blogid == 71){ ?> jornal nacional Archives - TV tudo

TV tudo

Publicidade

Falha na abertura do Jornal Nacional é considerada a pior da história

Categorias: Globo, Jornal Nacional, jornalismo

A grave falha técnica que aconteceu na abertura da edição do Jornal Nacional desta segunda-feira, 18 de março, está sendo considerada a pior da história. O problema ocorreu no momento da escalada, quando as manchetes do dia são anunciadas. Comparando com um jornal impresso, é como se a capa do jornal tivesse saído cheia de erros em texto e fotos.

De acordo com Fabíola Reipert, colunista do portal R7, a falha técnica causou o maior transtorno nos bastidores da Globo. William Bonner e Patrícia Poeta ficaram “passados” depois que as manchetes, gravadas pelos dois antes de o telejornal ir ao ar, simplesmente foram exibidas cheias de falhas e buracos. Parecia uma fita VHS “agarrada”, se embolando no aparelho de vídeo cassete.

Sem graça, o apresentador disse no ar, ao vivo: “A abertura do Jornal Nacional foi totalmente prejudicada por um problema técnico, mas vamos começar assim mesmo, sem as manchetes do dia”. O erro tomou conta das redes sociais.

Na Globo, foi a maior gritaria e corre-corre. Luiz Fernando Ávila, editor-chefe adjunto, braço direito de William Bonner, e responsável por colocar o jornal no ar, ficou transtornado e pálido na hora. Ali Kamel, diretor geral de jornalismo e esportes da TV Globo, e Silvia Faria, diretora da Central Globo de Jornalismo, desceram enlouquecidos na redação para ver o que havia acontecido. No final do JN, se reuniram a portas fechadas com Bonner.

O clima ficou pesadíssimo e o comentário era de que, infelizmente, cabeças iriam rolar. O que se falava entre a equipe era que esse foi a pior falha da história do Jornal Nacional. Confira o vídeo:

http://www.youtube.com/watch?v=FvaEn0ku8yg

Veja também:

Carolina Dieckmann fala do Jornal Nacional sobre o vazamento de suas fotos íntimas

Carolina Dieckmann fala ao Jornal Nacional sobre o vazamento de suas fotos íntimas

Categorias: Globo, Jornal Nacional, jornalismo

Depois de muita repercussão, a atriz Carolina Dieckmann finalmente decidiu falar sobre o vazamento de suas 36 fotos íntimas na internet. A atriz concedeu entrevista ao Jornal Nacional, da Globo, na noite desta segunda-feira, 14 de maio, quando conversou com Patrícia Poeta. Dieckmann só resolveu falar após a polícia identificar e encontrar os suspeitos. “Acho que agora vou poder voltar a viver, porque minha vida estava em suspenso”, declarou.

Na entrevista, ela contou que “nunca” cogitou ceder à extorsão, confirmando ter recebido um pedido de R$ 10 mil para evitar a publicação das imagens. Emocionada, Carolina afirmou que sua “maior angústia” era de que o filho de 13 anos visse as fotos sem que ela estivesse presente para explicar. Contou que estava em São Paulo quando foi avisada por seu empresário de que as fotos tinham vazado. Assim que soube, ligou para casa pedindo que a internet fosse desconectada até que ela pudesse conversar com Davi, seu filho mais velho. “Minha preocupação era só falar para desligar a internet, porque não queria que ele tivesse acesso àquilo”. Em seguida, a atriz diz ter ficado “muito nervosa” por estar longe da família nesse momento, e foi para a casa de uma amiga, que deu um calmante a ela.

A atriz explicou que a decisão de nunca ter posado nua sempre foi, em parte, pelo fato de ter um filho que hoje é adolescente. “A coisa de [não] me expor nua tem muito a ver com eu ter um filho de 13 anos, eu sempre coloquei isso abertamente”. Diante do vazamento de suas fotos, se perguntou: “Pensei: o que é pior? Ter uma mãe nua ou uma mãe que cede a uma chantagem?”.

Ela também falou da reação e do apoio do marido, Tiago Worcman. “Eu me lembro que estava chorando muito no carro (…), e ele ‘meu amor, calma. Ninguém morreu, não tem ninguém com câncer terminal. Você é linda, as fotos eram para mim, tá tudo certo”.

O caso das fotos de Carolina Dieckmann ganhou tanta repercussão, que acabou ganhando grande destaque no Jornal Nacional. Não é o tipo de assunto que o telejornal costuma tratar. Geralmente, ignora fatos como esse, relacionados a celebridades. Mas com a exclusividade de uma entrevista na mão, ficou impossível não abordar o assunto, o que aconteceu nesta segunda-feira.

Veja também:

Moça do tempo do Jornal Nacional, Rosana Jatobá deixa a Globo

Autor de novelas diz ter pena de Carolina Dieckmann

Fina Estampa: Teodora encontra o tesouro procurado por Pereirinha

Moça do tempo do Jornal Nacional, Rosana Jatobá deixa a Globo

Categorias: Globo, Jornal Nacional, jornalismo

Contratada da Globo há 11 anos, a jornalista Rosana Jatobá acaba de anunciar sua saída da emissora. Segundo comunicado, a moça do tempo do Jornal Nacional deixará a Globo em comum acordo e não terá seu contrato renovado. Flávia Freire, que faz a previsão do tempo do Jornal Hoje, vai assumir o posto no telejornal ancorado por William Bonner no mês que vem.

Após o anúncio da saída, Rosana deixou um post em seu blog para se despedir dos leitores. “Após mais de 1 ano e meio em contato com vocês aqui no blog, me despeço. De comum acordo com a TV Globo, meu contrato não será renovado. Parto para novos desafios. Até lá. Abraços”, postou.

Ainda não se sabe o real motivo da saída de Jatobá. Segundo especulações, a jornalista deve migrar para outra emissora, apesar de não divulgar seu destino. Caso isso aconteça, Rosana fará o mesmo que Fabiana Scaranzi, apresentadora do Domingo Espetacular, na Record, fez há alguns anos. Scaranzi foi moça do tempo na Globo durante vários anos, mas não teve chances de crescimento.

De acordo com a o coluna Zapping, do jornal Agora, Rosana acreditava que, após a saída de Patrícia Poeta do Fantástico, ela seria promovida a repórter especial do programa dominical. No entanto, não foi isso o que aconteceu, já que a Globo optou em colocar Ana Paula Araújo como a substituta de Renata Ceribelli, a atual apresentadora do programa. Se sentindo desprestigiada pelo canal, Rosana preferiu sair.

Veja também:

RedeTV! tira do ar apresentadora que reclamou de salário atrasado

Insatisfeito com a Record, Tom Cavalcanti deixa a emissora

Jornal Nacional: Bonner e Fátima quebram protocolo e falam sobre gravidez de Jatobá

Globo confirma: Fátima Bernardes está fora do Jornal Nacional

Categorias: Sem categoria

A informação “vazou” no final da tarde de ontem e foi confirmada pela Globo nesta quinta-feira, 1 de dezembro: Fátima Bernardes não vai mais apresentar o Jornal Nacional. A partir de terça-feira, dia 6, a bancada do telejornal mais assistido do Brasil passa a ser ocupada por Patrícia Poeta, que até então comandava o Fantástico. William Bonner continua como editor-chefe e apresentador. Já Renata Ceribelli irá assumir o programa dominical.

O anúncio da mudança foi feito na manhã de hoje, em entrevista coletiva no Rio de Janeiro. Segundo a Globo, Fátima deixa o JN para preparar uma nova atração que irá estrear na grade da Globo em 2012. “O que está acontecendo aqui hoje remonta a aproximadamente quatro anos atrás, quando Fátima me procurou para falar da vontade, do desejo de ter um programa na Rede Globo. Começamos a falar sobre o projeto e, em 2009, ela foi incisiva: ‘vamos marcar a data’”, contou Carlos Henrique Schroder, diretor da Central Globo de Jornalismo.

A partir dessa conversa, a cúpula começou a pensar na substituição de Fátima, mas o nome de Patrícia Poeta foi o primeiro a ser cogitado.

Durante a coletiva, Fátima Bernardes comentou a decisão de se afastar do Jornal Nacional. “É difícil acreditar que você vai deixar o maior programa jornalístico da emissora e conseguir espaço para um novo projeto. No começo era uma ideia e foi virando uma vontade enorme. Eu me dediquei muito para que em abril desse ano estivesse com esse projeto pronto”.

William Bonner está convencido de que Patrícia Poeta é o melhor nome para assumir as funções de Fátima. “Acho que eu conheço a Fátima um pouco melhor que todo mundo aqui e quando ela coloca uma ideia na cabeça, não é algo fácil de mudar depois. Isso entrou na cabeça e no coração dela e o projeto foi se tornando mais concreto”.

Fátima Bernardes estava na bancada do JN desde 1998, quando substituiu Lilian Witte Fibe. A Globo ainda não divulgou informações sobre o novo programa que ela irá apresentar.

Veja também:

Globo recebe sete indicações ao Emmy Internacional

Renato Machado deixará bancada do Bom Dia Brasil

Jornal Nacional: Bonner e Fátima quebram protocolo e falam sobre gravidez de Jatobá

Pan acirra a briga entre Record e Globo; atletas pedem mais visibilidade na TV

Categorias: Sem categoria

A transmissão dos Jogos Pan-Americanos de Guadalajara, no México, pela Record acirrou ainda mais a briga que a emissora trava com a Rede Globo. O canal acusa a concorrente de piratear imagens das competições exibidas no Jornal Nacional, sábado, 15, e no Fantástico, domingo, 16 de outubro. O tempo das imagens não chega a um minuto, mas causou um tremendo desconforto. Para a Record, a Globo desrespeitou o contrato de direitos ao exibir cenas das competições sem autorização.

De acordo com a emissora, há um mês, foi enviado aos veículos de televisão do país um documento informando que as imagens do Pan seriam disponibilizadas para os noticiários, com a condição da logomarca ser exibida e a legenda “imagens cedidas pela Rede Record” estar  inserida nas reportagens.

No entanto, ao mostrar o momento em que o nadador Cesar Cielo ganhava sua primeira medalha e cenas da abertura dos jogos, a Globo creditou as imagens à OTI – Organização das Telecomunicações Ibero-Americanas. Por contrato, as transmissões do Pan para TV aberta e por assinatura no Brasil são exclusivas da Record, mas a Globo sequer solicitou o uso de imagens, o que poderia ter sido feito apenas com o envio de um e-mail.

Na tarde de segunda-feira, 17, a emissora da família Marinho acabou reconhecendo o erro, mas atribuiu a falha à APTN, divisão de televisão da Associated Press, uma das mais respeitadas agências de notícias do mundo. Conforme Maurício Stycer, colunista do Uol, a Globo argumenta que nas imagens enviadas pela APTN não havia a informação sobre o “embargo para o Brasil”, ou seja, que  elas não poderiam ser exibidas no país. “As imagens vieram liberadas para uso. Quando fomos perguntados hoje sobre isso, voltamos o questionamento para a APTN, que então nos mandou o pedido de desculpas”, explicou a Central Globo de Comunicação.

O episódio desgastou a direção da Record. Além da pirataria de imagens, a emissora sofre pressão dos atletas, que cobram mais visibilidade na TV. Mesmo levando 270 funcionários para o México e ocupando boa parte de sua programação com o Pan, a cobertura não está agradando a alguns esportistas e seus respectivos patrocinadores. “A gente fala com o patrocinador e eles dizem que sem a Globo é complicado. A gente fala com a Record para fazerem matéria com a gente e eles dizem que não tem recursos…”, afirmou a Stycer um atleta presente em Guadalajara, que preferiu não ser identificado.

Veja também:

Record tem altos e baixos com audiência do Pan 2011

Record anuncia como será a cobertura do Pan 2011

Guerra entre Globo e Record completa seis anos

Record mexe na grade e coloca Rebelde contra Jornal Nacional

Categorias: Sem categoria

Mesmo com os pesados investimentos feitos em sua programação do horário nobre, a Record não tem obtido resultados extraordinários nos índices de audiência. Por causa disso, a direção da emissora resolveu mexer na grade. De acordo com Ricardo Feltrin, editor de entretenimento da Folha de São Paulo, a partir de segunda-feira, 11 de julho, o Jornal da Record entrará mais cedo, às 19h40, e Rebelde virá a seguir, às 20h30.

A decisão altera toda a estratégia da Record na guerra de audiência contra a Globo no mais rentável horário da TV. Com a mudança, o telejornal dos bispos passa a enfrentar a novela das sete Morde & Assopra, cuja audiência vem crescendo a cada semana, e o Jornal Nacional torna-se o concorrente principal da trama juvenil Rebelde.

Segundo Feltrin, para efetuar as mudanças, a Record se baseou em pesquisas de mercado, que apontaram que o público gostaria de ver notícias mais cedo. A pesquisa também teria identificado uma demanda juvenil por TV no horário. Em outras palavras, jovens que já souberam tudo na internet durante o dia todo não tem interesse em assistir ao JN da Globo.

Tanto o Jornal da Record como Rebelde têm se mantido estáveis em 9 e 11 pontos, respectivamente. A Globo lidera sozinha em toda essa faixa.

Veja também:

Programa da Record noticia falsa morte de humorista

Estreia de Datena eleva em 70% audiência da Record

Guerra entre Globo e Record completa seis anos

Ana Paula Padrão brinca com gafe cometida no Jornal da Record

Categorias: Sem categoria

O poder da internet é realmente assustador. Um erro quase imperceptível da jornalista Ana Paula Padrão virou um dos assuntos do dia graças aos recursos disponíveis na web. Na noite desta terça-feira, 7 de junho, a apresentadora do Jornal da Record cometeu um deslize ao trocar o nome do programa que ancora, durante o anúncio de uma reportagem. Ana Paula se confundiu e chamou o Jornal da Record de Jornal Nacional.

O erro foi logo percebido, já que ela não chegou a terminar a pronúncia do nome do telejornal concorrente e rapidamente se corrigiu, continuando como se nada tivesse acontecido.  No entanto, a gafe não passou despercebida. O vídeo foi parar no YouTube e, em poucas horas, se tornou o assunto mais comentado no Twitter, gerando ainda mais repercussão pela rede.

Na tarde desta quarta-feira, a jornalista recebeu vários pedidos de entrevistas, mas, segundo a blogueira Fabíola Reipert, do portal R7, Ana Paula preferiu deixar o assunto passar batido. O único comentário foi feito pelo Twitter da apresentadora: “Ooops, posso brincar e dizer também ‘desculpem a nossa falha’? Rsssss. Ainda bem que estou numa idade de poder perdoar meus próprios erros”.

Ana Paula Padrão trabalhou por muitos anos na Globo onde apresentou algumas vezes o próprio Jornal Nacional. Confira o vídeo:

http://www.youtube.com/watch?v=ry1H4BpzdG8&feature=related

Veja também:

Record adverte emissora por exibir “A Noite da Xoxota Louca”

Bispos da Record decidem tirar gays da próxima Fazenda

Datena recebe proposta milionária da Record e pode deixar Band

Morte de Osama Bin Laden eleva audiência de telejornais

Categorias: Sem categoria

O anúncio da morte do terrorista Osama Bin Laden fez a audiência dos telejornais brasileiros subir, na noite de segunda-feira, 2 de maio. O líder da al-Qaeda foi morto em operação dos Estados Unidos, no Paquistão, na madrugada de domingo para segunda.

Praticamente todo dedicado ao assunto, o Jornal Nacional, da Globo, marcou uma de suas melhores audiências no ano: 37 pontos. O noticiário recrutou no ar todos os seus correspondentes para mostrar como os líderes internacionais estavam tratando a morte de Osama e recapitulou os atentados terroristas de 11 de setembro de 2001.

Pelo Twitter, Willian Bonner, apresentador e editor-chefe do JN, comemorou a boa audiência. “Quando algo muito importante acontece, todo mundo se liga no Jornal Nacional. Obrigado, tropa. Vamos seguindo nessa cobertura histórica.”

Nas outras emissoras, o clima também foi de festa. O Jornal da Record, que costuma registrar entre 9 e 10 pontos, pulou para 12 pontos e foi vice-líder. O Jornal da Band, que tem média na casa dos 5 pontos, alcançou 7 pontos de ibope e o SBT Brasil marcou 5 pontos.

Os números de audiência são medidos na Grande São Paulo, cada ponto equivale a 58 mil domicílios.

Veja também:

Baixa audiência cria problemas nos bastidores de Morde & Assopra

Audiência do BBB 11 é a pior de todas as edições

Imagens da fuga de bandidos no Rio rendem recorde de audiência para Globo

Categorias: Sem categoria

A cobertura sobre a violência no Rio de Janeiro rendeu o recorde de audiência do ano para o Jornal Nacional. O telejornal da Globo marcou 40 pontos na medição do Ibope e 60% de participação no share. Isso significa que de todos os aparelhos de TV ligados no momento em que o jornalístico estava no ar, 60% estavam sintonizados na emissora carioca. A audiência foi tão boa que superou a de Passione (36 pontos). É um feito raro para a Globo. Historicamente, a novela das oito é a atração de maior audiência da televisão brasileira.

O resultado é fruto da competente cobertura produzida pela equipe de jornalismo. Desde a manhã de quinta-feira, a Globo exibia, ao vivo, imagens de seu helicóptero que mostravam todos os passos dados pela forças de segurança e também pelos bandidos. O momento de maior impacto da transmissão aconteceu durante a tarde do dia 25, quando as câmeras da Globo conseguiram captar a fuga de dezenas de traficantes da Vila Cruzeiro, no conjunto de favelas da Penha, para a região do Complexo do Alemão. As imagens foram responsáveis pelos picos de audiência do Jornal Nacional e ganharam reportagem especial. Veja a matéria:

http://www.youtube.com/watch?v=rlbFD9VYQDM

A cobertura da guerra contra o tráfico de drogas também elevou a audiência do RJTV, telejornal local exibido apenas para o estado do Rio de Janeiro. O programa se estendeu ao longo da programação, atravessando a tarde, e chegou a 29 pontos com 57% de participação. A segunda edição do mesmo telejornal, exibido à noite, fez 33 pontos e 56% de participação. Os índices alcançados são comparáveis aos da novela das sete, Ti-ti-ti.

Veja também:

Jornal Nacional: Bonner e Fátima quebram protocolo e falam sobre gravidez de Jatobá

Siga o TV Tudo no twitter: @joarle

Jornal Nacional: Bonner e Fátima quebram protocolo e falam sobre gravidez de Jatobá

Categorias: Sem categoria

Um momento inédito e bastante inusitado tomou cerca de um minuto e 40 segundos da edição do Jornal Nacional desta quarta-feira, dia 3. Antes de anunciar a previsão do tempo, William Bonner e Fátima Bernardes quebraram o protocolo e, ao vivo, perguntaram a Rosana Jatobá, que apresenta a previsão do tempo, sobre sua gravidez. Simpática, a jornalista disse que espera o casal Benjamin e Lara e que o nascimento dos bebês está previsto para janeiro.

A “notícia” acabou sendo a mais comentada da noite. No twitter, o termo “Jatobá” foi um dos mais digitados. Muitos internautas não sabiam do que se tratava e fizeram analogia ao personagem cego Jatobá, interpretado por Marcos Frota, na novela América. Outros relacionaram o termo à Ana Carolina Jatobá, uma das acusadas de ter planejado a morte da menina Isabela Nardoni.

A conversa entre os jornalistas foi tão informal que Bonner chegou a dizer que a barriga de Rosana estava quase encobrindo o estado do Paraná. Fátima perguntou, então, se a jornalista teve que mudar sua posição no cenário para evitar esconder alguma parte do mapa do Brasil. Em tom de brincadeira, ela respondeu que quando sua barriga estiver cobrindo a Bahia, o Rio de Janeiro e a toda a costa litorânea terá chegado o momento de dar uma paradinha. Veja o vídeo:

http://www.youtube.com/watch?v=kI_1lOGaxn4

Siga o TV Tudo no twitter: @joarle

TV tudo

odiario.com 2010 - 2017 © Todos os direitos reservados à Editora Central Ltda.