Autor: Zé Otávio



Após 30 anos, Lerroville vai ganhar um Centro de Educação Infantil

O prefeito Marcelo Belinati assinou, na manhã desta quarta-feira (19), a ordem de serviço para a construção de um Centro Municipal de Educação Infantil (CMEI) no Distrito de Lerroville. A solenidade aconteceu na Escola Municipal Professor Bento Munhoz da Rocha Neto, com a presença da secretária municipal de Educação, Maria Tereza Paschoal de Moraes.

O local irá atender 130 crianças de 0 a 4 anos. Com isso, será possível contemplar a demanda reprimida existente no local, de 90 crianças da Educação Infantil nesta faixa etária. Atualmente, os alunos da região estudam na Escola Municipal Professor Bento Munhoz da Rocha Neto que atende 133 crianças do C3, P4 e P5. Com a abertura do CMEI, parte dos estudantes será remanejada para o novo centro.

O prefeito Marcelo Belinati disse que a construção do CMEI representa uma grande conquista para a comunidade, que reivindicava o centro há 30 anos, desde 1988. “Parabenizo toda a equipe da Secretaria de Educação e todos os que contribuíram para transformar isso em realidade. Em breve, realizaremos outras obras no distrito, como a reforma da unidade de saúde, asfaltamento de ruas que estão no entorno da escola e reforma da escola municipal. É um conjunto de ações que visa melhorar a qualidade de vida da população da zona rural”, salientou.

Segundo o prefeito, esta é a primeira ordem de serviço de um total de cinco que serão emitidas para construção de CMEIs nos próximos dias, além de outras duas, até o final do ano, nos bairros Residencial Santa Clara, região norte, e Jardim Nova Esperança, região sul. Os outros quatro bairros que serão contemplados com a construção dos centros de educação infantil, nos próximos dias, são: Jardim Tarumã (leste); Residencial José Bastos (sul); Jardim Belleville (norte) e Jardim Santa Cruz (norte).

Avanços – Durante a solenidade, o prefeito também lembrou que a construção dos novos centros faz parte de um conjunto de avanços, que vem sendo executado na Educação, desde o início do seu mandato. “Registramos uma nota histórica no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (IDEB); fornecemos uniforme escolar, que há muitos anos não acontecia na cidade; melhoramos a merenda; contratamos 717 novos professores; criamos a Central de Vagas, a qual possibilitou, com planejamento, reorganizar todo o sistema de vagas. Tudo isso demonstra o empenho desta administração no sentido de colocar a educação como prioridade”, apontou.

Segundo a secretária Maria Tereza, esta é uma conquista histórica para a cidade, já que, em território, Lerroville é maior distrito de Londrina, e não conta com um CMEI para atender as crianças da região. “Estou muito feliz, pois há décadas os moradores de Lerroville esperavam por isto e desde o ano passado fizemos uma força-tarefa para conseguirmos agilizar os trâmites necessários para chegarmos neste momento”, frisou.

A moradora do distrito e integrante da Associação de Amigos de Lerroville, Jacira Baeza, disse se sentir muito grata e feliz por esta conquista. “Há 30 anos estávamos lutando por isso. Muitas mães precisam trabalhar na cidade e não têm onde deixar os filhos pequenos, tendo que levar para creches em outros distritos ou deixam com as avós. Não temos palavras para agradecer e dizer o quanto será importante este centro de educação para nossa comunidade”, afirmou.

A área construída do CMEI será de 890,33 metros quadrados e o centro irá contar com todas as áreas exigidas e necessárias para atender a Educação Infantil. Serão seis espaços, entre berçário e salas de multiuso, áreas administrativas, de serviço, cozinha, refeitórios, banheiros, além do parquinho. O centro será entregue com o mobiliário adequado.

Serão investidos, na construção, R$ 2.100.032,06, sendo R$ 1.491.033,53 do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), do Governo Federal, e o restante, R$ 608.998,53, são recursos próprios do Município. A construtora vencedora do processo licitatório e responsável pelas obras é a Torres Novas e o prazo de execução das obras é de 240 dias corridos, contados a partir do primeiro dia útil após o recebimento da ordem de serviço.

Também participaram da solenidade, a diretora em exercício da Escola Municipal Professor Bento Munhoz da Rocha Neto, Wandréia Souza Gomes; os vereadores João Martins e Ailton Nantes; o representante da Construtora Torres Novas, Eder Evaldo; o padre Jairo e o pastor Edmilson; além do secretariado municipal e servidores de diversas pastas.

Comente aqui


73,1% não sabem em quem votar para governo do Estado, aponta Instituto Radar

A pesquisa espontânea é a que vale, adiantam os especialistas em eleições. E na espontânea divulgada nesta quarta-feira, 19, pelo Instituto Radar Inteligência aponta que 73,1% dos eleitores não sabem em quem votar para o governo do Paraná no dia 7 de outubro. É um número muito considerável que, apesar dos números da pesquisa estimulada, deixa a eleição em aberto, ou seja, o quado pode mudar nos próximos 17 dias.

Nesta pesquisa, quando não é apresentado nenhuma lista ou disco de candidatos, Ratinho Junior (PSD) tem 14,1%, seguido de Cida Borghetti (PP), com 8; João Arruda (MDB), 2,6%; Dr. Rosinha (PT), 1,5%; Ogier Buchi (PSL), 0,3%; Jorge Bernardi (Rede), 0,2%; Professor Piva (Psol) e Ivan Bernardo (PSTU), ambos com 0,1%.

Na estimulada, se reforça a tese de uma eleição de segundo turno já que a diferença entre Ratinho Junior e os demais candidatos é de apenas 8,5%. A pesquisa Radar foi realizada de 14 a 17 de setembro. A amostragem somou 1.494 entrevistas, e com margem de erro de 2,6 pontos percentuais para mais ou para menos e intervalo de confiança de 95,5%. Registro PR-05041/2018

Comente aqui


Temer divulga vídeo rebatendo críticas de João Dória ao seu governo

Informações de Marcelo Brandão – Repórter da Agência Brasil 

O presidente Michel Temer divulgou um vídeo em sua conta no Twitter rebatendo o candidato ao governo de São Paulo, João Dória, do PSDB. Temer se queixa de críticas que o tucano teria feito ao seu governo em propagandas eleitorais. O presidente disse que o ex-prefeito de São Paulo deve se comportar como é, e não “como orienta o marqueteiro”.

“Você que tanto enalteceu meu governo, não é por causa das eleições que vai mudar suas características. Aliás, se quisermos dar um exemplo nessa eleição, devemos nos comportar como somos, não como muitas vezes, penso eu, o marqueteiro talvez te aconselhe. Eles estão equivocados porque ferem os critérios morais que devem pautar a sua conduta e de todos os candidatos”. O vídeo já teve 167 mil visualizações até as 20h.

Temer lembrou que os partidos que compõem a coligação de Dória também fazem parte da base aliada do governo federal. Dos cinco partidos unidos à coligação encabeçada pelo PSDB para o governo de São Paulo, quatro (PSD, PRB, Democratas e PP) são da base aliada de Temer.

Michel Temer critica João Dória, candidato ao governo de São Paulo pelo PSDB, em vídeo no Twitter
Michel Temer critica João Dória, candidato ao governo de São Paulo pelo PSDB, em vídeo no Twitter – Reprodução Twitter

O presidente acrescentou que Dória, além de elogiar sua gestão no passado, já lhe pediu ajuda, tendo sido atendido. Temer encerra o vídeo com um bordão, aconselhando Dória a “desacelerar”. “Quando ocupou por brevíssimo tempo a prefeitura de São Paulo, você me pediu muito auxílio ao governo federal, e nós demos. […] Peço a você que não falte a verdade. Desacelera”.

Não é a primeira vez que o presidente usa as redes sociais para responder a candidatos que o criticam. No início deste mês, ele fez vídeos para rebater críticas de Geraldo Alckmin, também do PSDB, e Fernando Haddad, do PT, ambos candidatos a presidente da República.

Comente aqui


Ibope: Bolsonaro tem 28%; Haddad, 19% e Ciro, 11%

Um nova pesquisa do Ibope sobre intenções de votos a candidatos a presidente foi divulgada hoje (18). O levantamento indica que o candidato Jair Bolsonaro (PSL) tem 28% das intenções de voto e Fernando Haddad (PT), 19% . Ciro Gomes (PDT) teve 11%; Geraldo Alckmin (PSDB), 7% e Marina Silva (Rede), 6%.Alvaro Dias (Podemos), João Amoêdo (Novo) e Henrique Meirelles (MDB) têm 2% das intenções de voto. Cabo Daciolo (Patriota) registrou 1%. Vera Lúcia (PSTU), Guilherme Boulos (PSOL), João Goulart Filho (PPL) e Eymael (DC) não pontuaram na pesquisa.

Conforme o Ibope, Fernando Haddad cresceu 11 pontos percentuais entre o levantamento de 11 de setembro e o divulgado hoje. Jair Bolsonaro cresceu dois pontos percentuais. Ciro Gomes manteve-se com o mesmo percentual. Geraldo Alckmin perdeu dois pontos percentuais; e Marina Silva caiu três pontos percentuais.

Alvaro Dias, João Amoêdo e Henrique Meirelles oscilaram negativamente em um ponto percentual. Cabo Daciolo, Vera Lúcia, Guilherme Boulos, João Goulart Filho e Eymael não apresentaram mudanças nos percentuais de intenção de votos entre as duas pesquisas.

Entre os dois levantamentos, o percentual indicado de votos nulos e brancos caiu cinco ponto percentuais – de 14% para 11%. Manteve-se em estável (7%) a proporção de entrevistados que não sabem em quem vai votar ou não respondeu.

Rejeição

Como ocorreu na divulgação das últimas pesquisas, o Ibope também mediu as taxas de rejeição dos candidatos à Presidência da República. Quarenta e dois por cento dos entrevistados declararam não votar “de jeito nenhum” em Jair Bolsonaro e 29% responderam que não votariam em Fernando Haddad. Os percentuais não são excludentes.

Marina Silva tem taxa de rejeição de 26%; Geraldo Alckmin, 20% e Ciro Gomes, 19%. Henrique Meirelles não seria escolhido por 12% dos entrevistados. Cabo Daciolo e Eymael têm, cada um, 11% de rejeição.

Guilherme Boulos e Alvaro Dias têm rejeição de 10%, cada um. Vera Lúcia e João Amoêdo não seriam votados por 9% dos entrevistados. A taxa de rejeição de João Goulart Filho é de 8%.

Dois por cento dos entrevistados disseram que poderiam votar em todos os candidatos. Nove por cento declararam não saber em quem não votariam ou não quiseram responder.

A rejeição de Jair Bolsonaro subiu um ponto percentual. A taxa de rejeição de Haddad cresceu seis pontos percentuais. Marina Silva e Ciro Gomes oscilaram em dois pontos percentuais. Geraldo Alckmin, Henrique Meirelles e Alvaro Dias apresentaram um ponto percentual a mais de rejeição.

A rejeição de Vera Lúcia caiu em dois pontos percentuais. Guilherme Boulos e João Amoêdo diminuíram as respectivas rejeições em um ponto percentual. A rejeição de Cabo Daciolo, Eymael e João Goulart Filho ficaram estáveis.

2º turno

O Ibope ainda testou com os entrevistados cenários de segundo turno. Fernando Haddad e Jair Bolsonaro aparecem empatados com 40% das intenções de voto cada um. Neste cenário, o número de votos em branco ou nulo totalizam 15% e 5% não souberam e nem quiseram responder.

Em caso de uma disputa entre Ciro Gomes e Jair Bolsonaro, o cenário é de empate técnico, de 40% e 39% das intenções de voto, respectivamente. Neste caso, o número de votos em branco ou nulo totalizam 15% e 6% não souberam e nem quiseram responder.

Uma eventual disputa no segundo turno entre Geraldo Alckmin e Jair Bolsonaro, ambos alcançariam 38% dos votos. Nessa possibilidade, o número de votos em branco ou nulo totalizam 18% e 6% não souberam e nem quiseram responder.

De acordo com o Ibope, em uma disputa com Marina Silva, Jair Bolsonaro teria vantagem de cinco pontos percentuais. O ex-capitão do Exército atingiria 41% dos votos e a ex-ministra 36%. Nessa hipótese, o número de votos em branco ou nulo totalizam 18% e 5% não souberam e nem quiseram responder.

O levantamento do Ibope, registrado no Tribunal Superior Eleitoral (BR-09678/2018), ouviu 2.506 eleitores, em 177 municípios, entre domingo (16) e hoje (18). A pesquisa, contratada pela TV Globo e pelo jornal O Estado de S. Paulo, tem nível de confiança é de 95% e a margem de erro é de dois pontos percentuais para mais ou para menos.

Comente aqui


Operação com forças de segurança para recolher animais de grande porte em Londrina

Informa o NCOM, que com o objetivo de atender ao Decreto nº 1.544 de 2017, que proíbe a criação, trânsito e manutenção de animais de grande porte na área urbana de Londrina, a Secretaria Municipal do Ambiente (SEMA) está planejando uma força-tarefa com diversas entidades. Devem integrar a ação as polícias Militar, Rodoviária Estadual, Ambiental, o Departamento de Estradas de Rodagens (DER) do Paraná, entre outros órgãos. Nos próximos dias, representantes da SEMA e das entidades irão se reunir para traçar o plano de ação das apreensões no município.

cavalos.foto CMTU.divulgação.PSomente neste ano, já foram apreendidos 98 cavalos na área urbana de Londrina. Foram registrados 228 autos de infração com multa, e 534 notificações. Segundo o secretário municipal do Ambiente, Gilmar Domingues Pereira, a região com maior número de reclamações é a zona norte, com 400 denúncias somente em 2018. “Dado a gravidade dos problemas que estamos encontrando com relação à apreensão de animais de grande porte, e em especial por conta dos acidentes registrados, acabamos buscando o apoio de outras entidades. A força policial irá nos ajudar na identificação dos locais onde os animais estão soltos, e principalmente na apreensão destes, o que é considerado um serviço de alto risco e periculosidade”, explicou.

A medida foi proposta na última sexta-feira (14), quando o secretário do Ambiente participou de reunião pública coordenada pela Comissão dos Direitos e Bem-Estar Animal, da Câmara Municipal. Dentre as iniciativas da Sema para coibir a circulação dos animais na área urbana, e também os maus-tratos aos quais eles estão sujeitos, Pereira adiantou que está sendo elaborado um termo de referência para contratação do serviço de chipagem dos animais apreendidos. “Com isso, a Sema terá a identificação dos proprietários. E caso haja algum incidente envolvendo os animais identificados, o proprietário será responsabilizado conforme determina a lei”, informou.

Atualmente, o serviço de apreensão dos grandes animais na área urbana de Londrina é feito por empresa terceirizada de segunda a sexta-feira, em horário comercial. No entanto, o secretário municipal do Ambiente citou que a maioria das denúncias e reclamações são feitas no período noturno, e aos finais de semana. “Então solicitamos um aditivo contratual, dando flexibilização no horário de atendimento da empresa terceirizada, e que possibilite rondas também no período noturno e aos finais de semana, de forma alternada. Com essas providências, com certeza vamos atender a população de uma forma muito melhor”, destacou.

Doações – Os grandes animais que são capturados na área urbana de Londrina são doados para propriedades rurais, instituições de ensino ou de assistência social, organizações ou entidades de proteção animal, desde que localizadas na zona rural.

Quem tiver interesse em acolher os animais deve comparecer na Gerência de Fiscalização da SEMA, tendo em mãos seus documentos pessoais, cópia de documento que comprove a posse ou locação do imóvel, juntamente com comprovante de residência em seu nome.

O atendimento é realizado de segunda a sexta-feira, das 12 às 18 horas, na Rua da Natureza, 155, Jardim Piza. Após o cadastro inicial, agentes da Sema fazem uma vistoria no local, para confirmar que o solicitante atende aos critérios exigidos, e poderá receber animais apreendidos.

Comente aqui


Pesquisa CNT/MDA: Bolsonaro tem 28,2% e Haddad é o segundo, com 17,6%

A Confederação Nacional do Transporte (CNT) divulgou na manhã desta segunda-feira (17) a 138ª Pesquisa CNT/MDA, realizada entre os dias 12 e 15, que mostra o candidato do PSL, Jair Bolsonaro, liderando com 28,2%, seguido de Fernando Haddad (PT), que tem 17,6%, isolado no segundo lugar. Na sequência aparecem Ciro Gomes (PDT), com 10,8%, Geraldo Alckmin (PSDB), 6,1%, Marina Silva (Rede), 4,1% e João Amoêdo (Novo), 2,8%.

Na pesquisa espontânea, quando não são apresentados os nomes dos candidatos, Bolsonaro tem 23,7% e Haddad, 9,1%. Entre os entrevistados, 7,5% citaram o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que teve sua candidatura barrada pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

No último levantamento, divulgado em 20 de agosto, Lula tinha 37,3% das intenções de voto, seguido por Bolsonaro, com 18,8%. Marina tinha 5,6%, Alckmin, 4,9%, e Ciro, 4,1%.

A sondagem traz ainda dados sobre a avaliação do governo Temer. A gestão é considerada positiva por 2,5% dos entrevistados, enquanto 81,5% a avaliam negativamente. Outros 15,2% avaliaram como regular, e 0,8% não souberam opinar. Em termos de aprovação do desempenho pessoal, Temer chega a 7% contra 89,7% de desaprovação.

De acordo com a pesquisa CNT/MDA, 23,7% dos entrevistados se dizem muito interessados na eleição para presidente da República, 26% dizem ter médio interesse e o restante revela ter pouco (24,9%) ou nenhum interesse (24,8%). 0,6% não sabem/não responderam.

A pesquisa ouviu 2.002 pessoas, em 137 municípios. A margem de erro é de 2,2 pontos percentuais, com 95% de nível de confiança. Fonte: Rede Brasil Atual

Comente aqui


Coligação atende pedido de Cida e aprova afastamento de Richa

Chega agora a informação da assessoria de imprensa, que a coligação Paraná Decide analisou e aprovou por maioria o pedido da governadora Cida Borghetti (PP) para o afastamento do candidato ao Senado, Carlos Alberto Richa(PSDB) , da chapa. A determinação foi repassada ao departamento jurídico para que formalize o pedido ao TRE.

Comente aqui


Cida pede Beto fora do Senado

A governadora e candidata ao governo do Paraná, Cida Borghetti (PP), solicitou à coligação a retirada da candidatura de Beto Richa(PSDB) ao Senado.

“Estou solicitando aos partidos da coligação a retirada da indicação de Beto Richa ao Senado para que ele possa se dedicar a sua defesa”, disse durante coletiva em Toledo, nesta segunda-feira (17)

Segundo Cida, a operação do Gaeco batizada de Rádio Patrulha e a divulgação das gravações dos diálogos de Beto Richa tornaram a situação insustentável.

“Não aceito, não admito, não compactuo com nenhum ato de desvio de conduta. Quando assumi o Governo do Estado um dos meus primeiros atos foi a criação da Divisão de Combate à Corrupção”

Diversas lideranças do PSDB como o presidente da Assembleia Legislativa, deputado estadual Ademar Traiano, vice-presidente do PSDB, e o ex-chefe da Casa Civil, deputado federal Valdir Rossoni, e o ex-deputado federal e ex-Chefe da Casa Civil, Cesar Silvestre, estão apoiando abertamente o candidato Ratinho Jr (PSD).

E ainda que o próprio Beto Richa, já vinha realizando campanha solo sem assumir a candidatura de Cida ao Governo.

Não há portanto, razão para que a coligação continue a atender o PSDB, já que sua maioria não apoia Cida, a candidata da coligação.

FATOS DO PRIMEIRO MANDATO – A operação Rádio Patrulha investiga desvios relacionados ao programa Patrulha no Campo.

Os fatos investigados ocorreram no primeiro mandato do ex-governador Beto Richa, nesse período Cida era deputada federal.

Já dois dos principais coordenadores da campanha de Ratinho Jr ocupavam posição de destaque na primeira gestão. Norberto Ortigara era o secretário da Agricultura e o deputado estadual Guto Silva ocupava sub-chefia da Casa Civil.

Comente aqui


Respeito as verdades

Artigo semanal da psicóloga Mariana Caldeira Hugo

No texto de hoje vamos falar sobre verdades. Substantivo feminino, significando propriedade de estar conforme os fatos ou a realidade; coisa, fato ou evento real.

Diante do momento em que nosso país vive, principalmente com relação as intolerâncias, decido fazer esse texto, como uma forma de reflexão sobre nossas opiniões e valores, ou seja, “ nossas verdades”.

Quando compartilhamos uma situação que ocorreu em nosso trabalho, por exemplo, estamos relatando “a verdade”, ou seja, um fato real que ocorreu, porém, o foco desse texto hoje é discutirmos simplesmente “verdade”.

Estamos em constante construção de personalidade, ideais, características pessoais e sociais, somos influenciados por crenças, opiniões das pessoas que estão ao nosso redor. O que quero dizer é que nossas verdades surgem de acordo com nossa história de vida e aspectos que influenciam na construção dos nossos pensamentos.

Quem nunca ouviu que futebol, política e religião não se discutem, esse ditado existe justamente porque estes são assuntos polêmicos, são temáticas onde todos acham ter razão porém não existe o certo e o errado. O nosso time do coração nos traz muita emoção e alegria, mas tem aqueles momentos que quase é rebaixado causando muita tensão.

Sempre me coloco como uma defensora da exposição de opiniões, mas tenho percebido uma grande dificuldade na aceitação dos demais pontos de vista. As pessoas têm se tornado mais intolerantes, não respeitando a decisão do outro, em torcer para tal time ou ser de determinada religião e isso tem gerado consequências negativas, inclusive as vezes irreversíveis.

Estamos em um processo político, bastante intenso, diga-se de passagem, que tem gerado conflitos entre familiares, amigos excluindo uns aos outros, dificuldades nas relações de trabalho. Percebo esses comportamentos não como parte desse processo, que deveria ser democrático, mas sim uma dificuldade em perceber “verdades”. Tentar impor “nossa verdade” nos torna pessoas abusivas, compulsivas e pode ainda adoecer.

Para Nietzsche a verdade não existe, é apenas um ponto de vista, sendo assim, cada um tem as suas “verdades”, suas ideologias e seu modo de pensar. Cabe a nós sermos um pouco menos egocêntricos e respeitar o poder de decisão de cada um.

Buscar respeitar e aceitar a “verdade” de alguém, nos traz sentimento de alívio e conforto, pois afinal todo esse incômodo , faz mal apenas a nós mesmo. Manter relação saudáveis se faz necessário para um melhor desempenho em nossas atribuições, melhor qualidade de vida. Nossa verdade acima de tudo tem que buscar a nossa felicidade e paz, isso é o que mais importa.

Comente aqui


Alex Canziani quer mais cursos técnicos

Ampliar oferta de cursos técnicos pode melhorar as opções de empregabilidade. É o que pensa o deputado federal Alex Canziani (PTB), que manifestou o caso ontem em Foz do Iguaçu, onde esteve participando de solenidade.

Ele sugere uma parceria entre o instituto federal do Paraná e a universidade tecnológica federal: “Hoje existem poucos cursos técnicos. Isso passou a ocorrer depois da transformação do Cefet-PR em Universidade Tecnológica”, justifica o parlamentar, que na próxima eleição estará concorrendo a vaga no Senado.

Canziani propõe recriar os cursos técnicos através de uma parceria daquelas universidades com os Institutos Federais, “que poderiam ceder salas de aula, por exemplo”. O deputado vai articular o tema no MEC e naquelas instituições.

Comente aqui