Logo do Jornal ODiário.com
João Luiz Agner Regiani
Joaoregiani
27/03/2019 - 18h50 - visualizações

Coluna "Consumidor & Finanças Pessoais" de 27-03-2019

Autor João Luiz Agner Regiani

TARIFA DA SANEPAR

Hoje no plenarinho da Assembléia Legislativa do Paraná (Alep), em Curitiba, a partir das 9h30, ocorrerá a audiência pública denominada “Saneamento Básico – Tarifa mínima”, proposta pelo deputado estadual Evandro Araújo (PSC). Na audiência será discutido sobre os impactos que a cobrança da tarifa mínima cobrada pela Sanepar proporciona sobre o consumo mínimo residencial de cinco metros cúbicos. 

Esta discussão ganhou força após o prefeito de Maringá Ulisses Maia ter sancionado a Lei Municipal n.° 10.705/2018 de autoria do vereador Alex Chaves (na foto à dir.), que veda a cobrança de tarifa mínima pela Sanepar no município. Após isto, mais de 20 municípios aprovaram leis semelhantes que não vêm sendo cumpridas pela autarquia, o que motivou a realização de audiência com a presença dos interessados para se buscar uma definição no âmbito estadual.

Estarei presente ao evento, por convite do vereador Alex Chaves e do deputado estadual Evandro Araújo, a fim de discutir e defender posicionamento favorável aos consumidores paranaenses que entendem se tratar de cobrança abusiva.


MENSALIDADES ESCOLARES

Nos últimos 10 anos o custo da educação infantil subiu o dobro (149%) do que se gasta com pós-gradução (71%). Estes porcentuais estão embasados em estudos do UOL sobre os dados oficiais do índice IPCA (Índice de Preços ao Consumidor) do IBGE. Por aí se encontra, ao menos em parte, os motivos da elevação dos preços das mensalidades escolares no ensino infantil privado e as dificuldades dos municípios em manterem ensino infantil público de qualidade. Neste quesito Maringá se destaca com uma das cidades de melhor qualidade de ensino na sua rede municipal pública no Brasil.


PESCADOS

Nesta época de Quaresma aumenta consideravelmente o consumo de pescados e frutos do mar, que naturalmente são muito perecíveis e sensíveis às más condições de refrigeração. Portanto, orienta-se ao consumidor ficar de olho nos aspectos visuais dos produtos, tais como: brilho nos olhos dos peixes frescos, guelras e escamas firmes e de colorações naturais (cores muito vivas podem indicar utilização de corantes). Nos congelados atentar para a coloração clara e natural das carnes (recusar a compra de pescados com carnes escurecidas), não adquirir produtos com embalagens rasgadas ou violadas e verificar se nestas se encontra visível o registro do produto junto ao Sistema de Inspeção Federal (SIF). 


PESCADOS II

Outra importante verificação pelo consumidor é quanto ao nível de refrigeração dos balcões e gôndolas refrigeradas nas casas especializadas em pescados e mercados. Verificada a sensação de má condição de refrigeração ou que o produto tenha sido descongelado e congelado novamente, por cautela orienta-se rejeitar a compra, afinal, existem boas e seguras ofertas destes produtos no comércio. Não vale a pena a pressa e se colocar em risco a saúde da família.


CANCELAMENTO DE SERVIÇOS

A Agência Nacional de Telecomunicações (ANATEL) lançou uma interessante companha para facilitação de cancelamentos de serviços pelos consumidores. Quem tiver paciência para digitar na internet o endereço https://bit.ly/2TWyqIa ou preferir acessar pelo Facebook a hastag  #querocancelar, poderá acessar todas as informações sobre o assunto e resolver problemas nesta área.


PREÇOS NAS VITRINES

Os consumidores de Maringá voltaram a reclamar muito em relação a falta de preços dos produtos nas vitrines no comércio em geral e nos shoppings. Impedir que o consumidor saiba de imediato os preços dos produtos nas vitrines é ilegal e pode resultar em multas pelo Procon.


PRIMEIRA COLUNA

Esta é a primeira edição da coluna “Consumidor & Finanças Pessoais”. Agradeço imensamente ao Frank Silva pela oportunidade de contribuir neste espaço e à toda  equipe do O Diário pela receptividade e disponibilidade. Estaremos sempre ao lado dos consumidores.

753981
0 Comentários
Foto do usuário que comentou a matéria

Relacionadas