Domingos Fraga: Caso Bretas mostra que juízes não são melhores que políticos

O colunista Domingos Fraga, do portal R7, mostra como o juiz federal Marcelo Bretas ilustra a hipocrisia que ronda o nosso Judiciário. “Com Com o esfacelamento da classe política, muitos brasileiros passaram a ver no Judiciário o guardião da nossa virtude. Nada mais falso”, diz Fraga.

“Marcelo Bretas está aí mesmo para jogar na cara dos mais ingênuos que um juíz é apenas um ser humano”, acrescenta o colunista. O jornal Folha de S.Paulo publica nesta segunda (29) que, apesar da mulher dele ser juíza, e, portanto, ter direito a um auxílio-moradia no valor de R$ 4.377, 73 por mês, Bretas embolsa a mesma quantia.

Um casal ganhar duas vezes o auxílio-moradia pareceu exagerado até para o Conselho Nacional de Justiça, que vedou a prática. Bretas, no entanto, recorreu à Justiça e ganhou (obviamente)  o direito de também receber o benefício. Incomodado com as críticas, O magistrado se defendeu no Twitter.

O auxílio-moradia pagos aos juízes e membros do Ministério Público, sabemos todos, é  uma gambiarra encontrada por eles para ganharem acima do teto do funcionalismo. Mais de 30 mil magistrados são beneficiados pelo auxílio-moradia, que suga do erário R$ 1,6 bilhão anualmente. “Marcelo Bretas sem querer prestou um grande benefício ao País”, conclui Fraga.

Confira a íntegra da coluna aqui:

Deixe um Comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.