blogid == 71){ ?> agosto 2010 - TV tudo

TV tudo

Publicidade

Entrevista de Justin Bieber para o Pânico vira polêmica no Twitter

Categorias: Sem categoria

Exibida no programa Pânico na TV do último domingo, na RedeTV!, a entrevista que o cantor canadense Justin Bieber concedeu a Sabrina Sato virou motivo de polêmica no Twitter. O modo como o artista estrangeiro se comportou irritou alguns usuários da rede social. Para os defensores da ex-BBB, Bieber foi antipático ao corrigir inúmeras vezes a pronúncia da brasileira. Além disso, o artista teen demonstrou desinteresse pela conversa. Chegou a dizer que estava arrependido de ter concordado em fazer uma das dancinhas (idiotas) do programa.

No entanto, o despreparo de Sabrina e o fato do cantor desconhecer o tipo de humor praticado pelo Pânico foram os responsáveis pela reação do artista. Para os roteiristas do programa da RedeTV! pouco importava as perguntas que a repórter iria fazer e as respostas que iria obter. A questão ali era ridicularizar Sabrina pelo seu desconhecimento do inglês. O fato criaria, consequentemente, uma situação constrangedora, como aconteceu, fazendo com que o cantor também assumisse um papel de palhaço. Bieber percebeu isso e não quis entrar na brincadeira.

Em seu Twitter, a apresentadora declarou que gostou da conversa: “Gente, eu nao sabia que iria entrevistar o @justinbieber e ele foi legal de receber a gente e dar entrevista. Lindo e talentoso… Amei…”. Veja o vídeo e tire suas próprias conclusões.

Sigam o TV Tudo no twitter www.twitter.com/joarle

Globo escala time de beldades para protagonizar série

Categorias: Sem categoria

Alinne Morais viverá Nádia, em A Noiva do Catete (foto: divulgação/Rede Globo)

Uma série com dez episódios independentes, protagonizada por dez atrizes diferentes e marcada por histórias que evidenciam o jeito carioca de ser. Essa é a proposta de As Cariocas, nova produção da Globo, dirigida por Daniel Filho, com estreia programada para outubro. O programa terá como principal característica um elenco novo em cada capítulo, como forma de destacar o ar da crônica que inspirou o projeto. Adaptados por Euclides Marinho e outros roteiristas, os textos fazem parte do original de Sérgio Porto, publicado pelo pseudônimo Stanislaw Ponte Preta, na década de 60.

Do livro, apenas três episódios foram mantidos. Os outros sete foram escritos conforme a nova realidade do Rio de Janeiro. Cada trama terá um bairro como pano de fundo. As personagens vão mostrar as múltiplas facetas femininas identificadas por Sérgio Porto. Desavergonhadas, recatadas, adúlteras, traídas, ardilosas, inocentes. Essas diversas personalidades irão dialogar com a geografia de seus bairros e com a alma das ruas por onde passam.

Para garantir sucesso ao projeto, Daniel Filho se encarregou de escalar um time de beldades. A apresentadora Angélica será Maria Tereza, a protagonista do episódio A Traída da Barra; Sônia Braga fará Júlia, A Adúltera da Urca; Adriana Esteves é Celi, A Vingativa do Méier; Fernanda Torres interpreta Cris, A Invejosa de Ipanema; Alessandra Negrini retorna à TV como a ciumenta Marta, em A Iludida de Copacabana; Paola Oliveira viverá Clarissa, A Atormentada da Tijuca; Deborah Secco será Alice, A Suicida da Lapa; atriz do grupo Nós do Morro, Cíntia Rosa interpreta Gleyci, A Internauta da Mangueira; Nádia, A Noiva do Catete, caberá à Alinne Morais; e, finalmente, Grazi Massafera dará vida a Michele, A Desinibida do Grajaú.

Angélica grava cena de A Traída da Barra, com Rosi Campos, Luís Miranda e Leona Cavalli (foto: divulgação/Rede Globo)

As protagonistas terão o auxílio luxuoso de um elenco competente. Sônia Braga, por exemplo, vai dividir a cena com Antônio Fagundes e Regina Duarte. Bárbara Paz estará ao lado de Adriana Esteves. Rosi Campos e Leona Cavalli participam do episódio estrelado por Angélica. A série contará ainda com Isabela Garcia, Dalton Vigh, Roberta Rodrigues, Marcos Winter, Preta Gil, Luciano Huck, Luís Miranda e Guilherme Fontes. As Cariocas marcará também a volta para a Globo de dois atores que estavam na Record: Gabriel Braga Nunes e Lavínia Vlasak.

Além de dirigir, Daniel Filho vai encarnar Stanislaw Ponte Preta (o escritor Sérgio Porto) e fará a narração da série. As gravações dos capítulos já foram encerradas e o trabalho passa agora pelo processo de finalização. A estreia acontece somente após o primeiro turno das eleições. A data de exibição não foi definida, porque a direção da Globo ainda estuda qual dia da semana (terça, quinta ou sexta-feira) será o mais adequado.

Siga o TV Tudo no twitter www.twitter.com/joarle

Passione: saiba qual é o segredo de Gerson

Categorias: Sem categoria

Dúvidas que envolvem o desfecho de Passione têm sido motivo de muita discussão no Twitter e em comunidades sobre a novela na internet. Que segredo Gerson (Marcelo Antony) esconde em seu computador? Qual personagem vai morrer, marcando a reviravolta da trama? São duas perguntas que o autor Sílvio de Abreu insiste em não responder. As especulações de que o filho de Bete Gouveia (Fernanda Montenegro) seria hacker, gay ou pedófilo foram descartadas, apesar das cenas exibidas no início da novela terem apontado para essa terceira opção. Alguém aí se lembra da lua-de-mel de Diana (Carolina Dieckmann) e Gerson? Naquela ocasião, ficou bem marcado os olhares e a atenção que o piloto de stock car deu a uma garotinha na praia.

Mas, já que ele não é pedófilo, como Sílvio de Abreu afirma, o que tanto o atrai para a frente do computador? Estive procurando as respostas e as melhores pistas que encontrei indicam que o segredo do personagem está ligado à trama principal da novela, na qual se incluem dois assassinatos. A morte que está por vir não será a primeira. Em recente entrevista, Abreu revelou que um importante personagem morreu no início na trama, dando a entender que Eugênio (Mauro Mendonça) foi envenenado e não sofreu infarto, como todos pensavam.

Para deixar a história ainda mais confusa, o autor tem escrito marcações no texto de Gerson e Diana com o intuito de relacionar o mistério a questões sexuais. Dizem que o recurso é um truque para despistar o telespectador. A última teoria levantada na internet sobre o assunto defende a versão na qual o personagem é viciado em vídeos macabros, que exibem mortes de pessoas e animais. Essa hipótese ganha força no caso de Gerson ser revelado como necrófilo, nome dado a quem sente atração sexual por cadáveres. Se considerarmos a reação de Diana depois de ver imagens do computador, a teoria faz sentido (veja o vídeo).

http://www.youtube.com/watch?v=4p5aXDn8IQU

Com isso, considerando que as duas dúvidas levantadas pelo público estão mesmo relacionadas, a única maneira do segredo de Gerson permanecer oculto seria o assassinato de Diana. Até agora, ela é a única que descobriu o mistério. A hipótese parece improvável, mas quem conhece as tramas de Sílvio de Abreu sabe como o final da história é sempre imprevisível, marcado por reviravoltas. No entanto, uma questão ainda fica no ar: como o fato do personagem sofrer de necrofilia estaria relacionado ao eixo principal da história? É essa a peça que falta encaixar no quebra-cabeça.

Siga o TV Tudo no twitter www.twitter.com/joarle

Desempenho fraco de atores prejudica novela Passione

Categorias: Sem categoria

Marcelo Antony e Carolina Dieckmann no momento em que Diana descobre o segredo de Gerson (foto: divulgação/Rede Globo)

Ao contrário do que se previa, após o início da propaganda eleitoral obrigatória, Passione cresceu na audiência e, nos últimos dias, está entre os assuntos mais comentados do Twitter. A trama, que desde o começo é desenvolvida em um ritmo mais acelerado, bem diferente da novela anterior, Viver a Vida, que era arrastada, tem tido diversas cenas decisivas, importantes para a compreensão do desenrolar da história.

Nesse momento, quando a narrativa chega ao clímax, é a hora de perceber quem veio pra deixar sua marca e quem está na novela apenas a passeio. A presença de grandes atores no elenco acaba deixando bem claro o que é bom e o que é ruim. Dentro do ritmo dinâmico de Passione, fica difícil não notar como o desempenho de alguns atores prejudica a trama. A cena em que Diana (Carolina Dieckmann) descobre o segredo de Gerson (Marcelo Antony), exibida nos capítulos de quinta e sexta-feira, coloca os dois atores em posições opostas. Enquanto Antony brilha, mostrando o ápice da crise de seu personagem, Dieckmann não passa a verdade necessária, enfraquece a cena e quase compromete o resultado final.

No núcleo principal, também é preciso dizer que tanto Reynaldo Gianecchini (Fred) quanto Werner Schunemann (Saulo) ainda não encontraram o tom adequado para seus personagens. O primeiro não convence como um vilão sedutor, já o segundo é muito caricato e beira o clichê. É um problema semelhante ao de Berilo (Bruno Gagliasso). De seus últimos trabalhos, esse é, sem dúvida, o que ele se saiu pior. O ator não tem o time da comédia e não confere carisma ao personagem. Em compensação, Gabriela Duarte (Jéssica) faz sua melhor performance na TV até agora, bem diferente das personagens insossas que interpretou no passado.

Irene Ravache como a perua Clô (foto: divulgação/Rede Globo)

O mesmo destaque merece Irene Ravache, a Clô. A parceria da atriz com o autor Sílvio de Abreu é antiga e, talvez por isso, a afinação exata entre os dois. A personagem está roubando a cena e dando a leveza necessária para que a história não tenha apenas drama. Com exceção de Berilo, todo o núcleo da casa de Olavo (Francisco Cuoco) tem brilhado.

Na lista de quem vai mal está incluída Tammy di Calafiori (Lorena). Não é exagero dizer que o trabalho dela é o mais fraco da novela. Uma decepção para o autor e para a diretora Denise Saraceni, que esperavam bem mais da atriz. Maitê Proença (Stela) começou bem a novela, mas está deixando a peteca cair. Nas cenas com Cauã Reymond (Danilo), não convenceu. Já Cauã e Kayky Brito (Sinval) acertaram os personagens e só vão crescer daqui pra frente. Assim como Larissa Maciel (Felícia), Vera Holtz (Candê), Mariana Ximenes (Clara) e Dayse Lúcidi (Valentina), ótimas desde o primeiro capítulo.

Por último, é preciso destacar o trabalho de Fernanda Montenegro (Bete Golveia), Tony Ramos (Totó), Aracy Balabanian (Gemma), Cleyde Yáconis (Brígida) e Leonardo Vilar (Antero). Monstros sagrados da televisão, dominam bem o texto de Sílvio de Abreu. Acredito que, como aconteceu com Melina (Mayana Moura), até o final da novela, Totó e Gemma ainda podem cair nas graças do público.

  • por: TV tudo
  • Postado em: 28 de agosto de 2010 às 12:43
  • tags: ,

Começa nova temporada de reality shows

Categorias: Sem categoria

Mário Frias apresenta O Último Passageiro (foto: divulgação/RedeTV!)

No próximo domingo, as emissoras de TV aberta iniciam uma temporada repleta de opções para quem gosta de reality show. O primeiro programa da lista é o game O Último Passageiro, que será exibido às 20h pela Rede TV!. Comandado pelo ator Mário Frias, a atração quer atingir o público jovem por meio de uma dinâmica na qual está em disputa a viagem de formatura de uma turma de alunos candidatos ao prêmio. Com o programa, a Rede TV! entra na disputa pela audiência das noites de domingo. A estratégia é aproveitar a popularidade do programa Pânico na TV, exibido logo após o reality show.

Já na quinta-feira, dia 2, a Globo estréia o que promete ser a grande novidade da temporada. Dirigido por Boninho, o Hipertensão terá 14 episódios, veiculados nas noites de quinta e domingo. O programa foi ao ar em 2002, apresentado pelo Zeca Camargo, e, agora, volta sob o comando de Glenda Kozlowski. Quem também está escalada para participar do reality é a apresentadora do Vídeo Show, Geovanna Tominaga, que terá a responsabilidade de fazer os flashes diários na programação, mostrando as últimas novidades da competição.

No twitter, Boninho adiantou que, entre os 16 participantes, dois são gays não assumidos. Como os candidatos ao prêmio de R$ 500 mil ficarão confinados, a expectativa é que muitas intrigas surjam durante as gravações. Também foram escolhidos para participar uma ex-miss, um gari e uma jornalista. Veja aqui os participantes. A disputa acontece em Buenos Aires, na Argentina, onde todas as provas serão gravadas. Apenas a final será ao vivo, no Rio de Janeiro.

Glenda Kozlowski e Geovanna Tominaga, que estarão no comando do Hipertensão (foto: divulgação/Rede Globo)

Também em busca do público que adora um reality show, a Record estréia em setembro A Fazenda 3. A data certa ainda não foi divulgada, mas muito já se fala sobre os artistas que farão parte da nova temporada. Monique Evans, Jaqueline Khury (ex-BBB) e a drag queen Nany People são algumas das apostas. Britto Júnior continua a frente dos trabalhos, assim como o diretor Rodrigo Carelli. Nessa edição, o prêmio máximo será de R$ 2 milhões.

Ainda na Record, com previsão de estréia em 25 de setembro, a empresária Cristiana Arcangeli apresentará o programa Extreme Makeover: Social. O reality é uma parceria da emissora com o Instituto Ressoar, da Igreja Universal, e a produtora holandesa Endemol, a mesma do Big Brother. A atração irá promover reformas em creches, postos de saúde e escolas. A primeira temporada terá 12 episódios. Se nada mudar até lá, o programa vai ao ar nas noites de sábado, depois do Legendários.

Luan Santana está em (quase) todos os programas da TV

Categorias: Sem categoria

Até que ponto a superexposição na mídia é positiva? Há limites para a exploração da imagem de um artista? Se há, Luan Santana não os conhece. Nas últimas semanas, o cantor sertanejo mais badalado do momento tem dominado a telinha, com participações em (quase) todos os programas da TV. Essa semana ele vai bater seu recorde de aparições. Na noite de domingo, esteve em duas emissoras diferentes. Primeiro, foi a atração principal de um especial que a Band exibiu sobre a festa do peão de Barretos. Em seguida, quase que simultaneamente, estava De Frente com Gabi, no SBT.

Isso foi só o começo. Na segunda, sua principal música de trabalho, Meteoro, entrou na trilha sonora da nova temporada de Malhação, na Globo. No dia seguinte, Luan Santana estava entre os jovens artistas vencedores do Prêmio Multishow. Nessa ocasião, para chamar ainda mais a atenção, o cantor apareceu no evento com uma morena “misteriosa” a tiracolo. Amanhã, vai ao Mais Você com Ana Maria Braga, em um programa totalmente dedicado a ele. Quer mais? No sábado, ainda aparece no TV Xuxa para cantar e participar de um quadro com fãs.

Em apenas uma semana, Luan Santana esteve em seis programas de TV, de quatro emissoras diferentes. O público aguenta tanta exposição? Por enquanto, os números do Ibope mostram que sim. O De Frente com Gabi, por exemplo, teve sua maior audiência desde a estréia, em 6 de junho. O programa, exibido na madrugada, deu seis pontos de média, ficando atrás apenas da líder Globo. É um feito e tanto para a emissora de Sílvio Santos, que costuma amargar o terceiro lugar no horário.

A febre em torno do cantor é tão grande, que já causou situações constrangedoras. Foi o que aconteceu durante o programa Criança Esperança, exibido no dia 14 de agosto. Ao se apresentar em um dueto com a cantora Paula Fernandes, Luan provocou involuntariamente um alvoroço no Twitter. “Quem é essa cantando com o Luan Santana?”, muitos perguntaram. Sem direito a crédito na tela para identificá-la, Paula Fernandes, apesar do imenso talento, foi ofuscada pelo meteoro (veja o vídeo). Indignada com a situação, uma amiga chegou a me questionar: “Como pode uma excelente cantora ser pouco ou nada conhecida do grande público?”, disse.

No entanto, essa exposição toda tem seu preço e Luan Santana já está pagando o dele. Pela internet, não faltam comentários, ironias e piadinhas sobre sua sexualidade.

http://www.youtube.com/watch?v=pCogc424_u0&feature=related

Topa ou Não Topa volta sob o comando de Roberto Justus

Categorias: Sem categoria

O apresentador com as assistentes do programa (foto: Divulgação/SBT)

No ar hoje, às 23h, no SBT, o programa Topa ou não Topa volta à TV sob o comando de Roberto Justos. Tive a oportunidade de assistir à versão americana desse game show, exibido pelo canal NBC, nos Estados Unidos, e, se fizerem aqui como fazem lá, o jogo será garantia de diversão. Lembro quando Sílvio Santos apresentou o programa, em 2006, e, na época, pude comparar a versão nacional com a estrangeira. Infelizmente, o game do SBT era bem inferior.

Por isso, o que se espera agora é uma mudança no jogo, com mais suspense e mais emoção. O que diferencia o programa americano, cujo nome original é Deal or No Deal, do brasileiro é o envolvimento dos participantes e o domínio que o apresentador, Howie Mandel, tem sobre a dinâmica do game. Ele sabe o tempo certo de colocar a dúvida no candidato que disputa o prêmio de R$ 1 milhão. Além disso, a família do convidado e a platéia participam o tempo todo, influenciando diretamente o resultado.

Roberto Justos fez um bom trabalho a frente do Um contra 100, mas o SBT não soube aproveitar, cancelando o programa precocemente. A platéia temática e a participação de artistas deram mais vida às últimas edições e mais oportunidade do apresentador dominar o palco. Hoje à noite, vamos saber se Justos repetirá o erro da versão comandada por Sílvio Santos ou se conseguirá trazer para o SBT a empolgação do game show americano.

Série A Cura está acima da média

Categorias: Sem categoria

Passando meio despercebida na programação da Globo, a série A Cura é um dos melhores produtos da temporada.  O seriado, que terá apenas nove capítulos, se destaca pela qualidade das imagens, do texto e da interpretação do elenco. Assinada por João Emanuel Carneiro, a trama tem os mesmos elementos que fizeram de A Favorita (última novela do autor) um grande sucesso. O principal deles: a imprevisibilidade.

A história é cercada de mistérios e insinuações que confundem o espectador. Os personagens escondem um segredo do passado, ainda não revelado, que nos leva a crer que estão todos escondendo algo do protagonista Dimas, interpretado por Selton Mello. Mas, assim como em A Favorita, de uma hora para outra, tudo pode mudar. O que parece ser óbvio pode acabar se tornando pouco evidente.

Até agora, a produção dirigida por Ricardo Waddington é a que mais se aproximou da qualidade imposta pelas séries americanas. Mas isso não significa que o autor buscou inspiração na TV dos Estados Unidos. Pelo contrário, a ambientação em Diamantina dá o tom bem brasileiro à história. A escolha pelo elenco regional foi mais que acertada. O sotaque mineiro flui sem parecer forçado. A atriz Inês Peixoto, de Belo Horizonte, que faz a personagem Edelweiss, é um exemplo de como essa opção foi correta (veja o vídeo).

http://www.youtube.com/watch?v=4znHb8nG9fo

Também esquentam a série os temas paranormalidade e espiritismo, misturados ao suspense determinado pela trilha sonora, o cenário e a luz. Tratados com naturalidade, eles deixam a história crível. Além disso, a sucessão de fatos em épocas diferentes (parte da trama se passa no século XVIII) cria a expectativa de que o passado poderá, em algum momento, explicar o presente.

Talvez os desacertos de A Cura estejam apenas na questão institucional. O horário (nas terças, após o Casseta e Planeta) não é adequado. Acredito que a noite de domingo seja uma alternativa melhor. Quem não acompanha, é bom dar uma espiada no YouTube, onde os três capítulos já exibidos foram postados. Ainda dá tempo de conferir esse bom trabalho da teledramaturgia. A impressão é de que A Cura está acima da média.

Queridinho da Globo, Fiuk pode ganhar programa especial

Categorias: Sem categoria

Fiuk com os integrantes da Banda Hori

Fora de Malhação, mas no ar pelo Fantástico, a frente do quadro Jogo da Verdade, Fiuk virou o queridinho da Globo. Prova disso é o especial sobre a vida do ator e cantor que a emissora prepara para o final do ano. É um projeto com direção-geral de Mário Márcio Bandarra, que mostrará a vida do filho de Fábio Jr. Com a série, a Globo quer desvendar os motivos que levaram Fiuk a se tornar um dos maiores ídolos teen do momento.

Pude comprovar a febre em torno do ator, que interpretou o Bernardo da recém acabada temporada de Malhação, no último domingo. Estive no show da banda Hori em Juiz de Fora (MG) e vi de perto a loucura das fãs adolescentes. Gritam sem parar, escrevem cartazes, usam faixas na cabeça, fazem qualquer coisa para ter a atenção do ídolo. A histeria é generalizada. Mesmo sem atrair muita gente para o local da apresentação, o público que foi assistir Fiuk (os outros componentes da Hori pouco foram notados) compensava o vazio do parque de exposições.

Talvez a Globo tenha pecado por encerrar a temporada de Malhação tão cedo. Geralmente, a renovação da novelinha ocorre no final do ano. O primeiro capítulo, exibido ontem, mostrou que a chance da nova história emplacar é pequena. O episódio deu 16 pontos de audiência, contra a média de 21, alcançada na semana passada, última em que Fiuk esteve a frente da novela. Nos bons tempos, Malhação alcançava mais de 30 pontos.

Mas como não é boba, a Globo, antes mesmo de tirar Fiuk do ar, tratou de colocá-lo no Fantástico, com um espaço dado a poucos artistas. Criaram até uma página na internet exclusiva para o cantor (http://migre.me/178mg), onde ele aproveita para divulgar sua banda. O programa especial ainda precisa da aprovação do comitê artístico da emissora. Se for ao ar e der boa audiência, já que tudo na TV depende de números, Fiuk poderá ter, em 2011, um programa só seu.

Próxima novela das sete terá elenco de peso

Categorias: Sem categoria

Pegando o gancho no mal-estar entre Walcyr Carrasco e Rita Guedes, vou falar um pouco sobre a próxima novela das sete, “Dinossauros e Robôs”, que vai substituir “Tititi”, na Globo. Começo pelo nome, que é um título provisório. Walcyr Carrasco já disse que não aprovou a sugestão. Como a novela só estréia em janeiro do ano que vem, a emissora ainda não fechou o nome. A segunda opção é “A Idade da Pedra”.

A história será dirigida pelo Rogério Gomes, que já trabalhou em “Sinhá Moça”, “Beleza Pura” e “Paraíso”. Uma equipe foi para o Japão em busca de locações para o folhetim. Como a história falará de tecnologia, muitas cenas serão gravadas do outro lado do mundo. Também haverá gravações em Marília, no interior de São Paulo, onde um sítio arqueológico vai ser criado especialmente para a novela.

No elenco, Flávia Alessandra está confirmada como a protagonista. Ela vai repetir a parceria de “Caras e Bocas” e “Alma Gêmea”, dois trabalhos bem-sucedidos da atriz. A novela vai contar também com Adriana Esteves, que volta a fazer novela depois de atuar no humorístico “Toma Lá, dá cá” e na minissérie “Dalva e Herivelto”. Adriana foi a protagonista de “O Cravo e a Rosa”, novela que deu prestígio a Walcyr Carrasco na Globo, pelo grande sucesso que fez em 2000.

Além das atrizes, Mateus Solano (intérprete dos gêmeos Miguel e Jorge, em “Viver a Vida”) também vai protagonizar a trama. A confirmação do ator foi dada na semana passada. Ele fará par com Flávia Alessandra. Já Marcos Pasquim terá uma relação com Adriana Esteves. Também estão confirmados na produção Bárbara Paz, Fernanda Machado, Cissa Guimarães, Vanessa Giácomo, Narjara Turetta, Samaro Filippo, Nívea Stelman, Erik Marmo, Rodrigo Hilbert e Paulinho Vilhena. Pelo elenco apresentado até agora, a história promete!

TV tudo

odiario.com 2010 - 2017 © Todos os direitos reservados à Editora Central Ltda.