blogid == 71){ ?> novembro 2012 - TV tudo

TV tudo

Publicidade

Rafael Cortez deixa o CQC para apresentar programa na Record

Categorias: Band, Reality Show, Record

Integrante do programa CQC, da Band, o humorista Rafael Cortez está de partida para a Record. De acordo com Daniel Castro, colunista do R7, a emissora deverá anunciar na semana que vem a contratação do repórter. Na Record, Cortez irá apresentar o novo reality show musical que o canal prepara para 2013. Será a versão brasileira de Got Talent, programa que, na Inglaterra, tem o nome de Britain’s Got Talent e revelou a cantora Susan Boyle.

Ainda segundo o colunista, o reality show deve estrear em março ou abril de 2013, substituindo Ídolos.

Repórter do CQC desde a estreia do programa, em 2008, Rafael Cortez não renovou seu contrato com a Band, mas será visto no canal até o final do ano. Além de humorista, ele também é ator e músico. Em 2011, lançou um CD com composições próprias, intitulado “Elegia da Alma”.

Veja também:

Band perde 85% de sua audiência ao exibir programa de igreja evangélica

Deputado dá tapa na cara de Felipe Andreoli, repórter do CQC

Record estreia reality show Fazenda de Verão

Globo tira do ar programas Turma do Didi e Casseta & Planeta

Categorias: Globo

Duas mudanças importantes na grade de programação da Globo já estão confirmadas para 2013. De acordo com Keila Jimenez, colunista da Folha, a turma do Casseta & Planeta e Renato Aragão não terão mais espaço na telinha no ano que vem. Tanto o Casseta & Planeta Vai Fundo, exibido nas noites de sextas, quanto Turma do Didi, no ar aos domingos, acabarão em dezembro, sem possibilidade de novas temporadas.

Conforme a colunista, os atores do elenco e a produção dos dois programas foram avisados na tarde desta quinta-feira, 29 de novembro, que as atrações vão acabar. Muitos deles serão dispensados.

Os cassetas, que estão renovando contrato com a Globo, seguirão em projetos solos na emissora. Renato Aragão também seguirá como contratado do canal, mas não deve ganhar uma nova atração tão cedo. A Globo pretende investir em novos humoristas. Está tentando contratar Marcelo Adnet, da MTV.

Veja também:

Casseta e Planeta retorna à Globo com ex-Record e ex-BBB no elenco

‘Didi’ estreia série com cantora fenômeno na web

Globo apresenta nova programação noturna

Executivo demitido pela Record pode ir para a Globo

Categorias: Record

A crise financeira por que passa a Record começa a ganhar contornos maiores. Nesta semana, o executivo Carlos Geraldo de Oliveira foi afastado da presidência da Record Rio, principal filial da rede. De acordo com Flávio Ricco, colunista do Uol, a notícia repercutiu bastante nos bastidores da TV, principalmente porque existe a possibilidade de Oliveira ir trabalhar na Rede Globo.

Conforme conta o colunista, o afastamento dele estaria relacionado ao fato de Oliveira ter impedido que vários profissionais (cerca de 300) fossem demitidos, como a alta cúpula do canal quer. Nos últimos dias, até mesmo estagiários foram desligados da emissora. Profissionais da técnica com altos salários podem ser demitidos a qualquer momento.

O que também causou estranheza é o fato de Carlos Geraldo ser bispo e aliado de Edir Macedo, líder da Igreja Universal. Ele estava à frente da filial carioca desde janeiro de 2010. Além disso, a filha dele também foi desligada da rede. Ela era uma das editoras da Record News, que vem sendo reestruturada desde o fim do mês passado e já perdeu mais da metade de seu pessoal.

De acordo com o site Na Telinha, Carlos Geraldo não se dava com Alexandre Raposo e Honorilton Gonçalves, que comandam a alta cúpula de emissora em São Paulo. O executivo foi substituído por Cláudio Rodrigues Silva, então diretor executivo da Record Minas.

Veja também:

Record pode ter rombo financeiro de R$ 200 milhões

Após 6 anos na Record, atriz Françoise Forton voltará à Globo

Autor de novelas Carlos Lombardi deixa Globo e assina contrato com a Record

Após chamar telespectador de ‘retardado’, diretor de Xuxa leva bronca da Globo

Categorias: Globo, Guerra de audiência, Record, Xuxa

As agressões verbais disparadas no Twitter pelo diretor Mário Meirelles, do programa TV Xuxa, causaram bastante estresse nos bastidores da Globo, segundo a coluna Outro Canal, publicada pela Folha. A declaração foi postada na tarde do último sábado, 24 de novembro. O diretor ‘perdeu as estribeiras’ ao ver seu programa conseguir menos audiência que os desenhos da Record. Meirelles chamou os telespectadores do Pica-Pau de “retardados”.

A revolta se deu porque, no último sábado, o programa de Xuxa fez uma homenagem a Fernanda Montenegro, mas, mesmo assim, não foi bem em audiência. O detalhe é que quando Xuxa entrou no ar, o Pica-Pau já havia acabado.

Minutos depois de publicar o tweet, o diretor retratou-se e apagou o comentário. Mas “o leite já havia sido derramado”. A tuitada gerou uma onda de protestos. Segundo a Folha, os fãs de Xuxa e do Pica-Pau começaram a se atacar nas mídias sociais.

O TV Xuxa acabou marcando sete pontos de audiência, ante oito dos desenhos da Record. Cada ponto equivale a 60 mil domicílios na Grande SP. Um diretor da Globo disse à Folha que, além de ser advertido pelo ocorrido, Meirelles despertou na rede a necessidade de ser mais austera em relação ao manual de conduta do canal em mídias sociais.

Lançado em 2009, o documento proíbe seus profissionais de comentar na web sobre artistas e programas da casa e da concorrência. Elenco e diretores também não podem postar fotos de bastidores de produções.

Veja também:

Após desafiar cúpula da Globo, diretor é afastado de programas

Globo muda diretor do TV Xuxa após derrota na audiência

‘Foi quase uma imposição colocar as pernas de fora’, diz Xuxa sobre novo figurino

“Fiquei assustada, perdi a ação”, diz Dieckmann sobre cena de estupro em Salve Jorge

Categorias: Glória Perez, Novela das 9, Salve Jorge

Ainda repercute a cena de estupro da personagem Jéssica (Carolina Dieckmann), levada ao ar na novela Salve Jorge, neste sábado, 24 de novembro. Apesar de ter sido cortada, a sequência exibida surpreendeu a atriz. Em entrevista ao jornal O Globo, ela contou como foi o processo. “Eles viram a cena montada e avaliaram que não era necessário mostrar tudo como foi gravado. Ninguém teve dúvidas de que ela foi estuprada. O importante é contar a história”.

A atriz afirmou que se entrega em todas as cenas, mas que não imaginava que teria os seios mostrados em rede nacional. “Eu não economizo nada. Se tem que tirar a roupa não fico discutindo. Na sequência do estupro eu não fui perguntar: “Precisa disso?”. Li e achei forte demais, mas fiz.”

“Gravei a cena exatamente como foi escrita. Mas faço isso há anos, e sei que mulher com o peito de fora em novela das oito não vai ao ar. Ao assistir, fiquei muito assustada, perdi a ação. Pensei: ‘Como isso passou?’. Foi muito explícito. O peito de fora, o tapa, a roupa rasgada… Aquilo redimensionou a minha expectativa”, contou.

A cena editada pode ser vista neste link.

Inicialmente, Dieckmann faria apenas uma participação em Salve Jorge, mas isso poderá mudar, como a própria autora Glória Perez já afirmou. “Até onde eu sei, estou ali para uma participação. A duração vai depender da necessidade da autora. A minha função é introduzir esse assunto de maneira lenta e consistente. Acho importante acontecer algo dramático com a Jéssica. A protagonista da Gloria [Morena, vivida por Nanda Costa] vai ser traficada, e isso dará o tom do que ainda vai se passar na novela.”

Na entrevista, publicada neste domingo, 25 de domingo, Carolina falou também sobre o vazamento de suas fotos nuas, no começo deste ano. Ela contou que ficou bastante preocupada, não apenas pelas imagens, mas porque o “hacker” tinha várias informações importantes da vida dela.

“Passei uma semana bem paranoica, pensando: “Será que joguei um chip no lixo e meu porteiro achou? Quem fez isso?”. Eu não preenchi nenhum formulário online e nem dei mole algum. O hacker entrou no meu e-mail e achou as fotos que eu tinha mandado para o meu marido [Tiago Worcman] nos enviados.”

“Não houve espaço para eu me preocupar com as fotos. Tudo era mais complexo. Uma pessoa que eu não conhecia teve acesso a todos os meus dados. Sabia os meus endereços e senhas de banco. Isso me assustou. Tá, tinha as fotos também. Todo mundo me viu pelada, dããããã, e daí?”

Veja também:

Atuais novelas da Globo ainda não emplacaram em audiência

Com audiência baixa, Salve Jorge terá mudanças em sua história

Carolina Dieckmann fala ao Jornal Nacional sobre vazamento de suas fotos íntimas

Boris Casoy e Band são condenados a indenizar gari ofendido em telejornal

Categorias: Band, jornalismo

Decidido pela Justiça de São Paulo que o jornalista Boris Casoy e a TV Bandeirantes deverão pagar R$ 21 mil de indenização por danos morais ao gari Francisco Gabriel de Lima. A condenação refere-se ao fato ocorrido na noite de réveillon do dia 31 de dezembro de 2009. Na data, durante a exibição do Jornal da Band, Francisco Lima apareceu em uma vinheta desejando feliz Natal. Em seguida, uma falha técnica levou ao ar o áudio de Boris dizendo: “Que merda: dois lixeiros desejando felicidades do alto das suas vassouras. O mais baixo na escala do trabalho”. Confira o vídeo:

http://youtu.be/U6SFqhYVmaE

Na época, o fato, transmitido ao vivo, repercutiu muito e gerou revolta. No dia seguinte, quando o vídeo já tinha milhares de visualizações na internet, Boris Casoy se retratou sobre o comentário que definiu como “uma frase infeliz”. ”Peço profundas desculpas aos garis e a todos os telespectadores”, afirmou. Apesar das desculpas, o caso foi parar na Justiça.

Procurado pelo portal UOL, Boris afirmou que desconhece o teor da decisão judicial e que cabe ao jurídico da Band dar uma resposta. A assessoria de imprensa do canal afirmou que a emissora e o apresentador só poderão se manifestar sobre a decisão depois que o processo for analisado pelo setor jurídico.

Segundo a reportagem, Francisco Lima alegou que foi humilhado pelos comentários “preconceituosos” do âncora do Jornal da Band. Contou em juízo que foi abordado por dois jornalistas da Rede Bandeirantes que solicitaram que desejasse felicitações de ano novo para veiculação na TV e que não imaginava que sua participação lhe renderia “preconceito e discriminação”.

O gari ainda afirmou que não percebeu arrependimento na retratação “burocrática e pouco conveniente” de Boris Casoy e que suas desculpas não bastaram para “estancar a ferida lesada”.

Durante a apuração do processo, Boris Casoy teve que se apresentar à Justiça e pessoalmente afirmou que jamais teve o intuito de criticar o gari pela profissão exercida. A Band também tentou convencer a Justiça de que o episódio não teria causado dano moral ou humilhação ao gari. Citou a reportagem de um jornal em que Francisco Lima teria dito que “não guarda qualquer mágoa ou revolta”, o que demonstraria uma clara renúncia a uma indenização. A emissora chegou a afirmar que o gari “utiliza-se da prestação jurisdicional para obtenção de lucro fácil”.

No entanto, para o Tribunal de Justiça de São Paulo, “ainda que sinceras”, as desculpas de Boris não foram suficientes para reparar o dano. A decisão destacou que Francisco Lima avisou aos familiares que iria ‘aparecer na televisão’ e que a “lamentável ocorrência efetivamente ofendeu a dignidade do autor (gari)”.

Ainda de acordo com a decisão, a alegação de que não houve intenção de ofender o gari não absolve o jornalista e a emissora. Ressalta que Boris Casoy, “experiente na profissão que exerce há décadas, seguramente conhece os bastidores de um programa apresentado ao vivo e que, muitas vezes, o intervalo é interrompido sem maiores avisos ou o áudio ‘vazado’. Houve descuido de sua parte. E, ainda que tenha dito tais falas ‘em tom de brincadeira’, como narrou ao Juízo a testemunha (e também jornalista) Joelmir Beting, o fato danoso ocorreu e seguramente poderia ter sido evitado”.

Por fim, a Jusitça concluiu que a emissora é responsável pelo conteúdo que veicula e, por isso, deve dividir o valor da condenação com Boris Casoy. A emissora ainda pode reverter a condenação, por meio de recurso no Superior Tribunal de Justiça.

Veja também:

Band tirar programa de Adriane Galisteu do ar

Luciana Gimenez estreia novo programa na RedeTV!

Categorias: Ana Hickmann, RedeTV!

A RedeTV! estreia na próxima terça-feira, 27 de novembro, o novo programa de Luciana Gimenez, batizado de Luciana By Night. Nesta quarta-feira, 21, a apresentadora concedeu entrevista coletiva para falar da atração, que será um talk show, com entrevistas e humor. Na estreia, a apresentadora da Record, Ana Hickmann, é a convidada. As duas conversaram sobre vários temas e Hickmann ainda recebeu um presente de Gimenez.

O talk show irá ao ar sempre nas noites de terça-feira, às 23h, e terá a participação fixa do humorista Diogo Portugal. Ele vai interagir com Luciana durante a atração, fazendo comentários engraçados. A ideia é que a apresentadora receba, a cada programa, um ou dois convidados especiais – entre personalidades, artistas e gente em evidência -para um bate-papo sobre a vida pessoal e profissional.

Também já foi gravada entrevista com Raul Gil. Na ocasião, o apresentador do SBT deu declarações fortes. A conversa com ele é aguardada com ansiedade nos bastidores.

A definição da data de estreia de Luciana Gimenez, que continua apresentando o Superpop, demorou a sair. Inicialmente, o dia 21 foi divulgado, mas optou-se pela mudança. Além disso, Daniela Albuquerque, que também é esposa de um dos sócios da RedeTV!, assim como Luciana, estava bastante interessada em emplacar um programa nas noites de terça-feira. Gimenez acabou levando a melhor.

Veja também:

Programa de Rafinha Bastos não decola. RedeTV! quer mudanças

Crise na RedeTV! leva à demissão de 30% de seus funcionários

Donos da RedeTV! estão em pé de guerra

Globo vence prêmio Emmy Internacional com novela O Astro e série A Mulher Invisível

Categorias: Globo, novela das onze, TV Americana

A Globo saiu vitoriosa da 40ª edição do International Emmy Awards, realizado na noite desta segunda-feira, 19 de novembro, em Nova York. A novela O Astro e a série A Mulher Invisível foram vencedoras nas categorias em que concorreram. O Astro ganhou como Melhor Telenovela, já A Mulher Invisível foi eleita o melhor programa de comédia. A emissora brasileira concorria em cinco categorias.

Alcides Nogueira e Mauro Mendonça Filho, autor e diretor de O Astro, subiram ao palco para receber o prêmio anunciado pelos atores Marcelo Serrado e a atriz da TV Azteca, Edith González, na cerimônia de gala promovida no Hotel Hilton. A estatueta da série estrelada por Selton Mello foi entregue pelo ator americano Cheyenne Jackson ao diretor Claudio Torres e ao roteirista Mauro Wilson.

Com Luana Piovani e Débora Falabella no elenco, A Mulher Invisível é baseada no filme homônimo de Claudio Torres e teve duas temporadas exibidas no Brasil em 2011. Na história, Pedro é um publicitário casado, que se equilibra entre duas mulheres: Clarisse, a oficial, de carne e osso, e Amanda, a amante imaginária que só ele é capaz de enxergar.

O Astro é o remake da novela original exibida nos anos 70, quando foi escrita por Janete Clair. Estrelada por Rodrigo Lombardi, Carolina Ferraz e Regina Duarte, a produção de 64 capítulos (menor que uma telenovela tradicional da emissora) inaugurou a atual “faixa das onze” das novelas da Globo, que este ano foi ocupada por Gabriela.

A trama gira em torno de Herculano, um golpista que trabalha como ilusionista e acaba se aproximando do clã de Salomão Hayalla, um rico empresário do ramo de supermercados. O misterioso assassinato do magnata adiciona suspense e intriga à história dos personagens.

Participaram da premiação as atrizes Fernanda Rodrigues e Rosa Maria Murtinho, além do ator Thiago Fragoso. Nesta edição do Emmy, a Globo recebeu outras três indicações: Planeta Extremo em ‘Non-scripted Entertainment’; Homens de Bem recebeu indicação na categoria ‘TV Movie’ e Por Toda a Minha Vida – Cartola foi finalista no prêmio de ‘Arts Programming’.

Veja também:

Último capítulo de O Astro chega a 26 pontos de audiência

Globo ganha o Emmy Internacional com novela supervisionada por Aguinaldo Silva

Globo recebe sete indicações ao Emmy Internacional

Atuais novelas da Globo ainda não emplacaram em audiência

Categorias: Globo, Guerra de audiência, Guerra dos Sexos, Lado a Lado, Novela das 6, Novela das 7, Novela das 9

O grande retorno de audiência e repercussão das novelas Avenida Brasil e Cheias de Charme não garantiram que os números do Ibope continuassem altos para a Globo. A atual safra de novelas enfrenta dificuldades para emplacar. De acordo com Keila Jimenez, colunista da Folha, tanto Lado a Lado, trama das 18h, como Guerra dos Sexos, das 19h, estão aquém de suas antecessoras na mesma faixa.

A média de audiência dos primeiros 30 capítulos de Lado a Lado é de 18,2 pontos. Sua antecessora no horário, Amor Eterno Amor registrou, após o mesmo número de capítulos, média de 21,4 pontos de audiência. Cada ponto equivale a 60 mil domicílios na Grande São Paulo.

Já o remake da trama de Silvio de Abreu marcou em seus primeiros 30 capítulos exibidos média de 22,5 pontos. O número é bem preocupante, já que, no mesmo período, a ex-ocupante do horário, Cheias de Charme, estava na casa dos 29,1 pontos de audiência.

As duas novelas têm apresentado algumas reações, mas é preciso mais tempo para saber se elas serão ou não um fiasco de audiência. O horário de verão e a entrada das novelas no ar na época da propaganda eleitoral obrigatória são apontados como fatores que prejudicaram as tramas. Ambos os folhetins deverão passar ainda neste ano por avaliação de grupos de discussão com telespectadores, para só depois ganharem as reformas necessárias.

A novela das nove, Salve Jorge, também está aquém do esperado, como foi informado neste post.

Veja também:

Lado a Lado: Laura e Edgar se reencontram após seis anos

Com audiência baixa, novela Salve Jorge terá mudanças em sua história

Cláudia Leitte e Ivete Sangalo cantam juntas no The Voice Brasil

Categorias: Boninho, Globo, The Voice Brasil

Explorando a “rivalidade” entre Cláudia Leitte e Ivete Sangalo, a direção do The Voice Brasil colocará as duas cantoras cantando juntas no programa deste domingo, 18 de novembro. A parceria entre elas será apresentada ao vivo. Elas vão misturar duas músicas na apresentação: “Por Causa de Você”, de Jorge Ben Jor, e “Someone New”, do grupo Eskobar.

No mesmo programa, Alexandre Pires cantará ao lado de Daniel. Juntos, os dois farão um dueto ao som do sucesso sertanejo “Adoro Amar Você”.

No primeiro dia de semifinais do The Voice, o técnico Lulu Santos subiu ao palco ao lado de Erasmo Carlos, e Carlinhos Brown cantou com a conterrânea Margareth Menezes. A edição deste domingo equivale ao segundo dia das semifinais.

Veja também:

Globo proíbe Cláudia Leitte e Daniel de participarem do Teleton

Nicki Minaj discute com Mariah Carey em gravação do American Idol

Globo estreia programa The Voice Brasil neste domingo

TV tudo

odiario.com 2010 - 2017 © Todos os direitos reservados à Editora Central Ltda.