Prefeitura trabalha para recolher galhos e árvores caídas por conta das chuvas

A Companhia Municipal de Trânsito e Urbanização (CMTU) dá sequência, neste sábado (20), nos trabalhos de remoção de árvores caídas, desobstrução de vias, monitoramento do trânsito e conserto de semáforos. Seis equipes de operários e 10 caminhões darão continuidade dos trabalhos na região norte, a partir das 7h30. Segundo a  Defesa Civil,  214 arvores caíram com as últimas chuvas em Londrina.

De acordo com o NCOM,  as atividades, iniciadas na última quarta-feira (17) depois que fortes chuvas e vendavais atingiram Londrina,  já retiraram cerca de 250 caminhões de resíduos das ruas das regiões do Shangri-lá, Bandeirantes, Sabará, Hilda Mandarino, Ouro Verde e nas imediações do Autódromo Internacional Ayrton Senna.

Comente aqui


Fux manda arquivar investigação sobre Canziani

A pedido da procuradora-geral da República Raquel Dodge, o ministro do Supremo Tribunal Federal, Luiz Fux, determinou o arquivamento do Inquérito 3.544 que mencionava o deputado federal Alex Canziani (PTB) a respeito de um convênio do Ministério do Turismo ocorrido em 2012. O episódio foi bastante explorado contra Canziani durante sua campanha ao Senado. Ele acabou ficando em quarto lugar na disputa.

Alex Canziani lamenta que a decisão tenha saído somente agora, nesta semana, depois da eleição. Durante a campanha o caso acabou repercutindo mal perante a opinião pública e prejudicou bastante o candidato petebista na busca por uma das duas vagas ao Senado.

Comente aqui


Ex-deputado André Vargas tem liberdade condicional

Informações de André Richter – Repórter da Agência Brasil  

O ex-deputado federal André Vargas, condenado em uma das ações penais da Operação Lava Jato, ganhou liberdade condicional hoje (19). Vargas está preso desde 2015 do ano passado no Complexo-Médico Penal em Pinhais, região metropolitana de Curitiba.

A condicional foi autorizada após o ex-parlamentar cumprir mais de um terço da pena de 13 anos e dez meses de prisão definida pelo juiz federal Sérgio Moro nas primeiras fases da Lava Jato.

De acordo com a juíza responsável pelo caso, Vargas tem direito do benefício por ter cumprido os requisitos previstos na legislação, como comportamento satisfatório durante o cumprimento da pena e bom desempenho no trabalho destinado aos detentos.

Ao deixar a prisão, André Vargas deverá cumprir regras estabelecidas pela Justiça para manter o benefício, como proibição de sair da cidade de domicílio e não sair de casa após às 23h.

Em dezembro de 2014, o mandato de André Vargas foi cassado pela Câmara dos Deputados. Os parlamentares decidiram retirar seu mandato pelo envolvimento em negócios com o doleiro Alberto Youssef, preso pela Polícia Federal na Lava Jato, por participação no esquema de desvios em obras da Petrobras.

Comente aqui


TSE abre ação para investigar suspeita contra campanha de Bolsonaro

O ministro do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) Jorge Mussi abriu hoje (19) ação para investigar suspeitas de uso de sistemas de envio de mensagens em massa na plataforma WhatsApp custeados por empresas de apoiadores do candidato à Presidência Jair Bolsonaro (PSL). O pedido foi feito pela campanha do candidato Fernando Haddad (PT).

Mussi rejeitou, no entanto, pedido de diligências como quebra de sigilo bancário, telefônico e de prisão dos supostos envolvidos, por entender que as justificativas estão baseadas em notícias de jornal e não podem ser decididas liminarmente.

Ontem (18), o jornal Folha de S. Paulo publicou reportagem segundo a qual empresas de marketing digital custeadas por empresários estariam disseminando conteúdo em milhares de grupos do aplicativo.

“Observo que toda a argumentação desenvolvida pela autora está lastreada em matérias jornalísticas, cujos elementos não ostentam aptidão para, em princípio, nesta fase processual de cognição sumária, demonstrar a plausibilidade da tese em que se fundam os pedidos e o perigo de se dar o eventual provimento em momento próprio, no exame aprofundado que a regular instrução assegurará”, decidiu o ministro.

Entre as diligências negadas estão a realização de busca e apreensão de documentos na sede da rede varejista Havan e na casa do dono da empresa e apoiador de Bolsonaro, Luciano Hang, além de determinação da prisão dele, caso fosse rejeitado acesso à documentação. O PT também queria que fosse determinado ao WhatsApp que apresentasse, em 24 horas, um plano contra o disparo de mensagens ofensivas em massa contra Haddad.

Apesar de negar as diligências, Jorge Mussi concedeu prazo para que a campanha de Bolsonaro possa apresentar defesa prévia. Com a decisão, os fatos serão investigados no decorrer normal do processo eleitoral no TSE.

Comente aqui


Prefeitura amplia a recuperação da malha asfáltica em Londrina

Informa o NCOM, que os serviços de asfaltamento realizados pela Prefeitura de Londrina continuam sendo executados em locais de todas as regiões da cidade. A Secretaria Municipal de Obras e Pavimentação (SMOP) divulgou nesta terça-feira (16) um balanço com dados atualizados sobre as atividades. Desde janeiro de 2017, até setembro de 2018, foram recuperados aproximadamente 140 km de asfalto em Londrina, somados os serviços de recape asfáltico, micropavimentação e de reperfilagem.

Neste período de um ano e nove meses, foram contempladas 303 ruas com as operações, compreendendo 49 bairros ao todo. Apenas em 2018, foram atendidos 24 bairros e 192 ruas, sendo que no ano anterior inteiro os serviços chegaram a 25 bairros e 111 ruas. De abril até setembro de 2018, houve crescimento na execução de asfalto em todos os meses inseridos nesta faixa. Em setembro, esse conjunto de ações possibilitou a execução de mais de 20 km em melhorias no asfalto, abrangendo as regiões leste, oeste, norte e sul de Londrina.

De acordo com o secretário municipal de Obras e Pavimentação, João Verçosa, as ações vêm beneficiando, gradativamente, moradores de vários bairros dentro do programa de recuperação da malha viária municipal, que avança mês após mês. “Atualmente, a Prefeitura possui dois contratos em andamento para realizar asfaltamento na cidade, além dos serviços próprios de reperfilagem e tapa-buracos. O programa de micropavimentação junto ao Cindepar, que está na Etapa 2, já proporcionou a execução de cerca de 80 km em asfalto desde 2017. Na área de recape asfáltico, o contrato com o governo estadual iniciado em junho deste ano terá 66 km concluídos em 10 meses”, informou.

Verçosa disse que o programa de revitalização asfáltica terá sequência e novos contratos estão sendo viabilizados para 2019, tanto para micropavimentação quanto para recape. “A ideia é continuar somando esforços e procurar atender o máximo possível de bairros. O Município está conseguindo obter os recursos e soluções para o asfalto com boa relação de custo-benefício. O programa está em crescimento e naqueles locais onde não é possível realizar uma recuperação mais efetiva, a Obras entra com a operação de tapa-buracos, que está com três novas máquinas à disposição para realizar os serviços”, completou.

Em setembro – O processo de recomposição asfáltica pela modalidade de micropavimentação possibilitou sozinho a execução, em setembro, de 13,9 km. Este serviço fornece mais capacidade de impermeabilização à pista, podendo ter vida útil de até cinco anos. As áreas totais em quilômetros realizadas pela Prefeitura podem variar de mês para mês, conforme a ocorrência de chuvas e outros fatores.

Da metragem total realizada em setembro, cerca de 4 km foram viabilizados por melhorias de recape asfáltico. Trata-se da categoria de intervenção viária que oferece condições para uma recomposição mais sólida do asfalto, formando uma pista com nível maior de qualidade e durabilidade. Sendo mais custoso, o formato é direcionado àquelas ruas e avenidas que estão mais deterioradas. Dessa forma, diversas vias que não recebiam tratamendo de asfalto adequado começam a ser atendidas, ganhando um novo visual e oferecendo mais segurança aos usuários.

Os outros mais de 2 km em recuperação asfáltica do último mês, foram realizados por conta dos trabalhos de correção de pista no serviço de reperfilagem, que são feitos permanentemente com recursos e equipe da Secretaria Municipal de Obras e Pavimentação. Cerca de dez ruas receberam adequações em setembro, principalmente na região norte, algumas delas em preparação para receber o micropavimento. Várias outras estão no cronograma para este mês.

Sobre os serviços – O programa de micropavimentação é desenvolvido em Londrina desde o final de 2017, sendo viabilizado por contrato firmado entre o Município e o Consórcio Público Intermunicipal de Inovação e Desenvolvimento do Estado do Paraná (Cindepar), órgão que disponibiliza o maquinário e realiza a aplicação de micropavimento nas pistas. A fiscalização é feita pela pasta da Obras, responsável também pelo mapeamento e cronograma das áreas atendidas. Por sua vez, a Companhia Municipal de Trânsito e Urbanização (CMTU) faz a interdição das vias e a sinalização necessária às ações.

Na modalidade de recape asfáltico, o Município de Londrina realiza as ações mediante parceria com o governo estadual, sendo que a mais recente foi firmada em junho deste ano. O projeto para 10 meses prevê a conclusão de 66 km de recape em quase 250 ruas e avenidas.

Concomitantemente, a Secretaria Municipal de Obras e Pavimentação realiza uma série de serviços como a reperfilagem asfáltica, a operação de tapa-buracos, o desentupimento de bocas de lobo, entre outras intervenções viárias.

Comente aqui


Por declarar voto em Bolsonaro, Barcelona anuncia afastamento de Ronaldinho Gaúcho

INSTAGRAM/@RONALDINHO

Ronaldinho Gaucho

Valores expostos pelo candidato do PSL são incompatíveis com os ideais do Barcelona, que vai romper contrato de representação com jogador

São Paulo – O apoio do ex-jogador Ronaldinho Gaúcho ao candidato a Presidente pelo PSL, Jair Bolsonaro, teve um impacto negativo dentro do FC Barcelona, segundo o jornal catalão Sport. O ex-camisa 10, que viaja pelo mundo participando de eventos como embaixador do clube, será afastado aos poucos de sua função, até que se esgote a atual agenda.

A publicação explica que os valores expostos pelo candidato do PSL são incompatíveis com os ideias do Barcelona. “A homofobia, a misoginia e o racismo que Jair Bolsonaro proclamou ao longo dos seus mais de 30 anos de carreira política e que exaltou durante a campanha eleitoral são inaceitáveis do ponto de vista do Barça, uma vez que o Barça é um dos clubes que se posicionaram mais internacionalmente do lado oposto ao de Bolsonaro”, diz a nota.

Outro que é pago para representar o clube catalão e que também será afastado pelas mesmas razões é o ex-jogador e pentacampeão mundial Rivaldo, que fez uma publicação de apoio ao candidato extremista antes do primeiro turno das eleições.

Os dois jogadores representam o time catalão em diversos jogos amistosos e eventos. Já nesta terça-feira, o clube diminuiu a programação dos dois ex-atletas. Informações da Rede Brasil Atual

Comente aqui


PF indicia Temer e mais dez em inquérito sobre Decreto dos Portos

Informações de André Richter – Repórter da Agência Brasil

A Policia Federal (PF) indiciou o presidente Michel Temer e mais dez pessoas no inquérito que apura o suposto favorecimento da empresa Rodrimar S/A na edição do chamado Decreto dos Portos (Decreto 9.048/2017), assinado em maio do ano passado pelo presidente. Eles foram indiciados pelos crimes de corrupção passiva, corrupção ativa, lavagem de dinheiro e organização criminosa.

Os indiciamentos estão no relatório final da investigação, entregue hoje (16) ao relator do caso no Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Luís Roberto Barroso. Após receber o documento, Barroso pediu parecer da Procuradoria-Geral da República (PGR), que terá 15 dias para se manifestar sobre eventual denúncia contra os acusados. A filha de Temer, Maristela de Toledo Temer Lulia também está na lista de indiciados.

No relatório final, o delegado responsável pelo caso também pediu ao Supremo o bloqueio de bens de todos os acusados e prisão preventiva de quatro deles, o coronel João Batista Lima Filho, amigo de Temer, a arquiteta Maria Rita Fratezi, mulher de Batista, e os investigados Carlos Alberto Costa, sócio do coronel, e Almir Martins Ferreira. Ao enviar o caso à PGR, Barroso também proibiu os acusados que tiveram prisão solicitada de deixarem o país.

O advogado do presidente no processo envolvendo o inquérito dos portos, Brian Prado, informou que ainda não teve acesso ao relatório e não se manifestará a respeito por enquanto. O Palácio Planalto, até o fechamento desta reportagem, não se manifestou a respeito.

Indiciados:

1. Michel Miguel Elias Temer Lulia

2. Rodrigo Santos da Rocha Loures (ex-deputado)

3. Antônio Celso Grecco (sócio da Rodrimar)

4. Ricardo Conrado Mesquita (sócio da Rodrimar)

5. Gonçalo Borges Torrealba (Grupo Libra)

6 – João Baptista Lima Filho

7. Maria Rita Fratezi

8 –  Carlos Alberto Costa Filho

9 – Carlos Alberto Costa

10. Almir Martins Ferreira

11. Maristela de Toledo Temer Lulia (filha de Temer)

Comente aqui


Cida nomeia nova secretária da Família e Desenvolvimento Social

A governadora Cida Borghetti anunciou nesta terça-feira (16), durante reunião com o secretariado no Palácio Iguaçu, Nádia Oliveira de Moura como a nova secretaria de Estado da Família e Desenvolvimento Social.

“Trouxemos para equipe uma pessoa com muita experiência, que vai dar sequência ao bom trabalho que o governo estadual faz na área social. Nádia dará grande contribuição para que possamos seguir levando programas e projetos de qualidade para as pessoas que mais necessitam do apoio do Estado”, destacou a governadora.
A nova secretária atuava na Prefeitura de Londrina, onde era responsável pela pasta municipal de Assistência Social, da Mulher e do Idoso, desde janeiro de 2017. Nádia diz que ficou surpresa ao receber o convite da governadora, mas que recebeu o desafio com responsabilidade e alegria.

“É uma honra poder participar destes 75 dias que restam do Governo Cida Borghetti. Participei da construção da política de assistência social no Estado, já venho há muito tempo neste trabalho. Trago comigo essa experiência como assistente social, como técnica e como gestora”, diz a nova secretária.

SEDS – Criada em 2011, a Secretaria da Família e Desenvolvimento Social conta com 22 escritórios regionais em todo o Estado, e é responsável pelas políticas de assistência social e garantias de direitos da criança, do adolescente, do idoso e da mulher. A pasta também coordena o programa Família Paranaense, principal estratégia do Governo do Estado para erradicação da pobreza no Paraná.

“É uma secretaria com excelentes profissionais, que trabalham a política de assistência social que já é referência no país”, diz Nádia.

PERFIL – Nádia Oliveira de Moura é formada em Serviço Social pela Universidade Estadual de Londrina (UEL) e pós-graduada. Com ampla experiência na área, atuou no Departamento de Serviço Social da Prefeitura de Londrina e na Companhia de Habitação de Londrina. No Governo do Estado, foi chefe regional da extinta Secretaria de Estado da Criança e Assuntos da Família e fez parte do Conselho Estadual de Assistência Social.

Em Ibiporã-PR, foi secretária de Assistência Social, presidiu os conselhos municipais da Assistência Social (CMAS) e dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA), além de coordenar o Fórum Regional de Assistência Social.

Na área privada, foi avaliadora de projetos sociais da Fundação Itaú Social, numa parceria com a Unicef, para toda a Região Sul. Informações e foto da AEN

Comente aqui


Prefeitura e Copel unidas na missão de salvar a Sercomtel

reuniao sobre sercomtel 1 SL

Informa o NCOM, que na tarde desta segunda-feira (15), o prefeito Marcelo Belinati e diretores da Companhia Paranaense de Energia (Copel) detalharam para a imprensa as novidades referentes ao futuro da operadora de telecomunicações londrinense. Sócios majoritários da Sercomtel, o Município e a Copel já haviam protocolado no início do mês uma carta de intenções junto à Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), para evitar o processo de caducidade aberto pela reguladora. Agora as intenções precisam virar realidade e o primeiro passo é a aprovação das medidas pelos conselhos administrativos da Sercomtel e da Copel.

Os esforços giram em torno de manter a viabilidade econômico-financeira e o funcionamento da Sercomtel sem a necessidade de privatização ou imediata mudança do controle acionário da empresa. Uma das medidas anunciadas trata do investimento da Copel de cerca de R$60 milhões em fibra ótica para a cidade de Londrina, com a finalidade de modernizar o aparato tecnológico e oferecer serviços de mais qualidade aos clientes da Sercomtel.

Outra meta é sanar o prejuízo anual de R$15 milhões anuais contabilizados pela Sercomtel na área de telefonia celular. O presidente da empresa, Hans Müller, salientou que os investimentos de um futuro parceiro podem significar a chegada da tecnologia 5G e reduzir números negativos. “Hoje temos uma média de cerca de 1,2 milhão de prejuízo mensal com telefonia móvel, e esse é um dos primeiros pontos a serem solucionados. Com relação à telefonia fixa, por exemplo, 32% da receita atual vem de fora com parceria estadual junto à Copel, o que mostra que o potencial existe e precisamos explorá-lo para dar fôlego à Sercomtel. Iremos fazer o plano de negócios, mostrar à Anatel que o protocolo de intenções será cumprido, avaliando o potencial de operação e o próprio mercado. A batalha é diária, mas estamos confiantes que vamos vencer mais uma etapa e manter a empresa em pé”, afirmou.

reuniao sobre sercomtel 2 SLTambém será aberto em breve um Chamamento Público para contratação de consultoria que irá colaborar com o plano de negócio em elaboração. Segundo o prefeito, todos serão beneficiados neste processo, envolvendo os clientes e acionistas da empresa, bem como o próprio ecossistema de inovação de Londrina e região. “Isso pode colocar a cidade em outro patamar no segmento de tecnologia. Queremos manter a Sercomtel viva na cidade, manter seus empregos com gestão profissional e evitar o processo de caducidade. Precisamos de parceiros e focar nas soluções para fazer com que uma empresa deixe de ser deficitária e passe a ser superavitária. A Sercomtel continuará a ser um catalisador de desenvolvimento da nossa cidade”, acrescentou.

Para o diretor de Desenvolvimento de Negócios da Copel Holding, José Marques Filho, o setor de telecomunicações oferece variadas oportunidades e o foco será provar  que a Sercomtel pode se tornar sustentável a médio prazo. “A Copel fará uma coluna vertebral para que novas tecnologias sejam possíveis com preço menor para a região, realizando o que estiver ao alcance, dentro da legalidade, para atrair recursos e fazer com que este planejamento tenha êxito e agregue valor à Sercomtel. Temos consciência que a jornada não será fácil, mas já conseguimos enxergar boas perspectivas para melhorar a governança da empresa”, disse.

reuniao sobre sercomtel 3 SLA Copel também pretende estender parcerias com as universidades e instituições ligadas à tecnologia para aprimorar as pesquisas e a capacidade competitiva. “Todos os alinhamentos buscam melhorar a condição financeira e econômica da operadora de Londrina, o que passa por alterações institucionais e na maneira de acompanhar o mercado e as rápidas mudanças tecnológicas que demandam investimentos altos. A visão é de otimismo e a missão trará vitória”, completou.

Também participaram do encontro na Prefeitura o diretor presidente da Copel Telecomunicações Adir Hannouche, acionistas e conselheiros da Sercomtel, representantes da Copel, vereadores de Londrina, secretários municipais e representantes de associações e entidades locais.

Comente aqui


Ibope: Bolsonaro tem 59% dos votos válidos; Haddad tem 41%

Nova pesquisa de intenção de votos do Ibope indica que o candidato Jair Bolsonaro (PSL) tem 59% das preferências contra 41% das menções a Fernando Haddad (PT), considerando apenas os votos válidos, não computando as respostas de votos em branco, nulo ou indeciso.

Levando em conta todas as respostas da pesquisa de opinião, Bolsonaro lidera com 52% das intenções de voto e Haddad tem 37% das preferências. Conforme o levantamento, 9% responderam estar dispostos a anular ou votar em branco, e 2% disseram não saber ou não quiseram responder.

Votos convictos

Além de perguntar aos entrevistados quem é seu candidato preferido, o Ibope procurou medir o potencial de voto de cada um dos concorrentes. Após citar o nome de cada um dos candidatos, os entrevistadores perguntaram se votariam em cada um dos candidatos “com certeza”, se “poderiam votar” ou “se não votariam de jeito nenhum”. Jair Bolsonaro é o candidato com mais votos declarados e convictos: 41% disseram que votariam nele “com certeza”. O percentual de voto “certo” em Haddad é de 28%.

Rejeição

Diferente dos resultados apurados pelo Ibope no primeiro turno, o índice de rejeição de Jair Bolsonaro é menor em comparação ao de Fernando Haddad. Trinta e cinco por cento não votariam de jeito nenhum no candidato do PSL, enquanto a rejeição do petista é de 47%.

O levantamento do Ibope ouviu 2.506 pessoas no sábado e domingo (13 e 14 de outubro). Como outras pesquisas de intenção de voto do instituto, a margem de erro é de dois pontos percentuais, para mais ou para menos. A margem de confiança é de 95%.

A pesquisa do Ibope, contratada pelo jornal O Estado de S. Paulo e pela Rede Globo, foi registrada na semana passada na Justiça Eleitoral (BR-01112/2018). No site do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), estão disponíveis o questionário do levantamento e os locais onde a pesquisa foi aplicada. Informações da Agência Brasil

Comente aqui