornalistas da AutoData Editora para concorrer ao prêmio.

Com este reconhecimento, a empresa ressalta sua característica de Full Liner (“Linha Completa” de produtos) e concorrerá nas categorias “Montadora de Veículos Comerciais”, “Empreendedorismo”, “Veículo Comercial Leve” e “Veículo Caminhão” do Prêmio AutoData 2013, que acontecerá em novembro e tem como objetivo reconhecer as empresas e executivos que mais se destacaram no desenvolvimento do setor automotivo brasileiro nos últimos dozes meses, por votação direta dos leitores da Revista AutoData, dos assinantes da Agência AutoData de Notícias e dos participantes do Seminário Perspectivas 2014.

A entrega do título “Melhores do Setor Automotivo 2013” à Iveco ocorreu por quatro razões. O primeiro foi que, mesmo com um cenário econômico nada favorável, a Iveco não parou de investir em estrutura e linha de veículos no Brasil. O ano de 2012 marcou a renovação de toda a sua linha de produtos, com o lançamento da geração Ecoline. Os novos veículos, além de adaptados à norma Euro V, também são mais econômicos, mais potentes e com baixos custos operacionais. A Iveco também começou a produção nacional do Stralis Hi-Way (Truck of the Year na Europa), e diversificou seu business com a entrada no mercado de ônibus. Além disso, a empresa irá também fornecer 80 unidades da linha de combate a incêndios Iveco Magirus para a Infraero. E, no Pós-Venda, aumentou sua rede para 109 concessionárias (salto de 10%).

O segundo fator foi a recente inauguração no dia 13 de junho da sua fábrica de Veículos de Defesa em Sete Lagoas (MG), sua primeira unidade industrial desse gênero fora da Europa. Estruturada em separado da unidade de caminhões do complexo industrial, a fábrica ocupa 30 mil metros quadrados e produz o blindado VBPT-MR, mais conhecido como Guarani, para o Exército do Brasil. O veículo é anfíbio e capaz de transportar onze combatentes, e possui PBT de 18 toneladas, tração 6×6, 6,9 m de comprimento, 2,7 m de largura e 2,3 m de altura – medidas pensadas para que possa ser transportado em aviões Embraer KC-390. É o único modelo nessas configurações produzido pela Iveco no mundo. A Iveco investiu R$ 55 milhões para a construção da fábrica, de capacidade de produção de 100 unidades/ano, podendo dobrar este volume. Foram gerados 136 empregos diretos, número que pode subir para 350 quando chegar à capacidade plena, e mais 1,4 mil indiretos.

O terceiro fator foi o lançamento de sua renovada linha de comerciais leves Iveco Daily. Sua gama é formada por cinco modelos: 35S14, 70C17 Daily Truck, que substitui o 70C16 Daily Massimo, 45S17, 55C17 e Daily Minibus. Todos possuem câmbio ZF de seis marchas, novo painel, computador de bordo renovado e mais porta-objetos. Foram dois anos de desenvolvimento e testes, que envolveram os laboratórios brasileiro e italiano. Os motores, compatíveis com a legislação Proconve 7, são dotados da tecnologia EGR e ganharam mais potência com relação à geração anterior, passando de 156 cv para 170 cv e de 136 cv para 147 cv, dependendo da versão.

Por último, o fator “pesado”: a chegada ao mercado do novo Iveco Stralis Ecoline. Lançada em 2012 com dois novos motores, agora a gama conta com um engenho de 9 litros (que fez sua estreia mundial no Brasil), ao lado do tradicional 13 litros dos caminhões extrapesados da marca, ambos da família Cursor, produzidos pela FPT Industrial. Assim, a Iveco ampliou para cinco as opções de potência, partindo de 330 e 360 cv (9 litros), passando por 400 e 440 cv (13 litros) e culminando com 480 cv (13 litros), a mais alta já oferecida em um Stralis no Brasil. A transmissão automatizada é de série nos modelos de 13 litros, que trazem também o freio motor mais potente da categoria (415 cv, mas que pode chegar a mais de 900 cv com o acréscimo do opcional ZF Intarder).

Conquista do Prêmio em 2012

No ano passado, a Iveco recebeu o Prêmio AutoData na categoria “Veículo Caminhão”. O produto escolhido foi o Tector Attack, por oferecer o melhor custo benefício do segmento. Disponível nas versões 4×2 e 6×2, o modelo reúne robustez, durabilidade e economia, atributos que o tornam uma excelente opção de entrada no segmento dos semipesados.

Em 2012 a empresa venceu pela quarta vez um prêmio na categoria de Caminhão do Ano, o que demonstra a satisfação de clientes e profissionais do setor de transporte em relação à qualidade e tecnologia dos produtos Iveco. No ano passado, a empresa também foi finalista em quatro categorias: “Veículo Comercial Leve”, “Gestão”, “Estratégia de Marketing” e “Veículo Caminhão”.

Iveco

A Iveco, uma empresa do Grupo Fiat Industrial,  projeta, produz e comercializa uma ampla gama de caminhões leves, médios e pesados, veículos comerciais e fora de estrada, urbanos, interurbanos e para aplicações militares,  e defesa civil. A Iveco emprega cerca de 25.000 pessoas e opera em 11 países do mundo, utilizando excelência em tecnologia. Além da Europa, a empresa opera na China, Rússia, Austrália e América Latina. Cerca de 5 mil postos de atendimento e vendas em mais de 160 países garantem apoio técnico em qualquer lugar do mundo onde um veículo Iveco esteja em funcionamento.

São Paulo, 26 de julho de 2013

Visite: www.iveco.com.br / www.blogiveco.com.br / www.ivecodiretto.com.br

Fonte:
MM Editorial

Marta de SouzaFábio Rogério
www.mmeditorial.com.br

 

 

 

Metro-Shacman anuncia programa de abertura de concessionárias para caminhões Shacman

Categorias: CONCESSIONÁRIAS, MERCADO

Com a habilitação ao programa Inovar-Auto, empresa abre programa de nomeação de concessionárias

São Paulo (SP), 24 de julho de 2013 - A Metro-Shacman, que deu início às vendas dos caminhões pesados da marca Shacman no mercado brasileiro, anuncia um programa de nomeação de concessionárias autorizadas em todo o País para ampliação de sua rede. As empresas interessadas em  participar deverão preencher um formulário encontrado no site www.shacman.com.br.

Reinaldo Maluta Vieira, diretor de marketing da Metro-Shacman, esclarece que a decisão da empresa é resultado da habilitação definitiva ao programa Inovar-Auto, primeira a ser concedida a uma marca de caminhões de origem chinesa e recentemente anunciada pelo MDIC, Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio. O executivo informa que o objetivo é nomear 28 novas concessionárias até o final de 2014, para a venda e assistência técnica dos veículos da marca no mercado brasileiro.

De acordo com o executivo, a Metro-Shacman já conta com três concessionárias instaladas no Estado de Mato Grosso, e com grande número de pontos de assistência técnica. Agora, a empresa pretende ampliar a sua rede de vendas, serviços e assistência técnica de pós-vendas em todo o País, especialmente nas regiões Sul e Sudeste.

Em processo de ampliação, a rede será responsável pela comercialização e assistência técnica de uma linha de veículos considerados superdimensionados para o mercado brasileiro e formada pelos seguintes modelos da Família  TT – Tractor Truck: TT 420 6×4, com motor Cummins de 6 cilindros ISM 11 P7, com potência de 420 cv e torque de 2.000 Nm, TT 385 6×4 e TT 385 4×2, igualmente com motor Cummins ISM 11 P7, com 385 cv e torque de 1.825 Nm.

A linha é complementada pelos modelos LT – Lorry Truck  – (chassi cabine) e  DT – Dumpy Truck (caçamba), ambos com motor Cummins ISM 11 P7, com potência de 385 cv e torque de 1.825 Nm, e pelos modelos Shacman LT 385 6×4 e Shacman DT 385 6×4, ambos com motor Cummins de 6 cilindros ISM 11 P7 em linha, 24 válvulas e potência de 385 cv e torque de 1.825 Nm.

Fonte:

Secco Consultoria de Comunicação

www.secco.com.br

 

Metro-Shacman mostra na Transposul caminhões que já vende no mercado brasileiro

Categorias: EVENTOS

 

Shacman TT 385 4×2 e Shacman TT 420 6×4 são as atrações da empresa na principal exposição de transporte da região Sul

São Paulo, 3 de julho de 2013 - A Metro-Shacman participa da 15ª Transposul Feira e Congresso de Transporte e Logística, principal evento do setor da região Sul do País, com a apresentação de dois de seus principais modelos com os quais disputará o mercado de caminhões pesados no mercado brasileiro. Os caminhões Schacman na exposição que se realiza de 3 a 5 deste mês, no Centro de Eventos da FIERGS, em Porto Alegre, são dos modelos de cavalos-mecânicos TT 385 4×2 e TT 420 6×4.

Essa é a primeira apresentação oficial da empresa após receber, na semana passada, a habilitação definitiva ao programa Inovar-Auto, pelo MDIC, Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio.

A ampla linha de caminhões pesados da Metro-Shacman, que vai atender ao mercado brasileiro com PBTC de até 74 toneladas, é composta das famílias TT (Tractor-Truck, de cavalos-mecânicos), com as versões TT 385 4×2, TT 385 6×4 e TT 420 6×4; LT (Lorry Truck, de chassi-cabine) LT 385 6×4 e DT (Dump Truck, do tipo caçamba), DT 385 6×4.

Todos os veículos são equipados com motor Cummins ISM 11 E5, de 6 cilindros em linha, com 24 válvulas. Para os modelos LT e DT, motor com potência de 385 cv e torque de 1.825 Nm. Para a linha TT, motor com potência de 385 cv e torque de 1.825 Nm e motor com potência de 420 cv de potência e torque de 2.000 Nm.

Fonte:

Secco Consultoria de Comunicação

www.secco.com.br

 

Iveco é primeira fabricante de caminhões do Brasil a ultrapassar a marca de 200 mil fãs no Facebook

Categorias: EVENTOS

·  Campanha para escolha do novo layout do ônibus do Corinthians na rede social, bem como tradição da empresa em ações on-line, explicam sucesso digital. 

· Uma das maiores torcidas de futebol do Brasil já está votando para escolher no Facebook da Iveco o visual do “Mosqueteiro”, o novo ônibus desenvolvido pela Iveco especialmente para o Sport Club Corinthians Paulista.

A ação da Iveco no Facebook junto a um dos clubes mais populares do planeta movimentou milhares de torcedores corinthianos e realçou ainda mais a força da empresa na internet. Em menos de uma semana, a campanha ajudou a página www.facebook.com/IvecoBr a superar 200 mil fãs, colocando a Iveco como a primeira fabricante a ultrapassar essa marca no mercado de caminhões brasileiro.  Ao final da primeira quinzena de junho, a Iveco entregará o novo “Mosqueteiro”, o ônibus responsável pelo transporte do time principal do Sport Club Corinthians Paulista com a opção de lay out mais votada pelos torcedores.

“Até o final da campanha temos certeza que a participação da nação Alvinegra será ainda maior, pois sabemos que se trata de uma torcida linkada com todas as ações voltadas ao seu clube de coração, principalmente aquelas promovidas por meio das redes sociais.  É possível que a ação no Facebook renda à página da Iveco a marca de montadora mais curtida no mundo”, diz Christian Gonzalez, diretor de Marketing da Iveco Latin America.

O chassi do “Mosqueteiro” é um modelo Iveco Eurorider, que traz motor traseiro e foi apresentado no Brasil durante a FetransRio 2012, feira do setor de ônibus realizada no Rio de Janeiro. O chassi recebeu a carroçaria New Road N10, da empresa Neobus. A qualidade da linha de ônibus Iveco já conquistou até a seleção italiana de futebol, que utiliza um chassi modelo Magelys para seus deslocamentos. Nos próximos anos, de forma gradual, a Iveco vai trazer toda sua completa gama de ônibus, a exemplo de como já atua, com sucesso e há mais de 150 anos, no competitivo mercado europeu.

Ações com o Corinthians

A parceria vitoriosa entre a Iveco e o Corinthians começou em 2012, quando a fabricante de caminhões decidiu estampar seu logo na camisa alvinegra com um patrocínio pontual nos jogos das semifinais e finais da Taça Libertadores da América. Para marcar a vitória da equipe – que a qualificou para chegar à final do Mundial de Clubes da Fifa.

Além do patrocínio, em 03/12, antes do embarque do Timão para o Japão, a Iveco entregou a estátua batizada de “Camisa de Peso” ao clube, uma iniciativa que visou eternizar o apoio que a fabricante conferiu ao time nos jogos decisivos da Libertadores da América. Confeccionada em concreto, a obra de arte pesa 4 toneladas e 2,80 m de altura, e está exposta no Centro de Treinamento do Corinthians, no Parque Ecológico do Tietê, em São Paulo. A produção da estátua também passou pela web.

“A ‘Camisa de Peso’ é uma estátua que foi construída em parceria com os mais de 100 mil fãs da Iveco no Facebook, que demonstraram apoio irrestrito à estratégia vitoriosa entre Iveco e Corinthians durante as finais da Copa Libertadores. O título do campeonato de futebol mais importante das Américas foi a maior conquista da história do clube desde a sua fundação e a Iveco tem orgulho de ter sido a principal parceira do ‘Timão’ neste momento”, enfatiza Gonzalez.

Durante a parceria com o Corinthians, a montadora realizou também uma série de ações para potencializar ainda mais a estratégia, que culminaram em uma repercussão recorde nas redes sociais. Além de iniciativas como a construção virtual da “Camisa de Peso”, que aumentaram em mais de 4.400% o número de fãs da fabricante de caminhões no Facebook (atualmente a página oficial da empresa conta com quase 160.000 fãs), foram realizados três concursos culturais no blog da Iveco, o que aumentou significativamente o número de acessos à página.

A “Força Digital” da Iveco

A Iveco foi a única fabricante de caminhões participante e premiada no Prêmio ABEMD 2013, realizado há 19 anos pela Associação Brasileira de Marketing Direto. A entrega dos prêmios ocorreu em 07/05, em São Paulo (SP). Empreendidas pela agência Plan B Comunicação OnLine, as ações “Monte seu Daily” e “Iveco Libertadores 2012” receberam, respectivamente, os troféus Prata e Bronze na categoria Digital/Mobile da premiação. A Iveco concorreu com empresas de diversos segmentos, como Chevrolet, Editora Abril, Google, Itaú, McDonald’s e Pão de Açúcar.

A ação “Monte seu Daily” foi lançada em julho do ano passado, por meio do site www.ivecodaily.com.br/monteoseu, onde um simulador permitia ao cliente encontrar o caminhão ideal para o seu tipo de negócio através de uma experiência diferenciada, onde é possível personalizar o produto (é possível escolher versões e itens opcionais). Nos primeiros três meses de operação, o site já contabilizava 51.853 visitas e 137.882 visualizações, e 5.864 caminhões foram personalizados. Por meio dos dispositivos móveis, os resultados foram 1.993 visualizações de página e 912 visitas. Com isso, foram preenchidos 502 formulários de Intenção de Compra.

Vencedor do Troféu Bronze na categoria Digital/Mobile, o case “Iveco Libertadores 2012” se destacou por aumentar de maneira fenomenal o número de seguidores das mídias sociais da Iveco, após o patrocínio pontual da empresa na camisa oficial do Sport Club Corinthians Paulista durante os jogos das semifinais e finais da Taça Libertadores da América 2012. “Esta ação foi uma grande sacada, pois aproveitamos para conquistar o público diferenciado do Futebol, que é altamente engajado. Conseguimos alcançar 100 mil fãs em nosso Facebook, além de marcar o nome da empresa durante as transmissões dos jogos, feitas para toda a América Latina”, aponta Hellen Santos, da Iveco.

Iveco

A Iveco, uma empresa do Grupo Fiat Industrial,  projeta, produz e comercializa uma ampla gama de caminhões leves, médios e pesados, veículos comerciais e fora de estrada, urbanos, interurbanos e para aplicações militares,  e defesa civil. A Iveco emprega cerca de 25.000 pessoas e opera em 11 países do mundo, utilizando excelência em tecnologia. Além da Europa, a empresa opera na China, Rússia, Austrália e América Latina. Cerca de 5 mil postos de atendimento e vendas em mais de 160 países garantem apoio técnico em qualquer lugar do mundo onde um veículo Iveco esteja em funcionamento.

São Paulo, 07 de junho de 2013

Visite: www.iveco.com.br / www.blogiveco.com.br / www.ivecodiretto.com.br

Fonte:
MM Editorial

Marta de SouzaFábio Rogério
www.mmeditorial.com.br

Sport Cars

odiario.com 2010 - 2014 © Todos os direitos reservados à Editora Central Ltda.