Final



Stock Car: piloto Timken conquista vitória em final emocionante

 

Estratégia foi à arma da C2 Team para colocar Julio Campos no lugar mais alto do pódio

O piloto Timken Julio Campos venceu neste domingo (26) sua terceira corrida na Stock Car. O paranaense, que estreou na C2 Team este ano, fez uma prova impecável na corrida 2 da rodada dupla deste domingo, disputada no Autódromo Internacional de Tarumã (RS). Mesmo depois de abrir grande vantagem sobre os demais adversários, o piloto precisou pisar fundo nas voltas finais para superar uma briga com Thiago Camilo e cruzar a linha de chegada de forma emocionante. 

A conquista coroou um final de semana marcado pela superação. Julio sofreu com um pneu furado logo no início da primeira corrida. Mas aproveitou a situação adversa para emplacar uma estratégia inovadora que o levou a vitória. “Optamos por parar e guardar equipamento para a segunda corrida, as chances de pontuar mais assim eram grandes. Deu certo. Vencer dá uma lavada na alma. Sempre é bom vencer. Terminar uma corrida ganhando é muito importante. Toda a equipe está motivada para buscarmos outros bons resultados durante o ano”, vibrou Campos, que venceu pela segunda vez no tradicional circuito gaúcho.
A próxima etapa da Stock Car acontece no dia 17 de julho em Cascavel (PR).
Sobre a The Timken Company
A Timken Company (NYSE: TKR;  www.timken.com) projeta, fabrica e comercializa rolamentos, transmissões, motores, engrenagens, correntes e produtos relacionados e também oferece serviços de reparo e remanufatura. Líder em rolamentos de rolos cônicos, a Timken aplica seu profundo conhecimento em metalurgia, tribologia e transmissão de potência mecânica através de uma grande variedade de rolamentos e sistemas relacionados que aumentam a eficiência de máquinas e equipamentos ao redor do mundo.
O crescente portifólio de produtos engloba marcas industriais fortes como Timken®, Fafnir®, Philadelphia Gear®, Interlube®, Carlisle® e Drives®. Reconhecidas pela qualidade de seus produtos e colaborativo modelo técnico de vendas. A Timken obteve 2,9 bilhões de dólares de vendas em 2015, com aproximadamente 14.000 pessoas trabalhando em 28 países. A Timken torna o mundo mais produtivo e mantém a indústria em movimento.
No Brasil, a Timken está presente no mercado desde 1944, possuindo três unidades industriais e dois Centros de Distribuição. Mantém estrutura de engenharia de vendas, marketing, engenharia de serviços e centro de distribuição, voltados ao atendimento dos segmentos industrial, ferroviário, automotivo, fora-de-estrada (agrícola e construção), energia e mercado de reposição industrial e automotivo.

Fotos: Rodrigo Guimarães/MS2

Fonte: MS2 Comunicação Integrada
www.ms2comunicacao.com.br
Comente aqui


Fabrício Bianchini e Caio Santos sobem ao pódio ao final do rali potiguar RN 1500

 

A dupla da Bianchini Rally terminou a competição, no domingo (24), na quarta posição da Protótipos T1. Foram quatro dias de disputas pelo litoral e interior do Rio Grande do Norte

São Paulo, 25 de abril de 2016 – Após percorrerem aproximadamente mil quilômetros pelo litoral e interior do Rio Grande, de quinta-feira a domingo (21 a 24), Fabrício Bianchini e Caio Santos (#340), da Bianchini Rally, finalizaram o rali RN 1500 na quarta posição da categoria Protótipos T1. A estreia com pódio foi muito bem-vinda para a dupla que fez a primeira prova da temporada, a bordo do T-Rex. Nas motos, o piloto Marcos Colvero (#17) terminou na quinta posição da Production Aberta.
A quarta e última etapa que largou em Currais Novos e terminou em Natal foi considerada a mais dura do rali. O percurso foi de 244 quilômetros mas o trecho cronometrado (Especial) de 105 castigou os competidores com trechos sinuosos, penhascos, pedras, erosões e serras até chegar ao litoral. Alguns ficaram pelo caminho e não conseguiram completar o dia, como foi o caso de Bianchini e Santos que perderam uma roda no Km 50.
“Estávamos mantendo um ritmo forte na prova, sem arriscar o resultado porque a meta era chegar em Natal como no dia anterior (no sábado a dupla fechou em 5º na geral), mas a Especial estava bem exigente a perdemos uma roda e não pudemos continuar. Coisas de rali”, explica Bianchini, que após 11 participações no RN 1500 de motos, neste ano estreou na categoria Carros.
O RN 1500 é uma prova que reúne competidores de todo o país e uma das referências do calendário nacional por proporcionar em quatro dias os mais diversos tipos de terrenos, um dos motivos também por Bianchini escolher a prova para estrear na categoria. “Tivemos problemas em dois dias, mas foi muito positiva a quarta colocação na categoria. Conhecemos melhor o carro e seus limites, é extremamente competitivo, uma máquina, e foi a melhor preparação que poderíamos ter, uma vez que nosso foco maior será o Rally dos Sertões”, diz Gaúcho, como é conhecido nos grids. “A equipe MEM está de parabéns por ter realizado um trabalho exemplar e ter nos entregado o carro em ordem todos os dias”, elogia o piloto.
Para Santos, estreante na competição, assim como no Rally Cross Country, as novidades foram várias, mas o aprendizado ficará para sempre. “Esses quatro dias foram essenciais e uma superação para mim em relação à marcação de planilha, navegação por GPS, andar em areia pesada e dunas, situações que ainda não havia vivenciado. Que rali fantástico, prova técnica com muitas pedras e erosões e, ainda, terminar com pódio, certamente vai ficar para história essa estreia”, relata o navegador, que de 2013 a 2015 formou dupla com Bianchini na Mitsubishi Cup.
Motos – O representante das motos na equipe, Marcos Colvero, de Porto Alegre (RS) também vê com bons olhos o resultado. Na última etapa, o piloto ficou em terceiro na Production Aberta e no acumulado dos quatro dias finalizou em quinto na categoria. “Esta será a moto que farei o Rally dos Sertões este ano e não haveria prova melhor para fazer esse ótimo treino. Foi muito válido também porque tive a oportunidade de fazer, primeira vez, uma navegação 100% com GPS nas dunas. No geral o RN foi muito bom, divertido e testou os limites dos pilotos e dos equipamentos também”, conclui o piloto da KTM 530 6days.
A 18ª edição do RN 1500 contou com 115 participantes das categorias Carros, Motos, Quadriciclos e UTV´s. Os campeões na geral dos Carros foram Reinaldo Varela/Gustavo Gugelmin e, nas Motos, o piloto Reinaldo Azevedo. O rali teve largada e chegada em Natal. Os dois primeiros dias somaram pontos para a terceira e quarta etapas do Campeonato Brasileiro de Rally Cross Country. Mais informações sobre resultados no Facebook: Rally RN1500.
Informações sobre a equipe no site www.bianchinirally.com.br e também na página da equipe no facebook.com/equipebianchinirally
A Equipe Bianchini Rally conta com patrocínio da McDonald Pelz e Vedacit e apoio da Madeira Energy, KTNY Racing, O Mundo de Maria, QT Engenharia, Melnick Even, Level Assessoria, equipes MEM e Bull Sertões Rally Team.
Resultado RN 1500 após quarto etapas – 24/4 (Natal/Rio Grande do Norte)
Geral Carros (11 primeiros)

1) Reinaldo Varela/Gustavo Gugelmim (Trex – T14x4), 8h30min40seg – 1º Protótipos T1
2) Luiz Facco/ Humberto Ribeiro (Triton – PR BR), 8h44min05seg
3) Marcos Moraes/Fábio Pedroso (Sherpa – T14x4), 8h49min22seg – 2º Protótipos T1
4) Gunther Hinkelmann/Vinicius Castro (Proton – PR BR), 8h52min17seg
5) Mauro Guedes/Neurivan Barbosa (L200Triton – T14x4), 9h16min03seg – 3º Protótipos T1
6) Cristian Domegg/Weidner Santos (Triton – SUP), 9h43min57seg
7) Cleber Rosa/João Vitor Ribeiro (L200 Proton – PR BR), 9h45min49seg
8) Diogo Nasser/Amaury Souza (L200 Triton – SUP), 10h08min57seg
9) Bartolomeu Nunes/Du Sachs (L200 – SUP), 10h15min59seg
10) Alberto Vanderley/Arthur Di Pace (L200 -SUP), 10h48min15seg
11) Fabrício Bianchini/Caio Santos (T-Rex), 11h28mim47seg – 4º Protótipos T1
Motos
Categoria Production Aberta (cinco primeiros)

1) Antonio Luiz Maciel Filho (Honda – PDA), 7h50min02seg
2) John Monteath (PDA), 9h13min15seg
3) Ronaldo da Silva (CRF 450 – PDA), 9h18min19seg
4) Ricardo Martins (WR 450 – PDA)), 9h21min23seg
5) Marcos Colvero (KTM 530 – PDA), 9h34min47seg

Fonte: Assessoria de Imprensa – Bianchini Rally
MSuzuki Comunicação
Mércia Suzuki

Comente aqui


Glauber Fontoura/Minae Miyauti e Sandra Dias/Josi Koerich sobem ao pódio ao final do RN 1500

O rali terminou neste domingo (24), em Natal, após quatro dias de puro Cross Country. Fontoura/Minae fecharam em 5º na Pró Brasil e Sandra/Josi em 5º na Super Production

24 de abril de 2016 – Superação, garra e determinação foram ingredientes que não faltaram às duplas da Equipe FD Rally Team durante a disputa do 18º RN 1500, que durante quatro dias (21 a 24/4) desbravaram o interior e litoral do Rio Grande do Norte. Após percorrem aproximadamente mil quilômetros de trilhas de puro Cross Country, Glauber Fontoura/Minae Miyauti (#311) e Sandra Dias/Josi Koerich (#327) subiram ao pódio neste domingo, quando o rali terminou na capital potiguar.
Fontoura/Minae finalizaram o rali na quinta posição da categoria Pró Brasil. Atuais Campeões Paulista e Vice-Campeões Brasileiros de Rally Cross Country, na categoria, além de dois títulos de Campeões do Rally dos Sertões (2014 e 2013 na Super Production), a dupla não conquistou o resultado almejado devido a problemas em duas etapas, inclusive neste último dia.
“O RN é uma prova muito legal, aguardada e planejada e nos estruturamos para encarar esses quatro dias, mas tivemos alguns problemas. Primeiro dia um fusível se rompeu e houve uma pane elétrica, no segundo andamos bem e terminamos em 3º na geral, no penúltimo uma pedra furou dois pneus e, hoje, (4) ao descer a serra com vários saltos o carro apagou e, depois que abortamos, descobri que era um plug mal encaixado” conta o piloto. “Mas isto é rali e, às vezes, por problemas simples, acabamos nos perdendo e prejudicando o resultado final, agora é pensar na próxima prova”, completa Fontoura que desde 2015 está com equipe própria.
A única dupla feminina do grid soube driblar alguns incidentes, como o que aconteceu nesta quarta etapa, considera a mais dura das quatro. “Hoje (24) trocamos um pneu, quebrou a suspensão e depois o amortecedor, mas desistimos e chegamos em Natal como era nosso objetivo”, diz a piloto do Mitsubishi L200 Triton ER (#327).
Sandra faz um balanço do seu primeiro RN 1500. “Todos os dias nos superamos. Foi uma prova dificílima com vários tipos de terreno e algumas situações foram novidade para mim, mas sempre pude contar com a experiência Josi. Ao cruzar a chegada finalizamos o RN com dever cumprido e com muito aprendizado”, explica a piloto que iniciou no Cross County há dois anos, incentivada pelo marido Glauber Fontoura, companheiro de equipe e adversário no grid.
Participaram da competição as categorias carros, motos, quadriciclos e UTV´s em um total de 115 inscritos e a prova foi válida por duas etapas (3ª e 4ª) deo Campeonato Brasileiro de Rally Cross Country. Mais informações sobre resultados no www.facebook.com/rallyrn1500
Para acompanhar as notícias da equipe acesse da página no Facebook: Equipe FD Rally Team.
A FD Rally Team, equipe da região de Alphaville (Barueri/SP), conta com patrocínio da Fontoura Dias Stands
Resultado 4ª etapa (Currais Novos/Natal) – 24/4
Carros Geral (11 primeiros)

1) Luiz Facco/ Humberto Ribeiro (L200 Triton SR- PR BR), 1h48min00seg
2) Marcos Moraes/Fábio Pedroso (Sherpa – T14x4), 1h48min56seg
3) Reinaldo Varela/Gustavo Gugelmin (Trex – T14x4), 1h50min28seg
4) Gunther Hinkelmann/Vinicius Castro (Proton – PR BR), 1h52min39seg
5) Luis Carlos Nacif/Filipe de Oliveira (Range Rover -T14x4), 1h53min02seg
6) Cleber Rosa/João Vitor Ribeiro (L200 Proton – PR BR), 1h59min48seg
7) Diogo Nasser/Janio Tsunaga (L200 – SUP), 2h00min25seg
8) Cristian Domegg/Weidner Santos (Triton – SUP), 2h02min37seg
9) Mauro Guedes/ Neurivan Calado (L200 – T14x4), 2h04min57seg
10 ) Bartolomeu Nunes/Du Sachs (L200 – SUP), 2h23min09seg
11) Sandra Dias/Josi Koerich (L200 Triton ER) – 2h25min27s
Resultado final por categoria
Pró Brasil (cinco primeiros)

1) Luiz Facco/ Humberto Ribeiro (L200 Triton SR), 8h44min05seg
2) Gunther Hinkelmann/Vinícius Castro (Proton ), 8h52min17seg
3) Cleber Rosa/João Víctor Ribeiro (L200 Proton), 9h45min49seg
4)Maycom Rodrigues/Daniel Soares (Sherpa), 14h50min34seg
5) Glauber Fontoura/Minae Miyauti (L200 Triton ER), 15h23min4seg
Super Production (cinco primeiros)
1) Cristian Domegg/Weidner Santos (Triton), 9h43min57seg
2) Diogo Nasser/Amaury Souza (L200 Triton), 10h08min57seg
3) Bartolomeu Nunes/Du Sachs (L200 SUP), 10h15min59seg
4) Alberto Bezzera/ Arthur Di Pace (Sherpa), 14h50min34seg
5) Sandra Dias/Josi Koerich (L200 Triton ER), 14h19min34seg

Fonte: Assessoria de Imprensa Equipe FD Rally Team
MSuzuki Comunicação
Mércia Suzuki – Caroline de Paula

Comente aqui


Russos dominam a única final do dia na Copa do Mundo de Tiro Esportivo em Deodoro

unnamed(1)

Vladimir Maslennikov e Sergey Kamenskiy levaram as medalhas de ouro e bronze. Chinês ficou em segundo

18-04-2016

Na única final desta segunda-feira (18.04) da etapa do Rio de Janeiro da Copa do Mundo de Tiro Esportivo, dois atletas russos subiram ao pódio. O ouro da prova masculina da carabina de ar 10m ficou com Vladimir Maslennikov, que fez 207 pontos, com apenas dois tiros abaixo de 10 pontos nos 20 que disparou na final. A prata foi para o chinês Cao Yifei, com 206. O bronze foi para o russo Sergey Kamenskiy, que vibrou bastante com sua primeira medalha da carabina de ar 10m em edições da Copa do Mundo.

Na decisão, os russos desbancaram o campeão mundial de 2014, Yang Haoran (China); o medalhista de prata nos Jogos Olímpicos de Londres-2012, Niccolo Campriani; e o campeão olímpico de Atenas-2004 e prata em Pequim-2008, o chinês Zhu Qinan. Os brasileiros que disputaram a fase classificatória foram Bruno Heck (63°), Samuel Lopes (81°) e Ivan Bastos (82°).

“Foi um ótimo resultado. Fiquei muito feliz por ter conseguido uma medalha e por ter visto o Maslennikov vencer”, afirmou Kamenskiy. Sobre a instalação que receberá o tiro olímpico em agosto, o atleta reclamou apenas da temperatura do estande das finais. “A estrutura é boa, os estandes oferecem equipamentos de boa qualidade. No entanto, a cidade é muito quente para nós, principalmente aqui na área das finais”.

Vladimir Maslennikov (Rússia), medalha de ouro da carabina de ar 10m. Copa do Mundo de Tiro Esportivo, no Centro Nacional de Tiro Esportivo, em Deodoro. Foto: Wagner Meier/CBTE

Vladimir Maslennikov (Rússia), medalha de ouro da carabina de ar 10m. Copa do Mundo de Tiro Esportivo, no Centro Nacional de Tiro Esportivo, em Deodoro. Foto: Wagner Meier/CBTE

A Copa do Mundo de Tiro Esportivo é o maior dos eventos-teste para os Jogos Rio 2016, com a participação de quase 700 atletas de 88 países. A competição segue até 24 de abril no Centro Nacional de Tiro Esportivo (CNTE), localizado em área do Exército Brasileiro, no Parque Olímpico Deodoro. O CNTE foi construído em 2007 para os Jogos Pan-Americanos. Com 50 mil metros quadrados e estandes para todas as provas dos programas olímpico e paralímpico, a instalação passou por reforma e ampliação para 2016, com investimento federal de R$ 38,3 milhões.

No torneio, o Comitê Organizador Rio 2016 está testando protocolos das áreas esportivas e de tecnologia, o sistema de resultados, a logística de competição, aspectos de arquitetura e engenharia da instalação, a segurança e a apresentação das provas, com locutores e DJs.

Pistola 50m

Os competidores masculinos da pistola 50m enfrentaram a prova eliminatória nesta segunda, pois há mais inscritos que vagas na fase classificatória. Os 60 melhores – entre eles os brasileiros Júlio Almeida, Felipe Wu e Vladimir Silveira – disputarão na manhã desta terça-feira (19.04) a passagem para uma das oito vagas na final. Wu Já está classificado os Jogos Olímpicos Rio 2016 e Júlio busca pontuação para ser o último indicado da Confederação Brasileira de Tiro Esportivo (CBTE) para as Olimpíadas. Ele e Bruno Heck (carabina) estão na disputa.

Confira os brasileiros já classificados para os Jogos Olímpicos

Felipe Wu – pistola
Cassio Rippel – carabina deitado
Emerson Duarte – pistola
Rosane Budag – carabina
Daniela Carraro – tiro ao prato
Janice Teixeira – tiro ao prato
Renato Portella – tiro ao prato
Roberto Schmits – tiro ao prato

Resultados da final desta segunda(18.04) da etapa do Rio da Copa do Mundo de Tiro Esportivo

Carabina de ar 10m (masculino)

1) Vladimir Maslennikov (Rússia)
2) Cao Yifei (China)
3) Sergey Kamenskiy (Rússia)
4) Julian Justus (Alemanha)
5) Haoran Yang (China)
6) Anton Rizov (Bulgária)
7) Niccolo Campriani (Itália)
8) Zhu Qinan (China)

Provas em disputa nesta terça (19.04)

Masculino
Pistola 50m (9h às 12h15)
Tiro ao Prato – Fossa Double (9h às 17h)

Abelardo Mendes Jr – brasil2016.gov.br

Ascom – Ministério do Esporte 

unnamed

Comente aqui


Dobradinha para a Renault e.dams no México ao final de corrida acirrada

2dd30abe84c66b3574aaa082b4bba6ab_979x550.6875

A Renault e.dams termina o primeiríssimo ePrix do México – na quinta perna da temporada 2015/2016 do Campeonato FIA de Fórmula E – com uma dobradinha no pódio para Sébastien Buemi e Nico Prost, além da melhor volta da corrida
Na primeira corrida da competição 100% elétrica da FIA no Autódromo Hermanos Rodríguez, logo de cara os dois pilotos da escuderia Renault e.dams se mostraram altamente eletrizados ao volante de seu Renault Z.E.15.
Após terem dominado as suas sessões de treinos livres, Sébastien e Nico mantiveram o ritmo acelerado, registrando o melhor tempo de seus respectivos grupos nos treinos classificatórios e conquistando a Superpole.
Tendo sido o quarto a fazer o treino de uma única rodada, Prost fez o melhor tempo mais rápido após Jérôme D’Ambrosio, da Dragon Racing. Último a passar pela etapa de treinos, Buemi cometeu um erro durante sua tentativa, tendo que largar em quinto no grid para a corrida de 43 voltas.
Quando as luzes da largada se apagaram, Nico e Sébastien mantiveram suas posições na estreitíssima primeira chicana, que foi especialmente projetada para o traçado da Fórmula E. Após poucas voltas, Sébastien roubou o quarto lugar de Daniel Abt, enquanto que Nico manteve a pressão sobre o líder D’Ambrosio, mantendo também um olho em Lucas di Grassi (ABT Schaeffler Audi Sport).
As diferenças entre os 5 primeiros colocados se mantiveram bastante apertadas durante a primeira metade da prova, deixando claro que a troca obrigatória de monopostos na metade da prova seria determinante para o final da corrida.
Sébastien saiu do box da Renault e.dams em terceiro à frente de Nico, que foi penalizado por “drive through” por ter feito uma manobra insegura sobre Abt. Tendo caído para a quinta posição, Prost cruzou a linha de chegada inicialmente nesta mesma posição.
Já Sébastien brigou pesado com D’Ambrosio pelo segundo lugar, uma luta eletrizante que acabou beneficiando Di Grassi. Após todas as tentativas até o último instante, o suíço teve que se contentar em um primeiro momento com o terceiro degrau do pódio, por uma diferença de apenas um décimo de segundo.
Di Grassi acabou sendo desqualificado, pois o peso do seu monoposto foi considerado não conforme pelos diretores de prova. Com a saída dele, Sébastien subiu para o segundo lugar. Loïc Duval também foi penalizado em 15 segundos, fazendo com que Nico conquistasse a terceira posição. O piloto francês também ficou com a melhor volta da corrida. A Renault e.dams e Sébastien agora mantêm as respectivas lideranças entre Pilotos e Equipes.
Comentários de Nico, nº 8: “Com exceção de Punta del Este, briguei por um pódio em todas as provas desta temporada, o que foi agora possível com esta decisão dos diretores de prova. Sabíamos que a performance estava à altura das expectativas, como foi visto no treino classificatório. Só faltava mesmo um bom resultado para reforçar minha confiança”.
Comentários de Sébastien, nº 9: “Mesmo tendo a impressão de que não estávamos com as melhores regulagens para esta pista, o resultado final foi favorável para nós. O traçado do circuito tornou as ultrapassagens muito difíceis e, como pudemos ver, tive alguns atritos com Jérôme [D’Ambrosio] durante nossa disputa. É chato, mas às vezes isso faz parte de uma corrida. De maneira geral, prefiro destacar que mantivemos a liderança nos dois campeonatos”.
Comentários de Vincent Gaillardot, Diretor do Programa Fórmula E na Renault Sport: “Registramos uma boa velocidade desde os treinos livres, mas o erro de Sébastien na Superpole teve evidentemente suas consequências, principalmente em um traçado onde é difícil ultrapassar. Pudemos ver a que ponto é importante ser impecável para garantir uma boa posição no grid e aproveitar para manter uma regularidade entre os primeiros”.
Comentários de Alain Prost, Diretor: “Após as decisões dos diretores de prova, podemos dizer que nosso resultado no México foi positivo. Temos uma escuderia performante e um carro competitivo, o que se reflete na classificação final da prova. Quanto ao evento em si, a Fórmula E fez um grande sucesso no México e os fãs prestigiaram massivamente a corrida, mesmo tendo acontecido após a Fórmula 1. Foi um espetáculo extraordinário”.
Comentários de Jean-Paul Driot, Diretor: “Parece que um detalhe em relação aos freios nos roubou a vitória no México e vamos estudar isso de perto. Entretanto, Sébastien e Nico lutaram muito durante esta corrida. Ao conquistar o 2º e 3º lugar, sem esquecer a melhor volta da corrida de Nico, consolidamos nossa posição de líder nos dois campeonatos. Vamos analisar os diferentes problemas encontrados neste fim de semana para preparar a próxima perna, em Long Beach”.
A Renault e.dams, Sébastien e Nico voltam às pistas em 2 de abril, para o ePrix de Long Beach, a sexta perna do Campeonato FIA de Formula E 2015/2016.
Fonte: Sala de Imprensa Renault
Comente aqui


Yane Marques avança e representa o Brasil na Final do evento-teste do Pentatlo Moderno

unnamed(2)

Fase classificatória foi disputada por 80 atletas, de 27 países. Nesta sexta-feira, nas eliminatórias masculinas, outros 103 pentatletas, de 36 países, entram em ação 

11-03-2016

A última quinta-feira (10.3) no Rio de Janeiro foi marcada pelas provas do primeiro dia do evento-teste do pentatlo moderno para os Jogos Olímpicos Rio 2016, disputado no Parque Olímpico de Deodoro, na Zona Oeste do Rio de Janeiro. A competição, a segunda etapa da Copa do Mundo da modalidade, trouxe ao Brasil os maiores atletas do mundo, incluindo todos os medalhistas olímpicos dos Jogos de Londres 2012, além de atuais campeões mundiais e da Copa do Mundo.

A abertura do evento-teste foi com as mulheres, que disputaram a qualificação feminina. Ao todo, 80 pentatletas, de 27 países, competiram nas provas de esgrima, natação e evento combinado (tiro e corrida). O hipismo só está presentes nas finais do pentatlo moderno. Oito atletas do Brasil disputaram a fase classificatória e a pernambucana Yane Marques, medalha de bronze nos Jogos de Londres 2012, será a representante do país na final do torneio feminino, marcada para este sábado (12.3).

Além da atleta número 1 do Brasil e número 5 do ranking mundial da União Internacional de Pentatlo Moderno (UIPM), Yane somou 1.008 pontos e foi a 20ª na classificação geral. Além dela, o Brasil também esteve representado na estreia do evento-teste por Larissa Lellys, que foi a 37 ª com 989 pontos e por pouco não ficou entre as 36 finalistas; Priscila Oliveira, a 43ª com 967; Isabela Abreu, 73ª (826); Stephany Saraiva, 75ª (794); Bianca Cavalcanti, 77ª (764); Brenna Lima, 79ª (691); e Mirian Duarte, 80ª (670).

Na luta com a espada, Yane fez a 5ª melhor apresentação, depois de vencer 17 duelos e conquistar 242 pontos. Na natação, ela cravou a 5ª marca, 2min13s37 (300 pontos) e no combinado terminou as quatro séries de cinco acertos no alvo intercaladas com 800 metros de corrida no 59º tempo, 13min54s06 (466).

yanemarques_copa2riomar16_qualfem_corrida

Nova piscina

A abertura do evento-teste do Pentatlo Moderno para Rio 2016 foi marcada também pela inauguração do Centro Aquático de Deodoro. As outras duas arenas da modalidade para os Jogos, a Arena da Juventude (esgrima) e o Estádio de Deodoro (hipismo e combinado), já tinham sido inaugurados na semana passada. O Estádio de Deodoro, inclusive, já sediou o evento-teste do Rubgy, também na última semana.

A piscina inaugurada nesta quinta é uma herança dos Jogos Pan-Americanos Rio 2017. Para as Olimpíadas, ela foi toda reformada. A solenidade de inauguração contou com os ministros do Esporte, George Hilton; e da Educação, Aloísio Mercadante; do presidente do Comitê Olímpico Brasileiro (COB) e presidente do Comitê Rio 2016, Carlos Nuzman; do presidente da União Internacional de Pentatlo Moderno (UIPM), o alemão Klaus Schormann, entre outras autoridades.

“Nós celebramos o legado do Barão Pierre de Coubertin com o nosso esporte e temos de agradecer ao Comitê Organizador Rio 2016 por todos os esforços que eles conseguiram. Deodoro será um ótimo lugar para visitar durante os Jogos Olímpicos”, destacou o presidente da UIPM.

Homens em ação nesta sexta

Depois de realizar a qualificação feminina na estreia do evento-teste, a Copa do Mundo de Pentatlo Moderno prossegue nesta sexta (11.3), com a qualificação masculina e o início da final entre as mulheres. Antes da disputa entre os homens, as 36 finalistas do evento feminino encaram a primeira parte da esgrima, quando todas se enfrentam para formar o ranking que irá definir a prova bônus da luta com a espada no sábado e que será realizada com as demais disputas da grande final.

A qualificação entre os homens vai contar com 103 pentatletas, de 36 países. O Brasil estará representador por nove competidores: Breno Lima, Danilo Fagundes, Enrico Ortolani, Felipe Nascimento, Gabriel Sasaqui, Luis Magno, Victor Aguiar, William Muinhos e Yan Freitas.

 Resultado das brasileiras na qualificação feminina

Yane Marques
Classificação: 20
Esgrima: 17 vitórias
Natação: 2min13s37
Combinado: 13min54 s06

Larissa Lellys
Classificação: 37
Esgrima: 15 vitórias
Natação: 2min18s45
Combinado: 13min42 s08

Priscila Oliveira
Classificação: 43
Esgrima: 12 vitórias
Natação: 2min14s81
Combinado: 13min51

Isabela Abreu
Classificação: 73
Esgrima: 7 vitórias
Natação: 2min31s82
Combinado: 14min41 s03

Stephany Saraiva
Classificação: 75
Esgrima: 11 vitórias
Natação: 2min35s63
Combinado: 15mi34s04

Bianca Cavalcanti
Classificação: 76
Esgrima: 7 vitórias
Natação: 2min22s74
Combinado: 16mi10s08

Brenna Lima
Classificação: 79
Esgrima: 7 vitórias
Natação: 2min34s38
Combinado: 16mi48s04

Mirian Duarte
Classificação: 80
Esgrima: 7 vitórias
Natação: 2min39s35
Combinado: 16mi54s07

Programação

  Sexta-feira (11.3) – Qualificação Masculina

11h  Esgrima grupo A – Arena da Juventude
12h –  Natação grupo B – Centro Aquático
13h –  Natação grupo C – Centro Aquático
13h30 –  Esgrima grupo B – Arena da Juventude
14h30 –  Natação grupo A – Centro Aquático
16h –  Esgrima grupo C – Arena da Juventude
18h –  Combina do grupo A – Estádio de Deodoro
19h – Combina do grupo B – Estádio de Deodoro
20h – Combina do grupo C – Estádio de Deodoro

Sábado (12.3) – Final Feminina

* 10h – Esgrima Ranking Round Masculino para Final – Arena da Juventude

12h30 Natação – Centro Aquático
14h30 – Esgrima Bonus Round – Estádio de Deodoro
16h – Hipismo – Estádio de Deodoro
18h30 – Combinado – Estádio de Deodoro
19h10 – Cerimônia de Premiação – Estádio de Deodoro

Domingo (13.3) – Final Masculina

12h30 Natação – Centro Aquático
14h30 – Esgrima Bonus Round – Estádio de Deodoro
16h – Hipismo – Estádio de Deodoro
18h30 – Combinado – Estádio de Deodoro
19h10 – Cerimônia de Premiação – Estádio de Deodoro

Segunda-feira (14.3) – Revezamento misto

11h Natação – Centro Aquático
12h15 – Esgrima Ranking Round – Arena da Juventude
14h30 – Esgrima Bonus Round – Estádio de Deodoro
16h – Hipismo – Estádio de Deodoro
18h30 – Combinado – Estádio de Deodoro
19h10 – Cerimônia de Premiação – Estádio de Deodoro

Fonte: Confederação Brasileira de Pentatlo Moderno

Ascom – Ministério do Esporte

unnamed(1)

Comente aqui


Mercedes-Benz Challenge: Cristian Mohr busca seu melhor resultado do ano na final em Interlagos

Clima é de otimismo na equipe Rsports Racing que segue na busca do vice-campeonato para o piloto catarinense. A corrida com pontos dobrados será neste domingo às 12h35

O Mercedes-Benz Challenge, campeonato monomarca nacional, terá neste domingo, 13 de dezembro, a definição do segundo título de sua história na categoria CLA AMG Cup e o quinto na C 250 Cup. A oitava e última etapa da temporada será disputada no Autódromo Internacional José Carlos Pace, em Interlagos, São Paulo (SP). Cristian Mohr, campeão da C 250 Cup em 2014, segue na terceira posição na tabela do campeonato no seu ano de estreia na CLA AMG Cup.

Existem chances matemáticas para que Cristian Mohr conquiste o vice-campeonato neste final de semana. Ele precisa vencer a etapa e o piloto Adriano Rabelo tem de chegar em 12º lugar para trás. Outra hipótese é de chegar em segundo lugar e o Adriano terminar de 15º lugar ou mais. O primeiro colocado é Fernando Junior com 114 pontos, seguido de Adriano Rabelo, 102 pontos e Cristian Mohr, 71 pontos.

A corrida de Interlagos terá 45 minutos de duração e mais uma volta, e vale pontuação dobrada. Com isso, Cristian quer um bom resultado, para tentar completar o ano entre os três primeiros na classificação geral. “A expectativa é boa principalmente se conseguirmos um acerto melhor que é o que a equipe está buscando para esta etapa e, também com um pouco mais de sorte, é claro. Nós temos grandes chances de fechar o ano de estreia na CLA AMG em terceiro lugar no campeonato e matematicamente podemos ser vice-campeões”, explica Cristian Mohr.

O piloto destaca que apesar dos contratempos está satisfeito com o desempenho na temporada a bordo do Mercedes CLA AMG 45 (#3). “Em resumo, acredito que perdemos a oportunidade de disputar o título por detalhes importantes que nos faltaram no decorrer da temporada e que devemos aprimorá-los para o próximo ano. Acho que por ser um ano de estreia, de adaptação, foi muito bom, pois dentre 24 competidores na CLA AMG Cup ocupar a terceira colocação até a última etapa é bem positivo”, ressalta Cristian.

Permanência na Mercedes-Benz Challenge

O piloto anunciou a permanência na Mercedes-Benz Challenge para a temporada 2015. Será o terceiro ano do piloto com a equipe Rsports Racing. “Pretendo continuar na MB Challenge na mesma categoria, inclusive estou em fase final de renovação com os patrocinadores. Vamos torcer para que dê tudo certo!”, comenta o piloto que conta com o apoio do Grupo Max Mohr, Votorantim Cimentos, Agemed – Planos de Saúde e WDCom..

“Quero encerrar o ano com chave de ouro nesta última etapa do campeonato! E que o meu pai (Max Mohr #225) também consiga fazer uma bela corrida!”, diz Cristian.

“Na Rsports Racing temos tranquilidade para desempenhar o nosso trabalho e sabemos que todas as oportunidades de melhoria devem beneficiar os dois carros. A equipe é uma só! Por isso, Quero agradecer o empenho da equipe e também a todos que me apoiaram ao longo deste ano”, conclui Cristian Mohr.

A programação terá início na sexta-feira (11), a partir das 14h40 com a primeira sessão de treino livre e duração de uma hora. No sábado (12), acontece o segundo treino livre às 14h50 e os classificatórios das categorias CLA AMG Cup às 17h20 e C250 Cup às 17h50, com duração de 20 minutos cada. No domingo (13), a corrida terá sua largada às 12h35.

A transmissão da oitava etapa será ao vivo no canal Band Sports e no site do Terra TV, domingo a partir das 12h20.

A equipe Rsports Racing conta com o patrocínio da Votorantim Cimentos, Grupo Max Mohr, Fiolux/Serwal, Copimaq e KingStar.

Confira a programação do final de semana em Interlagos (SP):

Sexta-feira, 11 de dezembro
08h00 – 08h10 – Shakedown Copa Petrobras
08h20 – 08h55 – 1o treino (Grupo 1) Copa Petrobras
09h00 – 09h35 – 1o treino (Grupo 2) Copa Petrobras
09h45 – 10h25 – 1o treino F3 Brasil
10h35 – 10h45 – Shakedown (Grupo 1) Stock Car
10h50 – 11h00 – Shakedown (Grupo 2) Stock Car
11h10 – 11h55 – 1o treino Brasileiro de Turismo
12h05 – 12h40 – 2o treino (Grupo 1) Copa Petrobras
12h45 – 13h20 – 2o treino (Grupo 2) Copa Petrobras
13h30 – 14h10 – 2o treino F3 Brasil
14h20 -14h30 – Classificação Copa Petrobras
14h40 – 15h40 – 1o treino MBC
15h50 – 16h50 – 1o treino (Grupo 1) Stock Car
16h55 – 17h55 – 1o treino (Grupo 2) Stock Car
18h05 – 18h25 – Classificação F3 Brasil

Sábado, 12 de dezembro
08h00 – 08h40 – 2o treino (Grupo 1) Stock Car
08h50 – 09h30 – 2o treino (Grupo 2) Stock Car
09h40 – 10h25 – 2o treino Brasileiro de Turismo
11h00 – Largada Corrida 1 F3 Brasil (30 minutos de prova + 1 volta)
12h00 – 13h00 – Classificação Stock Car
13h10 – 13h30 – Classificação Brasileiro de Turismo
13h40 – 14h40 – 2o treino (C250) MBC
14h50 – 15h50 – 2o treino (CLA AMG) MBC

16h40 – Largada Corrida 1 Copa Petrobras (25 minutos de prova + 1 volta )
17h20 – 17h40 – Classificação (C250) MBC
17h50 – 18h10 – Classificação (CLA AMG) MBC

19h00 – Stock Run

Domingo, 13 de dezembro
08h25 – Largada Brasileiro de Turismo (35 minutos de prova + 1 volta )
10h00 – Largada Stock Car (40 minutos + 1 volta)
11h00 – 11h50 – Visitação aos boxes para convidados e áreas VIPs
12h35 – Largada MBC (45 minutos de prova + 1 volta)
13h30 – 13h40 – Ação Seu Carro nas Pistas
14h20 – Largada Corrida 2 Copa Petrobras (25 minutos de prova + 1 volta )
15h00 – 16h00 – Visitação aos Boxes
16h35 – Largada Corrida 2 F3 Brasil (30 minutos de prova + 1 volta)

Classificação do campeonato após sete etapas da CLA AMG Cup:

CLA AMG Cup
1) Fernando Junior, 114
2) Adriano Rabelo, 102
3) Cristian Mohr, 71
4) Pierre Ventura, 61
5) Neto De Nigris, 56
6) Cesare Marrucci, 51
7) Carlos Kray, 48
8) Arnaldo Diniz Filho, 39
9) Fernando Fortes, 37
10) Roger Sandoval, 37
11) Peter Ferter, 35
12) Fernando Amorim, 34
13) Claudio Dahruj, 33
14) Marcelo Hahn, 29
15) Fernando Poeta, 28
16) Luiz Carlos Ribeiro, 27
17) Cesar Fonseca, 27
18) Beto Fonseca, 21
19) Victor Amorim, 19
20) Guilherme Daudt, 13
21) Danilo Pinto, 13
22) Jose Vitte, 10
23) Thiago Viana, 10
24) Rodney Felício, 9
25) Otavio Mesquita, 9
26) Christian Hahn, 8
27) Paulo Totaro, 8
28) Lorenzo/Paulo Varassin, 6

C 250 Cup
1) Peter Michel Gottschalk, 99
2) Luiz Sena Jr/Cleiton Campos, 97
3) Betinho Sartório, 94
4) Marcos Paioli/Peter Gottschalk, 87
5) Christian Germano, 69
6) Marcio Basso, 67
7) Max Mohr, 60
8) Flavio Andrade, 60
9) Beto Rossi, 52
10) Claudio Simão, 38
11) Edson Ferreira, 36
12) Roberto Santos, 25
13) Theo De Nigris, 20
14) Thiago De Nigris, 20
15) Mauricio Lund, 19
16) Bruno Mesquita, 17
17) Alline Cipriani, 16
18) Alberto Cattuci, 11
19) Carlos Alberto Guilherme, 7
20) Vinicius Simão, 5
21) A.Papazissis/A.Camacho, 4
22) Roberto Cirino, 3
23) Leo Jr/Lucca de Nigris, 3
24) C. Eduardo Placucci, 2

Calendário Mercedes-Benz Challenge 2015

Etapa 1 – Goiânia/GO – 22 de março
Etapa 2 – Ribeirão Preto/SP – 05 de abril
Etapa 3 – Curitiba/PR – 31 de maio
Etapa 4 – Santa Cruz do Sul/RS – 28 de junho
Etapa 5 – Goiânia/GO – 16 de agosto
Etapa 6 – Campo Grande/MS – 13 de setembro
Etapa 7 – São Paulo/SP – 15 de novembro

Etapa 8 – São Paulo/SP – 13 de dezembro

Mais informações:
Site:
www.rsportsracing.com.br
Facebook: RSports Racing
Twitter: @RsportsRacing

Fonte: Assessoria de Imprensa Equipe RSports Racing
SIG Comunicação | Silvana Grezzana Santos

Fotos: Claudio Kolodiziej/Photo Racing

patrocinios

Comente aqui


Pedro Sampaio encerra a temporada na final do SuperBike Brasil 2015

Piloto gaúcho de motovelocidade está confirmado na categoria SuperSport 600cc neste final de semana, em Cascavel (PR)

Bento Gonçalves (RS) – Pedro Sampaio reforça o grid da categoria SuperSport 600cc na oitava e última etapa do SuperBike Brasil, marcada para este final de semana em Cascavel, Paraná. O objetivo do piloto gaúcho de motovelocidade é colocar em prática tudo o que aprendeu durante a temporada no Europeu de SuperStock 600, campeonato que em 2015 fez parte das programações do Mundial de Superbike da FIM (Federação Internacional de Motociclismo).
“Tenho condições de brigar pela vitória na decisão do SuperBike Brasil e espero que seja um ótimo final de semana, para fechar o ano com chave de ouro”, comentou Sampaio. “As expectativas são muito boas, realizei vários testes com a moto nos últimos dias, durante os treinos na pista de Santa Cruz do Sul. Estou bem preparado e espero refinar o acerto nos treinos em Cascavel até chegar na preparação ideal do equipamento”, continuou o piloto, que compete a bordo da motocicleta Yamaha YZF-R6. Os treinos classificatórios serão realizados no sábado e as corridas, no domingo (dia 13).
Com percurso de 3.058 metros por 12 metros de largura, a pista do Autódromo Internacional Zilmar Beux é marcada por altas velocidades e traz boas lembranças. “Fui campeão brasileiro da categoria GPR 250cc em 2013 em Cascavel, e em 2014 confirmei o vice-campeonato nacional da classe para motos de 600cc. Tenho ótimas recordações da pista e espero conquistar mais um bom resultado. Gosto do cicuito de Cascavel, que tem o traçado veloz e simples. Ou seja, qualquer detalhe pode fazer toda a diferença”, explicou Sampaio.
Enquanto o gaúcho corre pela vitória, os pilotos que disputam a temporada do SuperBike Brasil aceleram de olho no título. Haverá corridas para oito categorias, sendo que na SuperSport 600cc a taça está indefinida entre o líder Matheus Oliveira e Alex Schultz.
Pedro Sampaio tem patrocínio de Pastorello Estruturas Metálicas, Nexx, Anker e Prefeitura Municipal de Bento Gonçalves (RS). O piloto conta com o apoio de Falk Racing, Motoclube 36, MG Bikes e Motoclube de Bento Gonçalves.

Fonte: Ângela Monteiro – Mundo Press Jornalismo Estratégico

Fotos: O Chacal

Comente aqui


Elite do hipismo disputa a final do Brasileiro Hyundai Senior Top em São Paulo

 

Líderes do ranking, Pedro Muylaert, José Roberto Reynoso e Sérgio Marins disputam o Campeonato Brasileiro Hyundai Sênior Top

São Paulo, 4 de dezembro de 2015 – Acontece neste fim de semana, na Sociedade Hípica Paulista, em São Paulo, o Grande Prêmio Hyundai, oitava e finalíssima prova do Campeonato Brasileiro Hyundai Sênior Top 2015 com a participação dos principais nomes do hipismo nacional. A Hyundai CAOA é patrocinadora do Campeonato Brasileiro de Hipismo desde 2014 como parte de suas ações de incentivos ao esporte brasileiro.

A oitava etapa do Campeonato Brasileiro Hyundai Sênior Top 2015 tem premiação de R$140 mil e após o cômputo geral, o campeão brasileiro receberá um carro Hyundai New iX35. Os participantes do Campeonato Brasileiro Hyundai Sênior Top 2015 pontuam também no ranking da Federação Equestre Internacional. Além do Brasileiro, ocorrerão, também no final de semana, as finais do Ranking de Salto da Sociedade Hípica Paulista.

O Grande Prêmio Hyundai, percurso mais importante do evento, terá obstáculos a 1,45 metro e que ocorrerá neste sábado, 5 de dezembro, a partir das 14h30. O cavaleiro Pedro Junqueira Muylaert é o atual líder do Campeonato Brasileiro Hyundai Sênior Top, seguido por José Roberto Reynoso Fernandez Filho e Sérgio Henrique Marins

Inspeção Veicular

Durante o período de provas em todas as categorias disputadas neste final de semana, de 2 a 6 de dezembro, na Sociedade Hípica Paulista, a Hyundai CAOA promoverá inspeção completa e gratuita de diversos itens em veículos de todas as marcas. Entre os itens vistoriados estão todos os fluidos, calibragem dos pneus, medição de carga da bateria, além da higienização do ar-condicionado. Depois de verificadas, se necessário, lâmpadas e palhetas do limpador de para-brisa poderão ser trocadas nos veículos da marca Hyundai ou modelos que utilizem lâmpadas e palhetas compatíveis com os modelos da marca.

Serviço

Provas: Entre 2 e 6 de dezembro  –  Campeonato Brasileiro Hyundai Sênior Top no sábado, dia 5, a partir das 14h30

Local: Sociedade Hípica Paulista

Endereço: Rua Quintana, 206

Preços: Entrada Franca, estacionamento R$ 25,00

Fonte:  CAOA

Departamento de Comunicação – CAOA

Anderson CavalcanteGerson Almeida – Maira Nascimento – Déborah Encarnato        

Comente aqui


WEC: Final emocionante para a Audi em São Paulo

  • Tom Kristensen celebra com pódio despedida de uma carreira amplamente reconhecida
  • Marcel Fässler/André Lotterer/Benoît Tréluyer são os vice-campeões da temporada
  • Pela primeira vez depois de dois campeonatos mundiais consecutivos, Audi não fica com o título

Ingolstadt/São Paulo, 30 de novembro de 2014 – A Audi teve o prazer de encerrar a temporada do FIA World Endurance Championship (WEC) com um saldo positivo. A marca das quatro argolas conquistou seu sexto pódio do ano em São Paulo, com Tom Kristensen assegurando mais um troféu em sua última corrida como profissional. A Audi encerrou o ano na segunda posição no campeonato de construtores, enquanto Marcel Fässler/André Lotterer/Benoît Tréluyer (SUI/ALE/FRA) conquistaram o vice-campeonato entre os pilotos. Após uma notável recuperação, o trio do Audi R18 e-tron quattro #2 recebeu a bandeirada final na quinta posição, depois de ter andado em último.
Competitivo até o dia da despedida, Tom Kristenses mais uma vez provou seu talento em sua última corrida como profissional. Dividindo o carro com Lucas di Grassi (BRA) e Loïc Duval (FRA), o nove vezes vencedor das 24 Horas de Le Mans, conquistou, no Brasil, seu último troféu pela Audi com um terceiro lugar. Em uma etapa final emocionante, ele superou o Toyota #7 ao estabelecer um excelente ritmo de corrida mesmo poupando combustível. O dinamarquês, que havia anunciado antes desta última prova da temporada o fim de sua carreira profissional, viveu um fim de semana de fortes emoções e repleto de reconhecimento.
Uma medalha oferecida pela Confederação Brasileira de Automobilismo, uma volta de honra no sábado, a inscrição “Thanks Tom – Mister Le Mans” (Obrigado Tom – Senhor Le Mans) estampada no Audi R18 e-tron quattro #1 e um pódio cercado de honras e mensagens de todas as equipes do WEC presentearam o dinamarquês com uma despedida inesquecível após 138 corridas pela Audi em categorias como Le Mans, GT e carros de turismo. Para Lucas di Grassi, o resultado foi igualmente especial. Depois de largar na sexta posição, o paulista apresentou-se à torcida local em sua melhor forma.
O Audi R18 e-tron quattro #2 também teve chances de conquistar um lugar ao pódio, apesar de enfrentar um revés logo no início da prova. Depois que Benoît Tréluyer, ainda na primeira volta, precisou reiniciar os sistemas do carro e caiu para a última posição, o trio iniciou uma extraordinária recuperação. Apenas 30 minutos depois, o francês ocupava novamente a sexta posição. Seu companheiro de equipe, André Lotterer, reforçou ainda mais o ritmo do #2 ao estabelecer a melhor volta da prova. Perto do fim da prova, o campeão mundial de 2012 assumiu o quinto lugar depois do acidente de Mark Webber – que bateu forte na Curva do Café e teve seu carro totalmente destruído. Ele saiu ileso do forte choque contra o muro, mas a necessidade de manter o safety car na pista por muito tempo encerrou a prova sob bandeira amarela.
Ao final da terceira temporada do FIA WEC, a Audi comemora uma história de sucesso. Em 24 corridas disputadas desde 2012, foram 13 vitórias conquistadas (54% de aproveitamento), o que faz da marca a mais bem-sucedida na categoria LMP1. Além disso, a Audi conquistou dois títulos mundiais de pilotos e dois títulos mundiais de construtores nos anos de 2012 e 2013. O ponto alto da temporada de 2014 foi a vitória nas 24 Horas de Le Mans, em junho, que representou a 13a vitória da marca na tradicional prova francesa desde 2000.
Declarações após a corrida
Dr. Wolfgang Ullrich (Chefe da Audi Motorsport): “Este foi um fim de semana muito emocionante. Foi fantástica a maneira como o Tom, que fez um último turno dobrado de pilotagem, ainda defendeu sua posição no pódio. Buscávamos encerrar a temporada do FIA WEC de forma positiva no Brasil, e é ótimo que tenhamos conseguido este resultado, embora, obviamente, nosso objetivo fosse estar no degrau mais alto”.
Chris Reinke (Chefe do LMP): “A temporada de 2014 foi uma verdadeira montanha-russa emocional para nós. Isso vale não só para as 24 horas de Le Mans, mas também para toda a temporada do WEC. A maneira como encerramos a temporada não foi a ideal, mas terminamos de forma positiva. O ponto alto do fim de semana, sem dúvida, foi a despedida de Tom Kristensen, que esteve conosco por tanto tempo. Agradecemos muito a ele, a quem devemos uma parte de nosso sucesso”.
Ralf Jüttner (Diretor do Audi Sport Team Joest): “Parabéns à Porsche por sua primeira vitória. Extraímos o melhor de nosso potencial e o melhor deste trabalho foi que o Tom pode terminar no pódio sua última corrida. Ele mais do que mereceu este banho de champanhe. Se existe um piloto que pode fazer um bom trabalho poupando combustível e, ao mesmo tempo, extraindo a melhor performance possível de nosso Audi, este piloto é Tom. Levamos para as férias de inverno um bem-sucedido final de temporada, e voltaremos com força total em 2015”.
Lucas di Grassi (Audi R18 e-tron quattro #1): “Esta foi uma das corridas mais duras de toda a temporada para mim. No final, com a despedida do Tom, vivemos uma situação novamente muito emocionante. Demos o nosso máximo, mas, infelizmente, tivemos alguns pequenos problemas. Mesmo assim, não desistimos. É ótimo estar no pódio correndo em casa, em São Paulo. E foi particularmente agradável poder dividir este momento especial com o Tom. É simplesmente incrível”.
Loïc Duval (Audi R18 e-tron quattro #1): “Estou feliz por nosso sucesso no encerramento da temporada, especialmente pelo Tom. A corrida foi tudo menos fácil. Mas estivemos na disputa e fomos ao pódio, o que considero uma grande recompensa para nossa equipe. Além disso, estou feliz por saber que o Mark Webber não sofreu nenhum ferimento sério”.
Tom Kristensen (Audi R18 e-tron quattro #1): “Um grande muito obrigado a todos! Terminei minha primeira corrida com a Audi, em Sebring no ano 2000, com um pódio e agora tenho a oportunidade de encerrar minha carreira no pódio novamente, depois de uma corrida muito difícil. Para evitar que fizéssemos mais um pit stop, tivemos que pilotar de forma a ter um menor consumo de combustível no final. E isso foi no meu turno de pilotagem. E foi um estágio emocionante até a entrada do safety car. Parabéns à Porsche pela primeira vitória e também à Toyota pela vitória no campeonato. Estou feliz por ter passado boa parte de minha carreira com a Audi e com o melhor time do mundo. Do ponto de vista emocional, este foi o melhor fim de semana de minha carreira”.
Marcel Fässler (Audi R18 e-tron quattro #2): “Foi uma grande honra para mim fazer parte do mesmo time que Tom Kristensen. Obviamente, dizer adeus a um piloto tão competente é uma grande perda para a gente. Sobre a corrida em São Paulo, fomos infelizes no início, quando tivemos que reiniciar os sistemas do carro. Isso nos custou muito tempo e tivemos que partir para uma corrida de recuperação. Mas, no final, a alegria de conquistar o vice-campeonato mundial superou qualquer coisa. Foi uma temporada dura e difícil, e por isso podemos nos orgulhar deste resultado final”.
André Lotterer (Audi R18 e-tron quattro #2): “Fomos novamente competitivos nesta corrida final. Estou particularmente feliz pelo Tom, que coroou o final de sua carreira com mais um pódio. Sempre que uma lenda das corridas como o Tom se despede das pistas, esta ocasião se torna realmente especial. Ele tem sido um modelo para mim e sempre me inspirou. Exceto pelo problema que nos custou o pódio, a corrida foi boa. Gostei do comportamento do carro e do nosso ritmo de corrida também. Para completar, estabelecemos a melhor volta da prova”.
Benoît Tréluyer (Audi R18 e-tron quattro #2): “Estou muito feliz pelo fato do Tom poder celebrar sua última corrida no WEC com um pódio. Assim como nossos outros companheiros de equipe, ele teve uma performance notável em São Paulo. Também gostaria de parabenizar a Porsche por sua primeira vitória. Foi uma prova difícil para nossa equipe, sofremos alguns contratempos. Mas nosso carro esteve rápido e marcamos mais alguns pontos para o campeonato no final, o que foi positivo”.
Resultado da prova
1) Dumas/Jani/Lieb (Porsche), 249 voltas em 6h01min44s608
2) Buemi/Davidson (Toyota), a 0s170
3) Di Grassi/Duval/Kristensen (Audi), a 1 volta
4) Conway/Sarrazin/Wurz (Toyota), a 1 volta
5) Fässler/Lotterer/Tréluyer (Audi R18 e-tron quattro), a 1 volta
6) Bradley/Howson/Imperatori (Oreca-Nissan), a 24 voltas
7) Mücke/Turner (Aston Martin), a 28 voltas
8) Makowiecki/Pilet (Porsche), a 28 voltas
9) Calado/Rigon (Ferrari), a 28 voltas
10) Bruni/Vilander (Ferrari), a 29 voltas
Fonte:
Departamento de Comunicação Audi do Brasil
Christian Marxen
Gerente de Comunicação Audi do Brasil
Charles Marzanasco
Supervisor de Imprensa Produto
Renata Tersiote
Assessora de Imprensa
Imagem Corporativa
www.imagemcorporativa.com.br
Marta Telles
Gerente de Comunicação
Wesley Oliveira
Assistente de Comunicação

Fotos: Audi Media Info

Comente aqui