comandar



Seleção Paranaense de Triathlon comanda pódio do Triathlon Olímpico de Caiobá

abre

Eduardo Lass e Luis Ohde ficam com ouro e bronze, respectivamente na última prova do ano

Integrantes da Seleção Paranaense de Triathlon, Eduardo Lass e Luis Ohde fecharam a temporada 2015 com pódio na prova do Triathlon Olímpico de Caiobá, realizada neste domingo (6), no litoral do estado. A etapa com 1.5 k de natação, 40k de ciclismo e 10 k de corrida foi disputa com chuva durante todo o percurso. Os paranaenses fecharam bem o ano e esperam melhorar ainda mais seus resultados em 2016. “Estou muito feliz de fechar o ano com título, ainda mais vencendo em casa, com toda torcida apoiando. Mesmo com o tempo ruim, conseguir colocar um bom ritmo em todas as etapas – na água, no ciclismo e na corrida – e liderei a prova de ponta a ponta”, contou Eduardo Lass.

Terceiro colocado, Luis Ohde também falou da prova. ”Foi legal, um bom teste pra começar a treinar pensando no ano que vem. A prova foi dura com bons competidores, bastante chuva o tempo todo. Agora começo a treinar focado nas provar de fevereiro e março do ano que vem”.

Flávio Sartori, outro integrante da Seleção Paranaense de Triathlon, chegou na quarta colocação do Triathlon Olímpico de Caiobá. ”Muito bom voltar a competir em casa com minha família e amigos!”.

2016

A temporada 2016 promete ser bastante agitada para os integrantes da equipe. Por isso, todos os atletas querem descansar bem e voltar com tudo aos treinos. ”Integrar a Seleção Paranaense nesse ano foi motivo de muito orgulho! Representar as cores do meu estado nas competições é uma grande satisfação. O projeto de alto rendimento é fundamental para que o atleta consiga se manter em um bom nível. Esse ano consegui algumas conquistas, como a medalha de bronze na Pan American Cup de Ibarra, a medalha de prata por equipe nos Jogos Mundiais Militares e ainda fecho o ano como líder do ranking nacional na Sub-23.
Em 2016 espero continuar na equipe para seguir levando meu estado para as demais provas. Será um ano com muitas competições e espero que de muitas conquistas”
, contou Eduardo Lass.

Luis Ohde é outra promessa que virou realidade no triathlon brasileiro. Em 2015, o atleta se dedicou ao Ironman, ficando com o quatro lugar na sua categoria na final em Kona, no Havaí, disputa no mês de outubro.

Seleção

O objetivo da Seleção Paranaense de Triathlon é elevar ainda mais o nível dos competidores locais. O time é formado pelo estado do Paraná por meio da Lei de Incentivo ao Esporte do Governo Federal. Os patrocínios são da COPEL e SANEPAR. A FPTRI – Federação Paranaense de Triathlon – formou o grupo de alto-rendimento visando a disputa das principais provas do país e fortalecer ainda mais a modalidade na região. A seleção é composta por 4 homens e 1 mulher, todos entre 19 e 25 anos.

Sobre a COPEL

A Companhia Paranaense de Energia atua com tecnologia de ponta nas áreas de geração, transmissão e distribuição de energia, além de telecomunicações. Opera um abrangente e eficaz sistema elétrico com parque gerador próprio de usinas, linhas de transmissão, subestações, linhas e redes elétricas do sistema de distribuição e um moderno e poderoso sistema óptico de telecomunicações que integra todas as cidades do Estado. Efetua em média, mais de 70 mil novas ligações a cada ano, atendendo praticamente 100% dos domicílios nas áreas urbanas e passa de 90% nas regiões rurais.

Sobre a SANEPAR

A Companhia de Saneamento do Paraná – Sanepar é uma das maiores e mais eficientes do setor de saneamento do País, pronta para ampliar sua participação de mercado e a qualidade de seus serviços. A companhia atende 345 dos 399 municípios do Paraná e 289 distritos ou localidades de menor porte no estado, além de Porto União em Santa Catarina. A Sanepar presta serviços de fornecimento de água tratada, coleta e tratamento de esgoto sanitário e gerenciamento de resíduos sólidos. A empresa é referência no setor, por aliar eficiência operacional e resultados econômicos a uma sólida política socioambiental.

Mais informações sobre a Seleção Paranaense de Triathlon no site: www.fptri.com.br

Fonte: Flávio Perez
www.onboardsports.com.br

Fotos: Romulo Cruz, @offshotsports e Divulgação

patrocinio

Comente aqui


Fórmula Truck: Monteiro comanda grid em Santa Cruz do Sul

 

Prova será transmitida ao vivo pela TV Band, a partir das 13h

O Autódromo de Santa Cruz do Sul (RS) recebe neste domingo (17) a sexta corrida da temporada 2014 da Fórmula Truck. Sob sol e temperatura amena, um bom público compareceu à pista neste sábado para acompanhar o movimentado treino classificatório, que garantiu o pernambucano Beto Monteiro (Iveco) na pole position.
A primeira surpresa do dia foi a exclusão de Leandro Totti (Volkswagen), que venceu todas as provas disputadas até agora. O paranaense extrapolou o limite de 160 km/h permitidos na passagem pelo radar na tomada de tempos e terá que largar no fundo do pelotão.
Além disso, três bandeiras vermelhas interromperam a sessão classificatória. Uma delas foi motivada pela paulista Michelle de Jesus, que ficou pelo caminho devido a uma pane elétrica no Volvo #33. Com isso, a paulista alinhará o “Baby Truck” ao lado do caminhão de Totti, no fim do grid.
“Até agora, deu tudo errado. Não conseguimos terminar um treino, pois enfrentamos várias quebras. Espero que tenhamos mais sorte na corrida e possamos pontuar novamente”, projeta Michelle.
Empatado com Beto Monteiro na oitava colocação do campeonato, Marcello Cesquim não estava feliz depois do classificatório. O piloto do Mercedes-Benz #90 perdeu tempo num dos trechos da pista gaúcha e ficou com a 11a posição no grid. “O caminhão vinha bem nos treinos livres e tínhamos potencial para disputar o Top Qualify. Esse erro nos custou posições preciosas”, lamentou o paranaense, lembrando do estreito traçado que dificulta as ultrapassages.
A prova será transmitida ao vivo pela TV Band, a partir das 13h, com narração de Celso Miranda, comentários de Eduardo Homem de Mello e reportagens de Luiz Silvério e Vytor Zeidan.
GRID DE LARGADA – SANTA CRUZ DO SUL
1º) 1 – Beto Monteiro (Iveco, PE), 1:42.356, média de 124.2 Kmh.

2º) 6 – Wellington Cirino (Mercedes, PR), 1:42.378

3º) 15 – Roberval Andrade (Scania, SP), 1:42.397

4º) 4 – Felipe Giaffone (MAN, SP), 1:42.667

5º) 3 – Geraldo Piquet (Mercedes, DF), 1:42.880

6º) 55 – Paulo Salustiano (Mercedes, SP), 1:43.157

7º) 80 – Diogo Pachenki (Volvo, PR), 1:43.284

8º) 77 – André Marques (Volkswagen, SP), 1:43.387
9º) 8 – Adalberto Jardim (Volkswagen, SP), 1:43.769

10º) 10 – Jansen Bueno (Scania, PR), 1:43.917

11º) 90 – Marcello Cesquim (Mercedes, PR), 1:43.955

12º) 85 – Danilo Dirani (Scania, SP), 1:44.441

13º) 17 – Gustavo Magnabosco (Volvo, PR), 1:44.562

14º) 7 – Debora Rodrigues (Volkswagen, SP), 1:44.755

15º) 2 – Valmir Benavides (Iveco, SP), 1:44.929

16º) 72 – Djalma Fogaça (Ford, SP), 1:44.958

17º) 51 – Leandro Reis (Ford, GO), 1:45.196

18º) 53 – Ronaldo Kastropil (Mercedes, SP), 1:45.234

19º) 71 – Raijan Mascarello (Ford, MT), 1:45.295

20º) 99 – Luiz Lopes (Iveco, SP), 1:45.394

21º) 28 – Fabiano Brito (Scania, PR), 1:45.692

22º) 25 – Jaidson Zini (Iveco, PR), 1:46.748

23º) 14 – João Maistro (Volvo, PR), sem tempo

Fonte: Central Press
JORNALISTAS RESPONSÁVEIS
Claudio Stringari – Lorena Nogaroli
www.centralpress.com.br

Fotos: Rodrigo Ruiz / Central Press

 

Comente aqui


Maico Teixeira e Cachorrão comandam primeiras atividades do SuperBike Series Brasil em Goiânia

 

Pilotos da Equipe Honda Mobil de Motovelocidade disputam quinta etapa da competição neste fim de semana

15/08/2014 – Goiânia (GO) – O autódromo recém-reformado de Goiânia recebeu nesta sexta-feira (15) os primeiros treinos do SuperBike Series Brasil, maior campeonato de motovelocidade das Américas. E a dupla da Equipe Honda Mobil de Motovelocidade, Maico Teixeira e José Luiz Cachorrão, foi responsável por ditar o ritmo das atividades do dia na categoria SuperBike Pro, a principal do evento.
Maico, que lidera o campeonato nacional com 76 pontos, foi o mais rápido nas duas sessões de abertura da quinta etapa. Ele baixou dois décimos de segundo do primeiro para o treino final (1min25s778 para 1min25s532). “O dia foi bem proveitoso. A equipe fez um trabalho muito rápido para deixar minha moto toda em ordem. O vento, ao mesmo tempo em que ajudou a amenizar o calor nesta sexta, acabou atrapalhando um pouco a estabilidade. Mesmo assim, conseguimos bons tempos e liderar os dois primeiros treinos da etapa de Goiânia”, afirma Maico.
Segundo colocado nos treinos, Cachorrão está satisfeito com o desempenho da CBR 1000RR Fireblade e com a adaptação ao traçado goiano. Ele projeta novos ajustes antes da corrida, marcada para domingo. “Estamos mais ambientados ao circuito. Estamos acertando os últimos detalhes, porém já estamos prontos para mais uma etapa. Neste sábado, entraremos com pneus novos e vamos tentar baixar ainda mais os tempos”, diz o paulista, que teve sua melhor marca em 1min26s483.
Os competidores voltam à pista neste sábado para disputa dos dois treinos classificatórios e da SuperPole, que definirá o grid de largada. A corrida da SuperBike Pro acontece neste domingo (17), às 12h, horário de Brasília, e terá transmissão ao vivo do canal FOX Sports.
A Equipe Honda Mobil de Motovelocidade tem o patrocínio de Pirelli, Spidi Itália e Shoei.
Resutado Geral – SuperBike Pro (treinos livres)
1- Maico Teixeira #36 – 1min25s532
2- José Luiz Cachorrão #51 – 1min26s483
3- Massao Nishimoto #41 – 1min27s510
4- Diego Pretel #35 – 1min27s821
5- Sebastiano Zerbo #81 – 1min28s341

Programação 5ª etapa SuperBike Series Brasil – Goiânia (GO) – Categorias Honda:
16/08 – Sábado
9h05 às 9h30 – 1º treino classificatório SuperBike Pro
11h40 às 12h05 – 2º treino classificatório SuperBike Pro
12h40 às 13h – 1º treino classificatório Honda Junior Cup
13h05 às 13h25 – 2º treino classificatório Copa Honda CBR 500R
13h55 às 14h05 – SuperPole SuperBike Pro (10 mais rápidos)
14h35 às 14h55 – 2º treino classificatório Honda Junior Cup
17/08 – Domingo
8h às 8h10 – Warm-up SuperBike
8h45 às 8h55 – Warm-up Copa Honda CBR 500R
9h às 9h10 – Warm-up Honda Junior Cup
12h – Corrida SuperBike (16 voltas)
14h26 – Corrida Copa Honda CBR 500R (12 voltas)
15h11 – Corrida Honda Junior Cup (8 voltas)
Fonte: VIPCOMM
Assessoria de Imprensa Honda Racing
Jornalistas responsáveis: Ricardo Ribeiro/Carolina Yada
Site oficial: www.honda.com.br/equipehonda
Twitter: @equipehonda  

 

Comente aqui


Ilhabela Sailing Week terá mulher comandando barco misto

 

Velejadora Renata Bellotti disputa, mais uma vez, tradicional semana de vela brasileira

Cada vez mais a vela oceânica tem a participação de mulheres. Na Ilhabela Sailing Week, principal semana de vela da América Latina, não é diferente. A atleta Renata Bellotti simboliza esse crescimento e participa dos principais campeonatos da modalidade com meninas em seu time. Na última temporada, por exemplo, a velejadora teve a chance de liderar o time mais cor de rosa em Ilhabela. Agora, em 2014, o seu desafio será levar o HPE F7 SerGlass ao título ao lado de Juan De La Fuente, Tatiana Almeida e Marcos Hurodovich.
“Comandar é sempre um desafio, independente do sexo. Nas grandes competições, toda a tripulação fica tensa e com adrenalina a bordo. Isso aumenta a responsabilidade de quem toma decisões. Sempre quando sou escalada para ser comandante, eu procuro escolher a tripulação a dedo, ou seja, busco sempre amigos, classificando o ponto alto de cada um”, disse Renata Bellotti.
A primeira prova da classe HPE será a Regata Renato Frankenthal, marcada para o domingo (20). O percurso será de aproximadamente 37 quilômetros e deverá durar, no mínimo 4 horas. A previsão é de ventos fortes para o dia. A Ilhabela Sailing Week termina no sábado (26). “Nosso objetivo é vencer o maior número de regatas e manter uma boa média para fazer a diferença no final”, contou Renata Bellotti.
Para ganhar em regularidade e experiência, o barco F7 SerGlass tem o reforço de Juan de la Fuente. No ano passado, o velejador conquistou o título da HPE a bordo do Ginga.
Irmão de Renata será destaque na classe Star
A velejadora Renata Bellotti não representará a família sozinha na Ilhabela Sailing Week. Marcelo Bellotti tentará o título da classe Star, categoria mais vitoriosa da vela nacional, ao lado do proeiro Antonio Moreira. “Nossos pais nos criaram de tal forma que não distinguimos o que é de quem, para mim é um prazer velejar e representar minha família na água. O Marcelo estará velejando na classe Star e a torcida dele já está garantida por mim”, contou Renata Bellotti .
O campeonato de Star também vale como Sul-Americano em Ilhabela e Marcelo Bellotti quer brigar pelo título. “Apesar de pouco tempo na classe, nós conseguimos bons resultados tanto em competições nacionais como internacionais. Vamos ter uma semana dura, com ótimos competidores, como por exemplo as duplas Lars Grael/Samuel Gonçalves, Fábio Bruggioni/Marcelo Sansone e Marcelo Fuchs/Ronald Seifert. Marcelo e Antônio acabam de chegar do Mundial de Star, que ocorreu na Itália”, disse Marcelo Bellotti.
Sobre a F7
A F7 Blindagem conta com profissionais com mais de 10 anos de experiência no ramo de blindagem automotiva e arquitetônica. A empresa é certificada pelo Exército Brasileiro e fica estrategicamente localizada próximo ao Rodoanel, na região do grande ABC. O local tem infraestrutura ampla e sofisticada com áreas de montagem, estoque, assistência técnica e estacionamento.
Sobre a SerGlass
A SER Glass é fabricante do vidro blindado Eternity e está no mercado desde 2005. Aliando estudos e tecnologia, em 2009 a empresa iniciou a produção de vidros blindados cuidadosamente testados e que obedecem aos mais rígidos padrões de qualidade e tecnologias mundiais. Atualmente, a SER Glass absorve cerca de 15% da produção nacional de vidros blindados e desenvolve cerca de 10 modelos de novos veículos a cada mês. É a única no país com equipamentos e softwares para montar projetos dos vidros blindados em 3D. Além disso, é a primeira empresa do Brasil a oferecer 10 anos de garantia contra a delaminação do vidro.
Fonte:
Andressa Rufino
www.onboardsports.com.br

Fotos: Flávio Perez e Divulgação

Comente aqui


SuperBike Series – Maico Teixeira e Cachorrão comandam dobradinha Honda em Interlagos

Temporada teve início com vitória da equipe, que alcançou o primeiro e segundo lugar na principal categoria da competição

São Paulo (SP) – A Equipe Honda de Motovelocidade começou com o pé direito a temporada do SuperBike Series Brasil. Na etapa de abertura, realizada neste domingo (10), em Interlagos, São Paulo, Maico Teixeira conquistou a vitória. Seu companheiro, José Luiz Teixeira, o Cachorrão, se recuperou após um início instável e assegurou o segundo lugar.
O pole position Maico Teixeira, que no sábado bateu o recorde da competição no autódromo paulista com o tempo de 1min38s972, manteve a ponta na prova logo após a curva do S do Senna. Assim, seguiu até as voltas finais, quando teve que se defender dos seguidos ataques do segundo colocado Bruno Corano. No fim, conseguiu controlar a liderança e vencer a prova.
“É muito bom começar com uma vitória. Tivemos neste ano a oportunidade de realizar testes antes do início do SuperBike e isso foi bastante importante. Além disso, o novo pneu trouxe uma grande evolução para categoria”, coloca Maico, que assim como todos os competidores da categoria SuperBike utiliza o pneu Diablo Supercorsa SC, da Pirelli.
Já Cachorrão não teve um bom início. Caiu para quinto colocado. No decorrer da corrida conseguiu se recuperar até alcançar a segunda colocação, completando a festa para Honda.
“Novamente não fiz uma boa largada. Mas ainda consegui melhorar o meu desempenho na sequência. Tentei buscar o Maico, mas já havia boa diferença de tempo. Vamos treinar para próxima prova e tentar uma vitória”, revela Cachorrão.
Passada a primeira etapa, os pilotos Honda focam suas energias para a prova seguinte, que acontece entre 12 a 14 de abril em Santa Cruz do Sul (RS).
Copa Honda CB 300R
Prova eletrizante do início ao fim. Oswaldo Jorge Filho, da Duende Racing, e Mauricio Venhoven, da Sagui Motos, duelaram na Pro. Oswaldo se deu melhor ao final e venceu, seguido do rival e Rubens Pacheco, da Rodas Mil Competições. Já na Light, Murilo Grandino não teve dificuldades para sair com a vitória. Alexandre Augusto ficou em segundo e Allex Schartner em terceiro.
Copa Honda CBR 600F
Geison Barros, da LGR Rodabril Team, largou na pole position da Light. Mas logo na largada perdeu a posição para Giovandro Tonini, da Alemão Pneus Team. Na liderança, Tonini abriu uma vantagem superior a cinco segundos para o rival. Assim, caminhou livre para vitória.
A Equipe Honda de Motovelocidade tem patrocínio da Mobil, Pirelli, Dainese e AGV.

Crédito das Fotos: Luiz Pires/VIPCOMM

Fonte:

VipComm Agência de Comunicação

Comente aqui


Mitsubishi Sailing Cup terá veleiro com tripulação 100% feminina comandado por Martine Grael

Filha do campeão Torben Grael terá ao seu lado velejadoras como a medalhista olímpica Isabel Swan

A Mitsubishi Sailing Cup ganhará ainda mais charme em sua 3ª temporada. Pela primeira vez, a competição contará com um veleiro com tripulação 100% feminina, comandado por ninguém menos que Martine Grael, filha do velejador seis vezes medalhista olímpico Torben Grael.
A jovem Martine fará sua estreia à frente de um barco de grande porte, o S40 Pajero / Gol. “Será um desafio comandar o veleiro, já que eu nunca liderei uma embarcação grande. Mas acho que não vai ser um bicho de sete cabeças e que é extremamente possível fazermos uma regata competitiva com os homens, mesmo eles tendo muito mais experiência e mais força física do que as meninas”, afirma a velejadora.
Experiente com competições, Torben vê a iniciação do veleiro Pajero / Gol só com mulheres como um ponto positivo para a Mitsubishi Sailing Cup. “Acho que será uma experiência nova e enriquecedora para todas elas. Para o evento, trás ainda mais brilho, deixando de ser um nicho só dos homens. É algo extremamente saudável”, exalta.
Tripulação de peso
Assim como Martine, detentora de conquistas como a medalha de ouro dos Jogos Mundiais Militares na classe HPE25, todas as velejadoras da tripulação feminina irão somar grandes experiências ao veleiro Pajero / Gol. Dezenas de títulos nacionais e internacionais integram a lista das velejadoras, com destaque para Isabel Swan.
Isabel, de 29 anos, entrou para a história ao garantir a medalha de bronze da classe 470 nos Jogos Olímpicos de Pequim, resultado inédito entre as mulheres brasileiras. Atualmente, a velejadora é parceira de Martine Grael em outras competições.
“Acredito que será um campeonato muito bom, com um nível alto de velejadores. Vejo que a tarefa é difícil para a gente, porque os homens já conhecem bem o barco e tem sintonia nas manobras e regulagens. Mas se velejarmos bem, vamos incomodar e podemos ter bons resultados. Com certeza, será um desafio para a equipe feminina”, explica a trimmer do veleiro.
O evento
A Mitsubishi Sailing Cup é uma competição para veleiros monotipos de oceano que chega à 3ª temporada em 2012. Primeiro campeonato exclusivo para barcos deste tipo no Brasil, a competição coloca a prova, nos litorais de Ilhabela (SP) e Búzios (RJ), os mais modernos barcos de regata do mundo: S40, C30 e HPE25. Ao longo do evento, serão 16 regatas, com até três descartes.
As inscrições para a primeira etapa da Mitsubishi Sailing Cup, entre os dias 21 e 24 de junho, em Ilhabela (SP), já estão abertas no site www.mitsubishisailingcup.com.br.
Calendário 2012
1ª Etapa – 21 e 24 de Junho, em Ilhabela (SP)
2ª Etapa – 9 a 12 de Agosto, em Búzios (RJ)

Crédito das fotos: Gianne Carvalho / Mitsubishi e Matías Capizzano / Mitsubishi

Fonte:

Assessoria de Imprensa

Giorgia Torello
Thiago Padovanni
Caio Martins
Fernando Solano – Coordenador

Comente aqui