Mês: julho 2015



Fatos discordam de suposições da imprensa sobre reunião de Dilma

FONTE: BRASIL 247

Jornalista Luis Nassif compara as “suposições” feitas pela jornalista Vera Magalhães, da Folha, que não estava presente no encontro entre a presidente Dilma e os governadores ontem em Brasília, com os fatos que realmente aconteceram na reunião; segundo Nassif, “o gossip”, jornalistas que recheiam seus artigos com “meras impressões pessoais”, “tem sido fartamente utilizado para desqualificar qualquer ato de Dilma”

images-cms-image-000448639

247 – O jornalista Luis Nassif comparou nesta sexta-feira 31, no Jornal GGN, um texto da jornalista Vera Magalhães, da Folha de S. Paulo, a respeito do encontro da presidente Dilma Rousseff com os 27 governadores no Palácio da Alvorada ontem, com os “fatos” que efetivamente ocorreram na reunião. Ele lembra que Vera não estava presente, ao contrário dos repórteres que escreveram as outras matérias selecionadas por ele para efeito de comparação.

Para avaliar a comparação entre “fatos” e “suposições”, Nassif explica que “uma das formas de burlar o leitor é rechear um artigo com meras impressões pessoais – do gênero que os compêndios jornalísticos denominam de gossips – e atribuí-las a fontes, anônimas ou não. É diferente da análise propriamente dita, que exige raciocínio, levantamento de ângulos não percebidos pelo leitor”.

Segundo ele, “o gossip tem sido fartamente utilizado para desqualificar qualquer ato de Dilma, uma declaração solta, uma proposta política. Em vez de se debruçar sobre as implicações da atitude, montam-se análises superficiais baseadas no achismo, mas atribuídas a fontes em off para ganhar alguma verossimilhança”.

Leia aqui a íntegra do texto e confira a comparação, feita lado a lado, das informações do artigo de Vera e dos relatos dos repórteres que estavam no Alvorada.

1 Comentário


O que é a Selic?

A notícia é velha: Pela sétima vez seguida, o Banco Central (BC) reajustou os juros básicos da economia. Por unanimidade, o Comitê de Política Monetária (Copom) aumentou hoje (29) a taxa Selic em 0,5 ponto percentual, para 14,25% ao ano. Na reunião anterior, no início de junho, a taxa também tinha sido reajustada em 0,5 ponto.

Com o reajuste, a Selic retorna ao nível de outubro de 2006, quando também estava em 14,25% ao ano. A taxa é o principal instrumento do BC para manter sob controle a inflação oficial, medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA).

Mas não poderia deixar de perder este infográfico O que é a Selic? feito por Antonio Trindade e diagramado por Pedro Ivo de Oliveira, para Empresa Brasileira de Comunicação (EBC), que explica didaticamente como são tomadas as decisões relacionadas a taxa de juros e como impacta na vida da população. Confira:

infografia_selic

Comente aqui


Londrina é destaque na revista EXAME

O prefeito Alexandre Kireeff está de licença esta semana. Mas mesmo distante da Prefeitura não se desliga. Hoje no seu facebook, postou a matéria da revista Exame que mostra Londrina entre as “11 cidades que estão gerando empregos apesar da crise”. Conforme a revista, com base nos dados do CAGED, Londrina gerou um saldo positivo de 2 mil novos empregos de janeiro a junho de 2015.

Escreveu Kireeff: “Londrina está na lista!!! Apesar do cenário adverso, ainda estamos em uma condição difetenciada na geração de empregos. Vcs sabem que estou de licença essa semana, mas achei importante compartilhar essa matéria por aqui. Boa quinta-feira a todos!!!

O texto da revista Exame:

Quando se coloca na ponta do lápis quantas oportunidades profissionais foram abertas e quantas foram fechadas, mais de três mil cidades brasileiras terminaram o primeiro semestre com o saldo positivo na geração de empregos.
Isso, contudo, não foi suficiente para aplacar o encolhimento do mercado de trabalho nacional. No período, mais de 345 mil empregos foram cortados.

Dos 3 mil municípios que fecharam o semestre com o mercado de trabalho positivo, mais de 2 mil não criaram nem mesmo cem novos empregos.

Veja, nas imagens, as cidades que lideraram a geração de empregos no Brasil nos primeiros seis meses do ano. Mas não se iluda: o desempenho delas também foi tímido.

Os dados foram compilados por EXAME.com com base no saldo ajustado municipal do CAGED de junho de 2015.

Quem quiser acessar a matéria, o link é este: http://exame.abril.com.br/brasil/noticias/as-cidades-que-estao-gerando-empregos-apesar-da-crise

1 Comentário


Mais uma bordoada no povo: Sanepar sobe a tarifa a 3ª vez em 2015

Está na imprensa hoje: a partir de setembro, a tarifa da água e esgoto será reajustada em 8%. A autorização, publicada no Diário Oficial do Paraná de ontem (dia 29), configura a terceira alta no serviço de saneamento do estado em 2015. Em março, o reajuste anual foi dividido em duas partes: a primeira, em maio, de 6,5% e a segunda em julho, de 6%.

Em 30 de junho, a Companhia de Saneamento do Paraná (Sanepar) comunicou publicamente ao mercado, aos investidores e à Comissão de Valores Mobiliários (CVM) que pediu uma “revisão tarifária extraordinária” dos preços da água e do esgoto ao ente regulador do saneamento no Paraná, o Instituto das Águas. O aval foi dado pelo Instituto das Águas.

Na época do comunicado, a Sanepar chegou a explicar que o pedido de revisão da tarifa não poderia ser considerado um aumento por tratar-se de situação excepcional relacionada aos custos da energia – fator que, segundo a Companhia, impacta diretamente a operação da empresa. Anualmente, a Sanepar reajusta preços sempre em março.

Depois de ficar congelada entre 2005 e 2010, a tarifa da Sanepar voltou a subir quando Beto Richa assumiu o governo. Os reajustes foram de 16% em 2011, 16,5% em 2012, 6,9% em 2013 e 6,4% em 2014. Nesses quatro anos, o aumento acumulado foi de 53,7%. Acima, portanto, da inflação anual medida pelo IPCA – que variou 27% no mesmo período. 

 

Comente aqui


“Cadê meus R$ 7,5 milhões?”, questiona Romário

Romário vai à Suíça em busca dos R$ 7,5 milhões e não encontra o dinheiro que a Veja lhe atribuiu em reportagem. “Chateado”, ironizou o senador, que indicou que processará a revista: “agora, aqueles que devem, podem começar a contar as moedinhas, porque a conta vai chegar…”

romário revista veja suíça genebra

Romário “não acha” milhões na Suíça e ironiza Veja: chateado
O senador Romário Faria (PSB-RJ) está “chateado”. Depois de ser acusado pela revista Veja de ter R$ 7,5 milhões em uma conta não declara na Suíça, o parlamentar foi até Genebra tirar a história a limpo. Lá, descobriu que a bolada milionária não lhe pertence eutilizou a sua conta no Facebook para ironizar a Veja:

“Galera, bom dia!

Chateado!

Acabei de descobrir aqui em Genebra, na Suíça, que não sou dono dos R$ 7,5 milhões.

Aguardem mais informações…

Agora, aqueles que devem, podem começar a contar as moedinhas, porque a conta vai chegar de todas as formas.

Eu não finjo ser decente, não faço de conta ser sério e pareço ser correto. Eu sou!”

Em apenas duas horas, a publicação do Senador no Facebook já contava com mais de 100 mil curtidas e 10 mil compartilhamentos.

No último domingo, Romário já havia publicado uma nota oficial sobre a reportagem da Veja. Segundo o comunicado, o senador se mostrou bem humorado e disse que ficou “muito feliz com a notícia” e que, assim que possível iria “ao banco para confirmar a posse desta conta, resgatar o dinheiro e notificar a Receita Federal”.

“Estou me sentindo um ganhador da Mega Sena, só que do meu próprio honesto e suado dinheiro. Mas, como se trata da revista Veja, se a informação estiver errada não será nenhuma surpresa”, alfinetou Romário.

O senador, que chamou a revista de ‘cretina’, ainda negou que ande de Ferrari pelas ruas do Rio pois seu carro foi vendido em 2004.

1 Comentário


Vídeo: morador de rua é humilhado em abordagem da PM em Curitiba

Flagra: policiais usam de força desproporcional durante abordagem a morador de rua em Curitiba. Ao perceber que está sendo filmado, um dos PMs ainda tenta intimidar o autor do vídeo. Por fim, apenas moedas são encontradas com o homem humilhado e o policial tenta se justificar: “estamos fazendo isso para garantir a segurança do cidadão”
pm curitiba vídeo morador de rua

Um vídeo divulgado pela rede colaborativa Jornalistas Livres no último domingo (26) mostra um morador de rua recebendo uma abordagem policial truculenta na praça Santos Andrade, centro de Curitiba (PR).

Segundo a publicação, a gravação foi realizada por um grupo de amigos que passava pelo local no momento da ação da PM. Um carro da polícia militar parou na praça e mandou um morador de rua, carregando um saco cheio de latinhas, parar e colocar as mãos na cabeça.

O homem foi derrubado e teve o rosto encostado no chão. Ele só foi liberado depois que a dupla, em busca de drogas, não encontrou nada além de latas de alumínio e uma pequena bolsa que continha moedas.

Ao perceber que está sendo filmado, um policial tenta intimidar o autor da gravação. “Ei ei ei, p… estou fazendo o meu trabalho, pô!”, disse o policial. Em seguida, para justificar a violência contra o morador de rua, o policial diz que o homem havia ‘reagido’.

Por fim, o mesmo PM afirma, olhando para a câmera: “Nós estamos fazendo isso para garantir a segurança do cidadão aqui em Curitiba”.

Vídeo:

 
1 Comentário


Os 10 senadores mais faltosos em 2015

Dez senadores faltam a mais de um quarto das sessões deliberativas no primeiro semestre. Campeão de ausências não justificadas é um dos líderes da bancada evangélica que afirma combater a “ditadura gay” e lutar contra “ideologia de gênero”

magno malta faltas senado federal
Magno Malta (PR-ES) lidera o ranking, com 19 faltas em 50 sessões. José Maranhão (PMDB-PB) e Paulo Bauer (PSDB-SC) também ficaram entre os mais ausentes, mas tiveram razões médicas para isso (divulgação)
No primeiro semestre deste ano, dez senadores faltaram a 13 ou mais sessões deliberativas. Isto é, a reuniões do Plenário a que todos os 81 integrantes do Senado eram obrigados a comparecer para deliberar sobre a adoção ou alteração de normas legais.

O número de ausências desses parlamentares equivale a pelo menos 26% – ou mais de um quarto – das 50 reuniões nas quais a presença dos parlamentares era obrigatória. As informações são do Congresso em Foco.

O mais ausente foi José Maranhão (PMDB-PB). Dezoito das suas 22 faltas, porém, tiveram razões médicas. O senador, que completará 82 anos em 6 de setembro, teve dengue, doença que o impossibilitou de participar de grande parte das decisões tomadas pelo Senado desde o início do ano.

Assim, quem mais chamou atenção na liderança do ranking dos faltosos foi o segundo colocado, o senador Magno Malta (PR-ES), da bancada evangélica, com 19 ausências, ou seja, 38% do total de sessões realizadas. Quase todas as faltas (16) foram“justificadas”.

Justificativas?

Uma explicação é necessária aqui. As generosas regras do Senado e da Câmara permitem que praticamente tudo justifique as faltas dos senadores e deputados. Servem um seminário no exterior ali, um evento próximo aos redutos eleitorais acolá, bastando caracterizá-lo como “atividade parlamentar externa”ou “missão parlamentar”.

Também se tornaram frequentes, nos últimos anos, atividades itinerantes de órgãos permanentes ou temporários do Congresso, em diferentes cidades do país. Nesses casos, a orientação oficial é para que nenhuma atividade seja marcada em dia e horário de sessão deliberativa.

Somente em junho, Magno Malta deixou de comparecer a oito sessões seguidas. Sua assessoria alega que isso ocorreu em razão das reuniões que ele realiza pelo país afora, seja na condição de presidente da CPI das Próteses, seja como porta-voz de setores evangélicos que defendem a criminalização do aborto e a “ideologia de gênero”.

VEJA TAMBÉM: Os 5 senadores que não faltaram a nenhuma sessão em 2015

A expressão é usada pelo senador e sua equipe para designar aquilo que os movimentos de mulheres ou de lésbicas, gays, bissexuais e transgêneros (LGBT) chamam – no Brasil e em todo o mundo ocidental – de liberdades individuais. Um dos principais líderes evangélicos do Parlamento brasileiro, Magno Malta chegou a sonhar com a candidatura presidencial no ano passado.

Conheça quais foram os dez senadores que menos assinaram a lista de presença em 2015:

1. José Maranhão (PMDB-PB)
2. Magno Malta (PR-ES)
3. Roberto Rocha (PSB-MA)
4. Ricardo Ferraço (PMDB-ES)
5. Sérgio Petecão (PMN-AC)
6. Paulo Bauer (PSDB-SC)
7. Douglas Cintra (PTB-PE)
8. Ivo Cassol (PP-RO)
9. Zeze Perrella (PDT-MG)
10. Gladson Cameli (PP-AC)

FONTE: PRAGMATISMO POLÍTICO

Comente aqui


29 de julho: ato no calçadão comemora aniversário de Beto Richa

 

O movimento popular Fora Beto Richa realiza amanhã no calçadão um ato para lembrar o 29 de abril de 2015, quando o governo do Estado promoveu o massacre contra os servidores públicos no Centro Cívico, em Curitiba, em uma mega operação policial resultando em 213 trabalhadores feridos.

O detalhe é que amanhã, o governador Beto Richa comemora 50 anos. É claro que o aniversário de Beto não passará despercebido pelos manifestantes. Quem puder compareça. O convite é aberto a todos!

11753720_1025568567462008_6921637265250584888_n

Comente aqui


Site ensina como estuprar mulheres em diversas ocasiões; denuncie

FONTE: Pragmatismo Político
Site divulga ‘guia completo’ para estuprar mulheres em festas, escolas e um específico para mulheres homossexuais: “estuprar lésbicas é questão de honra, glória e bem-estar social”. Apesar do conteúdo criminoso, site continua no ar. Para que seja removido e os autores punidos, é necessário denunciar. Saiba como
estuprar-lesbicas 

Surfando na cada vez maior onda de ódio que assola o país – refletida em linchamentos e patrulhas ideológicas agressivas –, alguns indivíduos perderam completamente os limites do tolerável.

Um deles é o autor da página Tio Astolfo. O clima de indignação com o site tomou conta das redes sociais nesta segunda-feira (27).

A internauta Marianna Ribeiro diz estar chocada com as barbaridades expostas no site. “Impressionada com o seu conteúdo imundo. Irei denunciá-la à Polícia Federal agora”. Já Nichele Nayara pede punição aos responsáveis pelo site. “Essa pessoa merece cadeia”, afirma.

No Brasil, crime de estupro se caracteriza por constranger alguém, mediante violência ou grave ameaça, a ter conjunção carnal ou a praticar ou permitir que com ele se pratique outro ato libidinoso.A pena de reclusão é de 6 a 10 anos.

Caso o ato resulte em lesão corporal de natureza grave ou se a vítima é menor de 18 ou maior de 14 anos, a pena é a reclusão de 8 a 12 anos. Se a conduta resulta em morte, a pena é a reclusão, de 12 a 30 anos.

Diversos internautas estão se mobilizando nas redes sociais para denunciar o site “Tio Astolfo”.

Saiba como denunciar

A Policia Federal investiga os crimes on-line e disponibiliza um link em sua página (veja aqui) para receber as denúncias.

O Humaniza Redes, criado pelo Governo Federal para denunciar os crimes de internet, também disponibiliza um link (aqui) para denunciar os crimes on-line.

A ONG Safernet também recebe esse tipo de queixa (aqui) e encaminha para os órgãos responsáveis.

VEJA TAMBÉM: O dia em que jovens mulheres se ‘rebelaram’ contra uma revista

Laís Gouveia, Vermelho

Comente aqui


Debate contra redução da maioridade penal em Londrina

O Comitê contra a Repressão e Criminalização dos Movimentos Sociais de Londrina promove debate contra a redução da maioridade penal, amanhã (terça-feira), dia 28 de julho, às 19h30, na Sala de Eventos do Centro de Ciências Humanas (CCH), na Universidade Estadual de Londrina (UEL).

Debaterão o tema as professoras do departamento de Serviço Social da instituição, Andréa Pires Rocha e Eliana Santos e do MC Banana Flow, do Movimento Hip Hop de Londrina. O debate é gratuito e aberto à participação da comunidade.

Comente aqui