Logo do Jornal ODiário.com
ACESSÓRIOS-2
16/07/2012 - 14h00 - visualizações

Inédito dinamômetro de ruídos é instalado no Centro de Pesquisa e Desenvolvimento da TMD Friction do Brasil (Cobreq)

Autor Sport Cars

.
Na planta de Indaiatuba (SP), o Centro de Pesquisa e Desenvolvimento da TMD Friction já opera com um inédito, no Brasil, dinamômetro de ruído de pastilhas de freio. Equipamento alemão, da marca Schenk, ele tem a capacidade de avaliar, em diversas condições de utilização, os ruídos gerados durante a frenagem de um automóvel.


Este dinamômetro, de valor superior a US$ 1 milhão, e cujo investimento para seu transporte e instalação ainda custou US$ 280 mil, também pode executar testes de desempenho e durabilidade de pastilhas. Porém (de câmara fechada e microfone) foi especialmente desenvolvido para testes de ruídos, inclusive usando uma suspensão completa, junto com freio, disco e pastilha, durante estes testes.

Montado no dinamômetro, no conjunto da suspensão é feita a simulação de diferentes ambientes - de 20 graus negativos a 40 graus positivos e com a umidade relativa do ar variando entre 20 e 90% -, o que atende as exigências das montadoras norte-americanas, principalmente da GM, que homologa tanto o equipamento como os resultados dos testes.

Como funciona o equipamento: os ruídos gerados durante o teste é gravado em sensores especiais que, além de captar todas as freqüências sonoras (vão além do limite do ouvido humano), ainda fazem a análise das suas diversas composições - para uma melhor determinação das causas prováveis.

Tudo em função da evolução dos materiais de engenharia, evolução esta que criou veículos mais leves e mais possantes. Este aumento de desempenho faz com que a possibilidade da ocorrência de ruídos durante uma frenagem seja um desafio cada vez maior para os engenheiros automotivos. Somem-se a isto, os requisitos de conforto (frenagem sem ruídos e vibrações).

Atualmente, algumas das principais montadoras do globo passaram a sugerir que os fabricantes de pastilhas e lonas, assim como de sistemas de freio, comecem a se capacitar para realizar estes tipos de testes. No entanto, no mundo inteiro ainda há poucas empresas capacitadas.

Ressalte-se que o Grupo TMD Friction decidiu equipar sua unidade brasileira, onde produz pastilhas e lonas de freio da marca Cobreq, com este de equipamento, numa clara demonstração de que pretende manter, esta unidade, como pólo de geração de conhecimento e de tecnologia automotiva.

Fonte:

TMD/Cobreq – Assessoria de Imprensa

Jornalista responsável: Marco Antonio Lellis

661656
0 Comentários
Foto do usuário que comentou a matéria

Relacionadas