Governadora Cida Borghetti garante mais de R$ 11 milhões para a saúde de Londrina

sec.estado.recursos.VP

O prefeito Marcelo Belinati participou, na manhã desta segunda-feira (16), da inauguração da nova sede da Farmácia do Paraná, onde o secretário de Estado de Saúde, Antônio Carlos Nardi, representando a governadora Cida Borghetti, reafirmou o repasse de R$ 11.104.356,36, dirigidos ao fortalecimento do sistema público de saúde de Londrina. A conquista deve-se ao fato da Prefeitura de Londrina ter encaminhado, dentro dos prazos legais, os projetos necessários para a liberação dos recursos.

No pacote estão inclusos R$ 4.516.212,12 para a construção da nova sede do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), que será o segundo maior serviço de atendimento móvel de urgência do Estado. A nova sede ficará na Avenida 10 de Dezembro, em local estratégico e de fácil acesso a todas as regiões da cidade. A construção contará com um heliponto, para facilitar o acesso do helicóptero do SAMU, que atende mais de 90 municípios do Paraná.

Também foram garantidos R$ 3 milhões para a reforma de mais 20 Unidades Básicas de Saúde (UBSs). A medida faz parte do Programa de Qualificação da Atenção Primária do Sistema Único de Saúde (SUS) do Paraná (Apsus), que destinou R$ 252 milhões para construção, reforma ou ampliação de unidades de saúde em todo o estado. Além de R$ 2,3 milhões para aquisição de 20 kits de equipamentos para UBS, sendo R$ 150 mil para cada.

sec.estado.recursos.V3No montante também estão inclusos R$ 491.384,24 para reforma e ampliação da Unidade Básica de Saúde de Guairacá, que fica a zona rural de Londrina, além de R$ 500 mil para as obras de reforma e ampliação da Maternidade Municipal Lucilla Ballalai e R$ 296.760,00 para aquisição de equipamentos para o local.

O secretário Nardi ressaltou que o governo está garantindo a entrega de recursos financeiros, fundo a fundo, a municípios e entidades privadas e conveniadas ao Sistema Único de Saúde (SUS), para construções e aquisição de equipamentos, visando o benefício do cidadão. Com relação a nova sede do SAMU, Nardi informou que a prefeitura apresentou o projeto arquitetônico necessário para a construção e que, depois de feita a licitação e iniciada a primeira etapa das obras, serão liberados os recursos.

“Londrina já conta com um serviço aeromédico à disposição da comunidade e agora passa a ter todo o aparato necessário em construção, equipamentos e unidades móveis e avançadas para que, ainda mais, junto à central de regulação, possa estar de fato se efetivando como o segundo maior serviço de atendimento móvel de urgência do Estado”, enfatizou o secretário.

Já o prefeito Marcelo Belinati salientou que os anúncios fazem parte do Programa Reestruturação da Saúde Pública de Londrina, que incluem recursos do governo estadual, federal e municipal, para reestruturar toda a atenção primária em saúde de Londrina. Ele lembrou que neste programa estão inseridos a reforma todas as UBSs da cidade – com troca de equipamentos e mobiliários – reforma e ampliação do Pronto Atendimento Infantil (PAI) e Maternidade Municipal, já iniciada, também com troca de mobiliários e equipamentos; a construção da nova sede do SAMU, que hoje o governo do Estado anunciou a liberação dos recursos, além de mutirões de saúde e construção do Centro Especializado de Reabilitação (CER), para atender pessoas com deficiência.

sec.estado.recursos.V4“Trata-se de um conjunto de medidas que visam reestruturar toda a parte física da saúde pública municipal. Também estamos buscando realocar recursos para que possamos contratar novos profissionais, pois de nada adianta contarmos com prédios, equipamentos e móveis novos se não tivermos o profissional para atender as pessoas. Estamos concentrando todos nossos esforços para fazer este que é o maior programa de reestruturação da saúde pública da cidade de Londrina”, afirmou.

O secretário municipal de Saúde, Felippe Machado, confirmou que os recursos garantidos pelo governo do Estado ajudarão na reestruturação da saúde pública, já iniciada na gestão do prefeito Marcelo Belinati. “Em breve também estaremos recebendo mais uma ambulância nova, que deixaremos à disposição da Maternidade Municipal, somando-se a outras 14 ambulâncias que temos hoje para o SAMU”, contou. Sobre a Maternidade, Machado informou que as obras de reforma a ampliação já iniciaram. “O local contará com um novo centro cirúrgico, novo centro de parto humanizado, quartos equipados com aparelhos de ar condicionado, entre outras melhorias”, garantiu.

sec.estado.recursos.V5Farmácia do Paraná – A nova sede da Farmácia do Paraná passou a funcionar em novo endereço, na Rua Alameda Miguel Blasi, 76, centro.  Com uma estrutura mais ampla e adequada para o atendimento dos usuários, o novo espaço conta com mil metros quadrados, 14 guichês de atendimento e três consultórios farmacêuticos.  A unidade atende de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 17h30, e é referência regional na distribuição de medicamentos de Alto Custo e Uso Contínuo pelo SUS, sendo a segunda maior farmácia pública do Paraná.   Ao todo, pacientes de 21 municípios são beneficiados com medicamentos gratuitos.

Também estivaram presentes na solenidade, a diretora do Centro de Medicamentos do Paraná (Cemepar), Suzan Alves; os vereadores Ailton Nantes e Jairo Tamura; o diretor da 17ª Regional de Saúde, José Carlos Moraes; o prefeito de Centenário do Sul e presidente da Associação dos Municípios do Médio Paranapanema (Amepar), Luiz Nicácio; o coordenador Regional da Casa Civil, Adenauer Seressuela; o proprietário do estabelecimento onde está alocada a Farmácia do Paraná, Haissam Nasser, entre outras autoridades.

Texto: NCOM – Fotos: Vivian Honorato

Comente aqui


Jogos e Desafios

Artigo semanal da psicóloga Mariana Caldeira Hugo

Nessa semana tive acesso a um vídeo onde uma menina filma sua tentativa de suicídio e durante a tentativa de enforcamento, a adolescente se arrepende e grita por socorro. E seus pais chegam e conseguem salvá-la. Segundo informações a garota de 14 anos alega ter sido influenciada por um jogo.

Tem se falado muito, nos últimos tempos, sobre “jogos desafiadores”.  O mais famoso, e que gerou muita preocupações aos pais, foi o desafio da baleia azul, jogo onde o jovem deveria seguir determinadas “regras” impostas, e que gerou a morte de alguns adolescentes pelo mundo.

Temos ainda desafios como o jogo do desmaio, inalação de gás de buzina ou desodorante aerosol que tem viralizado na internet. No caso da inalação de buzina, por exemplo, o gás produz alucinação semelhante ao lança-perfume, porém é vendido livremente em lojas. Essa inalação pode gerar riscos severos ao sistema cardiorrespiratório e ao sistema nervoso central.

Para os pais é difícil entender como seus filhos podem ser influenciados de uma forma tão intensa com algo tão nocivo à saúde. Primeiramente, é importante entender que essa geração leva muito a sério o que se vê na internet e isso ocorre, pois, a internet é o maior meio de comunicação que eles têm acesso. O youtube é uma grande ferramenta e os youtubers se tornaram grande influência, principalmente, para as crianças e adolescentes e quanto mais seguidores mais idolatrados eles são, como tudo na vida, eles podem ser influenciadores de uma forma positiva ou não. A maioria desses vídeos podem ser encontrados no youtube.

É necessário que os pais entendam esse novo mundo tecnológico, e usem a tecnologia como aliada na educação e transformação de seus filhos. Assistir a vídeos, seguir os famosos youtubers dessa geração, é importante para poder conversar com propriedades sobre o assunto, pois os pais precisam ser os principais influenciadores na vida deles.

Monitorar as redes sociais também é muito significativo, porém isso deve ser feito com muito diálogo pois a forma como abordamos e ditamos as regras é extremamente importante. Se uma abordagem ocorrer de forma autoritária, por exemplo, tomar o celular ou proibir total acesso as mídias, ocasionará rebeldia, insegurança e desobediência, irá afastar o adolescente do convívio social e eles vão dar um jeitinho de ter os acessos desejados.

Enfim, ter uma participação ativa, conversar, explicar, assistir vídeos juntos são atitudes que os pais podem ter e que irá influenciar diretamente na vida da criança e do adolescente, e automaticamente, diminuir os acessos aos tão temidos e nocivos desafios.

Comente aqui


Modric é escolhido o melhor jogador e Mbappé a revelação da Copa

Informações de Aécio Amado, repórter da Agência Brasil

Luka Modric foi escolhido o melhor jogador da Copa do Mundo Rússia 2018. O craque croata deixou para trás estrelas como o argentino Messi, o português Cristiano Ronaldo, e o brasileiro Neymar, cujas seleções não conseguiram chegar a semifinais  .

A escolha da Federação Internacional de Futebol (Fifa) premiou o atleta que durante a competição apresentou futebol consistente, levando a Croácia ao vice-campeonato mundial, o seu melhor resultado na história da Copa.

Luka Modric recebe o prêmio Bola de Ouro da Fifa
Luka Modric recebe o prêmio Bola de Ouro da Fifa – Kai Pfaffenbach/Reuters/Direitos reservados

Revelação

O prêmio de jogador revelação da Copa ficou com Kylian Mbappé Lottin, de 19 anos. Na vitória francesa sobre a Croácia por 4 a 2, Mbappé fez o quarto gol, aos 19 minutos do segundo tempo, tornando-se o segundo jogador mais jovem a marca em uma partida final de Copa do Mundo, Antes dele, apenas Pelé conseguira tal feito. Com 17 anos, o brasileiro fez dois no jogo contra a Suécia, na decisão da Copa do Mundo de 1958, que deu o primeiro título mundial ao Brasil.

França recebe o troféu e as medalhas pela vitória na final da Copa do Mundo 2018, na Rússia
Escolhido jogador revelação, Mbappé comemora o título da Copa do Mundo ao lado de seus companheiros de seleção – Kai Pfaffenbach/Reuters/Direitos reservados

Na rede social, Pelé postou mensagem parabenizando o craque francês: “O segundo adolescente a marcar um gol em uma final de Copa do Mundo. Bem-vindo ao clube, Kylian. É ótimo ter a sua companhia!”.

Artilheiro e melhor goleiro

O troféu de artilheiro da Copa foi para o inglês Harry Kane. Nas sete partidas que disputou pela Seleção da Inglaterra, o craque do Tottenham marcou seis gols. “Trabalhei muito duro nos últimos jogos, mas esse é um trabalho de equipe”, disse Kane.

Thibaut Courtois, da Bélgica, comemorou a escolha de melhor goleiro do Mundial de 2018. Na vitória da seleção belga por 2 a 1 sobre o Brasil, Courtois foi responsável por importantes defesas, que garantiram a classificação de sua equipe para a fase semifinal da Copa.

Comente aqui


Deschamps faz história e é o terceiro campeão como jogador e técnico

Por Guilherme Venaglia, repórter da revista Veja

A Copa do Mundo de 2018 na Rússia colocou o ex-jogador e treinador francês Didier Deschamps em um novo patamar do futebol mundial. Ele se tornou o terceiro técnico da história a vencer uma Copa como jogador e outra como técnico.

Há exatos vinte anos atrás, a França sediou o mundial e faturou seu primeiro título, com uma vitória por 3 a 0 sobre o Brasil na final. O então volante era o capitão daquela equipe, a chamada “primeira geração francesa” que venceria também a Eurocopa dois anos depois, em 2000.

Com a vitória por 4 a 2 contra a Croácia no estádio Lujniki, em Moscou, que fez dos franceses bicampeões mundiais, Deschamps igualou o brasileiro Mário Jorge Lobo Zagallo e o alemão Franz Beckenbauer ao atingir a marca histórica.

O primeiro inaugurou a marca vencendo a Copa como jogador em 1958 e 1962 e como técnico no tri brasileiro, em 1970. Já o alemão venceu em campo no mundial sediado em casa em 1974 e igualou o brasileiro ao comandar o time que chegou ao título em 1990.

Comente aqui


França conquista segunda Copa e se iguala ao Uruguai e à Argentina

Informações de Marcelo Brandão, repórter da Agência Brasil

A França venceu a Croácia por 4 x 2 e é campeã da Copa do Mundo da Rússia. O time francês foi aplicado taticamente, apostou na solidez de sua defesa e na eficiência de seus atacantes e levantou a taça. Com o título, franceses se juntam aos uruguaios e argentinos como bicampeões do mundo. O primeiro título foi em 1998, contra o Brasil.

Os jogadores receberam a taça debaixo de uma forte chuva em Moscou. O presidente francês, Emmanuel Macron, cumprimentou os jogadores, assim como a presidente da Croácia, Kolinda Kitarovic; o presidente da Rússia, Vladimir Putin e o presidente da Fifa, Gianni Infantino.

Em uma Copa com estrelas de destaque nas principais favoritas, o técnico Didier Deschamps, que jogava na seleção de 98, apostou em um time de qualidade coletiva e com jovens talentos.

A França tem vários jogadores de destaque no futebol mundial, como Mbappé, Pogba, Griezmann e o goleiro Lloris, mas nenhum deles pode ser apontado sozinho como responsável por esse título. O coletivo francês foi o que menos oscilou durante a Copa. Um exemplo está em Giroud. O centroavante titular não fez nenhum gol, mas contribuiu taticamente e não perdeu a vaga no time, mesmo passando em branco na competição.

O jogo

O primeiro tempo mostrou uma Croácia mais agressiva e ofensiva. Mesmo com o peso de três prorrogações nas costas, os croatas não se intimidaram e foram para o ataque. Mas a França tem uma boa defesa e deu poucos espaços para os atacantes adversários.

A França pouco chegava ao ataque, mas quando chegou, marcou. Em cobrança de falta de Griezmann, na primeira subida mais contundente, a bola foi jogada para dentro da área aos 17 minutos. O atacante croata Mandzukic tentou cortar e acabou enganando o goleiro no lance. Subasic apenas assistiu a bola morrer no fundo da rede.

A Croácia saía atrás no placar novamente. O time do técnico Zlatko Dalic teve que correr atrás do prejuízo nas partidas de oitavas, quartas de final e semifinal. E como nessas partidas, buscou o empate. Aos 27 minutos, Perisic recebeu na entrada da área, após cruzamento de Modric, e acertou um belo chute cruzado no canto de Lloris.

Mas a França chegou ao segundo gol, com auxílio do VAR. Perisic cortou um cruzamento com o braço. Os franceses reclamaram, o árbitro argentino Néstor Pitana foi rever o lance no vídeo e marcou o pênalti.

O segundo tempo teve uma Croácia ofensiva, obstinada. Os croatas foram para cima, mas deram espaços lá atrás. E foi assim que a França fez o terceiro e quarto gols. Primeiro, Pogba fez um lançamento perfeito para Mbappé, que invadiu a área e cruzou. A bola sobrou para o próprio Pogba, que emendou para o gol. O camisa 10 francês faria seu gol aos 19 minutos do segundo tempo. Hernandez fez boa jogada pela esquerda e tocou para Mbappé, que recebeu e bateu de fora da área, no canto de Subasic.

A Croácia tentou uma série de jogadas para diminuir o placar, mas chegou ao segundo gol após um erro incrível de Lloris. O goleiro francês tentou sair jogando com os pés e foi desarmado por Mandzukic, que botou a bola para dentro do gol. A Croácia se animou com o gol e tentou mais um, mas a defesa francesa foi sólida, assim como em toda a Copa do Mundo, e garantiu o resultado.

Invasão

A final da Copa do Mundo entre França e Croácia, no Estádio Luzhniki, em Moscou, foi interrompida por causa da invasão simultânea de campo de quatro mulheres, em ato reivindicado pelas integrantes do grupo punk russo Pussy Riot.

A paralisação ocorreu aos 7 minutos do segundo tempo, com entrada no gramado por diversos lados do campo. As invasoras vestiam peças de roupas semelhantes as utilizadas pelos seguranças.

Através das redes sociais, o Pussy Riot assumiu a autoria da invasão. O grupo musical é conhecido pelo ativismo político, de oposição ao governo de Vladimir Putin.

FICHA TÉCNICA

FRANÇA: Lloris; Pavard, Varane, Umtiti e Hernández; Kanté (N’Zonzi), Pogba, Mbappé, Griezmann e Matuidi (Tolisso); Giroud (Fekir). TÉCNICO: Didier Deschamps

CROÁCIA: Subasic; Versaljko, Lovren, Vida e Strinic (Pjaca); Brozovic, Rakitic, Rebic (Kramaric), Modric e Perisic; Mandzukic. TÉCNICO: Zlatko Dalic

Cartões amarelos: Kanté e Hernández (França); Versaljko (Croácia)

Gols: FRANÇA: Mandzukic (contra), aos 17, e Griezmann, aos 37 minutos do primeiro tempo; Pogba, aos 13, e Mbappé, aos 19 minutos do segundo tempo; CROÁCIA: Perisic, aos 27 minutos do primeiro tempo, e Mandzukic, aos 23 minutos do segundo tempo

Local: Estádio Luzhnikí, em Moscou (Rússia)

Juiz: Néstor Pitana (Argentina)

Comente aqui


É final! França e Croácia decidem a Copa do Mundo da Fifa Rússia 2018

França e Croácia se enfrentam neste domingo, às 12 horas (de Brasília), no Estádio Luzhnikí, em Moscou, na Rússia, na grande decisão da Copa do Mundo. Os franceses eliminaram a Bélgica nas semifinais, ganhando por 1 a 0. Já os croatas, de virada, fizeram 2 a 1 na Inglaterra, precisando de mais uma prorrogação, a terceira do time no torneio. Por conta dos tempos extras, a Croácia vai ter jogado praticamente oito partidas nesta edição.

Trata-se de um reencontro vinte anos depois. Ambos duelaram nas semifinais da Copa do Mundo de 1998 e os franceses ganharam por 2 a 1, arrancando para um título inédito, que ainda falta para os croatas.

Didier Deschamps, treinador da França, tem a chance de repetir o feito de Zagallo e do alemão Franz Beckenbauer, sendo campeão mundial como jogador e treinador. Ele integrou o time de 1998. O comandante se mostra otimista.“Nós fizemos tudo o que tinha que ser feito até este momento e agora chegou a hora de ir a campo e tentar escrever uma história bonita. Estamos preparados desde muito antes de a competição começar e fomos ganhando força com ela, crescendo e superando os obstáculos. Portanto, estou otimista e a minha expectativa é a do título, mesmo sabendo que do outro lado do gramado estará um grande oponente”, disse Didier Deschamps.

O desgaste físico realmente é a maior preocupação do técnico Zlatko Dalic. Mas até diante deste cenário ele procura buscar motivação. Nas oitavas os croatas eliminaram a Dinamarca nos pênaltis, enredo que se repetiu nas quartas contra a anfitriã Rússia. Nas semifinais, as penalidades não foram necessárias, porém, a vaga diante dos ingleses veio mesmo na prorrogação.

“Nós escolhemos o caminho mais complicado e difícil. Enfrentamos uma maratona de jogos, atuaremos um jogo a mais que a França e por isso mesmo sabemos que as dificuldade serão enormes. Mas como o que não mata fortalece, vamos buscar força justamente neste nosso poder de testar nossos limites. Falta mais um capítulo nesta história e queremos que o final seja feliz, pois a Croácia melhora”, disse Zlatko Dalic.

As duas equipes não confirmaram as escalações, mas como superação é a palavra de ordem, a base das semifinais deverá ser mantida. Na França a aposta está no equilíbrio de Paul Pogba no meio e na força ofensiva do trio: Kylian Mbappé, Antoine Griezmann e Olivier Giroud.

Pelo lado croata a estrela da companhia é o maestro Luka Modric, candidato a craque da Copa. Mas não se pode desprezar o oportunismo do perigoso artilheiro Mario Mandzukic, autor do segundo gol contra a Inglaterra.

Caso a decisão deste domingo termine empatada no tempo regulamentar, acontecerá uma prorrogação de trinta minutos. Persistindo a igualdade, o campeão será conhecido nas cobranças de pênaltis. Isso aconteceu apenas duas vezes na história da Copa do Mundo. Em 1994 a Seleção Brasileira derrotou a Itália nos pênaltis, após 0 a 0. Já em 2006 os franceses, que ficaram no 1 a 1 com a Itália, perderam o caneco nos pênaltis.

FICHA TÉCNICA – FRANÇA X CROÁCIA

Local: Estádio Luzhnikí, em Moscou (Rússia)
Data: 15 de julho de 2018 (Domingo)
Horário: 12h(de Brasília)
Árbitro: Nestor Pitana (Argentina)
Assistentes: Hernan Maidana (Argentina) e Juan Belatti (Argentina)

FRANÇA: Hugo Lloris, Benjamin Pavard, Samuel Umtiti, Raphaël Varane e Lucas Hernández; N’Golo Kanté, Paul Pogba e Blaise Matuidi; Kylian Mbappé, Antoine Griezmann e Olivier Giroud. TÉCNICO: Didier Deschamps

CROÁCIA: Danijel Subasic, Sime Vrsaljko, Dejan Lovren, Domagoj Vida e Ivan Strinic; Marcelo Brozovic, Ivan Rakitic e Luka Modric; Ante Rebic, Ivan Perisic e Mario Mandzukic. TÉCNICO: Zlatko Dalic

Informações da FOX Sports

Comente aqui


Bélgica vence Inglaterra e é a terceira colocada da Copa do Mundo 2018

Informações de Marcelo Brandão, repórter da Agência Brasil

A Bélgica venceu a Inglaterra por 2 x 0 e ficou com o terceiro lugar da Copa do Mundo 2018. Em uma partida movimentada, os belgas mostraram superioridade sobre o adversário durante toda a partida. Fizeram um gol logo no início e não tiveram problemas para segurar o ataque inglês. O terceiro lugar em 2018 foi a melhor colocação já alcançada pelo país em uma Copa. Antes, o melhor resultado havia sido um quarto lugar em 1986.

O jogo

 

Soccer Football - World Cup - Group G - England vs Belgium - Kaliningrad Stadium, Kaliningrad, Russia - June 28, 2018 Belgium's Adnan Januzaj scores their first goal REUTERS/Lee Smith
Bélgica vencer a disputa pelo terceiro lugar – Agência Reuters/Lee Smith/Direitos reservados

O primeiro tempo já começou com um gol da Bélgica, aos 3 minutos, com Meunier aproveitando cruzamento à meia altura de Chadli. A Inglaterra tentava responder e empatar, mas criou poucas oportunidades e, quando chegava à pequena área, finalizava no meio do gol de Courtois. O centroavante Harry Kane teve uma chance clara de gol, mas chutou torto da entrada da área. A Bélgica teve as melhores chances do primeiro tempo, mas desperdiçou a oportunidade de ampliar com Lukaku, Hazard e De Bruyne.

O segundo tempo começou com a Inglaterra indo para cima e tentando o empate, mas a defesa belga fechava os espaços com eficiência. Em um dos poucos erros de marcação da Bélgica, o volante Dier tabelou e invadiu a área. Cara a cara com o goleiro Courtois, o inglês deu um toque com categoria por cima do goleiro. Quando a bola já entrava em um gol certo, Alderweireld apareceu e afastou. Foi a melhor chance da Inglaterra no jogo.

Enquanto isso, a Bélgica tinha os contra-ataques. E desperdiçou muitos. Em um deles, Lukaku adiantou demais a bola e perdeu a chance, em outro a defesa bloqueou o chute de Hazard. Em uma das melhores jogadas da partida, a Bélgica puxou contra-ataque rápido com De Bruyne, Mertens e Meunier. Entrando na área inglesa, Mertens inverteu para Meunier, do outro lado da área. O autor do primeiro gol emendou um lindo chute, mas Pickford fez a melhor defesa da partida.

Após tanto ter oportunidades, a Bélgica fez mais um gol. Hazard recebeu de De Bruyne e tocou no canto do goleiro inglês, que nada pode fazer. Foi a página final da história de Bélgica e Inglaterra nesta Copa do Mundo.

Após o apito final, não houve aquela tradicional cena de um lado comemorando e o outro chorando em profunda decepção. Ingleses e belgas se cumprimentaram no campo, como se tivessem jogado um amistoso. As comemorações eram discretas entre os belgas. Os atletas da Inglaterra não demonstraram tristeza pelo quarto lugar e aplaudiram sua torcida no estádio, antes de deixarem o gramado. Ao final, os jogadores e comissão técnica belga receberam medalhas de bronze pelo terceiro lugar conquistado.

FICHA TÉCNICA

BÉLGICA: Courtois; Alderweireld, Kompany e Vertonghen; Meunier, Witsel, Tielemans (Dembélé) e Chadli (Vermaelen); De Bruyne, Lukaku (Mertens) e Hazard. TÉCNICO: Roberto Martínez

INGLATERRA: Pickford; Jones, Stones e Maguire; Trippier, Loftus-Cheek (Dele Alli), Dier, Delph e Rose (Lingard); Sterling (Rashford) e Kane. TÉCNICO: Gareth Southgate

Cartões amarelos: Maguire e Stones (Inglaterra); Witsel (Bélgica)

Gols: Meunier, aos três minutos do 1ºT; Hazard, aos 36 minutos do 2ºT (Bélgica)

Local: estádio Krestovsky, em São Petersburgo (RUS)

Juiz: Alireza Faghani (IRN)

Comente aqui


Prefeitura executa recapeamento asfáltico em todas as ruas do Jardim Aragarça

Informa o NCOM, que os moradores do Jardim Aragarça, região leste de Londrina, não precisam mais se preocupar com os buracos nas ruas do bairro, que vinham causando transtornos há muitos anos. Todas as vias do local, nove no total, receberam o serviço, o que compreende cerca de 20 mil metros quadrados de ruas recapeadas.

O material utilizado foi a massa asfáltica tradicional (CBUQ), usada para tráfego de veículos mais pesados e possui durabilidade de mais de 10 anos. Outros bairros da região leste estão no cronograma da pasta para receberem o serviço em breve. A ação faz parte do Programa de Recuperação da Malha Viária do Município, que prevê a recuperação total de vias da cidade, até o fim desta gestão.

No Jardim Aragarça, foram recapeadas as ruas: Aristóteles de Oliveira Chueire; José Giraldi; Benedita Pires da Silveira; José Ricardo Vechia; Josefina Rossi Filoco; Ouadi José Nakhli, Seigo Odá; Nazareth Virginia Pereira Dias e Nereu Mendes. Elas estão dentro do pacote de 246 vias urbanas que receberão o serviço, que está sendo executado com recursos de R$ 20 milhões do governo do Estado, liberados em dezembro de 2017. Os recursos, a fundo perdido, são da Secretaria de Estado da Infraestrutura e Logística. Ao todo, será executado o recape asfáltico de 530 mil metros quadrados de ruas, em todas as regiões da cidade.

O recapeamento está sendo feito por uma empresa terceirizada, Equimax, vencedora de processo licitatório, a qual terá o prazo de 10 meses para realizar o serviço, a contar da data de assinatura da ordem de serviço, que ocorreu em junho deste ano. Também estão sendo feitos serviços complementares, que incluem limpeza das pistas, execução de fresagem, reperfilagem, remendos superficiais e profundos e recomposição de sarjetas, quando necessário.

Segundo o secretário municipal da pasta, João Verçosa, os próximos bairros a serem contemplados também estão na região leste. São eles: Vila Operária, Jardim Monte Rei, Jardim Guararapes e Jardim Pérola. Nestes locais serão executados mais de 65 mil metros quadrados de recapeamento asfáltico. “Também está em fase de conclusão o recape da Avenida das Nações Unidas, também na região leste”, contou.

Verçosa informou que alguns bairros que receberão o serviço estão há mais de 20 anos sem receber recuperação. “Em alguns locais foi executado apenas o tapa-buracos, o que muitas vezes não era suficiente, já que as vias estão em condições muito precárias. Agora, este projeto de recapeamento asfáltico do prefeito Marcelo Belinati vai recuperar a maior parte das vias da cidade, principalmente da periferia, que estavam abandonadas”, afirmou.

Comente aqui


Câmara do Rio rejeita abertura de impeachment contra Crivella

Informa a Agência Brasil, que a Câmara Municipal do Rio de Janeiro rejeitou, por 29 votos a 16, o pedido de abertura de impeachment do prefeito, Marcelo Crivella, por crime de responsabilidade e improbidade administrativa. Foram protocolados dois pedidos, pelo vereador Átila Nunes (MDB) e pelo diretório municipal do PSOL.

Em ambos foi citada uma reunião promovida pelo prefeito no Palácio da Cidade, sede oficial da prefeitura, no último dia 4, a um grupo de fiéis evangélicos, quando foram feitas promessas de atendimentos de saúde e isenção de IPTU para igrejas.

Desde antes do início da sessão, marcada para as 14h, grupos de manifestantes de ambos os lados já se colocavam nos arredores da Câmara do Rio, na Cinelândia. A troca de provocações seguiu nas galerias.

No plenário, Átila Nunes ressaltou, em seu discurso da tribuna, que Crivella não poderia governar apenas para uma parcela da população. “Não podemos ser omissos neste momento. Diversas denúncias aconteceram neste ano e meio de mandato. Ele não pode governar para uma parcela da sociedade. Os áudios gravados são do próprio Crivella, fazendo promessas indevidas. O que decidirmos aqui vai sinalizar para as futuras administrações que se deve governar para todos”, disse o vereador.

Já o líder do governo na Câmara, vereador Doutor Jairinho (MDB), considerou que o país passa por problemas muito mais graves para serem resolvidos e que a reunião de Crivella não é motivo para impeachment. “O país passa por tantos problemas e vai se falar em reunião secreta? Quem vai dizer se ele deve governar a cidade é lá em 2020 [nas próximas eleições] e não através de golpe”, disse Jairinho.

Com a rejeição do pedido de impeachment, Crivella ainda poderá enfrentar denúncia por violar o princípio do estado laico na administração muncipal e privilegiar apenas um segmento religioso em diversos atos. A ação Civil Pública foi ajuizada ontem (11) pelo Ministério Público Estadual. Se condenado, o prefeito pode perder o cargo e pagar multa equivalente a R$ 500 mil.

Comente aqui


Ricardo Barros quer ser candidato a presidente

O deputado federal e ex-ministro da Saúde Ricardo Barros (PP-PR) manifestou, ontem (dia 11), sua intenção em concorrer a presidente. Barros disparou para seus contatos de legenda uma mensagem no WhatsApp.

“Neste momento da vida pública brasileira, coloco meu nome à disposição do partido para uma candidatura à Presidência da República. Estou completando trinta anos de vida pública. Prefeito de Maringá, PR, cinco mandatos de deputado federal, relator geral do orçamento, secretário de indústria e comércio do Paraná, ministro da Saúde. Uma trajetória de gestão eficiente e comprometimento. Tenho consciência que estamos próximos à decisão, mas também sei que há uma oportunidade de ocupar o espaço que ainda é procurado por diversos partidos que buscam uma candidatura de centro para apoiar. Peço a todos os progressistas que avaliem este gesto de desprendimento com o qual inicio este debate”, diz Barros.

Comente aqui