Ford



FORD APRESENTA PELA PRIMEIRA VEZ O MUSTANG GT PREMIUM PARA O MERCADO BRASILEIRO E ANUNCIA O INÍCIO DA SUA PRÉ-VENDA

INSCREVA-SE NO MEU CANAL NO YOUTUBE

CAMINHAR E PENSAR É SÓ COMEÇAR

https://www.youtube.com/c/Caminharepensarésócomeçar

 


A Ford realizou uma grande apresentação para anunciar a chegada do Mustang no Brasil, na versão GT Premium com o motor V8 5.0. Com 466 cv, este é o modelo mais poderoso da linha do esportivo mais emblemático do mundo. Lançado praticamente junto com os Estados Unidos, trazendo novo design e repleto de tecnologia e conectividade, o Ford Mustang 2018 terá o início de vendas antecipadas a partir de 11 de dezembro em um site exclusivo com diversas informações sobre o produto.

No evento de hoje com a presença da imprensa e convidados no Jockey Club de São Paulo, o presidente da Ford América do Sul, Lyle Watters, ressaltou a importância deste lançamento para a Ford no Brasil.

“A Ford tem uma habilidade única de combinar a grandeza da sua história com foco no futuro e o Mustang é um carro que resume tudo isso. Este é o momento certo de trazer ao Brasil tudo o que o Mustang oferece”, disse. “O Mustang ocupa um lugar especial no coração da Ford: ele simboliza a nossa paixão pela liberdade, nossa paixão pela aventura e nossa paixão pela inovação.”

O Mustang 2018 é considerado pela imprensa internacional como o melhor de todos os tempos. O esportivo teve uma grande renovação no design, que valoriza a essência da sua personalidade, com interior inteiramente atualizado e um surpreendente painel digital totalmente configurável e esportivo.

A linha está sendo lançada nos Estados Unidos, Europa e China. O Mustang ganha as ruas brasileiras no primeiro trimeste do próximo ano, trazendo a versão mais imponente da série.

“O Mustang tem potência que desperta grandes emoções e também representa o que a Ford tem de mais avançado em tecnologia. Ele combina desempenho e tecnologias de assistência com alto padrão de segurança. É fruto do trabalho dedicado e da paixão de todo o time da Ford por automóveis”, afirmou Rogelio Golfarb, vice-presidente de Assuntos Governamentais, Comunicação e Estratégia da Ford América do Sul.

Conheça o Mustang GT Premium V8 5.0

O Mustang GT Premium é um ícone da linha global do esportivo voltado à performance. Ele é equipado com o poderoso propulsor V8 5.0 de 466 cv e transmissão sequencial de 10 velocidades com acionamento por borboletas no volante. Além do desempenho e ronco marcante dessa versão V8, que desperta paixão nos entusiastas do mundo inteiro, o Mustang 2018 traz um design ainda mais arrojado e imponente.

Entre outros itens, o Mustang conta com saídas exclusivas de ar no capô, conjunto óptico único e exclusivo em LED, com as lendárias luzes de assinatura de três barras na dianteira e na traseira, rodas esportivas de 19 polegadas com acabamento preto brilhante, aerofólio traseiro e um recurso exclusivo: luzes de cortesia nos retrovisores que projetam a imagem do ícone no chão. Outras informações sobre o veículo serão divulgadas mais próximo do lançamento.

A pré-venda do Mustang será feita por um site exclusivo, onde os interessados poderão se inscrever para ser os primeiros proprietários do lote inicial, em unidades limitadas. A partir da opção de pré-reserva do Mustang, o cliente terá um atendimento exclusivo por meio de um serviço de concierge, que vai orientá-lo sobre as condições comerciais e detalhes técnicos do produto. O lote inicial limitado contará ainda com um presente especial e exclusivo, preparado para os apaixonados por este ícone.

As primeiras unidades do veículo devem ser entregues aos proprietários no final do primeiro trimestre de 2018.

Lançamento aguardado

A primeira apresentação do Mustang no Brasil foi realizada num evento digno do legado e da tradição do esportivo, com a presença da imprensa de todos os segmentos, mídias sociais, empresários e celebridades.

O veículo foi exibido na pista principal do Jockey Club, em meio a uma tropa de cavalos puro-sangue, simbolizando a origem do seu nome emprestado da raça nativa do Oeste americano. Vários Mustangs desfilaram no hipódromo, com destaque para um modelo vermelho dirigido pelo ator Rodrigo Lombardi. Um dublê simulou a sua chegada, lançado em rapel de um helicóptero.

O ator comandou a parte social da festa de lançamento para cerca de 300 convidados. Fã de automóveis, o astro destacou a experiência de dirigir o Mustang pela primeira vez em solo brasileiro. “Foi uma sensação incrível”, resumiu Lombardi.

O Mustang é lendário. Símbolo de liberdade, foi imortalizado no cinema e na televisão em mais de 3.800 produções, protagonizando cenas memoráveis ao lado de grandes astros. Agora, assume esse protagonismo também no mercado brasileiro.

 

(29/11/2017)

 

Imprensa Ford

Comente aqui


CHEGADA DO FORD MUSTANG NO BRASIL SERÁ A GRANDE ATRAÇÃO AUTOMOTIVA DO ANO COM COBERTURA NAS MÍDIAS SOCIAIS E DIGITAIS

INSCREVA-SE NO MEU CANAL NO YOUTUBE

CAMINHAR E PENSAR É SÓ COMEÇAR

https://www.youtube.com/c/Caminharepensarésócomeçar

 

 

A Ford promove nesta quarta-feira (29 de novembro), a partir das 19h00, a primeira apresentação do Mustang, marcando a chegada do esportivo global no Brasil. Aguardado com expectativa, o veículo, sucesso no mundo, será exibido em um evento em São Paulo comandado pelo ator Rodrigo Lombardi.

Os grandes momentos da exibição poderão ser acompanhados pelos canais da Ford no Instagram (https://www.instagram.com/fordbrasil/) e no Facebook (https://www.facebook.com/FordBrasil/), além de postagem do artista no Instagram  (https://www.instagram.com/rodrigolombardi) e matérias nos meios digitais.

O Mustang 2018 é o esportivo do momento nos Estados Unidos, Europa e China, e no Brasil terá um papel relevante para a marca. A apresentação em São Paulo será uma demonstração de gala, cercada de muitas celebridades. No evento serão informadas as características principais do Mustang que chega ao Brasil pela primeira vez em 50 anos de história, assim como a data inicial de comercialização.

(28/11/2017)

 

Imprensa Ford

Comente aqui


FORD APRESENTA O PRIMEIRO VEÍCULO HÍBRIDO PLUG-IN PARA USO POLICIAL NOS EUA

INSCREVA-SE NO MEU CANAL NO YOUTUBE

CAMINHAR E PENSAR É SÓ COMEÇAR

https://www.youtube.com/c/Caminharepensarésócomeçar

 

A Ford apresentou nos Estados Unidos seu primeiro carro de polícia híbrido plug-in – com bateria que pode ser recarregada na tomada –, capaz de rodar até 34 km no modo elétrico com uma carga. Chamado “Special Service Hybrid”,  o veículo é derivado do Fusion e faz parte dos investimentos da marca em eletrificação e no segmento policial, do qual é a principal fornecedora nos Estados Unidos.

“Este é o primeiro veículo de polícia da Ford capaz de rodar um turno completo sem usar gasolina”, diz Stephen Tyler, gerente de marketing de veículos policiais da Ford. “Qualquer um pode conectá-lo a uma tomada comum para rodar somente com eletricidade, sem combustível e emissões”.

A Ford já apresentou este ano o primeiro veículo híbrido especialmente preparado para uso em perseguição policial, além da picape F-150 Police Responder, também a primeira do mercado destinada para uso em perseguição.

Carro para patrulhamento

O novo híbrido é destinado ao patrulhamento e transporte de oficiais de polícia e bombeiros, investigadores e outras funções públicas na área de segurança que não exigem um veículo classificado para perseguição.

A cabine tem bancos dianteiros revestidos com tecido resistente e placas de proteção no encosto. O banco traseiro e o assoalho são forrados em vinil. O sedã traz também suporte para montagem de equipamentos, luzes de sinalização, rodas de liga especial e distribuição auxiliar de energia no porta-malas.

Para seu funcionamento, o carregador de 3,3 kW embarcado no veículo permite carregar totalmente a bateria de 7,6 kilowatt-hora em apenas 2,5 horas, em 240 volts. Mas a Ford prevê que a maioria dos usuários não precisará mais que uma tomada comum de 120 volts para recarregá-lo.

A bateria de íons de lítio permite ao veículo rodar até 34 km com uma carga e chegar perto de 140 km/h usando somente o motor elétrico. Quando a carga da bateria termina o veículo é alimentado pelo sistema gasolina-elétrico, capaz de rodar mais de 800 km, eliminando a preocupação com autonomia dos carros puramente elétricos.

Como opcionais exclusivos, há farolete para o motorista, cofre e sistema de ventilação no porta-malas, trava das portas traseiras e vários tipos de iluminação de emergência. Outro recurso especial é o que permite reduzir em até 100% a iluminação interna e do painel para serviços de vigilância.

(28/11/2017)

 

Imprensa Ford

Comente aqui


FORD MUSTANG MOSTRA A EVOLUÇÃO DOS VOLANTES DE DIREÇÃO NOS ÚLTIMOS 50 ANOS

 

INSCREVA-SE NO MEU CANAL NO YOUTUBE

CAMINHAR E PENSAR É SÓ COMEÇAR

https://www.youtube.com/c/Caminharepensarésócomeçar

 

 

A Ford conta a história da evolução do volante de direção por meio do icônico esportivo Mustang. Com mais de 50 anos de história e inovações, o veículo é um símbolo de design e tecnologia, que mostra o avanço dos carros esportivos. O volante é um dos itens que revelam o carisma e constante desenvolvimento do carro, com funções que retratam a estética e o grau técnico de cada época.

No lançamento do primeiro Mustang, em 1964, os volantes eram grandes, finos e, além de comandar as rodas, no máximo incorporavam a buzina. Atualmente, reúnem cada vez mais funções, são digitais e acompanham o avanço da eletrônica embarcada. Pioneiro entre os carros esportivos de massa, o “pony car” é também uma referência em design e inovações que ditaram as tendências da indústria.

Veja abaixo e no infográfico anexo a evolução dos volantes mais representativos do esportivo.

1964 – A primeira geração do Mustang introduziu o padrão clássico de capô longo, cabine estreita e traseira curta, que se tornou a assinatura da linha. O interior, de cockpit duplo, tinha um volante emblemático de três raios de alumínio com aro imitando madeira e a buzina no centro. Seu diâmetro grande, de 16 polegadas, facilitava as manobras, já que a assistência hidráulica era opcional.

1967 – A direção ajustável em sete posições permitia escolher a melhor posição para dirigir, além de facilitar a entrada e saída do veículo. A direção assistida com relação mais rápida (20,3:1) dava uma sensação mais esportiva.

1968 – O Mustang introduziu a coluna de direção retrátil para reduzir a possibilidade de lesão em acidentes, aumentando a segurança. O volante de dois raios também ganhou uma seção central maior e almofadada, com o controle da buzina no aro de metal.

1974 – Na segunda geração, o Mustang II ganhou um volante de dois raios revestido em couro. A opção de direção assistida com pinhão e cremalheira permitiu a oferta de um volante menor, de 15 polegadas, em vez do padrão de 16 polegadas.

1979 – O volante de dois raios foi substituído por um de quatro, mais tarde compartilhado com outros carros da Ford. Os comandos do limpador de para-brisa e faróis passaram para uma haste na coluna de direção. O piloto automático, oferecido em versões com transmissão manual, era controlado por botões no volante.

1984 – O Mustang SVO (Special Vehicle Operations), lendária versão de alta performance com motor turbo de quatro cilindros, trouxe um volante de três raios com ajuste de altura e profundidade, aro mais grosso e diâmetro menor, de pegada esportiva. Os logotipos Ford e “SVO” vinham gravados no centro do revestimento de couro.

1990 – O Mustang recebeu seu primeiro airbag de série, instalado no centro do volante. Com isso, a buzina foi transferida para dois botões laterais, acionados pelos polegares do motorista. Os botões do piloto automático também ganharam uma posição mais ergonômica.

1994 – A quarta geração do Mustang fez uma homenagem ao modelo original de 1964, com cockpit duplo e formas esculpidas no painel. Vários comandos ficaram mais fáceis de usar, aumentando a praticidade e segurança. O comando da buzina voltou para o centro do volante, integrado à tampa articulada do airbag.

2005 – O volante de três raios da quinta geração do Mustang fez uma releitura do modelo 1965-1967, com raios de polímero, ou opcionalmente de alumínio. Diferentemente dos volantes em que se inspirou, era revestido de couro.

2010 – Com a tecnologia SYNC, muitos botões foram adicionados para os comandos de voz do telefone, músicas, rádio e outras funções. O emblema central de acrílico foi trocado por um de alumínio polido, estampando o cavalinho ou uma cobra, no caso do Shelby GT500. Os acabamentos de alumínio e couro davam unidade à cabine.

2013 – O volante do Mustang tornou-se o centro de controle de tecnologia do carro. Passou a incluir um botão de quatro vias, além de um “OK” para controle da tela do painel de instrumentos. Nos modelos Boss 302 e Shelby GT500, era revestido de couro Alcantara, inspirado em competições.

2015 – Na sexta geração do Mustang, o volante totalmente redesenhado incorpora até 20 botões. Os da direita comandam o SYNC e o rádio, enquanto os da esquerda controlam o piloto automático adaptativo e a tela do painel de instrumentos. Os controles de marcha no volante “paddle shift” foram oferecidos pela primeira vez no Mustang com transmissão automática. Seu airbag circular, projetado especialmente, é o único com esse formato em toda a linha Ford. É também o volante de menor diâmetro da marca, com apenas 14 polegadas. Os raios de alumínio têm acabamento nas bordas para que o motorista toque apenas no couro ao segurar o volante.

2017 – O volante do novo Mustang 2018 mostra a grande evolução tecnológica do esportivo, adicionando funções como os modos de direção, controle de arrancada e outros, além dos comandos do quadro de instrumentos, que agora é totalmente digital. Criado com  a colaboração de ex-desenvolvedores de videogames, o quadro de instrumentos de 12 polegadas oferece vários layouts de tela, que pode ser facilmente personalizada e dispõe do recurso MyMode para salvar as configurações preferidas.

 

(27/11/2017)

Imprensa Ford

Comente aqui


FORD LANÇA O NEW FIESTA 2018 COM NOVO DESIGN EXTERNO E INVESTE EM CONECTIVIDADE E TECNOLOGIA NO COMPACTO PREMIUM COM MOTORES DE ALTO RENDIMENTO

INSCREVA-SE NO MEU CANAL NO YOUTUBE

CAMINHAR E PENSAR É SÓ COMEÇAR

https://www.youtube.com/c/Caminharepensarésócomeçar

 

A Ford reuniu a imprensa de todo o País para lançar o New Fiesta 2018, que chega ao mercado com novo design dianteiro, bem equipado, conectividade de última geração e tecnologia voltada à segurança e dirigibilidade. Uma das novidades da linha é a apresentação do modelo Style EcoBoost, de visual esportivo, com motor turbo de 125 cv, além do completíssimo Titanium 1.6.

O evento foi realizado no Oeste Paulista e teve como ponto forte a demonstração das tecnologias e do rendimento dos motores no Campo de Provas de Tatuí, onde a Ford desenvolve seus veículos no Brasil.

A linha é equipada com dois avançados motores, o 1.6 Sigma Flex e o turbo 1.0 EcoBoost, nas versões SE, SE Plus, SEL, Titanium, Titanium Plus e EcoBoost. O preço é a partir de R$ 56.690. Entre os novos equipamentos, o New Fiesta 2018 tem central multimídia SYNC 3 de última geração, faróis com luzes diurnas de LED, câmera de ré, novos bancos e rodas.

“O New Fiesta é um carro diferenciado e completo para quem quer se destacar na multidão. Na linha 2018, reforçamos os atributos que esse cliente exigente e conectado mais valoriza para fazer uma escolha inteligente”, destaca Fernando Pfeiffer, gerente de Produto da Ford.

Design inspirado no Ford GT

A frente do New Fiesta ficou mais encorpada e atraente, com grade côncava e para-choque totalmente novo. Suas linhas inspiradas no superesportivo Ford GT valorizam as formas esculpidas da carroceria, com detalhes de sofisticação. A grade inferior ampla faz o carro parecer mais largo e assentado.

A traseira ganhou um toque extra de esportividade com um novo aplique no para-choque, além de lanternas com assinatura de luz na versão Titanium. As rodas de 15 e 16 polegadas também são novas.

“Nosso desafio ao criar o New Fiesta 2018 foi colocar o carro um patamar acima sem perder a sua essência e harmonia”, diz Fábio Sandrin, gerente de Design da Ford América do Sul. “A silhueta côncava da frente é única no mercado e um dos elementos que agregam dinamismo ao seu design.”

O New Fiesta 2018 conta com seis opções de cores: as perolizadas vermelho Vermont, azul Califórnia e preto Bristol, a metálica prata Dublin e as sólidas vermelho Arizona e branco Ártico.

Multimídia SYNC 3

No interior, o destaque é a central multimídia SYNC 3, com tela de 6,5 polegadas e recursos avançados de conectividade. Oferecida desde a versão SE Plus, ela permite acesso ao Apple CarPlay e Android Auto, além de aplicativos.

Os bancos com novas espumas e encostos de cabeça reposicionados tornam o interior mais confortável. O New Fiesta também ficou mais seguro, com reforços na carroceria que aumentam a proteção contra impactos laterais, atendendo os padrões mais exigentes das normas internacionais. Para completar, um novo ajuste da suspensão contribui para aprimorar o conforto de rodagem.

Os motores do New Fiesta 2018 são os mais potentes da categoria. O 1.6 Sigma TiVCT Flex gera 128/125 cv (com etanol/gasolina) e vem com transmissão manual de cinco velocidades ou sequencial de seis velocidades.

O EcoBoost a gasolina, de 125 cv, eleito seis vezes Motor Internacional do Ano, tem uma curva de torque impressionante e chega a 170 Nm em apenas 1.400 giros. Ele vem com uma versão aprimorada da transmissão sequencial de seis velocidades, que proporciona trocas rápidas e suaves e hoje detém um dos maiores índices de satisfação entre os consumidores na indústria.

Versões e preços

O New Fiesta 2018 parte de R$ 56.690 na versão 1.6 SE, equipada com direção elétrica, ar-condicionado, trava, retrovisores e vidros dianteiros elétricos, central multimídia SYNC 1 com AppLink e Assistência de Emergência, sensor de estacionamento traseiro, farol de neblina, freios ABS, alarme volumétrico, computador de bordo e conta-giros.

A versão SE Style 1.6 tem rodas de liga leve de 16 polegadas, grade dianteira, retrovisores e moldura do farol de neblina com acabamento em preto e sai por R$ 59.590. A versão SE Plus 1.6 AT, com transmissão sequencial de seis velocidades, central multimídia SYNC 3, controle de estabilidade e tração AdvanceTrac, assistente de partida em rampa, vidros elétricos traseiros e fechamento global, custa R$ 62.390.

O New Fiesta SEL 1.6, com ar-condicionado digital e rodas de liga leve de 15 polegadas, sai por R$ 61.090 com transmissão manual e R$ 65.390 com a transmissão sequencial de seis velocidades. O New Fiesta Style EcoBoost AT, com motor turbo, transmissão sequencial de seis velocidades e pacote de aparência Style, custa R$ 69.790.

O New Fiesta Titanium 1.6 AT, com rodas de liga leve de 16 polegadas, sistema de navegação, câmera de ré, banco parcialmente em couro, faróis com luzes diurnas de LED e lanterna parcial em LED, sai por R$ 71.190. O topo de linha Titanium Plus 1.6 AT acrescenta bancos de couro, sete airbags, botão de partida Ford Power, acesso sem chave, acendimento automáticos dos faróis, sensor de chuva e espelho retrovisor eletrocrômico, por R$ 75.190.

Baixo custo de posse

O New Fiesta 2018 tem também manutenção econômica. Suas revisões seguem o padrão de custo fixo da Ford, que permite ao cliente saber de antemão quanto vai gastar durante o período de garantia, de 36 meses ou 30.000 km.

O custo total das três revisões anuais (ou a cada 10.000 km) das versões com motor 1.6 Sigma é R$ 1.568 e o da versão EcoBoost fica em R$ 1.620. Com o plano Ford Protect Advanced, o cliente pode adquirir quatro revisões (até os 48 meses ou 40.000 km) por R$ 2.966 e ampliar a garantia original de fábrica para quatro anos. Já o plano Ford Protect Premium acrescenta uma quinta revisão aos 60 meses ou 50.000 km e estende a garantia para cinco anos, por R$ 3.573.

(24/11/2017)

Imprensa Ford

Comente aqui


FORD APRESENTA A VERSÃO FINAL DO GT, O MUSTANG E O FIESTA ST, SEUS MODELOS DE ALTA PERFORMANCE, NO SALÃO DE GENEBRA

 

A Ford destaca na Europa os seus modelos de alta performance, no Salão de Genebra, que abre para o público de 9 a 19 de março. O Ford GT, o Mustang e o novo Fiesta ST são as principais atrações da marca da mostra na Suíça, que inaugura o calendário de lançamentos para o mercado europeu.

Esta é a primeira vez que a Ford mostra a versão final de rua do Ford GT, demonstrando a tecnologia do motor Ford EcoBoost e inovações na aerodinâmica e na leveza da carroceria de fibra de carbono. O superesportivo tem sob o capô o motor mais potente da marca: o EcoBoost biturbo de nova geração, que entrega nada menos que 647 cv.

O Ford GT é mostrado também na edição Heritage, versão do atual modelo 2017 inspirada em um carro histórico: o GT40 Mark II de 1966. Esse veículo conquistou os três primeiros lugares na corrida francesa de Le Mans na década 60.

Produzida em série limitada, essa interpretação moderna do GT40 tem pintura em preto brilhante ou fosco, listras prateadas e o número 2 estampado em branco no capô e nas portas.  As rodas de alumínio, de 20 polegadas, exibem acabamento dourado fosco com porcas pretas.

Mustang Black Shadow e Blue Edition

As versões especiais Black Shadow e Blue Edition do Mustang também são exibidas pela primeira vez em um salão do automóvel. O Mustang Black Shadow Edition oferece quatro opções de cores da carroceria combinadas com faixas pretas, enquanto o Mustang Blue Edition vem em azul com faixas pretas de efeito sombreado, seguindo o espírito dos clássicos de cor “Grabber”.

Ambos os modelos têm carroceria fastback, rodas de liga leve pretas de 19 polegadas e acabamento topo de linha, incluindo bancos de couro aquecidos e refrigerados, sistema de conectividade SYNC 3 com navegação e som premium.

Sob o capô, contam com motor V8 5.0 de 421 cv com transmissão manual ou automática de seis marchas. O Blue Edition tem ainda a opção do propulsor 2.3 EcoBoost de 317 cv.

Fiesta ST

O Fiesta ST de terceira geração faz sua estreia no Salão de Genebra. O hatch esportivo com novo motor EcoBoost 1.5 de três cilindros tem 200 cv e aceleração estimada de 0 a 100 km/h em 6,7 segundos. Ele será o primeiro modelo da Ford Performance – divisão de alto desempenho da empresa – com motor de três cilindros e também o primeiro Fiesta ST com modos de direção selecionáveis: Normal, Sport e Track (pista), otimizando os controles do motor, direção e estabilidade para cada condição de rodagem.

Os modos de direção variam também o som do escapamento, que conta com válvula de controle ativo e a tecnologia “Electronic Sound Enhancement”. O sistema amplifica o som naturalmente esportivo do novo motor EcoBoost, que também é o primeiro três cilindros da indústria com sistema de desativação de cilindros para reduzir ainda mais as emissões.

EcoSport

A Ford reserva também um espaço especial para os utilitários esportivos, segmento que teve o maior crescimento em vendas globais no ano passado: 20% em relação a 2015. Um dos destaques é o EcoSport, cujas vendas aumentaram 43% em 2016 na Europa, atingindo a marca recorde de 57.200 unidades. As vendas totais de SUVs da Ford na Europa em 2016 somaram 185.800 unidades, o que representa um incremento de 31% sobre o ano anterior.

 

 

(08/03/2017)

 

Imprensa Ford

Comente aqui


FORD BUSCA CARRO EMPÁTICO CAPAZ DE ENTENDER E RECONHECER O HUMOR DO MOTORISTA

 

A Ford pesquisa junto com a Universidade Aachen RWTH, da Alemanha, seu sistema de conectividade SYNC e outros recursos internos do veículo visando a aprimorar ao máximo o processamento de fala/voz e reduzir a interferência de ruídos e eventos externos. O próximo passo é obter sistemas ultrassofisticados de microfones e câmeras para interpretar o tom de voz, a expressão facial do motorista e até o seu humor ao assumir a direção do veículo.

“Estamos a caminho de desenvolver o carro empático, que pode contar uma piada para animá-lo, dar conselhos quando  precisar, lembrar de aniversários e mantê-lo alerta numa viagem longa”, diz Fatima Vital, diretora de Marketing Automotivo da Nuance Communications, que ajudou a Ford a desenvolver o sistema de reconhecimento de voz do SYNC.

A expectativa é que, em 2022, cerca de 90% dos carros novos sejam equipados com sistema de reconhecimento de voz.  A evolução dos sistemas tem que acompanhar essa tendência criando melhor funcionamento e até oferecendo estímulos para o motorista e passageiros.

Para os especialistas da Ford, no futuro os automóveis serão capazes de reconhecer o estado de espírito do motorista e buscar alternativas para melhorar o seu humor por meio de piadas, músicas de alto astral e até dar conselhos para melhorar o seu dia.

O carro poderia “aprender”,  por exemplo, as músicas que o motorista gosta de ouvir quando está estressado ​​e as ocasiões em que prefere ficar em silêncio. A iluminação interna também poderia mudar positivamente o seu humor.

Com a conexão na nuvem, os sistemas embarcados tendem a evoluir para assistentes pessoais, inclusive remarcando compromissos quando o motorista estiver preso num engarrafamento.

Assistente virtual

Como no filme “Her”, em que a assistente virtual Samantha atende todos os comandos de voz do protagonista e aprende a reconhecer seu estado de espírito, necessidades e desejos, o carro poderá um dia fazer a mesma coisa.

O sistema de conectividade SYNC 3 da Ford, com interface para Apple CarPlay e Android Auto, tem comandos de voz para telefone, mensagens e vários aplicativos, além de acesso ao comando de voz Siri, Apple Maps e Apple Music no iPhone, e ao Google Maps nos aparelhos Android. No final deste ano, o SYNC também permitirá ao motorista se conectar ao assistente virtual Alexa, da Amazon, em 23 idiomas.

“Com comandos de voz como ‘Estou com fome’ para encontrar um restaurante e ‘Preciso de um café’, o SYNC 3 já funciona na prática como um assistente pessoal”, diz Mareike Sauer, engenheiro de controle de voz do Time de Aplicações de Conectividade da Ford Europa. “Estamos aprimorando o sistema para reconhecer não só diferentes línguas e sotaques, mas também formas mais naturais de falar.”

Segundo a Nuance, dentro de dois anos o sistema poderá oferecer sugestões como: “Gostaria de encomendar flores para sua mãe no Dia das Mães?”, “Devo escolher um caminho menos congestionado, mas mais lento para casa?” e “O seu chocolate favorito está acabando, mas está disponível no estoque da sua loja preferida. Quer parar e pegar alguns?”

Máquinas inteligentes

No futuro, usando controles gestuais e dos olhos o motorista será capaz de atender chamadas com um aceno de cabeça, ajustar o volume com pequenos movimentos da mão e definir o destino da navegação com um rápido olhar para o mapa. Então, existe o perigo de que, como no filme “Her”, possamos nos apaixonar pelos sistemas avançados de reconhecimento de voz?

“Muitas pessoas já amam seus carros e, com os novos sistemas embarcados que aprendem e se adaptam, esse relacionamento tende a se tornar mais forte”, diz Dominic Watt, professor de Ciências da Linguagem e Linguística da Universidade de York. “O carro será em breve nosso assistente, um companheiro de viagem e ouvinte simpático, com quem você poderá discutir sobre tudo e pedir qualquer coisa, a ponto de esquecermos que estamos falando com uma máquina.”

 

(24/02/2017)

 

Imprensa Ford

Comente aqui


FORD INICIA A VENDA DO KA+ 2018 COM PREÇO ESPECIAL DE LANÇAMENTO E TAXA ZERO

A Ford iniciou a venda da linha 2018 do Ka+ com uma oferta especial de lançamento que inclui financiamento em até 30 meses com taxa zero. O sedã compacto, que já vem completo de série, é oferecido a partir de R$44.590 à vista na versão 1.0 SE, ou financiado com entrada de R$26.754 e 24 parcelas de R$790, com taxa zero.

O forte e eficiente motor 1.0 TiVCT, de 85 cv, é um dos fatores que contribuem para o desempenho e alto nível de satisfação do Ka+. Mas se preferir levar o motor Sigma 1.5, de 110 cv, o cliente também conta com uma condição diferenciada. O Ka+ SE 1.5 sai por R$49.490 à vista, ou com uma entrada de R$29.694 e o saldo em 30 parcelas de R$700, com taxa zero. As condições são válidas até 7 de março.

Além do bom espaço interno e porta-malas com capacidade de 445 litros, o sedã da Ford é equipado com direção elétrica, ar-condicionado, vidros dianteiros elétricos, travas com controle remoto, faróis de neblina e som com comandos de voz, Bluetooth e entradas USB, além do compartimento My Ford Dock para smartphone no painel. Também oferece controle de estabilidade e tração e assistente de partida em rampa como opcionais.

Outro ponto forte do Ka+ é a manutenção econômica, reforçada pela garantia de três anos e pelos baixos valores de revisão e seguro.

“Na linha 2018 o Ka+ chega ainda mais forte, somando qualidade e excelente custo-benefício para quem deseja um sedã moderno e econômico”, diz Pedro Resende, gerente de Marketing de Varejo da Ford. “Temos também outras opções de financiamento, como o plano com entrada de R$25.000 e 48 prestações de R$545 para o Ka+ 1.0 SE. E por apenas mais R$109 na parcela o cliente leva o motor 1.5.”

 

(23/02/2017)

 

Imprensa Ford

Comente aqui


FORD EUROPA DESENVOLVE SISTEMA DE ALERTA DE BURACOS EM TEMPO REAL

A Ford Europa está projetando um sistema avançado de mapeamento que avisa o motorista da presença de buracos nas ruas e estradas. A tecnologia, que está em desenvolvimento no continente europeu, permitirá a detecção em tempo real e o envio de um alerta no painel de instrumentos do veículo.

A Ford já está fazendo os testes do sistema no Campo de Provas de Lommel, na Bélgica, onde há uma pista de 1,9 quilômetro com réplicas dos piores buracos do mundo. Também faz parte da pesquisa a avaliação do uso de sistemas de suspensão ativa para reduzir ao máximo a severidade dos solavancos e os danos causados por essas imperfeições no carro.

Para essas análises, os engenheiros do Centro de Pesquisa e Inovação da Ford em Aachen, na Alemanha, contam com o uso de câmeras e modens. Essas tecnologias são combinadas para reunir informações detalhadas sobre os buracos e enviá-las para a nuvem, onde ficarão disponíveis em tempo real para uso de outros motoristas.

Mapeamento

“O mapa poderá mostrar um novo buraco no momento em que ele aparecer e alertar os motoristas quase que imediatamente sobre o perigo à frente”, afirma Uwe Hoffmann, engenheiro de pesquisa de tecnologias avançadas de controle de chassis da Ford Europa. “Nossos carros já possuem sensores que detectam buracos e agora queremos levar essa tecnologia a outro nível.”

Na Europa, por exemplo, o gelo e a neve são um fator de deterioração das pistas. Quando o gelo derrete, o asfalto fica em péssimo estado, que se agrava ainda mais com a chegada das chuvas na primavera.

Modelos como o Galaxy, S-Max e Mondeo (nome que o Fusion recebe no mercado europeu) já dispõem de sensores de controle dos amortecedores com mitigação de buracos, que detectam falhas na pista e ajustam a suspensão para reduzir possíveis danos no veículo.

 

(23/02/2017)

 

Imprensa Ford

Comente aqui


FORD PARTICIPA DO MAIOR ENCONTRO NACIONAL DE LOGÍSTICA EM PORTO ALEGRE EXIBINDO O CARGO TORQSHIFT COM TRANSMISSÃO AUTOMATIZADA

 

A Ford exibe na Transposul 2016, de 12 a 14 de julho, em Porto Alegre, RS, o seu grande lançamento, a linha Cargo Torqshift com transmissão automatizada de 10 ou 16 marchas, com uma série de recursos avançados para aumentar a produtividade da frota e o conforto do motorista. O Cargo 2429 Torqshift, carro-chefe da linha, pode ser visto no estande ao lado dos modelos Cargo 1419 e Cargo 3129, também mostrados em primeira mão.

“A Transposul é a feira mais importante do setor de transporte e logística do Sul do Brasil. A Ford está presente desde as primeiras edições e, este ano, traz grandes novidades para o evento”, diz Flávio Costa, gerente de Marketing da Ford Caminhões.

O Cargo 2429 Torqshift, com tração 6×2 e peso bruto total de 23 toneladas, conta com dois anos de garantia e o preço mais competitivo da categoria, nas versões cabine simples e leito. Sua nova transmissão automatizada de 10 marchas conta com trocas inteligentes, piloto automático, função “Low” para descidas, indicador de marcha no painel, assistência de partida em rampa e dois modos de direção: Performance e Economia.

Desempenho e economia

Comparada às automáticas convencionais, a transmissão automatizada da Eaton que equipa a linha Ford Cargo Torqshift tem como vantagens o menor custo de aquisição e reparo, a maior economia de combustível – que chega a 10% – e a facilidade de manutenção. Outro diferencial é o sistema de proteção da embreagem que aumenta em quatro vezes a durabilidade do conjunto.

Na função D (dirigir), ela seleciona a marcha de arranque adequada e faz uma troca otimizada. Na função M (manual), permite ao motorista assumir o controle e selecionar as marchas pelo botão na manopla em situações como rodagem fora de estrada ou subidas íngremes.

Na função L (“Low”), exclusiva da Ford, as marchas são reduzidas gradativamente de acordo com a velocidade e rotação do veículo. Além de segurar o veículo em declives, também é útil em situações como o acoplamento de colheitadeira, em manobra de ré.

Para o motorista, a transmissão automatizada oferece uma nova sensação de dirigir, com muito mais conforto e segurança. O piloto automático inteligente mantém a velocidade constante em subidas e descidas. E a assistência de partida em rampa segura o caminhão por até 3 segundos em rampas com inclinação superior a 3%.

“Por nivelar a eficiência dos motoristas, o câmbio automatizado é uma tendência que vem crescendo em todo o mundo”, completa Costa.

(11/07/2016)

Imprensa Ford

Comente aqui