Contrato com Missaka e concurso da Sercomtel também estão no MP

Outras duas investigações estão sob a responsabilidade da Promotora Sandra Regina Koch.

Uma é a denúncia do Observatório de Gestão Pública para apurar irregularidades em licitação feita pela Prefeitura de Londrina no ano de 2014, onde consta como vencedora a empresa Missaka Alimentação.

É o inquérito civil de número 0078.15.000326-3.

A empresa que fornece alimentação na Maternidade Municipal Lucilla Ballalai e nos Centros de Atenção Psicossocial (Caps) foi alvo de uma auditoria da Controladoria-Geral do Município, que detectou 14 pontos irregulares no contrato, entre eles diversas discrepâncias entre os valores mensal, anual e total do contrato, gerando prejuízo anual de R$ 109 mil em apenas um dos itens analisados.

E a segunda investigação sob a batuta da Sandra Koch é o procedimento preparatório 0078.15.003511-7 e apura suposta irregularidade com relação ao concurso público edital 001/2015 para o provimento do cargo de Profissional Mercadológico – Publicidade  e Propaganda, realizado pela Sercomtel.

Na investigação o fato de que a primeira colocada no concurso seria funcionária já contratada pela Sercomtel que teria feito concurso para nível médio e alcançado a 323ª posição ao passo que no concurso de nível superior ficou em primeiro lugar.

Um comentário sobre “Contrato com Missaka e concurso da Sercomtel também estão no MP

  1. Eleitor técnico 30 de janeiro de 2016 11:43

    Ué?? Essa não é a empresa que tinha problemas anteriores?? O prefeito vive falando que tudo estava errado nas administrações anteriores, porque assinou contrato com essa empresa?? Pura técnica

Deixe um Comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.