Secretária de Educação de Londrina é vencedora do Prêmio Espírito Público

premio.educação.DP

A secretária municipal de Educação, Maria Tereza Paschoal de Moraes, foi vencedora do Prêmio Espírito Público, na categoria educação, que premia a trajetória de servidores públicos que fizeram a diferença. A cerimônia ocorreu ontem, terça-feira(14), no Museu de Arte do Rio (MAR).

É a primeira edição e a iniciativa é da organização, sem fins lucrativos, Instituto República e pela Agenda Brasil do Futuro. O prêmio recebeu 375 inscritos, de todos os estados do Brasil, em diversas áreas. Como prêmio, a secretária Maria Tereza e outros três servidores públicos das áreas de Segurança, Gestão e Meio Ambiente recebem R$ 50 mil e uma viagem Londres, para uma troca de experiência com instituições públicas britânicas.

O prefeito de Londrina, Marcelo Belinati, parabenizou a secretária e ressaltou o processo pelo qual ela passou para ser escolhida para o cargo. “Tivemos um processo inovador, no qual o conhecimento prévio foi valorizado. Ver agora esta premiação, só nos reforça que acertamos na forma. Trata-se de uma profissional de grande valor que veio somar ao ótimo quadro de profissionais que temos na educação”, destacou.

Perfil – Maria Tereza é servidora pública desde o ano 2000. Assumiu a Secretaria Municipal de Educação de Londrina desde o início da gestão do prefeito Marcelo Belinati, em 2017, sem indicação política. Para comandar o cargo, ela passou por um processo de seleção, onde passou em primeiro lugar. Antes, dedicou 18 anos de sua carreira em Ourinhos/SP, onde também atuou como secretária de Educação, entre 2013 e 2016.

Maria Tereza ressaltou que se sente muito feliz em receber este prêmio, pois simboliza o reconhecimento de todo trabalho prestado ao setor público. “Represento hoje milhões de servidores públicos que trabalham com seriedade, que focam na excelência, que querem atender as pessoas que precisam do serviço público com dignidade e respeito.  Represento professores, servidores da educação pública brasileira e é uma dádiva receber este prêmio, que tem o objetivo de destacar histórias que deram certo no setor público”, salientou.

Em sua trajetória, o destaque é a Central Única de Vagas, criada para organizar e dar celeridade na inserção de crianças na Rede Municipal de Ensino e diminuir as filas para o serviço. A iniciativa foi implantada em Londrina em 22 de fevereiro de 2017, e anteriormente em Ourinhos, na época em que Maria Tereza foi secretária de Educação da cidade.

A secretária explicou que, por meio de uma atitude simples e sem recursos financeiros, a Central Única de Vagas permitiu organizar o atendimento e consequentemente diminuir a espera por uma vaga na Educação Infantil e a quantidade de ações judiciais neste sentido, reduzindo de 600 ações em 2016 para 17 em 2017. Além disso, no início de 2017 havia uma expectativa de oito mil crianças na fila de espera e hoje pouco mais de três mil.

“Antes o pai pedia a vaga para o filho em dez escolas diferentes, deixava o nome na fila de espera nas dez e recebia não em todas. Hoje esta demanda é centralizada na Central de Vagas, que faz o cadastro de famílias, com crianças na faixa etária de zero a três anos, e realiza a triagem e gestão de vagas para ingresso na rede pública municipal”, explicou Maria Tereza.

Desde sua criação, Central de Vagas de Londrina oportunizou a quase seis mil alunos o encaminhamento para os Centros de Educação Infantil municipais e filantrópicos. Foram realizadas 11.784 entrevistas, necessárias para avaliação de cada caso e posterior matrícula. Diariamente, são realizados 40 cadastros em média na Central de Vagas, inclusive para alunos com necessidades especiais. Informações do NCOM

Comente aqui


Prazo termina e todos os 13 candidatos se registram no TSE

Informações de Luiza Damé – Repórter da Agência Brasil

Encerrado o prazo para registro das candidaturas, os partidos políticos apresentaram 13 nomes para disputar o Palácio do Planalto, sem surpresas em relação às decisões das convenções nacionais.

Segundo dados disponíveis no Sistema de Divulgação de Candidaturas do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), o patrimônio declarado dos presidenciáveis chega a R$ 834 milhões.

Pelas relações de bens apresentadas à Justiça Eleitoral, os candidatos têm patrimônio que varia de zero a R$ 425 milhões. O candidato com maior patrimônio é João Amoêdo (Novo), que construiu sua carreira do mercado financeiro. O candidato do Patri, Cabo Daciolo, conforme o portal do TSE, não apresentou declaração de bens.

Já Amoêdo declarou casas, apartamentos, carros, joias, quadros, objetos de arte, título de clube, aplicações, embarcação, salas comerciais e depósito em conta corrente.

Henrique Meirelles (MDB) declarou R$ 377,5 milhões, incluindo depósito em conta no exterior, cotas de capital, título de clube, aplicações, apartamento e carros. Engenheiro de formação, Meirelles construiu a carreira no mercado financeiro, tendo sido presidente do BankBoston.

O terceiro candidato com maior patrimônio é João Vicente Goulart (PPL), totalizando R$ 8,6 milhões declarados. A relação de bens apresentada ao TSE inclui cotas de capital e imóveis. Na sequência, vêm o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que declarou patrimônio de R$ 8 milhões; e José Maria Eymael (DC), com R$ 6,1 milhões declarados.

Pelo calendário eleitoral, o TSE tem até o dia 17 de setembro para julgar os pedidos de registro de candidaturas. Esse também é o prazo final para que os partidos substituam nomes nas chapas, exceto em caso de morte de candidato.

A seguir candidatos que pediram registro e o respectivo patrimônio:

. João Amoêdo (Novo)  –  R$ 425 milhões

. Henrique Meirelles (MDB) –  R$ 377,5 milhões

. João Goulart Filho (PPL) –  R$ 8,6 milhões

. Luiz Inácio Lula da Silva (PT) – R$ 8 milhões

. José Maria Eymael (DC) – R$ 6,1 milhões

. Alvaro Dias (Pode) – R$ 2,9 milhões

. Jair Bolsonaro (PSL) – R$ 2,3 milhões

. Ciro Gomes (PDT) – R$ 1,7 milhão

. Geraldo Alckmin (PSDB) – R$ 1,4 milhão

. Marina Silva (Rede) – R$ 118,8 mil

. Vera Lúcia (PSTU) – R$ 20 mil

. Guilherme Boulos (PSOL) – R$ 15,4 mil

. Cabo Daciolo (Patri) – não declarado

Comente aqui


Cida comemora crescimento na pesquisa e afirma que eleição está aberta

A governadora Cida Borghetti afirmou estar motivada e confiante com o resultado divulgado pela pesquisa IRG/Bem Paraná. Segundo ela, o cenário está aberto e o paranaense vai decidir o voto após o início da campanha eleitoral.

“Estou motivada e confiante. A campanha nem começou ainda e em poucos meses saímos da casa dos 5 % e, em quatro meses, já superamos os 20%. Só tenho a agradecer a confiança da população. Nos próximos dias vamos apresentar as propostas, comparar a capacidade de gestão dos candidatos e mostrar que – mais do que sermos firmes e fortes – temos que cuidar das pessoas”

Na avaliação de Cida, o cenário está totalmente aberto “os paranaenses estão esperando o início da campanha eleitoral para decidir”. O levantamento espontâneo do IRG mostra que 78% dos entrevistados não sabem em quem votar.

A governadora Cida aposta também na força da coligação que tem o maior tempo de televisão, de prefeitos e vice-prefeitos e de deputados estaduais e federais para levar as suas propostas e ideias aos paranaenses.

O IRG ouviu 1.250 eleitores em 75 cidades paranaense, entre os dias 9 e 14 de agosto. O grau de confiança é de 95%. A pesquisa está registrada no TSE sob o número PR-09806/2018.

Comente aqui


Multinacional TCS inaugura em Londrina seu maior centro de operações no país

tata.inauguração.V4

tata.inauguração.V2A Tata Consultancy Services (TCS), empresa multinacional que opera em Londrina desde janeiro, inaugurou, nesta terça-feira (14), seu novo delivery center. O espaço, que terá capacidade para 700 colaboradores, é considerado o maior escritório da empresa no Brasil e em língua portuguesa no mundo, e fica localizado na Avenida São Paulo, região central. O prefeito de Londrina, Marcelo Belinati, participou da inauguração, com a diretoria da TCS no Brasil.

A TCS integra o Grupo Tata, maior conglomerado industrial da Índia, e atua com serviços de TI, consultoria e soluções de negócios. A implantação da companhia em Londrina foi consolidada em janeiro, com assinatura de um termo de cooperação firmado entre o Município e a TCS. A previsão do grupo é ofertar quatro mil vagas de empregos diretos em Londrina, com foco em Tecnologia da Informação (TI) e BPO (Business Process Outsourcing, na sigla em inglês), nos próximos anos. Para isso, uma nova unidade deverá ser construída no Parque Tecnológico Francisco Sciarra, no Parque das Indústrias Leves.

Segundo Tushar Parikh, country head da Tata Consultancy Services para o Brasil e Segment Head para a área de BFSI para a América Latina, Londrina foi escolhida para abrigar o novo escritório por conta do seu potencial tecnológico, além de caminhar para se tornar um dos principais polos de Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC) do Brasil.

Também foram consideradas características relacionadas à qualidade de vida dos seus habitantes, como transporte público eficiente, segurança, fácil locomoção e grande presença de universidades. “Agradecemos a parceria com a Prefeitura de Londrina. Atualmente temos mais de 100 funcionários já atuando na cidade e nosso objetivo é crescer muito mais, gerando empregos e qualificando os funcionários da TCS para a era do Business 4.0”, ressaltou Tushar Parikh.

tata.inauguração.VPO prefeito Marcelo Belinati enfatizou que este é um momento histórico para a cidade de Londrina. Ele lembrou que a TCS é a segunda maior empresa de tecnologia do mundo e dentre mais de 5 mil cidades do Brasil ela escolheu Londrina para montar a sua empresa. “É uma indústria limpa, que vem com um novo conceito, ocupará toda a região central, movimentará o comércio e a economia, gerando emprego e renda para a cidade”, afirmou.

Segundo Marcelo, a previsão da empresa é gerar 700 empregos até março de 2019. “É uma potência que consolida Londrina como um polo de TI e passa a mensagem, para todo Brasil, que nosso município tem potencialidades que poucas cidades no mundo têm”, frisou.

O prefeito enfatizou ainda que sua gestão tem investido no Programa de Desburocratização, corrigindo e melhorando processos, o qual tem permitido criar um ambiente mais favorável ao empreendedorismo. “Tanto que a pesquisa da Endeavor, divulgada recentemente, apontou que Londrina saltou do 19º para o 13º lugar, entre as cidades mais atrativas para a vinda de empresas, exatamente pelo Programa de Desburocratização que foi implantado pela prefeitura em 2017”, salientou.

Capacitação – Através de programas educacionais, a TCS investe na qualificação da mão de obra local, em conjunto com entidades do município. Para Londrina, a companhia trouxe seus programas goIT e Enable, que buscam desmistificar as áreas de Ciências, Tecnologia da Informação, Engenharia e Matemática, e ajudar os alunos a ganharem conhecimento e confiança para atuarem nesse segmento, tornando-se os futuros líderes da área de TI.

Desde a implementação do programa goIT no país, a TCS já capacitou 6.853 jovens em tecnologia, com a realização de workshops, palestras e Hacktahons voltados para desenvolver pessoas e motivar novas ideias.

tata.inauguração.V3Sobre a TCS – A Tata Consultancy Services é uma empresa de serviços de TI, consultoria e soluções de negócios, que oferece um portfólio integrado, voltado para consultoria e com suporte cognitivo, de serviços de TI, Negócios e Tecnologia e Engenharia. A entrega é realizada através do seu modelo único de delivery, Location Independent Agile, reconhecido como padrão de excelência em desenvolvimento de software.

A companhia conta com mais de 394 mil consultores, em 46 países. A empresa gerou receita consolidada de US$ 19,09 bilhões no exercício fiscal encerrado em 31 de março de 2018 e está listada na BSE (antiga Bolsa de Valores de Bombaim) e na NSE (National Stock Exchange) na Índia. Consta ainda nos principais índices de sustentabilidade, como o Índice Dow Jones de Sustentabilidade (DJSI), o Índice Global de Sustentabilidade MSCI e o FTSE4Good Emerging Index, por conta de sua postura em relação às mudanças climáticas e o premiado trabalho que realiza com comunidades em todo o mundo.

Também estiveram presentes na solenidade, Marcelo Wurmann, CEO da Tata Consultancy Services para a América Latina; Bruno Rocha, CFO da Tata Consultancy Services para Brasil e México; Subhanjan Ghosh, segment Head da Unidade de Negócios de Manufatura, Energia, Recursos & Utilities, e Ciências da Vida da TCS para a América Latina; Claudio Tedeschi, presidente da Associação Comercial e Industrial de Londrina (ACIL), além de representantes dos poderes executivo, legislativo e da sociedade civil organizada.

Texto: NCOM – Fotos: Vivian Honorato

Comente aqui


Comissão Processante da Câmara entrega relatório final e aponta quebra de decoro dos parlamentares

Informa Neto Almeida da Rádio Paiquerê, que a Comissão Processante está oficialmente encerrada. O processo terminou com a entrega na tarde desta terça-feira (14), do relatório final. Após apurar a conduta dos vereadores afastados judicialmente, Rony Alves (PTB) e Mário Takahashi (PV), o relatório produzido pelo vereador João Martins (PSL), relator da Comissão, apontou conduta incompatível com o decoro parlamentar em 23 páginas.

Os vereadores Roque Neto (PR) e Vilson Bittencourt (PSB) que também integram a comissão, corroboraram a decisão do relator.

Após a apresentação do parecer que concluiu pela procedência da acusação feita pelo denunciante Filipe Barros (PSL), foi solicitado o agendamento da sessão de julgamento.

Decoro Parlamentar é um termo jurídico que trata da decência, dignidade, respeito as normas morais, ação correta, moralidade e compostura. Segundo o relatório, Mário Takahashi teve o pedido de corretagem confirmado por Carlos Zampar, caracterizando, vantagem indevida.

Sobre o relatório, ainda chama a atenção do relator, o depoimento de Rony Alves, que afirmou que trabalhava em alteração de zoneamentos para determinadas empresas no município e que fazia isso em troca de favores.

O relatório termina sua fundamentação dos fatos com a seguinte frase. “Por isto, resta bem visível que as ações são incompatíveis e houve quebra de decoro, e como se vê com certa facilidade, significa que os vereadores no exercício de seus mandatos, utilizaram seus cargos para obterem vantagens indevidas”.

O relatório em sua conclusão indica como quesito único a ser avaliado pelo plenário: “Os vereadores Mário Hitoshi Neto Takahashi e Rony dos Santos Alves cometeram atos incompatíveis com o decoro parlamentar e atos de corrupção previstos nos artigos 9º e 7º do decreto-Lei 201/1967, porque obtiveram vantagens indevidas e/ou favorecimento ilícito, amoldados aos fatos narrados na denuncia?”

Esse será o questionamento feito na sessão de julgamento agendada pelo presidente do Legislativo, Ailton Nantes (PP), para segunda-feira (20), a partir das 9h.

Comente aqui


Sem Lula, Bolsonaro lidera disputa presidencial

O candidato Jair Bolsonaro (PSL) lidera a disputa presidencial em pesquisa Real Time Big Data, divulgada nesta 3ª feira (14.ago.2018) pela TV Record. Este é o 1º levantamento presidencial realizado após as convenções nacionais dos partidos. Em cenário estimulado sem o ex-presidente Lula (PT), o capitão na reserva do Exército tem 21% das intenções.

Em seguida aparece Marina Silva (Rede) com 11%, Geraldo Alckmin (PSDB) com 9% e Ciro Gomes (PDT) com 8%.

Fernando Haddad (PT), que pode substituir o ex-presidente Lula caso ele seja barrado pela Ficha Limpa, alcançou 6% da intenções. A pesquisa mostra ainda 16% de indecisos e 20% que declararam voto nulo ou branco.

A pesquisa entrevistou presencialmente 3.200 eleitores entre 10 a 12 de agosto. O levantamento está registrado no TSE (Tribunal Superior Eleitoral) sob o nº BR-09102/2018. A margem de erro é de 2,0 pontos percentuais para mais ou para menos. O nível de confiança é de 95%.

Comente aqui


Pepe Mujica renuncia ao Senado do Uruguai

O ex-presidente do Uruguai José “Pepe” Mujica, de 83 anos, renunciou nesta terça-feira 14 ao cargo de senador alegando motivos pessoais e “cansaço”. Ex-guerrilheiro durante a ditadura militar em seu país e preso político por catorze anos, Mujica é uma das figuras mais originais da política uruguaia.

“Os motivos são pessoais, eu diria cansaço de longa viagem”, afirmou o senador na sua carta de renúncia, endereçada à presidente do Senado, Lucia Potolansky, com quem é casado desde os anos 1970.

O documento sublinha que, por ser uma renúncia voluntária, não é legal continuar a receber o salário de parlamentar, uma vez que já está aposentado. Mujica também se valeu da carta para “pedir desculpas muito sinceras” se alguma vez, “no calor dos debates”, feriu “pessoalmente algum colega”.

Além disso, o político ressalta na carta que, enquanto sua mente funcionar, não desistirá “da solidariedade e da luta por ideais”.

Mujica foi eleito para o Senado, depois de ter ocupado a Presidência entre 2010 e o 2015. Como chefe de Estado e senador, apoiou o casamento entre homossexuais, a legalização da maconha e do aborto, o acolhimento de ex-detentos em Guantánamo, entre outras medidas progressistas.

Em 6 de agosto, o ex-presidente antecipou que pensava em deixar seu assento no Parlamento porque queria tirar uma “folga” antes de morrer, dada sua avançada idade.

“Vejo que tenho 83 anos e vou me aproximando da morte. Quero tirar uma folga antes de morrer, simplesmente, porque estou velho”, ressaltou Mujica.

O ex-presidente seguiu coerentemente as fileiras da esquerda em toda a sua vida política. Ainda é um dos políticos da região que defende o Partido dos Trabalhadores (PT), no Brasil, e seu líder Luiz Inácio Lula da Silva, preso por corrupção. Também continua a ser um aliado dos regimes bolivarianos.

Simpático e bonachão, Mujica sempre apresentou-se como um homem simples, do campo. Dispensou seguranças durante sua Presidência, e preferiu continuar a viver em seu sítio, próximo de Montevidéu. No sítio, onde ainda vive com a senadora Potolansky cuidou da cadela Manuela, que tinha três patas, até a sua morte neste ano. Com informações da revista Veja

Comente aqui


Chafariz da praça Rocha Pombo é religado pela Prefeitura

Informa o NCOM, que um importante cartão postal de Londrina está de cara nova. Isso porque a praça Rocha Pombo, na região central, teve o chafariz religado no último sábado (11). A iniciativa, realizada pela Prefeitura por meio da Companhia Municipal de Trânsito e Urbanização (CMTU), completa a série de benfeitorias executada no espaço desde julho. De lá para cá o local foi completamente revitalizado com atividades que envolveram limpeza, poda de árvores, pintura geral, reforma de mobiliários e melhoria da iluminação.

O chafariz – reliogado após conserto da bomba d’água, reposição de fios furtados, manutenção do encanamento e troca de lajotas – já está chamando a atenção de quem passa pela área. Desde o final de semana é possível encontrar famílias conferindo o novo ambiente da praça e tirando fotos em frente à fonte, que tem permanecido ligada das 9h às 20h.

E para garantir o bom funcionamento do dispositivo de domingo a domingo, a CMTU está preparando a contratação de uma empresa especializada na atividade. No contrato estão previstos os serviços de tratamento da água e mão de obra, bem como a programação e manutenção do sistema elétrico e hidráulico do chafariz.

A medida vai beneficiar não somente a Rocha Pombo, mas também as fontes existentes na praça Tomi Nakagawa e no Calçadão, entre as ruas Hugo Cabral e Pernambuco. A licitação, na modalidade pregão presencial, está marcada para a próxima quinta-feira (16), às 9h. O valor máximo estimado para a contratação da terceirizada é R$ 42.399,96 pelo período de 12 meses.

Além da CMTU, participam das ações de revitalização,  as secretarias municipais do Ambiente e de Obras, e também a Sercomtel Iluminação.

Comente aqui


Debate com candidatos ao governo do Paraná será na quinta-feira

A  Band Paraná definiu  com representantes dos partidos o modelo de funcionamento do primeiro debate na TV entre os candidatos ao governo do estado, que tradicionalmente é realizado pela emissora e será na próxima quinta-feira, 16 de agosto, das 22h até 0h30. Haverá transmissão simultânea na rádio BandNews FM, na TV Tarobá no interior do estado e nas redes sociais da Band. As informações são de Marley Resende no Bem Paraná.

Foram considerados aptos ao debate pela emissora os candidatos de coligações com pelo menos cinco parlamentares no Congresso Nacional, conforme ordena a lei eleitoral. Dos dez candidatos, seis se enquadram e todos confirmaram participação: a governadora Cida Borghetti (PP); o deputado estadual Ratinho Junior (PSD); o deputado federal João Arruda (MDB); o ex-deputado federal Doutor Rosinha (PT); o servidor público Professor Luiz Piva (PSOL); e o advogado e jornalista Ogier Buchi (PSL).

O debate será mediado pelo jornalista Douglas Santucci e terá cinco blocos.

Comente aqui


Ursal, a teoria da conspiração que virou meme

No primeiro debate entre presidenciáveistransmitido pela TV aberta em 2018, talvez o momento que tenha mais chamado a atenção foi uma pergunta feita pleo candidato Cabo Daciolo (Patriota) a Ciro Gomes (PDT).

“O senhor é um dos fundadores do Foro de São Paulo. O que o senhor pode dizer aqui à nação brasileira sobre o plano Ursal, União das Repúblicas Socialistas Latino-Americanas?”, disparou. “Meu estimado cabo, tive muito prazer de conhecê-lo hoje e pelo visto o amigo não me conhece. Eu não sei o que é isso, não fui fundador do Foro de São Paulo e acho que está respondido.”

Daciolo não se deu por vencido e disse que Ciro “sabe sim”, relacionando a Ursal a uma “nova ordem mundial”, que eliminaria todas as fronteiras do continente, surgindo uma única nação, a “Pátria Grande”. “Quero deixar bem claro que no nosso governo o comunismo não vai ter vez”, disse o deputado federal pelo Rio de Janeiro, eleito originalmente por um partido de esquerda, o Psol. “Democracia é uma delícia, uma beleza, dei por ela a vida inteira, e continuarei dando, mas ela tem custos”, ironizou Ciro.

A dita Ursal, que seria um acrônimo para União das Repúblicas Socialistas Latino-Americanas, já era um “meme” que circulava entre a direita brasileira desde antes de existires redes como o Facebook e o Twitter. Há até “dossiês” na internet dando conta de que a trama para fazer tal país teria nascido no Foro de São Paulo, conferência de partidos, movimentos e organizações de esquerda nascido em 1990. A entidade ocupa parte do imaginário da direita brasileira como se fosse uma verdadeira “legião do mal”, pronta para traçar estratégias e planos mirabolantes para implantar o comunismo onde for possível.

O fato é que a ideia da Ursal “pegou” nas redes sociais. Não só inspirando pessoas que gostariam de fato que a Ursal existisse como estimulando a criação de cenários no contexto do novo país. Muitos lembraram, por exemplo, que a seleção nacional de futebol já nasceria eneacampeão, com os dois títulos do Uruguai, os dois da Argetnina, e os cinco do Brasil, projetando o ataque da equipe com Neymar, Messi, Suárez e Cavani. A Ursal já tem até uniforme.

Outros estenderam a conspiração (e a piada, obviamente) resgatando a música América Geral, de Xuxa(com Sandy), que seria o “hino da Ursal”. A letra diz: “Uma América/Mais América/De norte, sul, central/Minha América, nossa América/América igual/Oh América!/Faz América/De um sonho ser real/América geral!”. Premonição da rainha dos Baixinhos ou conluio com o comunismo?

O termo “Ursal” ficou no topo dos assuntos mais comentados do mundo no Twitter por quase 24 horas. Informações da Rede Brasil Atual

Comente aqui