Paraná tem o pedágio mais caro do mundo

Desde a zero hora de hoje, estamos pagando 5,72% a mais no valor do pedágio. É mais um aumento sem contrapartida das concessionárias.  É mais um assalto contra o nosso bolso. O roubágio.

O blogueiro de Curitiba, Esmael Morais, escreveu um interessante post intitulado “Paraná tem pedágio mais caro do mundo. Novo reajuste autorizado por Richa desmoraliza CPI na Assembleia”, que reproduzo abaixo:.

O governador Beto Richa (PSDB) autorizou novo aumento nas tarifas do pedágio a partir deste domingo, 1º de dezembro, antecipando o presente de Natal às concessionárias das rodovias que cortam o Paraná. Quem paga a conta, como sempre, é o usuário das estradas privatizadas ainda no governo Jaime Lerner.

Uma “ingênua” descida de 100 km até às praias paranaenses pela a BR-277 custará R$ 15,40 para ir e R$ 15,40 para voltar de Curitiba, por exemplo. A ida e volta sairá por R$ 30,80, portanto, se configura o pedágio mais caro do mundo.

O governo do estado autorizou a Agência Reguladora de Serviços Públicos Delegados de Infraestrutura do Paraná (Agepar) e o Departamento de Estradas de Rodagem (DER), órgãos do governo do estado, que deveria zelar pelo usuário das rodovias, a concederem reajuste médio de 5,72% às concessionárias que exploram as 27 praças de pedágio.

Com o aumento de amanhã, Richa se mostrou “insensível” aos apelos dos deputados estaduais que compõem a CPI do Pedágio. Na prática, o tucano os fez de patetas. Poder-se-ia chamar aquela comissão, de agora em diante, de “CPI dos Patetas”.

O governador Beto Richa tem se revelado um bom advogado das concessionárias de pedágio. É bom recordar, inclusive, que ele levou pleitos das pedageiras até a presidenta Dilma que o fez “caminhar” ao dizer não à renovação de concessões . Na sequência, “inaugurou” mais praças de pedágios na PR-445 (entre Londrina e Mauá da Serra) e na PR-323 (entre Maringá e Guaíra). Além disso, o tucano retirou da Justiça ações “ganhas” contra as concessionárias.

Sobre aos serviços das concessionárias de pedágio no Paraná, várias entidades técnicas, dentre as quais o Crea, têm relatórios apontando que os usuários das rodovias privatizadas vêm sendo roubados há 15 anos com a anuência ou conluio do poder público.

Órgãos de controle, como Tribunal de Contas da União (TCU) e Tribunal de Contas do Estado (TCE), vinham recomendando a redução das tarifas porque obras previstas em contratos não foram executadas. Ou seja, ter-se-ia argumentos de sobra até mesmo para que o estado encampasse as rodovias.

E agora, qual será a reação da CPI dos Patetas? Nunca é demais lembrar que essa comissão já havia afrouxado o sutiã quando se recusou a quebrar sigilos fiscais, bancários e telefônicos nas suas “investigações”. Também é salutar destacar que esse colegiado foi criado justamente no Dia Internacional da Pizza.

Quem quiser acessar o original: http://www.esmaelmorais.com.br/2013/11/parana-tem-pedagio-mais-caro-do-mundo-novo-reajuste-autorizado-por-richa-desmoraliza-cpi-na-assembleia/

5 comentários sobre “Paraná tem o pedágio mais caro do mundo

  1. Nilson Neves de Souza 1 de dezembro de 2013 13:37

    Pergunto: e quem é macho de resolver o problema…se não consegue ô….to cansado de falarem falarem deixem de baboseiras….ninguém resolvem nada…por isso digo…também como o pão que o diabo massa com o rabo….mas pelo menos não voto em ninguém faz tempo……Pais de políticos vagabundo ninguém vale nada

  2. Paulo Roberto 2 de dezembro de 2013 3:46

    Tudo bem que tenha pedágio caro mas outros impostos deveriam ter sua extinção.

  3. JOTA GOMES DA SILVA 2 de dezembro de 2013 13:29

    votaram no tucano beto richa, tomaram no roubagio

  4. Renato 3 de dezembro de 2013 2:33

    Quando é que vamos nos organizar e por essas porcarias no chão?!

  5. Eduardo 21 de dezembro de 2013 22:47

    Não temos o pedágio mais caro do mundo, a menos que o mundo a que se refere o colunista seja aquele que – como todo provinciano – começa em Caiobá e termina no Barigui. Mais caro que o “caro pedágio provinciano” é o da Golden Gate. É só ampliar os horizonte, cara pálida. Os pedágios do PR são herança do grande curitibano Jaime Lerner, e não do Beto Richa, que é obrigado a cumprir o contrato sob pena de ser responsabilizado., enquanto isso, JL …

Deixe um Comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.


3 − = 2