Logo do Jornal ODiário.com
Dinizneto
03/04/2019 - 20h49 - visualizações

Crise no sistema carcerário


Deputados Jacovós, Adriano José e Do Carmo cobram Depen

Autor Diniz Neto

Os deputados delegado Jacovós e soldado Adriano José, promoveram uma reunião no Departamento Penitenciário do Estado (Depen) para tratar do gravíssimo problema de carcerário de Maringá e Sarandi.
Os deputados calculam que hoje faltam 1.200 vagas no sistema carcerário de Maringá e Sarandi.
Estiveram presentes os deputados Jacovés, Adriano José, Do Carmo, o coordenador regional do Depen, Luciano Brito; o delegado-chefe de Maringá, Adão Rodrigues; representando 4º BPM, capitão Radamés; delegado corregedor do Depen, Renan Ferreira; o prefeito de Sarandi, Walter Volpato; o secretário de Segurança de Sarandi, Joel Inglês; representante do Conselho de Segurança de Maringá, coronel Padilha; os vereadores, Nildão, presidente da Câmara de Sarandi, e Flávio Mantovani, de Maringá; a promotora da Vara de Execuções Penais de Maringá, Drª Valéria Seyr; o promotor Alexei Choi Caruncho​, representando a Promotoria de Execuções Penais do Estado; diretor da Penitenciária Estadual de Maringá, Donizete Silva, e o representante da Comissão de Direitos Humanos da OAB de Maringá, Henrique Machado.

Propostas apresentadas - A Prefeitura de Sarandi ofereceu um terreno de 13 mil metros para construção de um presídio para que sejam retirados os presos do centro da cidade e que abriguem somente presos do município de Sarandi.

O coronel Padilha e o vereador Flávio Mantovani, falando por Maringá, ficaram de viabilizar um terreno, por meio da Prefeitura, para retirar os 136 presos que estão na Avenida Mandacaru.

O Diretor do Depen propôs resolver as situações emergenciais de Maringá e Sarandi, desde que haja doações dos terrenos.

Pelos deputados, foi convencionado que irão buscar junto ao Governo do Estado os recursos necessários para execução das obras emergenciais de Maringá e Sarandi.

Nos próximos dias, o deputado Delegado Jacovós, em conjunto com os demais deputados, irá convocar audiência pública para tratar do grave problema carcerário em todo o estado.

755232
0 Comentários
Foto do usuário que comentou a matéria

Relacionadas