blogid == 71){ ?> setembro 2011 - TV tudo

TV tudo

Publicidade

Multishow dificulta cobertura do Rock in Rio por outras emissoras

Categorias: Sem categoria

Nem só de flores vive o Rock in Rio. Nos bastidores do festival, o clima é tenso e a insatisfação tem sido comum. Profissionais de empresas concorrentes da Globo e do Multishow estão tendo inúmeras dificuldades para conseguir fazer a cobertura. De acordo com Patrícia Kogut, colunista do jornal O Globo, as equipes que trabalham no Rock in Rio reclamam que o canal por assinatura vem criando barreiras para impedir o acesso da concorrência ao backstage. Eles alegam exclusividade não só na transmissão, mas também na cobertura.

Entre os que sofrem com as restrições impostas pelo Multishow estão o pessoal da MTV e do CQC, da Band. Apesar dos pesares, as gravadoras têm insistido para que os artistas dêem entrevistas mesmo sob tanta pressão. A recomendação é para que eles escolham quem preferirem para falar à imprensa.

Além das dificultadas impostas, jornalistas de sites, jornais e revistas estão sendo obrigados a cumprir rígidas regras para ter acesso à área VIP. Segundo Fabíola Reipert, do portal R7, quem desobedecer às determinações terá a credencial cassada. A principal delas é não comer, nem beber no local onde estão os convidados. Muitos têm ficado com fome, já que as filas das lanchonetes são quilométricas.

Veja também:

Globo transmite o Rock in Rio durante as madrugadas

Após piada com Wanessa no CQC, Ronaldo reclama com a Band

Categorias: Sem categoria

A fila de inimizades do CQC e do humorista Rafinha Bastos não para de crescer. Dessa vez, é o ex-jogador Ronaldo, queridinho do programa da Band, quem não gostou da piada. Na semana passada, a cantora Wanessa foi o alvo de uma das brincadeiras do apresentador. Durante a atração, ao comentar um vídeo em que aparecia a artista, Marcelo Tas elogiou a moça, que está grávida de cinco meses. “Que bonitinha está a Wanessa!” Foi quando Rafinha Bastos emendou: “Comeria ela e o bebê!”. Confira o vídeo:

A piada passou meio despercebida, mas incomodou a família de Wanessa. De acordo com Keila Jimenez, colunista da Folha, representantes da cantora conversaram com a Band sobre o episódio, pedindo uma retratação. Embora não estivesse no Brasil na data, o marido de Wanessa, o empresário Marcus Buaiz, também ficou irritado. A crise envolve ainda o ex-jogador Ronaldo, sócio de Buaiz. Conforme Mônica Bergamo, da Folha, ele considerou as declarações ofensivas e chegou a reclamar com a direção da Band sobre a piada infame.

Procurada pela Folha, a emissora ainda não se pronunciou sobre o caso. A assessoria da cantora diz que o “minímo que se espera do programa é um pedido de desculpas.”

Outro episódio constrangedor envolvendo Rafinha Bastos aconteceu em 29 de agosto. Ele teve que pedir desculpas, no ar, a Daniela Albuquerque, mulher do presidente da RedeTV!, Amilcare Dallevo. O humorista chamou a apresentadora de “cadela” em uma piada.

Veja também:

Convidados não querem participar do programa de Gentili

CQC: Marcelo Tas reage e dá lição em deputado

Ronaldo critica Band e Datena o chama de ‘baba ovo’ da Globo

Record anuncia como será a cobertura do Pan 2011

Categorias: Sem categoria

As “vitórias” da Record na guerra contra a Globo devem começar a dar frutos no próximo mês, quando a emissora presidida pelo bispo Edir Macedo exibe com exclusividade o Pan Americano de Guadalajara, no México. A principal competição esportiva das Américas vai ser transmitida na TV aberta somente pela Record, entre 14 e 30 de outubro. O anúncio oficial sobre a cobertura será feito nesta terça-feira, 27 de setembro, em São Paulo.

De acordo com a Folha de São Paulo, toda a cúpula da Record deve marcar presença no evento. Serão enviados para o México os principais jornalistas da casa, como Ana Paula Padrão, Heródoto Barbeiro, Paulo Henrique Amorim, Mylena Ciribelli e Roberta Piza. No anúncio, é aguardada a presença de Honorilton Gonçalves, vice-presidente artístico. Ele deve fazer pronunciamento, pois também na terça a emissora comemora 58 anos.

Apesar de não se manifestar, a Globo deverá dedicar pouco espaço em sua programação para o Panamericano 2011. O mesmo deve acontecer no ano que vem, quando a Record vai transmitir com exclusividade a Olimpíada de Londres. Essa foi outra dura derrota que a Globo teve que engolir.

Para a cobertura do Pan, a emissora da Barra Funda terá cerca de 200 profissionais, entre técnicos, repórteres, narradores e comentaristas. No total, o canal estima que terá ao menos 130 horas de cobertura, além da que será feita por telejornais.

Veja também:

Ricardo Teixeira ameaça divulgar gravações contra a Globo

Record corta gastos e reduz pela metade salário de produtores

Guerra entre Globo e Record completa seis anos

Inventividade de Cordel Encantado cativou o público

Categorias: Sem categoria

Aproveitando o final de Cordel Encantado, abro espaço no blog para publicar uma crítica sobre a novela, escrita pelo jornalista e ator Breno Motta Rodrigues.

Quando o conto de fadas acontece

Nesta sexta, 23 de setembro, chegou ao fim a novela Cordel Encantado, da TV Globo. Um sucesso de audiência e de crítica, um trabalho apurado das autoras Thelma Guedes e Duca Rachid que encantou o público no horário das seis. Depois do relativo sucesso de O Profeta, em 2006, e de Cama de Gato, em 2009, ambas se reuniram novamente para escrever uma história baseada na literatura de cordel, o que agradou em cheio os mais diferentes tipos de espectadores. De crianças a adultos, o amor de Açucena (Bianca Bin) e Jesuíno (Cauã Reymond) mostrou a todos que é possível sim apresentar teledramaturgia de qualidade.

É comum que tramas passadas no Nordeste brasileiro façam a cabeça do telespectador. Como exemplo, pode-se citar as versões cinematográfica e televisiva de O Auto da Compadecida, em 1999, e outras tantas obras marcantes, como Tieta (1989), Pedra Sobre Pedra (1992) ou Hoje é Dia de Maria (2005). No entanto, a grande inventividade de Cordel é justamente o aspecto lúdico da trama, com príncipes e princesas, reis e rainhas e uma narrativa que em muito lembra tantos os contos de fadas. Açucena foi de “A Bela Adormecida” à “Gata Borralheira”, o que pode ser um fator que explique o enorme carisma da personagem diante das crianças. Bianca Bin, em sua terceira novela, ganhou todos os pontos com uma interpretação cativante de uma mocinha que tinha tudo para ser chata e repetitiva. Mostrou segurança e é uma das grandes promessas da maior emissora de TV do país.

Já Cauã Reymond, o grande herói da novela, mostrou-se um ator que faz com que seu par brilhe. Ele e Bianca revelaram uma química perfeita e pudemos torcer de abril a setembro para os protagonistas de Cordel Encantado, mesmo que Nathália Dill tenha mostrado mais um ótimo trabalho no papel da “antagonista” de Açucena. Nathália, aliás, compôs uma Doralice forte e meiga, ao mesmo tempo, o que não a reduziu em apenas mais uma vilãzinha querendo roubar o galã da mocinha. Outro destaque do quarteto principal é o versátil Bruno Gagliasso, sempre pronto a encarnar grandes personagens. Timóteo garantiu grandes cenas para a novela, com seu ar de coronelzinho arrogante, por vezes engraçado, por vezes amalucado.

É fundamental que os protagonistas de uma novela estejam com esses níveis de atuação demonstrados pelos jovens atores que encabeçaram o elenco de Cordel Encantado. E, por falar em elenco, a minuciosa Amora Mautner acertou na escalação. Destaque para Domingos Montagner, uma revelação como Herculano; para Cláudia Ohana, desprovida e despida de todas as personagens feitas anteriormente, numa bonita composição de Siá Benvinda; Débora Bloch com sua habilidade para interpretar a ardilosa Úrsula; Osmar Prado, como o dúbil Batoré; Heloisa Périssé, mostrando a atriz versátil que é com sua Neusinha; Lucy Ramos, contida como sua Maria Cesária pedia; Ana Cecília Costa e Enrique Diaz, a Virtuosa e Euzébio, pais de criação da princesa de Seráfia; e Ilva Niño, numa interessante criação da mãe de Herculano, o Rei do Cangaço, depois de tantas personagens que nada tinham a dizer.

Obviamente que, quando uma novela faz sucesso, os responsáveis por isso são muitos. Todo o elenco de Cordel merece aplausos: Felipe Camargo, Emanuelle Araújo, Guilherme Fontes, Berta Loran, Tuca Andrade, Mohamed Harfouch e Andréia Horta, entre outros. Interessante foi ver as participações de dois atores que são quase que exclusivos do meio teatral: Zé Celso Martinez, como Amadeus, e Mariana Lima, como a Rainha Helena. Prova de que tanto as autoras quanto a diretora Amora Mautner possuem um olhar que mostra a valorização da interpretação. Além de todos eles, ainda merecem aplausos o fofo casal Inácio e Antônia, de Maurício Destri e Luiza Valdetaro, numa trama absolutamente linda e cheia de romantismo; a excelente atriz que é Luana Martau, como a Lady Carlota; os disfarces de Belarmino, do incrível João Miguel; a engraçada Filó de Flávia Rubim; e a participação especial hilariante de Mayana Neiva como a atriz de cinema Vicentina Celeste.

Cordel Encantado ainda apresentou cenários, figurinos, trilha sonora irrepreensíveis. Com certos toques de modernidade, esses três elementos não deixaram que a trama de época ficasse restrita a uma data. O árido sertão nordestino ganhou colorido. E a literatura de cordel ganha mais ainda ao se mostrar para todo o país. Desde Que Rei Sou Eu? (1989) não se via uma novela com tamanha inventividade, com tamanha mistura de elementos de diferentes formas e tempos. Sem as famosas “barrigas”, Cordel foi espichada devido ao seu sucesso, o que não a tornou repetitiva. Talvez os desmandos de Timóteo e sua luta contra os bandos de cangaceiros pudessem não ter se repetido durante as últimas semanas; talvez outros bons personagens pudessem ter sido melhor aproveitados; porém, o que fica é a obra prima de Thelma, Duca, Amora e Ricardo Waddington (competente diretor de núcleo). Um quarteto que, assim como seus quatro protagonistas, mostraram absoluta personalidade e consistência nesse trabalho primoroso.

Veja também:

Nova novela das 6 é gravada na Argentina e no Rio Grande do Sul

Cordel Encantado: autoras falam sobre o último capítulo

Cássia Kiss rouba a cena em Morde & Assopra

Fina Estampa: Pereirão expulsa Antenor de casa

Categorias: Sem categoria

Após voltar a frequentar as aulas na faculdade, Antenor (Caio Castro) chega em casa e se surpreende com Griselda (Lilia Cabral), o Pereirão, em pé ao lado de duas malas arrumadas. “Alguém vai viajar ou chegou um parente de fora?”, ele provoca.

Griselda explica que as malas contêm os pertences de Antenor: “Você já se recuperou totalmente do acidente. Já voltou às aulas… E o pessoal da pousada já está com um quarto para você. Portanto…”. Antenor conclui que a mãe o está mandando embora e ela confirma: “Exatamente! Pegue suas malas e vá embora!”

O estudante de medicina protesta, dizendo que pensou que a mãe tivesse perdoado seu erro. Os dois começam a conversar sobre a mentira de Antenor, ele tenta se explicar, mas Griselda se mantém firme e não volta atrás na sua decisão. O jovem pega as malas e avisa a mãe: “Não gasta reza, nem vela. E anota todo o resto que gastar comigo, porque vou pagar cada centavo. Não quero mais favor nenhum vindo de você”.

A sequência vai ao ar a partir deste sábado, 24 de setembro.

Veja também:

Nudez de Malvino Salvador em Fina Estampa gera queixas na Globo

Nova novela das 6 é gravada na Argentina e no Rio Grande do Sul

Briga entre Aguinaldo Silva e Walcyr Carrasco continua rendendo

Cordel Encantado: autoras falam sobre o último capítulo

Categorias: Sem categoria

Responsáveis pelo universo ficcional de Cordel Encantado, Duca Rachid e Thelma Guedes concederam entrevista para o portal da Rede Globo e fizeram um balanço da novela. O último capítulo vai ao ar nesta sexta-feira, 23 de setembro. As autoras acreditam que a novela superou expectativas. “A gente tentou dar um presente para o público! Acho que essa missão foi cumprida”, declarou Thelma.

O capítulo final será repleto de surpresas, com final feliz para os mocinhos e punição para os vilões. No entanto, os detalhes sobre os desfechos estão guardados a sete chaves e deverão ser conhecidos somente quando as cenas estiveram no ar.

O que pode ser adiantado é o óbvio: Jesuíno (Cauã Reymond) e Açucena (Bianca Bin) ficarão juntos e a princesa vai engravidar. Provavelmente deverão ficar no Brasil. Já o capitão Herculano (Domingos Montagner) deixará Úrsula (Débora Bloch) para se entregar ao amor da mãe do seu filho, Benvinda (Cláudia Ohana). Rei Augusto (Carmo Dalla Vecchia) e Maria Cesária (Lucy Ramos) voltarão para Seráfia.

Na entrevista, Duca Rachid e Thelma Guedes falaram sobre o sucesso da novela e o trabalho em equipe. Destacaram as atuações do veterano Osmar Prado, intérprete de Batoré, e do novato João Fernandes, o Nidinho. Mas não revelaram detalhes no final trágico de Timóteo (Bruno Gagliasso).

Qual o balanço final sobre Cordel Encantado? Teriam feito algo diferente?

Duca: A gente sempre teve muita confiança nessa história, mas o resultado superou minhas melhores expectativas. E acho que devemos creditar isso ao magnífico tratamento que Ricardo Waddington e Amora Mautner [diretores] deram à novela, ao nosso elenco (…) e a toda a nossa equipe. Quanto a fazer algo diferente… novela é uma obra em progresso, certamente, sempre há alguma coisa que poderia ser aperfeiçoada.

Thelma: Foi uma felicidade escrever essa novela, apesar de ter sido uma trama muito trabalhosa e difícil de ser escrita. Chego ao final dessa jornada, exausta, mas com a sensação de dever cumprido. Tentamos não deixar a peteca cair em nenhum momento, mantendo o ritmo, a coesão e coerência das tramas, a qualidade dos diálogos. (…) Se teríamos feito algo diferente? Acho que não. Fomos tão honestas e verdadeiras que mesmo os erros acabaram fazendo parte da história, desse cordel.

Qual foi o personagem mais marcante da trama? Por quê?

Duca: Ah, foram tantos! Fica difícil destacar uma só personagem. Nossos atores são maravilhosos, né? Defenderam muito bem seus personagens!

Thelma: Também acho que todos foram marcantes e especiais. Acho que Cordel é uma novela em que quase todos são protagonistas, não é? Amo demais todos eles. Para mim, seria sacrilégio escolher um! Seria como escolher um filho…

Alguma história foi para um caminho diferente do que tinham imaginado?

Duca: Por conta do desempenho de Osmar Prado e de João Fernandes, Batoré e Nidinho, por exemplo, tiveram mais destaque na trama.

Thelma: O final de Filó também foi algo que pensamos no final. Mas isso é uma surpresa! O romance de Ternurinha com Zóio também… Tivemos a ideia quando ela foi presa e ficou frente a frente com o “facínora”… O desempenho dos atores nos estimulou muito!

O que o público pode esperar do último capítulo? Ainda terão muitas surpresas?

Duca: Ah, sim! As surpresas vão até a última cena do capítulo. Vai ser uma emoção só!

Thelma: Acho que tem coisa que ninguém nem imagina que vai acontecer.

Vocês podem adiantar algum desfecho?

Duca: Melhor deixar na surpresa.

Thelma: Concordo com a Duca! Quem estiver curioso, deve assistir!

Veja também:

Mayana Neiva entra em Cordel Encantado como atriz de cinema mudo

Osmar Prado e diretora de Cordel Encantado batem boca nos bastidores

Cauã Reymond e Bruno Gagliasso brigam em gravação de Cordel Encantado

Globo transmite o Rock in Rio durante as madrugadas

Categorias: Sem categoria

Começa na próxima sexta-feira, 23 de setembro, o tão esperado Rock in Rio. A edição 2011 do festival traz ao Brasil estrelas da música internacional para sete dias de shows, em um espaço construído na Zona Oeste do Rio, chamado de Cidade do Rock. As apresentações terão transmissão exclusiva da Globo, na TV aberta. Os shows serão exibidos durante as madrugadas dos dias de evento.

A exibição terá partes ao vivo e compactos com os melhores momentos. O horário de início da transmissão, com duração média de três horas por dia, vai variar de acordo com a programação. O Rock in Rio vai ao ar nas sextas-feiras, dias 23 e 30, e nos sábados, dias 24 e 30, logo após o Boletim Hipertensão. Nos domingos, dias 25 e 2, o festival entra depois do Hipertensão. Na quinta-feira, dia 29, a transmissão começa após o Jornal da Globo.

No dia 9 de outubro, a emissora vai exibir um compacto com os melhores momentos do festival. A apresentação ficará a cargo do jornalista Zeca Camargo. Bruno De Luca e André Marques comandarão entrevistas e flashes do local.

Na TV fechada, o Multishow transmitirá os shows ao vivo. A cobertura inclui tanto as principais atrações da noite, que se apresentam no Palco Mundo, das 19h às 2h da manhã, como o que estiver rolando no Palco Sunset, entre 14h40 e 19h. No entanto, os shows programados para a tarde e o início de noite serão exibidos apenas pela internet, no site do Multishow. Confira aqui a lista de todos os artistas que se apresentarão no festival.

Veja também:

Anderson Silva vai dançar Michael Jackson e cantar Luan Santana na Hebe

Glória Maria rouba a cena no show de Roberto Carlos em Jerusalém

Nudez de Malvino Salvador em Fina Estampa gera queixas na Globo

Categorias: Sem categoria

Mesmo rápida (durou segundos), a exibição das nádegas de Malvino Salvador em Fina Estampa incomodou a ala mais conservadora da Globo. De acordo com Keila Jimenez, colunista da Folha, a cena exibida no capítulo de segunda-feira, 19 de setembro, gerou reclamações porque alguns diretores acharam desnecessária e apelativa para o horário a sequência na qual o personagem Quinzé toma banho de mar pelado.

A câmera capta a imagem de longe, mas é possível perceber claramente que o ator ficou sem roupa para gravar o mergulho na praia. Conforme Keila Jimenez, a chiadeira já chegou ao ouvido do diretor da novela, Wolf Maya, que se fez de desentendido. Pelo menos, por enquanto. Veja aqui a cena de Malvino pelado na praia e avalie se realmente foi desnecessária.

O fato é que na internet, a cena do ator peladão repercutiu e agradou o autor da novela, Aguinaldo Silva. Na manhã desta terça, 20, ele prometeu mais sequências sensuais em Fina Estampa. A próxima será um banho de mangueira dos personagens Quinzé e Dagmar (Cris Vianna). “Prometo a vocês que outros ‘banhos de gato’ virão. O próximo junta Cris Viana e Malvino Salvador (de novo)… De mangueira, na laje!”, anunciou pelo Twitter.

Veja também:

Briga entre Aguinaldo Silva e Walcyr Carrasco continua rendendo

Luciano Huck grava participação na novela Fina Estampa

Fina Estampa é a nova novela das 9; saiba como será a trama

Séries Mad Men e Modern Family saem vencedoras do Emmy

Categorias: Sem categoria

Os vencedores da 63ª edição dos prêmios Emmy foram revelados em cerimônia realizada em Los Angeles, neste domingo, 18 de setembro. A premiação é considerada o “Oscar” da TV americana. O grande vencedor foi a série Modern Family, produção que obteve 11 indicações e venceu cinco prêmios na categoria comédia: melhor série, atriz coadjuvante para Julie Bowen, ator coadjuvante para Ty Burrell, melhor direção e melhor roteiro. Na TV paga, Modern Family é exibida pelo canal Fox, enquanto a Band transmite na TV aberta, com o título Família Moderna.

A minissérie Mildred Pierce, que tinha nove indicações, ganhou apenas dois prêmios: melhor atriz de minissérie ou filme para Kate Winslet e melhor ator coadjuvante em minissérie ou filme para Guy Pearce.

O prêmio de melhor série de drama foi para Mad Men pela quarta vez seguida. A atração estreou em 2007 e já levou 13 Emmys. Com ambientação nos anos 60, mostra o cotidiano de uma agência publicitária e de seu diretor de criação, Don Draper (Jon Hamm). Por meio das relações pessoais e profissionais do protagonista, a série retrata as mudanças sociais e morais dos Estados Unidos.

Considerada como uma das favoritas da noite, Boardwalk Empire levou apenas o prêmio de melhor direção de série de drama, que foi para Martin Scorsese. Quem também levou apenas um prêmio foi a série Game of Thrones. Peter Dinklage, que interpreta Tyrion Lannister, venceu como melhor ator coadjuvante na categoria drama.

Outros destaques foram o prêmio de melhor minissérie ou filme para a TV para Downtown Abbey, melhor ator de drama para Kyle Chandler (Friday Night Lights), melhor ator de comédia para Jim Parsons (The Big Bang Theory), melhor atriz de drama para Julianna Margulies (The Good Wife), melhor atriz de comédia para Melissa McCarthy (Mike & Molly) e melhor ator em minissérie ou filme para a TV para Barry Pepper (Os Kennedys).

Veja também:

Comédia musical Glee estreia em julho na Globo

Série Game of  Thrones lidera indicações em prêmio da TV americana

Madonna e Beyoncé gravam último programa de Oprah

Nova novela das 6 é gravada na Argentina e no Rio Grande do Sul

Categorias: Sem categoria

A Vida da Gente é a próxima novela das seis da Globo, com estreia marcada para 26 de setembro. A trama é escrita pela estreante Lícia Manzo (autora da série Tudo Novo de Novo), com direção geral de Jayme Monjardim. A novela gira em torno da impossibilidade de prever e controlar o que a vida reserva a cada um. O núcleo principal é formado pelos personagens Ana (Fernanda Vasconcellos), sua irmã Manuela (Marjorie Estiano) e Rodrigo (Rafael Cardoso), filho do padrasto delas – Jonas, vivido por Paulo Betti.

Quando Jonas se casou com Eva (Ana Beatriz Nogueira), Ana tinha 10 anos, e Rodrigo, 11. Criados como irmãos, tornaram-se muito amigos. Mais tarde, acabam se apaixonando justamente no momento em que seus pais estão se separando. Tanto Eva quanto Jonas não aprovam o relacionamento do jovem casal por conta do litígio judicial que estão enfrentando.

Apesar de ser uma promissora jogadora de tênis, Ana acaba engravidando, mas Rodrigo não fica sabendo da gravidez. Eva, lesada financeiramente pelo ex-marido, e a treinadora da jovem, Vitória (Gisele Fróes), decidem que a tenista deve passar um tempo fora do Brasil para esconder a gestação. Desta forma, acreditam que Ana pode voltar às quadras posteriormente e manter seus valiosos contratos publicitários.

Entretanto, nesse período a esportista acaba se envolve em um acidente que a deixa em coma. O bebê nasce, Rodrigo se torna pai aos 17 anos. Passam-se os anos, Ana continua em coma e o jovem acaba por se aproximar de Manuela. Quando tudo está parecendo se ajeitar, Ana sai do coma, criando um insólito triângulo amoroso e um conflito que nenhum dos três poderia imaginar.

Para ambientar a nova trama das seis, a equipe viajou para a Argentina e o Rio Grande do Sul, onde as cenas dos primeiros capítulos foram gravadas no mês de julho. O elenco passou por Ushuaia, Buenos Aires, Porto Alegre, Gramado e Canela. É nas cidades gaúchas que o romance entre os protagonistas vai se desenrolar. Locais como a Casa de Cultura Mario Quintana, o Mercado Público, o Cais do Porto, o Parque Moinhos de Vento, entre outros cartões postais de Porto Alegre foram usados como cenário das sequências.

Já em Gramado, as gravações foram realizadas nos principais pontos turísticos, como a Rua Borges de Medeiros e a Igreja Matriz. Na trama, Gramado é a cidade onde mora Iná (Nicette Bruno), avó de Ana e Manu. A reta final das gravações em viagens foi em Canela. Lá, a direção explorou as belezas naturais em cenas no Parque da Ferradura com os atores Rafael Cardoso e Fernanda Vasconcellos. O museu e casa de chá “Castelinho Caracol”, também em Canela, serviu como cenário para cenas de Iná e Laudelino (Stênio Garcia).

Além dos atores já citados, integram o elenco de A Vida da Gente Thiago Lacerda, Sthefany Brito, Leona Cavalli, Regiane Alves, Júlia Almeida, Ângelo Antônio, Malu Valle, Daniela Escobar, Marcelo Airoldi, Rafael Almeida, Malu Galli entre outros. Confira fotos das gravações:

Veja também:

Fina Estampa é a nova novela das 9; saiba como será a trama

Globo inicia gravações da série O Astro no Paraná

Elenco grava novela das seis em castelo na França

TV tudo

odiario.com 2010 - 2017 © Todos os direitos reservados à Editora Central Ltda.