Mês: março 2013



Limpeza no Bosque Central

O presidente da Companhia Municipal de Trânsito e Urbanização (CMTU), Carlos Alberto Geirinhas, anunciou hoje durante o programa Paiquerê Rádio Opinião, na rádio Paiquerê AM, que o Bosque Municipal Marechal Cândido Rondon, que está bastante abandonado, passará por uma limpeza geral nesta semana.  Os moradores da região e os frequentadores do local agradecem.

Comente aqui


Aconteceu em 30 de março

1818: D. João VI proibiu sob pena de morte a Maçonaria e qualquer sociedade secreta.

1919:  Gandhi lançou o Hartai (greve geral) contra o colonialismo inglês na Índia.

1925: Derrota dos tenentistas em Catanduvas, PR.

1935: Lançada a ANL (Aliança Nacional-Libertadora), no Teatro João Caetano, Rio. Prestes é aclamado presidente de honra, por proposta do então estudante Carlos Lacerda. O lema da ANL: “Pão, Terra, Liberdade!”.  

1936: O Senado aprovou o estado de guerra para facilitar a ofensiva policial de Filinto Muller.

1946: Golpe de estado no Equador.

1964: Assembléia dos sargentos no Automóvel Clube, Rio. Jango compareceu e falou em defesa das reformas de base. O fato serviu de estopim do golpe.

1977: Passeata estudantil da USP ao largo de Pinheiros, S. Paulo. Driblou a repressão.

1980: Ataque policial ao cortejo fúnebre do cardeal Oscar Romero, em San Salvador; 40 mortos, 226 feridos.

1980: o Partido Comunista Brasileiro (PCB) lançou o jornal Voz da Unidade, que passou a seu o órgão oficial do partido.

1982: Protesto sindical contra a ditadura na Argentina, duramente reprimido; 2 mortos, mil presos.

Comente aqui


Aconteceu no dia 29 de março

1817: Fuzilado em Salvador o padre Roma, herói da Revolução de 1817, delatado e preso ao tentar estendê-la à Bahia. Seu filho José Inácio de Abreu e Lima, também preso, mais tarde lutará ao lado de Bolívar e editará no Recife (1855) o jornal Socialismo.  

1890: Decreto repressivo da República recém-nascida contra a subversão e “desprestígio da autoridade”.
   
1947:  Insurreição em Madagascar, sufocada pelo colonialismo francês ao preço de 80 mil mortos.
   
1963:  Golpe militar anticomunista na Guatemala.
   
1968: golpe de emergência e toque de recolher em Memphis, EUA, na repressão na rebelião negra. 
   
1976: Geisel cassa os deputados Nadyr Rosseti e Amaury Müller, ambos do MDB-RS.
   
1977: Greve dos alunos da PUC-RJ contra aumento das anuidades.
   
1978: Terezinha Zerbini, do Movimento Feminino de Anistia, entrega denúncia de torturas ao presidente. dos EUA, James Carter, que visita o Brasil.
   
1979: Derrubado em Uganda o ditador Idi Amin Dada.

Comente aqui


Aconteceu no dia 28 de março

1939 – Franco entra em Madri após vencer a Guerra Civil Espanhola. Fica no poder até a morte em 1975.

1968 – o secundarista Edson Luís de Lima Souto foi morto pela Polícia Militar em passeata do restaurante Calabouço.  O Brasil se comove com o lema “Mataram um estudante, podia ser seu filho”; 50 mil compareceram ao enterro.  Protestos estudantis em todo o Brasil. A repressão mata mais 3 no Rio de Janeiro e em Goiânia. 

1978 – Protestos estudantis em várias cidades no décimo aniversário da morte de Edson Luís.

1983 – Greve geral na Argentina, apesar da ditadura. 

1985 – Sarney devolveu autonomia a 31 municípios “de segurança nacional”. Estes municípios não podiam eleger prefeito. 

1988 – Massacre de índios Tikúna por madeireiros no Amazônia: 23 feridos, 14 mortos atirados ao rio Solimões. 

1988 – Realizada a maior greve geral da história de Portugal. 

1996 – No Dia Nacional de Luta em Defesa da Educação, milhares de secundaristas e universitários fizeram passeatas no Rio de Janeiro, São Paulo e Brasília.

2001 – UNE e Ubes promoveram a Jornada Nacional de Lutas Estudantis por educação e pela criação de uma CPI para apurar denúncias de corrupção no governo FHC.

Comente aqui


Comunista em Rolândia

Quem deve estar feliz com a posse da filha Sabine Giessen na Prefeitura de Rolândia é seu pai, Arno Giessen, advogado, vereador por três mandatos e presidente do Partido Comunista Brasileiro (PCB) em Rolândia. Comunista histórico do Paraná,  Arno sempre lutou em defesa dos trabalhadores e pela revolução socialista. Também sempre articulou os trabalhadores para conquistar a Prefeitura da cidade. De maneira indireta, chegou agora. 

Comente aqui


Ato público contra decreto que acaba com autonomia na UEL

O ato organizado pela Assuel, Sindiprol-Aduel, DCE, hoje pela manhã, contra o decreto 7.599 do governador Beto Richa que acaba com a autonomia da universidade contou com uma boa participação dos estudantes, técnicos-administrativos e operário  do campus e do HU e professores.

As entidades conseguiram o objetivo de conseguir uma declaração pública da reitora em exercício, Berenice Jordão. Ela discursou e  disse ser contrária ao decreto, já que na opinião dela,engessa ações previstas pela universidade.  Depois do ato, a reitora recebeu os sindicatos e disse que o Conselho de Administração da UEL faria uma reunião agora tarde para discutir ações e posicionamento frente ao decreto do governo Richa. 

Comente aqui


Aconteceu no dia 27 de março

1821 – nasceu o primeiro jornal de Pernambuco – Aurora Pernambucana.

1867 – Tratado de Ayacucho: o Brasil reconhece a posse do Acre pela Bolívia. 

1920 – o presidente Epitácio Pessoa recebeu no Rio 27 líderes sindicais “amarelos”.

1941 – levante militar derruba o governo iugoslavo. O povo sai às ruas contra o nazismo. Hitler, no mesmo 
dia, ordena a destruição do país.

1964 – primeira rádio alternativa, a Rádio Caroline, ouvida na Irlanda, Escócia e norte da Inglaterra. 

1979 – assembléia de metalúrgicos de São Bernardo, no Estádio da Vila Euclides, vota o fim da greve a pedido de Lula. 

1984 – protestos anti-Pinochet no Chile – 7 mortos. 

1984 – os Txukahamãe liderados por Raoni bloqueiam a BR-80 e fazem 12 reféns. Exigem seu território sagrado ao norte do Parque do Xingú, Mato Grosso.

1985 – o ministro da Educação recebeu a UNE pela primeira desde 1964.

1992 – passeata de parentes de militares contra os baixos soldos, em Brasília.

1994 – Fernando Henrique Cardoso deixou o Ministério da Fazenda para disputar a presidência da República. Sucede-o Rubens Ricupero. 

Comente aqui


Leia o manifesto das entidades da UEL

Confira o manifesto das entidades da UEL com o título:

Decreto de Beto Richa acaba com a Autonomia Universitária

O governo do Estado do Paraná, por meio do decreto nº 7.599, publicado no Diário Oficial do Estado (DOE) em 18 de março de 2013 – pág. 3 pretende liquidar a já escassa autonomia das universidades estaduais. 

Este decreto obriga as universidades a submeter TODO seu funcionamento administrativo e financeiro à aprovação prévia de um Conselho de Gestão Administrativa e Fiscal do Estado, criado pelo mesmo ato, que passa a ter a atribuição de “deliberar previamente” sobre a “conveniência e oportunidade dos atos que impliquem a efetivação de despesas”.

Dessa forma ficariam submetidos à sua autorização prévia: a realização de concurso público; admissão ou contratação de pessoal, a qualquer título, inclusive temporários; a prorrogação de seus contratos; concessão de aumento, reajuste ou adequação de remuneração, a qualquer título, tais como promoções, progressões, majorações remuneratórias ou acordos de natureza salarial dos servidores civis e militares, inclusive quando houver repercussão nos inativos; contratação de hora extra ou autorização para serviço extraordinário; etc. Da mesma forma ficam condicionadas à prévia aprovação as despesas que impliquem licitações, quer dizer, as de custeio.

…… 

Acesse a íntegra do documento clicando aqui http://sindiproladuel.org.br/?p=1632

Comente aqui


Servidores da UEL prostestam contra decreto 7599 do governo Estadual

A Assuel-Sindicato e o Sindiprol-Aduel estão convocando os servidores para acompanhar a audiência com a reitora nesta quarta-feira (dia 27), às 10h30, na reitoria. Na pauta, o decreto 7.599, assinado pelo governador Beto Richa, na semana passada, que na visão dos sindicalistas acaba com Autonomia Universitária. A posição das entidades é que a reitoria não deve aceitar o decreto. Vamos acompanhar o desfecho desta história que promete esquentar o clima na universidade.

Comente aqui


Aconteceu no dia 26 de março

Aqui no blog começamos hoje. Confira o que aconteceu no dia 26 de março:

1827: Morreu aos 56 anos, surdo e atormentado, Ludwig van Beethoven, para muitos o maior de todos os compositores.

1871: A Comuna de Paris elegeu seu Conselho Geral.

1903: O médico Oswaldo Cruz passou a dirigir a Saúde Pública do Rio; seu plano: atacar a febre amarela pelos mosquitos, a exemplo de Cuba.

1938:  A embaixada alemã queixou-se de hostilidade aos nazistas no Brasil.

1944: Na França ocupada, a Gestapo destrói o maquis (guerrilha) de Chères.

1953:  60 mil têxteis iniciam greve geral em SP. Tem adesão de 300 mil, apoiada em comitês de empresa, dura 1 mês, triunfa e renova o quadro sindical.

1962: O Movimento 26 de Julho e o Partido Socialista Popular se unem em um único Partido Comunista Cubano.

1968: A polícia de Franco prende centenas de militantes das Comisiones Obreras, despertando greves de protesto.

1986: Passeata de 1.500 operários pela ativação do estaleiro Emaq bloqueia a avenida Brasil, Rio.

1998: Pistoleiros matam em Paraupebas, PA, 2 líderes do MST, ao expulsar 520 famílias que ocupavam a fazenda Goiás 2. Em 29/3 a terra é reocupada.

1999: O prefeito Celso Pitta rompe com Maluf e sai do PPB, em meio a escândalo que abalou a direita malufista de SP.

1999: Dia do fora FHC – Dia nacional de protesto, em várias cidades, convocado pelo foro Terra Trabalho e Cidadania. Em S. Paulo, manifestação com 15 mil é alvo de provocações da polícia, que agride militantes.

2000: Marcha de 1 milhão em Cuba, inclusive Fidel, contesta o bloqueio norte-americano.

Comente aqui