dominar



Can-Am Maverick domina premiação dos UTVs no Rally RN 1500

Natal (RN) – O Can-Am Maverick dominou a cerimônia de premiação dos UTVs no Rally RN 1500, em Natal (RN). Após quatro dias de disputas, os campeões foram definidos nos últimos quilômetros da etapa deste domingo. Luiz Facco e o navegador Humberto Ribeiro levaram a melhor, confirmando a primeira vitória do Can-Am Maverick MAX em solo nacional. Bruno Sperancini e Lourival Roldan garantiram o segundo lugar e, de quebra, a liderança do Brasileiro de Rally Cross Country, sendo que Rodrigo Varela e João Arena comemoraram a terceira posição.
Estreante na classe para UTVs, Facco utilizou a sua ampla experiência na pilotagem de carros para chegar à vitória. “Temos muito a aprender, mas foi bem positiva nossa primeira experiência na categoria. Hoje estávamos mais confiantes, fizemos a nossa prova e dentro do nosso ritmo, foi muito prazeroso”, disse o campeão.
Bruno Sperancini e Lourival Roldan também tiveram saldo mais do que positivo, já que assumiram a liderança na corrida pelo título nacional da modalidade. “Chegamos perto da vitória no RN 1500, mas estou muito satisfeito pela liderança do campeonato. A prova foi extremamente dura e disputada, cada dia foi uma luta”, contou Sperancini. A dupla é a atual bicampeã brasileira dos UTVs.
Sobre a BRP – A Bombardier Recreational Products Inc (BRP) é uma empresa privada, líder mundial em projeto, desenvolvimento, fabricação, distribuição e marketing de veículos recreativos motorizados. Seu portfólio de marcas e produtos inclui: snowmobiles Ski-Doo e Lynx, motos aquáticas Sea Doo, motores de popa Evinrude, veículos ATV, Side-by-Side e roadsters Can-Am e também motores Rotax. Os produtos da BRP são distribuídos em mais de 100 países.
www.brp.com
Sea-Doo, Ski-Doo, Lynx, Evinrude, Johnson, Can-Am, Rotax e o logotipo BRP são marcas comerciais da Bombardier Recreational Products Inc. ou de suas afiliadas. Todas as outras marcas comerciais pertencem a seus respectivos titulares.

Fonte: Ângela Monteiro

Mundo Press Jornalismo Estratégico

www.mundopress.com.br

Crédito da fotos: Doni Castilho/DFotos

Comente aqui


Escuderia X domina abertura do Paranaense de Motocross

Jetro Salazar, Davis Guimarães e Mauriti Junior venceram suas categorias na etapa de Toledo

A Escuderia X venceu três das seis categorias que disputou neste fim de semana na abertura do Paranaense de Motocross em Toledo, Oeste do estado. O time da X Motos do Brasil também ocupou um lugar no pódio em cinco classes. “O Paranaense deste ano está com um nível alto de competidores e, se as datas não coincidirem com as provas do Brasileiro (de Motocross), a Escuderia entrará na disputa pelos títulos”, afirma Cale Neto, chefe de equipe.
Jetro Salazar dominou a categoria MX1 durante o fim de semana. Depois de fazer o melhor tempo no sábado, 22 de março, o piloto largou em primeiro na bateria de domingo, 23, e venceu a prova com facilidade. “Foi minha primeira corrida de motocross nesta temporada no Brasil e eu sabia que estaria mais confortável”, avalia Salazar. “Ela serviu para que eu fizesse ajustes importantes na suspensão”, comenta. Na mesma categoria, Davis Guimarães terminou a prova na quarta colocação depois de permanecer a maior parte da bateria em terceiro.
Focado na MX3, Davis Guimarães deu show em Toledo ao vencer a categoria com cerca de 20 segundos de vantagem para o segundo colocado. “Foi uma corrida no estilo (Ricky) Carmichael. Larguei em primeiro e dominei toda a bateria”, comenta Guimarães.
A terceira vitória da Escuderia X no fim de semana foi conquistada por Mauriti Junior na classe Intermediária. O piloto largou em terceiro e construiu sua vitória em cima do erro dos oponentes. “Foi uma conquista difícil, o que me deixa ainda mais motivado para a temporada”, completa.
Na MX2, Tauan Brenner estava entre os três primeiros colocados quando caiu no meio da prova e terminou o dia em sétimo lugar. Léo Almeida foi quarto colocado na Junior. Ele largou na frente e liderou até a metade da prova, quando cometeu um erro e foi ultrapassado. Na 65cc, Thaina Fontes ficou na quarta colocação depois de duelar pela segunda posição e errar um salto.
A Escuderia X se prepara para a abertura do Brasileiro de Motocross em Três Lagoas, Mato Grosso do Sul, em 12 e 13 de abril.

Fonte: Grupo X Brasil

Comente aqui


Rally do Espírito Santo: pilotos e navegadores dominaram a velocidade

Pé cravado no acelerador, manobras de curvas alucinantes e diversos estilos de pilotagem. Toda experiência foi válida na busca pela vitória da primeira etapa do Campeonato Brasileiro de Rally Cross Country
15 de março de 2014 –A terra é o habitat preferido dessas máquinas… A velocidade está no DNA dos pilotos e navegadores. Um conjunto que rende altas doses de emoção para quem disputará o título do Campeonato Brasileiro de Rally Cross Country. O Rally do Espírito Santo deu início a temporada 2014 da competição e acontece neste final de semana, em Linhares, ES. O grid é composto por motos, quadriciclos, UTVs, carros e caminhões.
O percurso deste sábado teve 230 quilômetros, sendo 170 quilômetros de cronometro aberto, onde os participantes deram tudo de si para serem os mais rápidos do rali. O destaque do dia foi o trecho de praia beirando o mar… Mas, não foi tão simples o quanto parece ser. Com vegetação em meio a areia, fez-se necessário desviar dos obstáculos para evitar possíveis avarias.
Os atuais campeões brasileiros, o piloto Lucas Moraes e o navegador Alberto Andreotti saíram na frente no campeonato, com 02h07min25 (diferença de 05min19s para a dupla Maurício e Gustavo Bortolanza, segundo colocados).
“Começar com uma vitória é importante, mas ainda tem muito chão pela frente. É o terceiro ano que competimos juntos (Beco) e nosso entrosamento está cada vez melhor. Independente da vitória, amanhã é outro dia, outra etapa, então, lutaremos novamente por esse resultado”, salientou Lucas.
O primeiro dia do Rally do Espírito Santo foi extremamente variado, com estradões de terra batida, areia, erosões, subidas e descidas, algumas lombadas, entre outros obstáculos. E já que a velocidade que interessa: “alcançamos a máxima de 160 km/h. Começamos com o pé direito e buscaremos a vitória desse título inédito”, afirmou Andreotti.
Nos caminhões, o trio da Salvini Racing teve problemas no freio do caminhão, e acumulou o tempo de 4h22min38s.
E continua
Bastante elogiado pelos competidores, o Rally do Espírito Santo prossegue neste domingo, a partir das 8h. Serão mais 175 quilômetros de especial em roteiro parcialmente novo. Os trechos que se repetirão serão percorridos em sentido inverso ao deste sábado. De acordo com o diretor técnico da Rallymakers, Eduardo Magalhães, as características prevalecem, valorizando o verdadeiro estilo cross country. A premiação dos vencedores está prevista para às 16h.
Classificação – Primeira etapa do Rally do Espírito Santo
Carros
1º Lucas Moraes/Alberto Andreotti, 02h57min25s
2º Maurício Bortolanza/Gustavo Bortalanza, 02h12min45s
3º Mauro Guedes/Neurivan Calado, 02h14min15s
4º Marcos Moraes/Eduardo Sachs, 02h14min38
5º Luis Carlos Nacif/Filipe Bianchini de Oliveira, 02h16min04s
Caminhões
1º Guido Salvini/Flávio Bisi/Fernando Chwaigert, N/C
Classificação – Geral do Rally do Espírito Santo
Carros
1º Lucas Moraes/Alberto Andreotti, 02h09min45s
2º Maurício Bortolanza/Gustavo Bortalanza, 02h14min59s
3º Mauro Guedes/Neurivan Calado, 02h16min45s
4º Marcos Moraes/Eduardo Sachs, 02h16min48
5º Luis Carlos Nacif/Filipe Bianchini de Oliveira, 02h18min25s
Caminhões
1º Guido Salvini/Flávio Bisi/Fernando Chwaigert, N/C
Programação – Rally do Espírito Santo
16 de março – domingo
8h – Largada da primeira moto no parque de apoio
8h30 – Largada da primeira moto na Prova Especial
10h – Largada do primeiro carro no parque de apoio
10h30 – Largada do primeiro carro na Prova Especial
16h – Cerimonial de premiação
O Rally do Espírito Santo é realizado por Rallymakers, com promoção da Agência Black Box. Conta com apoio do Governo do Estado do Espírito Santo, Prefeitura de Linhares, Prefeitura Municipal de São Mateus, BRP Can Am, DNA Comunicação Digital, Bike Box e Calibri.

Crédito das Fotos: Márcio Machado/DFOTOS e Doni Castilho/DFOTOS

Fonte:
Liberdade de Ideias
Isis Moretti

www.liberdadedeideias.com.br

Comente aqui


Com título, Can-Am Maverick domina primeiras posições do Rally dos Amigos

Avaré (SP) – O desempenho de pilotos a bordo do Can-Am Maverick rendeu domínio no Rally dos Amigos e comemoração de título entre os UTVs, neste sábado em Avaré (SP). Rodrigo Varela foi o mais rápido da prova, seguido por Deninho Casarini, que garantiu o vice-campeonato brasileiro de rally baja em seu ano de estreia. Carlo Collet subiu no pódio em terceiro lugar e levou a taça do Sertões Series para casa.
Casarini chegou muito próximo do título nacional, ficando a apenas três pontos de Aristides Mafra Júnior – que teve problemas mecânicos na final em Avaré, mas conseguiu completar com a ajuda de companheiros de equipe. “Fiz uma prova consciente e deu tudo certo. Foi um ano de muito conhecimento no rali e na temporada que vem já será bastante diferente, por conta dessa bagagem”, observou o tricampeão mundial de motos aquáticas.
O novo ambiente agradou o piloto e sua família. “Pretendo correr no Rally dos Sertões e me vejo no off-road por no mínimo mais 10 anos. A minha esposa também irá competir no ano que vem”, revelou. O Rally dos Amigos teve 125 quilômetros de trechos especiais com piso predominante de cascalho, além de piçarra e areia, passando por canaviais e eucaliptos da região.
Sobre a BRP – A Bombardier Recreational Products Inc (BRP) é uma empresa privada, líder mundial em projeto, desenvolvimento, fabricação, distribuição e marketing de veículos recreativos motorizados. Seu portfólio de marcas e produtos inclui: snowmobiles Ski-Doo e Lynx, motos aquáticas Sea-Doo, motores de popa Evinrude e Johnson , veículos ATV, Side-by-Side e roadsters Can-Am e também motores Rotax. Os produtos da BRP são distribuídos em mais de 100 países.
www.brp.com
Sea-Doo, Ski-Doo, Lynx, Evinrude, Johnson, Can-Am, Rotax e o logotipo BRP são marcas comerciais da Bombardier Recreational Products Inc. ou de suas afiliadas. Todas as outras marcas comerciais pertencem a seus respectivos titulares.

Fonte: Ângela Monteiro

Mundo Press Jornalismo Estratégico

www.mundopress.com.br

Fotos: Luciano Santos/DFotos

Comente aqui


Troller domina pódio do Rally do Estado de São Paulo

O Troller T4 foi o grande vencedor do Rally do Estado de São Paulo, disputado no final de semana, em um roteiro de cerca de 500 quilômetros entre as cidades de São Pedro e Sumaré. As duplas campeãs das três categorias – Super Master, Graduado e Junior – completaram os três dias de prova pilotando utilitários Troller T4.

Na categoria Super Master, a dupla formada por Daniel Maffi e Enedir Silva Junior, de Chapecó, SC, foi a grande vencedora com 230 pontos. Na modalidade Graduado, Eduardo Ranghetti e Rogerio Augusto foram os campeões. A dupla Eduardo Schvambach e Julio Cesar Maba completou o triplo pódio da Troller, vencendo na categoria Junior.

“Estamos muito felizes em ver o Troller T4 seguindo a sua tradição de veículo vencedor em importantes competições, como o Rally do Estado de São Paulo. Isso mostra que o veículo preferido dos praticantes do off-road continua forte em competições pelo Brasil”, diz Carla Freire, do Marketing da Troller.

Veículo vencedor

O Troller T4 é conhecido por sua construção robusta e pela coleção de títulos em importantes competições nacionais, como o Rally dos Sertões, um dos mais difíceis do mundo. Ele tem motor 3.2 Diesel com turbina de geometria variável e 165 cv, tração 4×4 com reduzida, diferencial traseiro com sistema Trac-Lok, freios a disco nas quatro rodas e pneus todo-terreno, que garantem o seu desempenho em todo tipo de terreno. De design clássico e robusto, o T4 é produzido com carroceria em compósito que não amassa nem enferruja, chassi de perfil retangular, espaço para cinco passageiros e capota removível, características que fazem dele um ícone do off-road.

Fonte: 18/11/2013 – Imprensa Troller

Fotos: Doni Castilho

 

Comente aqui


Can-Am Maverick domina pódio dos UTVs no Potiguar de Rally Baja

São Paulo (SP) – O Can-Am Maverick foi o grande destaque dos UTVs no Campeonato Potiguar de Rally Baja. O veículo off-road dominou completamente a categoria, conquistando as três primeiras posições do pódio após as etapas finais. Lucas Barroso confirmou o título estadual, seguido por Silvio Goyanna e Valmir Fernandez, segundo e terceiro colocados, respectivamente. As provas foram realizadas no último final de semana em São Paulo do Potengi (RN).
O Potiguar de Rally Baja teve três etapas no total, envolvendo ainda quadriciclos e motocicletas. “Nas finais, cada etapa foi formada por três voltas em um circuito de 33 quilômetros. O terreno era de piçarra, com muita pedra pontiaguda”, contou Barroso, da Terrabella Racing, que teve de superar situações adversas. “No sábado, tive três pneus furados por conta das pedras e fui o último a chegar. Já no domingo, acelerei o máximo e venci a prova, recuperando o título dos UTVs.”
Barroso está motivado com os novos desafios a bordo do Can-Am Maverick. “O veículo é extremamente confiável e não nos deixa na mão. Estou me divertindo muito nas provas e me identifiquei com a categoria, que reúne a sensação de liberdade dos quadriciclos e das motos e a segurança dos carros, só que a um custo muito inferior”, comparou o piloto.
“Vou correr mais duas vezes esse ano, na final do Cearense de Rally de Regularidade e no Rally dos Amigos, no interior paulista, válido pela final do Brasileiro de Baja, ambos em dezembro. E, no ano que vem, pretendo aumentar os desafios no Cerapió e no Rally dos Sertões”, concluiu Lucas Barroso.
Sobre a BRP – A Bombardier Recreational Products Inc (BRP) é uma empresa privada, líder mundial em projeto, desenvolvimento, fabricação, distribuição e marketing de veículos recreativos motorizados. Seu portfólio de marcas e produtos inclui: snowmobiles Ski-Doo e Lynx, jets e lanchas Sea Doo, motores de popa Evinrude e Johnson , veículos ATV, Side-by-Side e roadsters Can-Am e também motores Rotax. Os produtos da BRP são distribuídos em mais de 100 países.
www.brp.com
Sea-Doo, Ski-Doo, Lynx, Evinrude, Johnson, Can-Am, Rotax e o logotipo BRP são marcas comerciais da Bombardier Recreational Products Inc. ou de suas afiliadas. Todas as outras marcas comerciais pertencem a seus respectivos titulares.

Fonte: Ângela Monteiro

Mundo Press Jornalismo Estratégico –www.mundopress.com.br

Fotos: Divulgação/Terrabella

Comente aqui


Capixabas dominam primeiro dia do Enduro da Independência 2013

Jomar Grecco e Carlos Minet terminam empatados na categoria Master
Venda Nova do Imigrante (ES) – A 31ª edição do Enduro da Independência começou para valer nesta quarta-feira (4). Em dia nublado e em alguns trechos com chuva, os pilotos partiram de Vitória (ES) rumo a Venda Nova do Imigrante (ES) em 217 quilômetros de percurso. A competição, que promete ser acirrada, teve início com um empate entre dois capixabas na categoria Master: Jomar Grecco e Carlos Minet, ambos com 47 pontos. Na primeira etapa Minet, piloto da casa, levou a melhor e Jomar, da vizinha Pedra Azul, ficou em segundo. Já na parte final, as posições se inverteram e por ter vencido a última etapa, Grecco fica na frente na corrida pelo título de 2013.

Sala de imprensa virtual
Galeria de fotos para a imprensa

Facebook

Site do TCMG

“Já deu para sentir como serão os próximos dias. Apesar de as últimas trilhas serem bem travadas, o roteiro está mais aberto, diferente das demais edições. Estou bastante focado em conquistar esse título e a oportunidade é boa. Afinal, já são quatro vezes batendo na trave”, conta Jomar, que nunca venceu o Independência e coleciona quatro vice-campeonatos.

As primeiras trilhas do Enduro da Independência foram de adaptação para os pilotos, com um grau de dificuldade menor do que vem por aí. A prova passou pela região de Santa Leopoldina, Marechal Floriano e Pedra Azul. Um dos trechos mais temidos foi uma subida de pedras, que deu trabalho até para quem tem bastante experiência na competição. “Gostei muito da prova do primeiro dia. Foi bem solta e o fato de nós capixabas conhecermos bem os terrenos acaba nos dando uma pequena vantagem”, explica Minet. 

Nesta quinta-feira (5), os competidores partem de Venda Nova do Imigrante rumo a Minas Gerais, passando por Conceição do Castelo (ES), Ibatiba (ES) e Pequiá na divisa dos dois estados, até chegar a Manhuaçu (MG) em 204 quilômetros de trilhas.

A edição 2013 do Enduro da Independência vai até sábado (7), dia em que é comemorado a Independência do Brasil. Serão no total 821 quilômetros de trilhas até Ouro Preto (MG), através da Rota Imperial, caminho utilizado por Dom Pedro II em viagens ao interior do país. Cerca de 400 participantes estão divididos em 12 categorias: Master, Sênior, Over 40, Over 45, Over 50, Junior, Dupla Graduado, Over 55, Feminino, Novato e Dupla Estreante. A Vintage será apenas no último dia da competição.

O Enduro da Independência 2013 tem patrocínio da Honda, Secretaria de Turismo do Estado do Espírito Santo, Prefeitura Municipal de Ouro Preto, Ipiranga, Instituto Rota Imperial, Microcity, Prefeitura Municipal de Vitória, Cervejaria Backer e Plena Alimentos. Apoio da Prefeitura Municipal de Viçosa, Prefeitura Municipal de Manhuaçu, Prefeitura Municipal de Venda Nova do Imigrante e Motostreet.

Confira os 5 primeiros de cada categoria

Master
1º #1 Jomar Grecco
2º #4 Carlos Minet
3º #25 Emerson Bombadinho
4º #11 Sandro Hoffmann
5º #19 Mario Vignate
Sênior
1º #55 Marcos Resende
2º #59 Edmilson Campos
3º #58 Thiago Casagrande
4º #41 Roberto de Paula
5º #56 Charles Pio
Over 40
1º #64 Dr.Borão
2º #82 Daniel dos Reis
3º #77 Genoir Bruning
4º #33 Edesio Zavarisi
5º #72 Cícero Aparecida
Over 45
1º #103 Ademar Nascimento
2º #96 Helio Venancio
3º #105 Mauricio Brandão
4º #97 Noé de Oliveira
5º #104 Edivar Bassani
Over 50
1º #112 Villegaignon de Oliveira
2º #119 Hugo Morato
3º #118 Claudio Queiroz
4º #117 Antonio Castro
5º #113 Haroldo Sampaio
Junior
1º #198 Tulio Malta
2º #184 Thiago Procópio
3º #199 Dante Aristóbulo
4º #182 Wenderson Duarte
5º #174 Luiz Felipe Zavarise
Dupla Graduado
1º #236/237 José Tommaso/André Bacteria
2º #234/235 Osnir Sporch/Paulo Costa
3º #238/239 Macksandre Boldrini/Rodrigo Cavalini
4º #266/267 Fabiano Lupi/Rodrigo Zuccon
5º #232/233 Leandro Figueiredo/Ricardo Oliveira
Over 55
1º #289 George Parik
2º #280 Altair Bordignon
3º #291 Amilar Rodrigues
4º #285 Antonio Cabide
5º #292 Carlos Sabino
Feminino
1º #297 Sabrina Katana
2º #298 Laura Santos
Novato
1º #362 Anderson Malacarne
2º #378 Marcel Hamamoto
3º #316 Paulo Jadir
4º #363 Higor dos Santos
5º #315 Sten Jakobsson
Dupla Estreante
1º #434/435 Fabio Amaral/Helio Viana
2º #432/433 Marcelo Amaro/Yuiti Terada
3º #430/431 Marcelo Marinho/Thiago Santana
4º #464/465 Bruno Ferracioli/Guilherme Teixeira
5º #460/461 Allyson de Souza/Luigi Neto
Programação:
5/9 (Quinta-feira)
Venda Nova do Imigrante (ES) a Manhuaçu (MG)
Total percurso – 204 km
6/9 (Sexta-feira)
Manhuaçu (MG) a Viçosa (MG)
Total percuso – 231 km
7/9 (Sábado)
Viçosa (MG) a Ouro Preto (MG)
Total percurso – 168 km
Fonte: Assessoria de Imprensa Enduro da Independência
Jornalistas responsáveis: Ricardo Ribeiro/Carolina Yada

Site oficial: www.tcmg.com.br – Facebook: www.facebook.com/EnduroDaIndependencia

Comente aqui


Rally dos Sertões: Helena Soares domina o Jalapão está pronta para reta final do rali



Ao lado da navegadora Clauda Grandi, dupla feminina encarou com bravura o deserto no Tocantins, e parte para últimas três etapas

Palmas (TO), 31 de julho de 2013 – O temido deserto do Jalapão, no Tocantins, não é mais um obstáculo para a dupla feminina Helena Soares e Claudia Grandi. As meninas da Equipe Petroball Rally Team superaram mais este desafio na disputa do Rally dos Sertões 2013. Em prova válida pela 7ª etapa da competição, os competidores tiveram a maior especial dos 21 anos de história do rali, com 514 quilômetros de percurso ‘em laço’ realizada com largada e chegada em Palmas. Helena e Claudia fecharam o dia com o tempo de 08h11m00s e a 6ª posição da categoria Super Production, sendo que no resultado acumulado alcançam a 4ª colocação.

Conhecida por suas areias escaldantes, o deserto do Jalapão é uma das regiões mais temidas pelos competidores que disputam o Rally dos Sertões, onde muitas equipes acabam ficando pelo caminho. A 7ª etapa contou também com trechos de alta velocidade, onde foi possível alcançar grandes médias. O percurso contou ainda com passagem por fazendas, com piçarras, trechos travados e que exigiram bastante da navegação.

Helena conta que apesar das dificuldades foi com muita determinação que ao lado da navegadora Claudia cruzou a linha de chegada. “Completamos, mas foi difícil. Tivemos problema com a tração, perdemos a turbina e a segunda marcha. Estamos administrando o quarto lugar na categoria. O Jalapão mais uma vez foi superado, passamos sem maiores problemas e achei que ‘dominei a fera”, brincou a piloto que juntamente com Claudia foram chamadas de ‘Rainhas do Jalapão”, pela equipe de apoio do Rally dos Sertões.

Nesta quinta-feira, na disputa da 8ª etapa do certame, a caravana segue de volta ao estado de Goiás, partindo de Palmas com destino a Minaçu (GO). Serão 666 quilômetros de percurso, e especial cronometrada de 333 quilômetros. Já o roteiro completo do Rally dos Sertões irá percorrer 4.115 quilômetros entre os estados de Goiás e Tocantins.

Helena Soares e Claudia Grandi, contam com o patrocínio de: Grupo Marcus França. Apoio: TV Diferente, Clarabella Moda Fitness, Telexfree, Telexfast, Petroball, Estética Pollyana Lopes e Flamboyant Shopping Center.

Resultado 7ª etapa – Categoria Super Production (extra-oficial)

1) 312 Régis Braga/Ana Carolina Sena Braga, 06:14:20
2) 336 Gunter Hinkelmann/Pipo Mirone, 06:22:05
3) 318 Glauber Fontoura/Minae Miyauti, 06:32:44
4) 328 Marcelo Damini/Elson Oliveira, 07:12:12
5) 343 Armando Cruz/Sérgio Bessa, 07:58:27
6) 346 Helena Soares/Claudia Grandi, 08:11:00
7) 311 Rafael Cassol/Lelio Carneiro Jr., nc
8) 337 Helena Deyama/Rafael Dias, nc
9) 342 Bartolomeu Carvalho/Celio Di Pace Neto, nc

Programação Rally dos Sertões:

8ª etapa: 01/08, quinta-feira
Palmas (TO) – Minaçu (GO)
DI: 312 km
TE: 333 km (258 km para caminhões)
DF: 20 km
TOTAL: 666 km

9ª etapa, 02/08, sexta-feira
Minaçu (GO) – Goianésia (GO)
DI: 32 km
TE: 264 km (231 km para caminhões)
DF: 253 km
TOTAL: 550 km

10ª etapa, 03/08, sábado (Final)
Goianésia (GO) – Goiânia (GO)
DI: 7 km
TE: 123 km
DF: 160 km
TOTAL: 290 km
Premiação

Crédito das Fotos: Sanderson Pereira

Fonte: Assessoria de Imprensa
Luciana Gomes

Comente aqui


Ford New Fiesta domina o pódio na terceira etapa do Maxi Rally da Argentina

O Ford New Fiesta conquistou mais uma vitória em competições internacionais, com os três primeiros lugares no Maxi Rally da Argentina, disputado no último final de semana na cidade de Entre Ríos. Os pilotos Federico Villagra, Nicolás Díaz e Claudio Menzi, da equipe VRS, ocuparam o pódio nessa ordem.

Esta foi a quinta vitória de Villagra em Entre Ríos depois das conquistas em 2007, 2008, 2010 e 2011, e a sua 58ª na carreira. Com esse resultado, os pilotos da equipe também lideram o campeonato com o New Fiesta. Villagra é o primeiro, com 101 pontos, seguido por Claudio Menzi (94) e Nicolás Díaz (61). A próxima etapa será disputada em Tucumán, em 8 e 9 de junho.

X Games

O New Fiesta lidera também o Campeonato Global de RallyCross, depois de conquistar os cinco primeiros lugares na abertura da temporada, realizada em Foz do Iguaçu, no Brasil. A segunda etapa, que seria disputada durante os X Games de Barcelona, no domingo passado, foi cancelada devido à forte chuva que comprometeu a segurança da pista, montada no Estádio Olímpico de Barcelona. A próxima etapa será em 29 de junho em Munique, Alemanha.

A organização informou que manterá as nove etapas previstas na temporada e anunciará em breve a prova substituta.

Fonte: (21/05/2013) Imprensa Ford

 

Comente aqui


Ford domina o pódio nos X Games em Foz do Iguaçu

O Ford New Fiesta dominou o pódio da primeira etapa do Campeonato Global de RallyCross (GRC) realizada ontem em Foz do Iguaçu, no Paraná. Scott Speed, da equipe OlsbergsMSE Fiesta “Star Car”, conquistou a primeira colocação em uma final emocionante, assumindo a ponta na curva “coringa”. Toomas Heikkinen e Patrik Sandell, da mesma equipe, ficaram em segundo e terceiro, respectivamente.

Marcando a estreia do Fiesta ST na categoria, a Ford, com as equipes OlsbergsMSE e Ford Racing, qualificou sete carros na bateria final e obteve os cinco primeiros lugares.

“Foi inacreditável vencer aqui no Brasil”, disse Scott Speed, que na carreira atuou também na Fórmula 1 e Nascar. “Foi a primeira vez que participei de uma prova de RallyCross e pilotei o Fiesta. Este carro é o mais divertido que eu já pilotei e espero continuar fazendo parte dessa categoria”.

O Fiesta ST do RallyCross foi desenvolvido em conjunto pelo  RS Team, na Europa, e o Ford SVT, dos Estados Unidos. O Fiesta ST tem o DNA de um carro de corrida, mas é também vendido em vários mercados como modelo de produção. Ele é equipado com motor 1.6 EcoBoost com 197 cavalos e 214 Nm de torque. Para mais informações sobre o carro, favor visitar o http://media.ford.com/article_display.cfm?article_id=37425.

Fonte: (22/04/2013) Imprensa Ford

 

Comente aqui