preocupar



Fórmula Truck: Calor preocupa pilotos em Londrina


Temperatura acima dos 30 graus centígrados pode comprometer desempenho neste domingo
O Autódromo Internacional Ayrton Senna recebe neste final de semana (1 e 2 de novembro) a nona etapa do Campeonato Brasileiro de Fórmula Truck. A pista anexa ao Estádio do Café, em Londrina (PR), é “temida” pelos pilotos, tanto pelas curvas desafiadoras e pelo traçado com poucos pontos de ultrapassagem, quanto pelo calor intenso da região.

E é exatamente essa a maior preocupação dos competidores: “a pista não podemos mudar, mas bem que São Pedro podia dar uma refrescada”, brinca Marcello Cesquim um dos mais jovens do grid. O piloto do Mercedes-Benz #90 sofreu com as altas temperaturas e com o clima seco durante os treinos livres desta sexta-feira e torce para que a previsão de pancadas de chuva seja confirmada.

Durante as primeiras sessões, ele preservou o equipamento. “Não forcei muito, pois na última corrida sofremos com quebras de motor e preferimos fazer apenas alguns testes aqui, sem pensar no resultado do treino”, revela.

Mesmo assim, o paranaense fechou o dia entre os 15 mais rápidos – dentre os 25 caminhões. O mais rápido da tarde foi o companheiro de equipe dele, Paulo Salustiano – uma mostra que a ABF Racing Team está com um bom acerto para o treino classificatório deste sábado.

Os favoritos à vitória são os dois postulantes ao título: o piloto da casa, Leandro Totti, e o vice-líder do Campeonato, Felipe Giaffone, que cravou o melhor tempo do dia, logo no primeiro treino (1min36s680).

Antes da tomada de tempos, que acontece às 13h, serão realizados mais dois treinos livres. O GP Petrobras está marcado para às 13h15 de domingo, com transmissão ao vivo pela TV Band.

PRESENTE ESPECIAL
Marcello Cesquim recebeu nesta sexta-feira, no Autódromo de Londrina, uma camisa oficial do Paraná Clube autografada pelo meia Lucio Flávio. Torcedor paranista, o piloto chegou a tentar carreira como jogador de futebol antes de ingressar no automobilismo.
Crédito das Fotos: Rodrigo Ruiz/Central Press e Divulgação
Fonte: Central Press
JORNALISTAS RESPONSÁVEIS:
Claudio Stringari – Lorena Nogaroli
www.centralpress.com.br

Comente aqui


Cascavel – Bacião e desgaste de pneus preocupam pilotos do Mercedes-Benz Grand Challenge

Curva mais famosa do circuito e asfalto abrasivo devem ser os vilões do fim de semana

A penúltima etapa do Mercedes-Benz Grand Challenge acontece neste fim de semana (1º e 2 de dezembro) em Cascavel, no oeste do Paraná, com previsão de altas temperaturas e bons pegas. Além de poder definir o título do Campeonato Brasileiro de 2012, as duas baterias devem ser as mais imprevisíveis do ano. O calor, o desgaste de pneus e o traçado desafiador são os ingredientes para corridas movimentadas – a exemplo do que tem acontecido com as outras categorias que passaram pela pista paranaense após sua reinauguração neste ano.
A dupla Sergio Martinez e Michelle de Jesus, da Pink Energy Team, garantem que não faltará emoção: “Tive a chance de andar pelo circuito com um carro de rua e sem dúvida é um dos mais espetaculares que já conheci. São curvas desafiadoras, principalmente o Bacião”, destaca a única mulher da categoria. Michelle se refere à curva de alta velocidade que instiga pilotos e chefes de equipe há décadas.
Desta vez, ela não pode contar nem com a ajuda do simulador. “Sempre treino um pouco antes das viagens, mas desta vez não consegui porque a pista de Cascavel ainda não está disponível no aplicativo que uso para treinar. O primeiro contato ‘de verdade’ será no treino desta sexta. Mas estou tranquila e confiante em mais um pódio”, adianta.
O companheiro dela também acredita num bom resultado, mas ressalta as principais dificuldades desta etapa. “Como andamos há duas semanas em Campo Grande (MS), estamos com os pneus bastante desgastados, devido ao calor e asfalto abrasivo. Aqui em Cascavel é a mesma coisa. Por isso, teremos que nos adaptar rápido ao traçado para guardar os pneus novos para a classificação e para as duas corridas”, revela Martinez.
O coach da dupla, Pedro Pimenta, está contribuindo bastante para que adaptação seja a mais rápida possível. Chefe da equipe Ticket Car Corinthians na Fórmula Truck, ele já conhece bem o traçado de Cascavel. “Além de ter guiado nesta pista como piloto, trabalhei aqui há dois meses, quando a Truck reinaugurou o autódromo. Deu para pegar muitos macetes úteis para o Sergio e para a Michelle”, destaca Pedro.
Os treinos livres para a sétima etapa do Mercedes-Benz Grand Challenge começam nesta sexta-feira, quando também acontecem as sessões livres do Campeonato Brasileiro de Gran Turismo. No sábado acontece a tomada de tempos e a primeira corrida do fim de semana. A prova de domingo começará às 14h30, com transmissão ao vivo pela Rede TV!.
SOBRE A EQUIPE – A Pink Energy tem patrocínio de Eletro RMC, Netter, Jatinox, RUDC Bombas, CrossFox Distribuidora de Materiais Elétricos e Rádio Transamérica. Mais informações sobre os pilotos nos sites www.michellej.com.br e http://www.facebook.com/pages/Sergio-Martinez/164974160250871.

Crédito das Fotos: Luca Bassani / Central Press

Fonte:
Central Press

Claudio Stringari / Lorena Nogaroli / Cristina Sório
www.centralpress.com.br

 

Comente aqui