Beto Richa corta o salário dele próprio

O governador Beto Richa tem se mostrado um gestor de imprevisibilidades. Numa atitude acertada, em virtude da crise financeira que asssola o Paraná, ele resolveu hoje cedo,   comunicar oficialmente que nem ele, nem a vice Cida Borghetti (Pros) e os secretários estaduais receberão os salários referentes ao mês de janeiro. 

É fato que pelo decreto,  isto não quer dizer que o salário do governador e dos secretários foram cancelados. A remuneração de janeiro pode ser paga nos próximos meses, conforme a situação fiscal do Paraná melhore.

Esta decisão veio após repercutir nacionalmente, a notícia de que o salário de Richa era o maior entre todos os 27 governadores do Brasil. O governador do Paraná passou a receber em janeiro R$ 33,7 mil, como decorrência do aumento do subsídio dos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF). O salário do governador é atrelado ao dos ministros. A vice-governadora recebe 95% do salário de Richa. E os secretários recebem cada um R$ 23,6 mil.

Uma Lei estadual de 2007 determina que o governador do Paraná deve receber o mesmo salário dos Ministros do Supremo Tribunal Federal, o teto do funcionalismo público. Com isso, o chefe do executivo paranaense é o governador mais bem pago de todo o Brasil.

Deixe um Comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.