Mês: dezembro 2016



Receita de Ano Novo. Feliz 2017!

Pessoal, boa passagem de ano para todos os leitores e leitoras do blog. Amanhã estamos de volta. Dia normal de trabalho com muita informação.

Para fechar a noite, um poema de Carlos Drummond de Andrade:  

Para ganhar um Ano Novo 
que mereça este nome, 
você, meu caro, tem de merecê-lo, 
tem de fazê-lo novo, eu sei que não é fácil, 
mas tente, experimente, consciente. 
É dentro de você que o Ano Novo 
cochila e espera desde sempre.

Faça a “Receita de Ano Novo” e com certeza seu 2017 será muito mais feliz! Abraços. E boas festas!

Comente aqui


Eleição do presidente da Câmara de Vereadores de Londrina

Além da posse dos vereadores, amanhã também acontece a eleição da Mesa Executiva.

Conforme informações da assessoria de imprensa da Câmara, de acordo com o Regimento Interno do Legislativo e depois de encerrada a instalação da 17ª Legislatura, o plenário vai deliberar sobre a realização da Sessão Preparatória para eleição da Mesa Executiva que neste caso poderá ser imediata ou em prazo que não ultrapasse 48 horas da solenidade de posse. Na mesma sessão, os vereadores também deverão indicar os integrantes das 12 comissões permanentes do Legislativo.

A Mesa Executiva do Legislativo é composta por presidente, vice-presidente, 1º, 2º e 3º secretários e deverá ser eleita pelo voto da maioria absoluta dos vereadores (10 votos) em 1° escrutínio ou maioria simples em 2° escrutínio. A votação é nominal e aberta e o resultado elegerá cinco parlamentares que dirigirão os trabalhos legislativos e os serviços administrativos da Câmara Municipal de Londrina no biênio 2017-2018.   

De acordo com a Folha de Londrina, dois vereadores se apresentaram para a  disputa: Mário Takahashi (PV) e o professor Rony (PTB), que já foi presidente. Vamos aguardar. Porque tudo pode acontecer!

Comente aqui


Posse de Marcelo na Prefeitura de Londrina e dos 19 vereadores

A Sessão Solene de Instalação da 17ª Legislatura e posse dos vereadores eleitos para o mandato de 2017 a 2020; do prefeito eleito, Marcelo Belinati (PP) e do vice-prefeito eleito João Mendonça (PMDB) terá início às 18 horas de amanhã, domingo (1° de janeiro), no plenário do Legislativo Londrinense. A solenidade será dirigida pelo vereador eleito mais idoso, Pastor Gerson Araújo (PSDB), 74 anos.

São esperados  700 pessoas para a solenidade, sendo que 500 convidados terão acesso à sala das sessões e galerias mediante apresentação de convites previamente distribuídos. Para atender a população que comparecer a sede do Legislativo na data do evento, estão reservados 200 lugares defronte ao estacionamento da Câmara de Vereadores. No local será instalada uma tenda, um telão além de cadeiras e a ocupação dos assentos obedecerá à ordem de chegada ao evento. A solenidade também será transmitida online por meio do site www.cml.pr.gov.br.  

Ritual de posse – Na condução da solenidade, Gerson Araújo vai seguir o rito previsto no Regimento Interno do Legislativo e na Lei Orgânica do Município, dando posse primeiro aos vereadores e, na seqüência, ao prefeito e vice-prefeito. Antes disso, Araújo vai designar entre os vereadores eleitos, dois secretários para auxiliá-lo na condução dos trabalhos. Posteriormente anunciará a execução do Hino Nacional Brasileiro pela Orquestra de Metais de Londrina e a leitura do texto bíblico.

O presidente da sessão dará prosseguimento à solenidade e o vereador com maior número de mandatos será convidado para fazer a leitura do “Compromisso de Posse”. Em seguida, o presidente fará a chamada nominal dos vereadores que deverão confirmar o juramento com a frase “Assim o prometo”, para posterior assinatura do Termo de Posse.  

Investidos na função de vereadores e de vereadora da cidade de Londrina, os parlamentares darão início ao ritual de posse do prefeito e do vice-prefeito. Para tanto, Gerson Araújo nomeará uma comissão de vereadores para conduzir ao plenário Marcelo Belinati e João Mendonça que individualmente farão a leitura do Compromisso de Posse, assinatura do termo e serão declarados oficialmente prefeito e vice-prefeito de Londrina. Terá início, a partir deste momento, a fase dos pronunciamentos, oportunidade na qual será concedida a palavra por 15 minutos ao prefeito empossado e por cinco minutos ao vice-prefeito e aos vereadores.

Finalizados os discursos, a Orquestra de Metais executará o Hino a Londrina e o presidente encerrará a sessão solene convidando os presentes para se dirigirem ao prédio da prefeitura, onde a partir das 19h30 será realizado o ato solene de transmissão de cargo do atual dirigente do Executivo, Alexandre Kireeff (PSD) para o prefeito empossado Marcelo Belinati. Com informações da assessoria de imprensa da CML.

Comente aqui


Luiz Figueira será assessor executivo para Projetos Estratégicos da Prefeitura

Luiz Penteado Figueira de Mello, que integrou a Equipe de Transição do prefeito eleito Marcelo Belinati, será o assessor executivo para Projetos Estratégicos da Prefeitura de Londrina a partir de 1º de janeiro de 2017.  

Luiz  Figueira é Agrônomo e especialista em Ciência Política e Desenvolvimento Estratégico. Tem experiência na área de Planejamento Urbano e Regional, idealizador dos Projetos “Arco Norte” e “Acquametropole”. Foi Presidente do IPPUL e do Instituto Ecometrópole. É membro fundador do Fórum Desenvolve Londrina e Conselheiro da Agência de Desenvolvimento Regional Terra Roxa.

Comente aqui


Gustavo Richa é o novo coordenador do Procon Londrina

FOTO: Câmara Municipal de Londrina

O prefeito eleito Marcelo Belinati confirmou hoje (dia 30), que o atual vereador Gustavo Richa (PSDB) será o novo coordenador do Procon de Londrina, a partir de 1º de janeiro de 2017. Advogado, Gustavo é primo de Beto Richa (PSDB). Do mesmo partido do governador, ele não conseguiu a reeleição na disputa eleitoral deste ano. Ele fez 2.486 votos, sendo o 22º candidato mais votado da cidade.

Comente aqui


Marcelo consegue liberar mais de R$ 2,4 milhões em emendas para Londrina e região

Informações da assessoria de imprensa

Faltando poucas horas para entregar o mandato de Deputado Federal e assumir a Prefeitura de Londrina, Marcelo Belinati anuncia a liberação, ocorrida durante o mês de dezembro, de diversas emendas federais apresentadas por ele para Londrina e região. A maior parte dos R$ 2.455.000,00 pagos é voltada para a saúde, principalmente de Londrina.

Para o Fundo Municipal de Saúde de Londrina, foram liberados R$ 230.000,00 para aquisição de equipamentos e materiais para as 52 Unidades Básicas de Saúde (UBSs). Estes recursos servirão para a compra de computadores (notebooks), esfigmomanômetro, estetoscópio, projetor multimídia (Datashow) e ventilador de teto.

Também houve a liberação de R$ 551.000,00, pelo Fundo Municipal de Saúde – Atenção Especializada – de um total de R$ 700.000,00. Este valor foi para aquisição de equipamentos e material permanente para a Maternidade Lucilla Balalai, SAMU, CAPS AD Espaço Vida Comunidade Terapêutica. CAPS I Núcleo de Atenção Psicossocial à Criança e Adolescente, CAPS III Centro de Atenção Psicossocial.

A emenda de R$ 940 mil do Orçamento 2016 beneficiando o Hospital Anísio Figueiredo (Hospital Zona Norte) e o Hospital Eulalino Ignácio (Hospital Zona Sul), também já foi liberado e pago.

A Prefeitura de Uraí, por sua vez, recebeu R$ 100.000,00 pagos pelo Ministério de Desenvolvimento Social. Deste mesmo Ministério foram liberados R$ 100.00000 para o Município da Lapa para aquisição de um computador e um veículo para atender o CREAS.

Também foram liberados R$ 100.000 para o Lar Padre Leone, de Ibiporã, e o mesmo valor para o Lar Sagrada Família de Apucarana.

Pelo Ministério da Saúde, as prefeituras de Miraselva e de Santa Mariana receberam R$ 100.000,00 cada uma.

E a APAE de São Jerônimo da Serra recebeu, do Ministério do Desenvolvimento Social, valor de R$ 134 mil para aquisição de uma VAN adaptada.

1 Comentário


Transição aponta números com projeção de déficit de R$ 141 milhões no Orçamento para 2017

FOTO: Matheus Thum

Informações da assessoria de imprensa

A Equipe de Transição do Prefeito eleito Marcelo Belinati prestou contas dos estudos realizados sobre a atual situação da Prefeitura de Londrina e conforme os números apresentados, o Prefeito eleito Marcelo Belinati vai herdar a Prefeitura com estimativa de déficit de R$ 141 milhões no orçamento de 2017, aprovado pela Câmara Municipal.

Participaram da coletiva de imprensa os integrantes da Equipe, Marcelo Canhada, Moacir Sgarioni, Junker Grassiotto, Edson Antônio de Souza, além do assessor jurídico, Marcelo Cortez. O ato finalizou os trabalhos da transição iniciados em 9 de outubro. Foram dois meses e 20 dias de trabalho, em que foram feitas dezenas de reuniões pelas 29 secretarias e órgãos municipais, com intensa troca de informações.

Conforme Marcelo Canhada, que assumirá a Secretário Municipal de Governo, todas as informações trazidas pela transição foram coletadas no Portal oficial da Prefeitura; em respostas a ofícios encaminhados pela Equipe de Transição à Administração; direto nas 29 secretarias e órgãos municipais; e no Orçamento 2017 aprovado pela Câmara Municipal na última semana.

Canhada destacou o protagonismo da Equipe de Transição desempenhado no debate do Orçamento de 2017, junto aos vereadores, para diminuir a estimativa de déficit no orçamento. Os resultados destas intervenções contribuíram para a redução na projeção déficit, calculado inicialmente em R$ 300 milhões, ficou no valor de R$ 141 milhões. “É determinação do prefeito Marcelo e nosso compromisso, cortar despesas e aumentar receitas para fazer frente a este déficit”, afirmou.

O servidor Edson Antonio de Souza, que acumulará as secretárias Municipais de Fazenda e Planejamento, explicou os pontos que a Equipe analisou para resultar nesta projeção de déficit de R$ 141 milhões. Entre problemas que devem ser sanados no primeiro ano da administração Marcelo Belinati estão os depósitos de Precatórios 2016 e 2017; Passe Livre; contrapartidas de obras como Arco Leste, Super Bus, Aminthas de Barros e Faria Lima; Fundo de Urbanização de Londrina; Sercomtel, entre outros.

Além da questão orçamentária, Edson Antonio de Souza destacou outros pontos que preocuparam a Equipe de Transição:

a) Contratos de Serviços de Limpeza Pública (Coleta de Lixo, Capina e Roçagem, Cooperativos, entre outros), renovados somente até julho/2017, por falta de recursos.

b) Sercomtel – apontamento feito pelo Presidente da necessidade de aporte financeiro da quantia de aproximadamente R$ 2 milhões ao mês, nos próximos quatro anos, cabendo a Município aproximadamente R$ 25 milhões/ano.

c) Sercomtel – Projeção de déficit para 2016 de aproximadamente R$ 16 milhões e para o período de 2013 a 2016 de aproximadamente R$ 68 milhões.

d) Aluguéis – O Município paga mensalmente R$ 262 mil a título de aluguéis/mês, que totalizam R$ 3 milhões/ano.

e) CAAPSML – A Junção de Massas resolveu o problema de aporte financeiro apenas para 2017. A partir de 2018 o Município deverá iniciar os aportes financeiros necessários para o reequilíbrio do Fundo Previdenciário.

f) Funções de Chefia – Elevado número de Funções Gratificadas (Cargos de Chefia), que variam de R$ 800,00 a R$ 1.600,00, totalizando R$ 2.590.000,00/mês.

g) Projetos de Leis Aprovados:

            g1) Alteração Parcial da Lei Orçamentária;

            g2) Junção de Massas.

h) Relatos dos Servidores de Falta:

            h1) Falta de Servidores, em especial na Saúde e na Educação;

            h2) Equipamentos de desatualizados;

            h3) Deficiência na informatização;

            h4) Falta materiais de consumo (combustível, material de escritório, etc).

Na próxima terça-feira (3/1), a Equipe de Transição entregará ao prefeito Marcelo Belinati os relatórios com objetivo de contribuir com a administração do novo prefeito.

Comente aqui


Deputado Federal Alex Canziani faz live no Face

O deputado Federal  Alex Canziani vai fazer um live no seu perfil no Face, daqui a pouco, às 18h30, para fazer a avaliação do ano; falar das suas expectativas para a educação no país, estado e cidades; dos novos prefeitos e vereadores, que tomam posse neste domingo e também sobre a “Olimpíada de Matemática”. É a sexta vez que Alex faz live para comunicar diretamente com a população. Acesse: #alexliveaovivo, #AlexCanziani

Comente aqui


Equipe de Transição de Marcelo Belinati faz balanço dos trabalhos realizados

Informa a assessoria de imprensa, que os integrantes da Equipe de Transição do Prefeito eleito Marcelo Belinati realizam, na manhã desta sexta-feira (30/12), às 10h, uma coletiva de imprensa para prestação de contas dos estudos sobre a atual situação da Prefeitura de Londrina. O ato finaliza os trabalhos iniciados em outubro. A entrevista será realizada na Rua Belo Horizonte, 1683 (próximo da Avenida JK), em Londrina. Integram a Equipe de Transição os seguintes profissionais: Marcelo Canhada, Moacir Sgarioni, Junker Grassiotto, Luiz Figueira de Melo e Edson Antônio de Souza.

Comente aqui


Nova tarifa do transporte coletivo a partir de domingo: R$ 3,80

A administração Alexandre Kireeff anunciou hoje a nova tarifa de ônibus do transporte coletivo em Londrina. A partir de domingo, 1º de janeiro de 2017, a tarifa será de R$ 3,80, vinte centavos a mais do que a praticada atualmente (R$ 3,60). O reajuste de 5,55% ficou abaixo da inflação registrada no período. Já o Psiu teve o valor alterado para R$ 4,95.

De acordo com os estudos feitos pela CMTU, a planilha de custos leva em conta gastos como combustíveis e despesas de pessoal, o valor ficaria em R$ 3,53. No entanto, o município é obrigado por lei a inserir 7,5% de lucratividade das empresas. Segundo a empresa, 52,1% da tarifa é composta por despesas com pessoal. Outros 15% correspondem a combustível, 7,4% a impostos e 6,3% de depreciação.

O transporte coletivo de Londrina atende cerca de 80 mil passageiros por dia.

Este foi o sétimo aumento da tarifa no governo Kireeff. Ao assumir o mandato, em 1 de janeiro de 2013, o atual prefeito herdou a tarifa em R$ 2,20. Entrega o governo para o seu sucessor com a tarifa em R$ 3,80. Os aumentos do governo Kireeff foram nas seguintes datas:

– Fevereiro de 2013 – R$ 2,45
– Julho de 2013 – R$ 2,40
– Janeiro de 2014 – R$ 2,65
– Janeiro de 2015 – R$ 2,95
– Abril de 2015 – R$ 3,25
– Janeiro de 2016 – R$ 3,60
– Dezembro de 2016 – R$ 3,80

Comente aqui