Sport Cars

Publicidade

Ford usa tecnologia de imagem militar para aprimorar o silêncio interno dos veículos

Categorias: MERCADO

A Ford é pioneira no uso da tecnologia de imagem térmica – similar à usada pela polícia na busca de criminosos – para encontrar e eliminar vazamentos na cabine dos veículos. O resultado é uma rodagem mais silenciosa e sem ruídos de vento, um dos pontos chaves para a percepção de qualidade e satisfação do cliente.

As imagens térmicas são feitas com câmeras que registram o calor no ambiente, capturando a radiação na forma de imagens infravermelhas, similares às da polícia. No testes da Ford, os vazamentos aparecem como pontos de calor quando o ar aquecido escapa da cabine, como mostra o vídeo disponível neste link (em inglês): http://www.youtube.com/watch?feature=player_embedded&v=UHw0qo8dd4g.

O Sistema Global de Pesquisa de Qualidade da Ford mostrou que o Novo Fusion teve uma aprovação 15% melhor quanto ao silêncio interno que o seu principal concorrente no mercado norte-americano. A pesquisa perguntou aos proprietários das principais marcas e modelos quais os problemas encontrados no veículo e o seu nível geral de satisfação após três meses de uso.

“A Ford está redefinindo nossos veículos com inovações que melhoram a experiência de dirigir e aumentam a economia de combustível e ferramentas que ajudam a criar veículos melhores”, diz William Dedecker, supervisor de engenharia de ruídos, rangidos e vibrações (NVH).

A tecnologia de imagem térmica permite à polícia enxergar através da vegetação e em becos escuros. Um criminoso escondido na noite pode não ser visível a olho nu, mas a imagem térmica detecta o calor do seu corpo.

Inspirada nas empresas de energia que usam a imagem térmica para encontrar vazamentos de ar nas casas, a Ford levou essa tecnologia para os veículos. Os engenheiros injetam ar quente na cabine e fazem imagens térmicas para ver onde o ar está escapando. Assim, podem testar vários métodos de contenção, por meio do design e materiais de isolação.

“Somos a primeira montadora a usar essa tecnologia para detectar vazamentos de ar”, diz John Crisi, engenheiro de NVH da Ford. “É um exemplo dos métodos inovadores que estamos usando para dar aos clientes uma experiência de direção mais agradável. Com as câmeras, conseguimos detectar aberturas pequenas que não poderiam ser identificadas de outra forma.”

Sem vazamentos

Além de reduzir o ruído, a selagem de vazamentos de ar aumenta a eficiência dos sistemas de aquecimento e refrigeração da cabine e elimina a perda de energia, como acontece nos sistemas de climatização prediais.

Antes dessa tecnologia, os engenheiros da Ford injetavam fumaça na cabine para observar vazamentos, junto com o auxílio de estetoscópios especiais para ouvir a passagem de ar. A imagem térmica permite resultados mais consistentes e rápidos para agilizar o tempo de desenvolvimento. Os engenheiros identificaram várias áreas chaves suscetíveis aos vazamentos, como teto solar, janelas, borrachas das portas, tampa do porta-malas e base do para-brisa.

“O ruído de vento é algo que o motorista realmente pode sentir como um ponto negativo quando dirige”, diz Crisi. “Usando a tecnologia de imagem térmica, a Ford pode oferecer uma rodagem mais suave e silenciosa para os clientes.”

Fonte: (08/07/2013) Imprensa Ford

 

Polícias Militar, Civil e Científica do Paraná recebem 154 veículos Renault

Categorias: MERCADO

A Segurança Pública do Paraná foi reforçada hoje com a entrega de 154 novas viaturas Renault modelos Duster (100) e Fluence (54). As novas viaturas ampliam as frotas das polícias Civil, Militar e Cien tífica, e reforçam as atividades de segurança em diversas regiões do estado. Os veículos foram entregues aos comandos das forças policiais pelo governador Beto Richa e pelo secretário da Segurança Pública, Cid Vasques, em cerimônia realizada em frente ao Palácio Iguaçu.

Ao todo, a Renault está fornecendo um total de 820 viaturas ao Estado do Paraná, sendo 670 modelos Duster e 150 Fluence. Os automóveis são adaptados pela Rontan e Engesig, empresas parceiras homologadas da Renault, especializadas em transformações. Além da pintura, com os grafismos identificadores das polícias do Paraná, os veículos receberam sinalizador de teto, com lâmpadas de led; capas de bancos e carpetes com proteção em vinil especiais, mais resistentes.

Parte das novas viaturas atenderá unidades especiais das polícias, como o Batalhão de Patrulha Escolar Comunitária, Batalhão de Polícia de Fronteira, Batalhão de Operações Policiais Especiais, Ação Integrada de Fiscalização Urbana, Centro de Operações Policiais Especiais e Tático Integrado de Grupos de Repressão Especial. Serão destinados também veículos para unidades do Instituto de Criminalística e do Instituto Médico-Legal.

Além do Paraná, a Renault fornece veículos para as polícias Militar do Rio Grande do Norte (Renault Sandero); para a Brigada Militar do Rio Grande do Sul (modelos Duster e Sandero); para a Polícia Civil do Distrito Federal (modelos Logan, Duster e Fluence), e para a Secretaria de Segurança Publica do Rio de Janeiro, através de frota administrada pela empresa Julio Simões. Até o final deste ano serão fornecidos veículos para a Secretaria de Segurança Publica de Santa Catarina (modelos Logan e Duster), e também à Policia Militar de São Paulo  (modelo Duster). Neste mês, a Renault entregará também os primeiros 26 Renault Fluence para a Policia Rodoviária Federal, de um total de 360 unidades.

Fonte:

Assessoria de imprensa renault

Simone Brombay – Institucional
Ubirajara Alves – Institucional
GlendaPereira – Produto
Arthur Lustosa Santos – Produto

 

 

Utilitário militar Agrale Marruá é plataforma para sistema de artilharia antiárea de última geração

Categorias: MERCADO


Veículo tem radar que rastreia aviões em baixa altitude
Caxias do Sul (RS), 13 de março de 2012 - O utilitário militar Agrale Marruá AM 20 é a base transportadora do avançado sistema de controle para a artilharia antiaérea, desenvolvido para o Exército Brasileiro pela OrbiSat e controlada pela Embraer Defesa e Segurança. O projeto, que conta com a parceria do Centro Tecnológico do Exército (CTEx), integra o Sistema de Defesa Antiaérea do Exército, abastecendo-o com informações capazes de contribuir para a tomada de decisões em inúmeras situações que envolvam questões de defesa e segurança.
Desenvolvido com tecnologia 100% brasileira e sem similar no mercado nacional, o sistema pode ser utilizado para coordenação da defesa de tropas e instalações militares, em situações de combate e em grandes eventos, como a Copa do Mundo e a Olimpíada. O sistema funciona como uma base para o comando e controle das informações enviadas, em tempo real, pelo radar Saber M60, também produzido pela OrbiSat, e usado para vigilância aérea e terrestre de aviões a baixa altura, que rastreia alvos em um raio de até 60 quilômetros e a altitude de até cinco mil metros.
De acordo com a Agrale, o modelo Agrale Marruá AM 20 – que tem diferentes configurações, como AM 20 GE (Guerra Eletrônica) e AM20 VCC (Viatura Comando e Controle) – foi escolhido por suas características de robustez, durabilidade e facilidade de manutenção, além de poder ser utilizado em diferentes tipos de serviços e terrenos.
Nos últimos anos, a Agrale tem se firmado como uma das principais fornecedoras de veículos militares para as forças armadas brasileiras e de diversos países da América Latina.
Crédito da foto: Júlio Soares
Fonte:
Secco Consultoria de Comunicação
www.secco.com.br

Agrale apresenta na LAAD 2011 sua nova viatura militar

Categorias: LANÇAMENTOS

Crédito da foto: Júlio Soares

A Agrale apresenta na LAAD 2011 (Latin America Aerospace & Defence) a nova viatura militar Agrale Marruá AM 31 – VTNE 1,5 t 4X4. O novo modelo foi desenvolvido para atender às especificações militares na faixa de 1.500 kg, para a qual não existe fornecimento atualmente, e ampliar a linha de viaturas da empresa, que inclui versões para o transporte de tropas, reconhecimento, guerra eletrônica, comando e controle, ambulância e outras aplicações. A empresa expõe seus modelos no evento, que acontece no período de 12 a 15 de abril, nos pavilhões do Riocentro, no Rio de Janeiro.

A nova versão tem como principal diferencial a maior capacidade de carga: 1.500 kg na viatura, mais 1.500 kg tracionados em qualquer terreno. Também  mantém as mesmas características técnicas de robustez, versatilidade e baixo custo de manutenção da linha Agrale Marruá, com PBT de 4.850 kg e motorização diesel.

A LAAD, realizada a cada dois anos, é considerada o mais importante evento no setor de defesa e segurança da América Latina e contará com a presença de oficiais das Forças Armadas e da segurança pública do Brasil, América Latina e de outros continentes, representados por delegações oficiais, diplomatas e autoridades.

Com três fábricas no Brasil e uma na Argentina, a Agrale é a uma empresa brasileira com quase 50 anos de tradição que atua na produção de veículos (caminhões, chassis de ônibus e utilitários), tratores e motores a diesel. A fabricante faz parte do Grupo Francisco Stedile, que além de suas subsidiárias (Agrale Montadora, Agrale Argentina, Agrale Comercial e Lintec), engloba ainda Agritech Lavrale, Germani Alimentos, Germani Cereais, Fundituba e Fazenda Três Rios.

 

Novo fornecimento para a Argentina

A Agrale está completando as entregas referentes ao contrato com as forças armadas da Argentina para o fornecimento de mais unidades de viaturas Agrale Marruá. Os veículos serão utilizados pelas forças armadas no próprio país e, também, na Missão de Paz do Haiti.

Segundo Hugo Zattera, presidente da Agrale, a linha de viaturas Agrale Marruá foi desenvolvida para atender às exigentes especificações das Forças Armadas dentro do conceito de “família de viaturas”, que já conta com os modelos de 500 kg e 750 kg e nas diversas versões especializadas, o que facilita a padronização e a manutenção do equipamento e o treinamento dos quadros. Isso tem despertado o interesse de outros países, que as vêm adquirindo. Além disso, os veículos, por suas características militares, têm sido empregados com grande aceitação em serviços severos nas áreas de mineração, manutenção de rede e florestal.

 

Fonte:

Secco Consultoria de Comunicação

www.secco.com.br

Sport Cars

odiario.com 2010 - 2014 © Todos os direitos reservados à Editora Central Ltda.